Pub SAPO pushdown

...

quarta-feira, janeiro 04, 2017
E, para já (e talvez para sempre), é tudo o que tenho a dizer sobre o assunto.

128 comentários:

  1. Força e coragem, nunca é fácil mas não é um drama (digo-lhe em primeira voz)

    ResponderEliminar
  2. Who the hell cares?? Divórcios há todos os dias.

    ResponderEliminar
  3. Diz que não :(
    Se de facto não tem volta, acho que podias considerar fechar este tópico a comentários. Já deve ser difícil que chegue sem ter de levar com os críticos do costume.
    Um beijinho e força!

    ResponderEliminar
  4. Até me vieram as lágrimas aos olhos. Espero q corra tudo pelo melhor. Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nada de lágrimas, está tudo ok! E dormir na diagonal, para já, tem sido fixe. =)

      Eliminar
    2. Espírito positivo e confie na sua força.

      Eliminar
  5. não pode ser aquilo que estamos todas a pensar, pois não pipoca? :/

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é, só pode ser isso mesmo.

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  7. Fonix, Eu já andava desconfiada :-( Diz que é passageiro, please. Depois do baque da Ana Galvão/Nuno Markl, please NÂOOOOOOO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ya, digo o mesmo, depois do choque Galvão/Markl, não :(

      Eliminar
  8. Es grande, Pipoca!
    Não tens de te justificar perante ninguém, pois há coisas demasiado íntimas para serem partilhadas, mas mesmo assim partilhaste <3
    Beijo

    ResponderEliminar
  9. há que ver sempre o lado positivo! força!

    ResponderEliminar
  10. Já tinha reparado no dedo sem aliança, fotos e a passagem de ano sozinha.
    Se foi a decisão tomada é porque vos faz sentido. Viver é isto, tomar decisões que nos tornam realmente felizes e seguir em frente. Beijinho

    ResponderEliminar
  11. Triste, sinto me muito triste😢 força pipoca, tudo se há-de resolver pelo melhor!
    Estou a torcer para que assim seja!

    ResponderEliminar
  12. É incrível como isto me afecta. Nem sei porquê, talvez por ser uma leitora assídua. Talvez porque, mesmo não te conhecendo, me sinta ligada à ti por tudo o que partilhas. Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. igualmente. mas se há alguém que vai sobreviver a isto és tu! muitos muitos beijinhos e força, nunca é fácil mesmo quando sabemos que é o melhor.

      Eliminar
  13. Se porventura a Ana e o Ricardo estiverem separados/divorciados será por ambos (ou pelo menos um dos dois) terem entendido que era o melhor a fazer.

    Pela parte que me toca, estimo que façam as melhores opções em prol do vosso bem-estar.

    Ainda assim, confesso que, atendendo ao destilar de fel que existiu sempre de alguns velhos do Restelo em relação ao vosso namoro/casamento, tenho mesmo pena. Mesmo, mesmo, mesmo..!

    Prezarei -evidentemente - sempre [mais] o vosso bem-estar individual (de ambos) mas 'adoraria' que permanecessem um casal (desde que fosse mutuamente proveitoso/satisfaciente) para todo o sempre. 'Só' para as alminhas do mal ficarem a morder a língua..! ;)

    Ana, Ricardo, tudo de bom para ambos, individualmente, como casal (se ainda puder aplicar-se) e, e aqui sim, para sempre, enquanto pais daquela brasa bebé que é o vosso querido Mateus.

    Parecendo que não, o melhor da vossa relação, ganhou forma visível, tem caracóis, está cá para sempre e é lindo de morrer: o Mateus Arrumadinho Mais Doce..! :)

    Um beijinho para cada um de vocês.

    ResponderEliminar
  14. Que 2017 lhe traga muitos sorrisos, pipoca. ❤

    ResponderEliminar
  15. Força, Ana. Realmente é um bcd triste ler estas coisas, principalmente quando a vida dessas pessoas é partilhada para que tantos outros a possam saber... Aparentaram sempre ser um casal super compatível, mas claro está que a gente cá do outro lado do PC de nada sabe. Força e um beijinho.

    ResponderEliminar
  16. Dormir na diagonal não é mau! A título de exemplo lembro me da avenida diagonal em Barcelona, e o que eu gosto da cidade!!

    ResponderEliminar
  17. Se é o fim de um ciclo, fico profundamente triste e emocionada pelo desfecho :(
    Eu sou uma das leitoras que começou a ler este blog há 12 anos em tempo real e acompanhou amores, aventuras e peripécias de uma blogger "anónima" que sempre considerei uma amiga próxima (não o sendo, naturalmente) pela idade e pelas experiências semelhantes.
    Gosto muito de si, da pessoa que construiu e desejo-lhe de coração um 2017 muito feliz.
    Envio-lhe um beijinho e um abraço daqueles mesmo apertados, sinceros e esperançosos.

    ResponderEliminar
  18. O que não nos derruba torna-nos mais fortes. Sempre. Um grande beijo para ti e para o Mateus!

    ResponderEliminar
  19. Ana, não comparando passei pelo mesmo quando o meu filho tinha 6 meses, também com um Ricardo.
    No início é uma merda (mesmo assim com as letras todas!) mas quando o tempo passar a serenidade há-de regressar e vai haver espaço para outras coisas na vida.
    Ainda assim lamento. Gosto sempre de acreditar no amor e na superação dos casais.
    Um abraço solidário e força para os dias mais cinzentos.

    ResponderEliminar
  20. Ana fiquei sem palavras quando li este post. Fiquei triste, pois é sempre complicado uma separação! E como me sinto quase uma amiga, não o sendo de todo fiquei de coração tristonho! Mas a vida é isto, encontros; desencontros.... E com eles aprendemos sempre alguma coisa positiva que nos vai tornar pessoas ainda mais fortes!
    Beijinho muito grande e um abraço apertado

    ResponderEliminar
  21. Pipoca, apesar dos meus pequenos 21 anos acompanho o teu blog desde os 15 e, quando comecei, fui ver tudo o que tinhas publicado desde início! Admiro-te desde o primeiro dia em que comecei a "ler-te"! E sei que és uma mulher com M grande, cheia de força e atitude positiva! Só posso desejar-te as maiores felicidades e que tudo corra sempre pelo melhor... um grande beijinho

    ResponderEliminar
  22. Um beijinho e muita força para este novo "arranque" :)

    Let me Believe

    ResponderEliminar
  23. Aperto no coração. É o que sinto. Como se fossemos amigas próximas ou tivéssemos uma relação há anos. Tudo isto porque todos os dias "vives" tão perto de nós todas, as alminhas que estamos deste lado e que neste momento sentimos tristeza pelo que te acontece.
    Encara esta etapa com a mesma ironia que vives cada dia da tua vida.
    PIPOCA, YOU GO GIRL!

    ResponderEliminar
  24. Por esta é que eu não estava a espera... :(
    Beijinhos Pipoca e muita força!

    ResponderEliminar
  25. Pipoca, fiquei tristíssima com o teu post :(
    Espero nunca ter de passar pelo mesmo!
    Achava q o teu casamento era daqueles que era para sempre, sendo tu das "antigas", mas infelizmente a vida prega nos grandes partidas.
    Eu espero q consigas encontrar a paz nesta nova fase e continues a ser essa pessoa alegre e bem disposta que põe os leitores todos a rir. :) um beijo

    ResponderEliminar
  26. Muita força neste momento difícil, e que 2017 seja um ano muito feliz e que te traga o melhor da vida.
    Beijinho e um abraço apertado Ana.

    ResponderEliminar
  27. Olá pipoca
    Apesar de so ter 20 anos leio o seu blog já desde os 14, todos os dias e sou uma grande fã.
    Se ter de dormir na diagonal não for provisório (e mesmo que o seja) saiba que tem sempre fãs (e amigos, vá ) de cada um dos lados dessa diagonal.
    "Deus escreve direito por linhas tortas", sempre me disseram, quem sabe não escreve direito nas diagonais também!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  28. Please, keep in mind that you are a strong, independent and beautiful women. Be happy! :)

    ResponderEliminar
  29. Vai correr tudo bem Ana :) um beijinho desta leitora assídua :D

    ResponderEliminar
  30. Olá Ana!
    Sigo este blog há vários anos, desde a fase em que finalmente achava ter encontrado o homem da sua vida, e não consigo deixar de me sentir triste com esta notícia, que aliás nem me queria acreditar que fosse verdade... De qualquer forma, desejo que volte a encontrar a felicidade rapidamente e espero que volte aos seus posts de ironia e sarcasmo que tanto adoramos!
    Um grande beijinho e força!! :)

    ResponderEliminar
  31. Não fazendo parte da familia (nem dos amigos), é estranho como isto nos chateia/entristece. Mas seja como for, interessa é que sejam felizes. Juntos ou não, a decisão deve ter sido a melhor para o vosso bem. Força.

    ResponderEliminar
  32. Parabéns por não ter medo de abordar o assunto e por ser a própria a dizer, pelo respeito para com os seus leitores, não precisa publicar apenas sentir -se bem com a sua honestidade para com aqueles que a seguem e que diariamente fazem do blog uma segunda casa

    ResponderEliminar
  33. Um grande beijinho de força, aos dois. Todos os sentimos um bocadinho nossos! Pode parecer um disparate, mas é como se fossem ali os vizinhos, mesmo que não haja convívio, ficamos sempre tristes. Mas lá está, além de tudo devem tentar construir a vossa felicidade: mesmo que implique algum tempo (e pode ser que percebam que o que tem de bom ultrapassa o que é menos agradável). Ah, e para nós católicos, o matrimónio é um sacramento, que se for vivido a três (o casal e o Senhor) só pode dar frutos bons, mesmo nas tempestades, a árvore tende a abanar, mas não cair...BEIJINHOS :)

    Nádia V.

    ResponderEliminar
  34. Olá Ana,

    Desejo-te as maiores felicidades do mundo. Acompanho o teu blog à vários anos e gosto imenso de TI. Acredita que 2017 vai ser o TEU ANO. Força / Beijinos Regina

    ResponderEliminar
  35. Olá Ana, vi o post ontem à noite e adormeci a pensar em vocês. Lembrei-me de imediato da foto do frigorífico e senti uma grande tristeza. Gostava muito de vocês como casal e desejo tudo de bom para os dois.

    ResponderEliminar
  36. Isto so serve para nos provar; nos nunca sabemos o que vão na vida das pessoas; várias vezes via o meu casamento em crise e equacionava divorciar me; acompanhava o teu blog e pensava: Eu so queria ter uma relação assim. E afinal mais uma vez afirmo: Nos nunca sabemos o que vão na vida das pessoas. Forca

    ResponderEliminar
  37. Nunca estará sozinha, têm o seu filho, se ele for como o meu a dormir, a pipoca dorme num cantinho da cama e ele sim... Dorme na diagonal! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que fofa! Sim, nessas alturas, dá pra pensar "quem é o homem da minha vida?" O meu filho, pois então! (Não tenho filhos, mas para mim, é uma lógica natural)

      Eliminar
  38. Pipoca! Não consigo deixar de me sentir assim...triste! Afinal quando te lia era como partilhar um pouco da tua vida, acreditando que iam ser felizes para sempre! Mas a vida é uma montanha russa de acontecimentos. Os teus seguidores estarão aqui!

    ResponderEliminar
  39. Sei que não te conheço mas gosto tanto tanto de ti Pipoca, é incrivel como isto me afecta, é esquisito. Muita força para ti e estamos todos aqui :)

    ResponderEliminar
  40. Na vida só temos duas certezas: que vamos morrer e a certeza dos impostos!
    Por isso, é encarar ambas de frente (beber um copo de vinho antes de pagar os impostos, dizem ter efeito anestésico), que o resto irá sendo resolvido.
    O melhor 2017 possível para si!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso mesmo, "death and taxes". O resto, tudo se resolve!

      Eliminar
  41. Tenho muita pena Ana e Ricardo, para mim formavam um dos casais mais "hollywoodescos" de Portugal.

    Muita força e coragem para ambos!

    ResponderEliminar
  42. Olha pipoca, eu também. Força. Beijinhos! Demorou a ter a certeza, agora vai ter memso de ser. Penso muito no meu filho, mas ele fica bem, os miúdos tem a capacidade de adaptação que nem imaginamos.

    ResponderEliminar
  43. PIPOCA, Também costumo ler o arrumadinho... e tenho lido os posts q ele foi pondo ao longo do mês de dezembro, sobre família, sobre os filhos, sobre o natal e sobre separações. Não sei se será verdade ou não, mas um de vós não pôs a família em primeiro lugar. É triste... mas pronto a vida é mesmo assim, qtas vezes não nos esquecemos do outro q está ao nosso lado. Boa sorte PIPOCA, espero q tudo se resolva da melhor maneira. :)

    ResponderEliminar
  44. Querida Ana,

    Sou uma das que correu na prova do SLB na tua equipa (em 2014?) e agradeço muito ter participado nesse passatempo. Ainda tenho as sapatilhas que, apesar de já velhinhas, ainda uso em treinos.

    Bom, dito isto, quero dizer que lamento muito. Rodeia-te de quem te quer bem, do teu filho e aposta em ti. Mesmo que não consigas ver isso agora, os dias vão melhorar. Acredita, já estive aí onde estás.

    Um grande, grande abraço. :****

    ResponderEliminar
  45. Baque... E pronto apanhada completamente de surpresa... O pormenor da aliança ( ou falta dela nas fotos) passou me completamente ao lado. Nunca pensei tal coisa, até pelas recentes viagens.. Mas pronto a vida infelizmente ( ou felizmente) é assim, não sei. O que te desejo é tudo de bom. Felicidades pipoca...

    ResponderEliminar
  46. Muita força Pipoca. És linda e tens um menino lindo. Tudo ficará bem. Beijinhos

    ResponderEliminar
  47. Para a frente é que é o caminho. Seja como for, há que ser feliz. Beijinho Pipoca.

    ResponderEliminar
  48. Os relacionamentos são mesmo difíceis, caramba!! Coragem Ana, não me atrevo a dizer o que penso, porque acho sempre que vale a pena lutar pelo amor, mas na verdade, o que for melhor para ti e essencialmente para o Mateus... é o que tem que ser!
    Um grande beijinho (e se algum dia quiseres fazer uma viagem completamente diferente... anda a Angola, conheço sítios fantásticos para tirares fotografias incríveis... é só dizeres que eu trato de tudo!

    ResponderEliminar
  49. Muita força querida Ana. Tudo entra nos eixos. Um beijinho grande.

    ResponderEliminar
  50. Força pipoca! Tens milhões a apoiar-te. bjs Cláudia

    ResponderEliminar
  51. Pipoca, ano novo, vida nova!
    Boa sorte para este novo capítulo.
    Que continues a ser feliz é o que interessa, juntamente com o teu filhote.

    ResponderEliminar
  52. oh :( Mas se assim foi, é porque é o caminho certo. Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  53. O amor (verdadeiro) também acaba.

    E - atenção - que escrevo isto plenamente apaixonada, com a certeza louca dos "para sempres", pelo homem me faz viver as palavras mais bonitas e sentidas que escrevo no blog.

    Da mesma forma que é possível encontrar o amor verdadeiro (e acuso a redundância) é possível perdê-lo (ou transformá-lo). O amor é infinito enquanto dura e absoluto quando não se despedaça.

    Pode ser porque não nos esforçamos tanto para o manter, como nos esforçámos para alcançá-lo. Mas se calhar até o fizemos. E depois, às vezes, mesmo isso não chega.

    As alegrias, o romance, as surpresas, o calor, as conversas, a saudade, fazem parte do amor. Mas só não morrem, se as renovarmos. Temos de usar as eólicas dos nossos braços e criar energia para elas. E depois, às vezes, mesmo isso não chega.

    As desavenças, as rotinas, os silêncios, as tristezas, os sacrifícios,o desepero, também fazem parte do amor. Mas só o matam, se não lidarmos com eles. Falemos, para plantar canteiros em cima dos problemas em vez de os enterrar. E depois, às vezes, mesmo isso não chega.

    Não estou a julgar (não faço ideia do que aconteceu), estou a pensar por escrito. Esta reflexão, partilho-a, mas faço-a para mim. Quero lembrar-me sempre que o amor (verdadeiro) também acaba. É assim que lhe saberemos dar valor.



    A maior das felicidades para a Ana, para o Ricardo, para o Mateus. Sei que fizeram e farão tudo pelo melhor - porque quem lê também vos passa a conhecer um bocadinho ♥

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que linda reflexão :-)

      Eliminar
    2. Subscrevo...Palavras sensatas e bem verdadeiras as da Maria.
      Acrescento, que na grande maioria das relações "a culpa" da rutura é sempre partilhada!
      Muita Força de superação para a Ana, o Ricardo e a salvaguarda do Amor e bem estar do Querubim Mateus💕é o que desejo.

      MDM

      Eliminar
  54. Epá a primeiro vez que li um comentário a sugerir isso achei que a pessoa estava maluca... (até porque a pessoa justificava o comentário com andares mais desaparecida do blog e eu disse que não tinha nada a ver) Depois vi as fotos em Marraquexe em que estavas sozinha e comecei a achar estranho... Optaste por fazer este post mas ao contrário de muitas pessoas, acho que não tens a obrigação de falar deste assunto tão pessoal. Fico um bocadinho triste porque acho que fazem um casal giro e habituei-me a ver-vos juntos... Espero que as coisas se resolvam da melhor forma, ou seja, que sigam o caminho que faz mais sentido para vocês e para a vossa felicidade.

    ResponderEliminar
  55. No final, o que importa é que tenham sido felizes juntos e que continuem a ser felizes, independentemente do caminho que escolhem seguir e que só a vós diz respeito. Pelo meio, o maior tesouro de sempre, o Mateus. Abraço Pipoca e muitos sorrisos para 2017.

    ResponderEliminar
  56. Não sei o que aconteceu, ou há outro post a falar do assunto ou então sou eu que sou burra, porque só olhado para a imagem não consigo perceber se está em causa divórcio ou não. À primeira achei só que fosse brincadeira, algo referente a sono ou cansaço ou preguiça, não sei. Depois pensei melhor e ocorreu-me que talvez as coisas em casa não estivessem 100% bem. Mas daí a pensar em divórcio.. Sem ler os comentários não me ocorreria isso :/ E sinceramente espero que não seja esse o caso mas se for só posso desejar muita força e felicidade daqui para a frente.

    ResponderEliminar
  57. You are a "strong, confident woman who doesn't need to smoke" ;) https://youtu.be/MldH09kaSoQ?t=2m6s

    ResponderEliminar
  58. Oh Pipoca... nem sei o que dizer :(
    A vida tem destes desafios mas agora é seguir em frente. Só a morte (e sei do que falo infelizmente) é que não tem remédio.
    Muita saúde, trabalho, força e não esqueça que tem um filho lindo, família e amigos que a irão sempre apoiar.
    Helena

    ResponderEliminar
  59. Não há-de ser fácil, mas a vida avança e desejo que sejam muito felizes e ponham sempre (como sei que vão pôr como pessoas educadas e inteligentes que são) a felicidade do Mateus acima de tudo. Um beijinho

    ResponderEliminar
  60. Eu também sou do grupo das choronas e caiu-me uma lágrima quando li o post!È incrível como nos podemos sentir tão ligadas com uma pessoa que nunca vimos pessoalmente!Muita força Ana!

    ResponderEliminar
  61. Há decisões que são muito dificeis de tomar, mas também se fossem fáceis, não seriam na verdade decisões mas sim acontecimentos. Há coisas que simplesmente acontecem e há outras coisas que temos de decidir.
    Não sei o que isso é, e espero não vir a saber, mas que é preciso coragem é. Felicidades e tudo de bom!

    ResponderEliminar
  62. Oh Pipoca depois da Brangelina,vocês? O meu coração não aguenta :( De qualquer forma espero que ambos sejam felizes e que sigam o caminho que vos realize e satisfaça :)
    Beijinho

    http://mypinkshoesxoxoblog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  63. Pipoca, sigo-te há cerca de 10 anos, em silêncio, primeira vez que comento. Mas não podia deixar de ter dar um beijo nesta fase.

    Li o post e os comentários e chorei, é estranho estes "laços" que se criam.

    Desejo-te um ano 2017 FANTÁSTICO. Gosto muito de ti :)

    Joana

    ResponderEliminar
  64. eu é mais dormir estilo estrela, e adoro!
    força Pipoca :*

    ResponderEliminar
  65. Opa, que choque! Mas é a vida, espero que o futuro lhe traga muitas coisas boas!

    ResponderEliminar
  66. Estou a passar por algo do género...Muita força! Tudo há-de correr bem!
    Mil beijinhos

    ResponderEliminar
  67. Ana, que sejas feliz porque eu acho mesmo que mereces. Sou daquelas que anda sempre a defender-te,mesmo sem te conhecer, quando ouço as palermices do costume a teu respeito. Acho que deves ser uma mulher super porreira, o Ricardo apesar de bem diferente também parece, por isso que sejam felizes ainda que em caminhos diferentes. Têm o Mateus em comum e isso no fundo é o que mais importa.

    Força para este novo caminho!

    ResponderEliminar
  68. Faço-o ha três meses e meio. Nem sempre me sabe bem. Mas creio que sabes, tal como eu, que o melhor ainda está pra vir. Beijinho.

    ResponderEliminar
  69. E no final, tudo fica bem! Se não está bem, é porque ainda não é o final. Muita força Pipoca. E nós, os teus fiéis póneis, estamos sempre aqui.

    Beijinho grande e um feliz 2017 😘

    ResponderEliminar
  70. Custa saber qdo um casal se separa...
    Esperonque sejam felizes!
    Bom ano!!

    Sofia

    ResponderEliminar
  71. Muita, muita força!! É sempre difícil. Até para as duronas! ;)
    Fico a torcer para que tudo acalme rápido e corra pelo melhor. Para ambos!
    Um grande beijinho

    ResponderEliminar
  72. Em início de ano, não era mesmo o tipo de notícia que se esperava ver por aqui... Mas amanhã é um novo dia, e que grande dia!! :) começa um novo ano e com ele um novo ciclo.
    Seja de que forma for, sei que será um feliz 2017 ❤

    Beijinhos,
    http://trendylisbon.com/

    ResponderEliminar
  73. Não sei se é o que subentedi mas se for em 2016 passei pelo mesmo. Seja o que for e como for que tudo corra pelo melhor para si e para quem ama e eu pessoalmente estou a adorar dormir na diagonal!

    ResponderEliminar
  74. Leio os dois há muitos anos e fico (muitoooo) triste. Mas desejo-vos as maiores felicidades. Acontece, é a vida, agora bola para a frente!
    Beijinhos!!

    ResponderEliminar
  75. Olá Ana.
    Comento pela primeira vez, apesar de ler o seu blog todos os dias há anos.... Beijinho muito grande e que 2017 lhe traga muitas alegrias! Tudo de bom!

    ResponderEliminar
  76. MUITOS PARABENSSSS PIPOCAAAAA *.*
    Os 35 + 1 ficam-lhe mesmo bem e o que conta é o espirito, e esse você têm sem dúvida!

    Lei todos os dias o blog, sou sgeuidora à imenso tempo, adoro o blog e a forma como escreve contudo não sou de comentar apenas assisto! Mas pela primeira vez senti que lhe devo uma palavra, esta noite li os rumores da sua separação, e confesso que além de ter dormido mal me custou muito a adormecer consigo no pensamento para ver a minha tamanha indignação até o meu marido ficou parvo como eu fiquei por alguém que nem conheço! Mas óbvio que isto acaba por ser uma relação!! É imenso tempo a acompanha-la, já me ri tanto consigo, já me comovi, já foi a minha companhia durante muito tempo! Logo mexe comigo pensar que pode estar em baixo :( Óbvio que não tenho nada com isto, mas tinha um carinho e admiração pela vossa relação e gosto tanto de vos ver juntos que me angustiou pensar que tinham chegado ao vosso fim!
    Seja qual for o motivo, e as razões só vocês têm com isso e por mais pacifica que seja o fim de uma relação, qualquer final dói sempre inevitavelmente! O recomeçar custa e não é pouco, pelo menos quando terminei uma relação de 8 anos fiquei imensamente ferida durante muito tempo...
    E pronto blábláblá já lhe estou a dar maçada e nem tenho nada com isto, mas queria apenas lhe dar um grande beijinho, dizer que a admiro muito e que por mais duro que sejam os próximos tempos tem toda a força dentro de si para superar esta fase menos boa!
    Tem um filho maravilhoso, agarre-se a esse miudo lindo e tudo vai parecer mais fácil! Não ligue nenhuma à comunicação social! São uns pategos que não merecem sequer 1segundo da sua atenção e os seguidores aborrecidos e com mau fundo muito menos!

    Força nisso Ana! Quanto a mim vou fazer figas para a vossa história terminar da melhor maneira possivel para si, porque quero muito continuar a ver esse brilho no olhar!

    Um beijinho grande desta seguidora sempre atenta e que pede muito para que seja feliz !
    Cátia Geadas

    ResponderEliminar
  77. Sinto sempre muita pena quando oiço falar de uma separação. é o fim da relação, de um ciclo, de uma vida em comum... do amor...
    desejo que voltem a ser muito felizes os dois, juntos ou não!
    <3

    ResponderEliminar
  78. Olá Pipoca
    Ainda me lembro do dia em que a conheci na Feira do Livro, já lá vão uns aninhos, penso que foi em 2010, e que me autografou o primeiro livro da saga do blog. :)
    Infelizmente nem tudo são rosas na vida.
    Desejo-lhe as maiores felicidades do mundo, que a vida lhe corra bem, e sobretudo seja muito feliz com o seu Mateus.

    Um beijinho
    Filipa Bae

    ResponderEliminar
  79. O que importa é sermos felizes. Força miúda. De novo no mercado...eles até se atropelam!!! :)

    ResponderEliminar
  80. A verdade é que já andava a prever isto, existiam demasiados indícios que eu não percebia como é que as outras pessoas não reparavam! Ainda assim, não deixa de custar saber que é mesmo verdade.
    É como dizem todas as pessoas que aqui comentam, lendo o teu blog de forma assídua, criam-se relações que não se explicam. E é por isso que ficamos todos com o coração um bocadinho partido por saber que estás a passar por isto. Não és a primeira, nem a última e não é o fim do mundo, mas claro que fica sempre aquele aperto quando se percebe que, afinal, não era para sempre e não houve um final feliz. Lembro-me de ler o texto que escreveste, deitada na cama a olhar para o vestido de noiva e das tantas vezes que o fui reler e procurar nele inspiração para encontrar também alguém que me preenchesse daquela forma e que me fizesse conseguir escrever aquelas coisas.
    É uma pena que seja assim e agora só posso desejar a maior das forças àquela miúda de sempre que, apesar de completar hoje 36 anos, não perdeu aquela força, aquela energia e aquele olhar a vida com esperança. Conhecendo a tua vida, sei que esta não é, nem de longe, nem de perto, a pior das fases. E, por isso, sabes que há coisas piores e mais definitivas. Mas há também coisas mil vezes melhores, como o Mateus. E estes póneis nunca te deixam na mão, disso podes ter certeza!
    Um beijinho de alguém que se sente uma amiga. Parabéns pelos 36, que venha o outro 36, e que sejas imensamente feliz.

    ResponderEliminar
  81. Sou seguidora há muitos anos e fiquei mesmo triste. Força pipoca!!! Que sejas muitos feliz. Beijinhos *

    ResponderEliminar
  82. Leitora assídua, sem nunca comentar. Parece impossível mas o facto é que me senti triste a saber da notícia. Desejo força, coragem e muita serenidade para lidar com tudo o que aí vem! incrível como não conhecendo pessoalmente uma pessoa, nos pode tocar tanto um post assim.

    ResponderEliminar
  83. Muitos parabéns Pipoca. Desejo-te as maiores felicidades do mundo. 🎉🎁🎈🍀🙏🏻😘

    ResponderEliminar
  84. Não faço ideia da tua reacção em relação á separação. Não sei se foi pacífica ou agreste.. não sei se os problemas já existiam há algum tempo. Mas posso e vou ser honesta. É horrível. Não desejo nem ao meu pior inimigo o pesadelo de ver um sonho de menina desaparecer.. é infernal a sensação de impotência quando ainda existem sentimentos que obrigatoriamente temos de matar e não fazemos puta ideia como se faz isso.. e pior.. quanto tempo leva a vida a voltar ao normal por mais que continuemos a fazer o "normal". Temos muita força. Sou a prova disso. Mas lembra te sempre que não és de ferro. E que ninguém o é. Quando não souberes o que dizer.. não digas nada. Respira fundo e pensa que um dia quando menos esperares tudo não passou de uma história linda de amor com um final á medida do que se pode.
    E lembra te sempre.. há males que vem por um bem muito, mas muito maior..

    Palavras de uma mãe de um Mateus.. com 5 anos e que se divorciou qd ele tinha 3..

    ResponderEliminar
  85. Por muito que se tente ficar bem as coisas levam o seu tempo...Pois quando realmente see amou ou se ama fica um vazio.E óbvio que se considera um falhanço pessoal pois acredito piamente que quando alguém se casa julga que é para sempre.eu assim pensei...E ainda estou casada mas sei que terei que tomar uma decisão brevemente.e penso na desilusão que isso será para os meus pais,a surpresa que será para os amigos e as consequências que terá para a minha filha...Assim no mais imediato,não terá um irmão de sangue como sempre pensei e não irá ver os pais a envelhecer juntos.Mas simultaneamente penso que esta vida é demasiado curta para não sermos absolutamente felizes.E muitas vezes a nossa tendência é para achar que as coisas vão sempre ser pior do que na realidade irão ser.Força :)

    ResponderEliminar
  86. Li o teu texto da separaçãoe chorei contigo. Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto era uma resposta ao comentário da Bruxa Má do Sul

      Eliminar
  87. Estou a ver que o novo ano não trouxe só novidades para mim. Tamo junta! Keep it strong!

    ResponderEliminar
  88. Já o disse e torno a dizer. Deixei de acreditar no amor! :(

    Um beijinho,
    Mónica Rodrigues dos Santos

    http://cupcakewomen.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  89. Ana fiquei com o coração apertado. Leio-te há tantos anos e também leio o Ricardo, têm sido ambos uma enorme fonte de inspiração. Tive o enorme prazer de vos conhecer no lançamento do teu primeiro livro infantil, onde também conheci o Mateus. Fico triste por saber que duas pessoas que tanto admiro se poderão separar. Apesar disso, muita força e cabeça erguida, és um mulher incrível!

    ResponderEliminar
  90. Tendo o meu blog no sapo, algumas vezes em um ou outro destaque o sapo menciona a hastag: #blogscomgentedentro.
    É talvez por isso, que blogs do tempo dos dinaussauros, como o teu, trazem esse sentimento de sentir o que vai do outro lado. E não se conhecendo, conhece-se.
    É o que sinto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que há gente atrás deste blog, ainda bem que é a Ana e ainda bem que mostra um bocadinho de si em cada texto que escreve. É disso que nós gostamos, também de quem ela é. Quando os blogs forem escritos por máquinas, as palavras deixam de fazer sentido.

      Eliminar
  91. Estou triste por vós, o meu casamento tb está numa fase complicada e imagino o que tendes passado. Beijinhos

    ResponderEliminar
  92. Devia haver um tratamento de choque, quando o nosso coração começa a ser imbecil …

    ResponderEliminar
  93. Para desanuviar um pouco:
    Aposto que este post será seguido de publicidade a algum colchão!
    Isto é publicidade dissimulada, devia assinala-la como tal. :p

    Um ótimo ano para si Pipoca!

    ResponderEliminar
  94. http://www.rtp.pt/play/p2818/e267970/mata-bicho

    ResponderEliminar
  95. A primeira coisa em que pensei quando vi este post foi que vinha aí um anúncio a colchões King Size, mesmo a sério. Só hoje, de visita aos meus pais, a minha mãe sabendo do quanto gosto de ti comentou que tinha ouvido "essa notícia" na tv e confesso que me vieram as lágrimas aos olhos. Leio-te desde o início, quando ainda pouca gente ouvia falar em blogs. Acompanhei cada uma das tuas aventuras e desventuras ao longo dos anos. Vivemos muitos romances e fins de romance quase em sintonia e eu inspirava-me muitas vezes nas tuas observações sobre as relações. Ainda hoje, apesar de o blog já não ser só dedicado às tuas considerações sobre a vida, continuo a abri-lo religiosamente todos os dias e por isso sinto que és quase da família. Desejo do fundo do coração que sejas muito feliz e que este ano te corra maravilhosamente bem. Um grande beijinho.

    ResponderEliminar
  96. Ola Ana,

    Sigo-a ja faz uns aninhos e admiro a sua forca de trabalho, energia e como consegue conjugar as varias tarefas de mae, mulher, esposa e trabalhadora.
    Fiquei triste ao ler a noticia da vossa provavel separacao.
    Fiquei triste por vos e pela familia tao bonita que construiram mas tambem por ver mais uma familia destruida.
    Nao sei a vossa historia nem o que motivou a vossa separacao, mas se ainda existe amor entre voces, peco-lhe que Lute, lute e lute pelo vosso amor, pela vossa familia, e pelo Mateus.
    Nao ha relacionamentos/casamentos perfeitos, nem nunca havera simplesmente porque ninguem e perfeito. Vao haver sempre areas de discordia, de ajustes e em que temos de ceder. Mas se hoje ha casamentos que duram muitos anos, nao e por nao haver chatices e desapontamentos. Mas sim porque essas 2 pessoas recusam-se a desistir uma da outra.
    Sou casada e ja passei por momentos dificeis. Mas posso dizer hoje que o amor que temos um pelo outro venceu o resto e temos hoje uma relacao muito mais madura e cumplice.
    Vale a pena ou se vale.
    Por isso o pedido que deixo e este;
    Lute pela vossa familia.
    Lute pelo vosso amor.

    Um beijinho,
    Eliza

    ResponderEliminar
  97. Ana,
    ..."Se isto está mau para a Angelina, imaginem para o resto do mulherio"...dê tempo ao tempo, ainda há muita coisa boa para viver e mesmo que não queira pensar nisso, há alguém novo em seu caminho ali ao virar a esquina dos "quarenta"!

    ResponderEliminar
  98. Como tantos(as) outros(as), sou leitora assídua que gosta imenso do blogue (e da Autora) e que apenas comentou aquando a gravidez. Não vou negar que esta notícia nao me surpreendeu e ao mesmo tempo me fez relembrar que ninguém nunca saberá, na realidade, o que se passa numa relação ou com uma pessoa. Lamento.. sobretudo porque era mais um casal que nos fazia acreditar no amor...(e afinal o que pode acontecer nalguns meses?!) e claro que todos sabemos que as coisas acabam.. é um processo tão natural como o começo.. mas eu ainda quero acreditar no "para sempre"... (que seja eterno enquanto dure,certo?)
    Desejo,de coração, as maiores felicidades aos dois..
    Mas também confesso que gostava de saber mais.... aliás a própria pipoca, pipoca que eu conheço deste anos e anos de lealdade, gostaria de saber mais... se fosse outro casal qualquer. Obviamente que não tem obrigação de o fazer e não seria de todo para julgar... seria para entender um bocadinho mais isto das relações.. afinal este blogue começou a falar de amores e desamores... e tanto que se falou aqui sobre este tipo de situações. Inevitáveis.. mas que, com certeza, têm uma lição de vida inerente a cada uma delas. É algo muito pessoal, admito. Mas não é tudo algo de muito pessoal, neste blogue? Espero que nada do que aqui disse te perturbe Pipoca..não é esse o objectivo. De verdade.. é pura curiosidade aliada aquele sentimento de que uma amiga acabou de se "divorciar" e gostaríamos só de compreender um bocadinho mais...e de sentir empatia pelo que ela estará a passar! Um enorme beijinho e o melhor do mundo... <3

    ResponderEliminar
  99. Soube hoje, querida Aninhas. E tenho taaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaanta pena! Quando o meu marido era vivo e me aborrecia, atirava a palavra "divórcio" para o ar só para chatear. E fiquei sem ele. Restam-me os nossos quatro filhos, todos rapazes.
    Ficar sem a pessoa que construiu uma vida connosco é lixado.
    Façam as pazes, pleeeeeeeeeeeeeeeeeeease!
    Gosto muito de si.

    ResponderEliminar
  100. Só acordei hoje para a vida. Na altura vi o teu post, mas nem associei e passou-me ao lado.
    Não sou ninguém e tu não me conheces, mas já te leio desde sempre e na minha cabeça sou tua amiga, por isso acho-me no direito de opinar.
    Se amas o teu marido e se ele te ama a ti, tudo se resolve. Há excelentes profissionais. E têm um filho. E construíram uma família tão bonita.
    Se não dá, é seguir em frente, mas se ainda há amor, por favor tentem outra vez. Por vocês, pelo vosso filho. Eu sou filha de pais divorciados e dava tudo para as coisas terem sido diferentes. Não há casamentos perfeitos nem pouco mais ou menos, mas havendo amor e respeito, o resto resolve-se. A mágoa passa.
    Desculpa o abuso. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Bia, todos me dizem que é melhor os pais separados que os pais a discutir. E agora leio este seu comentário. Ajude-me, eu não quero que o meu filho sofra e prefiro sofrer eu até ele ter idade para entender que pode ter 2 casas e continuar feliz. Se se conseguir manter um ambiente +/- tranquilo também acho que é melhor ficarem na mesma casa. Desculpe a intromissão... Obrigada

      Eliminar
    2. Querida AGM, lamento muito. Espero que fiquem todos bem. Tenho estado a ler o blog de fio a pavio e quando leio textos " a propósito do assunto em questão" fico de coração partido.

      Eliminar
  101. Olá Ana . É a primeira vez que me pronuncio de algo no seu blog, mas no entanto já tinha vontade de o fazer em outros posts.
    Mas , penso que não será em vão que o faço .
    Uma coisa lhe digo , não tenho pena de si por esta situação , pena tem-se das doenças e inevitaveis fatalidades. Nao tenho pena porque , ja tendo passado pelo mesmo (de forma diferente, porque nenhuma é igual) para mim foi um alivio. Primeiro o alivio e so depois aquela sensacao estranha de " onde é que eu falhei?"'. Para mim o mais importante foi manter a sanidade mental e os meus filhos comigo. Percebi com o tempo que nao falhei , apenas aconteceu e pronto . Sei que é uma fase dificil e será durante muito tempo , não sejamos parvos e achar que tudo será uma beleza. Mas , no meu caso, foi "uff finalmente tenho a casa toda para mim e para os meus filhotes " . Finalmente posso fazer o que me der Na gana sem justificar e melhor....acabou-se o lavar de roupas extras !
    Dada caso é um caso mas o importante é que tem-se a si, ao Mateus e uma vida cheia de coisas para fazer . O melhor conselho que lhe posso dar entao é que preserve a sua saude (coisa que eu nao fiz) , porque sem ela pouco ou nada se consegue fazer .
    Um beijinho grande alargado ao Mateus para uma Ana de uma Ana que fará no verão 36 anos .
    Ate breve :)

    ResponderEliminar
  102. Porra que só agora descobri que estavas separada....e venho ao teu blogue todos os dias....este passou-me...
    Só desejo que o Mateus se esteja a adaptar bem, afinal eles tb sofrem...
    Beijinho Ana

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis