Emmys 2014: vestidos "tentamos de novo para o ano, está bom?"

27.8.14
Lena Dunham em Giambattista Valli. Está apostadíssima em ser a nova Helena Bohnam Carter e eu acho que está no bom caminho. Vejo esta confusão de vestido e só me consigo lembrar daquelas miúdas que andam vestidas de princesas em casa, por cima da roupa de todos os dias. O louro também não era preciso.

Coisas que me mexem com o sistema nervoso

26.8.14
O homem NUNCA saber onde é que está o que quer que seja. Quando digo nunca é mesmo nunca, quando digo o que quer que seja é mesmo o que quer que seja. A nossa vida diária é isto, ele a não fazer ideia de onde estão as coisas, a não querer dar-se ao trabalho de procurar e a perguntar-me. Tipo:

- Por acaso não viste os meus calções de corrida pretos? (eerrrr... não, não vi, nem sequer sei quais são, o homem tem para aí 34 calções de corrida pretos)
- Foste tu que guardaste a minha carteira?
- Foste tu que guardaste as minhas chaves?
- Foste tu que guardaste o meu relógio? 
- Foste tu que guardaste os meus óculos de sol (quando ele não sabe das coisas pergunta sempre se fui eu que guardei. Quando sou eu a perguntar-lhe se tem alguma coisa, tipo a chave do carro, diz sempre que não, obriga-me a revirar a mala toda, e só quando eu digo que não tenho MESMO é que lá se lembra de ir aos bolsos e, milagre, afinal tinha a chave);
- Sabes daquela minha pecinha da mochila de trail que serve para blá-blá-blá (explicação técnica demorada sobre uma coisa que eu nem sabia que existia);
- Viste o carrinho do Mateus? (sim, ele já me perguntou isto. Porque o carrinho é uma coisa pequena e discreta, e porque nós vivemos numa mansão campestre de sete pisos onde é IM-PO-SSÍ-VEL encontrar o carrinho do miúdo, há I-MEN-SOS  sítios onde pode estar);
- Onde é que estão as fraldas do Mateus? (será, só assim por acaso, que estão no MESMO sítio onde sempre estiveram desde que ele nasceu? Será?);

Há sete minutos foi ver o Mateus, que estava a chorar na cama, e gritou-me "SABES DO BIBERÃO?". Disse-lhe que estava na cama, que tinha deixado o Mateus a brincar com ele. Uma cama de bebé, que tem para aí um metro de comprimento por uns 0,70 de largura. Pergunta: "mas está mais para cima ou mais para baixo?". WTF?????? Sei lá eu, homem de Deus! Respondi-lhe que devia estar mais ou menos a meio mas uns 7 centímetros mais para baixo, coisa que eu sei que o irrita, mas a mim também me enervam perguntas destas.

E depois vem a desculpa. "Ah, e tal, eu só pergunto porque tu podes saber e assim eu escuso de perder tempo a procurar". Coisa que raramente acontece porque, invariavelmente, acabo a ter de parar o que estou a fazer só para ir procurar seja o que for. Ah, porque depois também acontece muito o fenómeno de eu lhe dizer onde estão as coisas, ele dizer "não  está aqui nada", e depois vou lá eu e, com os meus super poderes, encontro em três segundos. 

Podem ir já tratando dos papelinhos para a minha canonização, que se há pessoa que merece sou eu.

Emmys 2014: os vestidos "ok ,engraçaditas, mas também não vale a pena embandeirar em arco"

26.8.14
Allison Janney. O vestido até não é mau, mas o tecido... veludo? Quer dizer, veludo? Ficámos em 1976? A sandália "vou de saltos baixos para não me doerem os joanetes" também não ajuda.

Queriam vestidinhos dos Emmys, não queriam?

26.8.14
Eu sei que queriam, suas grandes folionas. Mails e mais mails a pedir "vá-lá-Pipoca-comenta-lá-os-vestidos-dos-Emmys-pleaaaaaaaaase". E eu faço-vos a vontade. Quando é que não faço? Fazem esses olhinhos de Bambi e não há coração empedernido que resita. Pois bem, tenho a dizer que esta edição foi particularmente interessante no que toca a trapos. Houve cor, houve estrutura, houve muita coisa gira e nada monótona (para o bom e para o mau). Tenho para mim que o designer da noite foi o Christian Siriano (lembram-se dele do Project Runway?) que parece ter vestido (e bem) metade de Hollywood. Comecemos, então, pelos meus preferidos. Sim, suas mentes viperinas, eu também digo bem. Algumas vezes. Poucas.

Sarah Hyland, em Siriano, pois claro. O que esta miúda cresceu, está a ficar uma mulheraça. Gosto do vestido e gosto muito, muito do cabelo. É só isto, simplicidade, não se pede mais.

E pronto, fui a banhos

26.8.14
Estava aqui muito sossegadinha da vida, a assobiar para o ar a ver se ninguém se lembrava de me nomear para um banho público, e eis que o João Pinto Costa, o humorista e autor do Mail de um Louco, se lembrou que eu é que era mesmo boa para levar com um balde de água gelada. Ah, que agradável, quem tem amigos assim tem tudo. A culpa foi minha. A época passada gozei tanto com o Porto, o clube dele, que ele achou que esta era a melhor forma de se vingar. Mas pronto, tudo bem, a causa é nobre e por isso aceitei o desafio. Ora vejam lá se não fico óptima a despejar um balde sobre mim mesma:

(também podem ver o vídeo aqui)


Aproveito para relembrar que, com ou sem banho,  TODA a gente pode contribuir para a Associação Portuguesa de Esclerose Lateral Amiotrófica (APELA). Há várias formas de ajudar:

- Fazendo-se sócios  da APELA. A quota mínima anual é de 30 euros;

- Fazendo um donativo através do NIB/IBA da APELA ou enviado um cheque ou vale à ordem da Associação;

- Cedendo 0,5% do vosso IRS liquidado (sem qualquer custo para vocês). Basta indicar o NIF da APELA no anexo H, quadro 9, campo 901. O NIF é o 504 064 592;

- Doando ajudas técnicas de que já não necessitem (cadeiras de rodas, andarilhos, camas eléctricas, colchões ou almofadas anti-escaras, cadeiras de banho, equipamentos para comunicação aumentativa, etc.)


NIB para donativo: 0007.0369.00030460006.16

IBAN: PT50 0007 0369 0003 0460 0061 6

SWIFT/BIC: BESCPTPL 

Morada: Rua Al Berto lote 18, loja A e B, 1900-918 Lisboa

A Pipoca está loucaaa #52

26.8.14

Eu tenho fé que o melhor do Verão ainda está para vir. Aliás, tenho fé que este ano o verdadeiro Verão vai ser no Outono, por isso não se ponham já a arrumar biquínis e a comprar casacos de pêlo porque isto ainda está para durar, oiçam o que vos digo. Ainda temos muitos dias de sol pela frente, e mesmo que já não tenhamos mais férias os fins-de-semana, esses, ninguém nos tira. É por isso que, em parceria com a Odisseias, tenho para vos oferecer uma noite no espectacular Ecorkhotel, em Évora. Passei lá há relativamente pouco tempo e ficou-me debaixo de olho. É o primeiro hotel do mundo revestido a cortiça (ou não fosse uma das nossas melhores matérias-primas), o que faz com que tenha uma isolação térmica e acústica óptimas e, claro, é lindo. O Ecorkhotel é todo voltado para o ambiente e para a eficiência energética. Utiliza a geotermia para aquecimento do edifício da piscina principal e das piscinas, e recorre a painéis solares para aquecimento das águas.



Esta oferta é válida para duas pessoas e tem um prazo de utilização de seis meses. Para além disso, todos os participantes irão receber um voucher digital de 5€ para fazerem compras em Odisseias.com. Se não tiverem sorte desta vez, espreitem o site da Odisseias, porque há sempre óptimas promoções. De viagens a restaurantes, passando por tecnologia ou produtos de beleza, encontram oportunidades absolutamente imperdíveis.

Mas bom, para se habilitarem a esta noite no Ecorkhotel só têm de:

1) Fazer um gosto na página de Facebook da Odisseias;
2) Preencher o formulário abaixo até ao próximo domingo, dia 31 de Agosto (permitida apenas uma participação por endereço de e-mail, participações repetidas não serão consideradas);

O vencedor será escolhido aleatoriamente através do Random.org e anunciado aqui na próxima terça-feira, dia 2 de Setembro. Boa sorte a todos!!

Relativamente ao passatempo da semana passada, a vencedora foi a Rosa Guedes, da Maia, que será contactada por e-mail. Parabéns à Rosa e obrigada a todos os participantes.

Em breve...

25.8.14

O que nós gostamos disto

25.8.14
A propósito de mais uma edição dos MTV Video Music Awards, a Elle americana fez uma retrospectiva e compilou aquilo a que chama de "momentos fashion que nos assustaram para o resto da vida". Escolhi os melhores dos piores para vocês:

               

A sério, o que é que há para não gostar no Verão?

25.8.14
Sempre que alguém me diz que não gosta do Verão fico com uma espécie de tremelique nervoso na vista. Há quem odeie a praia, o calor, carapaus grelhados, protector solar e tudo o que esteja remotamente ligado ao Verão. Estas pessoas existem, eu conheço algumas. O termómetro começa a subir e elas começam a sonhar com neve e camisolas polares. E ai de alguém que se manifeste um bocadinho de nada feliz por ir à praia ou usar havaianas, que temos o caldo entornado. Não percebo, o que é que há para não gostar no Verão? São as noites quentes, são os finais de tarde na praia, são as amêijoas, é o cheiro a protector, são as sestas na toalha, são os gelados e as bolas de Berlim, é a pele bronzeada, são os banhos depois da praia (os melhores), são os vestidos e as sandálias, são as pessoas que ficam mais bonitas, é o humor que melhora, são as revistas cor-de-rosa que têm um sabor especial na praia, é a Bola para ficar a par das novas contratações, são as férias e os amigos e a família, é TUDO de bom. Dei por mim a pensar nisto hoje, que esteve um dia de praia espectacular e só viemos embora porque jogava o Benfica. E porque o Verão também se aproxima do fim e isso sim, deixa-me indisposta e arratazanada. Passo a vida a sonhar com ele e depois some-se assim, a toda a velocidade. Este ano, então, que o tempo esteve manhoso, parece que tivemos menos um mês de verão. Mas estou com fé em Outubro, estou a apostar todas as minhas fichas. Vamos chegar a Dezembro com um bronze impecável!

                     

A Conchita é a nova musa da Chanel

22.8.14
Eu acho que ela...ele...ela...ele, bem, acho que é só assim qualquer coisa de muito sinistro, a meio caminho andado para lado nenhum. Parece que não consegue escolher só um lado e manter-se por lá. Se calhar até não é uma má estratégia, que nos tempos que correm, e dada a escassez do mercado, é bom ter várias opções e jogar em vários campeonatos.




AddThis