Vou para fora cá dentro

24.4.14

Nos próximos dias não quero fazer nada. Ou melhor, quero. Quero ler os meus livros. Quero acabar a quinta série da The Good Wife. Quero almoçar e jantar peixe grelhado. Quero ir à praia, mais não seja para apanhar ar. Quero estrafegar o Mateus com beijinhos e abraços. Quero ir correr. Quero ficar na conversa com os meus amigos até às tantas. São estes os planos. Vou aterrar no  Sheraton Hotel & Pine Cliffs Resort , na Praia da Falésia, e por lá ficarei a vegetar. Bem, e não só, que também queremos aproveitar as actividades do resort:  ténis (amanhã vai ser o lançamento oficial da nova Academia de Ténis Annabel Croft), golf (é desta que vou experimentar),  uma massagenzinha no spa, etc e tal. Gosto muito, muito destas escapadinhas, desta vez em modo família e amigos. Quatro adultos, quatro crianças e seja o que Deus quiser. Ah, e fiquem atentos, que agora vou eu mas pode ser que muiiiiiito em breve, sejam vocês.




Hoje deu-me para isto #164

24.4.14

As nossas estantes

24.4.14

Hoje foi o Dia Mundial do Livro. Bem, em abono da verdade não foi hoje, hoje, foi ontem, dia 23, mas como para mim o dia ainda não acabou foi hoje e acabou-se.  E não queria deixar passar a data em branco, pela importância que tem. Cá em casa os livros vivem de forma um bocadinho anárquica nas estantes do escritório. São muitos e eu gosto disso, de olhar e ver uma parede enorme com tantos títulos a saltarem. Apesar de comprar muitos livros, gosto de ir à descoberta da nossa biblioteca caseira, um "ora deixa-me cá ver o que há para aqui". E descubro sempre coisas que me apetece ler. Quando eu e o homem nos juntámos, os nossos livros juntaram-se também (se bem que ainda tenho centenas em casa dos meus pais), e dessa junção resultou uma mistura de estilos interessante. Ele gosta mais de uns autores (Murakami, Ken Follett, Tolkien), eu gosto mais de outros (Paul Auster, Saramago, Eça de Queiroz). Ele tem dúzias de livros técnicos de guionismo, eu tenho dúzias de livros de moda. E, juntos, estamos a construir uma bela colecção de guias de viagem. Mas pronto, todos os registos convivem alegremente, apesar do caos. Em tempos idos e gloriosos, conseguimos ter tudo organizado por estilos (devidamente identificados com uma etiqueta colorida) e, dentro dos estilos, por autores e, dentro dos autores, por títulos. Mas isso foi no tempo da outra senhora. Agora reina a confusão, o que faz com que seja um bocadinho impossível encontrar um livro desejado. Juramos a pés juntos que o temos cá em casa, mas começamos a passear os olhos pelas estantes e é uma missão impossível. Não faz mal. Um destes dias voltamos a tirar tudo e a tentar organizar. Enquanto esse dia chega e não chega, ficam algumas fotos das nossas estantes desarrumadinhas.

Experimentei e vai que gostei #5

23.4.14

1- Silk Blossom, de Jo Malone: tenho para mim que descobri o perfume deste Verão. O frasco é assim a coisa mais fofinha, mas o cheiro é maravilhoso. Entre outras coisas, mistura flor de baunilha, alperce, especiarias, flor de cerejeira e musgo.

2- Météorites Perles, da Guerlain: já andava de olho neste pó iluminador há uns tempos. Em Paris não resisti e acabei por trazê-lo para casa.  Gostei muito do efeito na pele, mas o produto é tão giro (e cheira tãaaaao bem e tem aquela caixa linda) que dá pena usar.

3- Sephora Rouge It Girl: também conhecido como "o baton do título". Usei-o no domingo, para celebrar o campeonato do Glorioso e aguentou uma vida. Espero que volte a sair à rua mais vezes ainda este ano.

Hoje deu-me para isto #163

23.4.14


Missão pernas activas #2

22.4.14
Tal como vos disse aqui, ao longo dos próximos meses, e em parceria com a marca Antistax -especialista na saúde das pernas - vamos partilhar algumas dicas úteis que podem ajudar as nossas perninhas a ficarem (ainda) mais em forma. Coisas muito simples de fazer, a nível de exercício ou alimentação, mas que podem ajudar imenso. Para já, para já, convém saber como é que estão as vossas pernas. E, para isso, nada melhor do que um pequeno questionário. Aposto que adoravam responder aos questionários da Ragazza, por isso vamos lá, que não custa nada:
















Se responderam que sim a três ou mais perguntas, então é provável que tenham tendência para vir a desenvolver um problema venoso nas pernas, ou talvez até já o tenham. Nada temam, não são um caso perdido. O melhor mesmo é consultarem um especialista para confirmarem, mas há sempre algumas coisas que podem fazer a título preventivo. Por exemplo, exercício. "Ah, mas não tenho tempo". "Ah, mas não tenho dinheiro para o ginásio". "Ah, mas não sei quais os melhores exercícios para as pernas". Desculpas e mais desculpas. Para vos facilitar a vida, pedi ao meu querido treinador, o Pedro Almeida (pessoa que me dá verdadeiras sovas de exercício) que programasse um treino rápido, focado nas pernas e que pudesse ser feito em casa ou mesmo na rua (vão para um jardim, para a praia, para a beira-rio). E como sou a primeira a dar o corpo ao manifesto, servi de cobaia e experimentei todos os exercícios. Aqui ficam eles, com as devidas indicações:

Hoje deu-me para isto #162

22.4.14

A Pipoca está loucaaa #35

22.4.14



Não sei se já perceberam, mas eu estou altamente apostada em pôr-nos em forma este Verão. Sim, em pôr-nos, ou acham que sou só eu que tenho de andar aqui a malhar, a (tentar) controlar o que enfio no bucho, a passar creminhos e coiso e tal? Pois, se calhar sou, mas pronto, mais vale pensar que não estou só nesta missão. É por isso que esta semana, em parceria com a BodyConcept temos para vos ofertar um kit Celludrene Intensive, que inclui três sessões de tratamentos de estética intensivos mais duas semanas de Esthetical Gym (12 tratamentos de estética). Para além disso, tooooodos os participantes terão direito a trÊs tratamentos de estética de programa mensal. Qual é o grande objectivo disto tudo? Ficarmos com um corpinho se não igual pelo menos próximo, muiiiiiiito próximo, do da nossa querida Núria Madruga (de quem gosto muito e para quem mando um grande beijinho).

Pois que para se habilitarem só têm de:

1- Fazer um gosto na página de Facebook da BodyConcept;
2- Preencher o formulário abaixo até ao próximo domingo, dia 27 de Abril (permitida apenas uma participação por endereço de e-mail, participações repetidas não serão consideradas).

O vencedor será escolhido aleatoriamente e anunciado aqui na próxima terça-feira, dia 29 de Abril. Boa sorteeeee!

Relativamente ao passatempo Clarisonic da semana passada, a vencedora foi a Odília Silva, de Vila Nova de Gaia. Parabéns à Ódília e obrigada a todos os participantes!

Os sumos que nos poupam tempo

21.4.14
Já vos falei aqui da moda dos sumos verdes que agora anda tudo a consumir, eu incluída. O mundo parece ter acordado para a facilidade que é beber um sumo para onde se atiram todos os legumes, frutas e vegetais que não temos tempo/paciência/vontade para consumir todos os dias. Sinto-me verdadeiramente mais energética desde que comecei a beber os meus sumos logo pela fresquinha, e acho que também se notam alguns efeitos a nível de pele. Mas bom, como em tudo na vida, há sempre quem não tenha grande inspiração. Algumas das perguntas que mais me fazem são "mas ponho o quê nos sumos?", "mas não ficam a saber a sopa?", "mas isso não leva imenso tempo a fazer?". Respondendo sucintamente, podem pôr tudo o que quiserem, a fruta corta o sabor dos legumes (logo, não vos vai saber a sopa) e o tempo... bem, é relativo. Em cinco minutos despacha-se a coisa, mas claro que é preciso lavar os legumes, cortar a fruta, tirar a casca, e já se sabe que, muitas vezes, as correrias matinais não contemplam cá frescuras destas. Boas notícias, minhas amigas, boas notícias. É que se não podem ir até aos sumos, os sumos vêm até vocês, já prontinhos a consumir. A Sonatural (marca que eu já conhecia por causa dos sumos de frutas) acaba de lançar os Green Juices, sumos 100% verdes, naturais, sem adição de açúcar, corantes ou conservantes e que nem sequer levam água. 


Basicamente, são iguais aos sumos que eu faço pela manhã, mas com a enorme vantagem de não darem trabalhinho nenhum. Para já há três variedades à disposição (beterraba, maçã, gengibre e cenoura; cenoura e maçã; e pepino, aipo, maçã, limão e espinafres) e são todas óptimas. Uma outra vantagem em relação aos sumos caseiros (que têm de ser consumidos assim que são feitos, para não perderem as vitaminas e os elementos nutritivos) é que os Green Juices aguentam imenso tempo com as características originais. Porquê? Porque não são pasteurizados, ou seja, não são fervidos tipo sopa, o que faz com que não percam propriedades. Os Green Juices são conservados no frio, em alta pressão, e como não há nenhum calor envolvido todos os benefícios dos sumos frescos são mantidos dentro da garrafa. Mais vantagens? Bem, estes sumos são 100% made in Portugal e as frutas e legumes vêm de uma cooperativa que assenta nos princípios de comércio justo.

Bem, agora que já espalhei a notícia sobre estes suminhos facilitadores-da-vida-de-todos-os-dias, peço-vos apenas que estejam atentas à nuvem. E mais não digo! Por agora.

Post escrito com o apoio da GreenJuices

Hoje deu-me para isto #161

21.4.14

AddThis