Pub SAPO pushdown

Um mês de Benedita

terça-feira, agosto 14, 2018

Há um mês eu estava a chorar. Podia ser mais cedo, podia ser mais tarde, a hora é indiferente. Provavelmente eu estaria a chorar, porque foi assim que passei o dia - esse e os seguintes - desde que a Benedita nasceu e a levaram para a incubadora. Eu já sabia que ela ia nascer mais cedo, a probabilidade de isso acontecer era grande, estava preparada, não era novidade. Mas a única maneira de se sobreviver a uma gravidez, sem enlouquecer, é varrer da mente todas as coisas que podem correr mal, e que são tantas. Não é fingir que elas não existem, é só fintar o cérebro para que se dedique a funcionar de forma exclusivamente positiva. Sendo uma pessimista nata, fui tentando pôr isto em prática. E, por isso, a hipótese de ter um bebé e de o levarem logo de seguida para uma incubadora, não estava nos meus planos. Mas foi o que aconteceu. A pediatra da Benedita começou a preparar-me ainda antes da cesariana, "olha que ela deve precisar de ficar internada três ou quatro dias", mas achei sempre que não, que mesmo sendo prematura ia nascer fresca e fofa, pronta para a vida, tal como o irmão. Só que afinal não.

No bloco de partos pude olhar para ela um ou dois minutos, talvez menos. Depois levaram-na e começaram os dias mais difíceis da minha vida.

A Benedita chegou. E é tudo de bom.

sábado, julho 21, 2018


Sexta-feira 13. Estava a jantar com uns amigos e disse-lhes "bom, estou quase a chegar às 34 semanas de gravidez, os meus pais estão no Algarve, os meus sogros moram longe por isso, a partir de agora, convém que alguns de vocês deixem o telemóvel ligado à noite, caso a miúda decida nascer e precisemos de deixar o Mateus em algum lado". Quando, nessa mesma madrugada, liguei para um deles a dizer "a Benedita vai nascer", achou que estava a gozar. Qual era a probabilidade? Pois. Ala para o hospital e pequena Beni, apressada que só ela, nasceu mesmo nessa manhã. Há exactamente uma semana. Ao contrário do irmão, que nasceu só com mais uns dias e vinha fresco e fofo, a Benedita ainda não estava assim tão preparada para enfrentar o mundo, por isso foi levada para a neonatologia onde, aliás, ainda está instalada e a ser muito, muito, muito bem tratada. E só hoje, que já está muito melhor, tive coragem para anunciar o seu nascimento ao mundo. Porque todos os dias antes deste foram passados com o coração nas mãos. Ainda está um bocadinho, só quando a levar para casa é que vou sossegar, mas o pior já passou e ela é só assim a coisa mais fofinha de todos os tempos. 

Peço desculpa pela ausência aqui no blog (e Instagram, e Facebook, e tuditudo), pelos 700 mil mails por responder, por tudo o que ficou pendente nestes últimos tempos, mas a cabeça estava noutro sítio. E a prioridade passou a ser a Beni. Aos poucos, a vida retomará o ritmo normal. E quando o nó no estômago passar, logo vos falarei sobre isto de voltar para casa todos as noites e deixar um bebé no hospital. Para já, para já, só agradecer, do fundinho do coração, a todos os que dedicam a vida a cuidar dos filhos dos outros. Obrigada, obrigada, obrigada.

P.S.: lembram-se de eu ter aqui falado daquela coisa de não sabermos se iremos gostar tanto de um filho novo como de outro que já cá anda há mais tempo? Pois, esqueçam <3 nbsp="" p="">

A confusão que para aqui vai

quinta-feira, julho 19, 2018

Às vezes a pessoa escreve sobre um qualquer tema que lhe parece interessante e, vai-se a ver, e a malta liga zero. Perde-se tempo a pensar naquilo, achamos que pode dar origem a um qualquer debate proveitoso, mas depois nada, pouco ou nenhum feedback. Quase 15 anos depois, ainda me custa um bocadinho perceber o que tem ou não impacto nos leitores, o que lhes prende a atenção, o que os motiva a comentar e a envolver-se (saudavelmente) na discussão. E concluo que sei pouco ou nada. Porque quando faço um post que, à partida, me parece absolutamente inócuo ou que não dará azo a grande conversa, de repente monta-se todo um carnaval e chovem comentários. 

Foi o que aconteceu com este post, sobre acessórios de praia para os miúdos, uma coisa que se queria absolutamente inocente e pacífica. Como sempre, também desta vez fiz uma introdução entre o irónico e o sarcástico, manifesta e propositadamente exagerada, para descrever essa maravilha que é ir com crianças para a praia. Pronto, foi um forrobodó que deu

Negócio da China... mentira, é português #39: Susana Farinha Jewelry

quarta-feira, julho 18, 2018
É o sonho de muita gente: poder deixar o que faz e dedicar-se ao que realmente quer e gosta de fazer. Foi isso que aconteceu com a Susana. A formação em Comunicação e Jornalismo encaminhou-a para um cargo como responsável editorial, mas a cabeça estava no mundo dos acessórios. Misturar materiais, testar contrastes, texturas e cores era a sua verdadeira paixão. Depois de vários anos a trabalhar para outras marcas - onde tinha toda a liberdade para criar, coordenar e produzir - sentiu que estava na hora de criar a sua própria marca. E assim nasceu a Susana Farinha Jewelry, com pulseiras, colares e brincos a preços acessíveis e distribuídos por temas tão diferentes como "Some Faith", "Wild West", "Bugs Life", "Safari" ou "Under the Sea". Vale a pena espreitar. 

Ahhh, praia com crianças. Que sonho.

sexta-feira, julho 13, 2018
E então, pessoas com filhos? Estão AN-SI-O-SAS para começar a época balnear com os putos? Hmmmm? Que sonho, não é? Acartar com 350 quilos de brinquedos até à praia e depois eles armarem uma birra de todo o tamanho porque não levaram o ancinho verde com o qual nunca brincaram mas que naquele dia é um caso de vida ou morte. Acabarem de pousar a tralha toda no areal e eles lembrarem-se de querer fazer cocó. Quererem ser levados ao colo porque a areia está quente. Berrarem porque a água está fria. Não vos darem um minuto de descanso porque querem jogar raquetes/fazer castelos/apanhar conchas/comer areia. Ahhhhh, que maravilha, até dá gosto. Mas pronto, tem de ser, por isso aguentemos e não choremos. E se ainda não têm os kits-praia prontos, aqui ficam algumas ideias:

É preciso falar disto #20: mulheres bonitas na bola

sexta-feira, julho 13, 2018

Todos nós que assistimos a futebol na televisão já reparámos que há uma certa tendência para a câmara se deter mais tempo em mulheres bonitas e/ou gostosas. Acontece no campeonato nacional, nas ligas estrangeiras, basicamente em todo o lado. Não querendo generalizar mas já generalizando, diria que isto acontece porque o grosso dos operadores de câmara são homens e que perante um bom par de mamas olhos, esquecem momentaneamente o seu trabalho e demoram-se mais na imagem do que o suposto. E, claro, o Mundial da Rússia não foi excepção, isto também aconteceu. Mas, ao que parece, aconteceu em excesso, porque houve umas quantas queixas relacionadas com a quantidade de mulheres bonitas que nos entraram pelos ecrãs. Vai daí, a FIFA reuniu com os directores televisivos de uma data de canais mundiais e pediu-lhes, encarecidamente, que fossem mais comedidos na captação de imagens de mulheres bonitas.

Ora bem, enquanto espectadora, eu gosto de ver de tudo. Gosto de

Negócio da China... mentira, é português #38: Babush

quinta-feira, julho 12, 2018
A pessoa olha e, assim à primeira, pensa "olha que marca marroquina tão jeitosa!". É normal, se mete babuchas então deve ser de Marrocos. Só que depois não, vai-se a ver e é mesmo, mesmo, mesmo, mesmo, mesmo portuguesa. A Babush é 100% nacional, mas a ideia surgiu numa viagem dos criadores a... Marrocos (txanaannnnn!), onde se perderam de amores por este tipo de calçado. Percebe-se. Além de giro é descontraído e versátil, características que quiseram importar para os modelos da Babush. E aqui estão eles, dos mais simples aos mais trabalhados. Vale a pena espreitar.




Maquilhagem de Verão: toda a verdade-ade-ade-ade

quinta-feira, julho 12, 2018

Uma das melhores coisinhas do Verão é, para mim, a necessidade de não ter de me maquilhar todos os dias. À partida, e se tudo correr pelo melhor, a pessoa atinge aquele tom aceitável em que um blushzito e uma máscara de pestanas são praticamente tudo o que precisamos para ser felizes e ter o mínimo de bom ar. Não há nada como aquele bronze saudável, até parece que rejuvenescemos. Infelizmente, este ano cheira-me que não vou pôr o rabo na praia, por isso vou ter de me aguentar assim. Esquálida, a atirar para o amarelado. Ou isso ou maquilho-me. Mas como tenho estado sempre por casa, também não tenho sentido essa necessidade. Ou melhor, a necessidade existe, e gosto incomparavelmente mais de me ver com do que sem maquilhagem, mas depois penso "a sério que me vou pintarolar só para ficar por casa?",  e então a preguiça instala-se e deixo-me estar de cara lavada. 

Mas há quem goste de se maquilhar o ano inteiro, Verão incluído. E quem não se importe de o fazer pontualmente, para uma festarola ou assim. Se é este o vosso caso, acho que vale a pena saberem o que é que está a dar no maravilhoso mundo da maquilhagem ou quais as melhores dicas para estarem impecáveis quando o calor ataca. Ouçam a voz de quem sabe, a makeup artist Soraia Atalayão:

Quais as cores de maquilhagem deste Verão?
Para os olhos a tendência é “pôr-do-sol”: amarelos, pêssego, laranja-avermelhado e rose gold. Também se destacam muito os tons “mar”,  como o verde água, o verde esmeralda ou o azul. Estas cores, em sombras neon mates, eyeliners ou sombras holográficas, funcionam lindamente, e uma cor apenas em toda a pálpebra está super em alta este Verão. Para os lábios estão em destaque os tons pêssego, rosa natural, framboesa e cereja, com um toque de brilho: glosses e batons líquidos metalizados.

Quais as melhores dicas para uma maquilhagem de Verão simples?
O look “no makeup, makeup”, com um rosto iluminad,o chama o Verão! Ou seja, eleger um único tom para toda a makeup é fácil e resulta!  Optem por um blush em creme, como item principal da maquilhagem: aplica-se nas bochechas, pálpebras e lábios, com os dedos. Aplicamos, depois, máscara de pestanas, bronzer com brilho, iluminador em creme e gloss para os lábios. É fácil e utilizámos apenas cinco produtos em todo o rosto.

E truques para uma boa maquilhagem para as noites de Verão?
O truque é usar sombras em creme e aplicar com os dedos. A maquilhagem  fica bonita e dura a noite toda. Aposte também nos tons dourados para uma pele iluminada e um look sofisticado. Os olhos podem ser esfumados com sombra preta, em creme,  e depois aplicar um toque de glitter nas pálpebras. Para os lábios, um tom framboesa ou beringela, aplicando também com os dedos, concentrando o pigmento no centro da boca e deixando desaparecer em direcção ao limite dos lábios.
Finalizar sempre a makeup com um fixador em spray em todo o rosto.

O que ter na carteira nos dias mais quentes para retocar a maquilhagem?
Máscara de pestanas à prova-de-água, um bronzer (que também se pode aplicar nas pálpebras), spray fixador (refresca o rosto e fixa a makeup) e um batom hidratante.

E truques de maquilhagem para quando tiramos fotografias ao sol?
Uma maquilhagem em fotografia pede sempre uma pele perfeita: iniciem a maquilhagem com um creme hidratante e esperem alguns minutos para deixar a pele absorver. De seguida, utilizem um primer com tons dourados, para um acabamento iluminado. Apliquem corrector de olheiras para cobrir imperfeições na pele, e depois optem por uma base líquida, para uma pele fresca e natural.
Finalizem com bronzer para marcar o rosto. Gosto sempre de misturar o bronzer com blush para as bochechas, e, por fim, aplicar um iluminador em creme nos pontos de luz do rosto (evitaem a linha abaixo das sobrancelhas). 

Brazilian Bikini Shop X A Pipoca Mais Doce

quarta-feira, julho 11, 2018
Quando, no início do ano, a Brazilian Bikini Shop me contactou para saber se estava interessada em lançar uma linha de biquínis em parceria com eles, fiquei sem saber muito bem o que fazer. Por um lado, não queria deixar passar a oportunidade, porque sou maluquinha por biquínis e porque a BBS é uma parceira da qual gosto muito e com quem já trabalho há alguns anos. Por outro, estava grávida de muito pouco tempo, ainda não me apetecia partilhar a notícia, mas também não me podia comprometer com uma linha de biquínis e depois, passado uns meses, aparecer qual ovo Kinder, tipo "surpresaaaaaaaaaa, estou grávida, vamos lá fotografar biquínis comigo em modo mamute". Achei melhor abrir o jogo e deixar a decisão na mão da BBS, que optou por avançar (yeaaaaahhhh).

Comecei então a pensar em modelos, cortes, cores, padrões, até chegarmos aos três eleitos: um fato-de-banho e dois biquínis. O fato-de-banho tinha MESMO de fazer parte. Porque gosto, porque uso imenso, porque acho versátil, e bonito, e elegante e tuditudo. Optei por um modelo com alças multiposições, para dar para usar de várias formas, e escolhi três cores sólidas: um vermelho, um verde e um preto (que estará disponível brevemente). Quanto aos biquínis, também são simples, mas com pequenos detalhes que, acho, fazem a diferença. Um tem uma parte de cima um bocadinho mais sporty, o outro é mais simples, mas tem um traçado muito giro nas costas. Ambos foram lançados com padrões, mas em breve haverá também outras cores.

E pronto, os três modelos já estão disponíveis no site da Brazilian Bikini Shop e podem vê-los a todos em detalhe aqui. Estou muito feliz com o resultado final e com alguma esperança de ainda os poder usar este ano em modo não-grávida. 




O que levar na mala de maternidade? Tudo

quarta-feira, julho 11, 2018

AddThis