Pub SAPO pushdown

Alimentem esta ideia

sexta-feira, dezembro 02, 2016
Arranca este fim-de-semana uma das campanhas solidárias mais emblemáticas, a recolha do Banco Alimentar. Amanhã e depois, nos principais super e hipermercados, vão encontrar os habituais voluntários do Banco Alimentar, por isso quando forem às compras, e caso possam, tragam mais um pacote de arroz, mais uma lata de atum ou de salsichas, mais um pacote de leite, mais alguma coisa que faça a diferença às pessoas carenciadas que, diariamente, são apoiadas (só em Lisboa são mais de 90 mil). Caso não vos dê jeito ou não vos apetece enfiar no supermercado durante o fim-de-semana, podem na mesma ajudar, com um contributo online, até 11 de Dezembro. É só clicar na imagem abaixo e seguir as instruções, é super simples. Vamos dar uma ajuda?

a

69 vestidos para as 69 festas que se aproximam

sexta-feira, dezembro 02, 2016
É a festa de Natal do trabalho, é a das amigas, é a do ginásio, é a dos antigos colegas de escola, é a da família, é a do grupo das corridas/ginásio/ténis/ginástica acrobática, é a do fim-de-ano, são festa a perder de vistas. Festas, festas e mais festas, e mais jantares, e mais lanches, e mais eventos e mais a loucura habitual de Dezembro. A loucura que traz sempre a mesma pergunta, o mesmo desespero: aaaaaaaaaahhhhh, o que é que eu visto? Antecipando este flagelo dos tempos modernos, deixo-vos aqui um porradão de vestidos (69, para ser mais precisa) para poderem fazer um brilharete nos tempos mais próximos. Há muitas cores, muitos modelos, muitos preços, só têm mesmo de estudar o assunto ao pormenor e escolher. Se isto não é veradeiro serviço público, não sei o que será:

A Pipoca está loucaaa: especial Natal #2

sexta-feira, dezembro 02, 2016
Eu não sei quanto a vocês, mas eu sou A PIOR no que toca a pôr creme de mãos (e cremes assim em geral, vá). Chega o tempo frio, as mãos começam a sofrer mais e eu preciso de ter o frasco do creme em cima da minha secretária, mesmo em frente do nariz, para não me esquecer de o ir aplicando de vez em quando. E o difícil que é arranjar um creme que cheire bem, que hidrate mesmo e que não me deixe toda pegajosa? Não é fácil, meus amigos. Como sei que estão comigo nesta luta, eu e a Phillippe by Almada temos 15 cremes de mão para vos oferecer. Posso dizer que já o experimentei e que cumpre todos os requisitos com distinção.

À semelhança de todos os produtos Phillippe by Almada também o creme de mãos é feito com Leite de Burra, o que significa que é super hidratante (superior a 53% até oito horas após a sua aplicação). Além disso, é recomendado para todos os tipos de pele, é fácil de aplicar e é rapidamente absorvido.

Para se habilitarem a um só têm de:

1- Fazer um gosto na página de Facebook Phillippe by Almada;
2- Preencher o formulário abaixo até hoje às 23:59 (permitida apenas uma participação por endereço de e-mail, participações repetidas não serão consideradas);

Os vencedores serão escolhidos aleatoriamente através do Random.org e anunciados aqui amanhã.

Relativamente ao passatempo de ontem, os vencedores dos bilhetes para "A Bela e o Monstro no Gelo" foram:
- Gisela Oliveira, Santa Maria da Feira
- Hélder Garcia, Braga
- Joana Pereira, São João da Madeira
- Luísa Oliveira, Vila Nova de Gaia
- Tânia Santos, Santa Maria da Feira
- Cristina Moura Ferreira, Porto
- Filipa Ferreira Machado, Guimarães
- Maria Olinda Ramos, Esposende
- Andreia Moreira, Porto
- Rita Pires, Sardoal

A Pipoca está loucaaa: especial Natal #1

quinta-feira, dezembro 01, 2016


E pronto, Dezembro começou. Estamos, oficialmente, no mês do Natal, o que significa que estamos legitimamente autorizados a falar de presentes, filhós, presépios, renas e tudo aquilo que nos apetecer. Porque o Natal não é só a 25 de Dezembro, é sempre que um homem quiser. Neste caso, uma mulher: EU. E eu quero que hoje e nos próximos 23 dias seja sempre Natal para vocês. Estão a ver aqueles calendários do advento, que em cada dia se abre uma janelinha que tem um chocolate escondido lá dentro? Pronto, por aqui vai ser mais ou menos a mesma coisa, com UM PASSATEMPO POR DIA. Quero ver essa alegria, quero ver essas palmas, quero ver esse regabofe, porque prometo que Dezembro vai mesmo ser uma loucura.

Pois que o "Calendário do Advento Pipoquiano" arranca hoje e arranca com um espectáculo que não podia ser mais natalício: "A Bela e o Monstro no Gelo", no MAR Shopping. Acho que toda a gente conhece mais ou menos a história, mas para o caso de estarem um bocadinho perdidos eu dou uma ajuda: então, há uma princesa (gira nas horas), há um Monstro, há um feitiço, há uma história de amor daquelas que nos deixam com uma lágrima no canto do olho - qual Bonga -, há uma data de diferenças e barreiras para ultrapassar e, no final, fica tudo bem (desculpem lá ser spoiler).



Esta versão no gelo é interpretada pela Carolina Torres (a Bela), Anabela (o Bule), Ricardo Trêpa (o Castiçal) e Diogo Faria (o Monstro), que cantam e deslizam numa pista de gelo de mais de 200 metros quadrados e cenários incríveis. É um musical óptimo para ver em família e eu tenho dez convites duplos para vos oferecer (que terão depois de ser trocados por bilhetes, mediante as instruções que seguirão por email para os vencedores). Yeaaaaaaaaah!!!! Se não ganharem, não fiquem tristes, o espectáculo está em exibição até 8 de Janeiro por isso podem sempre pegar na família e ir até lá. O elenco não é fixo em todas as sessões, mas nada como consultarem os horários em www.abelaeomonstronogelo.com para saberem com o que podem contar.

Para se habilitarem só têm de preencher o formulário abaixo até às 23:59 de hoje. Os vencedores serão escolhidos aleatoriamente através do Random.org e anunciados aqui amanhã. Boa sorte a todos e, já sabem, amanhã há novo passatempo (e depois, e depois, e depois...).

É (quase) Natal, brindemos a isso

terça-feira, novembro 29, 2016

Na semana passada aceitei o convite da Schweppes para participar num mini-workshop de cocktails de Natal. Ora é sabido que eu não sou a maior fã de bebidas alcoólicas, mas abro facilmente uma exceção para gins e para a Schweppes, claro. Então lá fui até ao Red Frog - um dos bares mais badalados da cidade - feliz da vida, o Benfica estava a ganhar três-zero ao Besiktas, nada podia correr mal. Entreguei-me à nobre arte de preparar gins natalícios, sob as ordens dos barmen Nelson Antunes e Paulo Gomes, que apresentaram duas "obras" originais. 

A primeira chamava-se Red Mountain, foi-nos apresentada pelo Nelson Antunes e, meus amigos, tenho a dizer-vos que se, até hoje, sempre tive uma relação bastante desligada no que toca a bebidas, depois deste gin não prometo que não vão dar comigo nos Alcoólicos Anónimos. Estão  ver aquelas bebidas incríveis, super levezinhas, que mais parecem um refresco de tão bem que se bebem? Pronto, o Red Mountain é assim e é simplesmente maravilhoso. Talvez porque leva vários ingredientes que adoro, como framboesas, hortelã, limão e a minha água tónica preferida, a Schweppes de Hibiscus. Foi o melhor gin que já bebi, juro. E, como sou amiga e não quero ficar a beber sozinha, partilho a receita convosco. É muito, muito fácil (para mal dos meus pecados):


Já o Paulo Gomes apresentou-nos o Gin Gin Bells Schweppes, com sabores que associo muito mais ao Natal: xarope de gingerbread, coco ralado e depois a Schweppes de gengibre e cardamomo. A ideia era reproduzir as tradicionais bolas de neve e acho que ficámos lá muito perto. Pessoalmente, preferi o Red Mountain, mas o Gin Gin também arrancou muitos elogios.


Pelo meio, e com muito, muito pouca rede (o Red Frog fica numa cave) ia acompanhando o Benfica. Vi o desastre a acontecer (ficou 3-3), mas quando uma pessoa tem gin, óptimo gin, tudo se esquece. Já se sabe que Dezembro é um mês particularmente stressante, com uma data de coisas para fazer, por isso um cocktail parece-me uma boa opção para descontrair. Ainda por cima estes são super fáceis de preparar e são MUITO bons! =)


A Pipoca está loucaaa #156

terça-feira, novembro 29, 2016
Já falei várias vezes aqui no blog sobre o tema brinquedos e como eu acho que devem ser doseados. Falo da realidade cá de casa, óbvio, cada família saberá de si. É ponto assente que a maioria dos miúdos tem brinquedos que nunca mais acabam, ao ponto de nem saberem muito bem para onde se virar. Recebem uma data deles no Natal, recebem mais um carregamento no aniversário, depois é o Dia da Criança, e ainda mais um mimo da avó, e é ver a pilha a aumentar, a aumentar. Já comecei a fazer o anúncio do costume aos familiares: contenham-se nos presentes natalícios para o Mateus, não embarquem em loucuras, juntem-se vários se quiserem dar alguma coisa mais cara, é só um presente, não são dez, dêem roupa, dêem livros! Tooooodos os anos repito a mensagem e todos os anos sou ignorada. Lembro-me que no primeiro Natal o Mateus tinha cinco meses e pedi para não darem nada. Hã hã, chegámos ao fim da noite e contei quase 30 presentes. Moral da história,

Querido, vou mudar de escritório #7

segunda-feira, novembro 28, 2016

Querido Pai Natal: não sabes com quem te estás a meter

segunda-feira, novembro 28, 2016
Quem acompanhou a minha pega com o Pai Natal dos Armazéns do Chiado sabe que tínhamos encontro marcado no sábado, antes do meio-dia (a hora vergonhosa a que o senhor costuma pegar ao trabalho). Como não sou mulher de falhar desafios, lá me apresentei com o Mateus. No dia anterior escrevemos a carta ao Pai Natal e o miúdo estava numa excitação pegada, não se calava com o assunto. Honrámos o compromisso, chegámos por volta das onze e meia, o Mateus quase a correr por ali a fora, e... NADA DE PAI NATAL. Sacana! Velhaco! Dá para ser mais irresponsável? Dá para faltar mais à palavra? Cobaaaaaaardee! Terá sido mais uma noite de copos?  E a desilusão do Mateus, que andava há uma semana a falar do Pai Natal? Não se faz. A coisa só não foi pior porque a polícia ficou a par dos meus receios em enfrentar o Pai Natal sozinha e fez questão de marcar presença. Os dois simpáticos agentes disseram ao Mateus que tinham sido enviados pelo Chase, da Patrulha Pata, e pronto, o Pai Natal ficou imediatamente chutado para segundo plano.


Apesar de ter preferido ficar a giboaiar na cama, provavelmente com as renas a levarem-lhe chá e bolachinhas de gengibre para acalmar a ressaca (como se fosse pouco gordo), o Pai Natal deixou-me uma mensagem em cima da cadeira:

Desejos de fim-de-semana #36

sábado, novembro 26, 2016

Clicar nas imagens para mais detalhes

AddThis