Pub SAPO pushdown

Ocean's 8: porque os diamantes são os melhores amigos da mulher

quarta-feira, junho 20, 2018


Cinco anos, oito meses, doze dias. Foi este o tempo que Debbie Ocean (Sandra Bullock) esteve na prisão e foi também o tempo que precisou para afinar os detalhes de um crime perfeito: roubar o Toussaint, um icónico colar guardado nas profundezas dos cofres da Cartier. Uma pecinha singela, composta por quase três quilos de diamantes e um valor estimado de 150 milhões de dólares. Missão? Surripiá-lo do pescoço da super actriz Daphne Kluger (Anne Hathaway) durante um dos eventos mais mediáticos (e controlados) do mundo: a Gala do MET.

Como grandes planos precisam de grandes equipas, e como os diamantes são os melhores amigos das mulheres, Ocean escolhe a dedo uma equipa exclusivamente feminina, com especialistas nas mais variadas áreas. Não falta uma hacker (Rihanna), uma joalheira (Mindy Kaling), uma estilista (Helena Bonham Carter), uma ilusionista (Awkafina, que aprendeu alguns truques com o premiado mágico português Hélder Guimarães) ou uma perita em contrabando (Sarah Paulson). E, claro, a sua parceira de crime, Lou (interpretada pela gira da Cate Blanchett). Com o contributo de cada uma, vão seguir à riscar um plano traçado ao milímetro.

Muito resumidamente, é esta a história de Ocean's 8, o filme que estreia amanhã, dia 21, nos cinemas nacionais. A ideia não é nova e, como se percebe pelo nome, vem dos irmãos mais velhos, os filmes Ocean's 11, Ocean's 12 e Ocean's 13. Em todos eles é planeado um golpe épico e o Ocean's 8 não é excepção. Aliás, a personagem da Sandra Bullock é irmã da personagem que George Clooney desempenhou nos outros Ocean's, a provar que aquela família nasceu para a trafulhice. A grande diferença está em quem concretiza os golpes: enquanto nos outros Ocean's temos  equipas quase exclusivamente masculinas e nomes como (os fofinhos) George Clooney, Brad Pitt ou Matt Damon, aqui quem manda são as mulheres. Que, acho eu, parecem conseguir divertir-se muito mais a delinear um assalto de milhões. Ou, pelo menos, fazê-lo com mais classe

O filme pisca, assumidamente,  o olho ao público feminino. É por isso que o objecto de desejo é um colar da Cartier (que é toda uma obra prima), é por isso que grande parte da acção se desenrola na Gala do MET, é por isso que a Vogue é metida ao barulho, é por isso que há vestidos de uma pessoa cair para o lado. Mas depois há também o lado "girl power", com um grupo de mulheres absolutamente versáteis, dos mais variados backgrounds, que se movem nas mais variadas áreas e que provam que, juntas, conseguem mover montanhas. Claro que é um filme, claro que, idealmente, não queremos mulheres (nem ninguém) a planear assaltos (por mais magistrais que sejam), mas a mensagem de "empoderamento" está lá. Pela minha parte, senti falta de botar uns olhos em cima de um Clooneyzinho ou de um Brad Pitt, mas pronto, as moças também são bastante jeitosas e, ainda que na ficção, é bom que se contrarie a tese de que as mulheres não sabem trabalhar em conjunto. Quem disse?

Pelo meio ainda há espaço para algumas surpresas, como uma participação super divertida do James Cordon (que eu amo de paixão) ou os cameos da Anna Wintour, Heidi Klum ou Serena Williams. Se levarmos a coisa demasiado à letra, percebemos que há ali muita margem para falhanço naquele plano. Era preciso uma graaaaaaaaande dose de sorte e engenho para aquilo correr de forma tão afinadinha e sem falhas, mas a ficção é assim. Por isso, o melhor mesmo é focarmo-nos noutras coisas, como termos ali à mão de semear uma data de actrizes incríveis, um guarda-roupa de babar (foi a própria Anna Wintour que escolheu os designers que vestiriam cada uma das personagens nas cenas da gala), um vislumbre do interior de uma gala do MET ou uma banda sonora bem boa.

Ah, a antes que se ponham com ideias de tentar gamar o Toussaint, fiquem sabendo que o colar foi desenhado pela Cartier especialmente para o filme, inspirado num outro que Jacques Cartier ofereceu a uma marajá indiano em 1931. Ora como esse colar já não existe e como até para a Cartier era demasiado caro reproduzi-lo em diamantes verdadeiros (pela quantidade e pelo tamanho das pedras), foi feita uma reprodução em zircónio, com base em fotos e esboços de arquivo. Mesmo assim, é coisinha para ainda custar uma pequena fortuna e podem espreitá-lo na Cartier de Nova Iorque. Espreitá-lo, não roubá-lo!

Experimentei e vai que gostei #21: especial grávida

terça-feira, junho 19, 2018

1- Se tivesse de escolher a coisinha que mais jeito me tem dado nesta gravidez, a almofada Total Body da Boppy arrecadava a medalha de ouro, mas assim na boa. Quando estive grávida do Mateus a minha mãe costurou~me uma almofada grande para dormir mas, apesar da boa intenção, não ficou lá grande coisa. Aquilo é preciso toda uma ciência. Ora quando avistei esta Boppy no catálogo da Chicco pensei "calma lá que é mesmo isto". Fui à loja conhecê-la ao vivo e a cores, acabei por trazê-la para casa e temos sido amigas inseparáveis. Quanto mais a barriga cresce, mais jeito me tem dado. Infelizmente, já há muito que não consigo dormir de barriga para baixo, que é como eu durmo desde sempre, por isso tem de ser de ladecos, e esta almofada adapta-se perfeitamente ao nosso corpo de mamutes, com vários pontos de apoio (cabeça, barriga, pernas). Problema: não consigo dormir uma noite inteira virada para o mesmo lado, por isso, de cada vez que me viro, lá tenho de levar a almofada comigo (e não é propriamente pequena). Além disso, também dá para quando estou sentada, para quando preciso de ter o computador no colo, e ainda dá depois para a criancinha. Custa 59,99€ e podem encontrá-la à venda na Chicco.

2- Eu sei que já recomendei este óleo de Quinoa e Argan do Boticário aqui no blog, mas como continuo a receber imensas mensagens dedicadas ao tema "então e produtos para as estrias?", aqui está ele outra vez. O que não faltam no mercado são cremes e óleos para usar na gravidez, acho que têm de escolher a textura que mais gostarem e um aroma que achem que não vos vai fazer enjoar ao fim da 39ª aplicação (aconteceu-me na gravidez do Mateus). Este d'O Boticário não é exclusivo para grávidas, mas é específico para a prevenção das estrias, por isso é o que tenho usado desde o início. Aplico de manhã, no final do duche, e depois à noite, antes de dormir. Apesar de ser em óleo, não fica (muito) gorduroso, basta espalhar bem. E o cheirinho é maravilhoooooosoooooooooo! Preço: 16,99€

3- Já disse aqui várias vezes que não comprei praticamente roupa nenhuma de grávida. Tenho-me orientado com o que tenho por casa e agora que vem o calor consigo desenrascar-me com vestidos e t-shirts mais largas. Talvez tivesse comprado mais uma ou outra coisinha se houvesse linhas de grávida giras e que não sejam estupidamente caras, mas não há. Posto isto, a minha salvação foi mesmo a H&M, que acho que vale mesmo a pena sobretudo pela oferta de calças para grávida. Encontrei lá vários modelos que não se limitam aos cortes mais clássicos e chatinhos, e com dois ou três pares consegui orientar-me grande parte da gravidez (agora está calor e já não me apetece andar de calças). Em Lisboa penso que é na loja do Colombo que se encontra maior oferta, mas a do Chiado também escapa.

Passatempo Cedraflon- o resultado

sábado, junho 16, 2018
Aqui estão os nomes e as participações das quatro vencedoras do passatemppo Cedraflon, escolhidas pela marca:

- “Não tenho asas mas posso voar se nas minhas pernas Cedraflon usar.” (Paula Carrilho, Oeiras)

- “Com a Cedraflon resolvo o problema com uma perna às costas!” (Ana Maria Santos, Coimbra)

- “Pernas de elefante é um terror... Mas Cedraflon será o meu novo amor” (Joana Silva, Porto)

- “Pernas cansadas com Cedraflon? Isso é que era bom!” (Rita Amores, Lisboa)

Parabéns às vencedoras e obrigada a todos os participantes.

Negócio da China... mentira, é português #36: Inspirações Portuguesas

sexta-feira, junho 15, 2018
E porque hoje (mais do que nos outros dias todos) estamos focados em Portugal, faz sentido mostrar mais um negócio 100% nacional. A Inspirações Portuguesas é uma marca que diz logo ao que vem: produtos inspirados na nossa história e tradição e que vão de velas a almofadas, passando por tapetes, toalhas de mesa, cabides ou ímans. Eu achei especial piada às toalhas de praia com expressões portuguesas. Animem-se, pessoal, falta menos de uma semana para o Verão começar. Uhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!






Passatempo Easy Walk Experience

sexta-feira, junho 15, 2018

Portugal estreia-se hoje no Mundial da Rússia e, como é óbvio, já estamos todos em modo eufórico. Não vai ser um jogo fácil, Espanha não é pêra doce, mas depois do Euro 2016 estamos super confiançudos, venha quem vier, é para tirar do caminho. Para promover a ligação entre todos os países e aproveitar a festa do Mundial, a  Easy Walk Experience decidiu lançar uma linha especial das suas sabrinas Lolitas. Chama-se World Special Edition, é uma edição limitada com 32 modelos exclusivos que, desenhados com aguarelas, combinam as cores dos países apurados para o campeonato do mundo. Eu já experimentei umas (da colecção Primavera/Verão) e são a coisinha mais confortável e leve de todos os tempos, com o plus de ser uma marca 100% nacional. Se também quiserem experimentar, temos para oferecer três pares da World Special Edition à vossa escolha e é muito fácil participar.

Só têm de:

18 (BONS) motivos para ver o Mundial com atenção

quinta-feira, junho 14, 2018
Arranca hoje mais um Mundial e o mulherio está an-si-o-so por 30 dias com jogos de manhã à noite. Que sonho, hã? Acredito que, se pudessem, muitos homens tirariam férias nesta altura só para poderem ficar de rabo alapado no sofá a mamar jogo atrás de jogo. Se há coisa que eles têm é uma capacidade única de vibrar com qualquer merda, seja um Portugal- Espanha seja um Panamá-Coreia do Sul. Para eles é tudo igual, não há variações de entusiasmo. E depois ainda têm os resumos dos jogos, mais as repetições, mais os programas de comentários... marcha tudo. Eu vibro loucamente com Portugal e depois gosto de assistir a mais um jogo ou outro, com aquelas selecções mais emblemáticas, mas não fico em êxtase com o resto. Aturo, mas não amo. E é por isso que uma pessoa tem de encontrar pontos de interesse alternativos. Se nos estamos um bocado nas tintas para a técnica e para a táctica, então lá teremos de nos concentrar noutros factores para conseguirmos sobreviver a este mês. Ora o que é que sobra, o que é, o que é, o que é? Adivinharam: os jogadores mais gostosões que serão avistados nos relvados deste campeonato do mundo.

Sabendo que vocês são pessoas com pouco tempo e que gostam de ter a papinha já toda feita, debrucei-me (salvo seja) sobre cada uma das selecções que estarão presentes neste mundial e escolhi os mais fofi-fofis. Os mais "venham cá à mamã". Os mais "ai, se eu não fosse casada". Os mais "ninguém toca que eu vi primeiro". Claro que os gostos são subjectivos, claro que vocês incluiriam outros nesta lista, mas essa é a beleza da coisa. A partilha.  Se têm outros nomes que acham que merecem um lugar neste top, não os guardem só para vocês. Cheguem-se à frente e deixem-nos aí na caixa de comentários, que temos de ser umas prás outras, migas. 

Posto isto, vamos lá começar:

Bruno Alves- Portugal
Claro que tínhamos de começar com matéria-prima nacional, e claro que tínhamos de começar com o Bruno Alves, a minha crush-das-crushes, que terá SEMPRE entrada directa em qualquer lista que eu faça. Há muita gente que não lhe acha ponta de graça, paciência, mais sobra, que eu acho que este homem tem um encanto que poucos têm. Não é aquela beleza óbvia e limpinha, mas eu também nunca fui dada a esse tipo de gente. O Bruneco joga noutro campeonato,  o dos malandros-gostosões, assim meio embrutecido, e quanto mais velho melhor.

Match ou o fim dos "bad hair days"

quarta-feira, junho 13, 2018


O Boticário lançou recentemente uma nova linha de cabelos que promete pôr fim àqueles "bad hair days" que todas nós temos. E que maus dias são esses? São aqueles em que o cabelo parece indomável, em que por mais que o escovemos, alisemos, encaracolemos ou o besuntemos com produtos, ele acordou decidido a ter mau ar e não há nada nem ninguém que o convença a mudar de atitude. E então lá passamos o dia a sentir-nos desconfortáveis, a aproveitar todas as oportunidades para passar em frente a um espelho e ver quão grave está a situação, a rezar para que chegue a hora de ir para casa e pôr fim ao tormento. É impressionante como o estado do nosso cabelo é capaz de influenciar o nosso humor.

Ora foi precisamente para acabar com estes dias terribilis que o Boticário lançou a linha Match, composta por duas gamas. A primeira é a Fonte de Hidratação, com óleo de coco puro e que hidrata desde a primeira hidratação, prevenindo as pontas duplas, os cabelos secos, e dando vitalidade e brilho. Desta gama fazem parte um champô, um condicionador, uma máscara e um co-wash (um dois em um que limpa e condiciona). A segunda gama é a Patrulha do Frizz, com óleo de abacate e creatina, que combate a humidade e aqueles cabelinhos que teimam em andar sempre pelos ares. Desta gama fazem parte um champô, uma máscara, um condicionador e um fluído.

A Match foi lançada há pouco tempo, num mega evento no À Margem, e O Boticário convidou-me para estar lá em modo repórter, assim uma espécie de Fama Show mas em menos gostosa. Espreitem o vídeo e fiquem a saber tudooooo sobre esta nova linha.


Última oportunidade com o Santo António!

terça-feira, junho 12, 2018
Faz esta noite dez anos que conheci o meu homem. Dez anos, como é que é possível? Fui para o arraial da Bica com umas amigas e ele, sabe-se lá como, arranjou maneira de se colar. Éramos só mulheres e, de repente, dei por um jovem (bem, não tão jovem assim), com uma t-shirt a dizer "Porto na Champions só na Playstation". Que classe, hã? Ele diz que foi convidado por uma das minhas amigas, ela diz que se limitou a ser simpática quando ele ligou a perguntar "onde é que andas?", mas a verdade é que se colou mesmo a nós. Nessa noite não aconteceu rigorosamente nada, acho que nem trocámos duas palavras, mas a magia de Santo Antónia já estava no ar. Voltámos a encontrar-nos uns meses mais tarde, por intermédio dessa mesma amiga, e a coisa deu-se. Posto isto, minhas queridas seguidoras solteiras, tenham fé, porque se o santo me desencalhou, ninguém há-de ficar solteira. 

Para agradecer devidamente a enorme sorte que foi encontrar-me, mandei o homem ir ter com o Santo Tonico aos Armazéns do Chiado. Sim, é lá que ele se encontra até amanhã, entre as 13h00 e as 17h00, para que possam desabafar sobre a vossa vidinha e tirar uma fotografia com a ajuda do Samsung Galaxy Note 8. Como hoje é noite de festa, é possível que amanhã o encontrem um bocadinho ressacado, mas tenho a certeza que fará o seu melhor para atender todas as vossas preces. Estou a brincar, o Santo António não bebe e hoje vai para a cama cedo, que amanhã é dia de trabalho.


Ainda a propósito dos Santos Populares nos Armazéns do Chiado, lancei um passatempo no Instagram em que pedia aos seguidores que fizessem uma oração ao Santo António. As duas mais originais ganhavam um vale de 100€ para usarem em produtos Samsung nas lojas dos Armazéns do Chiado. A competição foi renhida, havia muita gente a merecer o prémio, mas como só podiam ser dois os vencedores, acabámos por escolher a Diana e o Ricardo (que, com sorte, são solteiros e podem dar aqui início a uma bela amizade. Hã?? Bonita ideia).



E pronto, eu estou em modo sopas e descanso (além de badocha e com pouca mobilidade), por isso hoje não vou para a confusão, mas tenho muita inveja de todos vocês que podem ir para os Santos festejar. Vão lá então à vossa vida e comam umas febras por mim.

AddThis