Pub SAPO pushdown

Ai, as autárquicas, as autárquicas

segunda-feira, julho 10, 2017
As autárquicas são, provavelmente, as eleições mais aguardadas por cá. Não, para mal dos nossos pecados a maioria das pessoas não está minimamente interessada em votar ou em saber quem irá representar os seus interesses, mas os melhores cartazes, os mais divertidos, os mais originais, os mais arrojados... vêm das autárquicas. E é o vale tudo. Candidatos com excesso de produção, candidatos que se estão nas tintas para o aspecto, frases cheias de trocadilhos, erros ortográficos, piadolas sem piada nenhuma, promessas megalómanas, promessas realistas, zero preocupação estética, temos de tudo, para todos os gostos. E quando a pessoa olha e pensa "não é possível", não só é possível como há sempre um candidato que consegue pior. Deixo-vos alguns dos melhores dos piores que por aí andam.

Aqui está um homem que (como todos os outros) promete mudanças radicais. O Fernando Costa dá conta do recado. Precisam de mudar um pneu? Com Fernando Costa. Precisam de alguém que carregue a bilha do gás? Com Fernando Costa. Não vos apetece fazer as compras do mês? Com Fernando Costa. Alguém que vos faça uma churrascada no fim-de-semana? Com Fernando Costa. Gosto do Fernando, tem um ar fiável, ar de quem se pode contar com ele seja para o que for. 



Pois, é o que sucede a muitos candidatos. Tropeçam.

Ou maior. Também podemos fazer Fajã maior. 
Caros Joca, Maria Lídia e ZéTó, se nem um cartaz sem erros conseguem fazer, acham mesmo que estão aptos a tomar conta de uma junta de freguesia? Eu diria que não, mas eu também não moro em Fajã, por isso deixa-me cá estar calada. 

 Credo.

Pelo Pó, sempre- Excepto se formos toxicodependentes em reabilitação. Aí acho chato. 

Um tapinha não dói e o João Patrocínio tem ar de quem gosta de aplicar uns tau-taus de quando em vez.

As pessoas têm fetiches, não vamos julgar.

Parece que estou a ouvir a minha mãe quando me via pendurada naquelas estruturas de ferro dos parques infantis: "olha que te sobe o sangue à cabeça, Ana Margarida!" (e se caísse ainda apanhava por cima)

Todas! É que são todas, ouviram?

Pelos dois? Mas é o Manuel e mais quem? Um qualquer preguiçoso que nem sequer apareceu a tempo da fotografia do cartaz? Acontece muito, quase toda a gente tem um colega de trabalho que não faz nada e que nos faz sentir que trabalhamos pelos dois. Deve passar-se o mesmo aqui com o Manel.


O candidato Hoodini, que consegue pôr o brasão da freguesia a levitar. Este homem é capaz de fazer milagres. Olho nele, Fajões.

Ahhh, o velho truque de usar cãezinhos e gatinhos fofos para conquistar votos. Bem jogado, Vítor Silva. Adoro o pormenor do "por favor não roubem mais este cartaz". O que é que queres, Vitó? Usas gatinhos fofos e depois não queres que roubem o cartaz? Estavas a pedi-las.

Primeira medida que eu tomava se fosse presidente da junta de freguesia de Degolados: mudar o nome da freguesia. 

Há pessoas mais novas que não podem dizer o mesmo. Ainda bem que o Alberto consegue. 

Pelo menos quatro anos são garantidos- Depois logo se vê. Ou mantêm ou trocam por outro.

Ok, eu imagino que com uma freguesia chamada Madalena fica difícil não cair na graçola. Tipo:
"Tudo pela Madalena"
"Madalena, todos os dias"
"Juntos vamos fazer a Madalena maior" (ou mais grande, se fossem os senhores da Fajã a escrever)
"Por amor à Madalena"
No caso do Francisco Leite, o amor à Madalena é tanto que numas autárquicas concorre pelo PS, mas noutras já concorreu pelo PSD. O amor é assim, não olha a partidos. Primeiro a Madalena!

Ai, professora Raquel, professora Raquel, longe vão os tempos em que os professores impunham respeitinho, agora não faltam alunos (e pais de alunos) prontos a partir-lhes os dentinhos. Faz bem em dedicar-se à política, sempre é capaz de ser um ambiente mais tranquilo. 

Já ganhou. Estou até considerar recensear-me em Tramagal só para poder votar no Hélder. 

Pronto, está apresentado. É preciso é que cada um desempenhe as suas funções com orgulho e profissionalismo.


75 comentários:

  1. Post do ano! E a terminar em grande.
    Está uma pessoa a dar se mamar às 2h da madrugada e não consegue parar de rir; não se faz!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comentário maravilha para fechar este post com chave de ouro! :) :) (ler com mente porca!)

      Eliminar
    2. Dar de mamar (oh mentes indecentes. Falamos de um bebé com um mês...). Se tivessem de acordar de 3-3 horas queria ver se tinham tempo para graçolas.

      Eliminar
    3. Então se não tem tempo para graçolas não sei o que faz por aqui.

      Eliminar
  2. Cabinete... Cabinete... Cab... GABINETE! Com G, Santa Bárbara!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É pior do que isso: está lá CABINTE

      Eliminar
    2. Nem é Cabinete que lá está! É "Cabinte de Apoio"??? É muito!!

      Eliminar
  3. O melhor é o que diz "vou abrir um cabinte para todas as famílias. O que raio será um cabinte?
    Cila

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando li o cartaz pensei que a Pipoca fosse pegar por aí! Cabinte?!

      Eliminar
    2. Também pensei que pegasse por aí...
      Que desgraça!

      Eliminar
  4. E a música despacito para o candidato de Vila Pouca de Aguiar?!
    Levou-me às lágrima de tanto rir!
    (...) José Carlos, José Carlos(...)
    https://jusajublog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Adoreiiiii ahahahahahaha

    ResponderEliminar
  6. Que pérolas!

    O meu desejo para estas autárquicas (que não se vai realizar) era que as Câmaras da margem sul mudassem. Que a CDU não tomasse posse de nenhuma.

    É só a minha opinião pessoal.

    ResponderEliminar
  7. Pipoca...o que é um "Cabinte de Apoio"?

    ResponderEliminar
  8. A de Santa Bárbara diz que vai abrir um "Cabinte de Apoio" para todas as famílias. Ri muito

    ResponderEliminar
  9. A Fajã chama-se Fajã Grande daí o Fajã mais Grande julgo que aqui não há erro a Pipoca é que não percebeu o nome da freguesia. Fajã Grande fica na ilha das Flores - Açores

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Continua a ser um erro

      Eliminar
    2. Aliás, piorou!

      Eliminar
    3. também há a localidade de Fajã Grande na ilha de São Jorge! Sabendo o nome da terra, acho que o erro é menos mau...

      Eliminar
    4. oh pah, apesar de ficar parvo, eu percebo a tentativa de graçola. Não deve haver uma ilha açoreana que não tenha uma Fajã Grande e pronto, saem coisas destas...

      Eliminar
  10. LOLOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL! E há o da Picha, que também é...muito bom!"Picha para a frente!". E o de Coina, que diz "Coina para todos". Jazzzzzzzzzzzzuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuzzzzzzzzzzaaaaaaaaaaaa! :-D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foram cartazes a gozar...

      Eliminar
  11. Vai abrir um cabinte de apoio, tomem nota não é uma coisa qualquer é um cabinte :D

    ResponderEliminar
  12. Penso que Fajã Grande é o nome da freguesia..

    ResponderEliminar
  13. Ana, apesar do aparente erro de ortografia (a Fajã mais Grande), é um trocadilho, pois a freguesia é a da Fajã Grande!;)

    ResponderEliminar
  14. Há cartazes infelizes, é verdade! Mas pela "net" fora também aparecem muitas montagens, e outros há que no contexto local fazem sentido, visto por nós é que não! Mas sim, podemos rir um pouco, desde que não nos esqueçamos de levar as eleições a sério e de escolher de forma consciente o projecto que queremos ver eleito!

    ResponderEliminar
  15. Olá Pipoca! Está genial. E ainda reparei que o Miguel Sousa de Tropeço, não só tropeça como também é uma candidatA...:) O único que não está bem visto é o da Fajã, porque realmente o nome da freguesia é Fajã Grande, nos Açores :)

    ResponderEliminar
  16. Há ali um outro pormenor em Tropeço: Candidata à junta. Devia ser uma mulher que há última mudou de ideias e arranjaram este senhor para a substituir!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu vinha dizer isso :):):)

      Eliminar
  17. Muito bom...o que já me ri. Obrigada.

    ResponderEliminar
  18. Oh meu deus! Não "com sigo" parar de rir.

    ResponderEliminar
  19. O cartaz de Fajã, ainda dou o desconto.
    A localidade chama-se, precisamente, Fajã Grande, nos Açores, e quiseram fazer um trocadilho, penso eu de que... só é pena o ar de tédio para quem estava a querer fazer uma graçola.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Faj%C3%A3_Grande

    No cartaz de Santa Bárbara há outra questão que me atormenta: o que é um "cabinte"???

    ResponderEliminar
  20. A mensagem do candidato Alberto Mesquita é sublime. "Eu consigo todos os dias" e depois faz questão de, como quem não quer a coisa, meter na foto a mãozinha com a aliança.
    A Sr.ª Mesquita é uma mulher feliz ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu cruzo me com esse cartaz quase todos os dias.😒 É o candidato do PS ao concelho onde resido.

      Eliminar
    2. 👍👌🙌

      Eliminar
  21. Ahahaha
    Muito bom! Adorei!
    Fajã "mais grande" e professora Raquel no top

    ResponderEliminar
  22. És o máximo!

    ( mas estou zangada contigo por não teres dedicado as famosas quadras ao antoninho)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. http://apipocamaisdoce.sapo.pt/2017/06/oracao-ao-santo-antonio-2017.html

      Eliminar
    2. Vá lá ver melhor.

      Eliminar
    3. A anónima tem andado distraída ;)

      http://apipocamaisdoce.sapo.pt/2017/06/oracao-ao-santo-antonio-2017.html

      Eliminar
  23. Para a mim a melhor é mesmo esta: https://www.facebook.com/escrutinarasautarquicas2013/photos/a.540537359333442.1073741828.539758206078024/1068975863156253/?type=3&theater

    Não consigo parar de rir com a falta de visão deste senhores :P

    ResponderEliminar
  24. Oh Pipoquinha e que tal um postzito daqueles em que puxa da sua veia jornalistica que até percebe de redes sociais e emite uma opinião daquelas à séria sobre a camboyada que vai entre Jornalistas ditos sérios e os jovens do Truques!!

    Gostava mesmo que alguém que já esteve dos dois lados da barricada comentasse o que se tem vindo a passar aqui na Tugolândia.

    ResponderEliminar
  25. Quando achamos que já vimos tudo, eis que aparece isto! Eu juro que nem me consegui rir. Fiquei boquiaberta com tamanha falta de...tudo! São tão, mas tão maus...

    ResponderEliminar
  26. Realmente a Ana tem um sentido de humor muito refinado. TOP

    ResponderEliminar
  27. Para os iluminados da capital, criticar é fácil, sobretudo porque DESCONHECEM o resto do país. "Fajã MAIS Grande" tem um erro... mas sabia que a freguesia se chama Fajã Grande?! É um trocadilho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tinha que ser :) Tinham que aparecer os mal dispostos! Como diz a Pipoca: são piadas, senhores, piadas...(não sou de Lisboa).

      Eliminar
    2. Anón(11.38h),
      OK, admito que o seja, mas foi um trocadilho mal conseguido, que contribui "0" para a "instrução" da população da Fajã Grande 😉

      Eliminar
  28. O que me entusiasma mesmo, é saber que em Santa Bárbara vão abrir um "Cabinte de Apoio".
    Já era sem tempo!!!

    ResponderEliminar
  29. O que é um Cabinte de Apoio?? Ai....e todos em Santa Barbara podem vir a ter um...aiiiii....estou vou nao vou a Santa Barbara porque às tantas tambem quero um Cabinte de Apoio...!!!! LOL

    ResponderEliminar
  30. Vão dar apoio a TODAS as famílias de Santa Bárbara num cabinte???? O que raio é um cabinte???

    ResponderEliminar
  31. É tão bom ler o Observador, não é?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Observador, a Sábado, os Tesourinhos das Autárquicas, os vários amigos de Facebook que partilham estes cartazes... achava que isto era um exclusivo do Observador? Tsss tsss tsss...

      Eliminar
    2. Não é um exclusivo mas, neste caso em concreto, é quase um decalque do que publicou o Observador.
      De qualquer forma parabéns, a ideia é original (aqui no blog, claro)!

      Eliminar
    3. Vi o artigo do Observador e o da Sábado e eram iguais. Não sei quem copiou quem. Mas estas imagens que Pipoca publicou andam por aí espalhadas por todo o lado.

      Eliminar
  32. O "fazer pelos dois" é fazer pelo Porto e pelos Portuenses, está lá escrito

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então... mas... os portuenses são mais do que um. Logo, não pode ser amar pelos dois, teria de ser amar por uns bons milhares.

      Eliminar
  33. "Fernando Martins
    PÊGA"

    Ahahahahahahah :D

    ResponderEliminar
  34. Para a Madalena ainda podiam ter usado a música!

    Chorar, como eu chorava
    Ninguém pode chorar
    Amar, como eu amava
    Ninguém deve amar.

    Chorava que dava pena,
    Por amor a Madalena
    Mas ela, me abandonou
    E assim murchou em meu jardim
    Essa linda flor.

    E Madalena foi
    Como um anjo salvador
    Que eu adorava com fé.
    Um barco sem timão
    Perdido em alto mar,
    Sou Madalena

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai revivi os meus tempos ee Universitária a ler este comentário! O que adorava ouvir as tunas a cantar a Madalena...

      Obrigada!!! 😊😊

      Eliminar
  35. O melhor de todos não está aqui e é o candidato a Pombal em que o Slogan é...

    POMBAL HUMANO!

    (Para evitar cagadelas).

    ResponderEliminar
  36. Adorei! Mas a melhor ficou por destacar... É que em Santa Bárbara o que vai haver para TODAS as famílias são cabintes de apoio

    hahahahaha
    Aqui no meu trabalho até idealizámos como seria...
    Imagem no FB ;)

    ResponderEliminar
  37. Ahahaha muito bom, este medley :) mas os senhores da Fajã não mereciam porque a freguesia chama-se Fajã Grande, logo tinham de o dizer assim eheh O Pizarro também diz que faz pelos dois, Porto e Portuenses. Também é implicar por implicar! mas engraçado lol

    ResponderEliminar
  38. E o "Querem-nos calar" do Tramagal, não deveria ser "Querem calar-nos"?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sou docente de língua portuguesa, mas creio que a resposta é sim, deve dizer-se, "querem calar-nos"☺, a forma utilizada, ou foi propositadamente deturpada..
      .ou, existiu manipulação do cartaz, ou então trata-se de um grave erro...e uma expressão Agramatical! 😒

      Eliminar
    2. "Quanto a locuções verbais, em que o verbo auxiliar é outro, diferente de ter, se o verbo principal estiver no infinitivo (por exemplo em «consigo dar-lhe»), em muitos casos é possível associar o pronome, em posição enclítica, tanto ao verbo principal, como ao auxiliar (pelo que também é legítimo dizer «consigo-lhe dar»), exceptuando os casos que levam à próclise, como as orações negativas."

      Fonte: https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/a-colocacao-do-pronome-com-tempos-compostos/22528

      Eliminar
  39. E ninguém defende Fajões???? Eu, (que nem sou de Fajões) informo.... O cartaz do Houdini não é actual, é das últimas autárquicas... O que significa que muito em breve teremos mais um cartaz brilhante para acrescentar a esta lista :)

    ResponderEliminar
  40. Anita, a "história" da Fajã MAIS Grande não é erro. Apenas não fica com bom português! Isto porque o nome da Freguesia sita na ilha das Flores é Fajã Grande ;)
    Aliás, não se diz mais grande, como também não se deveria dizer mais pequeno. É igual! Deveria ser Maior e menor! ;)

    ResponderEliminar
  41. A terra chama-se Fajã Grande, portanto acho que não é um erro, mas uma tentativa (mal conseguida) de um trocadilho.

    ResponderEliminar
  42. Aqui na nossa madalena o que o chiquinho quer é tachinho..primeiro tacho ou tacho na frente tanto lhe faz... luciana

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis