Pub SAPO pushdown

Diz que é uma espécie de desabafo

terça-feira, janeiro 17, 2017

Quando este blog nasceu, corria o ano de mil setecentos e vinte, mais coisa menos coisa, nasceu porque eu gostava MUITO de escrever. Nunca soube muito bem o que queria fazer na vida, mas sabia que queria escrever, e isso soube-o desde muito nova. Passei pela fase dos jornalinhos, dos poemas, dos contos, fiz de tudo. Lembro-me de o Diário de Notícias ter um suplemento chamado DN Jovem, para onde miúdos entre os 12 e os 25 anos enviavam os seus textos, na esperança de os verem publicados. Todas as semanas corria para comprar o DN, na expectativa que lá viesse algum texto meu, e aconteceu algumas vezes. Não imaginam o que aquilo significava para uma miúda de 13 ou 14 anos. Porque era isso que eu gostava de fazer e ter algum reconhecimento era absolutamente incrível.

Quando chegou a hora de ter de escolher a área era óbvio que só podia seguir Letras, e quando tive de começar a pensar num curso superior também era óbvio que só podia ir para Jornalismo. Não tinha aquela coisa da notícia, da investigação, de conseguir manchetes. Fui para Jornalismo porque, objectivamente, era a profissão que me permitia fazer aquilo que eu mais gostava. Curiosamente, quando tive de escolher um estágio a minha primeira opção foi rádio, e lá passei três meses entre a Antena 1 e a Antena 3 (adorei, a paixão da rádio ficou para sempre). Mas, pelo meio, surgiu  uma vaga para estágio na secção de cultura do jornal A Capital e eu não a deixei escapar. Estava das cinco da manhã à uma da tarde na rádio, e depois entrava às três no jornal e era até dar. Não me queixava, queria era aprender e ter o máximo de experiência. 

Quando me convidaram para ficar no jornal disse que sim imediatamente. Tinha acabado o curso há três meses, era fantástico ter arranjado logo emprego e, ainda por cima, a fazer o que gostava. N´A Capital fiz um bocadinho de tudo. Escrevia sobre cultura, mas também fazia grandes entrevistas, reportagens, tinha uma crónica ao fim-de-semana, foram tempos mesmo muito bons em termos de escrita. E foi também nessa altura que o blog surgiu. Em primeiro lugar, porque por mais liberdade criativa que me dessem no jornal - e davam muita - não podia escrever sobre tudo o que me apetecesse, da forma que me apetecesse. Em segundo, porque tinha começado a fazer um curso de escrita humorística com o Ricardo Araújo Pereira e o blog era uma boa plataforma para ir publicando os textos que ele nos pedia. 

O blog nasceu assim: porque queria escrever, porque queria um espaço meu para o fazer. Há 13 anos ninguém imaginava o crescimento que os blogs viriam a ter. Ninguém sonhava que viesse a ser possível alguém criar um blog e viver dele. Eu, pelo menos, estava longe de o imaginar. Tinha um blog para escrever todas as parvoíces que me viessem à cabeça, sobre todos os assuntos, escrito no registo que eu queria, com sarcasmo e com humor. Aos poucos, e sem eu fazer nada por isso, o blog foi crescendo. Primeiro vieram os amigos, depois os amigos dos amigos. Não havia Facebook nem grandes redes sociais, por isso foi tudo muito na base do passa-palavra. 

E não consigo explicar-vos como eram esses tempos de total liberdade, de como me divertia. As coisas eram diferentes. Mesmo quem não gostava do que eu escrevia manifestava-o de forma relativamente cordial, não havia esta quase perseguição, esta caça às bruxas, esta vontade de indignação, esta picuinhice, esta irritação com tudo, mesmo com as coisas mais inócuas. Acredito que o facto de não haver Facebook ajudava bastante à não proliferação da parvoíce generalizada, mas enfim, é o avanço dos tempos, e o Facebook também tem muitas vantagens (quando utilizado por gente com cérebro), por isso não vou estar aqui armada em velha do Restelo.

Ora isto tudo para dizer o quê? Para dizer que à medida que o blog foi crescendo, que deixou de ser anónimo e que passou a haver uma cara e um nome para "dar porrada", perdi MUITA da minha vontade em escrever. Aliás, não perdi vontade de escrever, perdi foi vontade de ter opinião sobre o que quer que fosse e de a manifestar. Porque é um exercício muito, muito, muito, muito cansativo ter de estar sempre a exercer auto-censura, ter de estar sempre a tentar adivinhar quem é que se vai chatear com o quê, ter de receber dúzias de comentários ofensivos (não me refiro a opiniões contrárias, refiro-me ao insulto gratuito), ter de estar sempre com medo que deturpem as minhas palavras, que me transformem na polémica do dia, que a imprensa lance mais achas para a fogueira. 

É, obviamente, o preço a pagar pelo crescimento do blog e por haver quem dê a cara por ele, mas acreditem que é mesmo muito desgastante. Muitos de vocês dirão "ahhh, caga nisso, escreve o que te apetece", e eu sei que o fazem por manifesta boa-vontade e simpatia. Mas, lá estão, depois não são vocês que sofrem as consequências na pele, não é a vossa sanidade mental que se vê bombardeada diariamente. Se alguns já ficam nervosos com alguns comentários que me deixam e me estão sempre a perguntar "como é que aguentas isto?", imaginem o que é vivê-lo SEMPRE, com coisas ainda mais agressivas. 

E agora é a parte em que alguns outros dirão: "tens bom remédio, fecha o blog". Certo. Nada que não me tenha já passado pela cabeça. Tenho dois bracinhos, tenho saúde, sei que arregaço as mangas e me dedico a qualquer outra coisa, tranquilamente. Mas, mais do que ser o meu trabalho, este é um projecto ao qual tenho muito amor. Cresceu do nada, cresceu sozinho, não tive cunhas nem favorzinhos e, gostem mais ou gostem menos, tenho muito orgulho nisto e em tudo o que já me proporcionou (profissional e pessoalmente). 

A Pipoca não sou eu, há variadíssimas dimensões do meu ser que não são aqui expostas (por mais que achem que sim), mas é óbvio que é muito de mim. Mas o que tenho vindo a sentir cada vez mais é que me vou deixando anular, sobretudo porque não quero chatices, porque não quero gente a foder-me o juízo (desculpem lá, é mesmo assim, a foder-me o juízo), a tecer juízos de valor, a ser mal intencionada, cruel, a fazer interpretações muito próprias (e distorcidas) de cada palavra que escrevo. Acreditem, é esgotante. Quantas vezes não dou por mim a escrever qualquer coisa, depois leio os comentários que me deixam e pergunto-me "mas como é que alguém fez esta leitura a partir daquilo que eu escrevi? Está tudo bêbado?". Há anos que ando a dizer que o Ministério da Educação não anda a fazer o trabalhinho devido no que toca à interpretação da língua portuguesa, mas ninguém me ouve. 

Olho para os novos humoristas que vão aparecendo e sinto inveja pura. Porque já tive a liberdade que têm, já pude escrever tudo o que me apetecia sem que estivessem sempre a infernizar. E, infelizmente, vejo que à medida que vão crescendo e ganhando mais projecção, começam a ter de refrear-se, a ser mais comedidos, a pedir desculpas em antecipação, a explicar piadas, a dar justificações. A verdade é que, por mais inofensivo que seja o tema, haverá SEMPRE alguém a sentir-se ofendido ou melindrado, por isso é quase impossível escrever sobre o que quer que seja. Há uns tempos, numa entrevista que dei ao Expresso sobre os limites do humor, dizia que ser humorista é praticamente uma profissão de alto risco nos dias que correm, e é mesmo verdade. E ou se persiste e se tenta ignorar (tão difícil) ou não conseguimos vencê-los, juntamo-nos a eles e acabamos por calar-nos. 

Este não é um texto de lamentação, nada disso. É precisamente o contrário. É um texto para dizer que estou farta que me mandem calar, que se sintam ofendidos (quase sempre sem razão nenhuma), que tenham atitudes incendiárias e andem sempre a tentar inventar polémicas onde elas não existem. O blog tem quase treze anos e sempre teve o mesmo registo. Sempre foi humorístico, corrosivo, sarcástico, por isso não sei o porquê de tanta indignação. Este foi o registo que escolhi para o MEU espaço, e quem não gosta tem muitos outros sítios por onde se entreter. Há milhares de blogs absolutamente inócuos, que não são carne nem peixe, onde os autores nunca assumem nenhuma posição sobre nada, onde parecem ter sempre medo de dar uma opinião. Não é isso que quero para mim. Quero ter uma voz e, sobretudo, quero que o blog seja uma diversão mais do que uma obrigação.

Ontem, uma pessoa muito perto de mim profissionalmente, dizia que quem gosta do blog sabe quem sou. Quem me lê desde sempre sabe quem sou. Conhecem o tom. E que foi isso, na grande maioria dos casos, que fez com que gostassem e que fossem ficando, pelo que não posso estar sempre a sofrer por antecipação, a pensar no que vão achar de mim, se me irão odiar. Gozo com muita coisa, sou irónica com muita coisa, mas não tenho - nunca tive - um mau fundo. Dêem as voltas que derem, façam de mim o que quiserem, mas nunca farão de mim uma pessoa intrinsecamente má ou com vontade de lixar a vida ao próximo. No máximo, serei uma pessoa com um sentido de humor um tanto ou quanto peculiar. É disso que tenho muitas saudades e é isso que quero que este blog volte a ser. Aos que gosto, peço que vão ficando. Aos que estão indecisos, peço que dêem o benefício da dúvida. Aos que odeiam e só cá vêm destilar ódio, agradeço pelos pageviews mas... deixem-se disso, dediquem tempo a coisas que vos façam mais felizes. Porque por aqui, meus amigos, a tendência será sempre para piorar.

363 comentários:

  1. Isso mesmo!!! U go, girl!!!
    Beijinho, pipoca!

    ResponderEliminar
  2. Santas palavras!! Volta sarcasmo estás perdoado. Os melhores posts do bloqgue sempre foram os sarcásticos :)

    ResponderEliminar
  3. I´m in!!!! "Bota pr'a quebrar garota!!!!"

    ResponderEliminar
  4. Quem fala assim não é gago! É isso mesmo, Pipoca, quem não gostar que vá para outra freguesia.

    ResponderEliminar
  5. Bem-vinda de volta! A aguardar com expectativa os textos como eram antes! Go Pipoca!

    ResponderEliminar
  6. Belo texto, miúda. Como de costume percebi cada palavra que escreveste. Não só te compreendo, como "te gabo a pachorra"; não deixes que quem nem te conhece te foda o juízo. Beijoca.

    ResponderEliminar
  7. Ana, só sua seguidora há pouco mais de 2 anos, adoro a sua escrita e o seu humor.. o problema é que hoje em dia qualquer coisa serve para destilar ódio..
    Obrigada pelas imensas gargalhadas que já me fez dar e por esse seu humor tão seu.. mas que me faz tão bem.

    Muito Obrigada.

    Catarina

    ResponderEliminar
  8. Infelizmente as pessoas estão sempre felizes com o mal dos outros, sempre a procurá-lo. Procura ultrapassar isso! Procura manter-te feliz e fiel a ti mesma, porque quem gosta de ti, gosta assim, quem não gosta, não importa! Força PIPOCA!

    ResponderEliminar
  9. Isto é uma resposta aquele estúpido que se acha rei da televisão?? Bem merecia!!

    Quanto ao resto só tenho a dizer que venho cá há mais de 8 anos e vou continuar a vir todos os dias à procura dessa pipoca que ficou "censurada" quando passou a dar a cara.

    Devia ir mais vezes de autocarro a Madrid.

    ResponderEliminar
  10. Acho triste esta mentalidade actual de ir destilar ódio para as caixas de comentários. Quando deixo de me identificar com algum blog/figura pública/publicação/whatever, é simples: carregar no botão "Unfollow". Há muito bom gentinha, que para o bem dos nervos, devia fazer o mesmo!

    ResponderEliminar
  11. Carrega Pipoca!!!!!

    ResponderEliminar
  12. Pipoca, leio-te há já muitos anos e sinto uma perda, anos após ano, do que o blog outrora foi.
    Tenho pena porque sou “das antigas”, das que apenas cá vinham para rir. E rir muito.
    Percebo a lógica que seguiste e a auto-censura que colocas mas, como seguidora do antigamente, acabo por ter pena porque muita da essência do blog se perdeu.
    Por isso, só posso desejar que avances com força!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Partilho desta opinião! Go Popcorn! Estamos ctg.

      Eliminar
    2. Eu venho cá desde 1923, dia 20 de dezembro. Os verdadeiros adoram a pipoca e o seu sentido de humor, os mal resolvidos dizem mal de tudo o que mexe!!

      Eliminar
    3. Go pipoca! A Ana Marques ontem teve um bocadinho de razão,foste um bocadinho engolida pelo sistema! Não deixes que isso aconteça,sê livre no teu espaço,não sejas democrática e querer agradar a todos!escreve mais sobre a natureza humana,as relaçõesl.critica quem quiseres,este espaço é teu e tu além de escreveres bem,escreves muitas vezes o que muitos pensamos e não sabemos. Aproveita esta " liberdade" que agora tens para te voltares a encontrar! Os antigos somos muitos e sabemos quem és e temos saudades!

      Eliminar
  13. Calma Ana. Acredito que os comentários a desgastem mas confesso que até hoje, e convém sublinhar, esse desgaste não se notou nem um bocadinho na sua escrita. Por isso, está no caminho certo!!

    ResponderEliminar
  14. GRAÇAS A DEUS! Obrigada ao teu amigo que te disse isso porque é mesmo assim que os teus leitores te querem: alegre, corrosiva e livre. É giro ver os teus looks, é bom saber-se de novas campanhas publicitárias mas as tuas opiniões é que fazem deste o blog mais lido de Portugal. Blogues de moda e estilo há muitos, blogues de promoções idem aspas, blogues de corrida e alimentação também. Um blog como este...não. Não te deixes amarrar! Obrigada :*

    ResponderEliminar
  15. Quem não gosta de ler o blog escusa de vir para aqui ofender! Infelizmente alguns gostam de mostrar que a boa educação é-lhes desconhecida! Gosto muito de ler o teu blog pipoca! Força contra os intrusos!
    Beijinhos;)

    ResponderEliminar
  16. Pipoca sigo este blog há 7 anos, nunca, em momento algum, achei que fizesses alguma afirmação digna de "ser mandada para a forca". Como tu dizes, este é o teu espaço e aqueles que gostam ficam. É verdade que o blog é o teu sustento, mas isso acontece porque trabalhaste para isso, porque dás o melhor de ti a quem está deste lado. Não chegaste até aqui só porque sim, chegaste porque mereceste.
    Suponho que a imagem esteja relacionada com a parvoíce que se passou na TV. É claro que deste lado estamos intrigados, mas sabemos respeitar que este assunto em nada nos diz respeito. É a tua vida e tu tens direito a partilhar o que queres.
    Muita força para lidar com quem pelos vistos te quer mal. Deste lado fica o apelo a que continues este blog por muitos anos!
    Um beijinho grande Ana ��

    ResponderEliminar
  17. É por esta e outras "parvoíces" que vou continuar a ficar!
    Parabéns Ana (Parabéns Pipoca)

    ResponderEliminar
  18. Fodasse! Finalmente!!!!!
    Voltou "a minha" Pipoca!
    Tantas, mas tantas saudades de te ler sem filtro, sem medos e sem mimimis.
    Fecha a caixa de comentários no blog.
    Manda tudo à merda. Mas escreve! Escreve assim. Escreve sempre. Sempre!

    ResponderEliminar
  19. Acredito que seja muito difícil lidar diariamente com a crítica e com o insulto. No entanto, quem crítica por norma ataca de forma muito mais maléfica e ofensiva o que se torna até irónico. Nem toda a gente tem de gostar e toda a gente tem direito a manifestar a sua opinião desde que de forma educada.
    Mesmo sabendo que não é este comentário que vai alterar nada, quero apenas que saiba que deste lado existem muitas pessoas que gostam do registo d'A Pipoca Mais Doce, da ironia, do sarcasmo. Este é um espaço que nos permite rir e ver algumas situações do dia a dia de uma forma descomplicada, para complicada já basta a vida real.
    Um beijinho Ana

    ResponderEliminar
  20. Do que eu sempre gostei mais do teu blogue foi do tom humorístico-corrosivo-sarcástico e da forma fantástica como escreves. Não sou adepta de nenhum fashion blog, não ligo nada a essas coisas, sou do Sporting :) mas gosto muito de te ler. Continua fiel ao teu estilo. Quem gosta, continuará a passar por cá!

    ResponderEliminar
  21. Pipoca is back!!! Finally!

    ResponderEliminar
  22. Nunca deixes de ser quem és Pipoca. Tens uma escrita óptima e as pessoas gostam desta tua veia sarcástica e a forma como escreves :)

    Cumprimentos
    Ricardo

    ResponderEliminar
  23. Força Ana :)
    (quem gosta de mandar umas risadas não vai a lado nenhum. fuck the rest)

    ResponderEliminar
  24. Bato palmas!
    Vai existir sempre quem nos deteste e quem seja mal educado para nós.
    Se temos segurança na pessoa que somos, o remédio é levantar a cabeça e seguir o nosso caminho. Ora se anda, ora se corre, ora se tropeça e levanta de seguida, mas sempre em frente. Bom ano Ana!

    ResponderEliminar
  25. Finally, you're back 🎉🙏

    ResponderEliminar
  26. Finalmente! <3 Estou cá há mais de 10 anos, e tenho muitas saudades desses tempos. :)

    ResponderEliminar
  27. Sigo o sue blog há relativamente pouco tempo, cerca de 2 anos, mas a Pipoca escreve como pouco/as e é por isso que tem tanto sucesso,que é mais do que merecido! Assim que há um evento/gala ou qq coisa que meta vestidos, eu que não ligo nenhuma a moda, fico "ansiosamente" a espera dos seus comentários sobre os belos trajes!! Continue a escrever o que lhe apetecer, porque escreve mesmo muito bem, apague os comentários assim que perceber que são maldosos, sem os ler!

    ResponderEliminar
  28. Pipoca, tenho 21 anos. Comecei a ler o teu blog quando tinha 15 e, desde então, espero sempre pelo próximo post. É a primeira vez que te escrevo. Faço-o porque tal como te disseram ontem, também eu tenho saudades de quando escrevias sobre tudo o que te apetecia e da forma como te apetecia e não te importavas tanto sobre o que te diriam por teres escrito aquilo. É isso que te faz seres a Pipoca... e é isso também que me faz vir aqui todos os dias, na esperança de me rir e achar que tens a maior graça de sempre. Espero que continues por muitos e bons anos, que mandes tudo à merda e voltes (um bocadinho) ao que eras. Não te preocupes, os haters virão sempre espreitar e eu, pelo menos, estarei aqui para te ler. Beijinhos

    ResponderEliminar
  29. Venho aqui todos os dias pela forma como escreves. Escreves muito bem,com um sentido de humor incrível, que custa a acreditar que haja quem não goste. Parabéns. Sou a fã nº 1 da tua escrita.

    ResponderEliminar
  30. Yes you can Pipoca!!!!

    NP

    ResponderEliminar
  31. Finalmente Pipoca!!!
    Estou contigo desde 2008, eu e as minhas amigas e temos tantas saudades tuas!!!
    Volta sem medos =)

    ResponderEliminar
  32. Aleluia Volta Pipoca estás perdoada. :)

    ResponderEliminar
  33. És a maior! You go girl :)

    ResponderEliminar
  34. Não sou de escrever, mas gosto particularmente da forma como escreves.
    Identifico me no humor, humor sarcástico que nem sempre é bem compreendido nem bem interpretado.... mas isso é que tem piada!
    Gosto da forma como publicas as fotos por onde andas e partilho do gosto pelo BENFICA ...
    Por tudo e muito mais, desejo te força, calculei que depois da "Passadeira Vermelha" algo irias dizer...
    E olha os póneis, ca se vão mantendo firmes e muita força. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um programa que vive de comentar a vida dos outros? Somente a vida dos outros?
      Mauzinho, baixinho, pequenino... É como diz a outra: "beijinho no ombro"!

      Eliminar
  35. Pipoca is back. Os que gostam do blog têm saudades dessa Ana que falas.
    Fico à espera que retomes essa alegria por escrever o que te vem à pinha!
    Adorei este post, e acredito que deve ser mesmo massacrante lidar com algumas almas penadas que por aqui andam....mas #invejososgonnainvejate!
    Um grande beijinho!

    ResponderEliminar
  36. Foda-se, estimei o que li. Venha daí o teu registo sarcástico!

    ResponderEliminar
  37. Adoro o teu blog! Adoro os textos que escreves, sê tu mesma que só por si já vale muito! beijinho Ana :)

    ResponderEliminar
  38. Parabéns pelo texto e por se esforçar todos os dias por ser igual a si mesma! Beijinho de uma leitora que já por cá anda há uns tempos!!!

    Catarina

    ResponderEliminar
  39. Nunca havia comentado, mas tenho a dizer que ADORO que estejas de volta, o que me prendeu a este blog foi o tom irónico e sarcástico.
    Pipoca continua, pf

    ResponderEliminar
  40. Adorei o texto Pipoca=)
    Que tenhas muita paciência e força, deve ser esgotante mesmo estarem constantemente a deitar-nos abaixo, nem imagino. E ainda deve ser pior viver com medo de juízos de valor e ter que conter a nossa vontade. Não te contenhas, não te anules. Também penso que nunca o fizeste!
    Segue em frente, quem não está bem que se ponha. Tu é que não podes estar mal para evitar incomodar cocózinhos sensíveis que brotam por aí=)

    ResponderEliminar
  41. Pipoca, muito obrigada por este texto! Quase que dei por mim a aplaudir-te de pé porque mereces!


    A Sofia World

    ResponderEliminar
  42. Como Sportinguista ferrenha/doente, confesso que a deixei de a seguir no instagram, apenas por não gostar de algumas publicações (mas respeito a sua "doença" ). No entanto, continuo a acompanhar o blog (nos assuntos que mais me interessam) e concordo plenamente com este texto. Infelizmente, muitos portugueses ainda não sabem ser felizes com a felicidade dos outros e utilizam as redes sociais da pior forma.

    ResponderEliminar
  43. Carrega Pipoca! Estarei aqui a acompanhar!

    ResponderEliminar
  44. "Guess who's back, back again", Bem-Vinda!! Comecei a acompanhar o blog há muitos anos e fiquei precisamente pelos textos ácidos, sarcásticos e carregados de humor. E foi por isso que o blog cresceu, por seres assim, sem papas na língua. Os ofendidos são aqueles que chegaram agora e vêm ver como é e quando levam com um texto mais sarcástico não sabem como lidar. Anyway, é bom ter-te de volta =)

    ResponderEliminar
  45. Bem revinda, se é que me faço entender! Cá estamos, os que gostam, para ler e rir, rir muito, que é coisa que faz muita falta a muita gente!
    *

    ResponderEliminar
  46. Somos todos Charlies mas depois alguém faz uma piada sobre cancro ou religião (não estou a falar de ti, Pipoca) e ficam todos ofendidos porque afinal "o humor tem limites"! Há coisas que nunca vou perceber! Se não gostam têm bom remédio! You go girl!

    ResponderEliminar
  47. Venho aqui sempre pelo sarcasmo. Adoro. Faz-me rir. Adorava saber escrever assim!

    ResponderEliminar
  48. Vivaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!! Até que enfim!!!
    O pessoal que gosta de ti gosta mesmo é de TE ler, e pipoca sem sarcasmo não é doce ;)
    O teu blog cresceu por quem tu és, borrifa-te no resto.


    ResponderEliminar
  49. Aguardo ansiosamente um texto teu. Um texto daqueles que lia 3 vezes seguidas de tão bom que era, em termos humorísticos. Quem te segue como eu há 5 anos sentiu uma mudança na tua escrita, lamento que uma das razões dessa alteração seja gentinha que o maximo que conseguiu na vida foi uma camisola xs em saldos a 3 euros quando na verdade vestem o xl. Go pipoca !

    ResponderEliminar
  50. Yeaaaaaahhhhhhh :D :D :D boas notícias!!! :D

    ResponderEliminar
  51. Sigo o teu blog há muitos anos e muitas vezes não comento, mas venho cá todos os dias. Hoje vou comentar porque ainda um dia destes tive uma conversa sobre si e sobre os seus anónimos por isso vou manifestar aqui a minha opinião - que é mesmo só a minha opinião e vale o que vale.

    1. As pessoas que vêm aqui comentar a maneira como escreve é porque não têm um pingo de humor. Porque são pessoas amargas, porque são pessoas de mal com a vida e invejosas. Tão invejosas que mesmo não gostando do que a pipoca escreve se dão ao trabalho de vir aqui, coitadinhas, tal é o aborrecimento da vida delas vêm aqui procurar um bocadinho de algo que faça o dia delas ser mais ativo. Sempre ouvi dizer que quem não gosta não olha por isso se não gostam têm bom remédio. A Pipoca só tem que escrever como sempre que escreveu (e é tão bom). Quem não tem o mínimo de humor que se mantenha longe. Não tenho muita paciência para pessoas que perdem tempo a criticar o que os outros fazem.

    2. Um ponto que não tem diretamente a ver com este post, mas refere-se a algo que vi recentemente. Irrito-me profundamente quando vejo pessoas aqui ou em outro sitio qualquer a dizer que a Pipoca só vive das marcas e de passear e que não sabe fazer nada e que não faz nada, etc etc. Em primeiro lugar se há pessoa a quem não se pode chamar de interesseira nisto da blogosfera é a pipoca porque quando apareceu não tinha de certeza interesses, as coisas surgem e que bom que assim é. Sou daquelas pessoas que vive bem com a felicidade das outras. Em segundo lugar, uma pessoa que tenha o mínimo de cultura e o mínimo de estudos sabe o preço de uma publicidade. Sabe o quanto a publicidade é importante nos dias que correm, sabe o quanto é excelente a publicidade em blogs por se atingir tão facilmente o publico alvo e por se ter um feedback tão rápido. Toda a gente fala mal, mas na hora de comprar alguma coisa lá vão ver o que é que os blogs dizem... Se acham que isso é não fazer nada experimentem um dia no lugar da pipoca ou de outra blogger qualquer. Para além disso em vez de terem inveja podem também criar um blog. Está ao alcance de TODA a gente. Depois vão ver se é assim tão fácil.

    Isto tudo para quê? Isto tudo para dizer que há deste lado pessoas que apreciam a pipoca e o seu trabalho, provavelmente as que passam cá todos os dias caladas são essas! Lembre-se disso. A diferença entre o número de visitas diárias e os comentários de anónimos de mal com a vida cheios de inveja é o número de pessoas que adora o seu trabalho tanto nos posts publicitários (que são tão bem feitos, fossem todas as bloggers assim) como nos posts onde dá a sua opinião. Nós gostamos de si. Gostamos dos seus textos. Há pessoas inteligentes e com sentido de humor deste lado, tal como a pipoca. Não é só gente burra, amarga, de mal com a vida e sempre muito limitadas de mente, até metem nojo. As mulheres querem tantos direitos e são as primeiras a criticar as outras.

    Continue por cá porque no dia em que este blog desaparecer vou sentir mesmo muita falta. Para ver o quanto gosto disto quase chorei quando soube que a pipoca estava separada do Ricardo e ainda me parece impossível que isso tenha acontecido. Nós criamos laços com as pessoas mesmo sem as conhecermos. Simpatizamos e isso é tão bom. Deviam haver mais pessoas assim. Esta gente leva a vida demasiado a sério!

    ResponderEliminar
  52. porque nao fecha os comentarios anonimos? iria ter muito menos insultos

    ResponderEliminar
  53. Comecei a ler a Pipoca há coisa de dois anos (por engano, um dos melhores enganos da minha curta existência) e não tem ideia do alívio que foi para mim saber que havia mais alguém com uma visão igualmente sarcástica e com um vocabulário tão "cru". Até então, ouvia a minha mãe a dizer-me que tinha que mudar a minha maneira de ser, que não podia estar sempre "de mal com o mundo". Até certo ponto comecei mesmo a acreditar que tinha de mudar. Mas depois descobri este blog, numa tarde de verão muito quente, daquelas em que só o pensamento do movimento dá suor e náuseas. E durante uma tarde fui fazendo o scroll e fui lendo, a rir muito (muito mesmo) e a perceber que tinha acabado de ganhar uma companhia que, por muito incrível que pareça, via o mundo na mesma graduação que eu. A partir daí "não a larguei" e fico mesmo muito contente por se manter fiel a si mesma.
    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  54. Ai finalmente pipoca!!! Volta com os teus famosos textos cheio de humor e sarcasmo porque eu, pessoalmente, adoro e ando com imensas saudades deles!
    Beijinhos e força!

    ResponderEliminar
  55. Sigo o teu blog há 10 anos,nunca comentei, mas hoje tenho uma coisa a dizer: força nisso, volta à carga e em grande ;)
    beijinhos
    Cláudia

    ResponderEliminar
  56. Por favor, SIM!!! Sou daquelas leitoras antigas, quase desde o início do blog, e tenho que dizer-te com frontalidade: isto anda chatinho, anda sem graça, não pareces tu (ou pareces, mas pouco)! É tipo uma Pipoca que não é doce, também não é salgada, é assim para o insossa. Ouve lá, já são tantos anos a virar frangos, não me digas que não tens as costas largas? Assim como eu, vem aqui muita (mas MUITTTAAAA) gente que gosta de te ler. Os outros? Que comam só as batatas! Vamos lá, Anita, diz o que te vai na alma!! Beijos, mulher :)

    ResponderEliminar
  57. Pipoca, o teu texto fez-me chorar! Tomara 1% dessa gente, ter a paixão pela sua vida como tu tens pela escrita! Acompanho-te há 2 anos. E a tua vida, é como de toda a gente com amores, desamores, alegrias e tristezas... a diferença é o teu humor! Continua, estamos contigo! Mana:P

    ResponderEliminar
  58. Pipoca, sigo-te e gosto imenso de ter ler! Rio-me com os teus post´s mais irónicos e eu, como muito dos leitores acredito, sentimos um pouco como se fosses uma amiga virtual, festejando por exemplo a chegada do Mateus. Também alimento um blog e muitas vezes sonho com o dia em que consiga viver dele. Como tu sempre soube que queria escrever, mas desisti da ideia do jornalismo, pelo sério e austero direito e a minha escrita é hoje feita em referência a artigos, factos e norma punitivas que tais. Entretanto vou alimentando a sede de viajar com um monótono, ou nem tanto, emprego certo das 9 às 5, de funcionária pública. Muitas vezes penso na vossa exposição pública e em tudo que daí pode advir e não sei se aguentaria, mas entendo que se vão dando ao público e a quem vos segue e nós agradecemos, comentamos e partilhamos o que escreves. Por isso desejo que continues a escrever, com mais ou menos filtro, fazes falta!

    ResponderEliminar
  59. Dizem que não há coincidências mas...
    Ainda há uma hora e pouco atrás estive a ler o inicio do blog, em 2004, e ri-me até às lágrimas com texto sobre o Benfica campeão de 2005 com Trapatoni. Que saudades caramba. Volte aos seus textos, ao seu registo de escrita bem humorada,irónica, ai era tão bom, tão divertido.
    Ana, confesso que com a transformação/ crescimento do blog deixei de o ler assiduamente, não que tenha algum mal, só não é aquilo que gosto e então passo à frente. Volto a ler quando faz a revista aos outfits dos globos e outros que tais, ou publica algum texto com uma opinião mais pessoal e divertida sem que seja publicidade (não vejo mal algum, tivesse eu capacidade para fazer o mesmo). Portanto, se algum dia voltar, nem que seja só um bocadinho, à sua escrita antiga, eu estou aqui para a ler.

    Um beijinho, Alda.

    ResponderEliminar
  60. Ana, esses "haters" vão sempre odiar-te digas o que disseres, até no bom irão sempre arranjar um fundo mau de modo a prejudicar, deturpar ou atésó mesmo para enervar.

    Este espaço é TEU, e como TEU, fazes o que bem entenderes. Há tanto mal no mundo com o qual ninguém se importa (e deveriam) e realmente com algo que dizeses (ou que não dizes, como tem sido o caso ultimamente), as pessoas perdem a cabeça.

    Serei tua seguidora simplesmente porque gosto da maneira como escreves. Porque gosto de vir aqui e soltar umas gargalhadas.

    "Ai meu Deus que o blog tem muita publicidade", verdade. "Ai meu Deus que a publicidade não interessa a ninguém e não tem piada nenhuma", verdade.
    Mas, sendo esta plataforma o teu trabalho, o teu "ganha-pão", é natural que ela exista. É o modo de muitas vezes, digo eu, lucrares com o blog.

    Toda a gente critica, mas o que eu gostava de ver era que conseguissem fazer um "negócio" como o teu crescer, do mesmo modo que tu conseguiste!

    E não, desculpa, não sou uma stalker ou uma fã maluca. Sou uma pessoa como tu que entende o teu ponto de vista e compreende o que muitas vezes se passa neste blog.

    Agora quero é textos bons, que me façam passar ainda mais vezes pelo estaminé :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  61. Olá Pipoca!
    Sou leitora há cerca de 8 anos e estou para ficar. Venham mais textos pipoquianos.

    ResponderEliminar
  62. Ana sigo o teu blog há muitos anos, tenho também eu um blog que em parte foi inspirado pelo teu e por outros que comecei a ler há mais de 8 anos atrás quando ninguém podia sonhar que blogs iriam alguma vez ser mais do que uns textos escritos na internet, ninguém podia sonhar (ou pelo menos eu não fazia mesmo ideia) que alguém iria viver de um blog.
    E por ter também eu um blog é que sei que não é só quem escreve com humor e sarcasmo que está refém, acabamos a ser nós todos que de alguma forma partilhamos a nossa vida num blog. Escrevemos as coisas porque achamos que alguém se vai identificar, porque alguém perguntou, porque sentimos o carinho das pessoas e queremos partilhar um bocadinho de nós, e quando damos por ela temos a fila à porta de pedras na mão à espera do momento em que fazemos ou dizemos alguma coisa que não concordam (ou não fazemos ou não dizemos o que querem que façamos ou digamos). É de bradar aos céus!

    O teu blog é um espetáculo, a maneira como tu escreves é fantástica e inimitável, e apesar de perceber perfeitamente que ser CONSTANTEMENTE crucificado é penoso, se não queres acabar com o blog então continua-o da forma que realmente te dá prazer. Um beijinho grande e força!*

    ResponderEliminar
  63. Leio-te há anos e vou continuar a ler-te. Sigo muitos blogs e os que não gosto, ou deixo de gostar por algum motivo, simplesmente não volto. Não me acrescenta nada deixar comentários ofensivos se não gosto de um blog, ou de um post. A vida e o tempo são muito mais importantes, para estar a gastá-los nisso. De ti em particular, e do que escreves, gosto muito e vou continuar a ler-te. Beijinho.

    ResponderEliminar
  64. Muito bom! Como todos os textos!! Força aí!!! 😁😁😁😁

    ResponderEliminar
  65. Eu também sou daquelas que acham que te conhecem de gingeira, acompanho desde o início e cresci contigo... os amores e desamores, os posts hilariantes no dia 14 de Fevereiro, as opiniões sobre algumas figuras públicas, as fotos sem se ver a cara, os sapatos e a quantidade absurda de "bugigangas" e ficaste uma "amiga" daquelas que dizem/fazem coisas que não concordamos e que pensamos "ok, ela é assim e eu adoro-a na mesma".
    Quando venho ao teu blog fico sempre à espera de encontrar um texto assim... longo, quanto mais letras mais me entretenho, escreves deliciosamente e fazes-me sorrir, rir e ficar de boca aberta.
    Não sei se algum dia vais ter estofo para aguentares os ataques que sofres, eu não teria e quando os leio até a mim me apetece responder.
    Mas que seria maravilhoso que podesses aproveitar o teu talento para a escrita, o teu humor e o teu sarcasmo para nos fazeres rir de nós próprios e desta sociedade cada vez mais triste e destas pessoas que tentam ser perfeitas comparando todos com o ideal que têm delas mesmo.
    Portanto, estou com o pessoal aí das 17h16... Força Pipoca!

    ResponderEliminar
  66. Eu estou cá por causa desse registo e já sentia falta dele há algum tempo. Acho ótimo que volte! Quem não gosta que se mude. Parabéns Pipoca :)

    ResponderEliminar
  67. Força Pipoca!
    Estou cá há algum tempo, e por cá ficarei :)
    Adoro o que escreves e o tom com que o escreves.
    Beijinhos, felicidades! :)

    Sofia Costa

    ResponderEliminar
  68. Comecei a seguir o blog, há uns anos, precisamente por adorar a sua escrita, mas nos últimos tempos tenho sentido falta dessa liberdade expressiva. A Ana pode ser boa em muita coisa, mas com as palavras é um génio. Venha daí essa prosa.

    ResponderEliminar
  69. Pipoca,

    Não sou de comentar, mas leio o teu blog desde... que tenho computador, isto, corria o ano de 1564 (mais coisa, menos coisa). Cheguei a ganhar um passatempo, em 2011 ou 2012.
    Sempre, mas sempre adorei ler-te. Tem mais piada agora, que as fotografias não são tiradas de cabeça cortada. Mas tenho pena que não escrevas tanto o que queres, e isso nota-se.
    Deixa-te de coisas: escreve o que queres! O "teu" público agradece. Quanto aos outros? Hão-de se fartar. Até lá, ri-te com isso. Adorava a rubrica do comentador mais parvo... inspira-te nas mesquinhices que colocam aqui... e escreve :) Eu agradeço!

    ResponderEliminar
  70. É sinal que já é uma pessoa importante e infelizmente este país é feito de invejosos, mal amados e como nunca conseguiram nada na vida têm que dar cabo da dos outros. Comparando, vá lá desculpe mas a uma escala menor não vê o que se passa com o Ronaldo? Se está com homens é porque é gay, se esta com mulheres é para disfarçar ou é um mulherengo, se arranja uma namorada ela é isto e aquilo, enfim tudo mas tudo inveja dum homem que se fez à custa de muito trabalho como a Ana. E como dizia o grande CR7 que se foda.Os cães ladram, a caravana passa e a Ana sobe. Beijinhos

    ResponderEliminar
  71. Muito bem Pipoca:)Mesmo ontem comentava com o meu marido,as pessoas colocam posts no facebook que querem dos outros a verdade,sinceridade,etc mas depois se por caso tu dizes és gordo, acho que és assim ou assado;) ficam logo todos ofendidos...no fundo essas pessoas são incoerentes...porque só querem a tal verdade se for algo que querem ouvir...Beijinhos e Muito Sucesso!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  72. May the force be with you!

    ResponderEliminar
  73. Eu apoio mas no fundo fico um tanto intrigada com este post.
    Ontem deixei um comentário a dizer isso mesmo, que sentia (eu e outras pessoas do meu circulo) falta desse tom. Da Pipoca mais verdadeira e menos comercial.
    Não fui mal educada, não fui mal intencionada e mesmo assim o comentário não passou. Acho, portanto, que esta questão de ficar melindrada sem razão é muito um caminho com dois sentidos.
    Alguns comentadores são execráveis e a PMD trata quase todos com duas pedras na mão... acaba por ser um efeito dominó em que ninguém fica a ganhar.

    ResponderEliminar
  74. Eu lembro-me de dizer "Tenho um blog" e todos me perguntarem o que é isso?
    Desde que isto ficou "banal" ficou fácil de perder muitos sentidos. Sobretudo porque não há barreiras para não dar acesso a pessoas sem cérebro com acesso a internet. Mas sabemos sempre que o pior vem de alguém que se intitula como "anónimo". E tão só por isso é cagar e andar. Sim Ana, desculpa a expressão mas este sangue norteno... ;)

    ResponderEliminar
  75. Oh yeahhh !!! Falou e disse !
    Cá estarei, como sempre, leitora assídua :)

    ResponderEliminar
  76. Pois eu tenho é saudades desse antigo registo e dos post de opiniões. Foi por isso que aqui cheguei (há muitos anos), foi por isso que aqui fui ficando!!!
    Pessoalmente, tanta publicidade, passatempos, etc. até me cansa (opinião pessoal porque sei que há muita gente que adora!)!
    Por isso, adoro esta resolução, porque mesmo sabendo e compreendendo que continuará a publicidade e os passatempos (afinal o blogue também é o teu emprego!), é sinal que podemos recuperar um bocadinho do que de melhor tu sabes fazer: escrever com humor!

    http://beauteetgourmet.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. até alguns jornais onlinme para se manterem precisam da publicidade, por essa razão antes de ver um video de uma televisão, aparece uma pub de 20 segundos. São os tempos, o dinheiro não cai do céu. :)

      Eliminar
  77. E assim mesmo mulher !! Só te faltava ser do Norte caragoooooo !! Continua pk ns gostamos de ti como és !!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Merece ser nomeada, por mérito, SEM PROVAS DE AVALIAÇÃO nem cunhas MULHER DO NORTE!

      Eliminar
  78. Leio-te há mais de 8 anos (talvez 9, não me lembro). Admiro-te muito!! Nem imagino o quão mau os comentários podem chegar. Fiquei triste com o que aconteceu com a família, mas que tudo corra pelo melhor e que sejas muito feliz!! Deus está contigo :) "if God is with me who can be against me" :) Be Happy!!!

    ResponderEliminar
  79. Yes! Bem-vinda de volta! Tenho saudades dessa pipoca. De chorar de rir com os teus textos e lê-los a toda a gente. Isto ultimamente andava muito mais mini-saia do que pipoca (não estou a dizer mal da mini-saia mas se eu quisesse ler só sobre moda ia ao blogue dela e aqui tínhamos de tudo). Acho que uma maneira de acabares com tantos haters seria bloquear os comentários anónimos, como este, porque só a preguiça de fazer login numa conta, mesmo que falsa, vai-lhes dar uns segundos para pensarem e, talvez, desistir da vontade repentina de despejar ódio.

    ResponderEliminar
  80. Não ligue PIPOCA isso é gente que só tem uma coisa de si que é inveja má.
    Que trabalhem para ter o que você tem. Caso não queiram que rocem ao cotovelos numa parede que isso passa. Sei que desgasta mas por favor não ceda e venha com tudo.

    ResponderEliminar
  81. Clap, clap, clap! Finalmente, a Pipoca vai regressar à sua essência. Acompanho o blog há uns 8/9 anos e foi isso que me tornou leitora assídua: as histórias e opiniões pessoais, mais ou menos sarcásticas, mas cá sem floreados e mimimis. É isso que os teus leitores fiéis gostam.
    Voto que por cada texto de patrocínios, saiam uns três a comentar atualidades ou mesmo banalidades, são os que mais gosto!

    ResponderEliminar
  82. Vai Pipoca!! Samba na cara deles (as) todos (as)!!!! : )

    ResponderEliminar
  83. Leio o teu blog há anos. Tenho 21. Na altura em que as redes sociais começaram a assombrar o mundo (e a minha infância/adolescência) eras a única "coisa" que preferia ao facebook. Depois de ligar o computador, e abrir a internet explorer, o primeiro a fazer era ir ao teu blog.

    Nunca conheci quem te adorasse e quem partilhasse o meu "amor" por ti até entrar na faculdade. Dizem que a faculdade nos aproxima de pessoais mais parecidas connosco, e eu concordo. Conheci uma data de pessoas que te seguiam. Principalmente uma, que se veio a tornar a minha melhor amiga com o tempo.

    Ontem, discutíamos o facto da Pipoca já não ser a Pipoca (sempre foste um dos mil tópicos de conversa, tu e os teus textos). E hoje, venho aqui só porque sim e leio isto. Fiquei feliz, estou feliz.

    Obrigada!

    (e, pela primeira vez, comento uma publicação tua)

    ResponderEliminar
  84. Pois eu acho muito bem que assim seja. Não acompanho o blogue desde o início, mas há uns meses atrás dediquei-me a ler o blogue desde o seu primeiro post até aos dias de agora, e por acaso comentei que o seu blogue no início era muito mais impulsivo, divertido, sarcástico e irónico! Notei, consoante o passar dos anos, precisamente o que descreveu neste texto! Se calhar quem a acompanhou em tempo real não notou, mas como fiz esta leitura seguida (em alguns dias claro!) nota-se claramente! Continuo a ser uma leitora assídua, e gosto do que leio, senão também não vinha cá (acho que devia ser assim simples!), mas apoio incondicionalmente uma Pipoca como a "iniciada" neste mundo da blogosfera!

    https://jusajublog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  85. Go pipoca, go!! Já pensaste em ir mais vezes a Madrid de autocarro? (Acho que percebes).
    Quando te conheceu a seguir já levavas muitos anos disto (9 para ser mais precisa). Gostei tanto que li tudo o que estava para trás e irei ler tudo o que está para a frente.
    Nunca te esqueças que "Os cães ladram, mas a caravana passa".

    ResponderEliminar
  86. Ana, venho ao teu blog todos os dias e dou por mim por vezes a pensar que de facto há leitores que claramente andam à procura de qualquer coisa para se ofender e arranjar uma grande polémica. As pessoas são diferentes, têm opiniões diferentes e há que respeitar e aprender a conviver com isso. Julgo que não seja fácil lidar com esse tipo de comentário, mas também julgo que esta é apenas uma fase de falta de civismo cibernáutico e que com o tempo as pessoas vão aprender a ler, concordar ou discordar e respeitar as opiniões sem se ofenderem. Apresentar um ponto de vista contrário de sustentado não tem nada de mal, mas com civismo, minha gente.

    ResponderEliminar
  87. A sério que eu muitas vezes vou ver os comentários (já sabemos os temas que são polémicos para as mentes pequeninas) e penso mesmo: Está tudo bêbado????
    Volta Pipoca! A casa é tua, as regras são as tuas e nós somos só o público que adora ironia, sarcasmo e muitos risos contidos na secretária durante a hora do patrão! Quem não gostar que se foda, assim com todas as letras!!!

    ResponderEliminar
  88. Para os que não gostam e já que não se vão embora, aqui fica o conselho: Cagar e Andar para Não Stressar!

    ResponderEliminar
  89. Ana, isso tudo é que distingue as pessoas de carácter e com espinha dorsal. A essência é sempre a mesma, no matter what.

    ResponderEliminar
  90. Estou cá há 6 anos, acompanhaste o final da minha adolescência até ao fim da faculdade, fizeste parte de várias etapas da minha vida...
    O vestido do baile de finalistas, foi com base nos teus comentários aos Óscares, por isso, obrigada pelos elogios que recebi naquele dia e por tantas outras escolhas acertadas.
    Obrigada por me teres ajudado a perceber que ser sarcástica e irónica não era um defeito, era a minha melhor qualidade.
    És uma miúda incrível (fala a cachopa de 21 anos) e depois deste tempo todo, eu gosto ainda mais de ti.

    ResponderEliminar
  91. Eu fico!! E gosto muito do blog e de ti!! E sim, como leitora de outros tempos, tenho também eu saudades de outros textos, outra escrita.
    Força!!
    Um grande beijinho

    ResponderEliminar
  92. E mais nada! 👏👏 Estou desejosa por ler as tuas opiniões sobre os assuntos da atualidade, as tuas opiniões, não a opinião que o publico quer! Força ai na maionese como diria o outro xD

    ResponderEliminar
  93. Eu não me lembro de quando comecei a cá vir parar, mas pelas minhas contas terá sido em 2006 e ainda vivíamos no tempo em que se cortavam cabeças e os nomes se resumiam a uma letra. A minha opinião vale o que vale, nunca comentei nada por achar que não iria oferecer qualquer contribuição (até agora), mas nunca deixei de cá vir. Pronto, é isso. Continua!

    ResponderEliminar
  94. Pipoca são 13 anos de Blog. Só tenho a dizer-te duas coisas:
    SÃO 13 ANOS DE BLOG!!! Já ganhaste estatuto para dizeres o que te der na telha borrifando-te no que os outros pensam.
    Quem gosta de ti e que verdadeiramente interessa, conhece-te!
    Por isso miúda ganha juízo; não percas energia a pensar no que não vale a pena e mantem-te fiel aos teus princípios e aos teus sonhos. Não abdiques deles por ninguém. Ninguem o merece.

    ResponderEliminar
  95. Aleluia
    Tava a ver que nunca mais desemburravas, welcome back Ana, sem medos.

    ResponderEliminar
  96. E quem fala assim não é gaga.
    Quem gosta, gosta. Quem não gosta, não passe cá.

    Ana

    ResponderEliminar
  97. Penso que o mais importante nisto é mesmo manteres-te fiel àquilo que és e àquilo que te faz sentir bem. Vai sempre haver gente a criticar (uns de inveja, outros de desconhecimento, outros a procurar fama às tuas costas), mas penso que se te mantiveres fiel àquilo que és, as críticas que te fazem não te devem afectar.

    Há uns tempos escrevi sobre as nossas escolhas e as imposições dos outros no meu blog, espero que a ajude em alguma coisa, senão fica a referência (http://coachparati.blogspot.pt/2016/11/a-vida-dos-teus-sonhos.html)

    ResponderEliminar
  98. Pipoca, raramente comento mas POR FAVOR cara para essas pessoas que se escondem atràs do anonimato de um pc para serem mal educados, inconvenientes e insultuosos!
    Há coisas que não concordo contigo (poucas) mas admiro a tua frontalidade, o teu sarcasmo e especialmente a tua boa disposição! És um balão de oxigénio no fim de um dia desgastante! Por favor...segue o teu registo! Foi isso que te fez chegar até aqui!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  99. Pipoca, estou contigo! Sempre para a frente!

    ResponderEliminar
  100. Eu não sigo a pipoca há 10 anos....sigo há 5 mais ou menos e tive de fazer uma busca no Google para perceber porque é que toda a gente dizia...'antigamente é que era'...Realmente quando li alguns textos, eram espetaculares, ela parecia que tinha entrado diretamente na minha cabeça e escrevia.... ultimamente só cá venho espreitar quando há algum produto novo que me desperte de alguma marca nova ou conhecida que mostras, porque textos há poucos.... vejo um belo trabalho de marketing e publicidade. Se calhar ultimamente eram uma prioridade. Veremos o que se segue ;)

    ResponderEliminar
  101. Muito, mas muito bom! Sou leitora desde 2004 e fiquei sempre. Lembro-me das fotos das festas em que só mostrava a perna levantada para mostrar os sapatos, do tempo em que não mostrava a cara, do Benfica, dos amores e desamores que todos temos. Mais tarde o Mateus, veio encher o seu blog de caracóis. Um querido. Bem vinda, cá vou continuar. Acho sempre que quem vem destilar veneno, tem uma inveja sua do caraças senão não vinha, não comentava e nada lhe fazia comichão...e até me provarem o contrário será a minha opinião. Arranjem uma vida!

    ResponderEliminar
  102. Devias ter um assistente para varrer os comentários idiotopalermóides! Faz-me espécie uma pessoa perder tempo e sono com gente dessa! Tenho a sensação que há muita gente que vive para criticar e atormentar. Não merecem tempo de antena e muito menos resposta, a não ser que isso te faça escrever um daqueles post super divertidos para rir da cara deles :)

    ResponderEliminar
  103. Boaaaaa. Tinha saudades disso!

    ResponderEliminar
  104. A minha pipoca vai voltar ao registo anterior :-) obrigada
    O melhor humor feminino

    ResponderEliminar
  105. Olá pipoca, não tenho nenhum blogue, raramente escrevo comentários e raramente tenho paciência para ler os milhões de comentários que as pessoas fazem aos textos que públicas! Este é portanto talvez o segundo ou terceiro comentário que devo fazer! Sei que o meu ultimo foi exactamente a comentar que sou uma frequentadora deste teu espaço quase desde o início, mas agora com muito menos regularidade, exactamente porque actualmente escreves muito pouco sobre as tuas opiniões e aqueles textos sarcásticos, passando muito mais pela publicidade e promoção a determinados produtos! Não que não ache interessante a publicidade, porque por vezes é uma forma de conhecermos determinAdo produto, só compra quem quer!
    E a análise que se pode fazer disto é que infelizmente as pessoas deixaram de ser educadas, a educação é coisa do passado, ou então é só para aquelas alturas em que não estamos atrás de um computador, vivemos num tempo em que ter opinião sobre tudo é expressá-la como bem nos apetece, independente se estamos ou não a ofender o outro, é a nossa opinião e pronto...mas as coisas não se deveriam passar desta forma, é bom termos opiniões, é bom lermos opiniões e pontos de vista diferentes dos nossos, mas não temos o direito de insultar e agredir verbalmente só porque nós deu na bolha e porque ninguém nos conhece!
    Compreendo que haja muita gente de mal com a sua própria vida, mas vir despejar aa frustrações para cima dos outros não se entende, além disso podiam aproveitar o tempo que passar a pôr veneno nos comentários e a responder milhões de vezes a mesma coisa a fazer algo de útil! Há gente com muito tempo livre e com muito mau coração, não se entende! Epa quem não quer ler, quem não gosta porque continua a vir ao blogue? Há muita inveja por ai nao?
    Não percebo mesmo.....
    Isto tudo para dizer que compreendo tudo o que escreveste, mas acho que pelas pessoas que te seguem ha tantos anos valia apena voltar um pouco ao que era, aos textos genuínos e engraçados! Expressa as tuas opiniões, senão para que vale este espaço?!

    Beijos
    S

    ResponderEliminar
  106. GRAÇAS A DEUS!!! Sou leitora há 10 anos e ansiava para que este tipo de posts voltassem! Vai com tudo!!! São muito mais os que adoram o teu humor inteligente do que aquele ignorantes que não têm mais o que fazer.
    Ps. Sim, é a primeira vez que comento!

    ResponderEliminar
  107. Já conheço o blog há algum tempo, entro uma vez por outra (o dia só tem 24h e tem que dar para muita coisa), mas julgo ser esta a primeira vez que comento (ou então a memória é traiçoeira! :D )...E faço-o porque o texto tocou-me especialmente, consegui até "sentir" as emoções por trás de cada palavra... Entendo-a. Às vezes dou por mim, nas redes sociais em geral, mais a ler os comentários do que as próprias notícias em si e é com cada um (ou uma)! Muitas vezes comenta-se sem ler tudo, ou então não se compreendeu o sentido da coisa...Há aqueles que são sempre do contra... Mas o que mais me impressiona sempre, é a maldade e o fel destilado nas palavras. A humanidade ainda tem muito que aprender! (alguns pelo menos) Força Ana e não desista de escrever o que gosta e como gosta!

    ResponderEliminar
  108. Sim...toda a gente "que vale a pena" quer ler a "real" pipoca, e é por isso que te lemos ha 13 anos!!! Força nisso!

    ResponderEliminar
  109. Força aí. É isso mesmo.

    ResponderEliminar
  110. À minha escala (mínima) percebo o que dizes. No outro da queria escrever que me apetecia tanto batatas fritas (e entrei num desafio que criei e ando a descrever no blog que se chama 66 Dias Sem Porcarias portanto não podia ceder) que estava capaz de cegar um gatinho bebé para as ter. Claro que tive de me auto-censurar e subtituir por "roía a porta do armário" senão lá vinham as pessoas que não percebem que jamais faria mal a um animal e estou a usar uma figura de estilo para exagerar o sentimento de gula acusarem-me e ameaçar a denúncia à Sociedade Protetora dos Animais...ou talvez atiçassem os seus gatos contra mim numa esquina.


    Enfim, é o que é. Sou toda a favor da liberdade no humor. Força nisso! Eu fico.

    ResponderEliminar
  111. Até que enfim um post à lá Pipoca! Saudades da tua escrita assim.

    ResponderEliminar
  112. Zimbora!!! É mesmo assim! Acho que, ao não concordarmos com alguém, não há necessidade de atacar, enxovalhar, denegrir, maltratar, ofender. E, de facto, vê-se muito disso por aqui, infelizmente. Nestes últimos tempos em que o blog esteve "mais apagado" por força das circunstância, tive saudades da Pipoca. Da verdadeira Pipoca. Por isso, venham de lá esses textos, concordemos ou não com eles, mas sempre, SEMPRE, de forma educada e sem ofensas! Vamos nessa!!

    ResponderEliminar
  113. You rock. Não sigas a manada. Sê tu mesma, com sensatez claro (que tens), apaga sem dó nem piedade os insultos e os comentários maldosos e torcidos que nem valem que gastes 1 min a pensar neles. Sou leitora assídua, venho ao blog para me divertir. Nem sempre me interessa o que escreves, mas gosto muito do modo como escreves, mesmo quando o assunto me interessa zero (moda e ben-blarg-fi-blarg-ca). Todos os outros posts compensam. Portanto, boa decisão, bom desabafo, bola prá frente! :)

    ResponderEliminar
  114. Ana, gosto desta parte "No máximo, serei uma pessoa com um sentido de humor um tanto ou quanto peculiar."...é por isso que gosto tanto do teu blog...
    Compreendo o que dizes e sendo figura publica deve ser complicado mas no fundo é mesmo isso, seguir em frente e escreveres o que te apetece porque este espaço é TEU e quem não gostar, azarinho, procure outra ocupação!
    Continua

    ResponderEliminar
  115. Ana, não sei se aguentava o que aguentas, mas se te for possível, eu, como leitora, agradeço muito... muito mesmo!! Adoro o humor e o sarcasmo que transparece na tua escrita, adoro a empatia e a proximidade que os teus textos criam! Acima de tudo, admiro a tua coragem e força! Obrigada pelas gargalhadas que me proporcionaste, pela companhia que me fazes. Acredito que tens um dom e que nos enriqueces a todos quando o partilhas. Um bem-haja por existires!

    ResponderEliminar
  116. Concordo a 300% contigo Ana!!
    Raramente faço comentários (apesar de te seguir quase desde o início do blog) mas queria mesmo dar-te a minha opinião. Sempre adorei o blog, por ser sarcástico, corrosivo, com textos amalucados que me fazem rir...nos últimos tempos confesso que, mesmo passando por cá todo o santo dia, perdi um pouco o interesse porque acho que tem muito menos textos com a tua opinião (gostem ou não, temos pena, a "casa" é tua) com acontecimentos do teu dia-a-dia, histórias do Mateus, do Manolo...sei lá, o que te apetecer.
    Depois deste texto espero que voltes no teu melhor, sem filtro, sem preocupações! Tenho saudades desses tempos ;)
    Beijinho e tudo de bom

    ResponderEliminar
  117. Há doze anos que estou deste lado e mesmo quando a Ana apareceu, nunca deixei de sentir toda a essência de uma Pipoca que nunca me soube a requentada!...
    ...E para bom entendedor, meia palavras basta!
    Espero que este espaço te continue a realizar, porque quem gosta verdadeiramente da Ana, vai entender todas as vezes em que deixas a Pipoca nas entrelinhas!
    Beijinhos
    Susana Cunha

    ResponderEliminar
  118. adooooo !
    eu vou ficar e como é óbvio depois deste post ainda gosto mais do blog e de si Ana :)
    Tudo de bom ... beijinhooo

    ResponderEliminar
  119. Sinceramente ja estive para deixar de vir ao blogue precismente porque o que me fez adorar este blogue em primeiro lugar foi a tua escrita, sarcasmo etc. Nos ultimos 2 anos achei que faltava o cunho da Ana, que foi o que fez este ser um blogue de sucesso. Fico contente que o blogue volte as origens.

    ResponderEliminar
  120. Sou sincera, sou leitora muito antiga (ainda andavas por Madrid a fazer sei lá o quê), já segui religiosamente, e já há muito muito tempo (um anito talvez) que não vinha o blog. Perdi o interesse, deixaste de ser tu. Vim cá hoje porque como sigo no Facebook e sempre gostei dos posts a desancar os haters, vi o link e achei que era um desses. Para mim voltar ao que eras são óptimas noticias. Moda não me interessa, por isso a maior parte dos artigos deixou de me apelar. Passatempos, nunca ganho nada, já nem me dou ao trabalho. Publicidade,faz parte, tens de ganhar a vida, mas dá me comichão quando é de enfiada... Enfim, se calhar vou dar o olho mais vezes. Força.

    ResponderEliminar
  121. É isso mesmo Pipoca! Já tenho reparado que não há NADA que tu digas que não suscite pelo menos um comentário indignado. Qualquer coisa do tipo:

    Pipoca: Olhem, hoje está sol.
    Pessoa arbitrária: Está sol?! Olha, aqui em *inserir sítio arbitrário* está mas é a chover! Estás para aí a gabar-te do solinho e nós aqui a trabalhar no duro! Que boa vida que tens, não fazes nenhum e ainda esfregas isso em cara das pessoas. Está sol, olha-me esta...

    É um fenómeno bizarro. Toda a força para o ignorares e escreveres o que te apetece :)

    ResponderEliminar
  122. "Porque por aqui, meus amigos, a tendência será sempre para piorar." É precisamente isto que quer!!! É como a idade, cada ano que passa sempre a pior, e quem gosta de te ler, e eu falo por mim, é mesmo pelo teu sentido de humor com o qual me identifico e acho brutal, do melhorzinho que pode haver!!! Go Pipoca Go, eu por cá vou continuar (não sei se chega para te manter o blog, mas deve de haver mais pessoas horríveis como eu que adoram o teu sarcasmo) Kiss

    ResponderEliminar
  123. Soluções não tenho.
    Confesso que desde que comecei a seguir o blogue que o fiz pelo registo humorístico, corrosivo e sarcástico. Os meus textos preferidos sempre foram os que reflectem a sua opinião crítica e pessoal - até porque parecem menos pensados e com menos filtro. Confesso que tenho sido muito pouco assídua desde que identifiquei essa questão da autocensura heterojustificada de um sentido de humor peculiar, que é, para mim, o que a distingue e justifica esse crescimento.

    Como comecei por dizer, soluções não tenho. Mas espero que encontre. Primeiro porque a quero bem. E depois porque o leitor não acéfalo compreende o que é genuíno e o que é censurado. O leitor não acéfalo gosta de si mesmo que não concorde em absoluto ou com tudo. Aliás, o leitor não acéfalo até gosta de não concordar sempre e poder pensar sobre isso.

    Infelizmente talvez quem mais a aprecie acabe por fazê-lo em silêncio - culpa assumida. Mas estamos aqui e acredito eu, somos a maioria.

    Beijinho nortenho (;

    ResponderEliminar
  124. Ao ler este blog, Já ri tanto, mas tanto... e já me emocionei tantas outras vezes também. E o que sinto é uma enorme saudade desses tempos.
    Claro que as pessoas evoluem, ficam diferentes com o passar do tempo... Mas uma coisa é certa, nunca ninguém conseguiu agarrar um leitor tão bem como a Ana.
    Volte a escrever como antes, sem medos.
    Deste lado, quem lê o que escreve e gosta, conhece a essência do que criou e continuará sempre consigo.
    O resto da muita gentinha que por aí ainda, sinceramente, não interessa nada, não acrescenta nada ao mundo, ao país, nem mesmo a elas próprias.
    Por isso toca a escrever como antes... E (mais uma vez) acredite, Os que estão consigo irão apoiá-la. Sempre. :)
    Beijinho
    Dora

    ResponderEliminar
  125. Pipoca, leio-te desde que participaste na rubrica 'o meu blogue dava um programa de rádio', da rádio comercial. Despretensiosa, sem grandes filtros, acutilante, sarcástica, e sobretudo honesta. Há sensivelmente meio ano deixei de passar pelo blogue. Não foi uma decisão premeditada, aconteceu. As visitas começaram a tornar-se cada vez menos regulares, e sem que tivesse consciência disso, o teu blogue deixou de fazer parte da minha rotina cibernética. Mas foi há bem mais de meio ano que deixei de te ler, Pipoca. Já não escrevias faz tempo! Porque este texto foi sem dúvida 'apipocamaisdoce' que escreveu, aquela que assinava com o nome todo juntinho, merece o meu primeiro comentário em 10 anos. Desculpa a lamechice, mas não fazes idéia de como é incrível ter-te de volta!

    ResponderEliminar
  126. Não consigo imaginar o quão difícil deve ser estar constantemente a receber comentários negativos e insultuosos mas é com este tipo de posts, e com os comentários que aqui tens, que tens de perceber que quem realmente gosta do blog continua a vir aqui regularmente e os que não gostam que se vão foder. É mesmo assim!
    Já pensaste em retirar a possibilidade dos comentários nos teus posts? Digo isto porque te poupavas a ti a muitos insultos e, falando por mim que venho cá há muitos anos e é para aí a segunda vez que comento, não acho necessário que haja espaço para isso.
    Beijinho e continua a ser aquilo que eras quando decidiste criar este blog!

    ResponderEliminar
  127. Eh Lecas. Estamos prontas e prontos para nos rirmos à bruta. É verdade que fechar a caixa de comentários é chato, mas pouparia muito cabelo branco.
    Seja como for... YEYYY!!!

    ResponderEliminar
  128. 1º Acho que o blogue perdeu qualidade pelo simples fato de ter demasiada publicidade. Pelo menos para mim que deixei de vir cá tantas vezes.
    2º Pelo que escreves infelizmente haverá sempre gente parva a insurgir-se , a criticarem, com inveja ( sim meninas, inveja ) e outros que por desocupação massacram quem faz pela vidinha.

    Para mim o blogue só peca por tanta PUB ( sou uma chata com isto ) e deverias sim voltar a um registo de escrita mais teu, talvez mais destemido. É a minha opinião, vale o que vale mas já vim aqui muitaaaaas vezes ler-te.
    C.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É normal que a Ana, que deixou o seu trabalho de jornalista para se dedicar ao blogue, tenha que ter a componente de publicidade para assegurar os seus rendimentos. A meu ver isso não tem nada de mal, desde que tenha também aquele traço mais sarcástico e os textos mais opinativos e com piada que tinha no início.

      Eliminar
  129. Isso é que é falar!!!! Pipoca venho cá todos os dias, várias vezes ao dia porque gosto de ti como és. Quem visita frequentemente o teu blog sabe que és assim e gosta de ti assim. Quem não gostar que não coma.. Tem bom remédio. Não venha. Beijinhos e muito sucesso!

    ResponderEliminar
  130. Eu não ando por aqui há muito tempo mas quando cheguei li alguns dos primeiros textos e notei uma diferença enorme! Diverti-me imenso a ler os primeiros textos, aqueles que nem comentários tinham ainda. Mas é normal (e pena) que as coisas não possam ser como antes, com os leitores vem a auto-censura e o pensar muitas vezes no que se vai escrever. Eu percebo perfeitamente. Não é por nada é mesmo por falta de paciência.
    Mas as pessoas são pessoas e más ou boas, existem em todo o lado. Nos blogues e na Internet em geral, podem ser ainda mais estúpidos porque têm assistência ( e anonimato) e, infelizmente uns atraem os outros e quando vais a dar por isso passas demasiado tempo a filtrar parvoíces. Desejo-te sorte e muita genica mental. :P

    ResponderEliminar
  131. Simmmmm! Visitar e ler o que é escrito aqui já se tornou rotina por isso fico feliz em ver o registo antigo do blog voltar porque a pipoca sarcástica e Sem papas na língua é a melhor .... Força Pipoca és maravilhosa U go girl ������

    ResponderEliminar
  132. Olá Pipoca!!! Há meses que sinto a falta dessa Pipoca! Leio o blog religiosamente desde 2008 ou 2009... E faltava cá a Ana dessa altura! Claro que essa Ana cresceu, mudou, mas se a essencia está lá, é lá que deve voltar!!! Eu acho que os verdadeiros apreciadores sentem a falta! ;) beijinhos Nádia Valente

    ResponderEliminar
  133. Finalmente!!
    Tenho 25 anos e leio-te para aí desde os meus 16 anos. Desde as fantásticas crónicas no extinto 24Horas (lembras-te?). Sempre apreciei pessoas com o teu sentido de humor peculiar e por isso tantas gargalhadas me arrancaste. "Vi-te" crescer. No blogue, nas agendas, nos livros, nos vernizes e em tudo o resto. Sempre foste uma inspiração enquanto mulher. Tanta na moda como na lutadora que és. Provas que arregaçando as mangas conseguimos tudo. E fui achando que o blogue estava a perder a "essência pipoca". E fui achando triste que a paixão com que escrevias fosse amordaçada pelos atrasados mentais que se ofendem com tudo. Quantas vezes pensei "Então mas isto é só gente doente, Implicativa, que vê mal em tudo, foda-se... Não há paciência".
    Acredita que quem te lê desde sempre sabe os valores que tens.
    Sabe só que um dia também quero correr uma maratona e terminá-la a ouvir a "Pompei" Dos Bastille.
    You Rock Girl!

    ResponderEliminar
  134. Pipoca.. Não serve de nada.. Nem lhe acrescenta muito, mas gosto de si! Quando descobri o seu blog há uns anos fiz questão de o ler desde o inicio - e que bom que é deixar nos acompanhar o seu crescimento!

    ResponderEliminar
  135. Já a leio a vários anos e ultimamente não tanto, digamos que estou no grupo das indecisas. O blog tem perdido a meu ver interesse. Tenho pena, sinceramente te.
    Bem vinda de volta carrie bradshaw portuguesa ;)
    Estou confiante!

    ResponderEliminar
  136. Sou um dos pequenos póneis originários, leio o blog desde o início e venho cá todo o santo dia (menos ao fim-de-semana, vah...). Gosto de todos os registos que foi tendo e percebo que seja necessário algum "compromisso": mesmo que não seja pelos leitores chanfrados, pode ter que ser pelos patrocinios que faz, pelas marcas e empresas por quem a Pipoca dá a cara, pelas causas a que se associa. É dificil viver no mundo sem alguns "constrangimetnos". Mas é absolutamente necessário procurarmos a liberdade mesmo nestes constrangimentos, e continuarmos a Ser (no sentido de existir, por oposição uma anulação). Acho que o texto é válido não só na sua profissão mas, provavalmente, em quase todas as outras (e para a vida em geral, não só para a vida profissional).
    É sempre bom perguntarmo-nos: serei, neste ponto, neste momento, verdadeiramente livre (mesmo aceitando alguns necessários constrangimentos)? Só por isso, já aplaudo de pé o texto!
    E, depois, aplaudo também pelo que anuncia: se for para se sentir mais livre, mais a "Ser", cá estaremos e seremos, certamente, mais do que os que não estarão!

    Força nisso! Bela lição de liberdade!

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  137. Já ganhei o dia!
    Finally Pipoca is back!
    Tão bom, tão bom, tão bom!

    ResponderEliminar
  138. Ana, acabei de fazer 33 anos e gostaria que, aproveitando que o blogue parece voltar ao registo inicial, escrevesse um pouco mais sobre as mulheres nos 30s, nomeadamente relações, gestão de casamento, ter ou não ter filhos, conciliar carreira e maternidade, emigração etc.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porra! Querem coaching pessoal on line?? LOLLL Há limites, parece-me....

      Eliminar
  139. Finalmente, caralho! Já não era sem tempo. Já perdi a conta aos anos que te leio...10?! Deve ser. E quando comecei fui até ao início, aos posts de Madrid, etc. Varri tudo e sempre adorei o que escrevias. Agora, há um par de anos que ando afastada porque isto passou a ser uma exposição de roupas, viagens e pouco mais... o conteúdo que nos apaixonou, desapareceu! Espero ver a Ana corrosiva, sarcástica de novo. Como vi no Roast da Sic Radical. Adorei! E também a Ana simples que ia contando a sua vida, amores e desamores, desafios profissionais, etc. era disso que gostávamos porque, de algum modo, as pessoas encontram alguma identificação com quem escreve e é isso que aproxima os leitores. FORÇA! Não ligues a críticas, não ligues a virgens ofendidas! Dá-lhe! Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :D :D :D

      Já eu, acho que ela deve ligar. Primeiro, porque não é uma máquina - e sente, claro - e segundo, porque é sempre uma boa oportunidade para, sarcasticamente, convidar essas pessoas a ir tomar no *ú!

      :D :D :D

      Eliminar
  140. No início do teu blog seguia-o atentamente, diariamente. Deixo-te um comentário que espero que seja construtivo mas nem sequer sei se o vais ler: deixei de ler o blog porque:
    Ponto 1: não tenho carteira pra tanta calça, tanto brinco, tanta mala, tanto sapato, e o teu estilo nem é dos meus favoritos (sou mais insossa como a Maria Guedes Lisboa).
    Ponto 2: não há pachorra pra tanto post da vida privada.. então sobre o Mateus.. eu que não tenho filhos.. não te admito nem mais um post sobre o divórcio, o do colchão está uma pérola e tem de ficar assim.
    Ponto 3: pareces a Cristina Ferreira, não queres um blog, queres uma marca...
    Sinto saudades de ver aqui notícias do dia-a-dia, com a tua opinião, o teu cunho, que chames a atenção para a reciclagem, o comércio justo, o cinema, notícias úteis, que façam as pessoas melhorarem, aprenderem! Eu vinha aqui porque aprendia sempre qualquer coisa.. e depois deixei de vir..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deixou de vir, mas veio logo no momento em que a Ana fez este post. Que pontaria tão boa!

      Eliminar
    2. que chames a atenção para a reciclagem, o comércio justo, o cinema, notícias úteis, que...

      mas porque carga de água querem que a mulher faça e escreva o que vocês querem ler, mó?

      vão caçar pokemons, diabos! dasse, há *ú que aguente isto?!

      Olhem, eu quero é que as marcas lhe paguem 10 vezes mais. É que, para a amostrazinha que se vê aqui, fónix, até o peso da estátua do marquês não paga!

      Eliminar
    3. Ana Pinheiro tem a certeza que guma vez leu este blog?

      Eliminar
    4. Ah ah! "Não te admito", muito bom.

      Eliminar
    5. Não consigo perceber esse ponto 2. Falar de casamentos divórcios filhos educação saúde politica são temas da nossa sociedade. A Ana pode não se rever num post sobre o Mateus mas muitas pessoas com filhos podem. Como a pipoca diz isto é um blog pessoal e,como tal é normal que fale do filho.

      Joana

      Eliminar
  141. Pipoca sigo o teu blog há 10 anos para aí. Descobri-o por acaso e desde aí nunca mais o larguei. Ainda me lembro do quanto me ria com os textos sobre o ódio ao dia dos namorados, sobre (não) lavar as mãos nos WC públicos, sobre a tua jornada em Madrid. E sim, hoje em dia é diferente, não há a espontaneidade e a aleatoridade que antes havia, mas continuo a adorar o blog, a admirar a evolução ao longo dos tempos e a ficar feliz pelo teu crescimento. E ainda me rio com alguns textos. Mas essencialmente o que me fez ficar sempre foi o ter sentido que "crescemos" juntas e que apesar de diferente, ainda é a mesma Ana que está aí desse lado. Se há pessoas que querem perder o seu tempo com coisas que não gostam e destilar más energias, é um problema que é delas. Eu sei que não é fácil lidar com isso na pele (até porque tenho uma profissão em que passo por isso constantemente), mas o que me faz deitar de consciência tranquila e feliz, é saber que não mudaria quem sou, não desejaria ser diferente nem estar noutro lugar, saber que tenho saúde e pessoas que gostam e se importam comigo. E isso é mais do que os que te tentam deitar abaixo têm. Por isso, bola para a frente, escreve o que te apetece e os raivosos que se fodam, que a vida deles já é má de qualquer forma, por isso têm o que merecem. Beijinho, força e terás sempre aqui esta fã

    ResponderEliminar
  142. É isso mesmo Pipoca, estou contigo!!

    ResponderEliminar
  143. Cláudia Azevedo17 janeiro, 2017 20:28

    Sigo desde sempre e adoro! É muito estranho sentir tanto carinho por alguém que não conheço, mas é isso mesmo que sinto. Grande estima por si! Não há praticamente 1 dia na semana, em que não a espreite! O seu bom humor e sua escrita tão característica fazem-me querer lê-la (para) sempre. Obrigada Pipoca! :) Não desista.

    Beijinhos,
    Cláudia

    ResponderEliminar
  144. Já leio este blogue desde os meus 12/13 anos e passados 8 anos ainda aqui estou e não tenho intenção de abandonar a tua escrita maravilhosa! You go, Pipoca!

    ResponderEliminar
  145. Gostei muito do seu tex to, compreendo muito do que diz. Estou absolutamente de acordo que qualquer comentário a insulta-la ou a armar-se em chico esperto é de ignorar, é de mandar ao lixo e é desprezível. Vem aí um mas, obviamente...
    Relativamente à parte do humor, é verdade, é uma profissão de alto risco. Mas o que os humoristas ainda não perceberam é que não podem dizer o que quiserem e mascararem como "piada". Ou podem, mas têm de levar com as consequências. Ou seja, se vão dizer uma coisa racista ou sexista, mas hahaha brincadeirinha, epá, não deixa de ser racista ou sexista na mesma, certo? O que eu acho que não se compreende, e se calhar ninguém compreendeu até às redes sociais, é que a liberdade de expressão é uma rua de dois sentidos, e se alguém diz algo, o mais provável é haver uma reacção. E essa reacção, tal como o que nós dissemos anteriormente, não pode ser impedida.
    No entanto digo isto apenas como uma nota, eu acho que dos seus textos podem surgir boas discussões, desde que os seus leitores estejam abertos a tal e a própria pipoca também! Tudo o que seja comentário de merda... mais vale nem aparecer por aqui!

    ResponderEliminar
  146. Pipoca, nunca vais conseguir agradar a toda a gente por mais que queiras. A vida é mesmo assim. E o que tu podes fazer é tão fácil: FAZ O QUE TU GOSTAS E ESQUECE O RESTO! A maioria vai continuar a adorar-te! Queremos esse humor negro que há em ti cá fora eheh. Força! (E olha para estes comentários, tanta gente que gosta de ti). Os anónimos que dizem mal são só mulheres invejosas e às tantas são só meia dúzia delas que se dão ao trabalho de fazer vinte comentários cada uma só para parecerem muitas. GO PIPOCA, GO! És linda :)

    ResponderEliminar
  147. Fátima Teixeira17 janeiro, 2017 20:47

    Ana, sigo o blog desde 2013 e desde então não consigo deixar de vir cá pelo menos 1 vez por dia. Gosto imenso de ler tudo o que escreves, todos os temas que abordas. Continuarei certamente a seguir o blog. Beijinhos

    ResponderEliminar
  148. Ana, escreve-lhe alguém que não tem jeitinho nenhum para a escrita, o único blogue que teve foi na faculdade e porque teve mesmo que ser mas que tem imenso jeito para leitora. Adoro ler. Sejam blogues, livros, jornais, revistas, folhetos do pingo doce e lidl, frascos de champô quando estou no WC... Não lhe vou dar conselhos porque acho que não precisa mas permita-me fazer uma sugestão. Não publique os comentários odiosos, se optar por publicar alguns como tem feito até aqui não lhes dê tempo de antena. Responda aqueles que a valorizam, que a seguem há anos, que gostam de si. Com esses sim vale a pena gastar o seu teclado. Nem que seja um obrigada. Acredite que alguns ficariam mesmo muito felizes por esse bocadinho de atenção. Digo eu! É só mesmo a minha opinião. Deve ser a terceira ou quarta vez que comento o blogue mas venho ler frequentemente. Umas vezes gosto do que leio, outras adoro, outras não gosto tanto... Faz parte! Continue a fazer o quê lhe dá prazer e também dinheiro, obviamente. Afinal é a sua profissão. Haverá sempre quem fale mal mas, seguramente, serão muitos mais os que gostam do seu trabalho. Muitas felicidades e um beijinho

    ResponderEliminar
  149. Verdade seja dita, não faço a mais pequena ideia de quando comecei a ler o seu blog. Não me recordo de haver fotos da sua cara na altura, mas sei que tinha uma pequena crónica no jornal 24 horas (se não estou em erro) que eu lia aos domingos à tarde quando ia para casa dos meus avós (que tinham lá o jornal que o meu tio trazia). Sei que foi isso que me fez vir, mas foi a sua maravilhosa escrita, o seu humor "peculiar" (que eu adoro e tão semelhante ao meu) que me fizeram ficar. Agradeço que não sucumba a quem a quer derrubar. Obrigada por estes anos de boas gargalhadas!

    ResponderEliminar
  150. Andreia Almeida17 janeiro, 2017 20:55

    É assim mesmo pipoca sou sua seguidora a muitos anos que até já perdi a conta, só tenho a dizer que sou sua fã devido a sua essência, que coloca no seu blogue e nos seus textos. O que se pode dizer é "beijinho no ombro para as recalcadas" continue assim e força.😆🤗

    ResponderEliminar
  151. A pipoca que gosto de ler está de volta! Menos moda e publicidade e mais humor e sarcasmo! Venham de lá esses posts!

    ResponderEliminar
  152. No fundo o que a Pipoca sente falta é da espontaneidade, de escrever com os sentimentos sem os racionalizar. Da ingenuidade que tinha e da consciência que ainda não tinha. Consciência quer do alcance das suas palavras, quer do crescimento do blog.
    Creio que não será possível voltar ao que a Pipoca era no início. Isso significaria que a Pipoca voltava a ser a mesma e depois de tanta coisa já vivida, nem creio que seja humanamente possível. Pode-se sempre fingir, claro, mas já não é a mesma coisa, porque já não se sente da mesma maneira.
    A Pipoca evoluiu. E claro, mudou. Se evoluiu da forma que queria? Se calhar até para além do que imaginava. Se mudou como pretendia? Neste ponto é que me parece que não. À medida que vamos evoluindo, a parte mais difícil de controlar, é o da forma como mudamos durante essa evolução. E mudamos por muitas razões e nem sempre por nós e sim pelos outros e para os outros.
    Creio que neste momento a Pipoca esteja numa fase de tomada de consciência, do que na sua vida mudou e não lhe agrada. O que por si só é bom!
    Daí ter escrito este desabafo. Mas até este desabafo me pareceu cheio de justificações, assim como que a pedir aprovação do tipo "quero voltar a ser como antes. por favor deixam-me?". Pareceu-me. Posso estar enganada, mas não creio que o problema sejam os trolls e afins...
    Desejo sinceramente que tudo lhe corra pelo melhor e que consiga continuar a evoluir, mas sem se preocupar tanto em agradar aos outros.

    ResponderEliminar
  153. Eu gosto, leio todos os dias e vivo muito bem com as (poucas) opiniões contrárias à minha.
    Eu fico!

    ResponderEliminar
  154. Primeiro estranha-se, depois entranha-se! Go girl! <3

    ResponderEliminar
  155. Pipoca, muita saúde para continuar a ser quem é! Força, nunca desanime e siga em frente, você é uma guerreira e vai continuar a sê-lo, tem aqui muitos seguidores que a adoram, os outros não interessam, nem lhes dê importância. É tempo perdido, pode crer. Beijinhos e seja sempre quem é, cá estarei sempre a apoiá-la, FORÇA!

    Manuela

    ResponderEliminar
  156. A vida é mesmo assim. Temos que ouvir o que gostamos e o que nao gostamos. Tb podemos dizer o que gostamos e nao gostamos. Simples! Sou mto 'desbicada' e por vezes perco por ser assim. Mas, paciência. Nao me calo qdo ha injusticas. E tu, ana García Martins, acho que fazes muito bem em manter o teu registo. Incomodam-me as pessoas que guardam a opiniao só pq se tentam resguardar das consequencias. Cada profissao tem os seus aspectos negativos e positivos. Nao conheço uma única pessoa que nao reclame de alguna coisa no seu trabalho. Tb tu, Aba, tens que aguentar e saber lidar con isso. Fechar o blog nao é solucao. Se é o teu trabalho, tens que saber lidar con o bom e o menos bom. Tudo de bom. Continua assim. Gosto de pessoas sinceras.

    ResponderEliminar
  157. Leio-te desde 2006, e à medida que fui crescendo fui gostando mais de te ler e saber interpretar. Já escreveste coisas com as quais discordei, que me irritaram, já te achei parvinha e arrogante. Já houve coisas em que pareceste pirosa, e alturas em que tive inveja.

    A verdade é que tal como a nossa família ou amigos, podemos gostar muito de alguém e haver certos traços, palavras e atitudes que gostamos menos, é normal, é assim mesmo. Os comentários que fiz, nunca venenosos, maldosos ou insultuosos, fiz sempre de forma aberta e identificando o meu blogue. Isto para te dizer que respeito o teu trabalho e a tua inteligência, e que apesar do que escrevi atrás, também já dei gargalhadas, me comovi, me surpreendi, me inspirei e sempre soube que eras bem formada. Continua sempre a escrever e, espero ler-te por muitos mais anos. Que sejas sempre feliz e grata e que os momentos maus sirvam de inspiração para os textos mais corrosivos ou tristes.
    Raquel do asinhas de frango

    ResponderEliminar
  158. Volta Pipoca... sou das antigas e tenho saudades dos velhos tempos.

    ResponderEliminar
  159. Aos que gostam... não é preciso pedir para ficar. Estão sempre cá. :)

    Â-ni-mo! (e tesoura na lígua, sff! :P)

    ResponderEliminar
  160. 8 years and counting ✌🏻️😜🙏🏻❤️️

    ResponderEliminar
  161. Quando te li pela primeira vez (ano da Graça de 2005) tive de pegar no teu blog e lê-lo de uma ponta à outra.
    Acho que, tal como quem desenha tem de perceber bem o mundo para o decompor perfeitamente em traços, também quem escreve tem de saber transformar os pensamentos em palavras que mostrem as coisas como as pensamos e não dizemos. Penso que foi o que me fez gostar de te ler.
    Ao longo dos tempos as coisas foram mudando e confesso que fui perdendo o interesse, principalmente pela parte "comercial" da coisa.
    Gostei de ter passado aqui hoje.

    ResponderEliminar
  162. Força Pipoca! Estou a aguardar o regresso!

    ResponderEliminar
  163. Ohh Ana se soubesses como eu e mais uma carrada de pessoas (tenho certeza) se tu soubesses como ficariamos gratos se tu voltasses à tua liberdade de escrita e de opinião, não hesitavas! Leio este blog há anos, talvez o primeiro blog que li em toda a minha vida, comprei os teus livros todos, volta cá sempre que há um post novo e volto sempre à procura desse teu registo peculiar. =)

    Esta seguidora na Suiça vai continuar por cá com certeza!

    www.anafernandes.ch

    ResponderEliminar
  164. Realmente acho que imensos comentários denotam uma limitação que acho quase difícil de aguentar tanto tempo, exactamente por toda a distorção, por toda a ausência de compreensão. Faria e provavelmente faço o mesmo no dia a dia: refrear certas opiniões menos mornas só para não ter de as justificar. Mas a propósito disto tenho de dizer...gostava mesmo muito de quando escrevia de forma mais pessoal, menos passatempos, mais banalidades, mais ilusão de que a conhecíamos. Beijinhos e não se deixe desanimar, acabam por ser especialmente os idiotas que a incomodam que mais contribuem para o seu sucesso.

    ResponderEliminar
  165. Lembra-se de uma leitora que enviou um livro seu para o Cambodja? :)

    Lembra-se das fotografias que recebeu com o seu livro, nas mãos dos habitantes locais? E que até houve quem dissesse que era photoshop? :D (não era, juro. Amiga que trabalha em ONGs - ganhou o prémio e tudo)

    Olhe que não me importo nada de enviar livros de igual teor para locais ainda mais sui generis! :)

    [p.s. mas desta vez, para ter o livro assinado, já não vou precisar de lhe pedir um endereço que a Pipoca diz que vai dar e depois... esquece-se! :P desta vez, é ir ao lançamento; força nisso! ;)]

    ResponderEliminar
  166. mariana simões17 janeiro, 2017 21:43

    sou uma ponei de 56 anos. gosto muito de ser uma ponei da Pipoca
    já fui muito feliz com este blog.esperava ansiosa novo post para me sentir feliz.para não leres coisas feias fecha o blog aos anonimos por favor.
    ah e faz o favor e ser feliz ,por ti e por mim

    ResponderEliminar
  167. Volta pipoca, precisamos de ti bem, feliz e com vontade de escrever como antes. Obrigado por seres assim :)

    ResponderEliminar
  168. Pipoca sigo o seu blogue a uns 4anos, na altura uma pesquisa no google levou me ao seu blogue, adorei de tal forma, se fui o ler todo (sim,era uma pessoa com muito tempo livre ahah).
    Era a típica "maluquinha" sempre a ansiar um post novo. Mas nos últimos tempos isso não acontece, continuo a seguir tanto aqui como nas redes sociais, mas já não há aquele entusiasmo que havia. A Pipoca de antes perdeu-se, e às vezes parece um texto escrito por um qualquer, sem a sua essência. Acredito que tenha sido essa sua essência, esse seu jeito natural para o sarcarmo, que eu tanto adoro,que a levou onde está hoje. Não perca isso. Os mal amados que parece estar em casa a espera de posts para soltarem a sua frustração não são importantes.
    Eu sei que há comentários que podem ferir realmente, mas faça assim, quando começar a ler e falar mal, elimine sem sequer se dar ao trabalho de ler até ao fim. Fuck a censura, Fuck a liberdade de expressão, o blogue é seu, tem direito a lá ter o que só quer.
    Volte. Daquela maneira que boa habituou e que nos prendeu, de tal forma que passamos a gostar de si de tal forma, que faz sentir que a conhecemos verdadeiramente e que é quase da família, por mais parvo que isso possa parecer.
    Um bem haja!

    ResponderEliminar
  169. Parabéns pelo seu trabalho, o seu blog e o melhor, continue por favor

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis