Pub SAPO pushdown

Fui a Samaná e voltava... já!

terça-feira, setembro 20, 2016


A viagem à República Dominicana já andava a ser programada há mais de um ano mas, por motivos vários, teve de ser adiada algumas vezes. Já achava que a coisa estava embruxada, havia sempre algum percalço, mas desta vez é que foi. E foi tão bom, tão bom, tão bom, que apesar das milhentas horas de voo, me enfiava já num avião para voltar outra vez. Tenho várias coisas para vos contar e durante as férias vocês também me foram fazendo várias perguntas, por isso deixem-me lá orientar para ver se não fica nada por dizer. Vamos lá embora:

Porquê a República Dominicana?
De todas as ilhas das Caraíbas sempre fui ouvindo dizer que as praias da República eram as melhores. Só conhecia Cuba e, efectivamente, não achei a praia assim naaaaaada do outro mundo, mas também fomos em Janeiro e o tempo não estava para grandes loucuras. Tinha curiosidade em relação à República, mas também um pezinho atrás, porque já me tinham dito que era uma confusão, uma espécie de Armação de Pêra em Agosto. Ora a malta não está para atravessar todo um oceano para ter de andar a pedir licença, em várias línguas, para estender a toalha. Vai daí, escolhemos ir em Setembro, uma época mais tranquila, e preferimos Samaná a Punta Cana, porque nos avisaram que era bem mais calminho. E era mesmo. Não havia confusão em lado nenhum, não havia filas nos restaurantes, tínhamos sempre dúzias de espreguiçadeiras à disposição na praia e na piscina, todo um sossego. Viajámos com a agência I Go Travel (que, entre todas, nos pareceu a que tinha opções mais vantajosas) através do operador Soltour.





A viagem fez-se bem ou tiveram de enfiar o Mateus no porão?
Confesso que ia com MUITO medo, porque era a primeira viagem de longo curso do Mateus e eu já estava a vê-lo a passar-se da cabeça, a atirar tabuleiros pelo ar, a correr pelo avião aos berros ou a morder nas hospedeiras. Felizmente, as minhas piores premonições não passaram disso mesmo. Fui precavida, enchi uma mochila com coisas para o entreter durante a viagem (bonecos, um tablet carregado de desenhos animados, livros, etc e tal) e ele portou-se como um santo. Quando não estava distraído a brincar, estava a dormir, por isso mal se fez ouvir. Para lá a viagem foi uma verdadeira estopada. Fomos de Lisboa para Cancun, estivemos duas horas parados, sem sair, e depois seguimos para Samaná. No total, foram quase 14 horas no avião, é uma viagem muito cansativa. No regresso o voo foi directo, durou menos de oito horas, e como foi durante a noite o Mateus veio quase sempre a dormir. Posto isto, prova superadaaaaaaaa!



Que tal o hotel?
Ficámos no Grand Bahia Principe El Portillo, mesmo em cima da praia. Não é um hotel meeeega luxuoso, é um hotel de resort, com tudo aquilo que é preciso para se ser feliz durante umas férias deste género. Já estive em vários resorts e achei este bastante acima da média. Como éramos quatro ficámos em dois quartos comunicantes, enormes, numa zona um bocadinho mais afastada da recepção, da praia e da piscina, mas junto à zona de actividades dos miúdos, com uma piscina de escorregas. De resto, há de tudo: ginásio, spa, duas piscinas, vários restaurantes, bares, lojas, etc.



E a praia? Quentinha e tal e coiso?
Tenho a dizer-vos que depois do Mar Morto, onde a água é estupida e desnecessariamente quente, foi em Samaná que encontrei a água mais quentinha de sempre. Nem no Brasil, nem nas Maldivas nem em nenhum outro sítio apanhei água assim. MA-RA-VI-LHO-SA! Os meus dias eram passados, literalmente, de molho, entre a praia e a piscina (ainda mais quente). Estive horas e horas e horas dentro daquela água transparente, com os peixes ali todos à volta. A praia é linda e enorme, anda-se um metro para a esquerda ou para a direita e já está deserta, dá para fazer ali uns belos passeios.








Então e a comida?
Foi mais uma bela surpresa. Depois de alguns resorts onde a comida não era nada de especial (assim de repente estou a lembrar-me de Cuba e de Marrocos), achei que aqui não só havia bastante variedade como qualidade. Geralmente almoçávamos e jantávamos no restaurante principal, o Las Dalias, com um buffet gigantesco e que todos os dias era dedicado (mas não exclusivo) a uma gastronomia específica. Havia o dia asiático, o dia mexicano, o dia espanhol, e muiiiiito por onde escolher: grelhados, massas, saladas, peixe, carne e mil outros pratos à disposição. Algumas vezes também almoçámos no La Ola. Tinha muito menos variedade, mas como ficava mesmo em cima da praia acabava por dar mais jeito. O hotel também tem vários restaurantes temáticos, que funcionam por reserva. Só experimentámos o italiano, que era óptimo. Achei que a única coisa que faltava era mais opções de comida durante o dia, fora das horas de refeições. Por exemplo, tomávamos o pequeno-almoço sempre por volta das oito e o restaurante principal só abria às 13:00 para o almoço, por isso a pessoa ficava ali com um ratito, sobretudo os miúdos. No restaurante La Ola dava para comer o dia todo, mas não havia muitas opções assim mais leves, eram só pizzas, hamburgers ou pratos mais compostos.

A pergunta para 100 milhões de euros: Samaná é um bom sítio para levar os miúdos? 
Sim, sim, sim, sim e sim! Um dos motivos para ter gostado tanto destas férias foi precisamente por ter sentido que os miúdos se divertiram, que aproveitaram as férias ao máximo e nós, os adultos... também! Este foi, sem dúvida, o hotel onde já estive que mais está direccionado para as crianças. Há piscina só para eles na zona da piscina dos adultos, com água pelos joelhos, há piscina de escorregas, há Kids Club (com um programa de actividades diferente todos os dias ou onde podem estar só a brincar), há parque infantil, nos restaurantes há uma zona específica com comida para os miúdos... enfim, há tudo o que precisam para serem felizes e, sobretudo, para não estarem sempre em cima dos pais. Muita gente me perguntou como é que eu conseguia ser uma resortiana-lontra com um puto de três anos, mas aqui foi muito fácil. Geralmente íamos cedo para a praia, púnhamos as espreguiçadeiras na água e o Mateus ficava ali a chapinhar e a brincar, sozinho, com o irmão ou com outros miúdos. Claro que estávamos de olho nele, mas dá para andar uns bons 200 metros com a água pelos joelhos, por isso é perfeitamente seguro. Antes do almoço íamos à piscina. Ficávamos nas espreguiçadeiras junto à piscina dos miúdos, por isso também era tranquilo estar ali deitadinho a ler e conseguir controlá-lo ao mesmo tempo. Depois de almoço era hora da sesta e a seguir voltávamos para a piscina, quase sempre com passagem pela piscina de escorregas (era um castigo diário para o arrancar de lá). Com tanta agitação e tanto mergulho, às nove já o Mateus dormia. Moral da história, consegui despachar três livros numa semana de férias, o que é uma coisa assim muito espectacular. Mas, não se enervem, também houve tempo de sobra para brincar com o miúdo, não andou para lá ao abandono. A verdade é que, talvez por estar noutro ambiente ou por ter sempre a nossa presença, o achei muito mais independente e despachado, quase nunca nos chamava, excepto para o levarmos à "piscina dos grandes". E também há imensos miúdos, formam grupos, andam sempre juntos e todos os pais acabam por ir dando um olhinho.
Muita gente me perguntou quanto à comida. Felizmente, o Mateus não é particularmente chato nem esquisito para comer, e havia mesmo muitas opções de sopas, carnes, peixes e frutas. A única coisa que levámos de Portugal são os leites de pacote que ele costuma beber ao pequeno-almoço ou, às vezes, ao deitar. De resto, safou-se lindamente nos vários restaurantes.






Ok, há muitas coisas para os putos. E os adultos entretêm-se com o quê?
Se forem num regime diferente do "sopas e descanso", têm muita coisa para fazer. Há sempre aulas de zumba, e hidroginástica (na praia e na piscina), e campeonatos de futebol, e de vólei, e de mini-golf, e tantas outras coisas. Há um painel de actividades afixado junto à piscina e é só escolher. Depois há também uma data de excursões (que não fazem parte do pacote tudo incluído). Infelizmente, deixámos passar a data da excursão a Cayo Levantado, que era a que eu queria mesmo, mesmo fazer, mas o meu homem e o filho mais velho ainda foram à cascata de El Limón. Eu desisti da ideia quando soube que tinha de se ir em cima de cavalos um bocado rebeldes, já estava a ver o Mateus (e eu própria) pelos ares.


Como podem ver, recomendo MESMOOOOOOOOO Samang. Adorámos e queremos muito voltar. Ah, esqueci-me só de dizer que o hotel contempla uns pacotes especiais para famílias (Family Premium), com algumas vantagens, tipo presentes para os putos, quartos maiores,  serviço de babysitter, workshops exclusivos para os miúdos, entre outras coisas. 
Não sei se ficaram com alguma dúvida, mas se ficaram é perguntar.  Quanto a mim, depois de ter estado a rever todas estas fotos, fiquei quase em lágrimas.












63 comentários:

  1. Pipoca, adorei as fotos!
    Que vontade de me enfiar num avião!
    Tenho uma dúvida que talvez me possa ajudar! Caso dentro de seis meses e queremos muito ir até às Maldivas, que agência recomenda com condições porreiras?
    Votos de muito sucesso!
    É linda e o seu Mateus, um doce!
    Um grande beijinho,

    Marta Rosado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maravilha!!! como me revi nas suas palavras :)
      Vale mesmo a pena... recomendo também .

      Eliminar
    2. Bem Samaná é TOP e está lá há muitos anos , só quem não faz pesquisa pode ir para outro sítio na Dominicana , mas ir a Samaná e não atravessar as estradas nas montanhas ( tb se pode ir de lancha) e ir dar um mergulho a Playa Rincon ( uma das melhores do mundo ) ou a Punta Popi em Las Terrenas entre outras belezas é uma falha enorme . O Bahia PPE El Portillo é excelente para ficar mas passar a semana num resort não é conhecer um destino....

      Eliminar
  2. Olá Pipoca, eu estive em Punta Cana, em junho, e gostei muito! A água é realmente boa. Mas não posso concordar que é mais quente do que a das Maldivas porque lá é maravilhosa! Além de quentinha, é super límpida. E o ambiente das Maldivas é muito mais calmo, parece que estamos numa ilha só nossa (no meu caso foi assim). Mas em todos os casos deve depender muito da altura em que se vai (já ouvi falar menos bem de Punta Cana, mas eu adorei também!).

    ResponderEliminar
  3. A questão que a malta não percebe é como é que o teu filho se "entretém" sozinho! Actualmente, os miúdos têm muita dificuldade em brincar sozinhos (algo que nós fazíamos com regularidade) e pedem constantemente aos pais para brincarem com eles. Por isso, e porque os pais passam o tempo a morrer de culpa por tudo e mais alguma coisa, lá estão os eles de plantão a brincar com os gaiatos mesmo que não lhes apeteça.
    De resto, fiquei com muita vontade de ir conhecer Samaná!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma questão de hábito. As minhas filhas foram habituadas a brincar sozinhas ou uma com a outra e não tem problema nenhum em brincar sozinhas. é raro brincar com elas, sinceramente não gosto. Sou mais de passear ou jogos.

      Eliminar
    2. O meu filho tem 33 meses e brinca sozinho durante horas. Eu adoro brincar com ele e uma coisa que me da imenso prazer, mas se tiver que limpar a casa ou passar a ferro ele fica entretido a brincar sozinho

      Eliminar
    3. 33 meses? O seu filho tem 2 anos e 9 meses, quanto tempo vai continuar a dizer que ele tem x meses? É que a partir de uma altura é só absurdo...

      Eliminar
    4. O seu filho tem 3 anos lolol

      Eliminar
    5. Por cá o meu filhote tem 21meses e também brinca (muito bem) sozinho!!! Acho que depende muito da criança!

      Eliminar
    6. Eu tenho 345 meses e 3 dias. Brinquei sozinha até aos 108 meses portanto o seu filho está na média :)

      Eliminar
    7. Anónimo das 9h46: melhor comentário de SEMPRE! :D

      Ass: Maria, 309 meses e 11 dias.

      Eliminar
    8. E eu estou quase a fazer 360 meses! Me-do!

      Eliminar
    9. Tem 3 filhos. Dois deles NUNCA brincaram sozinhos. O do meio consegue ficar horas a brincar sozinho com Legos, camiões e outros brinquedos com nomes modernos que não consigo repetir.

      Paula
      Vida de Mulher aos 40"

      Eliminar
    10. As pessoas veem maldade em tudo. Sao mas por serem. Qual o mal de dizer 33 meses???olhe disse para nao escrever 2 anos e nove meses... escrevem com maldade, gozam com maldade. Enfim....

      Eliminar
  4. Era a minha Lua-de-Mel de sonho, ir à Republica Dominicana, e depois destas fotos ainda mais... infelizmente o orçamento não permite sonhar tão alto... :'(
    lindissimo... :)

    ResponderEliminar
  5. Adorei a descrição! è mesmo isso tudo!
    Fui duas vezes à República Dominicana, uma a Punta Cana e outra a Cayo Levantado!
    Em Punta Cana não senti aquela sensação de "multidão" de que se fala tanto. O complexo Bahia Principe é tão grande que as pessoas dispersam facilmente e nunca vi filas para comer ou algo mais.
    Mas Cayo Levantado é fantástico. Aconselho a que lá passe férias.
    Somente a praia "bacardi" é pública; as privadas do hotel são lindas. A ilha é pequenina mas muito charmosa, com uma preocupação notória em manter a vegetação natural e luxuriante.
    É no entanto mais direccionada para adultos, o luxo da cadeia Bahia Principe. Adorei e quero voltar!

    ResponderEliminar
  6. Adorei este post! Muito útil. :D

    ResponderEliminar
  7. A foto do Mateus depois da "prova superadaaaaa"... Coisa mais fofa!

    ResponderEliminar
  8. Tantas montagens com o Mateus :D :D
    Fiquei com vontade de ir conhecer.

    ResponderEliminar
  9. Por acaso gostei infinitamente mais de Cuba e do México do que da República Dominicana. Ana, esse biquíni preto é tão somente a coisa mais linda de sempre <3 PF diz-me onde posso adquiri-lo!!!!

    ResponderEliminar
  10. Foi bom relembrar Samaná. Lindas fotos!! Já estive nesse hotel é é tudo isso que disse, em comparação com Punta Cana, onde também já fui, é um paraíso. Os biquinis são maravilhosos e a modelo também. Obrigado por partilhar aqui com as suas leitoras, alguns bons momentos da sua vida.

    ResponderEliminar
  11. Que fotos maravilhosas! Biquinis lindos! :)
    Estive em Punta Cana o ano passado e tenho muita curiosidade com Samaná. Este ano estive em Cuba e, em termos de praia, achei tão melhor que a República Dominicana. Voltava já já!

    The Black Blush

    ResponderEliminar
  12. O Arrumadinho está com muita saúde. Que casal todo jeitoso :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Achei o mesmo! O arrumadinho está todo jeitoso xD E a Ana também claro :)

      Eliminar
    2. O Ricardo. Ele já não é arrumadinho, ou não repararam que o blog morreu? Mas ao menos não morreu por falta de saúde! :D

      Eliminar
  13. Ai que saudades de Samaná e desse hotel! Passou pouco mais de um ano que lá fui, e já parece que foi há tanto tempo. Para os amantes de praia, realmente é uma praia de sonho, com aquele mar quente e maravilhoso!
    Na altura, fiz o passeio até à cascata, em cima dos ditos cavalos. :D Estava com medo, confesso, mas afinal são uns cavalos relativamente pequenos e bem dóceis :)Foi uma experiência gira!

    Enfim... Eu nem costumo repetir viagens deste género, porque acho que há tantos sítios giros para se visitar, mas... Samaná foi tão bom que sou bem capaz de lá voltar!

    Parabéns pelo post!Gostei da descrição e as fotos estão muito giras!

    ResponderEliminar
  14. Que fotos lindas, que inveja da boa. Familia linda

    ResponderEliminar
  15. Parece um destino super paradisíaco! Ainda bem que gostaram!

    ResponderEliminar
  16. E o bikini preto? É de que marca? É brutal. Quero tanto...!

    ResponderEliminar
  17. Acho que é das raras vezes em que estás de Brincos!

    ResponderEliminar
  18. Pipoca, uma viagem dessas para uma semana anda à volta de que valores?

    ResponderEliminar
  19. Fizeram bem aproveitar as maravilhosas férias, estão todos com um aspecto fantástico, as paisagens são lindas de morrer, mas o que mais me fascinou é esse sorriso delicioso do Mateus, que coisa linda!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Muita saúde para todos e que continuem a ter essa vida tão feliz!

    ResponderEliminar
  20. Gostei muito mais de Varadero do que Punta Cana! Samaná não conheci mas parece-me bem! 😄

    ResponderEliminar
  21. A agua do Mexico é mais quente que em Punta Cana. Mas os dois sitios sao optimos.

    ResponderEliminar
  22. Adorei as fotos!
    Concordo, eu que sou uma mulher super friorenta, passava a vida na água, tem uma temperatura boa boa! Concordo também com a tua "insatisfação" relativamente à falta de comida, sem ser pizzas/batatas fritas/hambúrgueres, nas horas entre as refeições... De resto, são sempre umas férias muito bem passadas. O verdadeiro "Não fazer nenhum!" :)

    Feel Good!
    http://feelgood605.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  23. Ok Ana, excelente e exaustiva descrição da temporada em Samaná, em modo "Pipoca Report"!
    Só assim "as(os) cuscas(os)" de serviço ficam conhecedoras de todos os detalhes...inclusivé que levaram na "bagagem" para além do pequeno Mateus, o seu irmão mais velho! factos que parecem causar urticária a algumas criaturas(;

    ResponderEliminar
  24. Ó pipoquinha, a sério que estás a comparar a Rep. Dom. com as Maldivas?? NAAAAAAA! Alias, acho que das caraíbas é capaz de ser o mais fraco.

    ResponderEliminar
  25. Estas fotos provocaram-me uma espécie de déjà-vu. Já fui tão feliz na República! Estive em punta cana e adorei. Passei lá a lua de mel e gostamos tanto que prometemos a nós próprios lá voltar um dia. Quando a nossa filha for mais crescida queremos fazer novamente essa viagem. Concordo com tudo aquilo que disseste! Ai que saudades daquela água! Na verdade, saudades de tudo! As vossa fotos estão lindas. E o Mateus é fofo demais! Um grande beijinho

    ResponderEliminar
  26. Era para ter ido em Setembro também para Samaná... mas fui convencida a ir para Punta Maroma, no México, uma praia que já foi considerada uma das 10 melhores do mundo pelo National Geographic. E não me arrependi. Belíssima, água quente e cristalina, peixinhos em abundância, um calor de arrasar.
    Quem foi comigo já conhecia Samaná e disse que a água em Punta Maroma era ainda mais quente.
    Seja qual for a preferência... férias nas Caraíbas, para uma resortiana-lontra como eu, são uma maravilha!!!

    ResponderEliminar
  27. Eu fiquei roída de desejo de ir também.
    Da próxima vez não me querem levar, assim de babá do Mateus?
    Não têm de pagar salário, só mesmo a viagem e a estadia...

    Paula
    Vida de Mulher aos 40"

    ResponderEliminar
  28. Que máximo! Parece um sítio fantástico para descansar :) Já agora os fatos-de-banho e bikinis são lindos <3 de onde é aquele dos elefantezinhos? Obrigada!

    ResponderEliminar
  29. Em breve vou a Punta Cana. Primeira vez que vou às Caraíbas e já pensei senão deveria ter escolhido México ou Cuba... :/
    Samaná parece ser fantástico. Espero encontrar boas praias também em Punta Cana.

    ResponderEliminar
  30. Uau! Também ía... :-P
    P.S.- O Mateus está maravilhoso! (e os pais também!)

    ResponderEliminar
  31. Parecem ter sido umas otimas férias Pipoca, parabéns!! Mas além das belissimas praias (que sem dúvida que são de sonho), o que há para fazer de passeios? Os passeios que têem disponiveis são apenas o cayo levantado e a cascata de El Limón?
    É isso que me deixa com dúvidas se a republica dominicana é um destino certo ou não (pelo menos para mim). Gosto de sitios paradisíacos mas teem que ter algumas coisas para visitar, alguma cultura, sitios para conhecer, e nao ficar apenas na piscina ou praia e a usufruir do que o hotel oferece... compreendo que há pessoas que isso lhes é o bastante, mas eu sinto falta de cultura e de conhecer novos sitios e nao ficar, como ja referi, pelo hotel.

    V.A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Anónimo,

      eu, quando fui à Répública, em 7 dias inteiros fizemos 3 dias de actividades exteriores - visita à Capital, visita a parques nacionais, à ilha de Sanoa... E não foi por falta de escolha. Se é por isso, não se apoquente. Vá :)

      Eliminar
    2. Pipoca só consigo reparar na tua boa forma física e mamocas. Conta tudo vá la!!!

      Eliminar
    3. A ilha saona é igual a todas as outras (a praia)... só não é explorada lol

      Eliminar
    4. Pixel Sowelo, muito obrigada pela sua resposta! Fiquei com muita vontade de visitar a republica dominicana. Acho que poderá ser a opção na escolha da proxima viagem :)
      V.A.

      Eliminar
  32. Que fotos incríveis!
    Linda, Ana.

    Beijinhos ♥
    Mónica Rodrigues dos Santos
    http://cupcakewomen.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  33. Que fotos!!!

    blogdamariafrancisca.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  34. Ai que saudades da República Dominicana!! Passei a minha lua de mel em Punta Cana e amei, foram 2 semanas inesquecíveis! :D

    ResponderEliminar
  35. Queremos saber de onde são os biquínis!!!

    ResponderEliminar
  36. Ai...tudo menos fotos em biquíni please!!!! És tão mal feita!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A serio?
      Se a Pipoca é "mal feita" eu vou ali e já volto

      Eliminar
  37. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  38. Adorei o post ! A pergunta fica no ar: de onde são os biquínis ? São lindosss

    ResponderEliminar
  39. Amei o post. A Pipoca está sempre linda e escultural :) O lugar é maravilhoso, os biquinis são lindos e as férias foram muito giras. Beijinhos e continuação de muito $uce$$o hoje e sempre.

    ResponderEliminar
  40. Adorei as fotos e toda a vossa cumplicidade! Nunca estive em Samaná, apenas em Punta Cana duas vezes mas ficou a vontade.No que respeita a essa bandas, se algum dias quiseres sair da trilogia mais habitual (RD, Mexico e Cuba) aconselho vivamente as Ilhas Virgens Americanas ou Antilhas Holandesas...a cor das águas é surreal, a areia é farinha autêntica :) Bjs

    ResponderEliminar
  41. Cara Palomita,
    Sabe aquela vontade de não deixar a Reoublica Dominicana... pois nós não deixamos e somos um grupo de amigos que tem um complexo de restauração e diversaõ noturna em Rio San Juan... ainda mais bonito que Samaná e infelizmente, ou não, desconhecidmo para os turistas.
    Em Portugal só se conhece Punta Cana que é uma especie de Albufeira no Algarve ou como disse no início Armação de Pêra em Agosto...
    Rio San Juan tem as prais mais bonitas e com o pormenor pornográfico de pelo menos 3 delas se poderem alcançar a pé... águas deslumbrantes de mar, lagoa (ver lagoa Gri Gri) selva tropical no seu melhor, paz e uma gente muito simpática e sempre disposta a ajudar... Isto sim é a Republica Dominicana...
    Já viajei muito, já vivi em 3 continentes e bato a quem mme tentar tirar daqui...

    Gostava de aproveitar este seu post para publicitar um pouquinho esta região que é absolutamente deslumbrante.
    A Costa Norte de Cabaret a Nágua com Rio San Juan sensivelmente a meio... Paddle, Surf, Kite Surf, Wind Surf, Snorkling, Mergulho, passeios de barco na lagoa, comer ostras na praia a preço de tremoços e praia muita, muita e boa praia...
    Continuação de boas viagens e fica desde jhá convidade a vir conhecer um dos ultimos paraísos na terra...
    Saludos desde rio San Juan

    ResponderEliminar
  42. Na agência me sugeriram esta parte de Punta Cana, tenho imensa vontade... adorei seu pôster. Da vontade de ir mas agora mesmo, só fiquei com
    Medo de gasta um dinheirão e ter muita gente na época da Páscoa ou as férias de verão.
    Apesar que fui em Julho a Rivieira Maya não tive chatices, mas o hotel era bem maior.

    Beijos

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis