Pub SAPO pushdown

Para os Armazéns do Chiado, uma salva de palmas

quarta-feira, outubro 23, 2019



Os Armazéns do Chiado são aquele centro comercial onde a pessoa vai, mesmo que não tenha de ir fazer compras, e acaba a sair de lá sempre com um qualquer saquito na mão. Seja porque foi espreitar as novidades ao Boticário, porque encontrou um livro que pareceu interessante na FNAC ou porque andava há meses a namorar aquela camisola quente na Mango mas que nunca encontrava o tamanho. 

Tenho uma relação já de muitos anos com os Armazéns, aliás, somos mesmo amigos de longa data e conhecemo-nos praticamente desde o dia em que abriu as portas pela primeira vez depois do incêndio de 1988. Parecendo que não, já se passaram 20 anos, e os Armazéns do Chiado foram crescendo, e crescendo. E eu andei sempre por lá, a espreitar as novidades. Vi de perto a chegada da FNAC, que foi das primeiras a inaugurar em Portugal, e lembro-me da loucura que aquilo foi porque toda a gente queria ir espreitar a novidade, vi também o urso da Natura desaparecer, e voltar (yey!), e delirei quando abriu aquela mega Mango que ocupa quatro pisos e é só um paraíso na terra. 

Portanto, é escusado dizer que os Armazéns do Chiado tem basicamente tudo o que precisamos para ser felizes, além de ficarem numa das minhas zonas preferidas da cidade. O Chiado tem uma magia qualquer que não consigo explicar, mas se pudesse escolher um sítio para morar para sempre, era aqui. Gosto tanto do Chiado que foi ali que escolhi ter o meu escritório, e isso era desculpa mais do que suficiente para ir várias vezes aos Armazéns, fosse para almoçar ou só para dar uma volta ao fim do dia. Mais, todos os anos levo os miúdos lá, pela altura do Natal, para irem conhecer o Pai Natal. 

Esta semana os Armazéns do Chiado celebram o seu 20.º aniversário e a festa começa já na quarta-feira, dia 24 de outubro, com um concerto da incrível Raquel Tavares na fachada dos Armazéns, com entrada gratuita para toda a gente. Mas calma, meus amigos, que qual casamento cigano a festa continua no dia seguinte, 25, e durante todo o dia podem aproveitar os 20% de desconto nas lojas aderentes, entre elas o Boticário ou a Magnolia. Depois não digam que não sou vossa amiga. 

Festa que é festa tem de ter música, por isso há um DJ que vai passar o dia a passar música nos Armazéns, sendo que a DJ Isabel Figueira vai assumir a cabine entre as 16 e as 19 horas e, pelo meio, às 17 horas, há pausa para cantar os Parabéns aos Armazéns — se houver bolo, sou a primeira da fila. Se quiserem também podem aproveitar e passar na Photobooth que vai estar todo o dia nos Armazéns para tirarem umas fotos com adereços. 



Post em parceria com os Armazéns do Chiado

Sem comentários:

Publicar um comentário

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis