Pub SAPO pushdown

É preciso falar disto #16: a barriga da Carolina Patrocínio

terça-feira, abril 10, 2018

Começo por uma rectificação: o título mais acertado para este post seria um "é preciso NÃO falar disto", porque era o que fazia sentido. Ou um "a sério que ainda é preciso falar disto?". Fazia sentido alterar o nome da rubrica, só desta vez, porque é mesmo disto que o país precisa: que não se fale mais das gravidezes da Carolina Patrocínio, da quantidade de exercício que a Carolina Patrocínio faz, da rapidez com que a Carolina Patrocínio recupera a forma. Quantas? Quantas crianças mais é que a mulher precisa de pôr no mundo para que se ponha fim a este tormento? É que já vamos na terceira e ainda há surpresa, ainda há choque, ainda há comentários de fazer bradar a Nossa Senhora dos Partos Santos e das Barrigas Tonificadas. Acabem com isso, pessoas. Porque - e longe de mim estar aqui a meter o nariz em útero alheio - eu desconfio que a Carolina ainda há-de ter mais um ou dois rebentos, por isso era bom que o país sossegasse e não sofresse mais com isso.

Os meus comentários preferidos sobre esta temática são aqueles que afiançam "isso não é normal". Ahhh, a normalidade, esse conceito tão unânime e que faz tanto sentido, não é? Vamos lá  saber, que raio é isso de ser ou não normal?
O que é uma gravidez normal, um parto normal, um pós-parto normal? Aparentemente, para a maioria das pessoas, praticar exercício até cinco minutos antes de se parir é uma aberração. Assim como ir ali à maternidade ter um filho e sair fresca e fofa, como se tivesse ido só ao spa do Ritz fazer uma massagem de pedras quentes. Ou ter uma criança e ao fim de dois dias já estar de volta à rotina de treinos. Como se não bastasse, com um corpo tão bom ou melhor do que aquele que se tinha antes da gravidez. Esta é a normalidade da Carolina, uma coisa que faz comichão a muita gente.

Agora vou falar-vos da minha normalidade. Então, para mim o normal é não ser grande apreciadora de exercício físico e ver na gravidez a desculpa perfeita para não mexer o cu durante nove meses. Ando há cinco meses a dizer que vou para a hidroginástica (com 67% das septuagenárias da Grande Lisboa), que é aquele desporto que não aquece nem arrefece, a única coisa que faz mais ou menos bem é à consciência. Quantas vezes é que já fui? Zero. Ora porque não tenho fato-de-banho, ora porque não sei da touca, ora porque tenho as pernas mais peludas do que as sobrancelhas da Frida Khalo, ora porque está frio, ora porque está de chuva e ainda me constipo (mesmo que a piscina seja interior), ora porque hoje não sinto os chakras alinhados, por isso é melhor ficar em casa. Moral da história, metade da gravidez já lá vai e eu não pus um pé no ginásio.

Depois entramos na parte dos cuidados com a alimentação, que têm sido assim muito poucos ou nenhuns. Verdade que passei uma boa parte destes últimos meses a vomitar a alma, mas verdade que também tenho enfiado muita porcariazinha neste bucho. O critério é: apetece-me? Então siga. Verdade que também (ainda) não estou a engordar como uma porca, por esta altura na gravidez do Mateus já levava mais três quilos em cima do lombo, mas podia ter uma alimentação mais equilibrada e não estou a ter. Porque, lá está "isto são só nove meses".

Quanto ao pós-parto... bem, vejo as minhas fotos na maternidade e parecia ter sido atropelada por uma manada de bisontes em fúria. Inchada, de óculos, com o cabelinho numa miséria, queria cá eu saber de brincos ou maquilhagem. Naquela altura, muito provavelmente, devia estar a tentar corromper as médicas para me injectarem mais duas ou três doses de epidural ou qualquer outra droga que me fizesse esquecer as dores da cesariana. Quanto a voltar ao exercício, só mesmo oito meses depois, e muitíssimo contrariada, a arrastar-me como se fosse a caminho da crucificação, praticamente a chorar lágrimas de sangue. 

Portanto, esta foi a minha normalidade. É mais certa do que a da Carolina? Tenho sérias dúvidas. Provavelmente haverá mais gente a rever-se neste cenário de lontrice, mas isso está longe de significar que seja o mais correcto. Para mim, a normalidade da Carolina também não serve. Porque não treino desde sempre, como ela, porque o meu corpo não está habituado àquela intensidade toda, como o dela, e porque, infelizmente, não tenho um décimo do gosto que ela tem pela actividade física. Mas parem de achar que ela é uma irresponsável que não sabe o que faz. A mulher já teve três filhas, todas de termo, todas com pesos óptimos, todas absolutamente saudáveis, é uma pessoa informada, é uma pessoa com acompanhamento médico, mas há sempre almas a dizer que "não é normal" treinar tanto, que "não é normal" não dar descanso ao corpo, que "não é normal" correr grávida. Pessoas, a sério, calem-se um bocadinho, os meus ouvidos sangram de vos ouvir. Não é de admirar que ela só tenha revelado este gravidez ao mundo aos sete ou oito meses, para não ter de estar a ser bombardeada com alarvidades o tempo todo. Tivesse eu aquele corpo e aquela capacidade de "esconder" crianças e acho que só anunciava quando os putos cá estivessem fora. Tipo "surpresaaaaaaa, mais um!".

Para a maioria das mulheres, a vida da Carolina (sobretudo no que toca à maternidade) não é normal porque poucas ou nenhumas têm aquele espírito de iniciativa, de sacrifício, de motivação. Quantas saltam da cama todos os dias às seis da manhã para ir treinar, faça chuva ou faça sol? Eu sei, eu sei, há todo um rol de desculpas já aí pronto na ponta da língua. "Ah, mas eu não tenho tempo/dinheiro/quem me fique com os miúdos". Já sei isso tudo. E sei também que muitas de nós, mesmo que tivéssemos isso tudo, continuaríamos a não treinar com o mesmo afinco. Ela até em casa treina, sozinha, enquanto a bebé dorme. Quem é que tem pachorra para isso? Pois, ninguém. Para ela também não deve ser normal ver mulheres que se deixam engravidar 20 ou 30 quilos na gravidez. Ou, pior, mulheres que dizem que têm excesso de peso porque tiveram um bebé. Há 14 anos. Mas é a vida.

O corpo da Carolina é o resultado de uma vida inteira de dedicação, de algo que lhe dá realmente prazer mas que também implica um espírito de sacrifício que quase ninguém tem. Olhem, eu não tenho. Por isso bem me posso queixar que não tenho um rabo firme ou uns abdominais definidos, enquanto enfardo mais um pacote de amêndoas de chocolate com o rabo bem acomodado no sofá. Que as pessoas não apreciem ou, pior, que não percebam o estilo de vida dela é uma coisa. Mas que venham de dedinho espetado, sempre com a mesma merda de conversa, já é só um tédio. E, claro, acho que a Carolina depois também se vinga rebolando aquele corpinho sem um grama de gordura na cara das inimigas. Ai, acham isto pouco normal? Então tomem lá mais uma dose de pranchas e abdominais depois de parir há meia hora.

Eu dava um rim para viver as gravidezes como ela vive as dela. Para ter o corpo do antes, do durante e, sobretudo, do pós. Alguma vez fiz alguma coisa por isso? Não, zero. Então só me resta ficar caladinha, a espumar de inveja e a desejar, secretamente, que a massa gorda dela suba aí para os, vá, 14%. 

291 comentários:

  1. Sim, concordo plenamente.... Ainda por cima, tudo dentro de um estilo saudável.

    ResponderEliminar
  2. subscrevo na integra AGM ! acrescentando que, o foco, força de vontade e resiliência em situações (como a referenciada e outras...)que dependem única e quase exclusivamente da pessoa(salvo gravidezes de risco por motivos de doença, leia-se...)determinam decisivamente a realização do objetivo proposto!
    Mas cada qual faz ou não faz por si... Depois, não se queixem de ficar com mais 10, 15, 20 ou + kgs pós parto e por todo o sempre...! Nem digam que a condição física das Carolinas da vida...é "anormal"!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha mãe depois de duas gravidezes há 40 anos, deixou de pesar os 48 kg que tinha (deve ter mais um 30) e não me parece que tenha sido em algum momento por falta de vontade de se voltar a ver bem e de fazer as pazes com a sua imagem.
      Muitas vezes - muitas - as mulheres não têm ninguém que as ajude, que as apoie e incentive ou que, simplesmente, lhes fique com as crianças uma horinha por dia para poderem cuidar de si. Ou mesmo quando têm, é aceitável já não terem força física (não é motivacional).
      Não sou mãe mas respeito muito as mulheres que depois de o serem não conseguem voltar à forma física que desejavam. Acreditar que as mulheres são preguiçosas, é achar também que elas passam a viver tranquilamente com 20 ou 30 kg a mais.
      Penso que a mesma ideia de não criticar a Carolina por estar excessivamente trabalhada, devia ser válida para quem critica as mulheres que estão com excesso de peso, com a agravante de que as Carolinas desta vida têm todas as razões para ter a auto-estima em cima e as gordinhas precisarem, mais que nunca, que alguém as aprecie e dê palavras de amizade e incentivo.

      Eliminar
    2. Concordo. Tanto com o que a pipoca escreveu, como com o seu texto.

      Eliminar
    3. Infelizmente, não há desculpas. É mesmo preguiça. Contra mim falo.

      Eliminar
    4. Wtf? Excessivamente trabalhada!! 😀😀😤😤😤 criaturas pequenas!

      Eliminar
    5. E aquelas que passado 8 dias pegam na criança e levam para o proprio trabalho e ficam lá 12 horas porque trabalham por conta propria e nao podem se dar ao luxo de certas coisas tambem nao sao fora de normal de algumas realidades?

      Eliminar
    6. Admirada ficava eu que não surgissem as indignadas desta vida... sempre com a mesmas desculpas... Também a minha mãe após duas gravidezes, adicionou 40 kg ao seu peso, e já não o perdeu, porque por mais que a incentivassem, não quis saber, conformou-se, preferindo continuar a comer tudo o que lhe dava prazer e nas quantidades que a satisfizessem,
      nunca me deu ouvidos, até ficava furiosa comigo sempre que a chamava a atenção ! E fi-lo desde a minha adolescência. Atualmente com 80 anos, encontra-se com a locomoção muito limitada, quase perdida está numa situação de dependência, devido a degenerações ósseas na coluna(graves bicos de papagaio), para as quais terá contribuído o excesso de peso , hoje reconhece os erros e excessos alimentares, mas lamentavelmente a sua condição é irreversível . Vou-me esforçando por lhe proporcionar a melhor qualidade de vida possível .

      Eliminar
    7. Mas vocês conhecem quem tenha 20/30 kg de peso a mais sem ser por puro desleixo? É que eu não. Meia duzia de quilos dos quais não se consegue livrar, depois de ser mãe ou mesmo sem esse motivo, eu até entendo, mas 15/20/30 kg? Todas as que conheço assim com tanto peso a mais é mesmo porque enfardam porcarias como se não houvesse amanhã e exercício só se for a caminhada para ir de novo à pastelaria.

      Eliminar
    8. Caro anónimo de 10 abril, 2018 23:00, quanto preconceito. "Todas as que conheço assim com tanto peso a mais é mesmo porque enfardam porcarias como se não houvesse amanhã e exercício só se for a caminhada para ir de novo à pastelaria". A sério???? Não sei se sabe, mas se não sabe eu digo-lhe, a obesidade é uma doença crónica. Se há quem engorde por desleixo, há também quem engorde porque sim. Não construa preconceitos por desconhecimento. A ignorância é ainda pior do que ser gorda. Viva uns meses num corpo de obesa e depois falamos. Viva uma vida inteira a fazer dieta atrás de dieta, a privar-se de tudo e mais alguma coisa, e depois falamos. Enfim, gente sem noção.

      Eliminar
    9. Anônimo das 10.24. Lamento muito mas eu falo só do que conheço. E quem conheço bem acima do peso só está assim porque come mal. A minha colega de trabalho passa o dia a comer bolachas e donuts de chocolate, e depois queixa-se que está gorda. A minha melhor amiga almoça mcdonalds, pizzas, e cachorros. Janta bolachas deitada no sofá. E depois tem desgosto de estar gorda! E podia dar mais exemplos destes.
      Eu não faço dieta porque como bem, de forma saudavel. Ninguém engorda a comer comida a sério, fruta vegetais etc. E também ninguém é mais infeliz por isso. Mas as pessoas querem convencer-se que só podem ser felizes a enfardar comida da treta. Eu não tenho nada a ver com isso, mas gostava mesmo de não ter de aturar o choradinho de quem não tem cuidado nenhum e quer ter corpo de top model. Que tenham coerência. E repito, falo so do que conheço.

      Anonimo das 23.00

      Eliminar
    10. Pelo amor de Deus, a esperança media de vida em Portugal é de 81 anos. Uma senhora com 80 anos tem todo o "direito" de ter a mobilidade reduzida. Claro que há os Manueis de Oliveira que trabalham até aos 100 anos, mas a maior parte de nos se chegar aos 80 lúcidos, ja é uma grande coisa, nao temos que estar a ouvir que somos gordos e que a culpa de ter dores aos 80 anos é nossa.

      Eliminar
  3. Eh pah, se a rapariga gosta assim, se não faz mal a ninguém, se ela é feliz, se os filhotes são felizes...Não percebo o drama! :)

    ResponderEliminar
  4. Muito bem, Ana. Excelente texto! As pessoas dizem que não é normal, que faz mal, mas acham mesmo que a Carolina ia querer prejudicar as crianças?! As pessoas incomodam-se com a sua motivação e dedicação.
    Para mim, a Carolina é das figuras públicas que mais gosto de seguir no instagram. Mostra que tem uma família unida, descontraída e feliz. E infelizmente a felicidade de uns ainda incomoda muita gente.

    ResponderEliminar
  5. 100 % de acordo. Só tenho um problema... inveja :) ehhehe

    ResponderEliminar
  6. O pessoal não tem mais nada que fazer...eu não sou figura publica mas sou martirizada diariamente porque saio do trabalho e vou correr ou ao ginásio e não vou para casa para o pé do meu filho...por isso compreendo... Ainda por cima tenho 43 anos, sou magra, sem celulite nem gorduras localizadas...mas pronto, eu é que estou mal...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim! Compreendo e bem o que diz. As mulheres gostam mesmo de ver uma sopeira abandalhada e com roupa com cotão. Quando se vê alguém diferente e que procura, para além de ser mãe e mulher, fazer algo que lhe faz bem e lhe dá prazer será sempre chamada de porca para baixo.

      Sandra

      Eliminar
    2. Estou consigo "Anónimo 10 Abril, 2018 13:26"! Acordo as 5h da matina para ir trabalhar, faço 140km de estrada por dia e ao final do dia faço o meus treinos entre correr e ginasio 5 a 6 vezes por semana.Muitas vezes é preciso uma força de vontade do tamanho do Evereste mas lá vou eu.
      Comentários????? Txiii, muitos mas o melhor é quando me dizem que não tenho filhos porque gosto de fazer desporto e que por isso é que vou, porque tenho tempo.
      Nesta vida é tudo uma questão de força, perseverança e motivação.

      Eliminar
  7. Sinceramente isto para mim é um não assunto.E se ninguém desse importância a um assunto da treta que ninguém perderia tempo a fazer comparações de panças, da gravidez, criticar quem critica.Falar de uma pessoa como se estivesse fora de casa 12 horas, trabalham para pagar as suas as suas coisas, trabalhar no duro tanto a nível físico e psicológico, sim porque nem toda a gente está sentadinha o dia todo, (nem toda a gente chega a casa e tem presentes oferecidos por marcas, ou viagens à borlex, massagens de borla, ginásios de borla)e depois ainda tem uma casa para organizar, janta para se fazer, filhos para tratar, sabem minha gente o normal de grande parte do comum ser humano.Não ,o dia dela tal como o meu tem 24 horas mas eu nao tenho tanto tempo livre para dedicar tanto tempo ao exercício físico e viver constantemente focada nessa porcaria...A sério!?Como um queque, bora lá fazer 50 voltas ao quarteirão.É que nem sequer existe paciência para se esticar um assunto que não passa de um não assunto.Para mim o incorrecto é parecer que falam que as mulheres no geral não são como ela porque não querem...para mim é a maior treta que poderia ler.Ou será que todas as mulheres vivem a realidade do dia a dia dela, querem lá ver!?Querem falar, criticar, então falem da realidade do comum mortal, por favor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não podia estar mais de acordo...devem achar que a Miss Patrocínio no meio do seu culto ao corpo e aparência tem que cozinhar, ir às compras e limpar a casinha. Isto é mesmo um não assunto mas há por aí muito cérebro que não vai mais além.

      Eliminar
    2. Noto aí um certo azedume. Compreendo, eu também queria muita coisa à borlex mas não calha a todas. Também queria empregadas e babás e também não é para as carteiras todas. Mas conheço muito comum mortal que tem corpos como o da Carolina, porque simplesmente faz disso uma prioridade. Se não chegar a casa às 18:00 chega às 21:00. Se não estiver 3:00 com os rebentos está só meia hora. Enfim... Escolhas mas impossível impossível não é.
      PS.: Pode-se trazer da rua um franguinho churrasco em vez de perter tempo ao fogão... Tipo isso.

      Eliminar
    3. Porque a Carolina é imortal...?

      Eliminar
    4. Aqui está um comentário em condições :) e escusam de dizer que temos inveja porque adivinhem lá , temos mesmo . De não ter empregadas e dinheiro e disposição mas é a vida . E a Carolina também não se deve importar com as opiniões do pessoal . Se fosse eu não me importava . Por ex. aquele texto nas Capazes é de uma anormalidade que dói . Já sabemos que em alguns hospitais deixam as mães estarem de brincos e maquiagem e afins mas na maioria não deixam , acho mesmo que o “caso” não foi a inveja de a Carolina estar mas sim por nós não podermos estar . E olhem que eu não queria estar de relógio :)

      Eliminar
    5. Boa tarde,
      Permita-me não concordar! Tudo, mas mesmo TUDO, é uma questão de prioridades e a "realidade" somos nós que a fazemos!
      Trabalho das 10h às 19h, tenho um bebé em casa e não tenho empregadas... Levanto-me TODOS OS DIAS às 06h30 e sabe para quê? Fazer as minhas hiper-saudáveis marmitas e o meu exercício físico diário!
      O meu dia também precisava ser maior, gostava de dormir até às 08h30, gostava de ver séries ou filmes, de passear, ir beber um copo, estar com amigas, ir às compras... Não dá! As minhas prioridades são o meu filho e eu sentir-me bem!
      Ninguém me dá nada e acredite que tenho muita conta para pagar!
      Cada mulher é aquilo que quer ser e acho mesmo que isto é sim, assunto, numa altura em que se fala tanto do feminismo e na força das mulheres, a realidade é que são todas uma data de cabras umas para as outras e é triste!
      Para mim a Carolina é uma inspiração!
      Obrigada AGM por este texto.

      Eliminar
    6. A carolina geralmente treina as 7h da manha enquanto as filhas ficam em casa a dormir com o pai. Portanto sim, a maioria das pessoas conseguiria treinar neste horario. Não o querem é fazer e entao toca de inventar todo um role de desculpas..
      E não, eu n treino as 7 da manha

      Eliminar
    7. E começa outra vez a ditadura do normal: só é normal quem tem filhos, só é normal quem tem que ir a correr para casa fazer uma panela de sopa, só é normal quem tem que viajar 30km até ao local de trabalho...

      Eliminar
    8. Disse tudo! Treinar quando o bebé está a dormir? E quem arruma a casa/faz o jantar/trata da roupa/descansa para manter a sanidade mental? Quem dera ter a rotina da Carolina, também andava toda fit.

      Eliminar
    9. A rapariga vai ao ginásio às 07.00 da manhã! Quantas é que aqui estão a criticar e a essa hora estão a dormir?
      Sim, tem uma vida facilitada e terá ajudas, mas tirar-lhe o crédito pelo empenho e esforço é no mínimo ridículo.
      Eu também não tenho quem me tire as grainhas das uvas, quem me fique com os filhos nem quem me limpe a casa mas vou ao ginásio à hora de almoço

      São opções

      Eliminar
    10. Unknown das 15:15, eu treino de manhã cedo quando o meu bebé dorme! Quando chego a casa trato da roupa, faço o jantar e mais mil merdas! Continuo a treinar... A minha pergunta é... São as tarefas domésticas que lhe dão sanidade mental? Mal de mim se assim fosse! Se quer "andar toda fit" faça por isso, as mesmas desculpas de sempre já cansam.

      Eliminar
    11. E os pais? Não fazem nada em casa?

      Eliminar
    12. Gosto destas respostas azedas do estilo eu não tenho a vida dela. Pois, eu realemente também não tenho a vida dela, a ajuda que assumo que ela possa ter ou o tempo ou o que seja. E então? Será que ela tem a culpa disso, para estar sempre a ser criticada? Também conheço quem tenha uma vida mais facilitada em termos de tempo livre e ajuda em casa e esteja longe de estar fit. Eu provavelmemte seria um desses casos, porque detesto fazer exercicio. Cada pessoa tem as suas prioridades. E a Carolina tem as dela, como qualquer uma de nós. Há quem tenha vidas mais complicadas? Com certeza. Mas se ela tem a sorte ou conseguiu ter uma vida diferente, em que caiba os seus hobbies ou prioridades diferentes das nossas, melhor para ela.

      Eliminar
    13. Unknown10 abril, 2018 15:15 - a não ser que seja mãe solteira... O pai está onde? Sentado no sofá a ler o jornal?

      Eliminar
    14. Tenho 2 filhos e zero empregada domestica. Treino 4x por semana e quando consigo treino 5, não tenho tempo para ginásio mas treino em casa ou na rua. se não treinasse já estava doida

      Eliminar
    15. Pois, eu levanto-me às 7h da manhã, mas upss... não é para treinar, é para acordar 2 crianças, despacha-las para a escola, e começar o trabalho às 09h da manhã, pois. Se estou mal? A minha prioridade são os meus filhos e não ser uma sex symbol, amanhã não sei se eu ou eles estaremos cá, por isso o meu tempo será sempre com eles.
      Aos 40 anos, com dois filhos, amo o corpo que eles me deram, se é o mesmo? Não, não é, mas é o símbolo da minha maior riqueza.
      Deixem de ser escravos da imagem e passem a ser pessoas e principalmente pais.

      Eliminar
    16. Porra, dividam as tarefas com os maridos e tirem temo para vós!!!
      Chatas...

      Eliminar
    17. Só desculpas. Tretas. E levantar às 5h para ir correr? E depois fazer todo o dia de trabalho, tratar do filho e da casa? Será mais normal ficar a dormir até ao último minuto possível? Ou acha que o seu cansaço é maior que o das outras pessoas?

      Eliminar
    18. E toda a gente tem de ter os seus interesses, a sua dinâmica familiar e o seu interesse pela actividade física?

      Eliminar
    19. Eu trabalho a 40 kms de casa. Trato de casa, roupa, jantar e filho.
      Vou ao ginásio... ah e ainda caminho 5kms por dia à hora de almoço... em vez de ficar alapada no café 😉

      Eliminar
    20. à comum mortal, então é permitido ser uma porca gorda, 20kgs, não ter força de vontade para levantar da cama e fazer desporto, e não cuidar de si?!?! ahahah Nossa invejosas!!!!!

      Eliminar
    21. Eu não sei que horas de almoço estas pessoas têm. A minha, de uma hora, só serve mesmo para almoçar.

      Eliminar
    22. Caramba, que azedume que por aqui vai. É sempre uma questão de prioridades! Merece tanto respeito quem acorda cedo para malhar, como quem acorda cedo para tratar das crianças, ou meter a escrita em dia com o marido, ou ler as notícias antes do café da manhã. Malta!! Prioridades! Não somos todos iguais, ok?
      Tenham mais respeito uns pelos outros!

      Eliminar
    23. Eu tenho 1 hora de almoço e ainda faço a sesta ahahahha

      Eliminar
    24. Este comentário é que devia ser o texto.Concordo a 100%.E ainda existe mentalidades tacanhas que afirmam ciúmes.Pois muito bem eu às 7 da Matina já estou fora de casa e caminho do trabalho o marido organiza o que tem de organizar e quando chego a casa passado 11 horas é para acabar e organizar o que o meu marido que ainda não chegou a a casa não conseguiu fazer e passar algum tempo com os meus filhos.Como tal o que me parece que anda para aqui é muito Lambe botas, pessoas com uma realidade do geral muito reduzida em que as únicas prioridades parece ser o físico.Falem da realidade no geral e parem mas é de abrir a boca para fazer o que eu chamo de verborreia.Falar de um assunto da treta só se pode ler mesmo comentários da treta.A sério que é este tipo de pessoas que são o vosso exemplo que fez algo para o bem da humanidade, sei lá algo...a sério!?

      Eliminar
    25. Não podia discordar mais do comentário inicial. Trabalho num café com horário rotativo em que posso fazer 12h/dia. Tenho casa, marido, uma filha de 6 anos e montes de despesas como (quase) todos nós. Se não entrar cedo acordo ás 6h e vou correr 1h ou vou ao ginásio das 7 ás 8, a tempo de voltar para preparar a criança para a escola. Quando faço manhãs, treino á tarde ou até mesmo á noite. Se chegar a casa do trabalho ás 22h e quiser treinar na manhã seguinte, tento limpar e organizar o máximo que conseguir mesmo estando super cansada. O trabalho cansa, a vida de casa também, mas o ginásio ou a corrida ajudam-me a relaxar de tudo isso! Tenho um marido que faz tanto quanto eu em casa e que também se organiza para treinar consoante o horário de ambos, de modo a que haja sempre alguém para ficar com a miúda fora o horário da escola. Temos fins de dia em que estamos todos em casa, e há até aqueles dias em que vamos correr e ela de bicicleta connosco! Por isso lamento pessoas, mas é mesmo uma questão de vontade e organização. Eu prefiro treinar e organizar a vida de casa enquanto vocês dormem ou estão a ver séries. São opções!

      Eliminar
    26. Eu levanto-me às seis da manhã, preparo pequenos almoços, lanches, ponho roupa a lavar e estendo o que der, trato das duas filhas, levo-as ao ATL, entro às 8h no trabalho, saio às 17h/18h, vou tratar de uns recados antes de ir buscar as miudas, vou para casa, ajudo com os estudos, oriento os banhos, faço o jantar, brinco/convivo com as minhas filhas, trato dos meus animais, miúdas prontas para dormir, passo a ferro, tomo banho... 23h/24h estou na cama... Mas vá, tudo isto não passam de desculpas para não ir ao ginásio... Enfim. Tanta etiqueta que esta gente gosta de colocar nas testas dos outros. Não vou porque não posso mesmooo! Fazendo bom tempo faço caminhadas ao final do dia com as pequenas e vou ao parque ao fim de semana com os cães também. Mas é no tempo que me sobra com uma série de condicionantes. Se a Carolina pode e gosta, só lhe faz bem e quem dera que todas pudéssemos assim. Agora virem dizer que não faço porque sou preguiçosa... Ah minha gente olhem para esta rotina diária e digam lá onde está a preguiça. BTW, sou mãe solteira portanto não tenho com quem partilhar as tarefas.

      Eliminar
    27. Há coisas que não vale a pena explicar, porque pura e simplesmente as pessoas não querem nem vão entender. Não tenho a vida da Carolina, não tenho empregada, nem tenho muitas ajudas extra, mas e só mas defini bem as minhas prioridades, que são as minhas, de mais ninguém. Não julgo as prioridades dos outros, mas não admito que me digam que as opções da Carolina são isto ou aquilo. Eu vou ao ginásio enquanto o marido trata do miúdo e o leva à escola, nos dias que vai ele de manhã levo eu o miúdo, à tarde vamos os dois enquanto ele está nas atividades. Claro que não é possível lamber a casa, claro que há roupa por arrumar, claro que se janta mais tarde. Mas se adiantamos muitas coisas ao fim de semana fica tudo mais facilitado, claro que para mim ir ao ginásio me faz bem ao corpo mas principalmente à alma, claro que considero importante que o meu filho perceba que têm um pai que cuida dele, quando a mãe se cuida. Enfim! é a minha vida e as minhas opções, cada uma terá as suas e não me venham dizer que há coitadinhas que não podem optar. Quantas vezes podem optar em ir pelas escadas em vez do elevador? Pequenas opções podem mudar a nossa vida.
      SJ

      Eliminar
    28. Vá não sejam injustos é que a Carolina e o marido acordam às 6 da matina para preparar os dois filhos, o marido deixa a Carolina na estação e comboios e depois leva os filhos ao infantário ( onde vai quase um ordenado) e depois vai trabalhar, a carolina passado quase 11 horas e no duro quase nunca sentada chega novamente à estacao de comboios e ainda tem de andar mais de 3O minutos para chegar a casa onde começa a organizar as coisas, entretanto o marido da Carolina Sai do trabalho vai buscar os filhos, chegam a casa e enquanto o marido vai dando banhoca aos filhos a Carolina vai preparando o jantar, jantam, ficam um bocado juntos para falarem e estarem com os seus filhos e deitam as crianças, o marido da Carolina vai lavar a loiça enquanto a Carolina passa a ferro e depois estão os dois juntos porque é necessário e a prioridade do ginásio como muitos falam não vem em primeiro lugar (mas também nao É o tempo suficiente sequer para ir ao ginásio 😂) e depois aterram na cama onde parece que dormiram uns minutos para começar tudo outra vez.Ups, afinal não estou a falar da vida dela e sim de grande parte dos casais reais e ainda vêm para aqui falar e inveja e prioridades!!Esta gente deve ter um parafuso a menos, é que só pode, ou vivem muito em função da vida dos outros.A Carolina só me lembro da pessoa quando falam, não entendo como falam dela como exemplo, desculpem lá mas a vossa maturidade e conhecimento sobre a vida ainda é muito pouco para terem tal postura.
      O comentário ao qual escreve a resposta está sim real, pode não viver tal realidade mas não É sinal que não valoriza a realidade que muitos vivem e que entrarem em termos de comparaçao com a carlina para mim é no minimo ridiculo.Falam em pequenos gestos, ai subam as escadas em vez de blá blá blá blá louvadinho seja todos os Santos...É que a Carolina tem um corpo de subir e descer escadas, de fazer exercício 30 minutos por dia, e ter um corpo que se transformou a meu ver nada atraente.Deixem mas é de viver segundo a vida dos outros e sigam verdadeiros exemplos de vida, pessoas que fizeram algo de sério pela humanidade, sim esse é o verdadeiro tipo de exemplos que quero passar aos meus filhos.

      Eliminar
    29. Cada pessoa deve ter o estilo de vida que gosta e que a faz feliz.
      Há quem goste (queira) acordar ás 6h/7h da manha, optimo.

      Eu por exemplo gosto de dormir a manha toda e acordar ao meio dia, acho maravilhoso entao......durmo.

      Desde que as pessoas sejam felizes, entao esta tudo bem.

      Eliminar
  8. Cavalheiro do Aeroporto10 abril, 2018 13:40

    Eu não acho o corpo da Carolina bonito. Não acho que fique bem uma mulher tão definida fisicamente. Mas isso sou eu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E ninguém lhe pediu opinião.
      Come o que gosta, o que não gosta deixa no prato.

      Eliminar
    2. 14:33: Precisa ser tão ríspida assim só porque o Cavalheiro deu a sua opinião? Nao estou a defendê-lo, não o conheço de lado nenhum, mas acho que você foi muito bruta, e isto devia ser um fórum onde cada um dá a sua opinião e devemos respeitar.

      Eliminar
    3. A si tb ninguém pediu nada.
      Falta de educacao.

      Eliminar
    4. Ninguém pode dizer que não acha o corpo dela bonito, vêm logo as fãs dizer que é inveja e que somos todas umas gordas para estar a dizer isso!

      Eliminar
    5. Também não me parece que a Carolina se importe muito com os seus gostos.
      Como diz o ditado ... gostos não se discutem

      Eliminar
    6. Há gente muito mal criada.
      Recado para o Anónimo10 abril, 2018 14:33. Sim, é mesmo para si.

      Eliminar
    7. Olhe por acaso tambem acho o corpo da Carolina desinteressante. E não estoi com inveja. Também peso 50kg e vou ao ginásio. Mas ninguém pode dizer isso que é logo tudo uma cambada de invejosas

      Eliminar
    8. Cavalheiro do Aeroporto10 abril, 2018 22:07

      14:33. Se formos por aí também ninguém perguntou nada a ninguém que aqui vem.

      Vá, coma qualquer coisa doce... Ou beba chá

      Eliminar
  9. A pipoca com as pernas peludas?? Conte outra mentirinha pq não da p acreditar :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Pipoca é mulher unicórnio, não lhe nascem pilosidades abaixo das pestanas.

      Eliminar
    2. A pipoca há uns anos atrás disse que andava interessa em fazer depilação a laser, na altura foi um assunto que me interessou porque também queria fazer, se ela fez, exactamente como eu fiz, não há cá pelos, vou de 2 em 2 anos fazer manutenção, mas pelos ao ponto de não poder mostrar as pernas nunca mais tive, portanto, acredito na admiração do anónimo!

      Eliminar
    3. A pipoca já disse que fez depilação definitiva, por isso duvido que tenha muitos pêlos.

      Eliminar
  10. "Ando há cinco meses a dizer que vou para a hidroginástica"... dou mais uma para garantir resultados: pode-se apanhar infeções urinárias nas piscinas, mais perigosas para as grávidas! ;)

    ResponderEliminar
  11. Cara Ana não andamos a fazer aulas de hidroginastica com o professor certo. Eu apresento-lhe o meu professor e vai ver se aquilo não aquece :)

    ResponderEliminar
  12. A maioria das mulheres detestam ver outras mulheres mais magras ou com melhor corpo que elas próprias. Apregoamos tanto ao feminismo (eu inclusive) para depois mulheres idiotas debitarem estas coisas sobre a Carolina. Pachorra e mudança de mentalidade é o que se pede.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Clap clap!
      O único real motivo porque continuamos e continuaremos sempre a ser o sexo "fraco"...

      Eliminar
  13. Só uma retificação.. Acho que houve ali uma troca de palavras logo ao início. O titulo mais acertado para este post.. :)

    ResponderEliminar
  14. "Então tomem lá mais uma dose de pranchas e abdominais depois de parir há meia hora." Ahahahahahahahahhh. Eu pessoalmente não gosto de abdominais tão definidos em mulheres mas isso é outra história. Faz ela muito bem. As miudas nasceram bem não foi? Os médicos não proibem, pois não? Então faz ela bem. Vai chegar aos 50 impecável. E que tenha mais filhos para ajudar a natalidade

    ResponderEliminar
  15. A questão é, afinal inquérito é normal para cada um de nós?... para mim normal é sentir nos felizes qualquer que seja a nossa condição. Tenho uma enorme admiração por quem faz o que gosta de forma e sente/se bem com isso. Eu por exemplo só me sinto bem dentro da minha normal anormalidade ����☺️!!!

    ResponderEliminar
  16. As pessoas comentam este "tema" como se comenta outro qualquer. Os sites/blogs/revistas/etc de fofoquice alimentam-se diariamente do que é colocado nas redes sociais pelos famosos, por isso este é um não tema como qualquer outro que há-de estar a ser falado hoje ou será falado amanhã.

    No entanto, acho um pouco triste associar-se necessariamente a inveja alguém que critique o físico da Carolina. Eu não critico nem aplaudo, mas se der a minha opinião é que não gosto daquele tipo de corpo e prefiro mil vezes o meu (que a Carolina provavelmente detestaria, sem haver inveja de nenhuma das partes). O que é importante é cada pessoa gostar de si própria :)

    Outra nota para o facto de a Carolina ter rios de dinheiro (e não é dinheiro de carreira de apresentadora, é mesmo de família, que vive toda assim) e tem uma série de empregadas e benefícios que o comum dos mortais não tem, bem como um emprego que está longe de lhe ocupar 40h/semana. Eu isso admito: se tivesse várias empregadas e não tivesse de mexer uma palha em casa e não tivesse um emprego que me ocupa 8h diárias, iria ao ginásio todos os dias sem problema. Tal como vou sempre aos fins-de-semana ou feriados e não me custa nada. Mas num dia já cheio com trabalho + tarefas não tenho nenhuma motivação para ir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas aposto que algumas pessoas que a criticam também têm tempo e dinheiro e mesmo assim não fazem exercício físico. Preguiça, pouca dedicação e organização.

      Eliminar
    2. Mas qual é o problema das pessoas não gostarem de ir ao ginásio???

      Eliminar
  17. O que me causa comichão na Carolina não são as gravidezes fantásticas e o corpo de implorar ao senhor (sorte e suor dela...). O que me causa comichão na Carolina é tratar as filhas por VOCÊ!!!! Você? A sério?! Não posso com o semelhante... Acho de uma cocozisse sem tamanho!
    Mas é só isso, nada de grave e de resto muita felicidade para o casal e as filhas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério que causa comichão?? Coce. Acho magnífico, as pessoas sentirem-se afectadas por modos de vida dos outros. A sério, é por isso que este mundo está como está. Não assuntos, e a forma como afectam as pessoas. P.R.I.C.E.L.E.S.S

      Eliminar
    2. E coço, na boa...
      "como estes assuntos afetam as pessoas"?! Oi? Quem?! Isto não me afeta em nada, a comichão é uma analogia... Acho caca a mais, só isso. E a sério que acha que o mundo está como está por motivos destes?! LOL antes fosse. Menos histerismo pf.

      Eliminar
    3. Também não gosto nada, cria uma distância enorme... mas quem sou eu para gostar do que quer que seja :)

      Eliminar
    4. Anonimo 15:07 saiu claramente em defesa do tratamento da prole por você porque também o deve fazer...

      Eliminar
    5. Concordo, isso do você..... não tem a ver com inveja, guardem lá essa que já cheira mal, mas o você acompanhada por uma voz super afectada, epah.... e olhem que eu até acho a rapariga bem simpática com as suas seguidoras, mas pronto, é daquelas coisinhas.... mas desde que há uns dias atras vi uma personagem, bem conhecida nisto dos blogs, a tratar o cão por você, já acredito em tudo, é tudo normal, o cão senhores!!! Bom, mas tudo na paz do senhor, cada um com as suas

      Eliminar
    6. Acho que o mundo está como está, porque existe demasiada gente que se preocupa com o que não deve e não tem importância, em vez de se preocuparem com assuntos pertinentes. Não a afecta em nada, mas vem dar a "estocadazinha" só porque sim. Histerismo... Pois, se calhar é um pouco menos que o seu.

      Eliminar
    7. Anónimo das 16h22, leia novamente o meu comentário e diga lá onde é que defendo isso? Seja um pouquinho mais inteligente, não custa muito

      Eliminar
  18. "Mulheres que dizem que têm excesso de peso porque tiveram um bebé. Há 14 anos. Mas é a vida." AHAHAHAHA

    Tenho a mesma idade da Carolina, mais 10kg que ela e menos motivação.


    Neste país inveja-se quem faz mais do que o esperado.


    Se as Mulheres fossem mais unidas, isto não seria um tema.

    ResponderEliminar
  19. Adorei😁 gosto muito dos seus posts picpoca 😉

    ResponderEliminar
  20. Muito bem dito Pipoca!!
    Ja chateia as pessoas criticarem tanto a rapariga!
    O normal é muito subjectivo. Por ex eu nao acho muito normal uma colega minha fazer uma sessao fotografica de gravidez com 4 meses, e ter uma barriga enorme (10% bebé, 90% gordura abdominal) e exibir aquilo feliz e contente, e toda gente comentar "ahh que barriga tao linda!!) Barriga linda my ass! As pessoas secretamente ficam felizes qd as outras engordam mais do q nós!
    Quem me dera ser como a Carolina, de ter a motivaçao dela. Tive o meu pequeno e apesar de ter um peso normal, longe dos olhares alheios e por baixo da roupa continuo gelatinosa, mole e com celulite.

    ResponderEliminar
  21. É isso mesmo! Larguem a rapariga!
    Quanto à hidroginástica eu também fiz durante a gravidez e é mt agradável :)

    ResponderEliminar
  22. Eu admiro a Carolina, acho que desmistificou muita coisa e talvez por isso seja tão criticada.

    ResponderEliminar
  23. Só uma retificaçãozinha porque de resto concordo em tudo, a hidro pode ser só para Malta velha na maior parte dos ginásios mas no sítio onde eu ando garanto que até dentro de água se transpira e também garanto que andam lá muitas meninas de 20 e 30 anos por isso... realmente não se deve generalizar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode, pff, dizer onde?
      Ando na hidroginástica de um ginásio e aquilo é o maior tédio...
      Please!

      Eliminar
    2. Porque é que importa quem faz hidro? Só é fixe ir para as aulas de zumba cheias de azeiteiras vestidas de neon para serem marcadas em fotos no facebook?! Se eu gostasse de uma modalidade queria lá saber se eram só velhas ou novas... Não é como se fosse para lá para tomar chá com as pessoas. Não percebo.

      Eliminar
    3. Anónimo10 abril, 2018 15:30 o que me ri!!! É memso isso :D só a ideia de ir socializar para o ginásio e levar um chapéu de bruxa para as aulas de cycling no Carnaval para ser taggada na foto de grupo do facebook (LOL) é-me completamente surreal ahah

      Eliminar
    4. Mas quem falou em quem? O meu problema é a intensidade da aula que mais parece aeróbica para bebés! Se isso tem a ver com a idade dos presentes não sei, o que eu quero é uma aula como deve ser.

      Eliminar
    5. E porque as aulas de zumba têm azeiteiras??
      Se gostasse de zumbas talvez quem frequenta esta aula não fosse azeiteira...
      Será?!
      Juízo e bom senso minha senhora.

      E não, não pratico zumba...mas gostava!

      Eliminar
    6. Pronto se o problema é a intensidade aí já percebo, mas referiu só o público por isso achei q era esse o quesito.
      Anónimo das 16:31, acho que as aulas de zumba têm azeiteiras como acho os carros tunning azeiteiros, uma questão de gostos. Óbvio que estava a generalizar e sei que também anda lá gente porque gosta de dançar e descontrair, e o ritmo é interessante sim senhora, mas convenhamos que 80% são pessoas que só se importam com os equipamentos tutti color e em serem tagadas de fit coiso-da-moda... Quando o zumba virou sensação fui experimentar umas aulas e cheguei a essa conclusão por conta própria, as pessoas em vez de confortáveis querem é dar na vista (claaaro que há equipamentos confortáveis e verde-alface, não digo que não...) e estavam sempre preocupadas com os tags nas redes sociais. Com os jantares de aniversários/natal/páscoa/carnaval/Halloween/verão/fim de ano/etc. etc. etc....Identifiquei-me tanto que fui a 3 aulas apenas! Agora, que há quem goste e lá seja feliz, ótimo! Mas que é QUASE sói azeitonas: É!

      Eliminar
  24. Tivesse eu a motivação e dedicação da Carolina e não andava há meses a queixar-me dos 4 quilos a mais enquanto como doces. A mulher é um exemplo, não entendo tanta crítica. Mas, verdade seja dita, duvido muito que se a CP importe. Até tenho a sensação de que gosta de lançar algumas fotos para espicaçar...

    ResponderEliminar
  25. A mim nada me incomoda! Que ela faça exercício, que tenha barriga ou não, é-me indiferente. Só gostava de saber que tipo de exercício fez ela ao longo da vida para, dois dias depois de ter um bebé, conseguir sentar-se num selim... digam-me de vossa justiça se isto não é ser sobrenatural? É que nem os coelhos (e têm-nos ás paletes...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tive 3 filhos. Da primeira levei uma semana sem me sentar, da segunda parecia que tinha acabado de sair de um spa super relaxada e na manhã seguinte estava Sentadinha a tomar o pequeno almoço, do terceiro além de não me conseguir sentar ia morrendo de dores nas costas... Cada pessoa é uma pessoa é cada parto é diferente!

      Eliminar
    2. Eu só tive um, mas não tive queixa nenhuma nem dificuldade em sentar-me de forma nenhuma. Mesmo com pontos.

      Eliminar
    3. Hummmmm... nunca vi um Coelho a andar de bicicleta. Onde é que outra encontro? Na mesma secção dos unicórnios?

      Eliminar
    4. Depende mesmo do parto. O meu foi parto vaginal e 3 horas depois sentava-me e levantava-me como se não tivesse tido filho nenhum.

      Eliminar
    5. Yep, tive parto vaginal e 1h depois (porque nao me deixaram antes) sentava-me normalmente como se nada tivesse acontecido. Tive sorte de nao ter pontos. Por mim tinha saido da maternidade no mesmo dia!

      Eliminar
  26. Ou, pior, mulheres que dizem que têm excesso de peso porque tiveram um bebé. Há 14 anos.

    ahahahahahahahaha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pior é a minha sogra, que diz.que ficou gorda desde que teve o meu marido! Já lá vão 39 anos e a senhora continua gorda! 😂😂😂

      Eliminar
    2. Ahahahahah a mh sogra tb diz que ficou gorda quando teve o meu marido...há 35 anos 😂

      Eliminar
    3. Asseguro-lhe que sogras e mães com o mesmo argumento, continuarão inevitavelmente a surgir, a desculpa serão sempre as gestações, nunca o pecado da gula !😂👌

      Eliminar
    4. É como as pessoas que dizem que até com o ar engordam!!! Pois sim,chamem-lhe ar....

      Eliminar
  27. Eu não me importo nada com o aspecto da Carolina e ainda bem para ela que consegue estar sempre impecável.
    Agora o que eu não percebo é como é que alguém em pleno mês de Março sai da maternidade em top de alças e sem soutien?
    Em Agosto, na Carolina, eu percebia, mas em Março? Duvido que se a Carolina fosse agora ao Hospital de Luz fazer umas análises ou um exame fosse e voltasse de lá em alças com o tempo que tem feito.
    Não é vontade de falar mal só por falar, é não perceber a necessidade de esfregar na cara das pessoas que está excelente de corpo, numa situação que não seria de esperar, mas depois dizer que não percebe porque é que falam.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Finalmente! É muito isto.
      Há sempre os dois lados da moeda.

      Eliminar
    2. Na minha opinião, mas também sou "calorenta", no hospital da Luz costuma estar quente.

      Eliminar
    3. Sim, é um bocado isso. Queixam-se de serem faladas, mas fazem tudo por que isso aconteça. Uma pessoa já sabe que o que põe nas redes sociais vai ser comentado, muito mais sendo uma figura pública. Independentemente de terem o direito de publicar seja o que for, vê-se que o fazem propositadamente para provocar reacções.

      Eliminar
    4. Tive exatamente esse pensamento quando vi a foto!!! Não desgosto da Carolina enquanto profissional mas não consigo deixar de ver ali uma certa caquinha a mais...

      Eliminar
    5. A Carolina Patrocínio é uma figura pública e o seu marido também. Creio que é nesse contexto que temos que enquadrar a indumentária da Carolina à saída da maternidade. Acho até que tal não é exclusivo da Carolina, mas sim de qualquer figura pública. Alias, relembrar sempre a "polémica" da Ana Rita Clara e que a mesma causou quando saiu da maternidade em salto agulha. Lá está, são figuras públicas e as nossas revistas cor de rosa têm que ter sobre o que escrever, e adoooram estes temas, pelo que, apesar de tudo, isto me parece relativamente normal. Eu se também fosse figura pública também não gostaria de me ver escarrapachada na capa da Caras com má figura ao sair da maternidade. Acho que é neste contexto que temos que enquadrar isto.

      Eliminar
    6. Anónimo das 15:25, faz todo o sentido que saia composta porque sabe que vai ser fotografada. Mas não é, de maneira nenhuma, a única alternativa ao nível de vestuário sair da maternidade em top de alças sem soutien. Aliás, pode-se brilhar muito mais em qualquer roupa do que naquele topzinho pelintra.

      Eliminar
    7. Há uma coisa que muita gente ainda nao percebeu. Há "nao assuntos" que não se pode deixar morrer porque dão visualizaçoes e comentários (como os meus e como os vossos) e é daí que vêm as prendas e os produtos gratis que a pipoca recebe e que tanto invejamos. A pipoca tem que alimentar a máquina com temas quentes e actuais. Se fizesse um post sobre fisica quântica ou sobre as implicacoes da Padeira de Aljubarrota , ninguém batia cá. Mas um bom blog dá trabalho e o mérito é dela. Também a Carolina faz o mesmo, sejam os Patrocínios mais ou menos abastados k os Garcia Martins. Ou acham k as fotos n estao cheias de publicidade a produtos de bebés, etc...acham que a Carolina vem mostrar o paozinho com poucos hidratos pk é uma porreiraça e adora vos dar umas dicas de graça? Vocês e eu alimentamos estas máquinas com as nossas visualizaçoes, comentários e compras. Nada disto é inocente. Mas eu tenho noção e vivo bem com isso. Se não não vinha cá.beijinhos.

      Eliminar
    8. Eu não percebo é porque a Carolina não pode "esfregar na cara"! Agora a rapariga tem de se esconder só porque certas pessoas têm inveja da forma física da rapariga? É a mesma coisa que dizer a uma mulher não vistas essa mini saia para não te pores a jeito...

      Eliminar
    9. Anónimo 19:39, há ali um meio termo entre "esfregar na cara" e "esconder-se". É o chamado bom-senso, que nalgumas pessoas até é só mesmo senso comum. Mas obviamente que a Carolina precisa muito que falem dela ou não precisava de andar sempre a expor a sua vida nas redes sociais. Tantas celebridades que conseguem fazê-lo, é porque não é uma tarefa impossível conseguir sentar o rabo num selim sem publicar uma foto!
      Os ricos também não têm culpa de ser ricos, mas o bom senso diz que é feio irem esfregar jantares de 3 mil euros na cara de quem anda a passar necessidades. É isto. Não lhe sei explicar de outra maneira.

      Eliminar
    10. Cara anónima das 15:54, assim entramos na parte do gosto pessoal de cada um sobre o que é que gosta de vestir. O que me pareceu é que a Carolina estava com um tipo de roupa que é muito usual nela. Calças de ganga e um top.

      Eliminar
    11. Anónimo 10.55 dos melhores comentários.É algo que nem seria necessário ter de explicar mas pelos vistos...

      Eliminar
  28. Há um soslaio de falsa defesa... parece-me. Deve ser da sensibilidade da gravidez.
    "... mulheres que se deixam engravidar* 20 ou 30 quilos..." (uma gralhazinha, também acontece às melhores)

    ResponderEliminar
  29. Eu só queria ter força de vontade para subir as escadas em vez de andar de elevador...

    ResponderEliminar
  30. Eu sou mulher e relativamente a este assunto posso dizer que as mulheres são umas grandes invejosas. As mulheres são as primeiras a criticarem as outras....cada mulher leva a gravidez de forma diferente, não somos todas iguais, não temos todas o mesmo estilo de vida, não temos todas o mesmo corpo, não temos todas a mesma genetica, não temos todas a mesma família, não temos todas a mesma saúde, somos todas diferentes umas das outras.
    Podemos perfeitamente argumentar "ah se a Carolina chegasse a casa e tivesse de ir aspirar e passar a ferro, não ia ter disposição para ir treinar às 7h da manhã!!", possivelmente é verdade, mas não sabemos...há muitos "se" que podiamos colocar...
    Vivo em Africa há 5 anos e aqui muitas das mulheres na provincia estão na lavra param o que estão a fazer, fazem o parto e daí a umas horas voltam novamente à lavra como se nada fosse, quantas europeias conseguiam fazer isso? Somos todas diferentes....
    Acho que as pessoas passam muito tempo preocupadas com a vida dos outros.
    Pessoalmente não acho que ela tenha um corpo bonito, está demasiado musculado, mas acima de tudo quem tem que gostar é a propria não?
    Todas conhecemos mulheres que pouco ou nada faziam de exercicio durante a gravidez e que umas semanitas depois do parto estão super elegantes, vamos apedrejar essas mulheres? E uma coisa importante, ela não engravidou e começou a treinar, ela sempre treinou, é uma coisa contínua e felizmente a saúde dela não a priva de exercicio durante a gravidez, portanto, bom para a Carolina.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A avó do meu marido fazia isso, andava a trabalhar no campo e se fosse hora de parir, paria!E ia à vida dela! Era europeia de Trancoso e teve doze filhos.

      Eliminar
  31. Eu só queria alguém que me tirasse as grainhas das uvas...ai que maçada

    ResponderEliminar
  32. Não tinhas feito a depilação a laser?!

    ResponderEliminar
  33. Olá pipoca. Fui mãe aos 21 anos, tenho 30 agora. Caminhava bastante na altura não tinha posses para ir até ao ginásio. Mesmo assim engordei uns 20 e poucos kg... Eu acho q a carolina deve fazer o que acha certo e se for exercício de alto impacto, então que seja.eu acho estranho uma gravida fazer uma viagem de longo curso no final da gravidez, para uma terra em que a amplitude térmica é muito grande e acho estranho nos primeiros dias de maternidade a pessoa sair de casa para ir ao ginásio. É um momento tão intenso e que pede algum repouso ( até para a qualidade do leite) já as nossas acestrais diziam isso. Mas lá está é a minha opinião. Não a condeno mas tambem não a entendo...mas também não a sigo pq não tenho redes sociais :0)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Principalmente o que achei estranho sobre essa viagem foi ser para um destino onde há risco de zika e ser totalmente desaconselhado a mulheres grávidas/a tentar engravidar...

      Eliminar
    2. Essa da qualidade do leite é de chorar a rir. Não há leite bom e mau. Há leite, muito ou pouco, mas nunca bom ou fraco. As nossas ancestrais diziam muitas coisas, mas poucas coerentes. Essa de "os antigos diziam" é de rir para não chorar. Desde então aconteceu uma coisa chamada ciência, q veio refutar montes de disparates q as nossas "ancestrais" diziam (coitadas, faziam o melhor q podiam com a informação q tinham).

      Eliminar
  34. É tão isto! Muito bom pipoca!

    ResponderEliminar
  35. O meu marido é PT, e quando fiquei grávida fez-me todo um plano adequado à condição. Não estava doente, mas obviamente que tinha que lembrar do bebé que estava dentro de mim e evitar impacto, aumento das pulsações...sofrimento fetal...por mais habituada a ginásio que eu estivesse. Por volta das 19 semanas parei, porque ficava demasiado cansada..cada corpo reage de forma diferente. Engordei 14kg e 3 meses depois estava com o meu corpo no sitio. Portanto, acho fora do normal toda a agressividade de treinos sim...e fico genuinamente feliz quando as filhas dela nascem saudáveis (até porque não entendo qual a mãe/ser humano possa desejar mal a um bebé)...Não se trata de inveja.
    Mas também tenho que concordar que a vida dela no geral é muito facilitada. quantas mães podem ir ao ginásio à hora que ela vá e chegar a casa com todos ainda a dormir? O pessoal acorda a correr..despacha crianças para a escola a correr...e depois de 8h diárias de trabalho já não tem forças para ir ao gym..porque em casa esperam os filhos e todas a lides de quem não tem empregada. Ou bem se arranja um ginásio na hora de almoço ou então simplesmente não dá..porque não somos privilegiaras como ela..isso é uma verdade..uma realidade...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho sorte que na empresa onde trabalho tem ginásio, tem horários com PT e é gratuito.
      Temos a facilidade de poder ir de manhã, na hora de almoço ou ao fim do dia.
      Seria de esperar que houvesse mais adesão mas não há. Eu costumo ir 2/3 vezes por semana e ouço muitos comentários de outras mulheres a dizerem que gostavam de ir mas que não conseguem, ou porque de manhã é muito cedo, à hora de almoço não gostam e ao fim do dia estão cansadas. No fundo é falta de vontade, mais prático não poderia ser e eu contra mim falo que poderia ir mais vezes mas arranjo "desculpas" para mim mesma. Há falta de vontade sim, e nem toda a gente com a vida da Carolina iria treinar. São escolhas e tudo o que não é em exagero não está errado, não somos todas iguais.

      Eliminar
  36. Adoroooo " Ou, pior, mulheres que dizem que têm excesso de beso porque tiveram um bebe. Ha 14 anos". Pois a essas ja ninguem diz, " isso nao e normal " ou " que aberraçao" ... é so invejosas!! Casis cono a Carolina so me motivam ainda mais a querer cuidar de mim

    ResponderEliminar
  37. Efectivamente a Carolina Patrocínio não é uma figura consensual! Na minha opinião, não tendo nada contra a rapariga, não me agrada nada porque é uma figurinha que aparece porque é "bem" e filha de "papás", e também acho o físico dela horroroso!

    ResponderEliminar
  38. Para mim o que nao é normal nao é parte estética mas sim a biológica. Sou Médica Obstetra e peço desculpa mas ninguém faz bicicleta com ar de normalidade depois de um parto natural. Acordem senhoras!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A fulana nunca esteve grávida... As filhas são fruto de barriga de aluguer ao estilo do Ronaldo. Bem me parecia... Andava desconfiada disso.

      Eliminar
    2. Por acaso, também fiquei curiosa com aquilo que a anônima quis dizer... pode não ser normal, mas ela fez-lo e teve 3 filhas.... portanto acordar porque?

      Eliminar
    3. A xotôra está a dizer que aquilo é só para as câmaras, depois de desligadas as câmaras passa a ser outra igual a "nós"... credo, é preciso explicar tudo.

      Eliminar
    4. Ela faz o vídeo em cima da bicicleta e logo a seguir vai se sentar no sofá, e depois da umas borrifadelas no corpo para parecer transpirada e faz um novo vídeo.... toda uma arte! Dizem cada uma

      Eliminar
  39. E isto tudo, resumidamente, porque as pessoas são ignorantes e como se não bastasse A-DO-RAM meter-se na vida alheia. A cereja no topo do bolo são as redes sociais, que é como quem lhes dá um micro para a mão. Protagonismo. E falam, falam, falam, nem sabem do que falam, mas falam, opinam, acusam. E a Carolina na vida dela, preocupadíssima... Ahahah... tiro-lhe o chapéu por saber comportar-se quando seria tão fácil perder a paciência e responder na mesma moeda.

    ResponderEliminar
  40. Sou mulher, já passei dos 45, sou mãe, mulher, trabalhos cerca de 10 horas por dia, treino todos os dias. tenho tempo para tudo! até para dar a minha opinião sobre este tema.

    As mulheres em geral são peritas a encontrar desculpas para o que não querem fazer nomeadamente, cuidarem delas próprias. Cuidar de nós é uma obrigação, tão importante como cuidar da casa e da família. Mas, como em tudo na vida é uma opção. cada corpo é um corpo... mas quando cuidado poderemos ter uma grande satisfação e mais ... uma grande felicidade. não é só na gravidez que devemos ter cuidados até porque, como já referido, não é durante a gravidez que deveremos fazer aquilo que não temos por habito fazer. Inventar desculpas para não cuidarmos de nós não me parece uma boa solução... quanto a pedir ajuda... hoje com a informação disponível online... existem milhares de sites com informação e conselhos de alimentação saudável, exercícios a fazer sem sair de casa, treinos outdoor gratuitos que basta aparecerem...

    Vão continuar a inventar desculpas? No dia que ficarem doentes por não terem tempo de cuidar de vós... nesse dia terão tempo para ir ao médico e fazer tratamentos... ainda, para além de tempo, vão arranjar dinheiro para pagar as consultas, os tratamentos, medicamentos...

    Fica a dica para pensarem...fico feliz por existirem estes sites que promovem a discussão destes temas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Es a maior!

      Eliminar
    2. Assim como a forma como cada um encara 'tratar de si'. Não é só ir ao ginásio, antes fosse

      Eliminar
  41. Quem é a Carolina Patrocínio?!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Melhor comentário possível 😊.Pelos comentários que leio por aqui é alguém que fez imenso pela humanidade...😂😉😊.

      Eliminar
    2. Show must go on!!! and oon, and on, and on...... ;)

      Eliminar
    3. Por amor de Deus, quanta ignorância!!!
      É a apresentadora do Disney Kids na SIC! duh

      Eliminar
    4. Ignorância é estar mais atenta à vida dos outros do que à sua. Talvez se lhe perguntarem quem foi Darwin não saiba responder.
      Descanse que quando a Carolina morrer não será recordada por séculos. Pq mulheres desinteressantes como ela, infelizmente há muitas.

      Eliminar
    5. Aquele comentario do anónimo das 9.32 só prova o que a está a falar por aqui e acredito que só pode estar a brincar.Anónimo das 10.42 sem sombra de dúvidas um dos melhores e mais coerentes comentários.Anónimo 1.07 o seu também está certíssimo.

      Eliminar
  42. Fiquei chocada com a rotina da Carolina durante a primeira gravidez. Era das tais que dizia que "isto não é normal".
    No entanto, já vamos na terceira bebé e todas elas são perfeitinhas, com um peso óptimo. Portanto, aquilo que é realmente importante (fazer bebés saudáveis), a Carolina consegue. E melhor!, consegue mantendo um equilíbrio inacreditável com o seu bem-estar e amor próprio.
    À segunda gravidez passei de ser das que apregoava à Anormalidade da coisa, para aquelas que diziam, já em tom de admiração, "como é que ela consegue". Agora, após a terceira, já digo alto e bom som: "quando engravidar quero ser como a Carolina Patrocínio".
    Para além disso, as pessoas que a seguem de forma atenta vêem que não é nada extremista na educação das miúdas, e que não lhes impõe de forma alguma a alimentação hiper-mega-saudável que segue. E isso sim, é o mais importante!
    A Carolina a tornar-se um exemplo enorme e a prova viva de que tudo é possível e que não é preciso uma mulher perder-se dentro da "mãe", para efetivamente ser mãe.
    E por isso dou-lhe os meus parabéns.

    ResponderEliminar
  43. 👌🏼👌🏼👌🏼👌🏼👌🏼👌🏼

    ResponderEliminar
  44. As pessoas usam a palavra "normal" quando querem dizer "comum" muitas vezes.
    O corpo da Carolina Patrocinio durante e imediatamente apos a gravidez nao e comum - facto (nao tenho dados estatisticos, estou a extrapolar)
    O corpo da Carolina Patrocinio durante e imediatamente apos a gravidez nao e normal - opiniao de quem acha que ha uma "norma" para corpos durante e depois a gravidez; duvido que haja uma norma para isto, ha opinioes medicas para todos os gostos e nem para os kgs que se engordam durante a gravidez ha norma.

    ResponderEliminar
  45. Pipoca eu acho que se fala tanto na Carolina, porque ela quer que se fale. Depois da polémica com as duas primeiras gravidezes continuar a colocar resmas de posts, fotos e procurar discussão nesta 3ª gravidez é só estúpido a meu ver. Ela quer é aparecer e que se fale nela. Se formos a ver bem de outra maneira não se falaria nela. Beijinhos. Ana Ribeiro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conte-me tudo...
      O que deveria a Carolina fazer? Sair das redes sociais para que a anónima se sentisse melhor?
      (Ass. Anónimo grávida de 37 semanas que não fez nada e não tarda vai a rebolar para o hospital da luz)

      Eliminar
  46. Eu sigo a Carolina no Insta e a verdade é que, para mim, ela acaba por ser uma inspiração. A minha vida não é, de todo como a dela, mas inspira-me a ir ao ginásio e a puxar por mim própria. E a maneira descomplicada com que ela trata as filhas, para mim também é, de certo modo, um exemplo e uma inspiração. Não irei comparar nunca a minha vida à dela, porque simplesmente não têm comparação possível, mas que ela é uma inspiração para muitas pessoas, lá isso é! E para mim, é de certeza, enquanto pessoa disciplinada, com foco naquilo que lhe interessa e até ao dia em que tal deixar de acontecer, continuarei a segui-la nas redes sociais. Agora, criticar só porque sim, ou seguir pessoas de quem não se gosta nas redes sociais só porque sim, e ainda por cima ir lá perder tempo a criticar, tenham dó. É que parece masoquismo!

    ResponderEliminar
  47. Revejo-me completamente no que a Pipoca escreveu! Também fico parva a olhar e a falar da gravidez da Carolina Patrocínio porque estou grávida e já engordei 20kg (estou com 39s) mas a verdade é 1ue também não fiz nada para não engordar, não tirei horas de sono à cama para fazer exercício, não me privei de comer porcarias etc e tal por isso não pode haver milagres... uma venia a todas as Carolinas por esse país fora porque amava ser uma.

    ResponderEliminar
  48. Desculpe a pergunta pipoca mas não tinha feito a depilação a lazer?! Não resultou? Tenho adiado fazer orque receio um mau resultado, daí a pergunta. Obrigada. E tdo a correr bem na gravidez.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Clinica do pelo com laser Alexandrite, fiz há 7 anos, ainda sem pelos! Faço apenas de anos a anos para prevenir. Um espectáculo, quem puder força! Tive um problema hormonal e mesmo assim não voltaram a crescer, aconselho

      Eliminar
    2. Laser Alexandrite. Recomendo vivamente! Vale cada cêntimo do investimento. Compensa e muito!

      Eliminar
  49. seja qual for o estado fisico, o estado espiritual, o estado monetario, o suporte ou falta dele... da mae/gravida:

    "If you make the effort to do the best of which you're capable, I think that's success. And I don't think others can judge that." John Wooden

    ResponderEliminar
  50. Eu se um dia engravidar só quero que seja igual à Carolina! É uma estupidez as pessoas estarem sempre a comentar "não é normal"! O que não e´ mesmo normal é engordar como uma vaca, ficar com mais 20kgs e uma descuidada do pior! Só falam por inveja, e em alguns casos, burrice pura!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ?? Eu engordei 20kg, uma vaca portanto, apesar de nem parecer que os tinha e surpresa, sai da maternidade com menos 14kg... E no mês seguinte estava com o mesmo peso antes de ter engravidado. Não deve ter percebido o post da pipoca, não existe 1 conceito de "normal".

      Eliminar
    2. Menos... (21:27h)está a necessitar urgentemente de boa educação e maior contenção verbal !pode crer que ninguém a inveja ...nem as eternamente elegantes nem as que se conformaram com o excesso de peso pós natal !😉
      E quando engravidar, não se esqueça de ir fechando a boquinha e nunca comer por dois, caso contrário, corre o risco de ficar modo " alheira de Arganil😂😂😂

      Eliminar
    3. De uma coisa nao tenha dúvida você é sem dúvida o exemplo de burrice pura.Que textinho imaturo digno da revista Maria.Continue a viver a sua vida através da vida dos outros...imaturidade no seu mais alto nível.

      Eliminar
  51. Adorei o texto! Morri a rir! Mas ainda gostei mais foi da desculpa que algumas pessoas são, "se tivesse a vida da Carolina e o dinheiro dela também andava toda fit." CLARO.... que nao! Aquela forca de vontade é com ou sem dinheiro, com filhos ou sem filhos, com casa para limpar ou sem casa para limpar! Pois que se tivessem o dinheiro dela e a vida dela continuariam a não ir. Tenho amigas com filhos que se levantam de madrugada e vai religiosamente ao ginasio. E tem casa para limpar. E não tem empregadas. E vão á hora de almoço e imagine-se que até cozinham. E são profissionais com sucesso. Ele há coisas do demonio!

    ResponderEliminar
  52. Tanta preocupacäo com o corpo , ...e a mente ? E o juízo ? E o estar bem consigo mesma ? E ....pensar em coisas sérias ?? E deixar de se me ter na vida dos outros ? E ler mais ? E aprender línguas ? E visitar museus ? E ajudar os outros ?....e ? e ??? !!! Mas näo! É só músculos ....o cérebro ,tb tem de ser exercitado ...!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É por estas e outras que cada vez mais as pessoas parecem estar cada vez mais burras como uma porta.Aiiii, que já vão dizer que é inveja 😂😂.Que pachorra para certo tipo de mentalidades de revista Maria.

      Eliminar
    2. Mas uma coisa invalida a outra?? Que estupidez,jesuuuus

      Eliminar
    3. Pela maneira como pontua também devia exercitar o seu

      Eliminar
  53. As pessoas são invejosas ponto
    Falam do corpo da Carolina, falam da minha casa nova com piscina, das minhas carteiras caras, dos bons sapatos, das jóias e dos relógios, da roupa que não é da Zara e companhia, etc, etc, etc. Falam de tudo o que gostavam de ter e não têm.
    Mexem o rabo mas sobretudo mexam os neurónios, arregacem as mangas e conquistem aquilo que invejam nos outros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando é que isto passou a ser sobre si? Precisava de descarregar essa frustração? Já se sente melhor?

      Eliminar
    2. *mexam o rabo

      Eliminar
    3. Bolas senhora, que sorte!

      Eliminar
    4. É, a sorte dá muito trabalho.
      Para a das 22h50, um grande bocejo.

      Eliminar
    5. Bocejar a regateiras deste género é sem dúvida a resposta perfeita. Vou começar a usar.

      Eliminar
  54. Sublinho!! Já irrita, já chateia, já não se aguenta. Só espero ser como a Carolina quando tiver filhos.

    ResponderEliminar
  55. Ainda que respeite a decisao da caolina, o que ela faz não é normal nem pode ser exemplo para a maioria das grávidas deste país. Carolina fa-lo (e está no seu direito) porque esta habituada a este nível de exercício fisico que não é muito usual. Por isso estou de acordo em nao se ser extremamente sedentária na gravidez mas começar a seguir o exemplo carolina sem antecedentes de prática desportiva intensa é prejudical!

    ResponderEliminar
  56. Até eu não grávida e nunca grávida adorava um corpo daqueles. Mas ela adora exercício e eu adoro preguiça... Eu morria na vida dela e ela morreria na minha. Respeito por todas as formas que cada um escolhe para viver.

    ResponderEliminar
  57. Pipoca és a maior, mt bom 👏👏👏👏👏 acho que até perdi peso só dá quantidade de vezes que me ri ao ler isto😂😂😂

    ResponderEliminar
  58. Faço ginásio quando me apetece ir, tento ter cuidado com a alimentação, sou magra, gosto de ver corpos cuidados, tonificados, mas com peso e medida, não acho o corpo da Carolina bonito e digo isto sem uma ponta de inveja, não acho que fique bem numa mulher aquelas veias todas para fora, mas reconheço que ela tem foco, motivação e se ela gosta de se ver força nisso, lá porque eu não gostava de ter um corpo igual não critico, as pessoas até podiam comentar na intimidade mas andar lhe a escrever nas redes sociais que ela é horrível ou assim ou assado é muito desnecessário, cada um sabe de si, aliás as pessoas nem se apercebem que estas figuras públicas fazem de tudo para que se fale, se não fosse do corpo falariam dela porque? Ainda alguém vê aquele programa onde ela entra? Deixem lá a rapariga ir as 7h para o ginásio, se pode melhor para ela

    ResponderEliminar
  59. Se é preciso NÃO falar disto, pra quê isto? Este post gigantesco? Dar tempo de antena aos haters e defender quem não precisa e se está a marimbar para as opiniões dos outros...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque este assunto "vende" e dá visibilidade. E não é isso que um blogger quer? Não deixa de ser um pouco hipócrita. É uma espécie de "olha para o que eu digo e não para o que eu faço".

      Eliminar
  60. Nham nham nham crunch crunch...(comentario de uma gravida,deitada como uma morsa, a enfardar chocolates,enquanto lê este rol de parvoices )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Continue,que está no bom caminho.....

      Eliminar
    2. Claro que está, daqui a uns tempos tem um lindo bebé nos braços. Quer caminho melhor que esse?!

      Eliminar
  61. Adoro que seja feio dizer que o corpo da Carolina não é normal, mas não faz mal dizer que as mulheres que engordam na gravidez são como as vacas e as porcas. Isso já não é feio, pois não?

    ResponderEliminar
  62. Concordo, não há pachorra. As pessoas, com a sua mania de querer ditar o que é "normal" e o que é "real", é coisa que me tira do sério...

    ResponderEliminar
  63. A mim o que me irrita na Carolina Patrocínio é o tratar as filhas por você. Acho o cúmulo do ridículo, uma patetice pegada. De resto, pouco me interessa se dá à luz maquilhada ou não, com ou sem jóias, se engorda ou não. O que me deixou com uma pontinha de inveja foi vê-la a publicar stories no instagram, em casa, às 11 da manhã e às 4 da tarde a bebé já tinha nascido. Terão sido umas poucas horas de trabalho de parto. Isso sim queria eu!

    ResponderEliminar
  64. Não me lixem. A Carolina Patrocínio leva um estilo de vida saudável e isso é de admirar. Nunca me chocou absolutamente nada vê-la treinar durante as gravidezes. Com certeza que é bem aconselhada pelo obstetra que a acompanha. Sabemos que nem todas devem praticar desporto durante a gravidez, mas esse não é claramente o caso dela. Sempre treinou, as gravidezes aparentemente correm bem, não há motivo para suspender os treinos.
    Agora, a exposição é demais. Faz-me muitíssima confusão.E não vale a pena negar, quem se expõe, expõe-se também a críticas. E há outra coisa a referir: a Carolina faz gala a mostrar a todo o mundo que nem parece uma mulher grávida. Parece que vive para isso: para mostrar que é a grávida mais superfit do mundo. Cada um com a sua pancada! Mas escolher a dedo apenas as fotos em que parece não ter barriga absolutamente nenhuma é assim um bocado estranho.

    ResponderEliminar
  65. Fico parva com estes comentários. Então deixamos de criticar a Carolina (muito bem), para criticar quem não faz exercício, mascarando a crítica com uma preocupação com a saúde dos outros. Ah senhoras, deixem-se de hipocrisias, ninguém vai ao ginásio principalmente para ser saudável, vai-se para atingir um determinado tipo de corpo. Para sermos saudáveis basta uma boa alimentação e sermos ativos, o que pode passar, simplesmente, por caminhar uma hora por dia. Eu nunca coloquei um pé dentro de um ginásio e não pretendo fazê-lo. Sou magra mas não pretendo ser "fit", e dá-me uma satisfação muito maior ocupar duas horas por dia a ver uma série, ou mesmo a não fazer nenhum, do que a malhar. Prioridades... cada um tem as suas e é errado acharmos que só as nossas é que estão corretas.

    ResponderEliminar
  66. Texto absolutamente perfeito! É isso tudo. Quem desdenha quer comprar, já dizia a minha avó. É só inveja. Se é bonito? Eu pessoalmente gosto de barrigas de grávida mais definidas (eh,eh).

    ResponderEliminar
  67. ""é preciso NÃO falar disto", porque era o que fazia sentido. Ou um "a sério que ainda é preciso falar disto?"."... então porque é que a pipoca falou?! Ah, espera, porque dá visualizações e comentários e tudo e tudo e tudo! Você faz bem o seu trabalho, parabéns!
    Olhe, aqui está o meu para contribuir. Se puder "amandar-me" um cremezito pelo correio, agradeço, pode ser só uma amostra, que um comentário não dá para mais!

    1º Quem é a Carolina?
    2º Em resposta a todas as sras. espectaculares que vão ao ginásio às 6 da manhã (ou outra hora), que pesam 50 kg mesmo depois de terem 5 filhos, que trabalham 16h por dia mas mesmo assim têm motivação para fazer exercício, para os filhos e marido, para as lides domésticas, e acham que as outras são umas preguiçosas, porcas que só gostam de estar alapadas e depois têm inveja delas... Tenho só a dizer que se levasse a vossa vidinha cortava os pulsos, de preferência no ginásio para deixar aquela merda (perdão pelo meu francês) toda espichada de sangue! Eu preguiçosa e porca me confesso, estou todo o dia deitada no sofá, quando não estou no sofá mudo-me para a cama, a enfardar bolos, fritos, gomas, chocolates e toda a porcaria que possam imaginar... huuummmm. E que feliz eu sou assim! Quem nunca pecou que atire a primeira pedra, invejosas, porque o que vocês (tirando aí umas 5% que gostam realmente de ir ao ginásio e fazer exercício) na realidade queriam era uma vida assim como a minha mas continuarem magras e saudáveis! Invejosas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ninguém é saudável só a comer porcarias. Uma coisa mais calórica de vez em quando não faz mal a ninguém, acelera o metabolismo e alegra a alma. Mas Tb não é saudável comer porcarias o dia inteiro e oscilar entre a cama e o sofá, e não me refiro apenas ao saudável fisicamente, refiro-e mesmo à saúde mental. Isso é depressivo.

      Eliminar
    2. Pelo seu comentário azedo é tudo menos feliz, mas antes de tentar convencer os outros disso, pode sempre fazer algo para ser feliz. Boa sorte magra e saudável

      Eliminar
    3. Toda a porcaria que possam imaginar da cama para o sofá e é magra e SAUDÁVEL? AHAHAHAHAHAHAHAHAH
      Há cada alucinada.

      Eliminar
    4. Bom, tudo perfeito para mim, mas depois não se pode queixar se tiver um AVC aos 45 anos...

      Eliminar
    5. É louca, mulher!

      Eliminar
  68. Tive a minha bebé há 20 meses.
    Engordei 40kg (sim, 40....). A minha mãe tinha engordado 40kg quando me carregou no ventre e eu, assustada quando ouvi a história, pensei, "Comigo não!!!"
    Pois sim, aconteceu... A minha sorte foi ser no Verão... Abençoadas Havaianas e vestidos largos... Já não tinha sequer uma mínima definição de joelhos e, imaginem, ganhei estrias... nos pés (a única parte do corpo onde não chegava para me besuntar de Barral...).
    Em menos de um ano perdi 38 kg. Com muito sacrifício, a fazer ginástica às 23:00 e 00:00, por vezes, que era quando tinha tempo para mim... Aquele peso não era meu... e ainda quero perdermais 6kg, mas falta-me o "empurrãozinho final"...
    Temos de ter duas coisas - força de vontade e motivação. Sem isso, nada feito...
    Não fosse o meu marido ter comprado a passadeira, a elíptica e a bicicleta lá para cada, e nada disto teria acontecido... mais ainda - não fosse ele ter começado a fazer dieta comigo (também 'engravidou' no processo... :) ) e eu ainda estaria a vestir 3 ou 4 números acima...
    Dormi menos horas durante meses... mas foi por um bem maior - pela minha filha, mas, principalmente, por mim. Porque eu mereço!

    ResponderEliminar
  69. Pipoca, se se fala (bem ou mal) da Carolina e so porque ela quer que falem dela. Se não quissese, não andava a por fotos como a de cima ou outras mil que publicou nas redes sociais com a (não) barriga à mostra. Não é preciso ser cínico, ela vive de ser falada e é o que lhe interessa, as pessoas cuscam, ela ganha....qual é o problema?

    ResponderEliminar
  70. A verdade é que somos um país sem cultura nenhuma de desporto! Fosse este tipo de atitude considerada "normal" e já ninguém criticava. Ainda estes dias passava uma notícia no telejornal, informando que a esperança de média de vida dos portugueses cresceu, mas que isso não significava que os portugueses tivessem uma vida mais saudável (donde, depreendo, que tal facto se deva às terapêuticas que estão sempre a evoluir). Ou seja, Portugal continua a ter um índice enorme de obesidade, e, pelos vistos,ninguém se preocupa muito com isso. Se querem chegar a velhas de 90 anos todas cheias de dores aqui e ali, ou mesmo a necessitar de ajudas de terceiros para realizar as mais básicas tarefas, então go for it. Mas, se ao invés, fossem buscar alguma inspiração às Carolinas Patrocínios desta vida, então a vossa saúde e o vosso humor já tivessem algo a ganhar. Não é preciso compararem-se à Carolina ou a outra figura pública qualquer e apontar logo o dedo de que "ela tem ajudas" ou a "se eu tivesse a vida dela é que era". Porque é que não fazem antes o raciocínio: "se ela consegue, eu também consigo". Adaptem-se. Não é preciso ir ao ginásio todos os dias. Façam programas de desporto em família, vão ao ginásio ou correr para a rua nem que seja meia hora, em vez de optarem por levar o carrinho do supermercado para o parque do centro comercial, carreguem esses pesos. Vão ver que, não só vão sentir a diferença, como vão ganhar gosto pela actividade física.

    ResponderEliminar
  71. Eu pratico desporto desde que me lembro e não sei e nem quero viver sem.Tenho 35 anos e infelizmente ainda não sou mãe, o que mais me diziam (e dizem) é que tinha de parar de treinar, que tinha de dar descanso ao corpo senão não iria conseguir.
    Cheguei a sentir-me culpada, e a questionar-me se de facto deveria parar ou não, porque as opiniões sobre o meu modo de vida vinham de todo o lado, até de onde não esperava.
    Este sentimento só terminou no dia em que o médico me disse que era bastante saudável e que o problema estaria no meu marido.
    Nós (mulheres) fazemos isto umas às outras, fazemos a outra sentir-se uma merda porque nos achamos perfeitas.







    ResponderEliminar
  72. o que mete mais piada no meio disto? são as próprias mulheres que criticam!! não vejo nenhum homem preocupado se a mulher é gorda ou não se tem uma gravidez a fazer desporto ou se não faz nada... o eterno problema é sempre o mesmo. a inveja é do sexo feminino.

    ResponderEliminar
  73. Tenho dois filhos com diferença de 2 anos, engordei da 1ª 29kg e do 2ª 30kg, vim para o meu peso normal (49kg) passado 6 meses de ter o 2º, sem exercício, sem qualquer restrição alimentar, esta é a minha normalidade!!!!
    Quando estava grávida ouvia muitas vezes "há tens que ter cuidado estás a engordar muito!!!!" Atualmente já ouço outra vez "estás muito magra, tens que ter cuidado!!!!"
    A nossa sociedade é assim, no fundo o mundo é assim, haverá sempre alguém que irá criticar esteja magra ou gorda, use maquilhagem ou não, as figuras ditas públicas estão, claro está, mais sujeitas a todo o tipo de comentários.
    No fundo o importante é sermos felizes estarmos bem connosco e com os nossos!!!
    Felicidades Pipoca, e que a Pipoquinha seja uma menina super saudável!!!

    Ass. Carina

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis