Pub SAPO pushdown

As Mulheres Mais Influentes do País

sexta-feira, abril 13, 2018

Ontem, no Palácio Foz, aconteceu a terceira edição dos prémios "As 25 Mulheres Mais Influentes de Portugal", promovida pela revista Executiva, e eu lá estive, pelo segundo ano consecutivo, para receber a distinção. O ano passado já tinha ficado bastante surpreendida por estar incluída nesta lista e este ano voltei a sentir-me um bocadinho assim. Sempre que me perguntam se me sinto uma inspiração ou se sinto que influencio alguém, eu acho sempre, genuinamente, que não, talvez por serem palavras que têm uma carga forte. Ou talvez por ter "apenas" um blog, e por isso sentir que este prémio, quando comparado com mulheres que trabalham em áreas de muito maior relevância (saúde, economia, política, ciência, negócios, arte, solidariedade), me leva a perguntar "mas afinal, sou influente em quê?".

Não tenho uma resposta objectiva a esta pergunta. Gosto de pensar que a minha influência diária passa por, há mais de 14 anos, tentar alegrar um bocadinho a vida de quem por aqui passa. Acredito que o humor é uma arma potentíssima, que opera pequenos milagres na nossa existência, e sempre que alguém me deixa um comentário do género "só tu para me fazeres rir hoje, que estava a ter um dia de merda", penso "cá está, é esta a minha influência". Depois poderá haver outras: promover a discussão sobre os mais variados temas, dar a conhecer novas marcas, produtos ou serviços, mas tudo isso funciona num outro plano. O mais importante, mesmo, é que se divirtam por aqui.

Ontem foram distinguidas mulheres incríveis e que têm desenvolvido um trabalho incontornável nas suas áreas. Por exemplo, a Cristina Ferreira, Júlia Pinheiro, Judite Sousa, Joana Marques Vidal, Assunção Cristas, Sara Sampaio, Daniel Ruah, Isabel Jonet, Joana Carneiro, Guta Moura Guedes, Paula Rego, Olga Roriz, Alexandra Lencastre, Francisca Van Dunen, Joana Vasconcelos, Catarina Martins, Leonor Beleza, entre outras. Como imaginam, no meio destes nomes é muito fácil a pessoa sentir-se o parente pobre. Mas, por outro lado, não deixa de ser interessante que o digital não seja esquecido, que se reconheça a força que foi ganhando nos últimos anos e como, efectivamente, funciona como meio influenciador.

Tenho a certeza absoluta que em todas as áreas ontem distinguidas haveria muitas outras mulheres a merecer o prémio, e a minha área não é excepção. Há muitas mulheres a trabalhar no meio digital e a fazerem-no muitíssimo bem. Por isso, ontem partilhei o meu prémio com todas elas. E óbvio, partilho-o também com vocês, que me seguem, e que fazem com que tudo isto faça sentido. 

Ainda há muitíssimo para fazer no que toca à igualdade de géneros, ao papel da mulher ou ao acesso às oportunidades. Ontem a Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade frisou-o bem, ao enumerar as muitas formas como as mulheres ainda são discriminadas. Há todo um longo caminho para se fazer, mas iniciativas como esta da Executiva são, sem dúvida, um passo importante. Por isso, obrigada. Não só pelo privilégio de me incluírem num lote destes, mas por relembrarem que, de facto, ainda há muito para fazer.

Podem ler mais sobre os prémios "As 25 Mulheres Mais Influentes de Portugal" aqui e aqui



82 comentários:

  1. Parabéns Ana! Já ouço falar do seu blog há muitos anos, mas só no ano passado li algo pela primeira vez. Fiquei agradavelmente surpreendida e agora sou visita diária. A Ana tem uma coisa que a distingue da maioria dos blogs deste estilo: escreve muito bem e com conteúdo, mesmo que o tema seja ligeiro. Um beijinho e tudo de bom

    ResponderEliminar
  2. A drª Assunção Cristas parece que se esqueceu do auto bronzeador nos pés, provavelmente é só da luz da foto mas está engraçado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. então não se vê que é da luz?

      Eliminar
    2. É sombra. Repare no vestido da Ana e das seguintes senhoras e percebe que existe uma linha direta à perna da Dr. Assunção Cristas.

      Eliminar
    3. Acho que é só da luz. Mas adorei a escolha daquela cor para os sapatos. :)

      Muitos parabéns AGM!

      Eliminar
    4. Sonho com o dia em que Portugal vai deixar de ser o país dos doutores.
      Bem sei que a senhora é licenciada, mas isso não lhe dá o título de Dra. Alguém que me corrija se ela tiver tirado um Doutoramento, pois numa rápida pesquisa não encontrei nenhuma referência a tal...

      Eliminar
    5. É efeito da luz em todas as presentes, a Alexandra Lencastre por exemplo está igual...

      Eliminar
    6. Usa-se Dra. para licenciatura e Doutora para doutoramento.

      Eliminar
    7. Licenciatura- Dr. / Dra.
      Mestrado - Mestre
      Doutoramento - Doutor / Doutora

      Eliminar
    8. Anónimo das 18:03 o doutoramento dá-lhe o título de Professor e a licenciatura o título de Dr. Por isso, para a próxima, antes de reclamar informe-se .

      Eliminar
    9. 13 abril 18:03: Também sonho com esse dia.

      Eliminar
    10. A Assunção Cristas é Doutorada em Direito, sim.

      Eliminar
    11. Anónimo das 18:03: Eu corrijo, mas não nesse ponto. Lincenciatura dá o título de Dra., sim.

      (Veja aqui, por exemplo: https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/abreviaturas-de-titulos-academicos/29929)

      Eliminar
    12. Anónimo 13 abril, 2018 18:03

      Outra vez?

      Ela tem, sim, direito ao título dr.ª se for licenciada.
      Terá direito ao grau doutora se for doutorada.

      https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/doutor-dr-e-licenciado/179

      Escreve-lhe alguém que tanto lhe dá como se lhe deu se a "pessoa" usa o título ou o grau ou nenhum. É-me indiferente.
      Só não compreendo estes comentários implicativos.

      Eliminar
    13. Sou licenciada, e muito honestamente, faz-me espécie chamarem-me de "Dra", doutoura de quê???? Não tirei curso nenhum de medicina!! Para mim esses termos deveriam ser apenas utilizadas por quem de facto salva vidas e não por pessoas, como no artigo em baixo diz, com baixa auto-estima. Eu sei que sou boa na área em que me licenciei e não preciso de títulos para me sentir melhor por isso... Mas isso é só a minha opinião e longe de mim ferir susceptibilidades, como sei que vai acabar por acontecer... Oh well...
      Beijinhos para todos, Joana

      https://observador.pt/opiniao/o-sr-prof-dr-eng/

      Eliminar
    14. E qual o problema ser-se tratado com Dr.?
      Eu estudei 6 anos numa faculdade, não roubei curso a ninguém nem tampouco o comprei. Esforcei-me, estudei. Tenho que ter vergonha disso?
      Não faço questão que me chamei por Dra. (=licenciada - Doutora=Doutorada), mas também não tenho que me esconder.
      Porra! Parece crime ser-se dr neste país, só porque meia dúzia de idiotas gosta de espantar a licenciatura na testa??

      Eliminar
    15. Dr. em Inglaterra chama-se sòmente aos médicos. Aqui neste País " evoluído", tudo quer ser Dr.

      Eliminar
    16. Anónima das 12:05:

      O título de 'Dr.' diz respeito aos licenciados. Se para si tem de ter um significado 'especial', a culpa não é de quem tirou um curso, ou de quem inventou a nomenclatura.

      Não acho que faça sentido arranjar um requisito rebuscado como 'salvar vidas' para chamar a alguém 'Dr'; aliás, isso de reservar o título de 'senhor doutor' para os médicos ainda é mais elitista.

      Para além do mais, ao contrário daquilo que dá a entender, não são só os médicos que salvam vidas: teríamos os doutores bombeiros, os doutores enfermeiros, os doutores salva-vidas, etc. Ou serão só os médicos que merecem reconhecimento? Isto já sem debater a importância relativa que atribui ao emprego de médico - 'salvar vidas', por nobre que seja, não é único serviço necessário à sociedade.

      Doutor é um título académico; o resto das atribuições somos nós que fazemos.

      (Aviso desde já que não sou nem Dra., nem doutora.)

      Eliminar
    17. Boa tarde, sou a 'anónima' das 12.05.
      Eu nunca disse que tinha vergonha de ser licenciada. Só não acho necessário o termo... e francamente, es títulos são um pouco 'tristes', como se tivéssemos algo a provar... quer dizer, há quem tire o curso no tempo devido, e há aqueles que estão DÉCADAS só para tirar uma licenciatura, sim, conheci pessoas quebrarão a décadas a tirar UMA só licenciatura, e daí são 'Drs' ou Doutores'? Por fazerem algo de bom por eles e pelo seu futuro?? Isso é uma coisa nossa, de valorização pessoal, porque havíamos de precisar da aceitação e validação dos outros por isso? Tirei uma licenciatura e agora a terminar Pós-graduação, vão armar-me uma festa por isso??
      Só mesmo em Portugal para necessitarmos de validações em tudo quanto fazemos.
      E mais uma vez, sem ferir susceptibilidades está bem? Todos amigos a mesma?? XD
      E já agora, Parabéns a Pipoca Mais Doce por um prémio merecido!
      Beijos, Joana

      Eliminar
    18. Anónimo 16 abril, 2018 16:02, concordo.
      E eu não uso o título (e já vou na segunda licenciatura, a sonhar com outras duas...).


      Anónimo 16 abril, 2018 12:05, não concordo com o artigo - que contém falácias - nem consigo especialmente na parte em que diz "e não por pessoas, como no artigo em baixo diz, com baixa auto-estima." Tem a certeza? Repense lá isto. Há pessoas e pessoas, logo há dr.s. e dr.s. Nem no nosso país as coisas têm de ser como são lá fora.
      Há pessoas que gostam de usar. Deixe-as. É delas.

      Eliminar
    19. Portugal é, sim, um país de 'Sr. Dr." "Dr. Prof." "Eng." e por aí fora. Os pais quando lhe deram o nome colocaram o eng. antes? Deixem-se de merdas. Há casos em que é só ridículo andar a tratar as pessoas com esses títulos antes.

      Eliminar
    20. Anónimo19 abril, 2018 09:37

      Esse argumento - do nome dado pelos pais - não colhe.
      Quando as pessoas casam também podem adotar o apelido do cônjuge. E podem pelo menos tentar alterar o nome ou apelidos nas Conservatórias por variados motivos.
      Quem quiser usar o título, se o tem, pode usar.
      Ridículo é haver gente melindrada/chateada/enervada/... com tão pouco.
      O valor das pessoas é aquele que lhes damos.

      Eliminar
  3. parabéns Pipoca 😊😊

    só não entendo o q faz aí a Assunção Cristas!! 😤😑

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Goste-se ou não, é inegável que se tem destacado numa área onde infelizmente a maior influência tem sido sempre masculina.

      Eliminar
    2. Preferia uma Catarina ou Mariana :P

      Eliminar
    3. O mesmo que faz a Catarina Martins.

      Eliminar
    4. A Catarina não está na foto mas está na mesma na lista das 25 suas ignorantes...

      Eliminar
    5. Entende o que fazem mulheres apresentadoras, bloguers e atrizes, mulheres doutoradas e politicas ja nao entende, quer dizer......

      Eliminar
    6. Se a Rita Pereira (não é a melhor actriz portuguesa) é considerada influente, porque é que a líder do CDS não há de o ser (não concordo com ela, nem com as suas posições)? Pelo menos tem-se destacado numa área, tradicionalmente, muito masculina, tal como a líder do BE, Catarina Martins.

      Eliminar
  4. Ui a influência ...a mim pessoalmente grande parte destas mulheres nao me influencia em nada. Mas de facto ocupam um espaço importante no panorama mediático nacional. Mas aonde estão as escritoras as professoras as artistas? Se calhar estou a ser injusta mas em que medida as políticas de Assunção Cristas influenciaram positivamente o quer que seja? Ou as vendas de sapatos de Cristina Ferreira? Mas pronto é o que vem e parabéns a todas. Catarina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elvira Fortunato (última à direita é professora).

      Eliminar
    2. A Joana Vasconcelos e a Paula Rêgo também ganharam este prémio. A professora universitária, Elvira Fortunato também o ganhou. Está na notícia que a pipoca colocou.

      Eliminar
    3. got milk: Excelente comentário! Influentes, ah,ah,ah...

      Eliminar
    4. Aconselho a pesquisar sobre cada pessoa um bocadinho.

      Por exemplo, a senhora com um casaco vermelho é professo catedrática na FCT/UNL, Elvira Fortunato, doutorada etc etc.....

      Vestidos, make up, novelas cor-de-rosa não se mistura com sensores de papel ;)

      Eliminar
    5. Mea culpa de facto não me informei corretamente da diversidade das sras premiadas retiro o que disse.

      Eliminar
    6. A Assunção Cristas teve a coragem de estar á frente de um partido politico após o seu presidente mais carismatico (Paulo Portas) ter saido. Se ser mulher na politica já é raro e dificil, ser presidente ainda mais, ser presidente a seguir ao Paulo Portas ainda mais.
      Não interessa se concordamos com as politicas de partido A ou B, qualquer mulher que tenha a coragem de valer fazer as suas ideias merece a minha consideraçao.

      Eliminar
    7. As mulheres são mesmo uma "peste" umas para as outras e aqui se vê! Então, e políticas à parte, porque não sou do CDS, acho que uma jovem mulher que fez o seu percurso académico, casada, mãe de uma catrefada de filhos, que chega a ministra da agricultura, sem mácula, sem escândalos, sem corrupções e se torna presidente do que já foi o menos significante partido da minoria parlamentar, e que depois da sua chegada, tem ganho militantes ano após ano, não é de enaltecer? Vocês são mesmo muito exigentes!! Quantas não deixaram os cursos a meio por causa dos filhos? Quantas não terminaram uma relação por causa da carreira? Quantas não estagnaram na carreira por causa da vida familiar? Mesquinhas...

      Eliminar
  5. Parabéns, Pipoca!És muito modesta e humilde ao achares que há outras mulheres que mereceriam mais do que tu!... Permite-me discordar. Se o Júri determinou premiar-te foi porque estudou o impacto do teu trabalho e do teu exemplo para outras mulheres. Não estamos a falar do prémio Miss Praia ou Miss Simpatia, mas sim de uma distinção ponderada e muito bem analisada. És uma influenciadora fortíssima de marcas. Já conheci muitas através do teu blog e já adquiri outros tantos produtos, levada pela curiosidade. Além disso, também já refleti sobre temas polémicos que expuseste e até mudei a minha própria opinião, devido aos teus argumentos. Nem sempre concordo, mas faz-me pensar. E só por isso vale a visita! Se isto tudo não é ser influente... Beijinhos e muito sucesso!

    Cláudia, Aveiro

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. PARABÉNS ANA
    A coleccionar prémios...

    ResponderEliminar
  8. Os meus parabéns a todas e à AGM em particular! É muito bom ser-se reconhecido pelo nosso trajecto de vida, pelo nosso trabalho e a Ana deve sentir muito orgulho em fazer parte de uma lista tão inspiradora onde constam nomes de criadoras, como o de Olga Roriz e Paula Rego!

    ResponderEliminar
  9. Consegues aguentar com esses tamancos, estando gravida?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim porque uma grávida ganha logo mais 20 Kg ao seu peso habitual. É quase tanto como o peso de um saco de cimento...

      Eliminar
  10. Olha filha dos outros não sei mas já me influenciaste várias vezes a comer Tuc de Milka Chocolate, comi paletes daquilo porque li um post teu sobre isso e fiquei com fome, isto parece gozo mas aconteceu mesmo e desta maneira. E sim, já me deste muitos sorrisos em dias tristes. No fundo nós os pobres é que te damos valor! lol bjinhos continua! Catarina

    ResponderEliminar
  11. MUITOS MUITOS PARABÉNS PIPOCA!!!! Nesta vida quem se dedica com coração, com grande empenho e um enorme profissionalismo, o resultado é sempre este!
    CARREGA NESSA MALTA INVEJOSAAAAAAA!
    Tudo de bom e pleno de energias muito positivas!

    Bruno R. " Sejam felizes, sejam solidários!"

    ResponderEliminar
  12. Parabéns, Ana.
    Não sei se influente é o termo correto, mas mostraste me algumas coisas, como por exemplo o mundo maravilhoso da nuxe e da furla ☺.
    Deste me a conhecer os anjinhos de Natal. E fazes me rir.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Gostei da humildade que demonstraste ao referir que te sentias o parente pobre no meio daquelas mulheres, porque, efectivamente, tinhas ao teu lado pessoas que têm uma importância indiscutível em sectores como a cultura, a justiça e a política. Mas por mais “pobre” que seja o sector que representas, e por mais críticas negativas que mereças, ninguém pode negar que foste revolucionária e és líder numa plataforma que é hoje um dos mais importantes meios de comunicação. Por isso, Pipoca, tiro-te o chapéu. Muitos, e merecidos, parabéns.

    ResponderEliminar
  14. Marta pCarvalho13 abril, 2018 22:55

    Parabens!
    Como já disse anteriormente…o Premio não é para todos!
    Talentos todos temos, mas o “ up” na alma, é só para alguns:)
    Visto de fora parece fácil, é só um clique na maquina, com marcas por de traz a patrocinar, dinheiro, tudo é fácil…mas não deve ser bem assim.
    Deve exigir, de certeza, muita estratégia, muito trabalho e uma enorme vontade de fazer as coisas de forma diferente.
    Não influencia grande coisa, mas o mundo é digital e o 1º Ministro e o Presidente da Republica têm 10% das suas visualizações…
    Na vida não há só teorias e investigações, há também humor e “sapatos bonitos ”.
    A sua humildade (e simplicidade) marcam de facto muita diferença.
    Sou uma seguidora recente e já aprendi mais sobre cremes, ginásios e afins, do que nos meus últimos 42 anos. Sempre a dar aquele bocadinho a mais, que faz toda a diferença...:)
    Já chorei a rir e já ri que me fartei…em alturas mesmo difíceis, que só mesmo uma gargalhada nos salva… não vou esquecer nunca as Balenciaga cor de rosa, as meias perdidas e o Carnaval em Agosto:).
    Com a sua inteligência e com o seu humor (que é como diz uma arma potentissina), poe-nos a escrever/pensar a falar sobre assuntos importantes, mas num formato completamente “fora da caixa”.
    O humor ajuda –nos imenso, faz-nos relativizar e rirmo-nos de nós próprios…
    Não existe diferença com as outras senhoras que estão a receber o premio, todas terão dado o seu melhor no seu dia a dia… (Tal como a Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade que nos mostra que somos nós que impomos os nossos próprios limites…)
    Continue a mostrar- nos que o Talento e Profissionalismo são reconhecidos e que vale apena dar aquele “bocadinho a mais”.
    O vestido era lindissimo e estava "super bem".
    Muitos Parabens!!!:)

    ResponderEliminar
  15. Desta lista,só fui influenciada mesmo pela Ana. Já comprei imensas marcas que referiu. Já refleti sobre muitos temas que discute, chegando a outra opinião. Enfim, sigo o blog desde o início e é como se tivesse um verdadeiro carinho por si. Acho-a fantástica, inteligente, com bom gosto, garra, determinação e fico muito contente que graças ao seu trabalho tenha chegado até aqui. O único defeito mesmo que lhe consigo encontrar é ser do Benfica, mas tendo em conta como o meu clube anda, já nem a minha filha de 1 ano penso influenciar para ser do Sporting. Pelo menos, que seja feliz no campo futebolístico ;)
    Margarida.

    ResponderEliminar
  16. Hmmm... Estás muito “avozinha” Pipoca.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo! És tao linda mas neste dia não calhou bem. O vestido colava as meias não? PareceuPme.

      Eliminar
    2. Claro, para mais nova é que ela não vai de certeza absoluta e ali no meio ela tem que parecer igual às outras.

      Eliminar
  17. 25 mulheres mais influentes no país...e eu só reconheço a Júlia Pinheiro na foto. Devo estar mesmo desactualizado ou então devo ser pouco influenciável, agora falta saber...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não conhece a Alexandra Lencastre ou a Assunção cristas.?

      Eliminar
    2. É inculto, só isso :)

      Eliminar
    3. Inculto por não conhecer estas pessoas?? realmente o anónimo das 1.44 deve ter muita cultura em revistas cor de rosa isso sim !!Há com cada anormalidade neste mundo.

      Eliminar
    4. Só se for distraído ou não vir TV é que não conhece a líder do CDS. Ela está presente em quase todas as reportagens, plenários da A.R, etc....

      Eliminar
    5. Outro anónimo16 abril, 2018 12:49

      Por não as conhecer todas, não é inculto certamente. Mas para não conhecer a Assunção Cristas, é preciso não ler jornais, nem ver notícias. A mulher é líder de um partido político e foi candidata à maior autarquia portuguesa.

      Eliminar
    6. Anón. 01:44: Se conhecer certas figuras públicas como Cristina Ferreira é ser culto, então prefiro ser inculta.

      Eliminar
    7. A mulher é líder de um partido politico e foi candidata à maior autarquia do país...eh pá, isso parece ser bastante importante. Detesto politica e sou obrigado a prestar-lhe atenção só porque há mulheres no meio?

      Eliminar
    8. Anónimo 01:44, para reconhecer a Alexandra Lencastre tinha que gostar de ver novelas e para conhecer a Assunção Cristas teria que gostar de politica. Para reconhecer a Cristina Ferreira ela teria que usar menos roupa e a Leonor Beleza já há muito tempo que devia chamar-se apenas Leonor. Respondi-lhe ou nem por isso?

      Eliminar
    9. Outro anónimo16 abril, 2018 22:44

      Se só conhece pessoas ligadas àquilo de que gosta, então, para mim, é inculto. Não é preciso gostar-se de política para se reconhecer um político.

      Sabe, pelo menos, quem é o Primeiro Ministro? E o Presidente da República?

      Eliminar
    10. 😂😂😂😂

      Eliminar
    11. Ahahahah para conhecer a Assunção Cristas é preciso gostar de política? E depois não querem ser chamados de incultos.

      Eliminar
    12. Outro anónimo 22:44, sim sei. Um foi eleito Primeiro Ministro depois de ter perdido as eleições e o outro é um hipocondríaco assumido que a televisão mostra a distribuir beijinhos a todos. Duas boas referências portuguesas para o mundo, como pode ver. O meu azar é ser demasiado inculto senão não perderia o meu tempo a pensar sobre essas coisas.

      Eliminar
    13. Outro anónimo17 abril, 2018 17:15

      Foi votar em alguma dessas eleições? Sabe quem eram os outros candidatos? Não é preciso gostar de política para se estar minimamente informado e reconhecer umas quantas caras.

      Já agora, a Cristas era também Ministra da Agricultura do anterior governo, aquele que ganhou as eleições, mas depois ficou na oposição.

      Sabe, eu também não gosto de política. Também não gosto de futebol, ou desporto no geral, e isso não me impede de reconhecer pessoas ligadas à área.

      Eliminar
    14. Não quero meter-me na vossa "guerra" mas ainda assim metendo-me, gostaria imenso de saber desde quando alguém com baixa cultura geral passou a ser designada de inculta. Uma pessoa inculta é alguém sem cultura, preparo intelectual e erudição. Acho muito errado chamar alguém de inculto sem antes conhecer o grau de cultura da pessoa em questão. O facto da pessoa nutrir pouco interesse por áreas como a politica, imprensa ou televisão, e preferir centrar a sua atenção noutras áreas como por exemplo a literatura, poesia, ciência ou filosofia, não faz dela inculta. Antes de aplicar termos que não se conhece, devia-se pelo menos procurar o seu significado na Google...

      Eliminar
  18. Parabéns Ana, é sem dúvida um prémio mais que merecido!Concordo também que a sua arma e mais valia é sem dúvida o seu sentido humor e tanto que precisamos de ler coisas divertidas nem que sejam sobre cremes e escovas de cabelos! Continue a alegrar os nossos dias! Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Confesso que este certame deixou-me um sabor agridoce. Se por um lado fico feliz por ver mais uma iniciativa que visa enaltecer o valor das mulheres na sociedade e as suas constantes conquistas em vários domínios, tanto de modo interno como internacionalmente, já por outro, fico triste por constatar que continua a ser necessário fazer esse tipo de iniciativa para enaltecer o valor delas. Ou talvez esta seja uma forma de incentivar as outras mulheres do pais (e do mundo) a também quererem ser protagonistas e fomentar o seu espírito de liderança, o que, mesmo sendo bem intencionado, infelizmente só prova que as mulheres ainda não acreditam em si próprias e precisam de estímulos para fazer isso.
    Já repararam que nunca existiu (que eu saiba) nenhum certame a galardoar apenas os 25 homens mais influentes do país? É como se "ser influente" fosse o estado natural do homem. Uma alma desatenta poderia talvez argumentar de que os homens não tem assim tanta relevância (são todos iguais, nenhum tem valor, só pensam em sexo, etc..) e que só interessa galardoar as mulheres pois actualmente são principalmente elas que estão a fazer avançar o mundo, e de certo modo até concordo com esse argumento, mas não sei porque razão isto acaba por transportar-me para determinadas cenas existentes no mundo da natureza...quando vemos alguns leões deitados no chão a bater uma soneca enquanto esperam que as leoas gastem as energias delas a caçar uma presa para que eles possam ser logo os primeiros a ir lá comê-la...

    Já sei que vai haver (há sempre) quem veja sarcasmo ou cinismo nas minhas palavras mas acreditem que nada poderia estar mais longe da verdade.

    ResponderEliminar
  20. Ana, muitos parabéns. Por muito que não considere a sua importância face aos nomes que preencheram a lista de mulheres influentes, a verdade é que tem dos blogs mais interessantes em Portugal (senão o mais interessante). E digo-o pela variedade de temas que cá encontramos e por expressar uma opinião muito própria. Sigo-a há anos e por aqui continuarei durante muito tempo :)
    Mas ainda quero dizer mais uma coisa: está uma mamã lindíssima! :)

    Desejo-lhe sucessos e felicidade!
    Sónia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já foi muito mais interessante, muito antes de haver tanta publicidade a contaminar o espaço, mas ainda assim continua a ter uma boa nota.

      Eliminar
  21. Parabéns! Aplaudo estas distinções e são sempre todas uma inspiração para mim. Que se continue sempre a reconhecer o mérito :) beijinhos

    http://trendylisbon.com/

    ResponderEliminar
  22. Passando a fim de conferir uma excelente publicação.
    .
    *Mulher; Flores e Borboletas, em sintonia poética (Poetizando) *
    .
    Votos de um dia feliz.

    ResponderEliminar
  23. Será que sou dos poucos a achar a mulher cheinha mais bonita e sensual ? A Ana está muito bem agora, e as que metem na cabeça tenho de ficar magra, tenho de ficar magra, ficam bem piores, não falando em nomes claro, a Júlia Pinheiro, a Assunção Cristas estão esquesitas

    ResponderEliminar
  24. Parabéns!
    Pipoquinha, o teu vestido é de onde sff?!
    Não queres fazer um especial "outfits para bodas"? Dava tanto jeitinho..pensa com carinho sff!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostou do vestido?
      Achei aquela aba de grilo ... Dispensável, talvez todo simétrico ficasse melhor ! O modelo dos sacarpins também não me agradou nadinha, a AGM tem dezenas de pares bem mais giros ...😏

      Eliminar
    2. Gostei muito do vestido! Tenho um muito parecido da Purificacion Garcia, numa outra cor.

      Eliminar
  25. Eu nao entendo o que a pipoca faz ali ... desculpe-me ... há bloggers mais influenciadoras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem? Não acho a pipoca melhor que ninguém, mas também não acho ninguém melhor que a pipoca! Ao menos a pipoca anda aqui há imenso tempo e por mérito próprio, muita coisa se poderia dizer acerca das bloggers que por aí andam mas tinha de dizer nomes e era uma chatice

      Eliminar
    2. Há bloggers mais influenciadoras mas devem viver todas fora do país porque em Portugal não conheço nenhuma que faça mais sucesso do que a Pipoca...

      Eliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis