Pub SAPO pushdown

Por um peso saudável 2017 #3

segunda-feira, outubro 09, 2017

Foi há menos de três meses que vos falei aqui da Raquel, a vencedora do passatempo Pronokal. Na altura, com quase 90 quilos, a Raquel tinha uma missão pela frente: perder 21 quilos e, com isso, atingir o seu peso saudável. Na semana passada encontrámo-nos e fiquei de boca aberta, porque dos 21 quilos, 16 já foram à vida, juntamente com 12 centímetros de cintura. A mudança é mais do que óbvia, a vários níveis e a Raquel está mais motivada do que nunca.




Mas como é que foi o percurso até aqui? "É tudo uma questão de hábito", conta a Raquel, acrescentando que teve de arranjar maneira de incluir o tratamento Pronokal na sua vida da forma mais natural possível: "de início foi difícil, mas não abdiquei da vida social. Percebi que era possível. Se tinha um jantar, levava um batido Pronokal comigo, ou então fazia a minha refeição antes e depois ia só para o convívio. Achei importante não me isolar".

A terminar a fase 2B do tratamento, em que pode consumir proteína animal ao almoço e ao jantar (na próxima fase entram os hidratos), a Raquel diz que organizar as refeições é agora mais prático. Ainda assim, não facilita: "tenho refeitório na empresa, mas levo marmita. É mais saudável, controlo o que como e sei com o que posso contar". Também em casa contou com um apoio extra: "o meu marido é muito magro, pode comer de tudo, mas quando eu comecei a dieta decidiu que íamos todos passar a comer de forma mais saudável, para não haver tentações".

O acompanhamento da equipa Pronokal tem sido para a Raquel uma das maiores mais valias. "Toda a equipa é 1000 estrelas, são incansáveis, até na tentativa de me ajudarem a encontrar alternativas na forma de cozinhar". Para poder partilhar a sua evolução e encontrar novas formas de motivação, a Raquel criou uma página de Facebook onde, diariamente, recebe incentivo e pedidos de informações. "Dão-me os parabéns, elogiam imenso, até já me questionaram se era mesmo eu". 


O facto de os resultados terem aparecido de forma tão rápida foram uma surpresa. A Raquel já tinha experimentado várias outras dietas, com poucas ou nenhumas mudanças. Agora são os amigos que lhe dizem que, se calhar, "já chega", que não precisa de perder mais peso. Isto porque a perda de peso foi mesmo significativa, com reflexo não só na balança, mas também no volume perdido. "Estive desencontrada de uma colega de trabalho, por causa das férias, e quando regressei ela passou por mim e não me reconheceu", conta. 

Com 16 quilos a menos, o roupeiro da Raquel já precisou de uma intervenção. "Sempre lidei bem comigo, sempre fui feliz, mas custava-me ir às compras. O confronto com o nosso tamanho impresso na etiqueta é difícil", explica. Agora está tudo mais fácil, mesmo que ainda não tenha bem noção de que está muito mais magra: "fui às compras e peguei numas calças 44, o meu tamanho habitual. Estavam grandes, por isso fui buscar um 42. Continuavam grandes, por isso fui buscar um 40, e mesmo assim tiveram de ser apertadas. Como é óbvio, gosto muito mais de me ver ao espelho agora. Eu tinha o discurso das pessoas mais gordas, dizia que só se vive uma vez, que o importante é ser feliz, que o peso não interessa. É um mantra que interiorizamos. Mas é óbvio que agora que estou mais perto de alcançar o meu peso saudável me sinto muito melhor comigo mesma".

Não foi só no corpo que a Raquel sentiu a diferença, foi também na condição física. "Havia coisas que me custavam a fazer, como subir escadas ou correr com o meu filho. Agora já não me sinto a morrer ao fim do dia, tenho necessidade de dormir menos e sinto-me bem. Não é só uma questão de imagem, é também uma questão de saúde".

Quase a terminar a etapa activa da dieta Pronokal e a entrar na fase de reeducação alimentar, a Raquel continua super focada. E garante que nunca cometeu nenhum deslize, linda menina. =) Por aqui continuaremos a torcer por ela. 16 down, five to go! =)
Post em parceria com a Pronokal

30 comentários:

  1. Ainda hoje li um artigo num jornal em que os médicos alertam para o perigo dos suplementos alimentares e dizem que as pessoas não têm ideia do perigo que correm. Qual é o seu comentário acerca disto?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O tratamento Pronokal não é à base de suplementos alimentares.

      Eliminar
    2. Pode não ser "à base" mas tem suplementos alimentares sim, e nem podia ser de outra maneira. Quando se passa por uma dieta restritiva, tem de se ir buscar vitaminas, minerais, etc., por outra via.

      http://www.pronokal.com/bra/productos/l/179/

      Eliminar
    3. A Raquel falou das refeições e da forma como se organizou para ter uma alimentação mais saudável.

      Eliminar
    4. Anónima, o artigo que leu deverá ser devidamente contextualizado.
      Os suplementos alimentares tomam-se por variadíssimas razões, ligadas a estilos de alimentação ou mesmo a limitações do organismo.
      Nem todos os suplementos são aconselhados e alguns são mesmo imprescindíveis em variados casos.
      Quem os prescreve deverá ter bom senso, assim como quem os toma também deverá tê-lo. Lamentavelmente isso não acontece sempre, porque muita gente quer resultados rápidos, sabendo que colocam em risco a saúde para o efeito.
      É necessário saber distinguir caso a caso.

      Eliminar
    5. Teresa, eu entendi o que quis dizer, mas o artigo que li, diz que se deve recorrer SEMPRE a um médico. Agora, concordo quando diz que tem que haver bom senso. Mas também, muitas marcas e algumas passam a toda a hora na televisão, vendem gato por lebre com a agravante (em minha opinião) de estarem ligados a um culto religioso. Qual o seu comentário?

      Eliminar
  2. O pior destas dietas é que quando acabam...volta tudo ao nornal. Conheço pessoalmente várias pessoas que fizeram a PRONOKAL, e que recuperaram todo o peso perdido, senão mais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema é o psicológico, enquanto há alguém a controlar é quase como uma obrigação/incentivo. A partir do momento que deixam de ir as pessoas desleixam-se. Eu ia todos os meses à nutricionista e sentia isto, atingi o objectivo, e apesar de oscilar o meu peso em 1kg, sinto que era muito mais rigorosa quando ia à nutricionista todos os meses.

      Eliminar
    2. Mas voltaram a engordar mesmo mantendo uma alimentação saudável e fazendo exercício?

      Eliminar
    3. Pois, esse é o problema. A pessoas fazem os tratamento, emagrecem e depois acham que podem comer tudo novamente. As pessoas, sobretudo com tendências e metabolismos para engordar, têm de perceber que alimentação saudável e exercício é para sempre. E parabéns à Raquel que está fantástica.

      Eliminar
    4. Não culpem a dieta, antes a pessoa.
      A dieta não faz milagre. O milagre é feito pela própria pessoa.
      Quem tem tendência a ganhar peso deve, antes de tudo, mentalizar-se que terá de ter um cuidado constante com a alimentação, durante a perda e, mais importante, após a perda, para manter o peso.
      Isso é o mais difícil de fazer e por isso muitas pessoas voltam a ganhar peso.

      Eliminar
    5. Desculpem lá...terão que concordar comigo uma perda de peso tem q ser gradual, não esta sangria. É uma dieta milagre, sim. Eu quero ver a Raquel daqui a uns,,2 anos

      Eliminar
    6. Claro que ninguém volta a engordar mantendo o mesmo regime alimentar e exercício. (a não ser que venha a sofrer de alguma doença, disfunção harmonal). Eu não ponho os pés na nutricionista desde 2013, e como referi acima o meu peso varia 1kg, ando sempre nos 50/51. Quem tem um metabolismo de merda como eu, tem de ter sempre muita atenção ao que come, ou então fazer muito exercício.

      Eliminar
  3. Todas as pessoas que conheço que fizeram o tratamento Pronokal não voltaram a engordar, nomeadamente a Sofia, que acompanhámos aqui no blog e que já acabou a dieta há mais de um ano. A Pronokal tem uma forte componente de reeducação alimentar, além de acompanhar cada paciente até dois anos depois de acabarem o tratamento. Claro que há pessoas que não terão força de vontade para manter uma alimentação saudável e equilibrada, mas isso acontece independentemente da dieta que façam. Quem tem tendência a ter excesso de peso tem de perceber que comer bem e fazer exercício é um compromisso para a vida e não uma coisa que pode fazer só de vez em quando.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é bem verdade. Eu fiz há uns anos uma dieta semelhante - a LEV e perdi 15 kg na fase 1, como pretendia. O problema é que depois como me vi como queria (ou próxima disso) relaxei, já não fiz as fases seguintes e tornei a comer "normalmente" - quando digo normalmente não é encher-me de porcarias, é comer como se não fosse uma pessoa com tendência para engordar, o que eu nunca posso fazer, infelizmente, mas é a realidade! Claro que engordei tudo e mais um pouco. Agora, não culpo a dieta, culpo-me a mim que não a segui até ao fim, não aproveitei a fase de "reeducação alimentar" e voltei a antigos hábitos bem sabendo que me iam engordar. Infelizmente, se não tiver cuidado com o que como engordo e será sempre assim, é mesmo um compromisso para a vida.

      Eliminar
    2. Parabéns S pela sua sinceridade, assumindo sem subterfúgios a sua atitude errada, muitas sofrem de hipocrisia ..."quase não como mas engordo", e agora, entre as 40 e 50onas avantajadas, está na moda dizer que se engorda por culpa do mau funcionamento da tiróide! 😂😂😂(sem ofensa e com todo respeito por quem dela efetivamente sofra ).

      Eliminar
    3. Esses risos mostram bem o respeito que tem

      Eliminar
    4. A experiência em pessoa...
      Confesse lá, já andou por lá a perder uns quilos?!
      É um comentário sem maldade ...

      Eliminar
  4. A diferença é fantástica! Muitos parabéns às duas, uma pelo apoio e a outra pelo esforço/resultado. Adorei...

    ResponderEliminar
  5. Parabéns à Raquel e desejo-lhe sucesso para alcançar o número que pretende.
    Eu já fiz de tudo quanto há de dietas mesmo tendo consciência que, no limite, precisaria perder 8/10 quilos.
    A mais parecida com a Pronokal (se não igual) é a dieta LEV e, realmente, com resultados tão rápidos ficamos muito motivadas.
    O problema vem depois. Os resultados só passam mesmo pela mudança de estilo de vida, que vai muito além da reeducação alimentar. É um compromisso para a vida toda. No meu caso o "desmame" de todas as refeições liofilizadas e de toda a suplementação - sim, tomam-se muitos suplementos - e a necessidade de intensificar o exercício físico, acabam por em algum momento condenar o sucesso da dieta.
    Quem tem excesso de peso tem de viver para sempre com uma dieta regrada e com exercício físico e isso é muito, muito, difícil de conseguir cumprir o tempo todo.
    Estas dietas funcionam como balões de oxigénio temporários, que nos fazem sentir bem por um período de tempo, é certo, mas que depois rebentam e fazem com que tudo volte ao que era.
    Espero que a Raquel tenha força de vontade!

    ResponderEliminar
  6. A Raquel é muito bonita e o peso que perdeu valoriza muito a sua imagem. É verdade que é difícil manter o peso perdido e vai sempre engordar um pouco após deixar o plano. Acho que se mantiver o foco (para sempre) num peso saudável conseguirá manter. Já se sabe:fechar a boca e exercício físico. Terá de pensar que não é só uma questão estética e que após os quarenta é mais difícil controlar todas os problemas inerentes ao excesso de peso, inclusivamente perdê-lo.
    Força para ela e para todos os que lutam contra esse problema.

    ResponderEliminar
  7. Está fantástica!
    Parabéns Raquel!
    Cris

    www.lima-limao.pt

    ResponderEliminar
  8. Hola soy española, espero entiendan mi comentario.
    En primer lugar, enhorabuena a Raquel.Está guapísima!

    Yo estoy siguiendo el método pronokal. Hoy es el día 35 y llevo 9,300kg perdidos, pero hace 11 días que me he estancado.Mi médico me ha recomendado pasar a fase 2a, y desde el sábado estoy en ella.
    Estoy bastante angustiada porque estoy siguiendo todo al pie de la letra y no veo resultados.
    Sin normales los estancamientos en la bajada de peso? Y si es así, a qué son debidos?

    Muchas gracias

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cristina!
      9,300kg em 35 dias?
      É muito mais do que o recomendável.
      Por isso talvez o seu corpo esteja a chegar a um ponto em que não está a ter tempo para processar tanta informação.
      Dê-lhe tempo, e dê-se tempo, e vá com calma.
      Não sei o peso que pretende atingir mas mais de 9 kg já é ver bastantes resultados. É importante conseguir manter aquilo que já conquistou nesta fase, mais do que ficar ansiosa por perder ainda mais.

      Eliminar
    2. Necesito perder 14 kg más.Me urge la bajada porque quiero hacer un tratamiento de fertilidad ya que no puedo tener hijos de forma natural.
      Voy un poquito a contrareloj porque haré el tratamiento en la sanidad pública de mi país y ya llevo mucho tiempo en listas esperando bajar.
      Ya había conseguido bajar mucho.con otras dietas, pero me estanqué y decidí hacer este método.
      Sé que lo llevo.bien, que he bajado mucho en estos 35 días, pero es que es bastante frustrante que la báscula no se mueva.Esto es muy caro y muy duro.

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  9. Não tenham cuidado com o que comem.
    Não façam exercício físico.
    Não se mexam, não... !! -_-
    E depois acreditem nestas dietas milagrosas que vão ver como é...!!!

    ResponderEliminar
  10. Muitos Parabéns Raquel

    Espero sinceramente que consiga manter o seu peso.
    Parabéns = )

    ResponderEliminar
  11. Boa tarde,
    acredito que uma dieta ajuda e a força de vontade é a melhor amiga. Uma contínua vontade de comer bem depois do "empurrão" da dieta seja ela qual for se resultar óptimo!É necessário haver ,mais uma vez, força de vontade, alimentação equilibrada (porque essas dietas chegam a um ponto e têm de parar, não vamos emagrecer até ao osso)...exercício contínuo é uma questão também de saúde! Já agora, e puxando a brasa à minha sardinha, um apoio estético a nível de gabinete (massagens, tratamentos a nível cosmético ou equipamentos) ajuda a por a cereja no topo do bolo. Alisar tonificar adelgaçar...enfim todas as mulheres merecem o melhor e acima de tudo sentirem-se bem! O que resulta para umas pode não resultar para outras, falar mal não trás vantagem, falem bem de cada experiência e todas enriquecemos um pouco!
    Força a todas e não esqueçam..vocês merecem o melhor.
    Beijos

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis