Pub SAPO pushdown

O mIRC faz 20 anos. Ou 22. Não interessa, são muitos

sexta-feira, setembro 22, 2017

Esta semana saíram várias notícias a recordar que o saudoso mIRC faz 20 anos. Entretanto estive a ler outras que dizem que o famoso canal de chat nasceu em 1995 e que, portanto, completa 22 anos. Não interessa, faz muitos. Muitos mais do que aquilo que eu gostaria de me relembrar. Quem nasceu no final dos anos 90 provavelmente nunca ouviu falar do mIRC. Ou então ouviram e soa-vos apenas a uma coisa muito antiga, quase ao nível dos sinais de fumo. Ainda nem sequer havia Facebook, Instagram ou Snapchat, imagine-se. Mas para a minha geração, malta entre os 30 e os 40, o mIRC foi uma coisa absolutamente revolucionária. Para já, porque coincidiu com o aparecimento da net em Portugal (pelo menos, de forma mais acessível). Depois, porque permitia falar online com os nossos amigos e, melhor do que tudo, conhecer pessoas novas. O que é que um adolescente podia pedir mais da vida?

Eu já não me lembro exactamente como é que o mIRC funcionava, assim ao detalhe, mas sei que era um programa no qual se entrava, que tinha uma página principal e depois várias páginas às quais podíamos aceder, uma espécie de grupos mais restritos, chamados "canais". Por exemplo,
havia o canal do Benfica, o canal da nossa escola, canais sem fim. E nós entrávamos nesses canais, falávamos com toda a gente que lá estava, numa conversa comum, ou então abríamos um chat à parte para falar com alguém de forma privada. Toda a gente tinha de ter um nick e o meu era _Bonfire. Porquê? Porque eu achava que era muito fixe e porque era o nome de uma música dos Lamb, um dos meus grupos preferidos da altura.

O mIRC era um verdadeiro fenómeno, toda a gente andava por lá. Lembro-me de ainda não ter net em casa e de ir para um cyber café só para poder aceder ao mIRC. Ou isso ou esperar por vez no único computador da escola que tinha acesso à internet e que, claro, era altamente concorrido, ao ponto de às vezes haver gente a pegar-se à porrada. Depois os meus pais lá instalaram net em casa, mas era daquela que tinha um modem que levava uma hora a ligar-se (parece que ainda estou a ouvir o barulhinho do modem, piiiii---piiiii----riiiii---piiiiiiiii---piiiiiriii) e se a net estivesse ligada o telefone ficava ocupado, o que era uma tragédia para os meus pais. Não que quisessem utilizar o telefone, não que estivessem à espera de alguma chamada em particular, mas saber que o telefone estava impedido consumia-lhes os nervos, por isso só podia ligar-me à net ao fim da noite, tipo lá pelas dez. Ah, além disso era uma fortuna, porque quanto mais tempo estivéssemos na net, mais aumentava a conta do telefone, por isso estão a imaginar. Acho que naquela altura todos os pais desejavam a morte da net.

E, meus amigos, quando me ligava era menina para ficar ali até às tantas da madrugada, na conversa com amigos e com desconhecidos. Uma pessoa perdia a noção de quanto tempo ficava ligada na converseta. Conheci várias pessoas no mIRC, arranjei até um namorado que ainda hoje é meu amigo. Lembro-me bem daquela ansiedade de me ligar ao mIRC para ver se a pessoa x ou y também já estavam lá, e da alegria que era vê-los entrar no canal, ou da tristeza que era quando já lá estavam e não metiam conversa connosco. 

Quem não se lembra do célebre "ddtc?" para perguntar a alguém de onde é que estava a teclar? Aparentemente, naquele tempo não tínhamos vida para escrever, por extenso, "de onde teclas?", por isso tudo tinha de ser abreviado. Isto quando se conseguia aceder à net, porque eram muitas as vezes em que a ligação não ia lá. Quase que acendia uma vela de cada vez que queria ligar-me, porque era uma frustração saber que tinha alguém no mIRC à minha espera para falar. Pois, nessa altura a maior parte da malta não tinha telemóvel, não dava para enviar uma mensagem a dizer que a net não estava a querer cooperar. Igualmente dramático era quando a ligação caía a meio de uma conversa altamente interessante. Se hoje em dia tenho o sistema nervoso afectado, foi muito à conta dessas ligações que iam abaixo e que, por vezes, eram irrecuperáveis.

Tenho muitas saudades do mIRC. Ou da altura em que o mIRC existia e tudo parecia mais fácil. Hoje em dia temos coisas parecidas, é verdade, mas já não temos é 18 anos e a sensação de ainda podermos vir a ser donos do mundo. Acho que, à semelhança dos jantares que se organizavam ("pessoal, bora aí fazer o jantar do canal #cacémdecima!"), devíamos organizar um jantar para todos os que foram felizes no mIRC. Tenho a impressão que precisávamos de alugar o pavilhão Atlântico, e mesmo assim era capaz de não chegar. 


63 comentários:

  1. Eu tenho 26 anos e ainda usei o mIRC :) Mas já foi quase no "final", lembro-me que logo a seguir chegou o Messenger e disse adeus ao mIRC. Agora já nem o Messenger existe... Chiça, que o tempo passa e nem damos por ele.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu ia comentar mas, vi este comentário que expressa exactamente o que penso. A diferença pequenina é que eu estou à beira dos 27 anos.

      Eliminar
    2. Tenho a mesma idade (26) mas não tenho qualquer recordação do mIRC, nem sequer do nome.

      Eliminar
    3. Alguém (EU) com 25 anos e que tem imensas recordações do mIRC, até pq tenho um irmão mais velho que passava horas naquilo ahahah
      E o belo do hi5 ..

      Aiiii q o tempo corre!!!!

      Eliminar
    4. Também já estou quase nos 27! Bolas...

      E o hi5, que recordações! Conheci lá o meu primeiro namorado :P

      Eliminar
  2. Eu conheci o meu marido no MIRC :)

    ResponderEliminar
  3. Tenho 32 anos e lembro me do Mirc, e de correr no intervalo das ualas e ir para a «sala aberta de informática», arranjar um pc vago. e de exixtir uma escala feita c horarios para ter um pc...e lembro me do mensseger...e as imagens vagueam tudo isto me parece «tão longe ...e tão perto».... J (blogger « La-por-casa.blogspot.com»)

    ResponderEliminar
  4. mIRC, mentiras internacionalmente reconhecidas por computador!
    Era assim que o meu irmão mais velho explicava o acrónimo! XD
    Bem, se tem 20 (ou 22) anos, quer dizer que eu... Bem!
    Arranjei uma paixoneta que nunca vi ao vivo. E 19 anos mais tarde, lá lembrou-se ele de me encontrar no Facebook. Ele há coisas...

    ResponderEliminar
  5. não conheci o meu marido no mirc mas namoramos graças a ele....eramos colegas de escola de anos diferentes e apesar de nos conhecermos de vista não falávamos....até ao dia em que, ambos sozinhos no canal de um amigo em comum, metemos conversa para passar o tempo (isto altura em que a net ja não era or telefone claro...se não eramos assassinados pelos nossos pais :p)...e a coisa deu se :)

    ResponderEliminar
  6. Tenho 35 anos e conheci o meu marido no mIRC. Temos filhos pequenos, vai ser bonito explicar-lhes como nos conhecemos! ahah

    ResponderEliminar
  7. Conhecí o meu marido do mIRC nos idos 90.

    ResponderEliminar
  8. Maravilhoso post! Que saudades! Bons velhos tempos!

    ResponderEliminar
  9. Tenho um amigo de há 17 anos, que metemos conversa no mirc, passados esses anos, já foi paixoneta, virou amigo. Falávamos, enviávamos cartas e presentes e nunca estivemos juntos em presença. :D
    Ele do Barreiro e eu de Faro. Continuamos Amigos.. ;)
    S

    ResponderEliminar
  10. eu andei pelo mirc pelos anos de 2004/04... qundo a conversa estava bem encaminhada passava-se para o msn, e mostrar fotografia era só com uma dose de conversas já pelo meio... tempos engraçados

    ResponderEliminar
  11. Não sei se faz 20 ou 22 anos, mas o mirc era muito engraçado. Lembro-me de no início não perceber as abreviatutas todas que o pessoal usava e tinha que perguntar :) também ia para os PC da universidade e depois quando passámos a ter net na residência da universidade então é que foi "uma desgraça" :)

    ResponderEliminar
  12. Eu tenho 27 anos, por isso já usei o mIRC quase no fim. Mas e do chat blá blá do aeiou, alguém se lembra? Tinha eu uns 13/14 anos e passava horas na sala 'praia' ou 'campo' a meter conversa com toda a gente. Geralmente acrescentava 2/3 anos á minha idade (quem nunca? Ahaha) e achava ridiculo alguém admitir ali perante 100 pessoas que tinha 13 anos! 😂😂 Se a conversa fosse boa, tinha continuação certa no msn. As saudades que tenho desses tempos....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O chat do Bla bla 😍 Eu e os meus amigos chegamos a fazer muita porcaria com essa brincadeira, nas aulas de TIC! E estragar as conversas privadas? Ahahahah Que nostalgia! Mais ainda com o msn... Também tenho 27 anos. :)

      Eliminar
    2. Acho que o problema está nas pessoas de 27 anos.
      Eu tb tenho 27 e lembro-me de umas situação pelos 14 anos na biblioteca da escola. Descobrir a sala em que umas amigas estavam a teclar no Blá e meter conversa com elas dizendo que era um rapaz. A coisa até estava a fluir até que um colega de turma entrou e perguntou, Ora, porque razão estão a falar umas com as outras no blá? E foi risota geral :D

      Eliminar
  13. E os canais tinham sempre um @op, que era uma espécie de “dono” do canal, e outras figuras hierarquicamente abaixo, com uma designação de que não me recordo. Eheh bons tempos... :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eram os voice, que tinham um + antes do nick! Eram uma espécie de sub-chefes lá do sítio :)

      Eliminar
  14. Lembro me de o mIRC ser uma extensão natural do café onde gastávamos todo o tempo :) quando chegava a temível hora de ir para casa jantar lá se perguntava à melhor amiga e à crush do momento se iam ao mIRC..

    ResponderEliminar
  15. Tenho 24 anos, do mIRC não me recordo. Mas por falar em chat, passei algum tempo no chat terravista. É claro que nem sempre dizia a verdade sobre o local e a idade :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, o Terravista! Já não me lembrava... o tempo que lá passava :)

      Eliminar
  16. Como me revejo neste post... Tal e qual a descrição. Conheci o meu marido no mIrc ��
    Que boas lembranças!!

    ResponderEliminar
  17. Tenho 29 anos, antes de começar a utilizar o mIRC já o meu irmão usava e eu ansiava por ter idade para usar.
    Depois com 13 comecei a usar e por lá conheci o senhor meu namorado e ha 15 anos que a coisa se dá.
    Quando todos os anos se fala do mIRC, sinto sempre a nostalgia do que já não volta...

    ResponderEliminar
  18. Ahahahah lembro me de pedir ao administrador do grupo para ser @(op) e ele só me dava + (voice). Fui taooo feliz

    ResponderEliminar
  19. E é a partir dessa velhas tecnologias que avançam as novas. Deixa sempre saudades a forma como se comunicava.
    Bjs

    ResponderEliminar
  20. era um mundo paralelo, no qual eram regidos pelos ircops que era a malta que controlava os servidores. Eram os policias da coisa e a quem os mais ofendidos iam fazer queixinhas, e que a grande maioria ansiava por ter um amigo desses. Depois haviam os canais, que eram controlados pelos operadores, os homens das mochilas. Eles tinham o poder e a maioria ansiava ser um deles, especialmente nos canais das suas cidades. Depois haviam os voices que eram os amigos dos homens das mochilas e que ansiavam ser operadores e por isso dormiam com o mirc ligado para ganhar posição social na rede :P (mais tarde apareceram as bnc que nunca saiam de rede). Era uma borga as infindáveis conversas... mas como tudo tem os seus altos e baixos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Depois havia" e não "haviam". ;)

      Eliminar
    2. Há sempre o raio de um professor anónimo por estas bandas a tentar corrigir tudo e todos. Se as pessoas percebem o que o homem quer dizer, que interessa que diga "haviam" em vez de "havia"? que raio de mania...

      Eliminar
    3. E há sempre um ignorante a defender o indefensável.

      Eliminar
  21. Cláudia fernandes23 setembro, 2017 09:29

    Mais uma... Conheci o meu marido no mirc. Tínhamos amigos em comum e começamos a teclar... Namoramos 12 anos e estamos casados há 5. Obrigada mirc ��

    ResponderEliminar
  22. Tenho 28 e ainda o usei! Pouquito mas usei! Mas fui logo "agarrada" pelo msn... NOSSA que saudade! E também penei para que os meus pais instalassem a internet! Aquele modem aquecia tanto que eu, estúpida que era, punha um paninho molhado para o arrefecer um bocado e ficar mais tempo ligada senão ía abaixo e começava aquele pi pi piriririri :D saudade

    ResponderEliminar
  23. Recordo-me de usar o mirc nas aulas de Informática em 97/98 98/99. Ficávamos em par. Houve um dia que um colega de turma fez-se passar por uma rapaz de uma outra secundária da cidade e combinámos um café no final do almoço junto à nossa escola.Chegámos e nada!!! De tarde, fomos gozadas pelo rapazinho e pela turma :-):-) Lembro-me tb que já naquela altura, já tínhamos que ter cuidado pq havia homens muito mais velhos. Ficávamos pelo grupos da nossa cidade

    ResponderEliminar
  24. Devo ser das poucas pessoas às portas dos 30 que nunca ouviu falar disto até hoje. Mas eu sempre vivi debaixo de uma pedra, até hoje continuo a não ter facebook, nem instagram, nem merda nenhuma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São opções e bem legítimas, acredite que não está só na escolha 😉

      Eliminar
  25. Tenho 39 anos e não faço ideia do que é o mirc. 🤷‍♀️

    ResponderEliminar
  26. O pear era lixado "rotflol"

    ResponderEliminar
  27. Eu tinha um código fornecido por um amigo que me permitia "atacar" um alvo. O que acontecia? A ligação da pessoa caía.
    Aí se alguém me chateasse não ficava muito tempo ligado nessa noite, não...

    ResponderEliminar
  28. Conheci o meu marido pelo mIRC, no canal "Betos"...

    ResponderEliminar
  29. Não podia ir ao jantar, nunca usei o mirc e nem sei porquê.
    Usava o chat do iol ou do yahoo.
    Tal como tu cheguei a fazer bons amigos, e outros mais qualquer coisa,por lá.
    Bons tempos mesmo.

    ResponderEliminar
  30. Carago pá....
    sou uma infoexcluida de 1ª....
    tenho 32 anos, não me lembro de nada disto...nem tenho facebook...
    Bolas...serei um ET??

    ResponderEliminar
  31. a/s/l? ahahahah
    Conheci uma das minhas maiores paixões no Mirc, até hoje continuamos os maiores amigos... Revi-me completamente nesse texto!
    #sónãovouaojantarporquemoroforadeportugal

    ResponderEliminar
  32. Tenho 37 anos e nunca ouvi falar nisso.... fonix!

    ResponderEliminar
  33. Ai que maravilha, que recuerdos! Para mim a maior emoção era quando um op me promovia a voice. Não podíamos "kickar" ninguém do canal (lembram-se desta forma de bullying, em que alguém que não era bom o suficiente para estar ali era expulso por um op?), mas o nosso username aparecia lá em cima, no canto direito. A seguir a "ddtc?" seguia-se "m/f?" e a partir daí era um festival de prosa a la pen pals unidos por uma internet fraquinha patrocinada pela Netcabo ou pela Telepac. Para o pessoal mais trendy, as frases eram escritas aSsIm ou, para as pitas da altura, aXim. Quantas jantaradas de grupo foram organizadas ali, quantas taquicardias vividas quando se via "nickname-do-crush has joined #cacemdecima", quantas noites a ir para a cama à 1 da manhã porque a mãe estava a dormir e não se podia queixar que o telefone estava ocupado. Acho que o mIRC foi também a porta para interagir pela primeira vez através da net, em tempo real, com programas de TV. Lembro-me de vir da escola e ver o Unas e a Rita Mendes a lerem cenas no Canal #CC em voz alta (no Curto Circuito, ainda no CNL e depois na Sic Radical). A seguir ao mIRC, veio o MSN. Ah, quantas horas a escolher a melhor foto para o avatar; ah, quantas páginas de poemas em HTML1 serviram de fonte para copiar descaradamente poemas ou letras de músicas para pôr no status; ah, a alegria de mostrar ao mundo que música é que estávamos a ouvir e dar-nos uma auto-pancadinha nas costas e dizer para dentro "tens mesmo bom gosto e agora toda a gente sabe". Saudades.

    ResponderEliminar
  34. Cavalheiro do Aeroporto25 setembro, 2017 12:33

    Na verdade o ddtc nem era importante. Tive um caso com alguém que conheci no mIRC e que nem sequer morava na minha cidade. Ainda durou alguns anos. Sempre encontros pontuais. Foi muito bom enquanto durou.
    Não posso revelar mais porque sou um Cavalheiro...:)

    ResponderEliminar
  35. Estou prestes a fazer 29 anos e lembro-me tão bem do mIRC, as horas infinitas que lá passava, a ver quem estava nos vários canais...foi lá que "conheci" aquele que acabou por se tornar um namorado virtual, com quem trocava mensagens e, por uma ou duas vezes, falámos ao telefone (a loucura para aquela época, portanto!)
    Adorei o post, mas fez-me sentir velha!ahahahahah

    ResponderEliminar
  36. Olá, td bem?, ddtc?, etc.?? Lol perguntas míticas e saudosas!!!!

    ResponderEliminar
  37. Eu era terrível... Adorava ir para o mIRC, tal e qual Fernando Pessoa e os seus múltiplos heterónimos, engatar administradores/as de canais, convencer que me tornassem também admin, depois retirava-lhes o acesso (roubava o canal) e enchia aquilo com bots que davam respostas automáticas feias... Felizmente cresci e arrependo-me de tamanha maldade.

    ResponderEliminar
  38. Ai que saudades! Ainda me lembro da primeira vez, após meses e meses de conversa, que combinei um café com um rapaz. Levei um grupo de espias lol três amigas, colocadas estrategicamente, como se via nos filmes, a vigiar o encontro. Tinha um sinal combinado para uma delas intervir caso eu estivesse farta ou algo não corresse bem lol

    ResponderEliminar
  39. Eheh, tenho 33 anos, conheci o meu marido no mIRC e um dos meus melhores amigos até hoje! Como o tempo passa, pfff!!

    ResponderEliminar
  40. Tenho 30 anos e fui feliz no mirc!

    Conheci muita gente na altura, e passei algumas amizades virtuais para o real.

    Tinha um computador de secretária em casa com net da clix que era uma fortuna. A minha mãe escondia o cabo para eu não entrar na internet e eu achava-o sempre eheh chegou a dar comigo às 6h da manhã, caladinha a teclar no quarto às escondidas tal era o vício...

    e o orgulho que era ter o + antes do nick? e a foleirada de nicks que lá havia? os meus sempre foram péssimos ahaha

    Ai belos tempos...

    ResponderEliminar
  41. Caraças tenho 52 e não faço a minima ideia do que estão a falar, não sei se ria se chore ;)

    ResponderEliminar
  42. Tou a ver que o post saudosista que publiquei sobre os meus 20 anos no IRC "enganou" umas quantas pessoas. Tão bom :D

    ResponderEliminar
  43. A geração da minha irmã ,35 anos passaram horas no mirc,conheceram namorados,maridos,íam ter com desconhecidos a aveiro,faro! Era a loucura nos cyber cafes...e passou tão pouco tempo e isso tudo parece tão antigo! O tempo voa mesmo!

    ResponderEliminar
  44. Tal e qual :) as jantaradas, os kicks, as paixões, a falta de preocupação com ameaças virtuais (p.e. pedofilia). O mIRC ainda existe e há uns anos voltei lá só por curiosidade mas já não é a mesma coisa, agora parece que só serve para engate e mais nada!

    "Me slaps *nick* with a large trout!" - quem se lembra desta?

    ResponderEliminar
  45. que saudades da net custar 100 escudos por hora, e eu não poder fazer desenhos no paint pq a minha irmã passava o tempo todo no mirc. a minha mãe perdia telefonemas atrás de telefonemas. um dia chegou uma conta acho que de 50 contos, tudo culpa dela!! eu passava o meu tempo no site do evax, a armar escândalos com a minha melhor amiga da altura, que decidiu que eu não era fixe o suficiente para ela! aí, no chat do portugalmail e no amiguinhos do portugalmail, que era uma espécie de pré-hi5. eu era bem feia mas mesmo assim ainda recebia mensagens de brutamontes da escola do outro lado da rua. pré-adolescência de miúda sem amigos, era assim!

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis