Pub SAPO pushdown

Fui a Londres ver "A Bela e o Monstro" e tenho coisas para dizer

terça-feira, março 07, 2017

Na semana passada fui numa viagem relâmpago a Londres, o chamado "ir num pé e vir noutro". Ou ir num avião e vir noutro, foi mais isso. Viajei a convite da NOS para assistir à ante-ante-ante-ante-estreia de "A Bela e o Monstro", a mais recente produção da Disney. Na altura não pude falar de nada, fiz só um ou dois directos no Instagram, porque estava tudo envolvido em grande secretismo. A informação estava embargada, não podíamos revelar nada de nada, todo um mistério. Ao evento assistiram "influenciadores digitais" de toda a Europa, e eu fui a representante nacional. Assistimos ao filme numa sala de cinema da Disney, com vários seguranças mesmo atrás de nós, que estavam ali com a missão de não nos deixar filmar nem fotografar nada. Antes do visionamento fomos avisados: "se pegarem no telemóvel uma vez serão advertidos, se pegarem no telemóvel duas vezes serão convidados a sair da sala". Como é óbvio, ninguém arriscou. 

Antes de vos falar deste novo filme, deixem-me só aqui deixar-vos um bocadinho de boca aberta.
Toda a gente está recordada da versão animada de "A Bela e o Monstro", também da Disney, certo? Pois. Preparem-se para o choque: o filme foi lançado em 1991, ou seja, tem 26 anos. Oiiiiiii???? Como assim? Então mas eu lembro-me perfeitamente de ver isto, como é que já passaram 26 anos? É verdade, vinte-e-seis-anos! Enfim, superemos, até porque está aqui esta nova versão para nos fazer rejuvenescer.

Desta vez a animação ficou de lado para dar lugar a personagens de carne e osso. Bem, não completamente. Na verdade, isto é um híbrido, mistura personagens "reais" com figuras animadas. E a magia Disney continua toda lá. Eu acho que toda a gente sabe a história (shame on you se não souberem), mas vá, para as três pessoas que  não fazem ideia, cá vai um pequeno resumo: então, havia um príncipe muitíssimo jeitoso, um pedaço de mau caminho, que era tão bonito como má pessoa. Era assim ruim, vá. Uma noite, quando estava a dar uma mega festa no seu mega palácio, bateu-lhe à porta uma mendiga a pedir abrigo. O príncipe armou-se em parvo, recusou albergar a desgraçada da senhora, mas lixou-se, porque ela era uma bruxa/feiticeira/qualquer coisa assim esquisita, que lhe lançou uma maldição: transformou-o em monstro, transformou todos os seus empregados em objectos (um relógio, um candelabro, um bule, uma chávena, etc) e deixou-lhe uma rosa amaldiçoada. O monstro tinha de encontrar alguém que o amasse de verdade antes que a última pétala da rosa caísse, caso contrário seria um monstro para sempre. Uma desgraça. Por motivos que agora não interessam, uma bela moça vai parar ao palácio e, chamando-se o filme "A Bela o Monstro", dá para imaginar o resto da história.

O monstro (na versão príncipe) é interpretado pelo actor Dan Stevens e a Bela pela gira da Emma Watson. Havia todo um suspense para saber como se sairia ela a cantar e, surprise, surprise, safou-se lindamente e temos ali uma bela Bela. Depois há outros nomes sonantes que também fazem parte do filme, como a Emma Thompson, o Ewan McGregor, o Kevin Kline, o Josh Gad ou o Luke Evans (giroooooo). O resultado é um filme com todo o encanto da Disney, com uma história bonita, com personagens de chorar a rir (como o Gaston, o Le Fou, o candelabro Lumière ou o Relógio), e com uma banda sonora maravilhosa. Ora espreitem lá o trailer:


É impossível não sair da sala com um sorrisinho na cara ou a cantarolar as músicas do filme. Algumas sobreviveram à versão animada, com novas versões, mas outras são completamente originais. Uma vez mais, a banda sonora esteve a cargo do ultra premiado Alan Menken, que já ganhou vários Óscares e que foi o autor da banda sonora de filmes como "A Pequena Sereia", "Aladino", "Pocahontas" ou "O Corcunda de Notre Dame".

E foi precisamente com o Alan Menken que tivemos a oportunidade de estar, todos numa sala à volta do piano. Foi uma surpresa muito boa e uma experiência incrível, tê-lo ali a tocar algumas músicas só para nós e a responder às nossas perguntas. Juro que houve gente de lágrimas nos olhos quando ele tocou trechos da música de "A Pequena Sereia" ou do "Aladino". Houve até quem se enchesse de coragem e cantasse em dueto com ele. Eu fiquei só a absorver aquilo tudo  e a pensar que, de facto, este blog já me proporcionou coisas absolutamente únicas. Esta foi uma delas.

Como se não bastasse, eis que as portas se abriram e entraram o Josh Gad e o Luke Evans para nos cantarem uma música do filme. Minhas amigas, o Luke Evans é só assim muitíssimo gato, por isso estão a imaginar as palpitações que percorreram este corpo quando o homem se posicionou ao meu lado para a foto de grupo. Estive a "isto" de encostar a cabecita no ombro dele. Damn it.





Apesar da rapidez da viagem, foi uma experiência mesmo, mesmo gira e absolutamente inesquecível. "A Bela e o Monstro" chega a Portugal a 16 de Março, por isso rendam-se ao universo Disney e deixem-se levar por esta incrível Bela e por este Monstro que é um grande fofinho. =)


53 comentários:

  1. Respostas
    1. Também quero chamar nomes à pipoca. Também quero ir a Londres num pé e vir noutro e pelo meio estar ali a uns centímetros do Luke Evans.

      Eliminar
    2. Eu ia a Londres todos os dias, a todas as horas, ver filmes, ver lojas, ver monumentos, ver TUDO, adoro Londres e se pudesse vivia lá. Por isso também vou chamar nomes à Pipoca... ah.ah.ah!

      Eliminar
  2. como diria o comentador mais parvo mas em bom "que vida dificil" :-)as coisas boas acontecem a quem as merece. Eu cantava, não sei se me aguentava :-) (baixinho)

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pela partilha, só aguçou mais a minha vontade de ver o filme! Para mim é a minha história favorita da Disney, e poder ver agora uma nova versão vai ser espetacular. Ainda ontem comentei com o marido que tinha que ir ver este filme no cinema, e ele disse-me "Estás pior que a tua filha, a mãe de 31 anos, está mais desejosa de ver o filme que a filha de 10 anos!" Lol

    ResponderEliminar
  4. Ainda não vi e já estou aqui em pulgas.E sim, de facto o Luke Evans....minha nossa!

    ResponderEliminar
  5. Bem, a Ana tem cá uma sorte.........

    ResponderEliminar
  6. Não fazia ideia que o Luke Evans era TÃO giro! Que sorte a tua, pipoca!

    ResponderEliminar
  7. Respostas
    1. Pena para quem? Estes comentários são o máximo... Porque se ele não fosse gay e fosse hetero, também viria aqui dizer, pena ele ser casado...

      Eliminar
    2. Pena porquê?
      É menos giro, menos talentoso ou menos homem por causa da escolha sexual?
      Será preconceito?
      Evoluímos em tanto, mas o preconceito continua vivo.

      Eliminar
    3. Não fui eu que comentei, mas a expressão "que pena ser casado" usa-se na minha terra ��

      Eliminar
    4. Assim como assim, se fosse hetero também não andaria consigo, por isso não percebo como lhe afeta a orientação sexual do moço.

      Eliminar
    5. Bem, eu sou gay!😁 E estou disponível 😂 Já viram que sorte a minha? Eheh #sqn

      Eliminar
    6. Cristina Ferreira, na minha terra também se usa essa expressão.
      Mas a expressão utilizada acima referia-se a ser gay, não a ser casado...
      Dito, tem conotação bastante diferente.

      Eliminar
    7. Cristiana Ferreira, não está em causa usar ou não essa expressão, é o facto de utilizarem mais a expressão "pena ser gay"... como se isso diminuísse as pessoas.
      E já agora, eu tb teria imensa pena em ser gay se o meu ex namorado fosse o Jon Kortajarena... Era cá uma dor!

      Eliminar
    8. Gente, não se querem idignar também por a expressão remeter os homens, sejam eles casados ou gays, à condição de pedaço de carne?

      Eliminar
    9. a senhora só fez um comentário que gente azeda livra...
      quanto o filme quero muito ver :) foi o primeiro filme que vi no cinema :) saudadinhas...
      a meu ver fomos bem representados sim senhor.

      Eliminar
    10. Pois está claro, agora quando algo gera indignação é porque estão "azedas". Assim como ela só fez um comentário, também os restantes SÓ fizeram mais comentários.

      Eliminar
    11. "Pena ser casado" é aceitável, "pena ser gay" já não - o preconceito está na cabeça de quem fez o comentário original ou de quem foi lá de dedo em riste apontar?

      Eliminar
    12. Claro que é "pena ser gay"!!! Foi mais um que tive de riscar da minha lista, evidentemente! Assim como os casados (se bem que há aqui ainda um pouco de hipótese :D) Que gente tão sisuda, credo!

      Eliminar
    13. Anónimo das 23h28 mudo a a palavra de azedas para descontentes está bom assim ou quer comentar??

      Eliminar
    14. Pois então continuo com o que pena ele ser gay... Só não é assim tanta pena da minha parte porque ainda me resta a esperança de o poder vir a ter como cunhado. Realmente muito preconceito, mas só e apenas em quem o tem!!

      Eliminar
  8. Luke Evans! Luke Evans!! OOps! A bela e o monstro! A bela e o monstro! E o Luke Evans já agora... apaixonei-me pelo homem no filme Dracula Untold o que é que querem?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui... adorei o filme e o homem :D :D
      Mónica

      Eliminar
  9. Estou numa embirração tremenda de velha do restelo contra o filme... a bela e o monstro é O filme da minha infância, assim como estav, com animação e não personagens em carne e osso...

    ResponderEliminar
  10. Serei só eu a achar que o Dan Stevens é uma perfeição? :)
    Sim, também estou em pulgas para ver o filme! É uma das histórias que mais me fazia sonhar na infância! Estou curiosa para ver o papel dos (grandes) atores principais!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, eu também acho! Mil vezes mais lindão que o Luke!

      Eliminar
    2. é giro, mas é um copinho de leite! :) o Luke Evans tem mais ar de gostosão, bad boy!

      Eliminar
    3. Eu gosto dos fofinhos, nunca tive paciência para bad boys 😛

      Eliminar
  11. Que sortuda! Bom, mas também é para quem trabalha e faz por merecer!

    http://lifeworklive.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  12. Pipoca, podias ter referido o grande Ian Mckellen que dá voz ao Cogsworth.
    Ainda bem que pudeste participar desse evento. Bom trabalho Pipoca!

    ResponderEliminar
  13. O que eu realmente queria saber é: os miúdos vão gostar? Ou não é suposto?

    ResponderEliminar
  14. Vi o trailer no outro dia numa sessão de cinema e fiquei simplesmente encantada! Gostei particularmente do facto de terem ido buscar a versão original!
    Cris

    www.lima-limao.pt

    ResponderEliminar
  15. Dos filmes que eu mais quero ver este ano!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dos filmes que eu mais quero perder este ano!

      Eliminar
  16. Esse Luke já o tenho debaixo de olho desde o filme Tamara Drewe. E também estava muito jeitoso n´A Rapariga no Comboio.

    ResponderEliminar
  17. Eu vi o musical em Londres há mais de 15 anos. Muito bom! Adorei

    ResponderEliminar
  18. Vou chamar-te nomes: PORCA! Eu tb queria ;)
    Adoro o filme, é a minha história favorita da Disney e quero muito muito ver este!
    Deve ter sido uma experiência brutal!

    ResponderEliminar
  19. A Pipoca e o Luke Evans ficam giríssimos juntos!

    ResponderEliminar
  20. O filme é para maiores de quantos anos, alguém sabe?

    ResponderEliminar
  21. Finalmente assumiu-se!

    ResponderEliminar
  22. Balha-me Nossa Senhora das Coisas Boas! :-)

    ResponderEliminar
  23. Oh meu deus viraram criticos de cinema. . Tendinha poe-te a pau😂😉

    C.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De acordo com por aqui vai de comentários eu diria antes que para além de críticos de cinema viram também "agenciadores" de modelos masculinos e agentes casamenteiros... ou seja o filme é de tudo o que menos interessa. Oh Senhor!

      Eliminar
  24. Não consigo perceber estas pessoas que nos 30's, 40's, 50's e por aí fora mal veem um tipo giro vêem rebarbar-se todas nos comentários. As minhas colegas são assim! Namoradas, casadas, divorciadas, solteiras... sempre a babar pelo actor X, o músico Y, o tipo que veio falar na conferência Z. Andam sempre com tudo aos saltos! Serei só eu que nunca fui assim e muito menos desde que tenho namorado/marido? Posso olhar, pensar "é um homem giro" e fico-me por aí, não desperta em mim quaisquer sentimentos de loucura e necessidade de discussão e partilhas exacerbadas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mim o que pareceu estranho foi o facto da anónima não ter a certeza se tem namorado ou marido... E não vi nenhum comentário que me fizesse pensar que a comentadora estava com tudo aos saltos...ou dizer que o homem é giro que se farta é agora coisa que moça comprometida/casada (mantendo a confusão do estado civil) não pode fazer?

      Eliminar
    2. Alexandra, tenho namorado com quem vivo há quase 7 anos e vou casar este ano, daí ter escrito namorado/marido :)

      O "estar com tudo aos saltos" não é especificamente para a Pipoca, é para todas as outras mulheres que comentaram só a falar dos actores e a babar por eles e da minha experiência pessoal com esse "tipo" de mulheres, porque, como disse, tenho várias colegas assim, que estão sempre a falar de homens todas babonas (que, se fosse ao contrário, homens a fazê-lo, eram logo classificados de uns pedreiros e uns tarados).

      Eliminar
    3. Anón. 13:29: Já tenho bastante idade, e não acho estranho as mais novas que eu ficarem assim "babadas" ( como diz) pelos actores ou músicos giros. É normal, se no dia a dia não se veem assim homens tão bonitos, porque não hão-de ficar fascinadas com essas belezas que por aí andam Ah, e não me chame velha maluca, nem ando com tudo aos saltos, quem dera ao meu marido que andasse. mas se apreciar um homem bonito, olhe por ex. o George Clooney, acho-o um homem bonito, e até o Enrique Iglésias, que tem idade para ser meu filho, eu acho um dos homens mais bonito do meio artístico. Não fique chateada por eu dizer isto, mas não pense mal das suas colegas por elas terem bom gosto. Beijocas
      Manuela

      Eliminar
    4. eu sempre fui assim, e acho que muito por causa disso tenho quase 30 e sou virgem. ou porque sou mesmo mesmo mesmo feia. não sei, ainda.

      Eliminar
  25. O Luke Evans não é gay, minha gente. Portanto, não se perde nem se ganha nada. É um homem que tem a sorte de fazer o que gosta (e com isso toda uma visibilidade) e ser como é fisicamente (embora trabalhe para isso), por detrás disto é um homem normal, com uma vida banal como a de todos nós. Se ele fosse gordinho, copinho de leite, etc etc ninguém iria suspirar. Mas como tem assim um "pacote" bastante completo, é todo um suspiro.
    Juro que quando li este post, vieram-me as lágrimas aos olhos. Confesso que uma certa magoazinha, mas como acredito cada vez mais que a sorte faz-se e não nascemos com ela, eu desculpo. :)

    ResponderEliminar
  26. Ó Pipoca... depois da foto era espetar-lhe um beijo na boca, um apalpão e fugir a correr. =D

    ResponderEliminar
  27. Ainda ontem passou à tarde na sic a Bela e o Monstro...tenho 34 anos e fiquei aquela hora hipnotizada a ver o filme...até dei por mim emocionada em duas partes do filme. Virei me po marido e disse vai brincar com a bebé pa eu ver isto descansadinha sem barulho :)Ja nao o via ha imenso tempo!! Mas no fim só pensava q pra mim só havia uma atriz para o papel de bela...a Anne Hathaway. Vamos ver se consigo convecer o marido a ir ve lo cmg ao cinema:) bjinhos*

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis