Pub SAPO pushdown

A Pipoca responde... ou tenta, vá #43

segunda-feira, janeiro 16, 2017

Recebi o seguinte e-mail da Ana M:

"Como já salvou a vida a muita gente com sugestões "na mouche", lembrei-me de que poderia ser também a minha salvação!  Ora eis que tenho um importante casamento no final de Julho, de duas pessoas muito muito importantes e chegadas (ou seja, não serei daquelas convidadas que vão apenas fazer de figurantes). Sim, ainda falta algum tempo. Mas estou grávida e com data prevista para o parto a 1 de Julho... ou seja, lá estarei, a recuperar os quilos que (já ganhei e) ganharei até ao final e, quase de certeza, a amamentar. Algumas sugestões fantásticas que favoreçam uma recém-mamã e não compliquem demasiado a amamentação."


Querida Ana, tenho duas sugestões daquelas assim mesmo incríveis:

1) dar de mamar? Esqueça, já há leites adaptados muito jeitosos no mercado, e juro que os putos ficam igualmente espertos;
2) levar um puto com semanas a uma boda? Para ficar a cheirar a camarão e a porco no espeto? Mais uma péssima ideia. Deixe-o ficar no sossego do lar e vá beber até cair;

E é isto. Foi um prazer, não tem nada que agradecer. =)


Pronto, agora que as loucas da mama já devem estar a juntar-se para me baterem com um pau, que já estão a fazer circular este meu post em furiosos mails em cadeia (ou que a imprensa já está a descontextualizar isto tudo), podemos então seguir viagem. Era brincadeira, não se enervem. À semelhança da Ana (nome incrível, já agora), há muitas outras leitoras com este drama: o que vestir quando estão a amamentar. Ora eu adorava ter ideias espectaculares para partilhar convosco acerca deste tema, mas como sabem (ou não) só dei de mamar três dias e foi na maternidade, pelo que nunca tive grandes preocupações com o que vestir nessa altura. O evento mais txanan que tive foi dar uma volta no corredor do hospital, por isso não se justificava traje longo nem lantejoulas. Uma camisinha de noite composta e capaz de cobrir as mamas XXL com que fiquei na altura foi mais do que suficiente. Mas, pelo que ouço dizer, ajuda se usarem peças com botões, com decotes em V, traçados, etc e tal. E foi isso que fui procurar para a Ana, uma corajosa que está prontinha para ir abanar o esqueleto num casamento semanas depois de botar o rebento cá para fora. Acho mesmo de valor, que ao fim de duas ou três semanas eu não só não tinha grande coisa que me servisse como me sentia a Fiona (a mulher do Shrek, não a manequim). Sopas, descanso e leggings era tudo o que eu queria. Mas a Ana quer ir com tudo e, portanto, eu estou aqui para ela. TAMOJUNTAS, sister! Se a Ana quer festa, eu dou-lhe festa. E dou-lhe brilhos, e dou-lhe saltos mega-altos, e dou-lhe tudo. Não sei nada sobre a Ana, não sei medidas, não sei com quantos quilos sobreviverá à gravidez, por isso fiz uma escolha assim mais genérica. Mas se alguém com mais conhecimento no assunto "amamentação" quiser dizer de sua justiça no que toca a vestimentas, é favor chegar-se à frente.

191 comentários:

  1. Ahahaha adorei a 1.ª parte. Por momentos pensei que ia terminar ali o post.
    E confesso que levar um bebé tão pequeno a um casamento não vá ser uma tarefa fácil. De qualquer forma, boa sorte à Ana e bom trabalho da Ana (Pipoca). ;)

    ResponderEliminar
  2. "1) dar de mamar? Esqueça, já há leites adaptados muito jeitosos no mercado, e juro que os putos ficam igualmente espertos;"

    AHAHAHAHAHAHAHA
    Adorei pipoca!!!
    Sou da tua opinião. TAMOJUNTAS!! ahahaha
    as minhas amigas "loucas da mama" espumam-se!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cada um fará o que entender certamente, mas não é à toa que a OMS recomenda que as mães dêm de mamar, pelo menos, durante um período de 6 meses. Cada um saberá o que pretende para o seu filho, mas uma coisa é não ter esolha e opção, outra coisa é ter essa opção e, ainda assim, escolher em sentido diverso do que é recomendado por quem sabe do que fala. É só a minha opinião. Diferente de outras, é certo, mas apenas uma opinião.

      Eliminar
    2. Era uma brincadeira anónimo....

      Eliminar
    3. Lá vem o anónimo psicopata da amamentação!!!!

      Eliminar
    4. Tinha que vir alguém muito sério estragar o momento, como sempre acontece. Mais feliz agora?

      Eliminar
    5. para além de ser uma brincadeira, provavelmente aconteceu à pipoca o mesmo que que a mim. Eu bem queria que a criança mamasse, mas não saía nada!! Senhores, nada!!! É uma frustração quando ser quer amamentar, believe me!
      E sim, há leites adaptados óptimos, e lá por ter tido mamas para a piquena é muito mais saudável que muitos...
      Para terminar, quando vier o próximo rebento, nem ponho sequer a hipótese de amamentar, tal foi o drama!

      Eliminar
    6. E as minhas! até espumavam coitadinhas. Um dia expliquei que EU é que sabia como é que era, e pronto, ficaram de burro. Sim, a OMS, sim...mas enquanto eu mandar e não a OMS é como eu quiser. Bolas!

      Eliminar
    7. Anónimo a OMS também dizia para beber leite contra a osteoporose e afinal parece que já nem é bom para a osteoporose e para um ene de coisas. As verdades não são todas forever. A ciência muda, os estudos mudam, o ambiente em que as mães estão inseridas, ao que estão expostas, a comida etc etc tudo isso pode condicionar a qualidade do leite e chegar ao ponto de ser melhor tomar adaptado. É a sua opinião, nada contra, claro, mas o "Cada um saberá o que pretende para o seu filho" é já uma espécie de olhar de lado, como quem pode amamentar e não o quer fazer não quer o melhor para o seu filho. É um julgamento disfarçado, é a sua opinião, mas é um julgamento.

      Eliminar
    8. Olhe, ponha a OMS no rabo sim ? ahahahahaha

      Eliminar
    9. Eu concordo que cada um faz o que quer. Aliás, a pressão pós amamentação é tão grande, que acho (opinião pessoal e por experiência) que deixa frustrada e culpada quem não o consegue fazer.
      Mas, e se é realmente verdade que em saúde o que hoje é verdade amanhã é mentira, também é verdade que temos que viver com as verdades que temos hoje... tudo com bom senso e sem extremismos claro, mas são as únicas provas e verdades que temos hoje.

      Eliminar
    10. O comentário inicial desta anónima não foi em tom de brincadeira, por isso acabei por comentar em seguida. Não sou nenhuma fanática da mama (adoro esta expressão!). Simplesmente creio que, havendo estudos mais do que comprovados, efectuados por médicos e pessoas da comunidade científica, que demonstram que o leite materno é o ideal para os bebés, que será esse o alimento que os mesmos devem tomar enquanto tal for possível. Claro que se uma mulher não tiver leite, ou tiver outras complicações que impeçam a amamentação, não terá outro remédio que não dar de mamar. Não é disso que estou a falar. Mas pronto, como referi, é de facto a minha opinião. Não vou recriminar ninguém por escolher não dar de mamar quando o podia fazer, mas que não concordo, isso não concordo, pelo que acima indiquei. Quanto às fanáticas da mama, acho que estamos mais a falar de toda uma nova vaga de mulheres que adoram exibir o acto da amamentação porque "é natural". É abrir o instagram e ver pesssoas conhecidas na praça a mostrar o acto da amamentação. Acho que é demais. Não que a mulher tenha de se esconder, acho que nenhuma mulher deve evitar dar de mamar ao seu filho só porque está num sítio público, mas acho que deve haver bom senso e alguma privacidade nesse momento, e não sacar do telemóvel e colocar no instagram ou no FB a maminha de fora. Isso é que acho tolo, mas agora, pelos vistos, muito em voga. Por alguma razão não nos fotografamos quanto vamos à casa de banho.

      Eliminar
    11. Comentário por demais expectável e recorrente...sempre que se fala de amamentação...cada qual sabe de si e dos seus😀
      Neste "estadio civilizacional",estamos todas mais do que informadas sobre o assunto...por isso tornam-se caricatos certos comentários por serem desnecessários😉

      Eliminar
    12. Tudo preocupado em dar mama mas aos 2 anos tudo muda, depois é ver os putos a comer doces e bolos, batatas fritas. Além de se preocupam mais em dar mama do que em educá-los. Mães que deram de mamar, quantas vezes é que o vosso filho agora come pizzas, hamburguer, croquetes por semana ?

      Eliminar
    13. Anónimo das 13h47 eu, mãe que deu de mamar até aos 18 meses à minha filha mais velha e dou de mamar à de 6 meses, afirmo que a minha filha mais velha não bebe refrigerantes (que eu saiba), não come rebuçados, leite com chocolate, não sabe o que é um croquete. Come, de vez em quando, bolos caseiros ao fim de semana ou em ocasiões especiais como aniversários. Às pessoas que não dão de mamar e alimentam os filhos de forma diferente, nada tenho a dizer, cada um faz como quer, contando que não maltratem os miúdos. Nisto da amamentação como na vida, não há só preto e branco, o que tem que existir é tolerância e respeito pela diferença. Há quem amamente e eduque muito bem os filhos e quem amamente e não o faça, tal como acontecerá como quem não amamenta. O que é triste é ver esta divisão entre mães. É estranho até. Somos todas mães (ou não) e pessoas, podemos certamente viver em paz com as nossas diferenças.

      Eliminar
    14. Olá Carla, eu sei que há mães que amamentam e que escolhem saudável, há o contrário também, infelizmente os miúdos estão cada vez mais obesos e cada vez mais mal educados. Foi uma provocação mas é verdade, tive uma colega que amamentava e fumava. Só comia porcarias mas amamentava está tudo bem. Tenho mulheres da minha família completamente a favor da amamentação mas quando as crianças cresceram deixaram de estar preocupadas com a alimentação. Depois vêm falar dos benefícios ? Realmente concordo, ficam com mais defesas para aguentar as porcarias que os pais agora lhes dão. A minha enteada foi amamentada por uma louca da amamentação mas nasceu de cesariana marcada. Agora 8 anos depois alimenta-a a croquetes e massa. A criança não come fruta nem sopa mas vive a dizer que mamou até aos 2 anos. Ora isto parece-me francamente idiota... É só um caso entre vários. Para mim isto é uma questão intima e como intimidade só ao pai e à mãe dirá respeito.

      Eliminar
    15. Pois, nesse caso, tem muita razão, é até estranho. Tanta preocupação com uma coisa e tão pouca com a alimentação que ficarão para a vida toda. Eu não fui amamentada e também não tiveram muito cuidado com a minha alimentação quando era criança. Os resultados da má alimentação foram de longe muito piores que os da amamentação (desconhecidos). :P Enfim, há todo o tipo de pais como de pessoas. :)

      Eliminar
    16. E porque não conjugar o bom de ambas as situações, se a mãe não quiser abdicar de dar o seu leite? Dar o leitinho da mama, mas no biberão. Eu conheço uma bomba de tirar leite excelente (Medella). Fiz uso dela ainda durante algum tempo em situações semelhantes e resultou sempre muito bem! Fica a sugestão de uma mãe nada fundamentalista em relação a este assunto, até porque tive pouquíssimo leite, mas que acha que o leite materno, quando o temos, não é de desperdiçar de todo. Até porque é mais barato :-) :-)

      Eliminar
    17. Acho graça defenderem tanto o leite materno como se fossem as melhores maes e depois é vê-las a mandar pacotes de ice tea e kinders delice para o lanchinho dos putos, leva-los ao McD, dar-lhes saquinhos de gomas e dar-lhes cereais com mais açúcar que um pudim de priscos!

      Eliminar
  3. Ai Pipoca, que sugestões pindéricas para um casamento :/ mas concordo contigo nos dois pontos que dizes ser brincadeira!

    ResponderEliminar
  4. O ponto 2 não podia estar mais certo. Fui a um casamento com a minha filha de 3 meses. Havia família que ainda não a conhecia e decidimos levá-la. Pior decisão que podia ter tomado. Passou o casamento inteiro a berrar, porque não conhecia as caras, porque a música estava demasiado alta, porque lhe queriam pagar ao colo...enfim, foi horrível e vim embora mais cedo. Nem um gin tónico bebi!

    ResponderEliminar
  5. Esses opções de vestidos não serão todas um pouco quentes dado que o casamento será no final de julho?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, em calhando é capaz, mas as lojas ainda estão todas com as colecções de Outono/inverno, por isso não dá para fazer grandes milagres. Mas vamos acreditar que vai ser um dia de Julho particularmente frio. Com neve, até. =)

      Eliminar
    2. Pois também pensei o mesmo que a Sardine. Talvez possa rever este post daqui a algum tempo. Sinceramente acho pertinente a questão colocada pela Ana.

      JOANA

      Eliminar
    3. Acho que a ideia do post é inspirar a Ana a escolher determinados modelos que a poderão favorecer mais na fase em que se vai encontrar. Tendo uma ideia torna se mais fácil escolher modelos mais Verão. Ah, Ana aceite as dicas da Pipoca, por mais amoroso que o seu pequenino seja ele vai ocupar lhe o tempo todo do casamento (mamar, arrotar, mudar fralda, adormecer, recomeçar!). Aproveite para ter um bocadinho para si! Beijinhos

      Eliminar
  6. Só eu achei este post demasiado agressivo e cheio de justificações sobretudo na parte inicial do post?
    Ana ( Pipoca ) acalme-se e respire fundo...
    P.S- Não faço parte das "loucas da mama".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agressivo? Eram piadas, pessoa. Acalme-se, respire fundo.
      Quanto às justificações, provavelmente sim. Chegámos a um ponto em que temos de explicar sempre o que é uma piada, o que é ironia, o que é uma graçola, etc e tal, sob pena de nos estarem sempre a cair em cima. E, mesmo assim, caem na mesma, já viu?

      Eliminar
    2. Se a pipoca faz posts "secos" é porque anda diferente, e já não é o que era, e agora não tem paxorra pra isto e tudo e tudo. Se faz um post destes Á LÁ PIPOCA já é agressivo e mimimimi. Ai pessoas, não sejam chatinhas.. eu já tinha tantas saudades desta pipoca! Deixem a rapariga escrever o que quer, credo..

      Eliminar
    3. Pipoca adorei o post!! A segunda e a última propostas são maravilhosas!! Quanto ao drama que alguns dos intervenientes sente, confesso que não entendo. Para agressiva já temos a vida, agora o que a Pipoca escreveu foi uma piada. É apenas falta de humor ou esta necessidade triste que nós mulheres temos de nos julgar umas às outras?!

      Parabéns Pipoca pelo seu trabalho

      Eliminar
  7. Qualquer dia é pecado dar de mamar...

    Pois eu acho uma opção bem mais saudável e natural... e não, não faço parte de nenhum gang!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era uma piada. Era só uma piada.

      Eliminar
    2. Pipoca, deixe lá...para se ofenderem com o seu post, só mesmo fundamentalistas da amamentação. Passámos do 8 para o 80.

      Eliminar
    3. Pecado é encher o saco de mulheres sobre esse assunto, as pessoas são informadas e se não querem dar de mamar a escolha é delas ! Tanta gente preocupada em cuidar dos filhos dos outros e cada vez mais há putos mal educados ( ... mas mamaram, é o que importa )

      Eliminar
  8. Com 1 mes vai correr bem.vai mamarar arrotar e dormir. Forca ana. Eu optava pelo vestido da mango pk nao deve tar mto morena e assim as pernas ficam tapadinhas. Divirta se mto e felicidades.(quando escolher o vestido nao use algo mto colado ao peito pois podera notar se os discos de amamentacao :)

    Pipoca nos ja sabemos que deixa smp o seu menino em qq lado (avos ,tios etc)mas ha pessoas que nao tem com quem deixar ou nao gostam.
    Im beijinho para as 2 anas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não deixo sempre. Deixo quando quero/preciso. Parecendo que não, é diferente. =)

      Eliminar
    2. Essa foi uma grande (in)direta...!

      Eliminar
    3. Também deixo o meu menino em "qualquer lado".. também ponho em primeiro lugar o conforto dele e não o levo para sitios onde vai ser mais melgado e incomodado do que beneficiado com a omnipresença da mãe! E tambem ele tem crescido saudável, nao estranha ninguém, é um bebe calmo e tranquilo, sempre sorridente e até agora sem qualquer vestigio de trauma de abandono.. vejam lá!Deixo-o com avós e tios mais para benefício dele próprio do que para o meu, acreditem. A mim cheira.me sempre mais a exibição de um troféu quando os pais não os querem largar nem por um segundo. Eles não são só nossos, mentalizem-se!

      Eliminar
    4. Também sou das desnaturadas que deixava com avós, tios e, veja-se, com 8 meses o mais velho foi passar um fim-de-semana fora com a tia e a avó paterna!!!!! e é mesmo mais para benefício deles próprios, também concordo.

      Eliminar
  9. Não gostei muito...é tudo assim um pouquito sem graça. Ainda por cima a rapariga disse que era das pessoas mais chegadas aos noivos. Não compreendi estas escolhas Pipoca!

    ResponderEliminar
  10. Atenção aos decotes em V...
    A minha filha nasceu a 02 de Julho e fui a um baptizado a 12. Era do filho de uma das minhas melhores amigas e queria muito ir...
    Comprei o vestido a 11...Por coincidência, o leite subiu TODO nessa noite!
    Ainda hoje o meu marido goza...O empregado de mesa entornou a sopa para o meu decote! Fiquei linda!!!

    Mas compreendo que o senhor tenha ficado desorientado...Ainda hoje não compreendo como fiquei com aqueles balões!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Opá, melhor comentário ever!!! 😂

      Eliminar
    2. 10 dias para subir o leite? Bolas!

      Eliminar
  11. Se a Ana tiver o valor do primeiro vestido... senhora, aposte nisso! O corte é fabuloso, é prático para dar de mamar e aquele padrão disfarça bastante a barrigucha fofa pós-parto. O último tambem, mas o primeiro sobretudo! :) Boas escolhas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acha que Disfarça?!? Se a recém mamã calha a manter no pós parto uma "barriga de cinco meses"(como muitas), com aquele padrão estampado que expande e brilha tão discreto..., vai parecer um belo ovo de Páscoa😛

      Eliminar
  12. Concordo com a pipoca, nao percebo a cena de amamentar. Tenho dois sobrinhos filhos da mesma mae (va, e do mesmo pai). Um foi amamentado o outro nao... Os dois andavam sempre ranhosos e tem exactamente as mesmas doencas, incluindo asma... Juro que nao percebo a cena do amamentar....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O post não é especificamente sobre amamentação. Mas agora todas as oportunidades servem para pegar nessa discussão anti e pro mama que é um autêntico lamaçal. Já não há paciência!!! Faça cada um como lhe der na real gana. I don't give a damn!

      Eliminar
  13. Devo ser uma ave rara :D
    Uma semana depois de parir fui a um casamento, ainda nem conseguia me sentar direita, mas la fomos com o pequenote... dormiu o tempo todo, foi uma maravilha..e ja agora eu estava com o mesmo peso do q no inicio da gravidez.. continuando a saga, qd o puto tinha 3 semanas la fomis a mais um casamento, dormiu a festa inteira...
    Qd tinha 1 mes e uma semana mais um casamento :D mais uma festa a dormir, mesmo com musica alta...
    E aos 3 meses, mais um casamento, aqui ja mais desperto mas portou-se bem k foi uma maravilha...
    Conclusao, é possivel sim ir a festas com bebés, e mais importante, fui com a barriga colada as costas pk amamentar é lindo, pratico e emagrece ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Emagrece é a conta bancaria com tanto casamento.... Fogo eu não aguentava...

      Eliminar
    2. E se emagrece! O meu bebé tem 3 meses e estou 6kg mais magra do que antes de engravidar 😁 Barriga mais lisa do que antes, nunca pensei que fosse possível. Amamentar além de todos os outros benefícios para a saúde que as anti-mama dizem já conhecer, é tão prático e o melhor truque para acalmar e adormecer o bebé, o que ainda é a melhor parte... Também o levamos para todo lado, nada como uma voltinha de carrinho ou uma maminha para calá-lo em caso de birrinha 😉

      Eliminar
  14. Nunca comentei, mas tem de ser, porque não me aguento!
    Ter de explicar piadas é pior que "bater na avó" ou espetar garfos nos olhos!
    Pipoca, gabo-lhe a paciência!
    Força e TAMOJUNTAS (mas não todas!) ;)

    ResponderEliminar
  15. O post começa com um gozo claro e evidente à mama e a quem a defende, mas tranquilo porque é sempre muito fácil dizer-se "estou a brincar" a seguir.
    Nada a ver com as opiniões e decisões, se só deu de mamar na maternidade (faz-me efetivamente confusão, o que querem? Chamem me lá louca da mama :D mas não critico) ou se não leva o Mateus sempre que não lhe apetece, mas este era só um post de "a Pipoca responde". Para quê as "piadinhas" da mama ou de levar o miudo? É preciso fazer (uma espécie de) humor assim?

    Teresa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então, porque era um pergunta sobre dar de mamar num casamento. Se eu falasse do assunto numa pergunta sobre como temperar rábanos é que era estranho. Depois, este blog tem uma linguagem e uma voz próprias. Sempre se pautou pelo sentido de humor, mesmo em posts como "A Pipoca Responde". Goste-se ou não do registo. E esse sentido de humor tem andado muito adormecido, sobretudo porque ando sempre com medo dos "perseguidores da internet", a malta que anda sempre em busca de uma nova polémica, de algo para se insurgir. Cansei. I'm back.

      Eliminar
    2. Hell Yeeeeeeeeee! Finalmente!

      Eliminar
    3. ai adorei! finnaly pipoca is back! vem com tudo pipoquita, que o povo já sente a tua falta, tua mesmo, como há 5 ou 10 anos atrás!

      Eliminar
    4. She is back!!!
      <3

      Eliminar
    5. Volta com tudo! Saudades dessa pipoca carregada de humor :)

      Eliminar
    6. Ainda bem que voltaste

      Eliminar
    7. Pipoca, porquê tantas piadas em relação à amamentação? Calma, não sou breastfeading addicted, mas daí a fazer (várias e forçadas) piadas sobre a amamentação... Há aí algum rasgo de ressabiamento? É que soa a tal... Se não amamentou (tal como eu) isso é um assunto que lhe deveria ser absolutamente indiferente. Da maneira como goza, dá a nítida sensação que tem alguma pena de não ter amamentado. Mas não é preciso gozar com quem amamenta!

      Eliminar
    8. E fazes tu muito bem, Pipoca! Não mudes o teu registo por críticas desconstrutivas! Nós gostamos de ti é assim: com sentido de humor e divertida! Adorei o post :)

      Eliminar
    9. " É preciso fazer (uma espécie de) humor assim?" Teresa, é se a própria entender que sim. É impressionante como em 2017 a liberdade de expressão continua a incomodar muita gente.

      Eliminar
    10. Tantas? Como assim? Quando é que foi a última vez que brinquei com isso? Eu não gozo com quem amamenta. Gozo com as loucas da mama. Por loucas da mama refiro-me a pessoas que se acham no direito de julgar quem não quer amamentar. Que estão sempre prontas a esfregar-nos na cara um qualquer estudo que diz que os nossos filhos não amamentados virarão drogados ou delinquentes. Que não gostarão das mães. Que serão sempre menos inteligentes. Que passarão a vida doentes. E tooooodas essas coisas que adoram sempre vir dizer, como se alguém lhes tivesse perguntado alguma coisa ou, pior, como se alguém lhes tivesse dado o direito de se pronunciarem sobre os NOSSOS filhos e as NOSSAS opções. Não me oponho, de todo, à amamentação, nunca ninguém me ouviu dizer isso. Oponho-me às loucas e às fundamentalistas. SEMPRE. E dão-me muita vontade de me meter com elas. =)

      Eliminar
    11. Bolas, é assim mesmo, Pipoca! Há sempre um ofendidinho qualquer pronto a armar-se em "keyboard warrior" por dá cá aquela palha. Não gosta, não lê e pronto, assunto encerrado. Escreve sobre o que quiseres e bem te apetecer, com a dose de sarcasmo que entenderes - nós cá estamos para ler :)

      Eliminar
    12. Pois acho bem que a Pipoca volte. A genuína, não a que andava a tentar ser quem não é, a tentar viver dentro de um molde que não era a sua medida. Welcome back!

      Eliminar
    13. Acho que faz muito bem em meter-se com as fundamentalistas da mama. Eu não PUDE dar de mamar e tive que levar com conversa da treta. E adivinhem: a minha filha adaptou-se lindamente ao leite, dormia bem, não teve cólicas e nunca se constipou nem apanhou mais viroses que as outras crianças da escola. O pior? Foi o meu sentimento de culpa por não PODER dar de mamar, pois tinha absorvido demasiada informação das fundamentalistas da mama. Dito isto, tenho a dizer que defendo o leite materno.

      Eliminar
    14. Taradas das mamas ! Não devem dormir só de pensar quem vão azucrinar hoje com a bíblia da amamentação, Testemunhas da amamentação a tocar de porta em porta com a Sentinela da amamentação ! Que gajas tão frustradas !

      Eliminar
    15. Totalmente de acordo com a Pipoca. Eu não amamentei e foi o melhor que fiz pela minha sanidade mental. Levar um bebé de 1 mês para a confusão de um casamento, podendo apanhar alguma infecção, é de loucos! E deixe para comprar o vestido na altura porque o corpinho vai estar bem diferente...

      Eliminar
    16. Bem, está aqui uma que não foi amamentada nem sequer durante uma semana! Não virei delinquente, nem psicopata, serial killer, drogada ou mais não sei o quê! Já fiz a licenciatura, o mestrado e estou a meio do doutoramento, com bolsa de estudo! O meu irmão também não foi amamentado e também já acabou o curso dele e está a trabalhar.

      Eliminar
    17. Boa AGM, é mesmo assim, detesto pessoas com a mania da superioridade, sempre a quererem dar lições a terceiros! Podem sempre opinar sem quererem sobrepor-se!

      Eliminar
  16. Totalmente de acordo consigo, mas... não foi isso que eu disse!
    Só acho que "brincar" com determinados assuntos exige contexto e adequação, o que na minha, e apenas na minha, opinião não foi o caso.
    Um pedido sobre vestidos para amamentar começar com "não leve o puto e há bons leites no mercado" parece-me, para além de tudo o resto, totalmente desapropriado ao contexto.
    Não a estou a perseguir, nem a fazer parte de um gang, nem o diabo a 4. Só estou a criticar, e devidamente, com justificação - não só porque sim.
    Posso fazê-lo. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vá ler algo mais sério Teresa, só porque sim !

      Eliminar
  17. Pois,nota se mesmo que a Ana está na sua praia neste tipo de registo e é realmente uma pena ter que sentir medo dos ditos perseguidores até pq vao sempre arranjar forma de dizer mal. Eu cá adoro este regresso e...puta que os pariu 😆😆

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente não sei como a Pipoca tem paciência!!Cambada de moralistas de meia tijela, fogo!!!! Parabéns pelo regresso da escrita que a define e faz a diferença na blogosfera:)

      Eliminar
  18. senhoras, amamenta quem quer e/ou quem pode. Não amamenta quem não quer e/ou quem não pode. Vivemos em democracia? Há possibilidade de escolha? Mas sem chantagem psicológica - ter de pedinchar um biberão na maternidade e levar com ares de superioridade de auxiliares e enfermeiras cheias de sobranceria (serão supermães decerto)?
    A melhor reação que recebi foi justamente da obstetra que me disse: não consegue amamentar? deixe lá, também há muito amor nos biberões...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece-me que não sabe do que fala. Numa maternidade acreditada o leite de fórmula carece de prescrição médica não dependendo por isso da vontade dos srs. enfermeiros. Das sras. auxiliares certamente que também não uma vez que não faz parte das suas funções. Importante também referir que muitas vezes as mães não estão receptivas aos conselhos das equipas médicas/enfermagem que - espante-se! - muitas vezes aconselham suplementar refeições com os ditos leites de biberão.
      Ass: Uma enfermeira que trabalha numa maternidade

      Eliminar
    2. Acho que estão a falar de coisas diferentes

      Eliminar
  19. A Asos costuma ter bastantes opções de vestidos para mulheres grávidas ou a amamentar.

    ResponderEliminar
  20. Pipoca tu vai com tudo!!! O blog é teu e quem não quer ler o que escreves e da maneira que escreves que não acompanhe!!! Diz as asneirolas todas, as baboseiras todas sem medo de ferir susceptabilidades!!!! Mas que coisa, já não se pode dizer uma piadola sobre qq coisa que cai tudo em cima...

    ResponderEliminar
  21. O "vestido" da Mango não é um colete?!

    ResponderEliminar
  22. Olá, Pipoca! Como sempre, adorei o post! Os vestidos estavam muito bonitos. Só achei que também deveria ter colocado uma opção com uns saltos mais baixinhos. Eu ainda não sou mãe nem passei por essa agonia que é o parto mas, pelo que vejo, tão pouco tempo após o parto e, particularmente, se tiver de fazer episiotomia, acho que não há muita mãe confortável em saltos de 15 cm. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não fique assustada com algumas descrições de partos! Não imagine o parto como uma agonia. Há mães que gostam de assustar quem ainda não teve filhos.

      Eliminar
    2. Ahahah verdade! A minha irmã tem dois filhos, um deles uma menina com dois meses, e o parto foi super tranquilo, rápido e sem dramas.

      Eliminar
    3. Sim é verdade, no proprio dia em que a minha bebe nasceu eu estava como se nada tivesse acontecido! Acredite que nem todos os partos sao horriveis como contam!

      Eliminar
    4. Sim, além das tiranas da amamentação ainda há as terroristas dos partos ! ahahahahaha

      Eliminar
  23. Uma boa opção é "vestir o bebé". Levar um vestido ou top leve, com um corte do tipo dos vestidos da h&m e depois levar o bebé num sling ou pano
    Isabel

    ResponderEliminar
  24. Incrível como cada dia é mais difícil falar qualquer coisa sem que dê discussão! A ditadura está de volta?!

    ResponderEliminar
  25. Vão espreitar o site seraphine.com, tem vestidos para grávidas e para quem amamenta lindos (e não só). Obrigada Pipoca, vai mesmo ajudar muitas mulheres!

    ResponderEliminar
  26. O que me ri :) eu amamentei... adorei...o mais que pude! Quase um ano, e não aguento esses fundamentalismos! a minha filha passa o inverno doente... chama-se escola! com ou sem mama! Quando tiver outro filho se conseguir, vou voltar a amamentar, mas só pelo prazer que me deu (felizmente não tive mastites, nada), mas se não puder, ou se não me desse gozo, não amamentava! simples assim! deixem se de fundamentalismos e sejam felizes!

    ResponderEliminar
  27. :) As pessoas são muito engraçadas e têm sempre vontade de discutir qualquer coisa. Dá mama quem quer e pode, não dá quem não quer ou não pode e faz piadas sobre isso quem não quiser.
    Eu dei de mamar a uma filha, estou a dar a outra, passei um bocado esdrúxulo das duas vezes e até achei uma piada moderada ao inicio do texto. Não vi ali nada de ofensivo para ningém. Alegria e tolerância minha gente. :P Vale tudo menos ofender e arrancar olhos. :D

    ResponderEliminar
  28. Bem vinda Pipoca de 2004! Ainda bem que regressou!

    ResponderEliminar
  29. Pois eu tenho 2 filhos. Um mamou 4 meses e a mais nova 12, até que eu achei que já chegava. Ambos ficam doentes. É a vida.
    Quanto ao casamento, aconteceu-me ir a um pouco tempo ( cerca de um mês) depois do meu filho nascer. O que fiz? Deixei-o com a avó, tirei leite com a bomba e não tive condicionalismos nem da amamentação, nem do bebé que precisava dormir, mamar, mudar fralda, etc. o meu filho não ficou nada aborrecido com a decisão, de certeza.

    ResponderEliminar
  30. Ana:
    - compre um vestido escuro de botões para nao ter que se despir quando for amamentar e para que nao se note se por um acaso lhe sair leite.
    - pondere não levar o bebé; vai ser muito pequenino para ser tocado por tanta gente...tudo bem que em julho não há muitas viroses, mas o ideal era ele ficar resguardado.
    - não deixe de proveitar por estar a dar de mamar. tem duas opcões: ou dá leite adaptado ou tira leite com a bomba e congela.
    ps: sou completamente a favor da amamentação, mas também sou a favor da descomplicação. O meu bebé tem um ano e ainda mama... :)

    ResponderEliminar
  31. Uma mensagem de esperança para si Pipoca: é esta versão do blog que mais adoro, que me faz rir e que me faz pensar ! Se quisesse ouvir opiniões de uma "desensabida" juntava-me às minhas vizinhas, ou até à D.Maria que vende rúcula no mercado ... Há sempre gente do contra, até quando faz tudo perfeito há sempre alguém que ficou enconado. Não vê isso quando faz as ações de caridade? Se não faz nada e porque não faz, se faz é porque dá pouco ou dá mal ou escolhe errado... Não se pode agradar a gregos e a troianos e estas bestas da internet estão por todo o lado. Vá só ver os comentários do CM e faça como eu: ria !! Porque a rir somos mais bonitos ;)

    ResponderEliminar
  32. Pois já eu achei que as duas primeiras sugestões foram as mais acertadas! Sou mãe, dei de mamar (sempre pensei que fosse amar, mas detestei :( ) e penso que a Ana terá uma grande oportunidade de se divertir no casamento! E se puder/quiser deixar o bebé com alguém de confiança, também ele ficará melhor, mais tranquilo do que ir a um casamento.
    Welcome back Pipoca :)

    ResponderEliminar
  33. Opa que chatice... ninguém goza com as loucas do leite artificial? Essas fundamentalistas que querem fazer querer que há leites artificiais como o leite materno? Bolas pa! Fico desiludida! Eu tenho imensa pena... nc consegui preparar um biberão. A sério! Até tentei (not) mas os putos gémeos mamaram mais de dois anos. Foi horrível! E tentei tanto mas tanto a outra opção. Mas foi mm impossível. Não consegui! Já agora o primeiro conjunto é top!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah... eu não sou fundamentalista nem de uma coisa nem de outra, mas este comentário é bem tirado. Porque na realidade é isto que acontece. As da mama é que ficaram apelidadea de loucas, aa outras é na boa.

      Eliminar
    2. Lol, eu também sofro disso, dou mama há 16 meses, mas a v... da sogra, há-de sempre vir com esses comentários. Que a lata é que é bom, que morre de fome, etc.

      Eliminar
    3. Este comentário ganhou, mesmo!
      E agora também há por aí muita moda de as pessoas se defenderem com "esses gangs", "essas seitas organizadas de gente fundamentalista".. Hm... Então mas eu, enquanto indivíduo, não posso ter a minha opinião? Criticar quem critica - sob a forma inteligente de humor - num blog público? Santa paciência!
      Assim sendo, posso considerar-me "fundamentalista" da amamentação, sim, com todo o gosto. Teresa, prazer.

      Eliminar
    4. Teresa, gosto.
      Prazer é outra coisa

      Eliminar
    5. Louca alerta !!!!

      Eliminar
    6. Com muita pena minha, mas mesmo pena, o meu leite só durou 3 semanitas... Para mim não há duvida que o nosso leite é o melhor. E não tive sensação melhor na vida do que aquela que senti quando o santiago nasceu e logo depois o meteram a mamar... Amei.. Adorei e chorei...

      Eliminar
    7. Escreve-se "fazer crer" e não "fazer querer"

      Eliminar
    8. Também as há, também sou contra e sou contra que uma mulher a dar de mamar tenha que se tapar com uma burqa. No fundo sou contra fundamentalismos d' a mama é que é bom, não, a fórmula é que é bom, não, o parto normal sem epidural é que é, o meu filho é mais saudável que o teu' Que tema deprimente sinceramente, preocupem-se com a vossa vidinha e da vossa família e deixem os outros em paz

      Eliminar
    9. Tem razão sim senhora na correção ortográfica. Obrigada

      Eliminar
  34. Ai Pipoca, filha, estás prestes a ser excomungada pelas mamaholics da vida. Difícil né, explicar a algumas mulheres que as mulheres não foram feitas única e exclusivamente para dar mama e procriar... Há outras opções. Mas, keep going. Gosto de ti assim. Destemida. Mais Ana do que Pipoca. (eu não tenho filhos, mas se tivesse, não lhes queria muito dar a mama). Não é assim a imagem mais bonita que tenho da maternidade. E olha que eu já vi muitas amigas... É verdade. Trabalhei numa loja de soutiens. Acho que fiquei tipo com a síndrome do ginecologista. Qualquer coisa do género. See you in hell! :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. mamaholics ! ahahahahaha

      Eliminar
  35. Normalmente a Pipoca acerta nas sugestōes, mas hoje não foi, decididamente, o seu dia Ana.
    O único que gostei foi o primeiro, mas nunca para um casamento em Julho. Sei que a esta altura é muito complicado encontrar roupa da nova colecção, que vai chegando a conta gotas, mas com as sugestōes que deu ainda vai deixar a senhora mais confusa e perdida.
    Quanto às outras sugestōes, não sei mesmo o que lhe passou pela cabeça. Os da H&M e Mango são muito básicos e com ar baratucho, sendo que a pessoa em questão é muito próxima dos noivos, as sugestōes são muito "pobres" para se apresentar uma cerimónia tão importante. Quanto ao da Karen Millen, que eu adoro e já levei vestidos fabulosos dela a casamentos, este modelo não é de todo para um casamento, mas sim para o dia a dia. A única coisa, vá, que gostei foram os acessórios. É só a minha opinião, vale o que vale.
    Quanto a estar de volta, ainda bem! O seu humor faz falta!
    Susana

    ResponderEliminar
  36. O primeiro vestido é qualquer coisa! Até inventava agora um evento para o poder usar!

    ResponderEliminar
  37. Adorei o conjunto da Mango! Até eu o usava 😁

    ResponderEliminar
  38. Este post não é sobre amamentação mas tenho de deixar p meu bitaite! Só fui feliz como mãe no dia em que deixei de dar mama,tinha a minha filha 3 meses. Para mim amamentar é prisão, solidão...é um fardo demasiado pesado que eu não consegui carregar.

    ResponderEliminar
  39. Foda-se Pipoca, estás de volta ❤️!

    ResponderEliminar
  40. No ano em que estive grávida e tive a miúda fui a 7 baptizados e 1 casamento, 2 deles grávida, com um vestidinho da Vertbaudet muito básico, preto, mas com acessórios que davam graça à coisa. Quando a miúda nasceu e as festas surgiram a coisa piou mais fino, como amamentava optei por duas peças, uma saia e uma camisa, coisa fácil de desapertar para ter a miúda pendurada sempre que lhe dava a fome (que normalmente era um relógio suiço, de 3 em 3horas sem falhar) por isso a minha sugestão aqui passa mesmo pelas duas peças, continua a ser elegante e é mais prático.

    ResponderEliminar
  41. Welcome back Pipoca! Que se lixe a censura dos ofendidinhos de serviço que se levam a si próprios e à vida demasiado a sério. Eu não tenho pachorra para as fundamentalistas da amamentação nem para fundamentalistas assim no geral. E se há coisa que me mexe com os nervos é ver recém-nascidos em centros comerciais ultra aquecidos às 23h00m cheios de sono e sem conseguir dormir por causa do barulho e das luzes e sei lá mais o quê. E também não gosto particularmente de bebés em restaurantes. E não sou mãe por isso sei que é um ultraje estar a dar a minha opinião sobre o assunto mas o seu acto de rebeldia escrita inspirou-me =)

    ResponderEliminar
  42. Pipoca, pena não se ter ficado apenas pelos pontos 1 e 2. Se era para levar com tanto comentário pro-amamentação mais valia ter-se ficado por esses dois excelentes conselhos. Cada mulher faz o que quer com as suas mamas, não há pachorra!

    ResponderEliminar
  43. Hehehe... Eu fui madrinha de casamento ao fim de 5 dias da minha bebe nascer! Claro que nada me servia! Optei por mandar fazer um vestido com corte abaixo do peito e com um fecho de cada lado do vestido para facilitar a amamentaçao! Mas foi mt mt cansativo... Só fui pela situação de ser a madrinha!

    ResponderEliminar
  44. Parabéns, Pipoca. Mantenha o bom humor, que bem falta faz. Nunca perceberei porque, quando o tema é amamentação, algumas pessoas ficam tão toldadas que nem conseguem rir de uma piada. Parecem o Diácono Remédios a perguntar "se havia necessidade". Digo eu, que me levanto de 3 em 3 horas para dar de mamar ao meu filho de 5 meses, que nunca provou outra coisa que não leite materno. Mas não vejo qual é o mal de fazer piadas sobre o assunto. Sobre este assunto e sobre a maioria dos assuntos, aliás. A vida já é demasiado cinzenta as it is.

    ResponderEliminar
  45. As saudades que eu já tinha....Bienvenida Pipoca ❤

    ResponderEliminar
  46. Há uma nova loja em Campo de Ourique só com roupa para grávidas. A Ana que lá vá que vai encontrar um vestido. Chama-se mummycool ou mumcool. Fica perto do jardim da Parada. Se o sítio do casamento tiver uma sala privada, dá sempre para levar o vestido que quisermos e despirmo-nos quando for para dar de mamar. Foi o que já fiz num casamento (tive sorte, era num hotel).

    ResponderEliminar
  47. A bbme (Joana Teles)tem vestidos giros...

    ResponderEliminar
  48. Sou mãe de dois rapazes com 15 meses de diferença. Procurei sempre arranjar soluções para não ter de os submeter ao martírio das tias e conhecidas a querem pegar e agarrar a bochecha nas festas. Das poucas vezes que os levei a casamentos ou batizados, achei que deveria ter sido internada antes de tomar essa decisão, mas enfim.
    Também compreendo que maternidade nos torna vaidosas das nossas crias e, sobretudo na primeira, queiramos gritar ao mundo o tão felizes que estamos.
    Mas cada um opta como quer, pode ou lhe parece melhor no momento.
    Quanto à amamentação, detestei....e que ninguém me venha dizer que sou pior mãe por ter dado 1 mês a 1 e 4 a outro. Não aceito juízos de valor de fundamentalistas, assim como não ajuízo ninguém. Sobretudo preservo a liberdade de escolha.
    Quanto aos vestidos parece-me que a recente mamã irá querer mostrar-se mais feliz e algumas das sugestões não me parecem ter a leveza suficiente para um casamento no verão, sobretudo para alguém que vai estar plena de felicidade e a irradiá-la por todos os poros.
    Já agora adorei o n regresso do registo «Pipoquiano»
    Quanto às criticas , ainda bem que as há, sinal de democracia e se não fossem tantos os disparates aqui vertidos, não haveria tanta gargalhada em frente ao écran. Rir faz bem, obrigada às loucas das mamas. (adorei a expressão)

    ResponderEliminar
  49. Ai Pipoca, parti-me a rir com o texto xD
    Não ligues às críticas, são todas umas aziadas que ficaram com as mamas descaídas.
    Nunca fui mãe, mas uma coisa te digo, se tiver dinheiro de sobra, também só dou a mama na maternidade, pq realmente deve ser bastante doloroso por mais que se adore a criança.
    Viva o leite em pó

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É por parvoíces destas que depois as "loucas da mama" (not my words) ganham credibilidade. Porque é que não experimenta e logo decide o que fazer? E porquê "aziadas das mamas descaídas"... É logo para a ofensa. Jesus. Anda tudo doido.

      Eliminar
    2. E já agora, eu dei de mamar (até me apetecer, que no caso foram 8 meses) e achei piada ao post (ainda que a pipoca estivesse a precisar de uma polemicazinha, vamos admitir :)), mas são respostas destas que validam os fundamentalismos.

      Eliminar
  50. Epá, Pipoca, até molhei a cueca com este post! :D

    (e sou mega afavor da amamentação!)

    ResponderEliminar
  51. Gostei de todas as opções e gosto que as mulheres parem para SER mulheres em vez de encarnarem para sempre o ' sou mãe, de hoje em diante vivo para o meu filho e o resto que se lixe '. Sejam sexys, depilem-se, tratem de vocês não sejam escravas das crianças! Arranjem-se, divirtam-se e descompliquem ! Quem quer dar mama dá e quem não quer não dá, deixem de ser abelhudas e dar bitaites sobre a vida dos outros ! Também há estudos que os bebés que nascem de cesariana deviam ter os fluidos genitais da mãe e não vejo ninguém defender que se ande a esfregar a crica na cara dos miúdos ! Parem de ser ridículas, empoderem outras mulheres e deixem-se de críticas absurdas! Há um real problema dos bebés nascerem de cesariana que está a criar Humanos com cabeças maiores e continua a haver mães que escolhem cesariana mas depois o mamar é que é bom ! Fundamentalistas hipócritas, eu não tenho nada contra a amamentação, contra cesarianas. Cada pessoa deve fazer o que diz a sua consciência! Na hora do aperto pediram epidural não pediram ? Mas então não é tão bom ser tudo ao natural? Tenham paciência e metam a viola no saco, já não há pachorra para vos ouvir miar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah Ah Ah...muito bom...

      Eliminar
    2. Graças a Deus (e sobretudo aos obstetras) que há seres humanos com cabeças maiores, é sinal que estão vivos. Não são as cesarianas que lhes fazem as cabeças maiores...

      Eliminar
    3. ao Anónimo 17 janeiro, 2017 17:19 - Graças a Deus ou Graças à Ciência ( lol) ? Se não fosse a ciência não me tinham tirado o apêndice e eu teria morrido de septicémica aos 2 anos. Como não deve acreditar na teoria da evolução das espécies pelo seu comentário ' Graças a Deus', leia sobre isso e informe-se ( se souber inglês fica aqui um excerto -

      Researchers: An increase in C-sections is causing evolutionary changes in babies… future human survival at risk
      Sunday, December 25, 2016 by: JD Heyes

      Researchers: An increase in C-sections is causing evolutionary changes in babies… future human survival at risk

      (NaturalNews) Women having an increasing number of babies in an unconventional manner—via caesarean section, or C-section—may be decreasing infant mortality rates but it is also creating some evolutionary changes in humans.

      As reported by MedicalXpress.com, the scientists—from the United States and Austria—have discovered statistical evidence that a boost in the number of mothers having C-sections over the past several decades has led to a change in evolution, with babies’ heads getting bigger even as mothers’ birth canals remain relatively unchanged.

      The team, which published its findings recently in the journal Proceedings of the National Academy of Sciences, note that scientists have known for quite a while that humans have more difficulty giving birth to their young than most other animals, and that is largely due to the passage of proportionally larger babies’ heads through a birth canal that is relatively narrow.

      When a baby’s head is too big to pass—a condition called fetopelvic disproportion—a surgeon must manually remove the infant via an incision in the mother’s lower abdominal area, a procedure that is called a Caesarean (named after Julius Caesar, who was believed to have been cut from his dying mother’s womb).

      That said, what exactly is the evolutionary impact of performing an increasing number of C-sections when a baby cannot easily fit through its mother’s birth canal? Scientists in the U.S.-Austria team believe it has caused an evolutionary effect of babies being born with increasingly larger heads. )

      Eliminar
    4. My Goooood, anything else?😴😴😴😴😴😴😴😴

      Eliminar
    5. Duh anónimo das 11h53, que inteligente que é! Sabe o que é uma revisão sistemática da literatura? Faça uma e não se cinja a um artigo. Vou-lhe dizer que 2+2 são 4, pois volto a dizer que as cabeças NÃO estão maiores, bebés de cabeças grandes, que anteriormente morriam no parto, é que estão vivos, graças aos obstetras. Por isso não pode dizer disparates como há um real problema em bebés a nascer por cesariana que está a criar humanos com cabeças maiores. A cesariana não aumenta a cabeça! Ainda bem que os há com cabeças maiores senão tinham morrido no parto com a mãe. Graças a Deus (para os crentes) que existem obstetras e cesarianas...

      Eliminar
    6. E já agora, obrigada pela preocupação, mas se calhar até detenho mais conhecimentos de inglês falado e escrito que o senhor anónimo das 11h53 :)

      Eliminar
  52. O vestido da H&M salmão é bem giro e possivelmente prático para amamentar.
    Mas realmente, se fosse possível deixar o bebé com um familiar ou amigo de confiança, penso que seria a melhor opção. É pequenino, mas não seria por muito tempo.

    Em relação à amamentação, que tal um pouco de calma e respeito?
    Cada mulher terá a sua opinião e experiência.
    Será sempre assim e não deveriam ser direccionados ou encarados como ataques pessoais de uma mulher para outra. Porque é isso que aqui transparece e é muito triste de se ler.

    ResponderEliminar
  53. Bom, voltando ao essencial...sugiro apenas algo com padrao e mais para o escuro, se nao tiver padrao, porque com o possivel derrame mamario a coisa pode correr mal com cores claras / lisas!

    quanto às bubbeaholics...get a life!!! os meus tambem tiveram pouco tempo de mama e espante-se...sao crianças saudaveis, espertas (como a mae..AHAHAHAH) e nem por isso andaram mais doentes do que quem mamou até aos 4 anos! isso sim é doentio!

    WLC BACK PIPOCA!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  54. sim...qualquer um dos vestidos é compatível com a amamentação! Amamento ainda a minha filha mais nova com 2.5 anos e sim cada qual faz o que quer com as mamas, contudo devo dizer que se quem não amamenta acha que merece todo o respeito, nós que amamentamos também o merecemos e não somos as loucas do pau! E os nossos filhos são nossos, não da vaca!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo com isso. E já li aqui uns comentários que, ao contrário do post da Pipoca, são desrespeituosos para quem amamenta e detesto ver isso (nem me sinto atingida porque dei de mamar pouco tempo). As mulheres são mesmo as piores inimigas umas das outras, chiça! Como dizia aí alguém, empoderem-se umas às outras, apoiem-se, são todas adultas e cada qual faz as suas escolhas, chega de críticas e de procurar deitar abaixo as outras que não pensam como nós! É por isso que este mundo nunca deixará de ser dos homens...

      Eliminar
    2. Completamente, respeito-a desde que não me venha condenar por eu não dar de mamar fazendo com que pareça má mãe, egoista e que não gosto dos meus filhos por causa disso. Acho muito bem que amamente até querer, no banco do jardim ou no shopping sem estar tapada nem ter que pedir desculpa por fazê-lo nem ter que se esconder por isso. Não me venham é com recados da OMS ou que os miúdos adoecem menos. Toda a gente sabe isso.

      Eliminar
    3. Pois, mas é que se for ler os comentários anónima, vai ver que não há nem uma "maluca das mamas" a condenar as mães que não dão de mamar. Por outro lado há, sim, muitas "desequilibradas anti mamas" a chamar psicopatas às pessoas que defendem a amamentação e falam na recomendação da OMS (que é mesmo essa, fazer o quê? desde que as pessoas sejam informadas depois farão as suas opções em conformidade com as circunstâncias da sua vida e ninguém tem de opinar sobre isso, quer dêem de mamar um dia ou zero ou três anos!), a dizer que quem dar de mamar são ressabiadas com mamas descaídas (a sério...) até a dizer que quem dá de mamar de forma prolongada tem um comportamento "doentio". Ora, isto parece-lhe um comportamento de respeito? Cívico? Educado? Sequer com piada? Ao menos disso a Pipoca pode sempre gabar-se, porque de facto a tem. Na verdade, o comportamento das "desequilibradas anti mamas" é tão estapafúrdio, incorrecto e sentencioso como o das "malucas das mamas", não é? Mas não vê ninguém a chamar-lhes malucas...é como digo: por estas e por outras é que o mundo nunca será das mulheres.

      Eliminar
    4. O problema é a pressão social dos pares (i.e., mulheres em idade fértil). O falso olhar de pena que dão a quem não consegue amamentar, os comentários de quem amamenta para quem não consegue ou os conselhos para insistir na livre demanda, em que já ouvi uma conselheira em aleitamento materno dizer a uma mãe para continuar a dar mama de hora a hora a um bebé de quatro meses, isto o dia inteiro. Isto é um desrespeito pelo direito ao descanso da mãe, para além de que pode indicar um problema no bebé. Concordo que o aleitamento materno é o melhor para a maioria da população, mas não é o melhor para todos. A sanidade mental de uma mãe é muito mais importante, para que possa assegurar os cuidados necessários ao filho. E sim, há muitas boobieholics porque parece ser moda sê-lo, falam como se fossem melhores mães por amamentar e tudo. Daí não me admira certos comentários mais agressivos. E antes que digam que sou uma frustrada da amamentação, não sou mãe.

      Eliminar
    5. Cara S, eu percebo-a mas a pipoca foi trucidada quando manifestou que não iria amamentar o filho. Mas o que raio é que as pessoas têm a ver com isso ? Se não houvesse alternativa, se fosse um caso de vida ou morte mas não é. E cada vez que alguém manifesta não querer dar de mamar vêm sim o chorrilho de comentário a criticar ' porque és egoísta, porque devias pensar na saúde do teu filho'. Acho que o leite materno é o melhor mas cada um sabe de si e do que quer fazer com as suas mamas/ dinheiro/ filho.

      Eliminar
    6. Anónima, sabe, eu acho que isso tudo (a censura, "o falso olhar de pena") existe mais na teoria do que na prática. No meu caso a amamentação não foi um grande sucesso, tudo foi muito difícil, doloroso, cansativo...consegui dar 4 meses (com suplementação) e foi uma vitória para mim. E juro-lhe que tudo o que senti foi apoio. Mesmo das pessoas 100% a favor da amamentação e do "de hora a hora" (às vezes é mesmo assim), enfermeiras e conselheiras, só senti ajuda. Também insistência, claro, mas sabe (vai saber quando e se um dia tiver filhos) que é daquelas questões em que insistir geralmente vale a pena e dá frutos. E foi uma insistência encorajadora, não foi tipo "não durmas nem comas, dá só de mamar, o que interessa é o bebé e se pensas no teu bem estar és egoísta", nada disso. Insistência para perseverar, para descansar, comer bem, procurar a tranquilidade e a calma, arranjar boas posições, deram-me óptimas dicas e conselhos. No meu caso nunca foi possível amamentar em exclusivo (sob pena de estar 24 horas com o meu filho ao peito) e as minhas opções sempre foram respeitadas e acarinhadas. Portanto olhe, o que não acho normal é virem chamar a quem amamenta "ressabiadas das mamas descaídas". Não compreendo o ódio, sob nenhuma forma, e muito menos nas caixas de comentários.Concordo consigo numa coisa, e até já a disse acima: as mulheres são as piores inimigas umas das outras, em especial as estranhas. É uma questão de se rodear das boas.

      Eliminar
    7. S, completamente de acordo. Aliás, tenho uma familiar próxima na linha SOS amamentação que apoia mais do que nos hospitais, infelizmente há técnicos/as mal preparadas para isto, que não sabem pôr o bebé na pega correta, que acham que o bebé deve mamar só no mamilo e acabam por dar fórmula aos bebés fazendo com que a mãe cada vez produza menos leite ( ou o tal leite ' fraco' ) porque a mama tem que ser estimulada e deixa de ser. Bicos de silicone fazem com que o bebé deixe de conseguir agarrar na pele direta da mãe. Amamentar quando é feito corretamente não dá dor e muitas mães queixam-se de muita dor. Nunca na vida me ouvirá dizer as 'ressabiadas das mamas descaídas' porque tenho muito respeito por quem amamenta assim como tenho por quem não amamenta. Infelizmente continua a haver pessoas que maltratam mães a amamentar e também mães que não amamentam e, em como outras coisas, vem muitas vezes dos próprios familiares ( muitas vezes mulheres ). Este post suscitou tanta celeuma porque a Ana Garcia Martins quando deu a entender no blog que não iria amamentar foi crucificada. Não estou atacar ninguém em particular , não se sintam ofendidas mas para mim tudo o que é fundamentalismo é errado e isso vou defender sempre.

      Eliminar
    8. Anónima das 11:29, não podia concordar mais consigo. As pessoas são muito abelhudas e, sobretudo por trás de um ecran, muito mal educadas e inconvenientes. Mas dois pontos de vista: quem expõe uma coisa assim tão pessoal num blogue sujeita-se a receber comentários, ainda que ninguém tenha o direito de ofender, pode discordar. E num assunto tão íntimo tudo se leva muito a peito (está a ver o trocadilho? lol) e os ânimos têm tendência a exaltar-se; 2 - o facto de a Pipoca ter sido criticada não dá o direito a ninguém a vir aos comentários insultar de forma totalmente gratuita as pessoas que dão de mamar ou quem se limita a reproduzir o conselho da OMS. A Pipoca não precisa nem beneficia desse tipo de "defesa", ela defende-se muito bem - e com substancialmente mais graça - sozinha.

      Eliminar
    9. S., há aqui vários anónimos ao mesmo tempo. Eu sou a anónima das 17h29 e só escrevi esse comentário. Não sou mãe mas sim profissional de saúde. Ainda não fiz o curso de conselheira em AM. Os olhares e comentários de pena são na prática e não na teoria, acredite. Não fui eu que afirmei que as mulheres são as piores inimigas umas das outras. E referia-me à amamentação exclusiva. Com suplemento de leite de fórmula é muito diferente. A pressão é sobre a amamentação exclusiva, e infelizmente, bate-se muito nesta tecla.

      Eliminar
  55. Eish Pipoca! AHAHAH! Que bomba de post, assim a propósito de nada :D parece um comeback em força, gostei :) E eu, não sendo maluca da mama, até sou das que julgo um bocadinho quem não dá de mamar simplesmente porque não quer (não porque não pode ou lhe foi muito penoso). Não deixo de ser amiga dessas pessoas e nem lhes digo nada, sorrio e aceno, não é da minha conta, mas mentalmente julgo um bocadinho. Claro que é imbecil defender que os putos não vão gostar das mães (esta mata-me lol) ou sequer que vão ser menos espertos, mas quanto à imunidade e protecção contra alergias, problemas respiratórios, etc. está mais que provado que breast is best - não sou eu que o digo, é a ciência.

    ResponderEliminar
  56. Ah, e quanto à roupa para amamentar, enquanto amamentei levei o meu filho a dois casamentos e em ambos existiam sítios com privacidade para o fazer em paz e sem olhares indiscretos, pelo que, acreditando que isso ia acontecer, não estive muito preocupada com o corte dos vestidos. Com um deles até tive mesmo de o subir até ao pescoço na sala da catequese junto à igreja, enfim, são peripécias que ficam ;) se estiver muito preocupada com isso, aposte num traçado ou decote em V aberto em que dê para tirar a mamoca cá para fora, como os que a Pipoca sugeriu.

    ResponderEliminar
  57. Não li os comentários, já não há pachorra para tanta alienada, por isso não sei se a questão já foi colocada: não tenho dúvidas que os vestidos são todos apropriados para quem está a amamentar, mas... para um casamento? Ainda para mais alguém que diz que não vai lá como mera convidada-figurante? Há ali um ou dois que não passam de umas batas!

    ResponderEliminar
  58. Engraçado criticarem tanto as loucas da mama, quando os comentários que li são maioritariamente das loucas do leite em pó anti mamas descaídas.
    O respeito quer-se para ambas as "seitas". Fico incrédula com algumas coisas que li nos comentários.
    (sou favorável ao pó, por acaso)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Clap clap clap... Anda tudo a passar-se dos carretos. Até reconheço que primeiro vieram as pro e agora vêm as contra. Tudo a aparvalhar.
      (sou favorável à mama. depois fiz um mix mama e pó que não tinha paciência para bombas - deve haver um fundamentalismo contra isto também)

      Eliminar
    2. Subscrevo.😀

      Eliminar
    3. Tambem eu fui "praticante" por 2x do MIX😉, isto é, Maminha até esgota-las...sempre em modo "aperitivo"(até aos 4 meses no 1°filho e aos 12 meses no 2°filho) porque as ditas eram pouco produtivas...
      de seguida, o bom do suplemento
      em Pó da Bebelac, desde que ambos sairam da maternidade!
      Se atendesse exclusivamente às opiniões/sugestões de Gurus em nutrição de lactentes, os meus dois rebentos tinham morrido de fome, porque não obstante a minha insistência e vontade de amamentar...as maminhas "não davam para os gastos"!Afirmo sempre, que foram um aperitivo, e o leite em pó a base da sua alimentação!
      Acrescento, que graças a Deus, sempre foram saudáveis, "0" Bronquiolites(problema de saúde recorrente em meninos da sua geração)!
      Aprovo o outfit exibido na última opção, e faço votos para que a Ana Gestante, dê à luz um rebento muito saudável numa hora bem pequenina😃
      A AGM,felicito-a pelo regresso aos posts super visualizados, comentados e polémicos!

      MDM

      Eliminar
  59. Pessoal fundamentalista, aproveitem o tempo livre para dar educação aos vossos filhos, olhem para eles em vez de olharem para os filhos dos outros, sim ? Passem tempo com eles e eduquem para serem melhores e deixem lá o que cada um come. Eu gostava de poder andar atrás a xiricar o que vocês comem, tipo polícia da alimentação: Então a senhora deu de mamar mas agora enche a criança de batatas fritas e bebidas carregadas de açúcar ? Então a senhora dá de mamar mas está a comer uma chamussa ? Então o seu filho foi amamentado até aos 2 anos mas é um malcriado de primeira ? Get a life !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah Ah Ah, melhor comentário de sempre!!!!!!!!

      Eliminar
    2. Está a dizer que amamentar e educar ou fazermos as melhores escolhas alimentares para a família não são compatíveis?
      Estou grávida. Devo começar já a fazer stock de leite de fórmula?
      Estou muito preocupada... Se puder ajudar, agradeço.

      Eliminar
    3. O que eu percebi do comentário é que há muita gente fundamentalista com a amamentação (e em chamar irresponsáveis, má mãe, etc a quem não quer amamentar) e que isso por si só não é a garantia de fazer bem ao filho. Se calhar são tão fundamentalistas com a amamentação, mas quando os filhos crescem todos os dias lhes dão bolicao para comer

      Eliminar
    4. Sou a grávida acima. Eu entendi. Só não entendo este tipo de acusações infantis e básicas: se dás mama então és fundamentalista e quando os putos fazem 2 anos são corridos a snacks nada saudáveis; que raio de generalização idiota!! Hão de existir senpre mães a dar snacks maus aos putos; misturar o tema da amamentação nessa questão é só querer meter lenha na fogueira à força.
      Cada uma faça como quiser! Com mama sem mama, com bolicao, sem bolicao. Afinal, seja como for, haverá sempre quem critique!!

      Eliminar
    5. Ó anónima 17 janeiro, 2017 17:05, não disse nada disso, disse que há mães que amamentam e são a favor da amamentação e depois o puto faz 2 anos e ' esquecem-se' desse radicalismo com a alimentação. Cada vez há mais crianças obesas.
      Amamentar ( infelizmente ) não é garantia para uma criança sem problemas mas é sim o melhor que uma mãe pode dar a um filho. O que eu falei é em ESCOLHA e poder viver com a ESCOLHA sem que as fundamentalistas venham com a bandeira das mamas hasteada e sem ter que justificar que não deu de mamar porque o leite era fraco ( quem é informada sabe que isso é uma desculpa, não existem leites maternos fracos, há é falta de querer dar de mamar ! Se dúvida ligue para a linha SOS amamentação).

      Se quiser fazer stock de leite em fórmula É UMA ESCOLHA SUA. Ninguém tem nada a opinar sim? Se sabe os prós e contras e toma uma decisão, ninguém tem nada a ver com isso! Saúdezinha para si e para o bébé.

      Eliminar
    6. Ó anónima 17 janeiro, 2017 17:05, não disse nada disso, disse que há mães que amamentam e são a favor da amamentação e depois o puto faz 2 anos e ' esquecem-se' desse radicalismo com a alimentação. Cada vez há mais crianças obesas.
      Amamentar ( infelizmente ) não é garantia para uma criança sem problemas mas é sim o melhor que uma mãe pode dar a um filho. O que eu falei é em ESCOLHA e poder viver com a ESCOLHA sem que as fundamentalistas venham com a bandeira das mamas hasteada e sem ter que justificar que não deu de mamar porque o leite era fraco ( quem é informada sabe que isso é uma desculpa, não existem leites maternos fracos, há é falta de querer dar de mamar ! Se dúvida ligue para a linha SOS amamentação).

      Se quiser fazer stock de leite em fórmula É UMA ESCOLHA SUA. Ninguém tem nada a opinar sim? Se sabe os prós e contras e toma uma decisão, ninguém tem nada a ver com isso! Saúdezinha para si e para o bébé.

      Eliminar
    7. Srª anónima grávida de 18 janeiro, 2017 01:43 - A senhora é que infantilmente generalizou ! Leia de novo e vai ver que está errada, vá lá :)

      Eliminar
    8. Começa logo : ' Pessoal fundamentalista', portanto não é generalizar! A Srª interpreta mal e eu é que meto achas na fogueira e sou básica quando nem sabe interpretar um comentário ! ahahahaha !

      Eliminar
    9. 'Eu entendi ' ... - Não, não entendeu ! ahahahaha

      Eliminar
    10. Obrigada pelo esforço. Já entendi. Obrigada!

      Eliminar
  60. Decididamente trespasse. No verão batizei o meu minorca de ano e meio que ainda mama e levei um vestido de trespasse (de cetim, da mango). Mamã que pediu ajuda, a prioridade nº 1 deve ser o conforto. Vestido de trespasse e confortável, que às mamãs recentes é permitido o conforto. No meu caso não me incomoda de todo mas poderá dar jeito ter uma écharpe caso a mãe não se sinta confortável por amamentar em público.

    ResponderEliminar
  61. Eu sei que o tema central não é amamentação, mas na realidade também o é.
    Acho assustadora a quantidade de comentários fundamentalistas e a forma como certas pessoas ficam irritadas com os comentários da “Pipoca”. Não entendo porque continuam a ler este blog, pois está escrito, de forma destacada, que é humorístico e sarcástico.
    Já pensaram que há mais questões ao redor do tema amamentação:
    • Os leites adaptados custam dinheiro e quando comparticipados fica caro ao SNS
    • Algo de que ninguém fala: amamentação / prazer / sexualidade
    Talvez seja melhor refletirem um pouco, antes de escrever tantos comentários enfurecidos. Pois muitas decisões têm por base outras questões, das quais as pessoas não querem falar.

    ResponderEliminar
  62. Querida Pipoca aproveito este post para lhe pedir, também, ajuda,
    eu tenho 18 anos e estou agora na faculdade em período de exames, no entanto a minha faculdade tem uma particularidade: temos orais onde os rapazes por norma vão de fatinho (quem me dera que fosse assim tão fácil) e as raparigas têm de ir vestidas de forma formal... O meu problema é o facto de eu não saber vestir-me de forma formal para um "evento" destes, se fosse a passagem de ano era fácil, mas agora ter também de ir de fatinho, estilo Hillary Clinton, a coisa complica-se!
    Help!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Calculo que ande na faculdade de Direito... acho que só os alunos das faculdades de direito andam de fatos nas orais :) Pois bem, eu andei na FDL, e, se me permite, o concelho que lhe posso dar é o seguinte: pense menos na roupa e concentre-se mesmo é nos exames. No fundo, desde que não vá de jeans e ténis, e vá bem apresentada, é o que importa. Uma camisa, com uma camisola por cima, umas calças lisas, e voilá! Não precisa cá de fatos! Vá bem disposta, com confiança, acredite em si e pense que, no fundo, são pessoas como outras quaisquer que ali estão, simplesmente são mais velhas e têm mais experiência do que você. Esse ambiente que se vive na faculdade em época de orais é mais fogo de vista que outra coisa, descontraia e relativize! Nada tema e tudo correrá pelo melhor! Boa sorte!

      Eliminar
    2. Totalmente de acordo com a Anónima!
      Estudei na FDL e nunca me "conformei" com essa treta do "bem vestido", sobretudo havendo padrões tão estereotipados a sobressair.
      Sempre fiz orais vestida como quis, à minha maneira, dentro do meu bom senso (e com 7 piercings numa orelha e 3 noutra ;)
      E... nunca fui privada de fazer nenhuma (era o que faltava), nem tão pouco fui prejudicada em termos de avaliação!

      Eliminar
    3. Que questão tão pertinente...,é tão mas tão difícil e árdua a tarefa, de encontrar na blogosfera outfits formais de Sra. para servirem de inspiração a uma jovem universitária de 18 anos!?! Tão expeditas são as jovens de hoje em manusear as TIC para certos assuntos...mas para outros...os olhinhos, neurónios e afins é como não existissem!😎

      Eliminar
    4. Ui... andar na fdl e escrever concelho....

      Eliminar
    5. Sim, realmente é a FDL, que é, no mínimo, especial... Muito obrigada pelos conselhos! O meu comentário foi feita num momento de intervalo nos estudos, em que saí da minha toca... Quanto ao último anónimo, nada a dizer mesmo, para que é que foi o seu comentário? Não se percebe.

      Eliminar
    6. Cara anónima inicial e das 16:58, deixe lá, o comentário das 16:28 era para mim (comentadora das 18:29). Em vez de vir aqui ajudar quem pediu ajuda, não, foi só responder o fácil, fácil... Por acaso sei a diferença entre concelho e conselho, mas olhe, saiu-me o errado. Se visse as sentenças e acórdãos, meu Deus, ia ficar ainda mais escandalizada. E nem era só com os erros ortográficos. Adiante, concordo com a Teresa Nunes! Vá de acordo com a roupa que se sentir bem e, acima de tudo, estude!! Isso é o mais importante! Vai ver que tudo correrá bem! Deixe os nervos de lado que é isso que, muitas vezes, impede os alunos de brilhar! Pense que está numa conversa de café! E não hesite em perguntar de novo se não entendeu à primeira a pergunta que lhe fizeram, e peça para esperar um pouco se precisar de verificar alguma norma no Código com mais rigor! Boa sorte!!

      Eliminar
  63. Pipoca, amamentei e sou a favor da amamentação, mas sobretudo sou a favor de que cada um sabe de si. Quanto a dúvida da Ana, se fosse para mim ficaria pelas duas primeiras sugestões, sem duvida! A saber o que sei hoje, ia a boda, mas sem criança (talvez só não fosse Veber até cair, porque depois tinha que tratar da criança) :)

    ResponderEliminar
  64. Amamentar é mais saudável para a criança sim. Acho mal um post desses porque está a dar a entender que é a mesma coisa que não amamentar o que simplesmente não é verdade.
    Está estudado que influencia o desenvolvimento do bebé, particularmente do seu sistema imunitário e há estudos que apontam no sentido de inclusive influenciar no desenvolvimento de doenças aquando da idade adulta.
    Sim, eu sei do que falo porque faço investigação na área da hipertensão e existem provas de que a vida uterina e primeiros meses de vida são determinantes para a saúde do ser vivo durante a vida adulta.
    Senti-me na responsabilidade de escrever isto. Lê e interioriza quem quer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não li nada disso em nenhum comentário, não vi ninguém dizer que leite em pó é melhor do que leite materno. Cada um realmente interpreta o que quer.

      Eliminar
  65. Já cá faltava uma discussão assim a sério, qualquer dia ainda confundem o seu blog com o Prós e Contras... Mas, cá por mim, não sou mãe e não sei se algum dia vou ser porém, vou ter um casamento em Agosto e
    ADOREI os outfits que sugeriu, especialmente
    o segundo e o último...

    ResponderEliminar
  66. Queridíssima pipoca adoro este humor sarcástico!
    Só perdeu a graça quando se justificou...
    E agora para um bocadinho de serviço público grátis que há aqui tantas jovens mal informadas que um dia serão mães
    (É claro que a opção será sempre delas mas convém que seja esclarecida)
    • o leite materno é o melhor e ponto. Comparar a fórmula é como dizer que um casaco da zara é como um chanel
    • toda a gente tem leite, toda a gente é capaz de amamentar. Tenham calma, leiam alguma coisa sobre o assunto ou peçam ajuda na maternidade, geralmente os casos de insucesso resultam de falta de acompanhamento ou conhecimento
    • as mamas não ficam descaídas por amamentar. Os tecidos perdem elasticidade quando aumentam de volume, isto é na gravidez e pós parto. Dependendo dos vossos genes podem amamentar 10 anos e ter as mamas fantásticas ou dois segundos e ter as mamas nos joelhos
    • leite em pó é caro que se farta (pensem nos sapatinhos que não compravam se com a poupança)
    • ir à cozinha a meio da noite fazer um biberão é um martirio
    • podem na mesma pedir ao pai para dar um biberão quando quiserem
    • não é suposto doer e quando corre bem é maravilhoso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Toda a gente sabe isso, para quê bater na mesma tecla ! Toda a gente sabe que o leite materno é melhor, que o leite em pó é caro, que devíamos todos comer mais brócolos e fruta ! O que se fala aqui é ( neste caso ) a mulher ter o LIVRE ARBÍTRIO de amamentar ou não sem que venha uma mamaholic mandar postas de pescada ! Assim como não concordo que uma mulher que esteja a amamentar seja escorraçada ou chamada de puta por estar a fazê-lo ! Assim como é de lamentar que as mães tenham que ir dar de mamar numa casa de banho ou cobrirem-se porque alguém fica ofendido! Irra ! Tem a ver com ESCOLHAS !

      Eliminar
    2. Totalmente de acordo querida! A menina sabe mas nem toda a gente sabe! E já que fala de livre arbítrio, percebe o conceito? beijinho e alivie esse mau humor que lhe faz mal à pele

      Eliminar
  67. Às vezes gostava de ser um polvo para esbofetear 8 pessoas ao mesmo tempo ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também...é muita estupidez natural😛 há por aí muita gente a necessitar de internamento compulsivo😉

      Eliminar
    2. 👏👏👏👏👏👏

      Eliminar
    3. Ahahahahah fiquei para aqui a rir como uma hiena! Depois de ler tanta estupidez é refrescante ler este seu comentário :) aliás, juntava-me a si e já podíamos esbofetear 16 ao mesmo tempo!! Podíamos fazer aqui uma corrente de polvos justiceiros! :D

      Eliminar
  68. Ora só tenho a aplaUdir de pé! Ana, siga os conselhos da Pipoca e deixe mas é o puto com familiares ou amigos, que depois De sermos mães precisamos é de desncamsar e relaxar! Leite em pó? a melhor invenção de sempre! Caso não queira e prefira continuar a amamentar, a wells tem uns saquinhos para congerlar leite materno que são um miminhoooo!

    ResponderEliminar
  69. Ana, não tive paciência para ler os comentários anteriores, mas vai correr bem ;)

    Eu levei a minha C a um casamento quando ela tinha 6 semanas. Optei por um macacão giríssimo da Globe que era um pouco um 2em1 parecia calça+blusa mas na realidade era um macacão que traçava à frente e com uma óptima abertura para a amamentação :)
    Como conselho, vá cuscando opções na nova coleção que goste e experimente depois do bebé nascer, é imprevisível como vai estar o seu corpo na altura! No meu caso tive sorte, recuperei com bastante facilidade, usei uma cinta que não aperta-se demasiado mas que "segura-se" os quilinhos a mais. Vai ver que encontra algo com que se sinta confortável, senão encontrar um vestido certamente que encontra uma composição de duas peças que funcione bem (porque não faz algumas sugestões assim Pipoca?) ;)
    Quanto ao bebé, roupa confortável, alcofa e vai ver que se vai portar lindamente!
    Felicidades

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque é que tratam os filhos apenas pelas iniciais? Não entendo, mas deverá haver uma razão certamente. Qual é?

      Eliminar
    2. Caro anónimo não há nenhuma razão em especial :) é mais simples apenas! Acho que ninguém aqui fica mais feliz por saber que a minha C se chama Carolina, Camila, Caetana, Carminho, ... é um dado sem interesse ;)

      Eliminar
  70. Levar um bebe a um casamento???? NEVER MORE... Levei e a meio na missa fui deixa lo na avó (que já estava de prevenção e tinha me moído a cabeça que iria correr mal). Alem da criancinha querer paz e sossego, toda a gentinha lhe quer pegar e não é ambiente a que está habituado!
    2 anos e meio depois continuo a não levar a festas... razão??? Terá muito tempo para isso, casamentos, jantares... etc são para adultos. Ponto final!!!!!! Maior parte das pessoas criticam me mas sabem que mais??? CAGAR E ANDAR

    ResponderEliminar
  71. Oh Pipoca!! Santa paciência para estes comentários!! Pela primeira vez dei me ao trabalho de ler alguns!! Cristo !!! Também vou ter um casamento em julho!! Super importante!! Não estou gravida, nao vou estar mas quero ideias giras para vestidos!!! Pode ser??? Ah nao tenho mamas grandes!!! ����

    ResponderEliminar
  72. Só para esclarecer e fazer um pouco de serviço público:

    1- A realidade dos factos é que, a maioria das mulheres que não amamentam é porque não têm leite, o leite não é bom para o bebe ou estão a fazer algum tipo de terapêutica medicamentosa incompatível com a amamentação.

    2- As que amamentam, a partir de dada altura vão variando o leite materno com o pós pois começam a trabalhar e a logística de amamentar a criança estando em dois espaços fisicamente distantes, é complicado. A opção de congelar é uma solução mas nem sempre é possível para a quantidade necessária e logística do dia a dia.

    3-Li por ai que, muitas vezes, as mulheres não têm leite, porque estão mal informadas. Atenção! A subida do leite tem que ter alguns cuidados. Mas achar que "muitas vezes" é culpa da sacana da mulher é totalmente absurdo.

    4-Óbvio que o leite materno é a melhor opção...mas efectivamente a criança não vai ser menos inteligente por beber leite em pó (especialmente se for alternada pelo leite materno, como na maioria dos casos)

    5-Para as mães mais preocupadas, pergunto se depois nos primeiros anos de vida continuam tão preocupadas com a alimentação da criança como com a questão da amamentação. Não pois não?? Mas deviam! (vah e não mintam que a obesidade infantil está a disparar e a culpa não é do leite em pó) Uma alimentação saudável, logo nos primeiros anos de vida da criança faz mais milagres que o próprio do leite (e esta hein???)

    5- Pipoca love you mães atentas, preocupadas mas que conseguem ser descontraídas nas coisas e momentos certos ;)

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis