Pub SAPO pushdown

Pára tudo, que a Chanel chegou a Lisboa!

segunda-feira, fevereiro 08, 2016

Há anooooos que se fala que vai abrir uma Chanel em Lisboa. Sempre que vaga um prédio na avenida da Liberdade é ver o mulherio a cruzar os dedinhos e a lançar-se numa oração à Santa do Consumismo de Luxo: "que seja a Chanel, que seja a Chanel, que seja a Chanel". Ok, ainda não podemos propriamente dizer que temos uma loja Chanel em Lisboa, mas já estamos lá muito perto. Isto porque a Stivali inaugurou na semana passada um espaço da marca, uma espécie de loja dentro da loja e que dá para ter uma bela experiência do universo Chanel. Há mais de duas décadas que a Stivali vende a marca, true story, mas a oferta era pouca e limitava-se a carteiras e a sapatos. A este novo espaço chegam agora os acessórios e a roupa e há muiiiiiito por onde perder a cabeça. Para além das suas lojas próprias, a Chanel só está presente em três lojas multimarca no mundo inteiro, e a Stivali é uma delas, o que me parece um belíssimo motivo de orgulho. Já sabem, se quiserem aquela peça mais especial pela qual andam a suspirar há uma vida, já não é preciso esperar por uma viagem a Paris ou a Nova Iorque. E mesmo que seja um sonho que não passe do plano utópico, podem sempre ir lá espreitar e sonhar mais um bocadinho, que ainda não se paga para isso.














116 comentários:

  1. Podem me bombardear mas para mim Chanel é sinónimo de roupas à velha... (carteiras incluídas) . Imagino de imediato e Sodona Jô Caneças e seu marido e Chanel e muito Amooooor (hã hã ) e tudi tudi :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não gostei de nada. Sem qualquer glamour. Calçado horroroso e carteiras nada de especial, o mulherio só compra por causa do "X"

      Eliminar
    2. Dizer que Chanel é roupa à velha, é limitar por completo a marca, que diga que não gosta dos tailleurs porque recordam a sua avó, ainda vá que não vá. Mas primeiro veja as colecções da Chanel, depois fale com conhecimento de causa, e aí pode dizer que não gosta, que é totalmente legítimo.

      Eliminar
  2. Olá Ana, confesso que esta marca não me diz nada mas também não creio ser o target da empresa... Acho as roupas demodé, o estilo pouco jovial e até o perfume Chanel.... valha me Deus aquilo cheira a mofo!! Susana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Experimente o coco mademoiselle da Chanel que vai mudar de opinião ☺️

      Eliminar
    2. o Coco Mademoiselle, o Chance e o Allure são M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O-S!

      Eliminar
    3. Coco madmoiselle tem um cheiro maravilhosoooooo

      Eliminar
    4. Já experimentou qualquer um dos chance??? Chanel não tem só o nº 5!!

      Eliminar
  3. As sabrinas retiram todo o glamour a qualquer Mulher usem saltos porra! lol

    S.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exacto, tipo a Audrey Hepburn...

      Eliminar
    2. Mulher que é mulher usa saltos não é? Só que não, há quem tenha demasiado estilo e brilhe com qualquer coisa nos pés, e depois há as outras, as ditadoras dos saltos altos. Que no futuro nunca sofram consequências fisicas...

      Eliminar
    3. Oi?? E o cansaço? E as dores nas pernas e pés? E o ter que andar mais devagar? Há tanto calçado giro no mundo para além de saltos altos...

      Eliminar
    4. Isso, usem tacões bem altos regularmente, o ortopedista agradece!

      Eliminar
    5. Eu que tenho 1,76m dispenso os saltos altos, obrigada.
      As sabrinas, quando bem conjugadas, são maravilhosas e não tiram glamour nenhum.
      Gente quadrada!

      Eliminar
    6. Eu com 1.80m cada vez uso menos saltos... ténis, oxford, alpercatas and so on... E não fico nada menos feninina ou fashion.

      Eliminar
    7. Que comentário tão out. Ainda mais agora, que o hype está todo no calçado sem saltos...

      Eliminar
    8. Caríssima S, tudo depende da pessoa.
      Há aqueles que andam com roupa caríssima e ficam estranhos e desproporcionais. Depois há os que ficam bem com qualquer trapinho (já a minha avó dizia).
      O mesmo se aplica ao calçado.
      De que adianta um par de sapatos lindo se a pessoa não sabe andar neles, se incomodam e afectam o andar?
      Sabrina não tira glamour. Dependendo das ocasiões, até lhe dá mais do que um salto alto.

      Eliminar
    9. É a sua opinião porra!
      Mulher estilosa, não deixa de sê-lo ainda que de pantufas!
      É óbvio que nem todas ficam bem de sabrinas mas essas também não ficarão bem de stilettos!
      Depois há aquelas damas que usam aqueles saltos....de 13 cm que lhes dão aquele "ar" que não enganam ninguém...cheiiinhas da glamourrrr e de amor ao próximo para dar e...lolol

      Eliminar
    10. Adorei o seu comentário, certíssimo, anón. das 16:49H.

      Eliminar
    11. "As sabrinas retiram todo glamour a qualquer mulher". Mas que comentário....! Eu acho que fica tão bonito uma mulher de sabrinas, pois os saltos altos, além de fazerem mal à coluna, só devem ser usados em certas ocasiões para não castigar a coluna e os pés, e além disso nem todas sabem usá-los, muitas parece que nem sabem andar e além disso a calçada portuguesa não torna nada confortável pisá-la com saltos altos.

      Eliminar
    12. Mulher que é mulher usa fato de três peças à homem, gravata e "sapato de golfe" e dá 10 a 0 em muitas de salto alto...

      Eliminar
    13. Quem afirma que as sabrinas retiram glamour e que o belo do saltinho, a todo o custo, é que é, é no mínimo bimba e pobre das ideias Que me desculpe esta senhora, mas não dá para ser política mente correta e dizer que tem direito à sua opinião e tal...BIMBA is the word.

      Eliminar
    14. Já viram a nossa calçada Portuguesa? Saltos dão elegância, mas são um horror em pedra calcária!

      Eliminar
  4. God Pipoooooocaaaaa!! Essas sabrinas são de parar o trânsito!!! Nem sei qual escolher!! E sim...ainda não pagamos por sonhar logo toca a sonhar! :-) <3

    ResponderEliminar
  5. Não me quero armar em esquisita nem em hipster, mas não gostei de nenhum artigo que a pipoca fotografou... Enfim, do que seria o amarelo se toda a gente gostasse do azul?

    ResponderEliminar
  6. Não é uma marca que me faça suspirar por aí além...
    Mas fico contente que tenha ganho mais destaque em Lisboa!

    ResponderEliminar
  7. N é para a minha carteira mas realmente sonhar n custa. Pipoca tava a olhar para a tua foto e realmente esse corte de cabelo foi o melhor q podias ter feito. Ficas com um ar muito mais fresco leve e moderno. Muito melhor.

    ResponderEliminar
  8. Eu sei que sou uma provinciana do pior, mas acho que a STIVALI tem muito mais pinta do que a Chanel e era só mais um mamarracho na Av. da Liberdade.

    ResponderEliminar
  9. Olá Ana,
    Demorou este post sobre o novo "recanto ampliado" da Chanel...
    Já sabia que tinha estado na "inauguração", via-a,eu e todas as visitantes pipoquianas que assistiram à mini reportagem que passou no jornal nacional.
    O cabelo liso no novo corte fica- lhe muito bem, dá-lhe um ar mais coquete!(:
    Todas as senhoras deviam ter o prazer de adquirir e usar, pelo menos uma vez na vida, uma peça CHANEL...,não me refiro a perfumes, que esses apesar de caros, ainda vão sendo adquiridos por muitas mulheres...eu incluída, refiro-me a "malinhas", sapatinhos..., e sobretudo às icónicas "jaquetas" de tweed(nome à antiga portuguesa...usado quando adquiri a minha...há "múltiplos" anos, quando podia...)
    Nem de tudo o que é da marca gosto, há peças que considero bem pirosas..., mas morro de amores pelas sabrinas de dois tons(as preto e branco são lindas) e pelas intemporais malinhas pretas acolchoadas aos losangos,com corrente dorada(há muito que tenho uma no roupeiro...dos bons tempos), pena que talvez seja o modelo mais copiado, reproduzido e contrafeito do planeta e arredores..!No entanto não é difícil reconhecer as genuínas!
    Boas compras...para quem possa(eu excluída)!

    MDM

    ResponderEliminar
  10. Oh my god que coisa tão lindas! Adoro a marca!

    ResponderEliminar
  11. "(..)é ver o mulherio a cruzar os dedinhos e a lançar-se numa oração à Santa do Consumismo de Luxo:(..)" OI??!! Devem ser imensas! Esse luxo ainda é só para algumas mulheres...

    ResponderEliminar
  12. A mim pouco adianta que a Chanel chegue à Stivali ou à minha rua, mas quando for grande hei-de ter a carteira cor-de-rosa da terceira foto (suspiros infinitos).

    Perdida em Combate

    ResponderEliminar
  13. Esse eespaço já existia há imenso tempo. Com muito pouca oferta de tudo, apenas agora estão a relançá-lo. Estou há 2 anos à espera duma mala que encomendei e claro que já a comprei fora. Acho que é muita parrae pouca uva. Entre nessa loja e na Louis Vuitton e vemos que essa é uma loja muito aquém de ter essa marca de luxo. As empregadas acham-se as donas da loja e o atendimento deixa a desejar e já lá vou há muito tempo. Espero que agora com esta publicidade toda melhore emtudo, especialmente nos produtos que são sempre escassos e parecem restos de colecção.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E as empregadas são sempre tão antipaticas e fazem o exame ao cliente ( tipo: deixa me cá ver se está não tem onde cair morta ou se pode mesmo comprar isto). O que se esquecem é que a vida dá muitas voltas e qq uma de nós pode lá entrar para " namorar " peças e pode ser que um dia seja o dia .

      Eliminar
    2. Sim, pq o ordenado delas deve ser uma fortuna, para se meterem a avaliar clientes. São meras lojistas mas com mania de finas, e deviam tratam com respeito qualquer pessoa que entre na loja, quer aqueles que vão comprar quer os que vão apenas espreitar.

      Eliminar
    3. Seja como for, as empregadas são pagas para servir o cliente e não para o julgar!

      Eliminar
    4. Também estou a aguardar contato há cerca de dois anos por causa de umas sabrinas que já acabei por comprar numa viagem..Tenho de concordar que a postura das Colaboradoras poderia ser diferente..

      Eliminar
    5. Quando recebi o meu primeiro salário quis comprar um anel à minha mãe como sinal de agradecimento. Tinha cerca de 500 euros para gastar fui a uma ourivesaria perguntar o preço de um anel. Resposta: "é muito caro". Lembrei-me do filme Pretty Women. Sai de lá triste. Mas fui a outra que me vendeu o anel e anos mais tarde as várias jóias que comprei. Agora vou à primeira ourivesaria e a idiota da primeira empregada mostrar-me tudo... No fim digo que não gosto de nada e viro costas (só faço isso com aquela criatura).

      Eliminar
    6. A propósito do atendimento de certas empregadas arrogantes (que infelizmente ainda existem) gostava que a Pipoca fizesse um post sobre isso, pois havia muito a dizer, cada uma de nós, de certeza que já foi pelo menos uma vez na vida atendida por uma dessas meninas de nariz empinado e que se julgam donas das lojas. Fica a sugestão, Pipoca.

      Manuela

      Eliminar
    7. Não julguem todas as colaboradoras da mesma forma! Recentemente fui espreitar a montra Chanel da Stivali, quando vejo uma colaboradora a sorrir e a preparar-se para me abrir a porta. Infelizmente para mim, a minha carteira não me permite adquirir a mala de senhora Chanel pretendida que até estava na montra nesse dia (não tenho vergonha em admitir que quero um dia conseguir ter uma), por isso não entrei na loja. Suponho que, para além de existirem colaboradoras como descrevem, também devem existir clientes difíceis que querem, acima da compra, ser bajuladas...

      Eliminar
    8. A questão é que em Portugal ainda se associa muito o ser rico a vestir marcas caras, usar acessórios caros, ter um carrão, um casarão, etc... ou seja, exibir e ostentar essa riqueza. Por isso, muitas empregadas de lojas julgam pela aparência. Nos EUA, por exemplo, em que há centenas de milionários que aparentam ser como o "cidadão comum" e onde há uma verdadeira consciência de serviço ao cliente, o caso muda de figura e qualquer pessoa entra numa dessas lojas e se sente bem.

      Eliminar
    9. Também existem clientes com a mania,mal educados que nem dizem bom nem boa tarde e se for preciso nem para a empregada olham . entram na loja a mete nojo. Eu sou logista e levo com muitos cliente mal educados. Muitos entram na loja só para implicar com uma pessoa n tem mais nd q fazer pessoas frustradas, vá lá vai.

      Eliminar
  14. 1 minuto de silêncio por todos os que irão maldizer a marca escrevendo Chanell...
    xioquasemara

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh meu deus, que ultraje! Que falta de chá! Escrever "Chanell", q'orror!...

      Eliminar
    2. Chanell nunca vi, só channel, e o horror prende-se com o facto disto significar outra coisa.

      Eliminar
  15. essas sabrinas são meninas para custar quanto? são maravilhosas!

    ResponderEliminar
  16. Eu perdia a cabeça (eo dinheiro) com algumas peças!! =)

    www.anafernndes.ch

    ResponderEliminar
  17. Ana de onde são os calções que tem vestidos ? Obrigado

    ResponderEliminar
  18. Acho piada a estes tipo de posts. A pipoca fala como se qualquer uma de nos pudéssemos ir à chanel. Ahahahah
    De resto só gosto dos sapatos rasos e das alpercatas, mas como é obvio é um sonho que nunca vai ser realizado.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Qualquer pessoa pode ir à Chanel. Não paga para entrar nem para sonhar.

      Eliminar
    2. Ahahahahah! Muito boa resposta! E não sei a idade de quem comenta mas viver a achar que nunca vai poder comprar algo assim para o muito caro porque nunca poderá ter melhores condições de vida é que acho ser a maior pobreza. Eu agora não posso comprar mas um dia espero poder, não está na minha lista de prioridades de vida mas um dia gostava poder comprar umas sabrinas dessas lindíssimas.

      Adorei os calções que usa vou tentar perceber de onde são 😉

      Nina

      Eliminar
    3. Ainda não se paga para sonhar Anónima!!

      Eliminar
    4. Também acho piada a este tipo de comentários, como se fossemos todas pobres!

      Eliminar
    5. Qualquer pessoa pode entrar, sim. Qualquer pessoa é bem-vinda (ou se sente bem-vinda), não. Infelizmente, a realidade, para a grande maioria, é essa. Pessoalmente, não me chateio nem um pouco, pois os meus sonhos e ambições não passam por aí, mas respeito os sonhos dos outros e, acima de tudo, reconheço os limites que se lhes impõem. Atenção que não estou a criticar a Ana por ir a esta e outras lojas - se pode, ainda bem, se tal a faz feliz, excelente - mas há que reconhecer que certos sonhos não se prestam, de todo, a grandes democracias...

      Eliminar
    6. Não, é só ver as empregadas a olharem-nos de alto a baixo a certificarem-se que não roubamos nada. É engraçado que só em Portugal (que eu saiba) é que as empregadas de lojas de grandes marcas é que olham para as clientes portuguesas (a não ser que já venham vestidas com grandes marcas ou sejam figuras públicas do jet set tuga) com a maior arrogância, como quem diz "qué que tás aqui a fazer?". É mesmo muito triste, mas quer esteja bem de finanças quer não, não meto os pés numa marca mais cara em Portugal. Mil vezes comprar na net.

      Eliminar
    7. Ok...Pipoca, mas entrar e sair de mãos vazias da Stivali... é no mínimo confrangedor!
      Nesta Loja e boa parte das que pululam pela nossa Av da Liberdade, só entro se tiver a intensão e o dinheiro para comprar qualquer peçinha, caso contrário, contento-me em mirar o que está exposto nas montras, poupo-me a figurinhas tristes e a comentários!
      Sou fiel seguidora do ditado:
      "Quem não tem dinheiro não tem vícios" e "cartões de crédito e compras com eles...nem vê-los"!mas isto sou eu...cada qual sabe de si!

      Rita Capelo

      Eliminar
    8. Até as empregadas da Zara são arrogantes, quanto mais estas!

      Eliminar
    9. Concordo totalmente consigo Rita. No entanto, como não tenho o mais importante... nem me aproximo das montras, pois olhos que não vêem coração que não sofre...Acho que é assim o ditado!? :-)

      Paula

      Eliminar
    10. Tem razão anón. das 16:12, só em PT é que as empregadas são umas arrogantes e olham os clientes de maneira diferente, pois lembro-me que uma vez entrei com a minha filha no Selfridges e entrámos pela secção dos perfumes e os funcionários do mais simpático que havia, e eu até comentei com a minha filha que parecia atendimento de pessoas ricas, mas ela explicou-me que lá atendem toda a gente de igual modo, não fazem distinção, porque mesmo termos um ar simples
      na mente deles e na educação somos tratados igualmente.

      Eliminar
    11. Nunca se sabe anón.Às vezes a vida reserva-nos boas surpresas, depois há sempre o euromilhoes, para quem joga é claro :-)

      Eliminar
    12. Anónimo 16:12 : então e a cena da loja no filme Pretty Woman foi baseado em quê? Numa experiência numa loja portuguesa? :D Ao Anón das 22h58m: Há um episódio que me vem à cabeça: o da Oprah, que supostamente foi maltratada numa loja de artigos de luxo, na Suiça. Recusaram-se a mostrar artigos que seriam muito caros para ela.

      Eliminar
    13. Anón. das l6:36H : Não digo que no estrangeiro não hajam também funcionárias de lojas antipáticas, e essa que não quis atender a Oprah foi puro racismo, o que condeno. Não conheço todos os casos passados por este Mundo fora, mas o que é certo é que em PT existe muito esse mau hábito no atendimento, e mesmo sem ser só em lojas caras, e isto é um facto constatado por muitas pessoas, não sou só eu, e não sou das pessoas mais exigentes, só exijo o necessário: simpatia e educação. E vou lhe contar mais um pormenor, moro numa cidade em que o atendimento na zona comercial era do pior, e abriu cá um centro comercial há cerca de um ano, e o atendimento tinha tão má fama, que nesse centro comercial rejeitaram funcionárias da cidade e escolheram doutros sítios, e quando lá vamos notamos essa diferença.

      Eliminar
    14. Sem dúvida, Anón. das 17:34 ( um esclarecimento já agora: não sou Anón., sou Barcelence! ;) ) Acredito piamente em si, antes de mais porque está a falar das suas experiências pelas quais passou em primeira mão. O que contesto é ter a ideia de que o fenómeno do mau atendimento é exclusivo das lojas "finas" em PT. Infelizmente o mundo está polvilhado de idiotas. E olhe que cresci a ouvir que em PT o atendimento sempre foi péssimo. Os meus pais ficaram deslumbrados quando viajaram até ao Brasil e em outros países da Europa, nos anos 80 e eram tratados soberbamente, por hospedeiras de bordo, por comerciantes locais - pub's, lojas chiques, etc - mas entendo que em outros países exista tb arrogância que baste.

      Eliminar
    15. Barcelense, peço desculpa por a ter tratado por anónima, mas foi uma distracção, e só depois de ter enviado o comentário é que reparei, mas já tinha enviado. Sorry!
      Concordo plenamente com o seu parecer em relação ao mau atendimento, e acredite que não tenho essa ideia de que só em lojas finas é que atendem mal, há essa faceta em qualquer tipo de lojas, até nas chinesas... e tal como diz,o mundo está polvilhado de idiotas. Mas sabe uma coisa, como já tenho muita idade, se sou mal atendida,viro as costas e vou a outro lado, a não ser que aquilo que pretendo só haja mesmo naquela loja. Beijos

      Eliminar
    16. Vocês são e todas fracas da tola. A muitas funcionárias arrogantes. Mas também há por aí muitos cliente nojentos arrogantes q entram na loja nem bom dia nem boa tarde. Muitos parece q se escondem das funcionárias só para não ter q dizer bom dia boa tarde. DPS há também aqueles xicos espertos chatear as funcionárias só porque sim. Portanto não ponham só as culpas nos funcionários. Qndo apanho clientes parvos são atendidos da mesma forma q me tratam é simples.:)

      Eliminar
  19. Que maravilha!!!

    blogdamariafrancisca.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  20. Hmmm, not. Só se safam as alpercatas ;)

    beijinho,
    Inês M.

    ResponderEliminar
  21. Bem... devo ser uma pessoa de "gosto de pobre" porque não gostei de nada. :) Vá chamemos-lhe gosto adequado à atual conjuntura económica.
    Se chegar aos 80 anos, vou ser uma velha que só usa calças de ganga e ténis. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é a única Purpurina.
      Da montra exposta também não gostei de quase nada,
      O colar então...é de bradar aos céus, nem dado o queria, piroso que dói, é o máximo da ostentação!
      Até gosto e uso artigos de qualidade, mas evito aqueles que exibam o logotipo da marca de forma tão ostensiva! Acho muito pinderico!

      Eliminar
    2. Por acaso também achei aquele colar horrível!!! Já vi jóias/ bijuterias com o logo das marcas, que achei giras e discretas, até. Mas aquele colar... :(

      Eliminar
  22. As alpercatas meu Deus, as alpercatas! <3

    ResponderEliminar
  23. Adoro as alpercatas. Lindas. Se pudesse comprava sem pestanejar.

    ResponderEliminar
  24. A malunfa amarela e as clássicas sabrinas brancas e pretas têm um lugar especial no meu coração! ;)
    Cris

    ResponderEliminar
  25. Até parece que todas temos dinheiro para ir lá às compras e mesmo só entrando, para quê, se não se pode comprar...?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depende...há sempre as consumistas compulsivas, que com o cartãozinho miraculoso compram logo aos pares de sabrinas!
      Tendo em conta que cada par de bicolores Chanel custam perto do OMN(530€), coisa pouca para a maioria das comentadores aqui do estaminé...e só fazer contas! para algumas pouco importa que passem fome, privem os filhos de algumas necessidades básicas, ou tenham dívidas por saldar, desde que possam exibir marcas, sejam Chanel ou outras!O que importa é aparentar ser-se abastada!

      Eliminar
    2. Elaaaa lá está afinal quando falei em consumismo tinha razão... E não sou a única. Nada tem a ver com o que cada um faz ao dinheiro. É minha opinião que este tipo de post são ostentações

      Eliminar
    3. Faltou-me só dizer que também acho todos os artigos apresentados horríveis e que se calhar até os podia comprar. É uma questão de gosto mais nada.

      Eliminar
    4. Cláudia Cunha, este post é informativo. Se posso anunciar aos meus leitores que abriu uma Primark porque é que não posso anunciar que abriu uma Chanel? Em que medida é que isso é ostensivo?

      Eliminar
    5. Cara Claudia e anónima das 18h24, tanta parvoíce junta.
      Ora vejamos, eu posso e vou comprar as Espadrilles da Chanel. Sem me endividar, sem as minhas pobres filhas passarem fome, sem as minhas outras dívidas ficarem por saldar e vejam só, vou mesmo pagar com o cartão de débito e não de crédito. Garanto-vos que não é para parecer abastada, nem a intenção é andar a mostrar a marca (até porque são bastante discretas). É porque gosto, quero e posso pagar.
      É consumismo desenfreado??? Não minhas caras, é fazer o que me apetece com o raio do dinheiro que me sai do pelo a ganhar e que É MEU!

      Eliminar
    6. AGM tiramos talvez a questão da ostentação... De facto só compra quem quer, quem pode ou quem gosta. Mas mantenho a questão do consumismo em quase todos os seus post pois tirando o das viagens ultimamente não escreve ou "publicita" mais nada. Como já disse é pena pois este seu blogue vale muito pela qualidade da sua escrita, humor, sentido assertivo da crítica social etc etc... E naus uma vez digo nada a ver se se tem dinheiro ou não para comprar aqui ou ali e nada a ver se é Primark ou Chanel...

      Eliminar
    7. Muito bem dito! E ainda bem que pode e sente-se bem em adquirir peças de luxo, cada qual faz o que quer com o muito ou pouco dinheiro que tem...
      Não entendi porque ficou tão ofendida com os comentários da Cláudia e Anon.18.24h !?
      Porque o que a Anon. disse é verdade, embora como "parece" não se aplique a si(atendedo à veracidade das suas palavras)pois, há imensas mulheres que são consumistas compulsivas de artigos de luxo, sem terem capacidade financeira para tal..., Azar o delas é da família!
      Acho que a aqui a "parvoíce" é sua, porque o objetivo do seu comentário foi armar-se e afirmar-se como "poderosa" :
      roam-se de inveja, que vocês pobres criaturas mal pagas, não podem comprar Chanel, mas quero e posso!
      PARABÉNS, É realmente uma atitude louvável!

      Eliminar
    8. Não, está redondamente enganada!
      O objetivo do meu comentário foi dizer que nem tudo é consumismo desenfreado, que nem toda a gente quer ser ostensiva e que não se devem fazer generalizações.
      Cada vez que a AGM fala no seu blogue de marcas de luxo, chovem comentários destes: apelo ao consumismo, ai que nem toda a gente pode comprar, etc, e não me vou alongar com explicações que já se debateu muito este tema.
      Posso preferir comprar pouco mas bom, em vez de muito e barato, posso ter prioridades diferentes das suas, etc.
      O post é informativo: abriu, quem quer e pode passa lá e compra ou não. Ponto.
      A "parvoíce" está em achar que é uma apelo ao consumismo desenfreado. Eu agradeço o post e não sou uma consumista maluca.
      E mais, houve vários comentários educados sobre o assunto preço / valor, mas não foi o caso destes dois.

      Quanto aos parentesis da veracidade das minhas palavras, minha cara, nem lhe respondo, não merece.

      Eliminar
    9. Caro anónimo das 17.20. Parece-me que a falta de educação e até alguma arrogância estão do seu lado. Não vejo em que é que os meus comentários não foram educados. Aliás se assim fosse nem a própria AGM os teria permitido. São opiniões diferentes da sua agora isso não lhe dá o direito de me apelidar de não ter educação. Tenha calma e aceite a diversidade de opinião certo?

      Eliminar
    10. Anónimo das 17:20, esqueça... Elas nunca vão perceber.

      Eliminar
    11. Ok Claudia, agora eu é que fui mal educada, está certo...

      O seu "viva o consumismo" do post anterior, (e que foi continuar neste) foi apenas uma opinião diversa... Diversa em relação a quê, pergunto eu?

      Arrogante? Um pouco talvez. Perante uma atitude paternalista de que todas somos uma cambada de idiotas a gastar dinheiro à toa.
      Custa-vos assim tanto perceber que há quem faça uma compra consciente de um determinado bem de luxo?

      Engraçado que dos meus dois comentários, só foi levantar a questão da má educação, não rebateu mais nenhum ponto...
      Enfim, fico-me por aqui.

      Agradeço à AGM o post, a mim deu-me muito jeito e para a semana já passo lá.
      Fiquem bem.

      Eliminar
    12. Claudia Cunha o anónimo das 17:20 não foi mal educado nem arrogante ao contrário da Claudia com os seus comentários, o anónimo apenas explicou mais uma vez que "a loja abriu" ..."para quem pode comprar"..." e já podia comprar"...."e já comprava"...e as pessoas têm que se convencer que há gente com muito dinheiro no nosso pais que para eles comprar Chanel é como para outros comprar Zara....é tudo uma questão de números e da sua vida cada um é que sabe

      Eliminar
    13. A anónima das 16:51 tem mas é inveja e uma grande dor de cotovelo.

      Eliminar
    14. Anonimo das 10.37, está difícil perceber! O que para si é um post informativo de mais uma loja/marca para fazer umas comprinhas para mim é mais um post de apelo ao consumismo. Percebe agora porque são opiniões diferentes. Tudo o resto não fui eu que referi, não tenho nem quero ter nada a ver com o que dada um faz com o seu dinheiro. Para mim é um autêntico disparate gastar €500 numas sabrinas ( mesmo que o possa fazer).

      Eliminar
    15. Atitude paternalista (por favor verifique primeiro o significado das palavras que utiliza) é tão ridículo que nem comento. Repito não fui eu que apelidei quem faz estas compras disto ou daquilo... Veja lá bem! Portanto respire fundo tenha calma e boas compras se isso a faz feliz. Não é isso que todos procuramos. O anonimo é feliz assim eu sou feliz de muitas outras maneiras. Por exemplo a participar em corridas solidárias e outras iniciativas que a AGM aqui promove.

      Eliminar
    16. Claro Claudia, a senhora é um posso de virtudes, super solidária, nada materialista, com muito bom fundo...
      Right!

      Eliminar
    17. Caro anónimo das 10.45 muitíssimo obrigada por estas suas palavras.

      Eliminar
    18. Já agora seria poço de virtudes e não "posso de virtudes" o que quereria escrever?

      Eliminar
    19. Caramba Claudia, não sou a anónima anterior, mas já não há pachorra para si... Desampare a loja.

      Eliminar
  26. Adorava comprar um casaco desse género, Chanel , claro! Tenho visto no ebay, mas há sempre o receio das falsificações. Ana, viu o preço? é possivel dizer mais ou menos? Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O eBay é mesmo o melhor sítio para comprar coisas autênticas.

      Eliminar
    2. Lololooli....! :-)

      Eliminar
    3. Really? Ebay? Só se quiser comprar falsificações.

      Eliminar
    4. Sim, sim, 100% genuínas, sem quaisquer defeitos(:(:
      Aposta segura!!!

      Eliminar
    5. Não compre marcas de designers no ebay! Há relatos de pessoas que pagaram milhares de euros por artigos que descobriram ser contrafeitos.

      Eliminar
  27. Eu cá gosto! Não de tudo, mas quase!

    ResponderEliminar
  28. Só se aproveita as malas de resto é tudo HORRIVEL

    ResponderEliminar
  29. Adorooo!.. A minha marca preferida, sempre me leva até ao Mónaco, leia-se "Grace" , "Carolina", glamour... Estive este fim de semana em Turim a namorar a montra juntamente com a da prada que é logo ao lado♡♡

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Engraçado, porque quando penso em Grace Kelly se tiver que associar uma marca é a Hermès, visto que a Kelly bag é em sua homenagem.

      Eliminar
  30. Vai haver um dia, espero que breve, que as pessoas, neste caso leitores de blogs vão perceber duas coisas muito, muito importantes:
    1º - a opinião é uma coisa livre. Não têm que andar a quase insultarem-se por existirem opiniões diferentes.
    2º - a Pipoca está livre de escrever e mostrar o que bem entender. Não sei se já perceberam que o blog é dela. E não sei se ja perceberam que só o lê quem quer. E também não sei se já perceberam que quando dizem "a Pipoca fala como se fossemos ricas" ou coisas do género, estão a partir do princípio que aqui só há pessoas pobres. eu sou uma delas, mas posso e DEVO sonhar. Faz parte da vida. Sim, mesmo que seja o sonho fútil de ter uma mala ou uns sapatos Chanel que na feira encontramos iguais e mlehores (?????) e muito mais baratos.

    Ah e já agora, para quem diz "Que horror!! A Chanel é para velhos, o perfume cheira mal" aconselho-vos a irem ver realmente o que é uma colecção da Chanel (e a não limitarem-se ao pouco que conhecem, pois caso contrário não fariam um comentário desses) e a irem à secção de perfumes que diz "Chanel" numa qualquer perfumaria e verem que existem muitos perfumes da Chanel com cheiros para todos os gostos.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Coco Chanel, és tu??

      Eliminar
    2. Quanto "savoir dire"!?!
      Estamos todas carecas de ler comentários como o seu Ana Martins, bem como, de saber que existe muito mais Chanel para além do n°5...
      Não tente passar atestados de ignorância às outras comentadores, sob pena da pouco informada ser
      você!
      Depois, exige-se um pouco mais de cuidado com a escrita, não estou a falar de erros ortográficos, mas de pior... Frases completamente "agramaticais" como :" A Pipoca "está" livre de escrever...", ou esta "não têm que andar a quase insultarem-se por..." parece-lhe correto?
      Soa-lhe bem?
      Aconselho-a a ler bons livros e a consultar uma boa gramática de LP!
      Atendendo aos seus conselhos tãooooo inovadores....Palpito que deve ser muito novinha, tanto de idade como de comentadora pipoquiana...
      As picardias e "quase insultos" entre comentadores do blogue são perfeitamente normais, faz parte, aliás fazem disparar as visualizações! Entendeu agora ? Afinal quem era ignorante?!? :-)

      Xarroquedaprofundurra

      Eliminar
    3. Cá por mim pode sonhar a vontade, veja lá é se o sonho mão vira pesadelo!
      Já agora, não sou professora, mas acho que o seu português não é lá grande "coisa"... A Pipoca está livre de escrever..., está errado, " a Pipoca é livre para escrever o que entender", emprega-se o verbo "ser" e não o "estar", mas há mais!
      A escrever comentários à moda dos Juristas com frases sem nexo... continue a comentar que irá ser um alvo fácil!

      Eliminar
    4. Nem mais! As pessoas só conhecem o nr5...o Chance original é fabuloso, o Allure, o Coco mademoiselle!

      Eliminar
    5. Aos anónimos das 13h11 e das 13h22. Para quem se queixa de "não tente passar atestados de ignorância", tentar rebaixar alguém é TOP, só nível... A pior pobreza é a mesmo a de espírito.

      Eliminar
    6. Respeito.
      Chegou a Edite Estrela do blog.

      Eliminar
  31. Oh pah...não consigo achar gracinha nenhuma ao calçado, nem à roupa...escapa uma mala ou outra, e os perfumes também não são maus :P

    Tenho gostos pouco refinados... :D

    ResponderEliminar
  32. Cara Ana Martins,
    Não dê conselhos a quem deles não necessita, vá acompanhando o BLogue que a AGM agradece!(: e verá que as críticas entre comentadores e à blogger são habituais...por isso não se consuma por tão pouco.
    Não se assuma como pobre, porque pobres são os fracos de espírito!
    Digo-lhe mais, só para nós que ninguém nos ouve, há muita gente que não sabe o que é ser rico( no sentido restrito de ter muito dinheiro), porque confundem elevados rendimentos mensais do trabalho, com riqueza...e se um dia lhes sai em sorte perder o emprego? e com o passar do tempo não arranjam outro por já estarem fora de prazo...? Com casa ainda não paga, filhos a completar estudos superiores, vários créditos ao consumo etc...
    Como é que é...onde pára a riqueza ? De onde se tira e não se repõe....depressa se chega a pobre.

    ResponderEliminar
  33. Muito pelo contrário.. O q tira o glamour a uma mulher e dizer palavrões e ser grosseiro na. Dito pelo meu marido. :)

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis