Pub SAPO pushdown

Olá, o meu nome é Ana e não voo em low-cost

terça-feira, novembro 17, 2015


Há um par de horas, no Facebook pipoquiano, partilhei uma notícia que me pareceu do interesse dos leitores. Era sobre uma campanha da Ryanair que vai ter voos a dez euros. Para legenda do post, escolhi a seguinte frase: "isto seria uma notícia maravilhosa se eu viajasse em low-cost". Publiquei e fui à minha vida. Até o meu homem me ter alertado para o Carnaval que se tinha montado. Pois bem, o que para mim me parecia uma frase totalmente inofensiva, foi visto por várias almas como uma tentativa minha de me armar em superior. Em menos de nada, fui apelidada de snob, triste, com a mania, infeliz, burra, estúpida, preconceituosa, idiota e outros mimos vindos de gente que acha que a liberdade de expressão é isto. Poder ser despropositado só porque sim. Pois bem, quem acompanha o blog com o mínimo de atenção sabe que tenho medo de voar. PÂNICO! Sabe que odeio, sabe que dias antes começo com taquicardia, sabe que é uma coisa que me consome os nervos, sabe que preciso de um calmante no bucho. E sabe (ou deveria saber, pelo menos antes de se atirar para a parvoíce) que eu também já disse aqui que, se pudesse, só viajava na TAP e que dispenso low-cost. Não tem a ver com o valor, tem a ver com a noção de segurança. Como me parece óbvio, não tenho especial prazer em pagar mais para me enfiar numa lata com asas. Se pago mais, é porque acredito que a TAP (ou outra companhia dita "normal") me dá uma maior sensação de segurança. Atenção, não estou a dizer que a TAP é mais segura, estou a dizer que me dá mais sensação de segurança, são coisas diferentes. Na minha cabeça, deixa-me um bocadinho mais tranquila. E se posso pagar um pouco mais por essa tranquilidade relativa, então porque não? Até pode ser verdade, mas não vale a pena virem dizer-me que é exactamente a mesma coisa, que as companhias low-cost são tão seguras como as outras, porque não vai resultar. Não voo em low-cost, ponto, são merdas minhas. O medo é irracional, não é por me dizerem que já voaram 56 vezes em low-cost e que estão aqui vivinhos para contar que eu vou passar a considerar fazer o mesmo. Viajei algumas vezes, mas com o pânico crescente deixei-me disso. Mas tem só a ver com isso: medo! Não é por achar que um avião low cost é pouco chique para mim, estou-me a cagar para isso, o avião é um meio de transporte que me leva do ponto A ao ponto B, só isso. Eu sou a pessoa que
viaja SEMPRE de comboio para o Porto, porque ninguém me convence a ir de avião. Esqueçam lá isso. E olhem que sou casada com o maior fã das viagens low-cost. Acham mesmo que ele não tentou já fazer-me várias lavagens cerebrais sobre o assunto?

Tendo um blog há tanto tempo, sei que as pessoas são assim. Passam-se por pouco, ou por coisa nenhuma. Indignam-se muito. E nem se dão ao trabalho de perceber. Podiam ter perguntado porque é que não voo em low-cost, mas para quê, se é tão mais fácil ser um troll e gritar os maiores impropérios? Lendo a coisa assim à distância, acredito que a frase que escolhi - "isto seria uma notícia maravilhosa se eu viajasse em low-cost" - até poderá ter uns laivos de superioridade, dependendo dos olhos de quem a lê. Mas escrevi-a de forma totalmente despretensiosa, mais numa de pena por haver voos tão baratos e eu não poder usufruir deles. Moral da história, tive de andar a bloquear malta que não sabe que também há regras numa rede social, que não podemos partir para a agressão só porque alguém tem uma opinião diferente da nossa. Pior, pessoas que nem sequer perceberam o que foi escrito e que se sentem no direito de serem insultuosas e desagradáveis. Menos, muito menos. Até porque se eu tivesse dito que só voava em low-cost era uma idiota que não apoiava as empresas nacionais. Enfim, 12 anos a virar frangos.

É bem provável que eu vá pelos ares num voo da TAP (em sentido literal, duplamente), mas numa low-cost é que não me apanham. Prendam-me por isso.

261 comentários:

  1. Ana compreendo que tenha medo, afinal andar lá por cima não é a mesma coisa que andar cá em baixo mas vá por aquilo que lhe digo: o seu medo é irracional! Qualquer lata que voe está sujeita aos mesmos testes e às mesmas revisões de segurança! Seja ela a TAP, Ryanair, Easyjet...enfim...todas elas na Europa! Fora da Europa são outros quinhentos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um medo irracional é algo que não conseguimos controlar. Se sabe e definiu o medo da Ana como irracional, porque está a tentar mudar a opinião dela? É irracional, não há nada a fazer.

      Eliminar
    2. Felizmente, podemos, sim, controlar e até ultrapassar um medo irracional. Porque somos seres humanos racionais.

      Eliminar
    3. Ó anónimo das 17:35 vá lá tomar um Xanax e ler a revista Maria pois os seus neurónios não devem dar para mais. Lá por dizer que o medo dela é irracional e explicar o porquê não referi em parte alguma que a minha intenção era ela começar a voar com XPTO!!! Lamento, mas qualquer avião cai. Basta para isso descolar! E uma companhia aérea até pode ter uma excelente reputação, se tiver um funcionário da manutenção ou mesmo piloto que faça mal o seu serviço naquele dia...chapéu!!! Por isso sim, o medo dela é irracional mas cabe a ela decidir com quem quer viajar e não eu! Compreendeu?

      Eliminar
    4. Só quem sofre de ataques de pânico e de ansiedade é que percebe. Eu tenho pânico de voar também, e sei perfeitamente que o meu medo quando estou no avião é irracional, mas por mais que tente não consigo mesmo controlar.
      Eu voo em low-cost mas se tivesse uma capacidade financeira maior deixava de o fazer, não por achar que não são seguros mas porque não oferecem as mesmas comodidades dos outros. E quando eu digo comodidades não é porque sou snob e etc, é porque essas mesmas comodidades me fazem abstrair do medo. Mas e se fosse por ser snob, qual é o mal?
      Se uma pessoa tem a possibilidade de ir num voo melhor, vai em low cost só para se armar em Madre Teresa?
      Que mania de julgarem toda a gente e de se fazerem de santos.

      Pipoca admiro a paciência.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Olá Ana, bem-vinda aos Tapólicos anónimos, sofro do mesmo! Bjinho

      Eliminar
  3. Concordo plenamente contigo!
    Em boa verdade nunca andei de avião mas se há coisa que tenho bem assente é que como voar é coisa que me põe os nervos em franja só o farei se for numa companhia dita normal! Nem que para isso tenha que pagar o cu e 2 tostões!!! (pardon mon french!)
    Cris

    ResponderEliminar
  4. Mais arroz, Ana... Admiro a paciência para escrever uma resposta.

    ResponderEliminar
  5. Oh as pessoas preocupam-se tanto com a vida dos outros que nem olham para os seus próprios problemas, aquilo que está mal na vida delas, e tentam ir à luta para os resolver. Não. É bem melhor e mais fácil sentar-se em frente a um computador e criticar os outros! Gente fútil.

    www.pensamentoseepalavras.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Calma Pipoca, são pessoas como essas que nem valem a pena nos enervarmos. As pessoas não querem perceber, querem simplesmente arranjar uma razão para começar a reclamar só porque sim. Então se virem que há várias outras pessoas que se juntam a elas, é uma alegria. Tenho pena que as pessoas não sejam mais pacíficas e tentem a todo o custo criticar quem não conhecem, mas a vida é mesmo assim. Será sempre assim.

    http://entreosmeusdias.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. Eu viajo com alguma frequência (cerca de 15 voos por ano nos últimos 5 anos) e também não gosto de andar de avião. É um medo, que sei ser irracional porque conheço todas as estatísticas e probabilidades (é mais provável virmos a ganhar o Euromilhões que a morrer num desastre de aviação... ou morrer num acidente de automóvel!), mas é um medo que não é grande ao ponto de me impedir de viajar.

    Agora, é um medo uniforme, ou seja, não afecta só as companhias low-cost :P por isso não percebo bem quem refere que tem medo de voar, mas esse medo é maior num certo tipo de companhias que noutras. Há imensos dados que provam, aliás, que é mais seguro voar nas low-cost! A Ryanair, por exemplo, já existe desde 1985 e nunca teve um único acidente com vítimas mortais. São companhias de voos de pequeno curso, especializadas nesse tipo de trajectos e com uma frota aérea nova e em constante renovação (são companhias que estão a crescer no mercado e estão sempre a aumentar os equipamentos), ao contrário das companhias ditas tradicionais. Por isso, acho que estamos sujeitos a ter um problema técnico, a ser vítimas de um piloto louco (aliás, a Ryanair já tinha o procedimento de segurança de estarem sempre 2 pessoas no cockpit antes do desastre com a Germanwings), ou de um atentado à bomba em qualquer tipo de companhia e aquilo que me move na compra de viagens são os preços, os horários e os trajectos que quero fazer. A companhia em causa é-me indiferente! Já fiz muitos voos numas e noutras companhias e, em termos de segurança, não experienciei nada que as distinga.

    Mas, Pipoca, pergunto-te: agora que o novo dono da TAP afirmou que quer que a companhia concorra no mercado directamente com a Ryanair e a Easyjet e que vai fazer filas traseiras com lugares mais apertados e mais baratos nos seus aviões, a tua opinião vai mudar? Ou, se voares na TAP, mas nos lugares normais, já não é "low-cost" e não tens (tanto) medo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Totalmente de acordo...
      Ah e tal tenho medo de voar, mas se for em companhias de bandeira ja não tenho tanto...
      Gosto de ti pipoca mas esta foi ao lado,desta vez não podes ficar chateada pela má interpretação da tua frase.
      Filipa

      Eliminar
    2. Pois é a TAP, agora privatizada na sua quase totalidade, vai tornar-se mais ou menos lentamente uma low cost...companhia publica já era, acabaram-se as mordomias e simpatias! Bom negócio do seu governo caído!

      Eliminar
    3. Penso que a Pipoca explicou e bem que se trata de uma sensação de segurança. Sensação. Isso significa que só ela saberá que defesas arranja para enfrentar o medo irracional de voar. Eu por exemplo acho que voar na TAP significa chegar a casa. É quase como já ter o pé em Portugal, por mais que adore viajar, e nada mais se trata do que uma sensação de segurança, que vale o que vale. Querem outra mais idiota? Se voar por cima de terra, o meu grau de medo é mediano. Se voar por cima de mar é pânico total. Mais uma vez, sensação de segurança. Por mais idiota que vos / me possa parecer.

      Eliminar
    4. Isso é tudo muito bonito 'ah e tal as low cost estão sujeitas às mesmas normas que as companhias ditas normais e blá blá blá' mas quando voarem com a ryanair e precisarem de divergir para outro aeroporto por um motivo qualquer e não tiverem combustivel quero ver essas normas. Sim, porque a ryanair leva sempre o minimo possivel de combustivel, mas nessas coisas não se pensa. Não é só a idade da frota e as normas que interessam.

      Eliminar
    5. Anónimo das 21h18, a Ryanair poderá viajar com o mínimo de combustível possível (e nem sei se isso é verdade, é algo que apenas vejo os leigos medrosos afirmar), mas, ainda assim, terá de ser o mínimo de combustível possível permitido pelas normas rigorosas que vigoram na Europa. E essa situação que descreve acontece com frequência, por qualquer motivo ter de desviar um voo para outro aeroporto. E normalmente não há problemas, com a Ryanair ou com que companhia aérea for.

      A Ryanair é a companhia que todos adoram odiar, não há nenhuma outra low cost que leve tanta pancada sem razão!

      Eliminar
    6. Anónimo das 19:55, partilho o seu medo de voar por cima de mar! Das vezes que voei só fiz trajectos relativamente curtos pela Europa e já fui bastante ansiosa, mas só de pensar em meter-me num avião e atravessar o Atlântico... não. Não dá. Acho que é a noção que se houver um problema técnico qualquer não há nada durante quilómetros e quilómetros onde aterrar, cai-se ao mar e pronto, adeus.

      Eliminar
    7. Anónimo das 19:55, eu também tenho mais medo de voar por cima de água. É pela razão apontada pelo Anónimo das 23:00. Não consigo evitar pensar isso!

      Eliminar
    8. Eu também tenho mais medo de viajar por cima de água! E nunca ninguém me entende... Dizem-me sempre que um avião a esbandalhar-se é sempre um avião a esbandalhar-se, na água ou na terra, mas na minha cabeça não entra. Em voos transatlânticos vou sempre com os nervos em franja, não durmo, agarro-me ao banco a qualquer som duvidoso. Já por cima de terra embora vou mais tranquila. E o pior é que os voos mais longos geralmente englobam passar por água.

      Eliminar
    9. Eu percebo a Ana, juro que percebo, infelizmente só faço viagens em Low Cost (e é se quero viajar), já voei várias vezes, e posso dizer que NUNCA correu bem. Saio do avião sempre com os nervos num frangalho. As aterragens são sempre um pânico,e não estou a exagerar, até porque não tenho medo de andar de avião. Um dos meus patrões é Piloto na TAP, e no ano passado quando fui para a Madeira, na véspera ele disse-me que eu não ia aterrar (em Low Cost) e o que é certo, é que fui, e voltei para trás. Há todo um conjunto de factores que faz as Low Cost, serem o que são, baratas. Se pudesse voava numa companhia maior, mas como não posso, sujeito-me. Todos devemos ter direito a opinião, e vejo comentários de pessoas que não concordam, super educados, já outros...

      Eliminar
    10. Eu acho que é a sigla TAP que lhe dá confiança, só isso. A pipoca tem medo e essa sigla descansa-a. Se tiver voos low cost continua a ser TAP. :)

      Eliminar
    11. Pergunta rápida: Que tipo de companhia aerea acham os queridos Anónimos mais provável que corte na segurança?
      A) Uma empresa que dá lucro
      B) Uma empresa que dá prejuízo
      E já agora, em qual das hipóteses preferem que esteja a TAP?

      Eliminar
    12. Oh meninas que têm medo de voar pelo mar! se um avião cair terão mais probabilidades de sobreviver se for no mar que em terra! Há coletes salva vidas, no avião, mas não há paraquedas

      Eliminar
    13. Sobre os medos de cada um nem sequer opino... nem me fizem respeito.
      Viajo imensas vezes durante o ano para visitar quem deixei em Portugal e para além da BA a única onde gosto de passar as duas horas por incrível que pareça é a easyjet. Viajei duas vezes pela Tap (porque os bilhetes eram mais baratos...incrivel) e juro que não ficou de todo nas minhas companhias aereas favoritas...

      Eliminar
    14. Anónimo18 novembro, 2015 11:02, exacto, eu é ao contrário, sinto-me muito mais seguro sobre mar do que sobre terra! Mar ainda há a hipótese de o avião conseguir planar e aterrar na água (como aquele que aterrou de emergência no rio Hudson em NYC), já em terra, despenha-se pela certa.

      Eliminar
  8. Sigo este blogue há anos e conheço o teu medo de voar, e quando li a frase que escreveste no Facebook percebi exatamente o que querias dizer, mas comentei logo com o meu namorado algo do género (antes de começar a ler os comentários) "Eu sei que ela só escreveu isto porque tem pânico de andar de avião, mas vai ser chacinada por ter escrito a frase desta forma".
    Precisamente porque quem a lê sem conhecer o porquê, fora do contexto (e acredito que tenhas N seguidores que não lêem tuuuudo o que escreves) fica com a ideia de que se trata de um comentário preconceituoso. O que não justifica os insultos e a falta de educação, obviamente.

    ResponderEliminar
  9. Não é por nada, Ana, mas quando vi o post fiquei logo a pensar que havia gente que ia interpretar mal. Já devias conhecer melhor os teus póneis!

    ResponderEliminar
  10. A escolha do título não foi muito feliz...é normal as pessoas terem pensado que estava a ser elitista!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é normal que sejam mal educadas a expressar a sua opinião?
      Tudo tem a ver com o modo como as coisas são ditas. E muitos dos comentadores que apelidaram a Ana de elitista e snob, também o foram nos seus comentários.

      Eliminar
    2. A primeira impressão diz muita coisa...e a Pipoca já deveria saber disso! Claro que isso não justifica insultos mas dá azo a mal entendidos!

      Eliminar
  11. Paciência, muita paciência, Ana.

    ResponderEliminar
  12. Pipoca eu só acho que certas frases são fáceis de perceber a confusão que vão criar e isso poupava-lhe muito desgaste/chatice. Também sei que deve ser chato e limitativo andar sempre a policiar o que diz.

    Mas se tiver um convite ou um trabalho em que lhe paguem as deslocações mas estas incluírem uma companhia low cost, como faz?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Explico que não voo em low cost.

      Eliminar
    2. Se a memória não me falha, foste numa viagem low-cost ver a selecção portuguesa na Suécia, patrocinada pelo Continente, não é verdade?

      Eliminar
    3. Acho extraordinário que se lembre, porque eu própria não faço ideia. Era um charter onde também ia a selecção, por isso penso que não era uma low cost.

      Eliminar
    4. WTF???? Devias ter em atenção aos pormenores que as pessoas se lembram sobre a tua vida! Tens uma série de stalkers atrás de ti...só pode!

      Eliminar
    5. Acho extraordinario o que as pessoas se lembram - realmente, como o anonimo das 12:07 diz - watch out porque tens uma serie de stalkers atras de ti!! Ja eu nao me lembro do que comi ao jantar ha tres dias atras!

      Eliminar
  13. Até à data as minhas experiências em viagens não são diferentes, quer seja em low cost ou não. Refiro-me à segurança. Senti-me sempre seguro. A diferença está em outros aspectos que não interferem com a segurança. Isto a nível europeu.

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  14. Olá Ana!
    Olá (também), o meu nome é Célia e não viajo de comboio para o Porto, só de avião.
    Pavor de comboio...

    Olhe, deve ser complicado, mas tente passar por cima dos comentários queridos! Muita dor de cotovelo e fel a mais nas veias! Olhe o Mateus e sorria para a vida!!

    ResponderEliminar
  15. Na verdade esse medo entre as lowcost e outras é totalmente irracional e sem sentido nenhum... chega até a ser ignorância muitas vezes - não no seu caso que até parece saber - como já explicaram acima, na Europa, todas as companhias estão obrigadas aos mesmos testes e obrigações relativas a segurança. Os medos são irracionais a maior parte das vezes e contrapõem todas as lógicas.
    Mas ainda que não fosse por medo? Se alguém preferir, que seja servida uma pequena refeição, um café ou copo de água... ter um lugar marcado, e não ser entupido com publicidade durante o voo, etc. são pequenos luxos (se é que assim se pode chamar) que já não se encontrarão nas lowcost - e onde efetivamente estas poupam e ganham dinheiro. Mas, como dizia, se alguém valorizar esses pequenos luxos? Tem algum mal? É snobismo? Há muitas coisas em que pago mais só pelo conforto (por exemplo quando escolho um hotel), por acaso o avião não é uma delas, mas tenho as minhas "pancas"... quem criticou não tem as suas? outras diferentes destas? Não me acredito que não tenham. E parece-me completamente legítimo que se tomem as opções que se queiram mesmo que baseadas num medo irracional, ou simplesmente porque se quer. E aqueles que só viajam em primeira classe? serão apelidados de quê?

    ResponderEliminar
  16. Só para meter veneno...:D... mas acho que li qualquer coisa que a TAP quer começar a fazer voos low-cost... :D :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Honestamente olhando para os preços no site flytap algumas das viagens próximas conseguem-se a preços mais acessíveis que no site da easyjet :D

      Eliminar
    2. Viagens próximas, sim. Se reservar com antecedência os preços das low-cost são imbatíveis.

      Eliminar
    3. Não é verdade. No mês passado marquei voo para Barcelona, para Março, e a diferença entre TAP e low cost, para os horários que eu queria, era de 20 euros. Como não vou poder viajar só com mala de cabine, imagino que com a taxa extra que tivesse de pagar numa low cost iria dar ao mesmo (ou mais).

      Eliminar
    4. Pipoca, é preciso gerir a "antecedência". A maioria das low-costs ainda não deve estar com promoções para Março. Normalmente, para voos na Europa, os melhores preços aparecem cerca de 2 meses antes das datas que pretendemos viajar. E também depende da época, se for em Março na altura da Páscoa, será normal que esteja tudo mais inflaccionado. Se puder viajar a meio da semana, é provável que arranje melhores preços em low-cost. Mas a TAP tem tido promoções para as rotas europeias em que tem concorrência, a preços semelhantes às low-costs, sim. No entanto, para mim (que nunca viajo com bagagem de porão e recuso todos os extras das low-cost, por isso, pago mesmo só a tarifa), nunca apanhei nenhuma situação em que a TAP fosse mais compensadora. Apenas uso a TAP em percursos para onde não há outra opção de voos directos.

      Eliminar
    5. Eu voo todas as semanas entre tres cidades europeias...TODAS!. Posso garantir que nos ultimos 2 meses o voo da EasyJet (one way) de Lisboa para Genebra tem sempre um valor acima dos 200 Euros. A TAP custa mais uns 30 Euros. Porque voar Easyjet? Para pagar mais 40 Euros pela mala e nao ter nenhum conforto no embarque (o terminal 2 e um horror!)?

      Eliminar
  17. A mim, quem me dera que a TAP tivesse voos low-cost. Mais conforto e mais em conta!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais conforto em low-cost?????????!!!!!!!!!!

      Eliminar
    2. Sim, mais conforto em comparação com a TAP. Conheço quem voe na Easy Jet, Vueling e TAP e diga que a TAP tem os aviões mais velhos e barulhentos. Claro que o mesmo não se aplica à Ryanair.

      Eliminar
    3. Nádia, eu já voei em praticamente todas as que referiu e em mais algumas e não notei diferença. Se por conforto quer dizer que lhe dão lanche, bem, também pagou a mais para alguma coisa. Agora se me falasse na Emirates, aí se calhar concordava consigo.

      Eliminar
    4. Confirmo Nádia. Sou das que prefere easy jet à tap em voos europeus.

      Eliminar
    5. Já não voava na TAP há uns 5 anos e há 2 meses voei. Bem, os aviões são bem mais velhos e barulhentos que os da Ryanair e Easy Jet que até meteu medo! Lembro-me bem desses aviões há 15 atrás...

      Eliminar
  18. Esquece isso! Quando vi a frase percebi logo o sentido, mas porque já conheço esse medo! Quem não conhece, nem se deu ao trabalho de o fazer :p

    ResponderEliminar
  19. Olá Ana...
    Eu quando li o comentário no Facebook, só me veio à cabeça o facto de teres medo de andar de avião (porque já tinha lido um post teu sobre o assunto e o porquê de não viajares em Low-Cost)...

    ResponderEliminar
  20. Eu tenho um medo irracional muito parecido com o eu: barcos. Não consigo entrar nem por nada! Pode ser um barquinho a remos ou um navio de cruzeiro, não consigo!
    Não há teoria ou argumentos que me façam mudar de opiniãoenquanto puder evitar essas geringonças flutuantes, irei evitar. E não há quem me convença do contrário.
    Mas enfim, tu já sabes o que a casa gasta Pipoca. Haverá sempre quem critique, afinal, não se poder agradar a gregos e a troianos. Beijinhos

    ResponderEliminar
  21. Cada um viaja como e onde quiser, e ninguém tem nada a ver com isso...

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  22. Eu só voo na Lufthansa (nada de Germanwings, só mesmo a "Luffy"). Digam o que disserem, é a companhia onde me sinto segura e bem servida. E agora venham de lá as pedras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E as cadeiras, para o meu metro e sessenta são enormes!

      Eliminar
  23. Gosto de voar, adoro viajar e já voei em low cost. No entanto, pela primeira vez no ano passado voei na Ryanair, e não sei se é aquele amarelo e azul mas pela primeira vez tive medo... irracional e desnecessário, mas tive! E como se pensarmos muito numa coisa ela acontece... pimbas!!! aterragem de emergência em Madrid e mudar de avião para seguir viagem! Na realidade tudo decorreu com imensa tranquilidade e profissionalismo e já todas as companhias fizeram aterragens de emergência por detectarem (a tempo) anomalias! Mas e agora entrar outra vez num daqueles amarelinhos e azuis??? ui ui... Por isso acho que a começo a perceber! :'(
    Ana O.

    ResponderEliminar
  24. Ainda bem que não disse que só viajava em Executiva, imagine lá o que não teria ouvido. Eu por mim era sempre TAP e em executiva, só porque a comida é muito melhor e há voos que são demasiado longos para irmos ali todos ao monte. ahahahahah

    ResponderEliminar
  25. Sinceramente também tenho medo de viagens low-cost

    ResponderEliminar
  26. Quando li a frase no FB pensei logo que ía acontecer isso mesmo. No entanto, para quem segue o blog há alguns anos -eu!- interpretou corretamente. Quantas vezes a Ana já escreveu que só voa na TAP por não confiar nas low cost?. Mas é assim. A Ana já devia comer isto com pão!

    ResponderEliminar
  27. É uma estupidez afirmar isso. Todos os aviões passam pelas mesmas normas de segurança. Se não voa em low cost é simplesmente por mania. Então quer dizer, até agora a TAP era muito boa para viajar, mas como pode passar a ater viagens low cost já não é, é isso? ESTUPIDEZ. Os aviões não têm mecânicos ou pilotos mais fracos consoante o preço da viagem....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai isso é que têm!!!! Veja o caso do piloto assassino!!! Ele só pilotava nas low-cost alemãs! Pelo menos foi o que li na altura!

      Eliminar
    2. E o que é que isso prova? Se ele pilotasse em companhias bandeira essas é que passavam a ser as más? Isso não tem nada a ver, foi uma coincidência. Como referiram acima, a Ryanair já tinha até a regra de terem de estar sempre 2 pessoas no cockpit, o que poderia ter evitado o crime.

      Eliminar
    3. É claro que é possível haver companhias com melhor manutenção e com maiores preocupações de segurança. E caso não saiba os pilotos da TAP são dos melhores do mundo.
      Só voa low cost quem não tem carteira para viajar com outras companhias aéreas.

      Eliminar
    4. Como é que alguém pode afirmar "os pilotos da TAP são dos melhores do mundo"? Com base em quê é que diz isso? Na sua experiência empírica? Os pilotos estão todos sujeitos às mesmas regras, testes, exames, etc. Há companhias que podem ter políticas internas de segurança que vão mais além que as normas internacionais, sim. Como foi o caso da Ryanair, que já tinha a regra de que tinham sempre de estar 2 pessoas presentes no cockpit, antes do desastre da Germanwings e antes de isso se tornar uma norma obrigatória. Por isso essas "preocupações de segurança adicionais" não dependem do carácter low-cost ou não da companhia.

      "Só voa low cost quem não tem carteira para viajar com outras companhias aéreas."

      Mais uma afirmação sem qualquer fundamento. Este ano já voei com as seguintes companhias: Ryanair, Easyjet, TAP, KLM, Air France e Transavia. Acha que a minha carteira estava vazia quando decidi voar com a Ryanair e encheu-se miraculosamente de dinheiro quando decidi viajar com a KLM? Há outros factores a ter em conta. Por exemplo, que companhia opera a rota que pretendemos fazer, quais os horários, quais as datas, qual implica fazer menos escalas, a ter de fazer escalas, qual a duração das mesmas, qual temos a certeza que não convocou uma greve para as datas em que queremos viajar, que bagagem está incluída na tarifa, qual a flexibilidade da tarifa para alteração dos bilhetes e, finalmente, o preço. Mas, como vê, o preço é apenas um dos items a ponderar, especialmente para quem viaja com frequência.

      Eliminar
    5. Exacto - para quem viaja com frequencia, tem cartao de milhas da companhia (como eu tenho da BA), pode trabalhar no lounge e odeia que o tratem como carneirada uma vez que esta farto de aeroportos. E nao e snobismo!! E mesmo para manter a minha sanidade mental e conforto. Low cost, nunca!

      Eliminar
  28. Mesmo que a frase fosse de modo pretensioso, ou mesmo que dissesse só voo em executivo, desde que não seja eu a pagar-lhe a viagem não me interessa para nada, até podia dizer "só calço louboutins", não é do meu dinheiro, quero lá eu saber, agora ia ofendê-la por isso?!? Esta gente ofende-se muito com o modo com que os outros gastam o próprio dinheiro.

    ResponderEliminar
  29. A TAP ganhou um prémio pela manutenção que faz aos aviões, e é, sem dúvida, até ver, a companhia mais segura. Pois a manutenção que é feita, é que evita quedas e "azares". Eu também sou voo pela TAP. Oh para mim a ser superior! Por amor da santa, embirram com cada coisinha!!!

    ResponderEliminar
  30. Olá Ana.

    Estou solidária consigo. Consigo ter um mini ataque de pânico, só de me imaginar num avião. Também já tentaram me convencer que é o meio de transporte mais seguro e tal, e tal, mas nada resultado. Acredito que viajar numa companhia low-cost piore o seu medo, pois o meu medo também piora se o avião for mais pequeno, ou tiver elices, por alguma razão parece automaticamente menos seguro.

    Ana :)

    ResponderEliminar
  31. Eu percebo a justificado e como sou uma pessoa educada e com 2 dedos de testa não fui dizer nada para o facebook nem li os comentários. Li a publicação e pensei para os meus botões "a pipoca que eu lia em 2008 mudou muito" mas não disse mais nada ;) acho que as pessoas são estupidas por partirem logo para o insulto e para a má educação só porque estão atrás de um computador . Mas acho também que a frase, da maneira como foi escrita pareceu snob e elitista. Por outro lado não acho q isso seja justificação para o que seja quando são comentários estupidas. Qualquer um pode dar a sua opinião sem ser "Otario". Mas daí a achar que a frase que escreveste era porque tinhas medo de andar em low cost... Vai uma grande diferença. Eu já sabia disso por acompanhar o blog há muito tempo mas mesmo assim não achei muito simpático :)

    ResponderEliminar
  32. Se tivesse pouco dinheiro, não dizias isso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marquei recentemente uma viagem para Barcelona. A diferença entre TAP e low cost era de 20 euros.

      Eliminar
    2. Concordo com o anónimo, há pessoas que nem para low-cost têm dinheiro para conhecer o mundo, que nunca saíram do canto delas e custa ler certos comentários :( mas nada contra si.... A pipoca voa como quer.

      Eliminar
    3. Quando se trata da compra de bilhetes em cima da hora, ou para alturas mais concorridas (feriados, fim-de-ano, etc), a diferença de preços entre low-cost e TAP é mais pequena, ou mesmo só residual. Mas comprando as viagens com antecedência e havendo disponibilidade para viajar a meio da semana, as low cost compensam largamente.

      Eliminar
    4. Porque toda a gente sabe que o medo de andar de aviões é uma cena exclusiva de pessoal com dinheiro.... Eu própria sinto isso, normalmente ando de avião na boa, nem ponho o cinto mesmo à maluca.. Mas depois chega o fim do mês, recebo o meu dinheirinho e cai sobre mim um um medo inexplicável de andar de avião. Depois gasto o dinheiro e passa outra vez... Oh santa ignorância!!!

      Eliminar
    5. Nisso tenho que concordar com a pipoca, há viagens que não compensam assim tanto ir em low cost, se formos a fazer as contas a diferença não é muita. Quem não gosta de viajar em low cost, que é o meu caso, viaja menos e aproveita também as promoções nas companhias de marca. Não tenho medo de aviões nem de voar, só penso que se acontecer alguma coisa, as companhias low cost, estão-se marimbando para isso.

      Eliminar
    6. Gente... a TAP até tem voos mais baratos que certas low cost ;)

      Eliminar
    7. Se acrescentarmos uma malinha de porão é ver o preço das low cost a subir... e depois acrescentar a viagem do aeroporto ao destino, pq normalmente são extremamente fora de mão e soma-se mais uns 10 ou 15 euros... Eu faço as contas a tudo e dp decido! Nada contra low cost mas às vezes não são assim tão low...

      Eliminar
  33. Olá, o meu nome é Cristina e também não voo low cost, pelos mesmos motivos. Sinceramente começo a achar que há pessoas que não têm mesmo nada para fazer da vida, se pegam com uma coisa como estas. Então mas tem toda a gente que voar low cost. Quem tem receio, é normal que prefira as companhias que não são low cost.

    ResponderEliminar
  34. Curiosamente a maioria dos aviões que se despenham não são de companhias low-cost...

    ResponderEliminar
  35. O seu medo não é irracional: a Ana viaja de avião por lazer. Pode ter medo, fazer fitas, ter chiliques, mas vai. Quem tem pânico, nem em trabalho, nem para ver a família no Natal, muito menos para ir passear. E quem tem esse medo irracional não voa só porque é a companhia A, B, C: ou é irracional e não há razão que chegue para justificar, ou é um medo controlável e basta fazer pesquisa para perceber que os critérios de segurança na aviação não são diferentes para filhos e enteados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora nem mais, do princípio ao fim.
      Um medo irracional é muito mais limitante do que aquilo que a Pipoca descreve. Mas hey, se pode pagar mais e sentir-se melhor, força! :) Mas isso só acontece porque tem dinheiro para esse extra e por isso nem é preciso esforçar-se para ultrapassar os medos. Já eu, se quero viajar de avião, tenho de andar à cata dos voos mais baratos e depois fazer bem o trabalho de casa a racionalizar para não entrar em pânico (também tenho muito medo de voar). É possível melhorar, mas tem de querer, Pipoca :)
      Ah, quanto a mim a frase no Facebook não foi bem escolhida (a experiência devia tê-la avisado que isto iria acontecer!) mas numa coisa tem razão, nada justifica a má educação.

      Eliminar
    2. Não é só ter dinheiro. Onde moro, só há vôos directos para Lisboa pela Easyjet.

      Eliminar
    3. Acho que há aqui algumas mentes iluminadas que estão a confundir os conceitos de "medo irracional" com fobia... As fobias sim são limitadoras, já os medos irracionais, são isso mesmo, medos. Irracionais porque não somos propriamente pessoas mal formadas e temos competências para raciocinar, mas mesmo racionalizando temos medo.

      Eliminar
  36. Como eu te percebo Pipoca... sou igualzinha! Sofro desse mal que é pagar caro, p'ra voar.
    Deixa lá os esbaforidos da alma p'ra trás... As pessoas hoje em dia têm pouco resiliência para se tentarem perceber umas às outras... Então na Internet é cada pérola que até dá medo!

    ResponderEliminar
  37. Se fosse o Cristiano Ronaldo a dizer isso toda a gente batia palmas e faziam vénia, mas como foi a pipoca toca de apedrejar!! Irra que gentinha, até parece que a pipoca pede dinheiro a algém...
    Eu também não viajo em low-cost, e não é por medo, mas não me inspira confiança e ninguém nada a ver com isso o dinheiro é meu.

    ResponderEliminar
  38. Percebo perfeitamente. Quando "são merdas da nossa cabeça" deixem-nos lá ir pelo que nos securiza mais. Mas nunca pensou experimentar o programa "Ganhar Asas" da TAP para perder o medo de voar? Tenho ouvido falar muito bem e o objectivo seria que mesmo que continuasse a viajar onde se sente mais segura (e como se alguém que comenta a ofender lhe pagasse o bilhete ou tivesse muito a ver se quisesse e pudesse viajar em classe executiva...) não seria um martírio tão grande para si. Nem nos dias antes em que já fica angustiada, nem na viagem em si. Mas um Xanax empurrado com um copo de vinho ou gin antes de embarcar acabam por ir parar ou mesmo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, já pensei nisso mas, para já, o medo de voar ainda não é incapacitante. É crescente, mas a vontade/necessidade de viajar continua a dominar. Enquanto assim for, vou controlando a coisa à minha maneira. Nomeadamente, evitando voar em low cost.

      Eliminar
    2. Pipoca, tenho uma amiga que tinha muito medo, mas também não deixava de viajar porque adorava conhecer sítios novos. Um dia decidiu fazer o curso da TAP porque, apesar de continuar a voar, estava farta do martírio e do medo. Foi a melhor coisa que fez! Hoje em dia não tem medo nenhum!

      Eliminar
    3. A Easyjet também tem um programa desses. Podes fazer o 2 em 1! Perder o medo de viajar de avião E em low costs ;)

      Eliminar
    4. Ela ainda não foi porque está à espera que ofereçam

      Eliminar
    5. Exacto. Mas está difícil. Pode ser que depois deste post chovam convites para conhecer o mundo nas melhores companhias aéreas. E, já agora, em executiva.

      Eliminar
  39. Vou publicar aqui exatamente o que publiquei há pouco na sua página do facebook. Eu, que não costumo concordar consigo em bastantes assuntos (valendo isso o que vale, e mesmo assim gosto de ler o blog, sim senhora), aqui estou totalmente "solidária" consigo (valendo, mais uma vez, o que vale):
    "Eu estou, muito provavelmente, no top 5 de pessoas com mais medo de andar de avião em Portugal (quiçá da Peninsula Ibérica ou até da Europa!). Também tenho outros medos irracionais para além deste, porque, infelizmente, sofro de uma coisa assim a dar pró horrível que se chama ansiedade generalizada. Portanto, sei muito bem o quão difícil é ter a força de encarar os medos e de os superar. Também sei o quão, por vezes, é mau nos sentirmos incompreendidos por quem, felizmente, não sofre destes problemas. É fácil dizer que "viajar em Low Cost não é menos seguro". É facil dizer tantas outras coisas que, no fundo, sabemos ser verdadeiras. Difícil é o resto. Mas possível. Sempre possível :)"

    ResponderEliminar
  40. Fonix! Que gentinha pequenina! Cada um anda onde quer! Voa onde quer e paga o que quer! Deveriam ter ficado agradecidos os mais distraídos pelo lembrete ... afinal para quem aprecia low cost ta aqui uma boa oportunidade.
    Ai Pipoca que paciência

    ResponderEliminar
  41. Quando li o post no facebook pensei logo 'ai Ana, no que te foste meter'. Não li os comentários mas pelos vistos não me enganei nada. Entendo bem o que sente. Também tenho medo de andar de avião e só ando mesmo quando é necessário (ou seja, a trabalho). E tal como a Ana, sempre numa companhia aérea 'normal' por dar a sensação de maior segurança. Não quer dizer que seja de facto, mas o psicológico conta muito nestes casos, não é?
    Como já comentei várias vezes, gabo-lhe a paciência para escrever estes posts... :)

    ResponderEliminar
  42. O mundo ta cheio doentes que ficam a procura de motivos parvos p rebaixar e libertar suas frustações em quem lhes parece resolvido....se for para elogiar muitos nem uma frase conseguem escrever....frustados....se tivesse dito que ia passar a viajar c a ryanair....ja lhe diriam que nao apoiava a companhia aerea nacional.....frustados!!!!

    ResponderEliminar
  43. Tenho muito medo de voar. Tomo 6 mg de bromazepam e mesmo assim consigo chorar a viagem toda. No outro dia perguntei a um amigo que é mecânico de aviões na tap sobre se era mais segura que a easyjet. Não te conto a resposta para não te destruir essa bela sensação de segurança...

    ResponderEliminar
  44. Já viajei em Low Cost e agora só viajo na TAP. Porquê?! Porque tenho uma cadela que necessito de transportar comigo e a TAP é das poucos que me permite levá-la ao pé de mim, aos meus pés :) Além do mais, as Low Cost já não são assim tão Low Cost, pelo menos a EasyJet tem andado com uns preços bem parecidos aos da TAP em algumas rotas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que tamanho / peso tem a sua cadela? Tenho andado à procura de informação sobre viajar de avião com cães e tenho encontrado opiniões assustadoras.

      Eliminar
  45. Eu também tenho alguns medos e chego a ser fortemente "gozada" pelas minhas escolhas. Estou-me literalmente "a borrifar" para as opiniões alheias. Quem sabe da nossa vida somos nós e ninguém tem nada com isso. Essa agora!!!!

    ResponderEliminar
  46. Pipoca, não tens vergonha? Não viajas em lowcost, uma vez ousaste dizer que deviam haver mais bebedouros em Lisboa para quem corre e não só... Ah e tens um PT, ao qual pagas um balúrdio «só» para te ajudar a estar em forma e com mais saúde. E tens tantos sapatos e tantas malas! (Espero que todos percebam que este texto é irónico). Sinceramente gabo-te a paciência para aturar tanto comentador estúpido. Como é que uma simples chamada de atenção para uma informação que podia ser útil aos teus leitores pode originar tanto comentário parvo.

    ResponderEliminar
  47. Percebo tão bem este medo...
    há vezes em que os aviões da Raynair me fazem lembrar os autocarros da Carris!

    ResponderEliminar
  48. Olá Pipoca! Ideia de negócio para ti: Pegas neste tipo de comentários e aqueles do " Há comentador mais parvo do que o meu?" e fazes uma colectânea que será o teu próximo livro que se poderá chamar "A dor de cotovelo é f*****!" Que dizes? Eu compro e vou à apresentação :)

    ResponderEliminar
  49. No meio disto tudo, acho extraordinário a forma como as pessoas julgam o que cada um faz com o seu dinheiro! Por acaso percebe-se perfeitamente que o intuito da publicação não foi ser snob ou elitista, mas mesmo que a Pipoca, por opção, quisesse viajar apenas na TAP ou até quisesse viajar sempre em primeira classe, qual seria o problema disso para qualquer uma das pessoas que decidiu partir logo para o insulto e para julgamentos infundados? Essas mesmas pessoas com certeza que gastarão o dinheiro em coisas que para a Pipoca também não são uma prioridade/opção!! Pior do que tudo isso é a capacidade que as pessoas têm para se esconderem por trás de um ecrã e insultarem tudo e todos por coisas sem qualquer tipo de relevância! E depois ainda se queixam que o país não evolui... Talvez fique difícil com gentinha assim!

    ResponderEliminar
  50. Sou so eu que adoro viajar de aviao, seja em normal ou low cost? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não!! Eu também faço parte dessa "tripulação"!! Adoro voar, mal entro no aeroporto e começo a ver os uniformes das várias companhias, o free-shop, o cartão de embarque , o passaporte e parece que entro num outro mundo e ganho vida nova!! É muito cansativo quando se viaja frequentemente, mas é tão bom descolar do quotidiano, da rotina, não é? Só ainda não cumpri o meu sonho de saltar em pára-quedas!!!
      ...já barcos, navios e aulas de mergulho não me convencem.

      Eliminar
  51. Já leste este post cheio de nivel da tua colega Maçã de Eva? Acho que depois de
    Leres, nunca mais andas na TAP!

    Este deve ser dos melhores episódios proporcionados pelo PAM. Mas é impróprio para cardíacos.

    Assim, se é um enjoadinho do pior, se tem vómitos só de imaginar um cagalhão, não leia a partir daqui. Eu avisei!

    ***

    Voo Lisboa - Rio de Janeiro. A determinada altura de um voo de 9H20M, o piqueno teve vontade de evacuar. O que fazer, uma pessoa também não pode criticar, é humano e tem necessidades. Mas tudo o que se seguiu em vez de ser a acção da Natureza, foi um filme de terror.

    Ele estava a demorar que tempos, eu achei que estaria a desintegrar-se. Não era isso, mas era tudo digno de um filme de Hitchcock, como veio a contar-me posteriormente, altamente incomodado.

    O homem entrou na pequena cabine de WC, fez o serviço, tudo tranquilo, sem grandes pormenores a reportar, até que se lembra de puxar o autoclismo ainda com a tampa levantada. E é então que se dá o momento de horror.

    Algo acontece, dá-se um qualquer fenómeno de vácuo na retrete sem canos que faz explodir micro-gotículas de cagalhão pelos ares.

    Espirrou para todos os lados, em bom português.

    O PAM foi altamente atingido por estilhaços e quando se olhou ao espelho até tinha pintas de fezes no cabelo. Diz que brilhavam como bolas de sabão a pousar nos cabelos.

    E tinha uma camisa branca, impecavelmente passada a ferro, o que torna o evento inesquecível.

    Ele demorou que tempos no WC porque esteve a lavar o cabelo e a camisa com toalhitas de limão da TAP.

    Chegou a mim com alta cara de caso, cheio de medo de estar a tresandar, logo ele, o homem mais limpinho que conheço.

    É claro, estive o resto da viagem a aterrorizá-lo: "cheiras a cocó", mesmo que não me cheirasse a nada senão a limão, enquanto ele se cheirava como um bicho e suspirava uns "estou cheio de merda".

    O alívio que foi para este homem chegar ao hotel e tomar banho?

    Senhores da TAP, obrigada pelas toalhitas de limão.
    Moral da história: baixar sempre a tampa antes de puxar o autoclismo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que é que uma coisa tem mesmo a ver com a outra? Lá porque aconteceu merda (literalmente e pelos vistos por toda a área) na casa de banho isso quer dizer que a TAP vá ser menos segura por isso? Há pessoas mesmo cómicas xD

      Eliminar
    2. AhAhAhAh!!! Obrigada! Já me fartei de rir só de imaginar as "micro goticúlas de cagalhão"!!! Uma vez, num aviãozinho, como aqueles que voam entre-ilhas, em que quase temos que ir corcovados, uma passageira, talvez com medo de voar, "borrou-se" na cadeira e foi tal o fedor que os tripulantes a a companharam de imediato ao WC e desataram a pulverizar tudo com spray de cima abaixo do avião. O resto dos passageiros, não conseguiram controlar-se e começaram a rir à gargalhada!! Ainda hoje, se me lembrar do maldito destino e do "teco-teco" que lá me levou não consigo sentir medo, porque só me lembro desse episódio! Ninguém queria ser indelicado, mas foi impossível conter o riso!!

      Eliminar
  52. A minha opinião é que só viaja em low-cost quem não pode viajar numa companhia aérea dita "normal". É triste mas é verdade. Esqueçam o bla bla de que alguns preços são ridículos e que mais vale pagar menos e viajar numa low-cost. Ridículos!! Com medo ou sem medo, havendo algum dinheiro também não me apanham numa low-cost.

    Acho que vale sempre a pena ir, independentemente da companhia com que se viaja mas pfv gente, não se armem em ricos que viajam com a ryanair porque preferem. Isso não existe!
    CM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nop. Quando se é mesmo muito maluquinho por conhecer novos países, ou mesmo voltar aos que já conhecemos, tanto se gasta €20 na low cost, como €600 noutra companhia. Não é dinheiro, é sede de mundo. O importante não é o meio de transporte, é o que se encontra quando lá se chega. Digo mais, tanto se apanha um aviao, como nos fazemos à estrada, apanhamos um comboio, ou andamos de autocarro durante dias pela América do Sul. Se for preciso até se vai a pé. São formas de estar na vida!

      Eliminar
    2. Olhe, está enganada. Entre a TAP e a low-cost Vueling, prefiro a Vueling.

      Eliminar
    3. Subscrevo o que disse o Anónimo18 novembro, 2015 01:28 e acrescento o que disse acima.

      Essas afirmações do Anónimo17 novembro, 2015 22:58 não têm qualquer fundamento. Este ano já voei com as seguintes companhias: Ryanair, Easyjet, TAP, KLM, Air France e Transavia. Acha que a minha carteira estava vazia quando decidi voar com a Ryanair e encheu-se miraculosamente de dinheiro quando decidi viajar com a KLM? Há outros factores a ter em conta. Por exemplo, que companhia opera a rota que pretendemos fazer, quais os horários, quais as datas, qual implica fazer menos escalas, a ter de fazer escalas, qual a duração das mesmas, qual temos a certeza que não convocou uma greve para as datas em que queremos viajar, que bagagem está incluída na tarifa, qual a flexibilidade da tarifa para alteração dos bilhetes e, finalmente, o preço. Mas, como vê, o preço é apenas um dos items a ponderar, especialmente para quem viaja com frequência.

      Eliminar
    4. Imaginemos que a zara está em saldos de 50%. Em vez de comprar umas botas por €100 pode comprar dois pares de botas por 50€ cada. As botas são as mesmas, só que leva duas para casa pelo preço de uma/ou que estava disposta a dar. É assim que algumas pessoas encaram isto de viajar nas low cost. Nem sempre é pouco poder de compra, é mesmo a possibilidade de se fazer mais vezes aquilo que se gosta.

      Eliminar
    5. Há aqui tantos pobres quanto burros. Que comparação é essa anónimo das 12:57? Na realidade é tudo uma questão de poder de compra. Havendo muito poder de compra podemos fazer várias viagens na companhia que queremos e não precisamos de escolher fazer várias em low cost.

      Nem sabia que existiam tantos low cost lovers no mundo! Viva às viagens baratas! Infelizes dos que não preferem as companhias baratinhas (ironia)

      Eliminar
  53. Olá, também sou Ana. Viajo todos os meses para Portugak e volto para Londres. Só viajo na Tap. Deixam me levar uma mala de porão e duas de cabine sem pagar mais. Usam mangas diretas em vez de mandarem os passageiros sair ao vento/chuva ou subir doia lances de escada com as malas como a easyjetfaz no Porto. Oferecem cartao de milhas. E, como sou cliente regular tenho sempre upgrade para executiva, com refeicoes gratuitas e decentes. Realmente é tudo igual.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A verdade é que sempre que viajei na Tap, entrei no avião por mangas directas. Mas também é verdade que não são só as low-cost que não têm mangas directas... Em Maio viajei na Turkish Airlines (pertence ao grupo Star Alliance, assim como a Tap) e não tive mangas directas.

      Eliminar
    2. Esses extras que refere (e outros mais que existem), de benefícios e comodidades, é que fazem com que a TAP cobre mais pelos seus bilhetes e uma low-cost menos. Mas nada tem a ver com segurança.

      Eliminar
  54. So voo na Tap, duas vezes por mês no mínimo porque :
    Levo mais bagagem grátis,
    Não há tantos atrasos,
    Há mangas,
    Nunca tive de subir escadas com malas às costas como na easyjet no Porto,
    Já mais espaço,
    Há milhas,
    Como viajo tanto foi me oferecido o upgrade para executiva. Mais espaço, mais cuidados é melhor refeição gratuita.

    Só quem não sabe é que acha que é o mesmo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já viu um recibo da TAP? Só pela refeição paga cerca de 20€, não diga que é gratuita. Aliás, não há almoços grátis. Btw, a TAP em comparação com a easyjet ou ryanair, é campeã em atrasos, está disponível online um histórico dos voos, é só ir ao flightradar. Verão 2014? Uma vergonha, com dezenas de voos cancelados e com atrasos de 4h. E por vezes fazem-se de desentendidos quanto aos direitos do viajante.

      Eliminar
    2. Também viajo com a mesma frequência na TAP, por motivos profissionais e subscrevo tudo o que disse. Em termos de serviço prestado não é, de facto, a última coca cola do deserto, mas quando se fala de low-cost, nem sequer há qualquer comparação possível. A acrescentar a isto, todos os anos é eleita uma das companhias aéreas mais seguras do mundo.
      Por tudo isto, low cost, só quando o preço compensa e muito! Nunca me vou esquecer das 3h de atrasado naquele desterrado terminal 2!

      Eliminar
    3. "Não há tantos atrasos" não é verdade! Se vir os índices de pontualidade das low-cost, verá que são muito superiores aos da TAP ou outras companhias bandeira. É certo que as low-cost usam aquele esquema de dar uma hora de chegada que, se fizermos as contas, é como se a viagem durasse mais 30min do que realmente dura, para já dar uma margem de atraso. Mas, eu que viajo frequentemente, em low-costs nunca tive atrasos superiores a meia hora. Já em companhias bandeira, nem vos falo... mais cancelamentos e greves...

      Eliminar
    4. É compreensível! Os funcionários das low cost são, na generalidade, mal remunerados relativamente às horas de trabalho efectivo e qualquer atraso é sinónimo de penalização. As companhias de bandeira têm sindicatos fortes e bem organizados e grande capacidade de pressão, pelo que sabem fazer valer os direitos dos seus membros e associados, mesmo quando isso significa, prejudicar a vida de muitas pessoas e até do seu pp país. Ainda assim, só beneficiamos com a proliferação destas companhias aéreas, que vão competindo entre si. Quanto à segurança, terá que existir sempre a capacidade de cada estado inspeccionar, se as regras de aviação entre outras estão a ser cumpridas, seja qual for a transportadora! E quem não cumprir paga e quem não pagar não voa!

      Eliminar
  55. Este post tenho que comentar!
    Também não voo em low-cost e sou assistente de bordo e sei como as coisas funcionam.
    Nunca ouvi ninguém elogiar uma low-cost a não ser pelo valor reduzido que pagam...
    Cada um é livre de fazer o que bem entende por isso é lamentável insultar uma pessoa só porque não gosta de viajar com os "piratas do ar".
    Boas viagens para todos e ainda bem que somos livres de escolher que meio de transporte preferimos ou que companhia aérea queremos utilizar...
    Sempre ouvi dizer que o "barato pode sair muito caro"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro, as suas colegas assistentes em low costs arriscam a vida diariamente, mas você não! Aliás, é ver os acidentes que há com low costs (nenhuns) e com companhias bandeira. Outra coisa em que as low costs são melhores? Pontualidade e poucos cancelamentos de voos.

      Eliminar
    2. É assistente de bordo e sabe como as coisas funcionam? Piratas do ar? Quer desenvolver? Sou piloto(a) num desses piratas do ar e gostava de saber como as coisas funcionam também.

      Eliminar
    3. Cheira-me que quando a sua companhia de bandeira falir porque ninguém voa nela porque não tem preços, nem condições, competitivas, terá que enviar o seu CV para os "piratas do ar" :)

      Eliminar
    4. Anónimo das 08:36. É Piloto?? Finalmente uma pessoa que tem conhecimento de causa das coisas. Por favor, elucide-nos lá a todos, que acho que é o que esta gente está a precisar! Ajude-nos lá a perceber se tem fundamento dizer-se que as low costs são mais perigosas que outras companhias aéreas! Pleaseeee!

      Eliminar
    5. Sou a anónima das 08:36 e sou oficial de piloto numa companhia inglesa Low Cost, e benzo-me todos os dias quando vou trabalhar. Adoro por a minha vida, a dos outros colegas e de 156 ou 180 passageiros em risco. É mesmo muito perigoso viajar em low cost, não o façam jamais.

      Eliminar
  56. se a seguir confessas que não compras produtos de marca branca, está o caldo entornado!

    ResponderEliminar
  57. Oh pipoca, estive agora a ler os comentários ao post no facebook e fiquei aterrada. Quem é que se dá ao trabalho de discutir com alguém que não conhece de lado nenhum sobre um post que essa pessoa publicou? Eu percebo que a pipoca o faça uma vez que estava a defender a sua opinião, a sua página e o seu post mas não compreendo como é que alguém se dedica a responder publicamente. O que é que os familiares e amigos da Sra Ana Vaz pensarão? E os colegas de trabalho? Que deveria estar internada, certamente.
    Tenho de cumprimenta-la pelo auto-controlo e sangue frio que demonstrou. Não sou muito activa nas redes sociais e não me envolvo em escaramuças mas, se alguém se atrevesse a publicar na minha página comentários daqueles gosto de acreditar que teria pachorra para lhe dar a "abada" que a Ana lhe deu e não sucumbir a escrever os palavrões que me passavam pela cabeça. Consigo apenas imaginar o quão desgastante deve ter sido o seu dia e, por isso, já há algum tempo compreendo que tenham diminuído o número de peças de opinião no blog. Como todas as opiniões, não são do agrado de toda a gente e na internet parece que nada é do agrado de ninguém. Tenho muita pena, pois foram esses artigos que me prenderam a este blog mas desejo apenas que continue o seu trabalho e consiga esquecer estes tolos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem se acha que ela deveria estar internada por dar a sua opinião de forma educada, o que dizer das pessoas que a apelidaram a Pipoca de puta fina,monglóide, etc? Pena de morte para esses não? No mínimo....

      Eliminar
  58. Olá, eu sou a Rita e não viajo em low cost. É mesmo essa SENSAÇÃO de segurança de que fala que está em causa. Também enfio um ansiolitico e seja o que Deus quiser... Irracional este medo, e é crescente. :(

    ResponderEliminar
  59. O neeleman querer concorrer com as low-cost e vai começar a vender bilhetes a partir de 20€! A TAP na Europa vai virar low-cost!

    ResponderEliminar
  60. Queria comentar uma coisa fofinha para mostrar o meu apoio e gabar a paciência da pipoca mas não sei o quê, portanto, fica só mesmo isso, o apoio.

    ResponderEliminar
  61. O que eu digo sobre isto...chateia, cansa! Mas cansa tanto! A facilidade com que as pessoas abrem a boca (ou soltam os dedos) para criticar qualquer, mas mesmo qualquer coisa! Seja cebolas ou batatas, esteja a favor ou contra...sera que nao lhes cansa tambem? Vou ser sincera (e sabendo que nest caso vou ser atacada porque "entao se nao gosta deixe-se estar ai que esta bem!"): mudei de pais por necessidade professional (lido nas entrelinhas, desemprego), e se e verdade que estou numa das maiores cidades e com o stress que isso acarreta, sinto um alivio enorme por nao estar rodeada de pessoas assim...Estes dias, com os ataques terroristas em Franca, deu bem para ver a diferenca...as imagens de apoio era comentadas com mais apoio, manifestacoes de pesar...nos portugueses? "ah porque so te preocupas com a Franca" "ah porque os muculmanos so todos umas bestas"...basicamente a atirar em todas as direccoes! Eu ate me pergunto: se alguma coisa acontecer em Portugal, vamos ajudar-nos uns aos outros, ou aniquilar tudo?
    E triste dizer isto (e ja sei que vao criticar outra vez!) mas isto e uma "qualidade" tipica dos portugueses, a critica facil, e que, na minha opiniao, se deve maioritariamente por inveja, por mal-estar com a propria vida, por vistas curtas e tacanhas, que nao conseguem aceitar o bem dos outros. Cansa! Mas se cansa! a falta de nocao do ridiculo...o tempo que perdem em discussoes futeis..enfim, nem digo mais..fico a espera que me caiam em cima...so nao se esquecam dos filhos na banheira ou do jantar no fogao..!

    ResponderEliminar
  62. Eu viajo sempre em low c. Dentro d europa porque o meu orçamento è apertado , mas vou a new york em março e vou pela BA. Não m aventurava a ir pa tão longe por essas companhias meio estranhas europeias. Nâo so pela segurança mas porque o serviço è diferente. Ja de umas 2 umas 1000 reclamaçoes devido a atrazos , perdas de malas etc. Normalmente uso a ryannar ou a easyjet londres-lisboa e è na boa. Já agora se a frase significa-se mesmo que nao viajas en l.c porque perferes uma mais luxuosa qual è o cara*&& d problema? Então agora escolher o mais caro, è motivo de debate? As pessoas boas voam em barato e as mas em em caro? Eu so n viajo pela tap porque não posso simples se podesse tb escolheria a tap apenas pelo luxo e comodidade . Tal è o drama que aqui vai .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Essas companhias meio estranhas europeias" não voam para "tão longe", por isso, não tem de se "procupar". Já agora, TAP = a luxo e comodidade? LOL. Realmente deve estar muito pouco habituada a viajar...

      Eliminar
  63. Bem eu nem costumo comentar mas realmente acho que não havia necessidade de escrever essa frase, estava-se mesmo a ver no que ia dar... Acho que mais do que essas ideias mal fundamentadas, medos e manias há que "rezar" para que qualquer voo corra bem. Perigo há em qualquer companhia e todos sabemos disso, deixem-se lá de arranjar desculpas. Mais, como trabalho em África e faço sobretudo longo curso para mim nem se põe a questão dos low cost, não ligo a isso, só queria mesmo era um lugarzinho na executiva que aí sim notaria grande diferença :-)

    Sílvia

    ResponderEliminar
  64. Eu também não voo em low-cost e não tenho medo nenhum, é uma escolha que faço. Quem paga sou eu por isso sou eu que escolho. Também há quem não goste de amarelo, e então? São opções.

    ResponderEliminar
  65. Olá Ana,
    Como a percebo! Uma viagem de avião para mim é um suplício, seja à China ou à Madeira! De cada vez que me sinto disposta a ultrapassar o medo a TAP é a minha única imposicao! Por isso, sim, sou a Leonor e só voo pela TAP!

    ResponderEliminar
  66. Adoro viajar, quer seja na TAP ou em companhias low-cost mas compreendo os teus argumentos de não o fazer em low-cost. Só uma mente maldosa consegue ver aí motivo para criticar e ofender. Boas viagens : )

    ResponderEliminar
  67. Eu sou "pobre" e mesmo assim ninguém me apanha em low cost! Prefiro poupar mais e ir pela TAP! Tranquiliza-me mais um bocadinho... Sofro de tantos nervos que ao fim das viagens parece que corri uma maratona de tantas dores que tenho no corpo devido à tensão. Enfim.
    Compreendo-te pipoca ;)

    Xx

    ResponderEliminar
  68. É assustador a quantidade de inveja e a maldade gratuita!Parecem coisas pequenas,mas não,o mundo está como está por causa destas pessoas,a má base está lá,depois é só explorar.Desejar a morte a uma pessoa,por isto!?Insultar a troco de nada??E quando angariou o dinheiro para o IPO?Era cabra com vontade de protagonismo?Que medo desta gente...

    ResponderEliminar
  69. Eu vi ontem o post no Facebook e os comentários. Realmente, há muita gente que gosta de insultar, dá-lhes prazer.
    Por mim, cada um voa no que pode e/ou gosta. Eu gosto muito de andar de avião e a única razão que me leva, muitas vezes, a viajar em low cost é o preço (claro) e o facto de aterrar mesmo na cidade onde está o meu marido, na Alemanha. Por mim, desde que aterre, está tudo bem! Já ele, tem mesmo pânico de voar, seja em jato, avião presidencial ou uma ramona qualquer. Isto vai de cada um mas, quando tem de ser...Tem de ser.

    ResponderEliminar
  70. Ao menos a Pipoca referiu que "não voava em low costs". Apesar de não perceber e achar um bocado ridídiculo, mais ridículo acho quem diz que "não voa com a Ryanair". Todas as outras companhias pode ser, mas especificamente a Ryanair, não. Isso então é de morrer a rir! Pipoca, a partir do momento em que fazes uma afirmação dessas, as pessoas são livres de achar que isso é ridículo. Se alguém dissesse "não uso roupa da ZARA" ou "não como bolos da Padaria Portuguesa", sem que houvesse uma razão objectiva que não um medo irracional que não tem qualquer justificação na realidade e é partilhado publicamente, as pessoas são livres de gozar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas são livres para gozar/ofender porquê exactamente?

      Eliminar
    2. Eu não disse que eram livres para gozar/ofender. Mas para comentar, ou até criticar, ou até fazer alguma piada com o assunto (como a Pipoca também faz com 124012 outros assuntos), não me parece problemático.

      Eliminar
  71. Como eu a compreendo...
    Odeio andar de avião, odeio cada vez mais quantas mais são as vezes que entro num.

    Nos últimos anos por pressão do meu marido, e porque os valores são realmente mais baixos, tenho andado na easyjet e a Rynair. E... não me convencem que a segurança é a mesma, não me convencem ponto.

    Não entendo a estupidez das pessoas que acham que têm o direito de opinar sobre tudo e atacar sobre tudo sem o mínimo de educação e bom senso. Não ligue

    ResponderEliminar
  72. És das minhas a alguns dias li que o novo "dono" da TAP quer torna-lá low cost só de pensar nisso até sinto tremores.

    ResponderEliminar
  73. És das minhas a alguns dias li que o novo "dono" da TAP quer torna-lá low cost só de pensar nisso até sinto tremores.

    ResponderEliminar
  74. Eu não me importo de viajar em qualquer uma (na Europa) desde que leve aos sítios. Já apanhei sustos, tanto na TAP como na Ryanair.
    A minha mae então diz que só viajar em TAP e não quer outras. Pancas, gostos, manias, whatever...

    ResponderEliminar
  75. MEDO!!! é muito medo, quando se lê certos comentários... será que a minha vizinha fofinha do 1ºandar se esconde atrás de um computador e tece comentários horríveis em blogs alheios??!!!
    Quem são vocês??!!! O direito de gostar ou não, é aceitável... eu não gosto de tudo o que aqui vejo... mas daí a escrever insultos só porque uma pessoa tem mais dinheiro que eu, porque viaja mais que eu, ou porque veste o filho com sapatos caros etc, etc... há uma grande diferença...
    E não pertenço ao grupo "defensoras da Pipoca"... simplesmente acho desumano...
    Sim tem um blog acessível a todos, liberdade de expressão, democracia e afins é tudo muito bonito mas com o devido respeito...
    É Medo que possa conviver com este tipo de pessoas...

    ResponderEliminar
  76. Que estupidez...tanto é seguro voar na Tap como em low cost...que desculpa tão esfarrapada!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que parte de "não vale a pena virem dizer-me que é a mesma coisa" é que não percebeu? Para quem não sente medo será a mesma coisa. Para os outros, como eu, faz diferença. Não conseguir perceber isso é que é estupidez.

      Eliminar
    2. Pipoca, é estupidez, ponto. Como é a Pipoca a autora dessa estupidez, pode querer negar isso com todas as suas forças e inventar 1249018 desculpas. Tipo pessoas em negação, está a ver?

      Eliminar
    3. É estupidez... para si! Pode querer acreditar nisso com todas as suas forças por ser essa a sua crença, mas isso não torna o seu "achismo" mais válido. É só uma opinião (que eu acho tão estúpida quanto você acha a minha). Não preciso de desculpas: não voo em low cost e acabou-se. Get over it.

      Eliminar
    4. Eu já "got over it", aliás, é-me indiferente, a Pipoca é que parece não "get over" o facto de haver quem acha isso (e o seu raciocínio para o justificar) uma valente estupidez e tê-lo expressado (sem invejas, apenas e só porque é o nosso "achismo").

      Eliminar
    5. Há quem não goste de passar por baixo de escadas, mesmo que estejam seguras... o medo e a sensação de segurança são irracionais. Cada um vive e faz as coisas como pode e como se sente mais seguro.

      Eliminar
  77. Olá Pipoca,
    Gostava apenas de deixar o seguinte comentário sobre post e as consequentes respostas:

    Trabalho numa grande multinacional que está a operar em Portugal há mais de 100 anos. Nesta empresa, temos regras de viagens muito especificas e até mesmo restritivas. Até há bem pouco tempo, as deslocações com a Ryan Air eram proíbidas, exactamente porque, ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, esta companhia em particular fazia uma prática pouco segura: o combustível era "contado ao litro" para as deslocações. De acordo com a FAA, esta é uma prática perigosa, pelas consequências mais do que evidentes.
    Esta questão de não viajar com Low Costs pode ou não ser controversa, dependendo sempre do nível de QI de cada um. Se pode auferir deslocações com companhias de bandeira, quem é que tem alguma coisa a ver com isso?
    Ser pequenino de espírito é das coisas que me deixa mais triste!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é "ao contrário do que a maioria das pessoas pensa", é mesmo o que a maioria das pessoas já pensa, porque é desinformada como a senhora e a sua empresa neste assunto. As regras relativas ao combustível são internacionais e há mínimos obrigatórios que a Ryanair e qualquer outra companhia que voe na Europa têm de cumprir. A Ryanair, como qualquer companhia aérea, é com frequência sujeita a aterragens de emergência e a deslocar voos para outros aeroportos, nunca se tendo verificado qualquer problema a nível da segurança e do combustível.

      Eu por mim voo em qualquer companhia que me der jeito para a viagem que vou fazer, mas irrita-me ver toda a esta desinformação em relação à Ryanair e pessoas que não percebem NADA do assunto estarem constantemente a repetir estes mitos urbanos que ouviram não sei onde.

      Eliminar
    2. Até estava a gostar de ler este comentário, até chegar à parte do "nível de QI de cada um"... Elucide-me, refere-se ao "QI" quociente de inteligência, ou isto é outra sigla qualquer sobre outra coisa qualquer que me está a escapar? É que se for a primeira hipótese, realmente o seu comentário é que denota falta de QI da sua pessoa. Como se a decisão de andar de low cost tivesse alguma coisa a ver com a suposta inteligência de cada um...francamente.

      Eliminar
    3. Pensei exatamente o mesmo, anónimo das 10:56. Até li de novo a parte do "QI" para ver se tinha lido bem! Se calhar é uma palavra usada dentro da "grande multinacional que está em Portugal há mais de 100 anos" na qual a senhora trabalha e que o comum mortal não consegue compreender.

      Eliminar
  78. Juro que ainda não percebi todo o aparato que a frase colocada no facebook causou e engrassado que todas as pessoas a quem a Pipoca pediu que explicassem onde estava o mal da frase, não souberam responder! Vamos supor que a Pipoca nem tinha medo nenhum,as teria dito a frase porque não gostava de todo dos voos low-cost e porque os podia pagar, qual era exactamente o problema disso?

    SM

    ResponderEliminar
  79. Como te compreendo!! O medo seja ele do que for é fo.......! Pois atrapalha muitas vezes a vida das pessoas. Eu também tenho medo de viajar de avião e inconscientemente acho que se não for em low cost estou mais segura.Eu sei que é parvoíce mas a mente leva-nos a ter este tipo de comportamento. Podemos sim, dar a volta à questão, e quando nos deparamos com algo que temos medo é enfrentá-lo, contrariando os nossos pensamentos. Mas lá está é fácil falar, escrever sobre o assunto o problema é na hora H aÍ tudo muda e o cabrão do medo apodera-se de nós. Como te entendo!! Bjs

    ResponderEliminar
  80. Tb não viajo em low cost.. Problems???? Quem diz mal da tap só deve ter andado na portugalia ...

    ResponderEliminar
  81. Ana, ainda ontem comentei aqui no blog, que de dia para dia e não sei se, devido aos últimos acontecimentos, se tem vindo a assistir a um crescendo de agressividade nos comentários e até sugeri que a Ana criasse uma espécie de regulamento de "bom comentador", porque não é suposto a nossa opinião virar insulto. Podemos não concordar sem sermos agressivos, sem metralharmos os comentários dos outros com interrogações, sem classificarmos o mais parvo do dia, sem mandarmos as pessoas ao psiquiatra ou tomar xanax...não sei, não tenho um blog, nem nunca exporia a minha vida e a da minha família desta forma, mas gosto muito de cá vir e de estar com todos este bocadinho e comentar quando acho que tenho algo a acrescentar, mas acho que devemos respeitar-nos mais uns aos outros e a esta generosa anfitriã. E voe com quem quiser, mulher, o importante é que continue a voar até se sentir em liberdade!!

    ResponderEliminar
  82. Acho que todos preferimos voar em companhias "não low-cost"... Mas pela minha experiência sendo voos curtos é tudo a mesma coisa! O meu pior voo foi de Madrid para o Porto, operado pela Iberia numa verdadeira lata, nem é bom lembrar! E os voos da TAP, operados pela PGA, também são bem fraquinhos... Por isso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu fiz Lisboa-Madrid-Paris na Ibéria e... odiei!!
      Pior, tive de voltar a fazer o mesmo trajecto de volta e na mesma companhia.

      Eliminar
  83. Pourrrrraaaaaaaaaa deixem a moça viajar como quer! Eu cá se pudesse viajava sempre em executiva ou primeira classe, só para me poder deitar e não ter a minha cria ao colo! O conforto, segurança, as manias, o medo, isso vem de cada um! qualquer avião pode cair, mas se realmente ela até pode dar uns tostões a mais, que mal tem issoooo? Poupem-se ao desgaste de andar sempre a criticar, utilizem esse tempo a procurar voos baratos em companhias que não sejam low cost :)

    ResponderEliminar
  84. Estou tão enjoada do ser humano! Onde já se viu uma pessoa não poder dar sua opinião, não poder expressar seu gosto ou "desgosto"? Fico impressionada como a pessoa cultiva tanto ódio e faz questão de deixar isso bem claro. Aposto que essas pessoas que criticam, ofendem e desejam a morte a uma pessoa que nunca fez mal a ninguém, certamente deve ser muito vazia. Pessoas que devem seguir o blog apenas com esse intuito mesmo, Nem sempre concordo em 100% com que a A Pipoca Mais Doce diz ou pensa, mas é direito dela se expressar e meu, em discordar, mas nem por isso venho aqui ofender e rogar praga. Opinião é isso mesmo, cada um tem a sua e pronto. Comecei a seguir a Pipoca antes mesmo de engravidar do Mateus,então sempre soube do pânico em viajar de avião. Já conheço um pouco dos gostos, das experiências que viveste, dos projetos que defende, dos locais que gosta de passear, enfim.... Não acredito que a o título que escolheste tenha sido o problema, pois como disse, quem te segue mesmo, sabe do seu medo. O problema é que certas pessoas só se sentem bem assim, agredindo fisica ou verbalmente as outras pessoas. Quem não tem sabedoria usa de ignorância (minha avó sempre me ensinou isso). Se metem com o cão, com os cachos do miúdo (mais giro de sempre), se andou cedo ou tarde, se veste roupa assim ou assado, se torce pro time A ou B é burra, se usa bolsa cara, se tem centenas de pares de sapato... blá blá blá... Aff, deixem a PIPOCA em paz... deixem a PIPOCA viver a vida e façam o mesmo... cada um vivendo a sua vida, olhando pro seu umbigo, cuidando do seu teto de vidro... o mundo seria muito mais agradável se todos espalhassem o amor e afeto!

    ResponderEliminar
  85. Pipoca.... Admiro a sua paciência!!!
    Cláudia F.

    ResponderEliminar
  86. Também morro de medo de andar de avião e só consegui superar isso porque a vontade de conhecer certos sítios lá ganhou! Viajei sempre em low cost porque de outra forma me era impossível (a diferença de preços é realmente grande!). Se há quem possa pagar mais e assim se sentir mais seguro, não vejo problema algum, antes pelo contrário, senão bem que TAP's e empresas do género faliam ou deixavam de voar na Europa! Quem me dera a mim poder! Para já, a solução é ir (quase) com o coração nas mãos, mas que tenho chegado aos sítios, e apesar de tudo, tenho que dizer que de forma segura (lá está, é um medo irracional, a segurança está lá!), lá isso tenho! :)

    ResponderEliminar
  87. mas alguém já se deu ao trabalho de fazer uma simulação em varias companhias para ver os preços?
    não esquecer de incluir mala e refeição... e comparar também a disponibilidades de horários dos voos.
    Vivo na Ilha da Madeira, quando preciso fazer deslocações, regra geral opto sempre pela TAP, não por ter dinheiro, mas sim porque se for a somar todos os extras que tenho que colocar, de low cost não tem nada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Madeira é um caso à parte, porque apenas a Easyjet (creio) faz concorrência à TAP nessa rota. Para rotas para Paris ou Londres há imensas opções e os preços são, sim, melhores nas low costs, mas claro que isso depende da altura em que comprar os voos (se é com antecedência ou em cima da hora), das datas que pretende, dos extras que pretende (eu viajo apenas com bagagem de mão, quer vá 3 dias a uma capital Europeia, quer vá 3 semanas ao Japão, por exemplo), etc. Isso são tudo coisas que vão encarecer o seu voo e, se as pretende, aí provavelmente é mesmo melhor não voar low-cost.

      Eliminar
    2. A Madeira é um caso à parte porque? não somos todos portugueses?
      Deveríamos ter todos os mesmo direitos/deveres.

      Eliminar
    3. "A Madeira é um caso à parte, porque apenas a Easyjet (creio) faz concorrência à TAP nessa rota. "

      Está aqui explicado porque é que a Madeira é um caso à parte. Um caso à parte no que toca a comparar a TAP com companhias low-cost, porque é uma rota onde apenas opera uma low-cost e não há praticamente concorrência. Não tem nada a ver com apreciações sobre os direitos e deveres, aliás, quem me dera que a Ryanair para lá começasse a voar também como fez com os Açores e introduziu concorrência no monopólio da TAP/SATA.

      Eliminar
    4. TAP, Easyjet, Transavia e muito recentemente Everjets...

      Eliminar
  88. Ninguém merece...Espero que agora tenham ficados esclarecidos...

    ResponderEliminar
  89. Ridículas e ridículos. Cada um viaja onde e como pretende e pode. E quem tem medos sabe que há certas coisas que não aniquilando o medo (infelizmente) nos ajudam pois dão um pouco de segurança. Mas todos vós de dedo apontado não percebem pois não têm medos. Haja respeito.

    ResponderEliminar
  90. Misturar "low-cost" e segurança é uma junção que pode ser perigosa, ou que pelo menos me deixa apreensiva.
    Conheço quem trabalhe em duas destas empresas e muito do que fazem beira o limite de segurança. Não tendo eu confiança, nação viajo nelas.
    As outras também podem operar assim, mas eu não sei. E como não sei, gosto da ilusão de que serão melhores. Ponto.
    Um avião não é um carro ou uma moto, não esqueço isso cada vez que entro num.

    Em relação a preços, muitas das vezes os preços não diferem muito, com todas as taxas e seguros que nos colocam para pagar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Um avião não é um carro ou uma moto".

      Precisamente, é muito menos perigoso que um carro e que uma moto.

      As "as taxas e seguros" são opcionais, o preço que vê apresentado é o preço final, se recusar os extras.

      Eliminar
  91. Acho bem que existam pessoas como a Pipoca :) senão empresas como a TAP e semelhantes faliam! Quem pode que usufrua :) e para quem não tem possibilidades, obrigada low cost *.* xD

    ResponderEliminar
  92. Pipoquinha nao te justifiques - eu tambem nao voo em low cost e nao e por medo - e por achar mesmo que o servico e uma merda, que sou tratada como carneirada, por ter o aviao sujo quando entro, etc. Quem quer andar que ande - mas porque motivo todos tem de fazer a mesma coisa e andar em low-cost? E desde quando um voo de Lisboa - Londres - Lisboa que custa 140 euros na TAP e caro??? Enfim....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando tem bilhetes Lisboa-Londres a 70€ na Easy-jet, €140 torna-se caro. Nem a refeição de graça a bordo lhe vai compensar a diferença de preço, nem a manga, nem o serviço xpto por uma viagem de 2 horas.

      Eliminar
  93. No último meio ano já viajei em companhias como Ryanair, Wizzair, TAP, Evelop Airlines e Arik Air. Destas 5 companhias, o avião mais antigo era o da TAP, barulhento que metia medo. Na Ryanair faço bastantes vezes o percurso Porto / Lisboa / Porto e sinto-me super segura :-)

    ResponderEliminar
  94. Pipoquinha, este ano tive de ir a um casamneto na Sardenha e voos directos so existiam de low cost - foi o drama (mesmo!). Consegui-me convencer que nao iria voar Alitalia pois tinha de fazer escala em Milao e ia demorar mais tempo mas mesmo entre EasyJet e RyanAir fiz distincao. Nao voo RyanAir, ponto. E nao voei mesmo apesar de o voo da Easyjet me levar para o outro lado da ilha onde ia acontecer o casamento, e apesar de ter mais de uma hora de estrada entre o aeroporto e o local do casorio. E assim foi! Mesmo entre low costs, faco distincao! Beijo e muita paciencia para esta gente!

    ResponderEliminar
  95. Honestamente, a única diferença que noto entre as companhias aéreas "normais" tipo TAP e afins e as low cost é no conforto de algumas coisas. Para dizer a verdade, até já achei alguns aviões da TAPonde andei mais desconfortáveis do que os da Ryanair. Talvez por serem mais velhos, não sei. Outras coisas onde noto diferenças é no facto de, nas companhias tipo TAP, haver refeições gratuitas a bordo (apesar de isso estar reflectido no preço do bilhete), e não ter de ir a pé para o avião e andar lá quase no meio da pista a subir as escadas para o mesmo, faça chuva ou faça sol. Agora, em termos de "condução" do aparelho, pessoal de cabine (na classe turística, óbvio) e a viagem em si, não noto diferença nenhuma. Por isso não entendo o receio da Pipoca com as low cost (não o medo de andar de avião, que isso acho completamente legítmo, são coisas que não se controlam). Gostava mesmo de ler alguma coisa sobre o assunto, ou seja, se há algum fundo de verdade quando dizem que a segurança nas low cost é inferior às outras companhias, porque me custa mesmo muito a acreditar nisso. Como sou pobre, vou continuar a viajar em low cost, enquanto um bilhete me custar bem menos do que na TAP para o destino para onde pretendo ir.

    ResponderEliminar
  96. Desde que eu entrei num avião de uma certa companhia low cost, com destino à Madeira, e que o avião teve que aterrar em Porto Santo porque não tinha combustível suficiente para chegar ao aeroporto da Madeira, nunca mais meti os pés em companhias low cost.

    ResponderEliminar
  97. Eu também não gosto de andar de avião. Por estar emigrada não tenho grande remédio quando quero visitar a família e os amigos. Não tenho pânico, não preciso de calmantes, mas vou o voo todo a contar os minutos e suo as estopinhas. Já voei low cost e noutras companhias e o medo, para mim, foi sempre igual. Mas estou a marimbar-me para o facto de a pipoca só voar tap ou Lufthansa ou easyjet. ...O dinheiro é seu. Muito menos vejo razão para que isso seja motivo de insultos. E também me parece que não é culpa da pipoca (ou seja de quem for) que haja gente que não tem dinheiro para voar nem em low cost...isto é com cada argumento!

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis