Pub SAPO pushdown

Queremos fraldas com desconto!

terça-feira, junho 02, 2015

Quase todos os pais de bebés já deram por si a fazer contas sobre a quantidade de fraldas que os miúdos usam. Não precisam de fazer, porque o que não faltam por aí são estudos que revelam números verdadeiros assustadores. Tipo, uma média de cinco a seis mil fraldas nos primeiros dois anos de vida. CINCO A SEIS MIL FRALDAS!!! Se uma pessoa traduzir isto em euros a coisa fica ainda mais dantesca, por isso é melhor nem irmos por aí. Cá por casa ainda estamos a usar fraldas que nos ofereceram no baby shower. Foi o que pedimos aos amigos e foi uma ideia muito esperta, porque era algo que efectivamente fazia falta e tem dado um jeitaço do caraças. Claro que também já comprei alguns pacotes em situação SOS e também já aproveitei aquelas campanhas espectaculares , com megas descontos. É verdade que há muita oferta, de todos os preços, mas as fraldas são caras e são precisas MUITAS, por isso convém andar sempre de olho nas melhores oportunidades e na relação qualidade/preço. Para ajudar os pais nesta tarefa, foi criada a campanha Fraldas com Desconto. O que se pretende é que a DECO possa negociar o melhor preço de compra e que, com isto, os pais inscritos na plataforma possam comprar fraldas com desconto e, obviamente, poupar. Acho esta ideia absolutamente espectacular e devia ser alargada a mais sectores, para sabermos sempre quais as melhores promoções. Os pais têm tantas despesas com os miúdos que, muitas vezes, isso acaba por ser um factor de inibição para terem mais filhos. Porque é caro, é mesmo muito caro. Mas se pudermos ir poupando aqui e ali, através de iniciativas como esta, talvez dê para se viver de forma mais desafogada e até, quem sabe, pensar em novos rebentos. Inscrevam-se se ainda tiverem filhos na "fase fraldas" (é só irem a www.fraldascomdesconto.pt e o processo é todo muito simples) e, por favor, partilhem, para que muitas famílias possam aproveitar também.

38 comentários:

  1. Já me registrei. Devia de haver uma ajuda do Estado para fraldas, a quantidade que se gasta dava para forrar o bairro todo. :) Obrigado Pipoca

    ResponderEliminar
  2. Se usarem fraldas de pano, esse problema já não se põe. E não produziam tanto lixo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente!

      Eliminar
    2. nojo nojo nojo é o que sinto em relação a fraldas de pano

      Eliminar
    3. Realmente tem razão... Mas as fraldas de pano são caríssimas, e com avida que temos hoje em dia é nos impossível lavar apanhas e passar fraldas... E em passeios com os filhos não dá grande jeito..

      Eliminar
    4. Pois, fraldas de pano e o nosso correr-correr diário não me parecem compatíveis.
      Além de que em termos de higiene e conforto também não, mas isso já são opções.
      Para mim é que não, obrigada.

      Eliminar
    5. Quando ouço alguém dizer que usa fraldas de pano, por causa da ecologia e tal e coiso, só me vem à cabeça: "será que usam pensos higienicos, ou usam toalhinhas com as nossas avós?"

      Eliminar
    6. As fraldas descartáveis poluem bastante é um facto e são caras. No entanto, se optarmos pelas de pano não sei se o custo será menor para os pais e para o ambiente. As fraldas de pano são caras e são necessárias bastantes, para além de ser ainda necessário adquirir as cuecas a colocar por fora que são de plástico. Para se lavarem é necessário o uso de vários recursos, água, muito água, primeiro no tanque e depois na máquina, água que irá ser poluída por detergentes, inclusive lixivia, há um gasto de eletricidade com a máquina de lavar roupa e ainda com a máquina de secar roupa ou com o ferro já que se não forem secas na máquina têm de ser passadas a ferro. A juntar a estes custos ainda acresce o tempo que seria necessário dispensar a esta tarefa. Nos dias de hoje não me parece que seja grande opção, especialmente quando termina a licença de maternidade.

      Eliminar
    7. Anónimo das 17:45, existe uma alternativa ecológica e mais saudável aos pensos e tampões e não são as toalhitas :) Já ouviste falar em Lunette? A ecologia é um tema muito sério. Com boa vontade, conseguimos encontrar alternativas para grande parte do desperdício que produzimos diariamente... just saying :)

      Eliminar
    8. 17:45, por causa da ecologia e tal e coiso uso um copo menstrual. É do melhor e recomendo.

      Eliminar
    9. Quem usa fraldas de pano, não tem de certeza as crianças em infantários/colégios! É que estou mesmo a ver as auxiliares de máscara a entregarem as fraldinhas sujas aos Pais ecologistas.
      Tentem colocar as crianças num colégio e dizer que usam fraldas de pano (e que ah e tal é só um toalhete q se retira e onde fica o xixi e extras!!! pois tá bem!!!)

      Eliminar
    10. por acaso o meu usa fraldas de pano E anda numa creche! Que coisa estranha...
      não tem dificuldade nenhuma: elas tiram a fralda, colocam dentro do saco impermeável e pronto!

      Eliminar
    11. Minha filha usa fraldas de pano e andou na creche sem problema algum, e não é nada caro, com 5€ compras uma fralda reutilizável que vai durar mais q um.pacote de fralda. Nojo é ter um monte de coco no saco de lixo em casa r qdo entra em casa jansente aquele cheiro. As pessoas não sabem o q dizem. Fralda de pano é mto higiénico e confortável e eu não uso absorvente menstrual descartável, USP copo menstrual como mencionaram.acima.

      Eliminar
    12. Pelos comentários (negativos) vê-se que não sabem nada sobre fraldas de pano e que nunca as usaram! Falar do que não se sabe não é muito boa ideia...
      Eu já usei descartáveis, e ainda uso porque ainda não tenho fraldas de pano em número suficiente, e uso as de pano. Prefiro mil vezes as de pano! O meu marido que também era "contra", desde que viu como funcionam mudou totalmente de opinião! São mais baratas, mais ecológicas, são práticas e de longe mais bonitas! Não tive um gasto de água nem de luz significativamente maior, lavam-se as fraldas juntamente com a restante roupa do bebé (após pré-lavagem apenas com água) e os detergentes podem ser ecológicos também...
      Quanto aos pensos higiénicos, há também de pano e há a opção do copo menstrual...
      Opções não faltam! É só querer...

      Eliminar
    13. Por acaso lá em casa usam-se não só fraldas de pano como também pensos reutilizáveis e uma coisa posso garantir são muito mais confortáveis que evax e afins. Em relação ao cheiro, por incrível que vos pareça, existem uns sacos que impedem que o cheiro saia... É tão bom não ter fraldas cheias de Cocó no lixo :) Quanto a lavagens... Cada vez que o vosso filho fizer o famoso Cocó até ao pescoço (que com reutilizáveis não acontece) deitam a roupa dele fora? E a vossa roupa interior e do papá, também é descartável? Ou é de algodão e vai para a máquina? Fraldas de pano são roupa. Roupa suja que se lava e fica limpa e cheirosa. Sem químicos, sem porcarias. Quanto ao conforto... Pois, não sei se as descartáveis são mais confortáveis, nunca usei cuecas de plástico. O preço? Com 700€ tenho fraldas para todos os filhos. E a descartáveis? Quanto gastaram? Tempo? Sim, a máquina gasta o tempo dela... Eu só estendo. Não compliquem, não imaginem montes de m@rda espalhada no tanque, isso foi à 40 anos atrás.

      Eliminar
    14. Farto-me de rir com os comentários sobre as fraldas de pano, porque acham que são iguais ás de antigamente. É só rir quando falam em passar a ferro, cuecas de plástico, que as creches não usam. Para os ignorantes antes de falar de um tema que não conhecem pesquisem para não ficarem mal e para quem não sabe em países evoluídos como os nórdicos há creches que tem fraldas de de pano para todas as crianças, vais-se lá saber porque né? que coisa estranha, será pq além de ecológico é mais saudável para a criança que está livre de químicos??? Um dia quando os vosso filhos tiverem filhos e só usarem fraldas de pano, sim que o futuro vai caminhar nesse sentido, vou achar um piadão quando criticarem a geração dos pais que cometiam crimes em poluição com fraldas.

      Eliminar
    15. Ah e trabalho numa grande empresa, inglesa, em pt e não há cá horários flexíveis.

      Eliminar
    16. As fraldas de pano são super práticas e modernas, não tem que ter nada a ver com as que se usavam há 30 anos atrás. Sao menos alergenias, muito confortaveis, muitíssimo enomicas, a opção mais ecológica e de facto são praticas. Há vários modelos e feitios adaptáveis a todos os gostos. São super económicas, compra - se um pack de 20-24 fraldas por cerca de 400eur que dão para desde o nascimento até aos cerca de 2-3 anos, pois existem os modelos ajustáveis que têm molas ou velcros.
      Não tem que se fazer pre-lavagem nenhuma na maioria dos casos e podem colocar - se na máquina juntamente com a roupa do bebê. (Só se calhar de ter um cocó/diarreia estrondoso, mas a maioria das fraldas só têm xixi.) Há a opção de colocar uma tirinha de tecido - não tecido entre a pele do bebé e a fralda, assim se fizer sólidos vão diretamente para o lixo e a fralda vai dieta para a máquina. Não é necessário passar a ferro após.
      Não sei quem inventou que são necessários mais recursos, pois não é verdade!
      Assim como quando se vai em passeio na malinha tem uma divisória para as fraldas novas e para os sujos aqui é igual. Chega - se a casa coloca - se as sujas na máquina e tá feito.
      A outra fantástica vantagem, é que dão para um segundo filho a custo zero!

      Eliminar
    17. É incrível como quem não sabe do assunto fala tão facilmente das coisas, podem não querer usar, mas fica a informação: As crianças que usam fraldas de pano andam na creche, brincam na rua (não deixa de ser prático por isso) e sim, sai mais barato, porque no mundo das fraldas de pano é como em tudo, há fraldas caras e fraldas baratas. antes de dizerem mal, informem-se...

      Eliminar
    18. Quem não sabe nada sobre fraldas reutilizaveis mais valia estar caladinho!!!
      E esquecem-se que ja usaram tambem!!!
      Enfim..

      Eliminar
  3. É uma excelente iniciativa!
    Cris

    ResponderEliminar
  4. O Mateus ainda usa fraldas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chutem lá os comentários "o meu com 2 meses já usava a sanita sozinho e sem redutor"

      Eliminar
    2. porque é que não haveria de usar? o meu filho tem 3 anos, ainda usa fralda para dormir à noite e não me parece que a vá deixar em breve. o pediatra diz que está tudo bem, a educadora diz que está tudo bem e eu acho que está tudo bem!

      Eliminar
  5. Mas o Mateus ainda usa fraldas?? Pensei que ele já tivesse um ano e meio/ dois anos..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, eu sei, está SUPER ATRASADO! Mas, em compensação, já lê Dostoievski. Em russo. Desde os quatro meses.

      Eliminar
    2. Ahahahha eu adoro isto.

      Eliminar
    3. E não nos podemos esquecer que ele tem o desconto de 2 meses por ser prematuro!

      Eliminar
    4. Ahahaha adorei a resposta da Pipoca 👍

      Eliminar
  6. Registar? Pra quÊ? Par a Deco depois ligar vezes sem conta e me chatear o juízo? Na.... Compro as do pingo doce são bos e baratas! :D

    ResponderEliminar
  7. Relativamente às fraldas descartáveis os números são assustadores. Um bebê usa, em média, por dia, entre 10 a 12 fraldas descartáveis. Num mês são quase 300, em num ano 3.600 unidades e até à idade do desfralde cada criança produz cerca de 1 tonelada de lixo em fraldas descartáveis. Além do alto custo que isso representa para os pais, as fraldas descartáveis são prejudiciais ao meio ambiente e para a saúde do bebé pois causam um sobreaquecimento na zona genital podendo inclusivamente vir a causar problemas futuros. Cada fralda descartável demora entre 400 a 500 anos para se decompor nos aterros sanitários e, além disso, para a produção das fraldas descartáveis, são gastos milhares de litros de água. As fraldas de pano não são dispendiosas, há delas para todos os gostos e carteiras, há as caras sim, mas há sistemas que podem ficar verdadeiramente mais económicos, é uma questão de ajuste à carteira de cada um apenas e só. Há cerca de 30 anos atrás, mesmo depois de surgirem as primeiras fraldas descartáveis muita gente usava fraldas de pano precisamente pela questão económica. E hoje em dia é possível usar sistemas semelhantes aos de antigamente mas mais sofisticados e melhorados quer no que respeita à qualidade dos tecidos, quer no que toca à confecção das capas impermeáveis, quer no que diz respeito ao uso do snappy em vez do alfinete, que não representa nenhum risco para o bebé. As fraldas podem ser de tamanho único ou variável, são ajustáveis nas pernas e cintura da criança para que não hajam fugas. Podem ter inúmeros sistemas desde tudo em um (como uma descartável) até uma fralda híbrida (capa + absorvente), existem mais de 7 tipos diferentes de sistemas de fraldas de pano, por isso incluí-las todas numa só categoria e generalizar também não é de todo o mais correcto. Nós também não usamos cuecas descartáveis, usamos cuecas de pano ou de algodão, no meu entender trata-se precisamente da mesma coisa.

    (continua)

    ResponderEliminar
  8. (continuação do comentário anterior)

    As Fraldas Reutilizáveis não são um bicho nem são um nojo como muita gente preconiza. E é preciso dizê-lo muitas vezes e bem alto precisamente para evitar comentários que denotam muitam vezes falta de informação sobre o tema em questão. Quem diz que as Fraldas Reutilizáveis são caras nunca se debruçou nem pesquisou o suficiente sobre o tema, ficou simpelsmente por uma pesquisa mais superficial. Também existe comida de compra: boiões de sopa e de papa que são mais indicados para quem tem uma vida muito agitada e sem tempo. São muito práticos de facto, mas o que é melhor para a saúde das crianças? Comer uma sopa e uma papa preparadas por nós ou injectar-lhes, desde pequeninos, doses de açucar elevadas e mais um montão de espessantes e corantes e outras coisas acabadas em “antes” que toda a comida processada tem? Quanto a custos os sistemas mais baratos de fraldos para um bebé desde recém-nascido até ao desfralde (em 3 anos) são em média cerca de 860€ (podendo ficar em 350€/400€ conheço pessoas que gastaram isso). Um pack de 10 toalhitas reutilizáveis custa cerca de 10€, ou seja, com 20€ já se tem o stock necessário para um bebé.Quando falamos de fraldas descartáveis de marca branca das mais baratas a 10 fraldas por dia estamos a falar em média decerca de 1300€ (sem qualquer retorno ara o meio-ambiente e para a carteira). Se a este custo ainda juntarmos os custos de toalhitas descartáveis ainda temos de somar cerca de 350€ mais. De acrescentar ainda que as fraldas de pano não causam irritação na pele do bebé nem assaduras, daí que dispensem totalmente o uso de cremes para a pele do bebé, o que se traduz em mais uma economia.
    Espero com este comentário ter esclarecido muitas mães que não possuem informação mais detalhada e completa em relação às fraldas reutilizáveis e já agora deixo também o apelo para que pesquisem um pouco mais sobre o tema! Quanto ao que cada um faz com e pelos seus filhos é com cada um, nada a declarar.

    ResponderEliminar
  9. Para as mulheres a meu ver é mais simples, basta imaginar-nos de penso higiénico. É mais confortável o penso higiénico ou a cueca de algodão?
    Experimentem andar um dia e uma noite de fralda descartável e só a mudem quando estiver bem cheia a ver se gostam mais da fraldinha!

    ResponderEliminar
  10. A Linda Barreiro já disse tudo, é pena que se fale sem ter consciência. Quem quer saber e informar-se que faça pesquisa.

    ResponderEliminar
  11. Já que a pipoca gosta tanto de moda, concerteza há de concordar que um bebê com um "saco de plástico forrado a papel" (fralda descartável) no rabo, fica bem mais feioso de que um bebê com uma fralda reutilizável- que há com cores e padrões de se perder a cabeça!!! :)

    ResponderEliminar
  12. Poderiam considerar a possibilidade de que há quem goste de fraldas de pano e quem giste de fraldas descartáveis? Enquanto lutam umas contra as outras, conrinuam as descartáveis biodegradáveis a preço proibitivo e o legislador de olhos fechados. Há um caminho do meio que é obrigar os produtores de fraldas descartáveis - que tem lucros astronómicos - a produzir fraldas menos poluentes e menos toxicas para os bebés, a preços acessíveis. A próprua Deco deveria ter esta questão da composição das fraldas descartáveis em consideração mas dado que os detentores da oligarquia de produção de fraldas não estão em Porrugal e os consumidores (aka mães) que se fazem ouvir se dedicam mais a insultarem-se mutuamente do que a procurar soluções, fica a Deco - e qualquer outro agente em posição previligiada - sem conteudo para fazer reivindicações.
    Respondendo ao comentário sobre pensos higiénicos de pano, há muitas lojas que os comercializam, tal como os copos menstruais, de silicone, que recolhem o sangue.
    Todas são detentoras da razão porque todas fazwm o que consideram mais confortavel para si e para os seus. Quando conseguirmos pensar em conjunto e reivindicar em conjunto produtos menos tóxicos e biodegradáveis, talvez consigamos que a composição das fraldas mude ou que se crie um sistema de reciclagem eficaz para as mesmas Se aibda não se faz de forma generalizada, não é por falta de tecnologia ou know how

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis