Pub SAPO pushdown

Férias são férias

quinta-feira, julho 24, 2014
Férias são férias. É uma coisa que repito muito para mim mesma, numa tentativa de desculpar que nesta semana e pouco de banhos a sul as preocupações com a alimentação sejam assim poucas ou nenhumas. Estou na praia de manhã e de tarde, há bolas de Berlim a passar-me à frente a cada sete segundos e meio, e uma mulher não é de ferro. Tenho comido uma por dia (sempre da Alexandra &aSoares, as melhores!) e pretendo manter o ritmo até ao fim do mês. Para equilibrar um bocadinho as coisas, às refeições como melhor. Não de forma intencional, mas porque é sempre assim cá em casa. Estamos em terra de peixe, a minha mãe grelha-o que é uma maravilha, por isso as minhas refeições vão variando entre carapau/dourada/salmão/besugo grelhado com salada de tomate. A vida na aldeia tem destas coisas boas. Vamos a qualquer lado e quando chegamos deixaram um balde de tomates, uma melancia, uma dúzia de ovos, um saco de laranjas, um alguidar de figos, umas conquilhas. Tudo daqui e tudo óptimo. 
Entretanto, ontem achei graça a uma inovação que chegou à praia: caixinhas de fruta fresca. Não está mal pensado. Não há nada de saudável para comer na praia, só bolas de berlim, pastéis de amêndoa, pastéis de nata, bolacha americana e outras gordices do género. Eu sei que é o que a maioria da malta quer, mas quem procurava uma alternativa mais light estava desgraçado. Ou levava de casa ou nada feito. À tarde decidi experimentar e gostei. Fui correr os meus 5 quilómetros do plano de preparação para a Meia Maratona e, quando voltei, achei que não me podia desgraçar com coisas gordurosas. Tenho estes ataques de consciência sempre que corro, mas no dia seguinte passam. Enfim, lá experimentei a fruta. Uma caixinha custa o mesmo do que uma bola (1,20€) e traz fruta fresca cortadinha: ananás, melancia, meloa e uvas. Vou continuar a manter a rotina da bola de manhã, mas sou capaz de aderir à fruta à tarde. Perguntei ao rapaz como é que estava a ser a adesão e ele disse que só tinham começado há cinco dias mas que estava a correr bem. Não me pareceu. Só via gente a atirar-se aos cestos das bolas de berlim e apenas um ou dois corajosos de volta da frutinha. Mas pronto, o rapaz lá foi, a gritar que "a Manta Rota vai entrar em dieta!".  Porreiro, porreiro era se desse para escolher só uma ou duas frutas. Vou tentar sondá-lo para ver se me pode trazer só melão ou melancia, era coisa para me tornar cliente fiel. Na minha vida há espaço para as Bolas e para a fruta. Pela parte que me tocam, os dois negócios estão garantidos. 


30 comentários:

  1. Muito boa ideia!! Era capaz de aderir a isso, ainda para mais porque não gosto de bolos :)

    Blog | Facebook |

    ResponderEliminar
  2. Gosto da ideia, sim senhora!

    ResponderEliminar
  3. É um bom equilíbrio de facto! :)
    Cris

    ResponderEliminar
  4. Nas praias que frequento cá mais no Norte nem fruta nem bolas de Berlim X)
    Mas achei a ideia engraçada e espero que o negocio corra bem ao tal rapaz!
    Bj*

    365 Days of Blues

    ResponderEliminar
  5. Eu levo a minha lancheira para a praia :) com muita fruta e iogurtes! Mas, gosto muito desta ideia! Original e saudável.

    ResponderEliminar
  6. Gostei da ideia. Até acho que mais depressa comia a fruta do que a bola de berlim. Adoro bolos mas na praia, não me dá para isso. :)

    ResponderEliminar
  7. Uma ideia de génio. Nada melhor que uma frutinha a meio da tarde. Mas uma bola ia igualmente bem.

    ResponderEliminar
  8. Já tinha visto em anos anteriores em Menorca mas lá são talhadas de melancia enormes, 1/4 de anánas cortadinho, metades de coco... mas em Junho estive em Ibiza e ele é frutinha... (mais e com melhor aspecto) ele é mojitos.... caipinhas.... tudo feito na praia e é um sucesso.
    Bjs
    Nini das meias altas
    Por acaso acho muito boa ideia!

    ResponderEliminar
  9. Por esse preço teria de ser 100% orgânica!
    Comer fruta sem se saber a proveniência é um perigo para a saúde mas como não se vê, cá está uma invejosa a maldizer.

    ResponderEliminar
  10. Em férias ninguém leva a mal a bola de berlim. E a fruta é uma óptima ideia. Infelizmente na maioria dos sitios ainda há poucas opções saudáveis.

    letrademedico.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  11. O q eu acho é q me enganei na profissão.. Cada vez q vejo este cenário na praia imagino as contas €€ por dia e acho q vivia feliz so a trabalhar no verão e no sítio preferido..a praia..

    ResponderEliminar
  12. A fruta "sozinha" e mais do q uma espécie ou seja em "salada" de frutas tb n é saudável para a linha.. Mas sim e melhor do q a bela da bolinha..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é saudável se for fruta enlatada e afogada em calda... Fruta "séria", sozinha ou acompanhada por mais fruta "séria", é sempre melhor do que uma bola de Berlim. Mas um docinho de vez em quando faz tão bem à alma, o que importa é a saúde (física e mental), não há pachorra para dietas sensaboronas! :)

      Eliminar
  13. Acho genial a ideia da fruta na praia!
    Bj S

    ResponderEliminar
  14. Eu adoro comer fruta na praia... mas essa fruta embalada cortada aos bocados,vinda sabe-se lá de onde/ e por quem não me inspira muita confiança... em termos de higiene...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca come em restaurantes, por exemplo?

      Eliminar
    2. Se vamos pensar assim, morremos à fome! Porque não sabemos quem tocou no pão que compramos, quem arranjou a salada que pedimos, quem grelhou o peixe, onde foram lavados os copos, etc, etc e tal....

      Eliminar
    3. Falo por mim, não como legumes ou fruta em restaurantes porque não sei de onde vem. Os quimicos e hormonas presentes na comida produzida de forma industrial também são absorvidos pelos nossos organismos e há um paralelismo comprovado entre a má qualidade da comida e as taxas de incidência de doenças oncológicas. alfaces, morangos, tomates, ovos e leite tratados com hormonas, NUNCA! Bem como soja ou outros cereais não orgânicos, que podem ser OGM's. Vá comecem o chorrilho de criticas

      Eliminar
    4. Não pretendo criticá-la, mas por favor elucide-me: o que será seguro comer num restaurante?

      Eliminar
    5. também concordo por esse valor de ideias mais vale ter uma quintinha e plantar frutas e legumes criar animais para depois consumir à confiança porque hoje em dia é muito difícil consumir seja o que for 100%

      Eliminar
  15. Ent pipoca ja ouviu a noticia do javi? Sei que nao tem nada a ver mas hoje li no jornal que o Javi podia voltar ao Benfica e imaginei logo a felicidade da pipoca a saber desta noticia

    ResponderEliminar
  16. Há uns dias estive numa praia em Lagos e também tinham esta nova modalidade da venda de fruta. Pelo que vi, cada caixinha só tinha um tipo de fruta, sendo que no total deviam existir umas seis variedades diferentes. Também achei que era uma boa ideia =)

    ResponderEliminar
  17. Olá Pipoca. Só para rir um pouco mando-te este link:


    http://www.lux.iol.pt/internacionais/kim-kardashian-kanye-west-north-west-filha-andar-passos/1565809-4997.html


    Bjs
    Sandra

    ResponderEliminar
  18. Eu conheço as de Lagos, e pelo que soube são na sua maioria de origem nacional e local também, achei a ideia fantástica e fruta estava mesmo boa fresquinha e docinha..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. venham a vila do conde a cidade mais linda do mundo e custa 1€ e são bem boas

      Eliminar
  19. Uma excelente ideia. A linha agradece :)

    Vanessa S.
    De Saltos por Lisboa,
    desaltosporlisboa.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  20. Pipoca, espero que ainda aí esteja o vendedor de bolas de Berlim mais conhecido do Sotavento! está? Da Alexandra e Soares, que tanto vende uma como vende aos pares!

    ResponderEliminar
  21. Pipoca, este ano resisti heroicamente à bola de berlim e só te digo que valeu a pena. Toda a gente notou que cheguei de férias "menos forte" ;-)

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis