Pub SAPO pushdown

Diz que foi uma espécie de babyshower

quarta-feira, junho 27, 2018

Estivemos até à última para decidir se fazíamos ou não um babyshower para a miúda. Estava tudo muito bem encaminhado para não fazermos nada, mas depois pus-me a pensar que o Mateus teve direito a um e que, portanto, a Benedita também merecia. Na verdade, nem sei se se pode bem chamar babyshower àquilo que fizemos. Não houve nada daquelas coisas típicas, tipo revelar o sexo do bebé. fazer uma barriga de gesso (medooooo), abertura de presentes, jogos temáticos, etc e tal. Foi só mesmo um pretexto para
passar um belo de um fim de tarde entre amigos e familiares.


Para aproveitar o bom tempo e para as pessoas poderem circular à vontade, achámos que devíamos concentrar-nos num sítio ao ar livre e escolhemos a esplanada do Portugal Boutique Hotel, que é só assim o hotel mais fofinho de todos os tempos. Sempre que passava lá à porta tinha vontade de ir espreitar, porque é, mesmo, mesmo bonito, mas  fiquei-me sempre pela curiosidade. O babyshower foi na esplanada, que estava reservada pra nós, e não podíamos ter escolhido um sítio melhor. Tinha o tamanho perfeito, havia espaço para os miúdos brincarem, sofás à sombra, deu para a malta se espraiar e estava um dia incrível. Imagino ali umas belas festas ao final do dia (com gins, preferencialmente).




Se eu já sou pessoa pouco dada a manualidades, em modo grávida ainda menos. E como sou grande adepta do conceito "chegar e estar tudo pronto", confiei toda a parte criativa a quem percebe do assunto. A decoração do espaço ficou entregue à Save the Date e fiquei tão surpreendida como qualquer um dos convidados, já que não fazia ideia do que ia encontrar. Mas era exactamente o que eu queria: uma decoração simples, bonita, assim a puxar ao tropical, sem bebezices nem temáticas infantis. Quem não soubesse e não visse o placard à entrada (feito pela Oficina do Esferovite) nem sequer percebia que estava ali a acontecer um babyshower, era só um lanche de pessoas com extremo bom gosto (ah ah ah ah). A comida também era óptima: desde os doces da Sweet Lemon aos salgados da Fresh Mint, passando por alternativas mais saudáveis. 








Apesar de a comida ser toda maravilhosa (o bolo era de cair para o lado), o que fez mais sucesso entre a criançada foi o carrinho de gelados da Olá. Não estão bem a ver a loucura. Se até para os adultos foi incrível ter um carro de gelados de onde se podiam servir à descrição, imaginem para os miúdos. Não vou dizer nomes (coff coff), mas vi muito boa gente a repetir Pernas de Pau, Epás, Calipos Combo, Minions Bello ou Magnuns Caramel & Nuts. O que eu não dava para ter um carrinho daqueles em casa (fica a dica, Olá!).





Uma vez mais, contei com a ajuda da equipa da FUNtoche, que costuma estar nos aniversários do Mateus e que é incrível na arte de entreter miúdos.  Nunca vi, elas chegam e fazem magia, parece que têm mel. Não têm, mas têm pinturas faciais, músicas, jogos, balões e um talento único para conseguir distraí-los e dar descanso aos pais. Era mais um serviço que não me importava nada de ter cá em casa todos os dias. 




Como vos disse ontem aqui, decidimos ter uma photobooth para que toda a gente pudesse levar um recuerdo da festa. A Best Party Booth tratou de tudo, levou acessórios a condizer com o tema e foi ver a malta entretida a fazer poses. Acho mesmo que é das coisas mais divertidas para se ter numa festa. E, já sabem, se quiserem ter uma na vossa festa, podem sempre participar no passatempo que lancei ontem.




Mas o registo fotográfico não se limitou à photobooth. A reportagem e estas fotos lindonas que estão a ver são todas da Joana, da The Love Project. E é engraçado as voltas que a vida dá. Conheci a Joana há uns nove anos, quando ela trabalhava na Molde Weddings, a empresa que  me fez os convites de casamento. Depois disso, a Molde (e a Joana, claro), estiveram sempre presentes numa data de momentos importantes da minha vida. Recentemente a Joana trocou o mundo do design e dos convites pelo da fotografia, uma paixão antiga, e tenho para mim que foi uma aposta certeira. A cena dela é, claramente, fotografar, e tem assim um olhinho especial para os detalhes. Fiquei mesmo super feliz quando a Joana me enviou as fotos, tenho ali muitas para a posteridade. Já sabem, se precisarem de uma fotógrafa talentosa e bem jeitosa para casamentos/baptizados/festas várias, têm aqui um belo contacto. 

Concluindo, foi uma espécie-de-babyshower bem bonito, com (quase) todas as pessoas de quem mais gostamos, e um dia a miúda já não me vai poder atirar à cara que o irmão teve uma festa e ela não. No final, ainda houve presentes para os convidados, que nós somos gente que sabe receber (ah ah ah ah, outra vez): produtos O Boticário para o menino e para a menina, e um voucher para se irem encher de sushi no Arigato.







Deixo-vos com mais algumas fotos:
















Muito obrigada, uma vez mais,  a todos os parceiros:
- Decoração: Save the Date
- Bolo, cupcakes e cakepops: Sweet Lemon (@sweet.lemon.bolos)
- Salgados: Fresh Mint
- Placard de boas vindas: Oficina do Esferovite
- Photobooth: Best Party Booth
- Gelados: Olá
- Presentes para os convidados: O Boticário e Arigato
- Animação infantil: FUNtoche
- Fotos: The Love Project Fotografia / Instagram: the_love_project_fotografia

89 comentários:

  1. Uma palavra: LINDO. Duas palavras: TUDO LINDO.

    ResponderEliminar
  2. Se um dia tiverem o tal carrinho da Olá (mas n é preciso...:D), n se esqueçam de adicionar o Cornetto Vegan, q é simplesmente maravilhoso! Vende-se no Jumbo e no Continente, caixinha verde.
    Sónia

    ResponderEliminar
  3. Acho tudo muito bonito e com um bom gosto tremendo, mas não para um baby shower. Para a tua festa aniversário, para os 12/13 anos da tua filha, talvez. Mas nunca pensaria neste tema para um chá de bebé. Obviamente que não precisa de ser tudo cor-de-rosa e com purpurinas e lacinhos, mas há inúmeras alternativas adequadas ao evento e que não são em modo tão "adulto". Acho que no 1° aniversário do Mateus o tema também foi assim para o pesado e pensei exatamente o mesmo. E a piada do Baby Shower é mesmo fazer os jogos, entrar no espirito, alinhar na brincadeira. Eles são crianças por tão pouco tempo, temos que aproveitar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou event planner e não podia estar mais em desacordo consigo Anónimo27 junho, 2018 15:33. Adorei tudo, até ao último pornemor.

      Eliminar
    2. Eu acho uma piroseira tremenda essa coisa dos temas de bebé. Acho pouco original e enjoativo. Adorei o tema precisamente por não ser aquela coisa enjoativa de coelhinhos/patinhos/ursinhos/comboios/circo que já não se suporta. E gostei imenso das cores. Acho todo um enjoo este vício de agora ser tudo em rosa ou azul e tudo muito blissfull e pacífico e nhónhó. Blheck. Crianças que são crianças, para mim, querem-se em amarelo, verde forte, laranja, azul turquesa, vermelho... têm tempo para os cinzentos, amarelos pálidos e azuis suaves e cores deprimentes. Tenho dois filhos e do mais novo recebi imensa roupa de um sobrinho mas acabei a comprar imensa coisa porque faz-me impressão ter o garoto sempre nos mesmos tons de azul, cinza e acastanhado.

      Eliminar
    3. Vou-lhe dizer porque discordo anónimo das 15h33: primeiro, a miúda está lá dentro, quem usufrui da decoração e comidinha são os adultos.
      Segundo, a primeiro aniversário do Mateus, mesma teoria, o miúdo lá se lembra ou percebeu que a decoração era de adulto e não de bebé... Deve ter adorado tudo à mesma!

      Eliminar
    4. 15:33h
      Acho que deveria dirigir.se à Pipoca noutros termos.

      Eliminar
    5. Oh valha-me Deus... não era boa ideia respeitarmos os gostos e opções de cada um? De um lado "ai não, está um babyshower demasiado adulto", do outro "ah mas um babyshower muito infantil é uma piroseira". E que tal deixarmos cada uma fazer o SEU babyshower como quer e lhe apetece?

      Eliminar
    6. Li algures no texto, creio que o fez também, a Pipoca a dizer que, mais do que babyshower, foi um encontro de amigos

      Eliminar
    7. Não sei qual é a parte pesada do 1º aniversário do Mateus...

      http://apipocamaisdoce.sapo.pt/2014/07/para-o-menino-mateus-uma-salva-de-palmas.html

      Eliminar
  4. Top top top!!!
    Felicidades (mais que merecidas) Pipoca!
    Amei a foto do abracinho ao Mateus :)

    blogdamariafrancisca.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. Pipoquinha fica.lhe tão bem a bandolete! Não estou a gozar por causa das orelhas. Fica mesmo. Mostra o seu rosto e fica linda.
    Devia experimentar mais penteados com o cabelo semi apanhado. Umas tranças metidas de lado...
    Gostei muuuuuuito.
    E mostre mais vezes o sorriso, os dentinhos. É bonita a sorrir, também. ☺️

    ResponderEliminar
  6. Só eu é que reparei que chamaste Benedita à Pipoquinha???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alguém anda a dormir... a Pipoca revelou o nome da menina no post anterior ;)

      Eliminar
    2. Adoro as pessoas sem nada para fazer a não ser reparar nos enganos dos outros. E arranjar uma vidinha, não?
      Não que precise de me justificar, mas apenas para que este(a)anónimo possa dormir descansado(a), esclareço que como tenho vida própria e não estou a seguir o blog ao minuto, li 1º o post do babyshower e só depois o do nome.Esclarecido(a)?

      Eliminar
    3. Ainda bem que me esclareceu que eu já nem dormia com a preocupação. Lamento o golpe na auto estima de achar que tinha sido a única a dar conta da revelação do nome. Beijocas

      Eliminar
    4. Que exagero de resposta Maura! O anónimo só lhe respondeu que o nome tinha sido revelado, credo!!

      Eliminar
    5. Credo coisa nenhuma. Dizer que alguém anda a dormir é por-se a jeito para resposta torta.

      Eliminar
    6. Desculpe Maura mas também achei o seu comentário exagerado. Qual é o mal de dizer que anda a dormir neste caso? Significa que estava mais desatenta, nada mais...

      Eliminar
    7. A Maura simplesmente está a ser orgulhosa.

      Eliminar
    8. O único exagero aqui foi ter-me preocupado em esclarecer alguém que se intitula de "anónimo". Quanto à minha auto estima continua intacta.
      Sem stress

      Eliminar
  7. e esse vestido lindo? de que marca é?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo muito esclarecedor sobre a festa. Mas a pergunta que se impõe é: DE ONDE É O VESTIDO???

      Eliminar
  8. Acabei de me aperceber que a menina vai ser Benedita Pereira como a actriz 😂

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A não ser que o nome Martins de ambos os pais fique em último.

      Ana Garcia Martins
      Ricardo Martins Pereira

      Benedita Martins ??

      Eliminar
    2. É claro que a lei permite outra ordem, mas em Portugal o mais comum é a criança ficar com o sobrenome do pai em último. Se forem uma família mais tradicional a miúda será Benedita Garcia Martins Pereira. O que até é bem giro porque tendo três apelidos, tem dois da mãe e dois do pai. A não ser que dispensem bem algum dos apelidos, é claro. Uma amiga minha não fala com o pai e apesar de ter o apelido dele assina sempre com o da mãe. A filha dela não tem o apelido do avô materno.

      Eliminar
    3. A minha filha não tem o apelido do avô paterno, mas sim o da avó.

      Eliminar
    4. E se a Ana tiver outro nome escondido e o Martins for do marido? Benedita Garcia Martins? Que tal? Esta coisaaa de achar que que sabem tudo!

      Eliminar
    5. Não sei se já repararam num post qualquer do Mateus que tinha o nome Mateus Martins, portanto suponho que com a miúda seja igual

      Eliminar
    6. Grandes Cuscas.. .Armadadas em Conservatórias de registo Civil! Tenham tento e juízo criaturas, Engravidem ! deixem a quem de direito a escolha dos apelidos! Grandes MELGAS!

      Eliminar
  9. Muito bem os manos Martins da Silva!!!:) bonita festa pipoca com gente gira de Setúbal:)))

    ResponderEliminar
  10. A Pipoca está linda que não tem explicação na quinta foto a contar do fim.
    De resto, está tudo maravilhoso, a Pipoca está incrível, e muita saúde e dias felizes para essa bebé que está a chegar e que já é uma sortuda por lhe terem escolhido um nome tão bonito.
    Parabéns!

    ResponderEliminar
  11. Baby shower à pala! Assim não custa nada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai meu Deus que o pessoal ficou todo maluco com o nome, baby shower... diversos comentários a gerarem confusão. Muita calma nessa hora.

      Eliminar
  12. Parabéns pela festa, esta tudo espectacular.
    Excelentes serviços, com todos os detalhes pensados ao pormenor:)
    Ser bom anfitrião é o melhor :)

    ResponderEliminar
  13. Tudo muito giro, a Ana inclusive! Sei que já foi dito mas a gravidez fica-lhe muito bem (embora se sinta um mamute ahah)!

    ResponderEliminar
  14. As barrigas de gesso são só as coisas mais ridículas e inúteis de sempre! Nunca percebi o objectivo daquilo, se alguém souber partilhe pf

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ser (ainda mais) parolo.

      Eliminar
    2. Eu fiz uma em casa super rústica, com gesso que comprei na farmácia, só para ficar com o molde (está arrumada na garagem lol), mas também não me passaria pela cabeça colocá-la no meio da sala. Mas há quem goste disso e olha, bom para eles.

      Eliminar
    3. É a evolução pirosa da "foto- barriga gestacional forever"😂😂😂 tudiiiiinho levado ao extremo, o mesmo fundamento para o"babyshower": lucro, leia-se €€€€ em caixa, a pagar por quem for atrás da onda e quiser enfiar o barrete!😂

      Eliminar
  15. Um único post para poder fazer publicidade a 11 entidades diferentes. Muito bem, essa gravidez veio mesmo na hora certa (foi pressão da carteira de clientes?) e ninguém pode acusar-te de não saber racionalizar as coisas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro, isto está tudo calculadinho. Daqui a quatro ou cinco anos, quando o blog estiver novamente a ficar morno, tau, sai mais um filho!

      Eliminar
    2. Pipoca por acaso também acho que este blogue morreu um bocado e também acho que a gravidez veio dar um up na cena ... agora se é intencional ou não, lá saberão . Eu por mim gosto de cá vir. Catarina

      Eliminar
    3. Se há uma novidade na vida das psssoas, ainda por cima com a dimensão de uma gravidez, é normal que se fale mais nisso. Ainda assim, acho que até nem sou das que exploram mais o filão “gravidez”. Vou falando do assunto quando me apetece, quando estou para aí virada, mas acho que até tenho sido bastante comedida.

      Eliminar
    4. Ai Pipoca... Nem responda.
      Mas cabe na cabeça de alguém pensar que um filho vem para "mexer" com um blogue??? Há mesmo quem julgue isso? Ignore estas provocações pipoca. Nós entendemos.

      Eliminar
    5. Não exploras o filão??? Porra, desde que ficaste grávida que não falas de outra coisa. "Modo grávida", "Especial grávida", "Babyshower", "Que nome vamos dar à mana", etc...
      Até eu que não estou nada grávida já estou a sentir-me com enjoos matinais!

      (Vá-la, faz um favor a ti própria e apaga este comentário)

      Eliminar
    6. O que é "interessante" é que esteve para não fazer o baby shower mas depois pensou que devia fazer como o irmão teve (que é como quem diz, apareceram 11 marcas a chegarem-se a frente e a fazerem tudo de borla). Nada contra, eu se tivesse borlas também as aproveitava, mas digam as coisas como elas são!

      Eliminar
    7. Hmmmmm, não, por acaso não é assim que as coisas são. Não aceito ou decido fazer as coisas tendo por base exclusivamente o “factor oferta”. Desde que anunciei que estava grávida que tive inúmeras marcas/empresas a tentar estabelecer parcerias e disse que não a muita coisa. Mesmo que fosse grátis ou até uma parceria paga. Foi o que aconteceu com o babyshower. Fui contactada por uma data de empresas e disse sempre que agradecia muito mas que não estava a pensar fazer babyshower desta vez. Até que mudei de ideias e me apeteceu fazer. E aí, óbvio, recorri a alguns dos contactos que tinha. Mas, diga-me, de que forma é que esta informação é altamente relevante para a continuidade da sua vida? Ou é só aquela coisa do “vamos lá chatear alguém porque tem acesso a coisas grátis e eu não”? Passo a vida a dizer o mesmo: querem ter cenas à borla? Criem um blog e dediquem-se a isso. Fácil, facil.

      Eliminar
    8. Não, Pipoca, é aquela coisa do "vamos fazer as pessoas que têm acesso a coisas grátis e as publicitam num blog a falarem delas honestamente".

      Eliminar
    9. Boa Pipoca!!! É isso mesmo! Cambada de invejosas!!! O baby shower estava lindo e as pessoinhas estão a morrer por não conseguirem pagar um igual nem poderem ter à pala! Temos pena!! Santa paciência a tua para responder a tudo isso :) Beijinhos Catarina

      Eliminar
    10. Ai, minha boa alma, mas onde é que eu fui desonesta, explique-me lá? Como já lhe disse (aparentemente, não quis entender), eu não decidi fazer um babyshower porque, de repente, apareceram marcas a querer oferecer. Sempre houve marcas a querer oferecer e, mesmo assim, eu disse que não. Até que mudei de ideias, para aí há umas três semanas, e decidi que afinal era giro fazer qualquer coisa com os amigos. E aí, óbvio, aproveitei alguns dos contactos que tinha. Onde é que está a incongruência, o aproveitamento, a desonestidade, o que quer que seja de mau que possa encontrar nisto? Tirando, repito, aquela coisinha chata de haver gente a ter acesso a cenas grátis e nós não?

      Eliminar
    11. A Pipoca anda muito egocêntrica com essa de achar que toda a gente inveja o facto de ter coisas grátis. Simplesmente, se fosse uma pessoa sem acesso a parcerias, se calhar o bolo já não era feito pela empresa X, a decoração não era da Y e os jogos e animação não eram da Z. Eram de outras que iria procurar por si, ver qual tinha melhor relação qualidade-preço, se calhar não contratava tanta coisa, etc. Por isso, a meu ver, a estes posts patrocinados falta-lhes alguma honestidade de "usei estes 11 serviços apenas porque me propuseram borlas e achei porreiros". Só isso.

      Aqui a invejosa dá-lhe um exemplo. Vivi uns tempos no estrangeiro e por um hobby que tive recebi uma série de convites para restaurantes, para refeições grátis para mim e um acompanhante. Dado os preços no país em questão (superiores aos de Portugal), obviamente passei a gerir as minhas refeições fora de casa apenas nos restaurantes que me propunham a tal oferta, raramente fui comer fora a outros estabelecimentos porque preferia fazê-lo grátis e tinha ofertas suficientes nesse sentido. Mas obviamente fui a muitos restaurantes onde jamais teria ido se tivesse de pagar, pois eram de valores muito superiores ao meu orçamento. Mas quando falei sobre a minha experiência de ir lá, disse exactamente isto que lhe estou aqui a dizer. Não tentei passar a ideia de que acordei um dia e apeteceu-me ir experimentar comer naquele sítio e adorei tudo e quero voltar.

      Eliminar
    12. O problema é que se generalizou a ideia de que as bloggers aceitam tudo e fazem tudo desde que não tenham de pagar. E não é verdade, pelo menos no meu caso. Por exemplo, no caso do babyshower optei por trabalhar com estes parceiros, mas podiam ter sido outros, e eram igualmente gratuitos. Imagine, tinha quatro ou cinco espaços à escolha e escolhi o que me parecia efectivamente mais giro e apropriado, tinha várias empresas de decoração e escolhi uma cujo trabalho já conhecia e que recomendo vivamente, etc e tal. Ou seja, não escolhi estas empresas porque foram as que me apareceram primeiro à frente e acabou-se. Tal como já disse, há imensas parcerias que recuso, mesmo sendo pagas, porque simplesmente não me fazem sentido.

      Eliminar
    13. Pipoca...porque se dá ao trabalho de responder? Nao entendo porque há tanta invejite por estas bandas. Quem nao gosta ou nao se identifica com o modo de viver da Ana, deixe de vir ao blogue! Nao é preciso perder tempo a comentar. Sinceramente esta cena dos comentarios maldosos é tao 2009 que enjoa.

      Eliminar
    14. "Por exemplo, no caso do babyshower optei por trabalhar com estes parceiros, mas podiam ter sido outros, e eram igualmente gratuitos."

      E com esta resposta, acabaste por dar razão à anónima. Que falha. Escolheste entre vários parceiros porque eram todos de borla e assim podes te dar ao luxo de escolher. Se havia apenas um parceiro, não haveria lugar a escolha nenhuma. Era aquele e mais nada.

      Eliminar
    15. Não, não é verdade. Se só houvesse um parceiro e eu não me identificasse com o mesmo, não avançava com a parceria. Contratava aquele que eu quisesse e pagava. Acha, realmente, que deixo de fazer o que quer que seja na minha vidinha porque não tenho quem ofereça? É óbvio que o blog me dá inúmeras oportunidades, é óbvio que, tendo essas oportunidades, faço mais coisas do que faria se não tivesse o blog mas, felizmente, se precisasse de pagar por um babyshower tê-lo-ia feito. Não sendo preciso e, ainda por cima, tendo o privilégio de poder escolher com quem quero trabalhar, continuo sem perceber qual é exactamente o problema. Continua a ser difícil perceber que nem toda a gente aceita tudo só por ser de borla?

      Eliminar
    16. "Acha, realmente, que deixo de fazer o que quer que seja na minha vidinha porque não tenho quem ofereça?"

      Não, aquilo que eu acho é que só fazes muita coisa na tua vidinha por haver quem ofereça...

      Eliminar
    17. Mas eu sou a primeira assumir isso. Já disse aqui umas mil vezes que o blog me deu oportunidades que, de outra forma, dificilmente teria. Mas, felizmente, também estou numa fase da vida em que (dentro de um plano normal, óbvio) não deixo de fazer nada por não ter quem me ofereça.

      Eliminar
    18. Pois Pipoca, mas com o tempo perceberás que o mundo cansa-se depressa das pessoas com pouca sorte, mas também daquelas que tem demasiada...

      FoP

      Eliminar
  16. Oh Ana, sigo os seus posts e aprecio o seu trabalho.

    Há tanta gente aqui a elogia la, porque está de facto bonita, porque apenas responde aos comentários desagradáveis?

    Ninguém tem nada a ver com as ofertas que recebe. Quem quiser que trabalhe para isso!

    MJ

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 22:32h
      Gostei da observação. 🙂
      É verdade pipoquinha. Valorize o positivo.
      Já agora, pipoca, obrigada por nos proteger de comentários agressivos e feios. Também é o nosso filtro. 🤗
      Já escrevi aqui uma coisita ou outra, que a pip aceitou e eu pensei "ai vão ser bonitos os comentários...."
      Obrigada por nos privar dessas respostas feias.
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Há muitas bloggers que agem dessa maneira. Aliás, tenho cá para mim que há pessoas que são desagradáveis só para terem uma resposta. Mas isso sou eu, que sou pouco crente em pessoas.

      Eliminar
    3. A pergunta mais correcta seria: Porque responde apenas aos comentários desagradáveis e não passa cartão nenhum aos outros...

      Eliminar
    4. Olha, olha...temos aqui um anónima que é pouco crente em pessoas...e já por isso escolheu ser anónima.

      Eliminar
    5. Concordo com a observação feita no comentário das 22:32.
      Só o facto de publicar e responder às baboseiradas, verborreias e idiotices dessa gentinha (tão pequeninas) já lhes dá um poder que não merecem.
      Positivem-se!

      Eliminar
    6. Cris M, percebo essa da "gentinha"...mas o que te torna diferente dela ao certo? Só porque não criticas aqui aquilo que gostas, isso não quer dizer que não estejas a criticar noutro lado qualquer aquilo que detestas. Não acredito em gente perfeita, por isso pára de falar como se não tivesses defeitos.

      Eliminar
    7. Para o(a) anónimo(a) das 19:28. De facto, ninguém é perfeito como é óbvio, mas há pessoas que teimam em não aprender lições, tais como: se querem ser respeitadas, então dêm-se ao respeito.
      Evito negatividades desde que ando há quase 2 anos com doença incapacitante e prolongada.
      Aprendi a dar importância a outras coisas na vida, enquanto a tiver.
      O meu comentário foi no sentido de que há por aqui muita ignorância e egos e a Pipoca desgasta-se demais em explicar a essas pessoas.
      Tirem os e's dos egos e fica go!
      Já agora, aí está uma contradição nesse seu comentário anónimo: o que gostei no comentário das 22:32 foi uma crítica positiva.
      É preciso fazer um boneco?
      P.S. - não conheço a Sua pessoa de lado nenhum, por isso, só lhe fica bem dobrar a língua quando quiser tratar alguém que não conheçe por "tu".

      Eliminar
    8. Cris M, espero que essa doença incapacitante não esteja também a afectar-te o cérebro. Eu não fiz contradição nenhuma porque não tenho nada a ver com o comentário que referes. Tenho lá culpa se metade do pessoal que aqui comenta é anónima...

      Eliminar
  17. E o vestido espetacular e de onde?

    ResponderEliminar
  18. Olá Pipoca, gostei muitos deste post. Acho um máximo o tema ter fugido ao tradicional "rosa-azul-balão-purpurina", até porque uma pessoa gosta de estar rodeada daqueles que ama mesmo sem motivo, mas claro que se for para celebrar algo tão bonito quanto uma gravidez melhor ainda!
    Está muito bonita e radiante, não deixe a negatividade de outros roubar-lhe tempo deste belo momento. Sabemos que a natureza humana (pelo menos a fraca!) foca-se em rebaixar aquele que tem mais, em vez de se tornar motivação para trabalhar para o alcançar.
    Desejo uma hora pequenina :)**

    ResponderEliminar
  19. Adorei :) Benedita lindo... mas sou suspeita a minha princesa de 1 mês e 2 semanas é Benedita :)

    ResponderEliminar
  20. Também estava curiosa como seria este hotel por dentro, principalmente aquela área interior com jardim.
    É bom saber de um sítio giro para uma festinha :)

    ResponderEliminar
  21. A Pipoca não gosta de trabalhos manuais porque tem tudo à borla. Caso tivesse de pagar estes serviços, aprendia a fazer um bolo num instante =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ter de se fazer as coisas não implica, necessariamente, que gostemos de as fazer. Há muita coisa que tenho de fazer e que não adoro: máquinas de roupa, de louça, arrumar a casa, até fazer bolos, imagine-se (ainda no outro dia fiz uns muffins para o Mateus e ficaram bem bons). =)

      Eliminar
    2. Hum... parece que há por aqui alguém com aquela coisa que se chama inveja, deve ser tão chato vir ao blog e estar sempre com a mesma conversa.
      Só fico com a dúvida se vai a todos os blogs e ainda no youtube ou se tem a especial admiração por este cantinho?

      Eliminar
    3. Pipoca, não invente!

      Eliminar
  22. Caramba… que paciência para comentários da treta. Se não gostam não são obrigados a ler. Existem mais blogs na internet; e se querem ter as mesmas oportunidades, trabalhem para elas e tenham talento para as fazer crescer.
    Pipoca, obrigada pelo blog fantástico, leve e descontraído, para nos ajudar a lidar com as amarguras (e os amargurados) desta vida!! Adoro o humor (mal compreendido, muitas vezes), a boa disposição e o continuar a mostrar aquilo que tem e o que faz, apesar daquilo que tem que ler (e, provavelmente, ouvir). Parabéns :)

    ResponderEliminar
  23. O vestido??? De onde é o vestido???? Por favooooooor

    ResponderEliminar
  24. Eu fico bastante feliz por teres estas coisas à borla. Trabalhaste para isso e mereces! Continua a reportar coisas da miúda... e do miúdo, e da vida e de tudo. Beijinhos!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, sim, deves estar tão feliz quanto eu.

      Eliminar
  25. Respostas
    1. Invejosas? por aqui? quem diria!

      Eliminar
  26. OMG... caga nestes comentários de merda. Festa linda e cheia de alegria!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não literalmente, espero...?

      Eliminar
  27. Às vezes quero ser blogger.
    Ir a sítios giros, receber roupa em troca de uma ou outra divulgação, ter acesso a coisas que talvez sem blog, não pudesse ter.

    Depois venho à tua caixa de comentários e isso passa-me.

    Grande beijinho Ana, és a maior! ♥️

    ResponderEliminar
  28. O que mais gosto neste blog são os comentários :) Escolhe nos a dedo

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis