Pub SAPO pushdown

O fim-de-ano é quando uma pessoa quiser

domingo, fevereiro 11, 2018

Janeiro é um mês que, normalmente, custa a passar, mas este ano parece que teve 83 dias. Todos os dias olhava para o calendário e tooooodos os dias pensava "mas não há meio de este mês chegar ao fim????". Janeiro e Fevereiro são os piores meses do ano para mim (frio, chuva, neura), mas Janeiro acho que bate tudo. Acho que mal saí de casa, tenho ideia que passei grande parte do tempo a hibernar, e acho que é um sentimento comum a muita gente. Ninguém quer combinar nada, ninguém está com paciência, e entre apanhar um frio desgraçado e ficar em casa envolta num pequeno mundo polar, a segunda opção ganha assim com grande vantagem. 

Com isto tudo, parece que o fim-de-ano foi há uma vida. Mas não, foi só há um mês (e pouco, vá). Ainda não tinha falado sobre isso aqui no blog porque,
lá está, estive a hibernar em Janeiro, mas agora estou a voltar à vida e a recuperar há uns temas. Ninguém estava para grandes festas nem rambóias (somos pessoas idosas), por isso eu e os meus amigos decidimos que fixe, fixe era arranjar uma casa grande onde coubéssemos todos e onde nos pudéssemos dedicar a coisas de idosos. Tipo, comer e jogar jogos de tabuleiro. Era o nosso grande plano de reveillon.

Depois de alguma investigação, acabámos por aceitar o convite do Martinhal Quinta Family, no Algarve. Uns amigos nossos já tinham ficado no de Cascais e convenceram-nos com duas palavras mágicas: kids club. O Martinhal é um espaço pensado para as famílias, por isso não faltam actividades para a criançada. E, sim, um kids club incrível, o Raposinhos (dos seis meses aos oito anos), para onde fizemos questão de recambiar os putos para podermos ter algum sossego. Achámos que pudessem estranhar, mas o facto de terem ido em grupo ajudou. E a educadora que os recebeu era incrível, todos os dias chegavam cheios de novidades e a contar tudo o que tinham feito. Moral da história, assim que acordavam pediam logo para ir para o clubinho, estavam-se nas tintas para nós.



Ficámos divididos em duas casas enormes, tão grandes que no último dia ainda consegui descobrir  um quarto que não tinha visto. Optámos por fazer o jantar da noite de fim-de-ano em casa, que estava completamente equipada com tudo o que precisámos para ser felizes e para ficar a comer até às tantas da manhã (acho que ainda estou a fazer a digestão daquilo tudo). Ambas as casas tinham piscina e acho que, naqueles três ou quatro dias, devemos ter dito umas 430 vezes "isto no Verão é que deve ser mesmo bom". No Inverno também tem o seu encanto. Está tudo calminho, há piscina interior, há sítios bonitos para passear ali à volta, mas no Verão deve ser ainda mais espectacular. No dia 1 apanhámos um sol do caraças, calorzinho mesmo bom. Não deu para mergulhar  (ainda houve quem falasse nisso), mas ficámos horas à conversa esticados nas espreguiçadeiras da piscina, a pensar que temos mesmo de voltar no Verão.



Começámos o ano assim em muito bom, não só porque estávamos num sítio incrível mas porque estarmos juntos é sempre uma festa. E como já andamos a pensar num destino de Verão, o Martinhal está mais do que na lista. Só falta que chegue o Verão. Está quase.........



Estadia a convite do Martinhal Quinta Family

31 comentários:

  1. Pois. Isto de ser convidada para tudo quanto é festa, comer do bom e do melhor, viajar e passar férias em todo o lado, e depois não ter que pagar nada...parece ser muito fácil viver, não parece?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas incomoda assim tanto que a Ana tenha estas "ofertas" ainda que seja parte do seu trabalho? A mim incomodava-me muito mais ter passado a pda neste grupo e ter levado com workshops de veganismo ético do arrumadinho, do que aquilo que a rapariga ganha.

      Eliminar
    2. Ahahahahah Pipoquinha, não tem receio que muitos dos comentários no seu blogue venham de familiares seus ressabiaditos? :)
      Beijinho

      Eliminar
    3. ahahahahahah Adoro as tuas respostas... que gente tão infeliz...

      Eliminar
    4. Eu acho é que deviam dar-lhe a casa (não só a estadia), para aturar este tipo de comentários (e outros muito piores)...

      Eliminar
    5. Fogo, já mete nojo esta gente. Rua daqui, ninguem tem paciência já!!!!!!

      Eliminar
    6. HAHAAHAH "RUA DAQUI" é muito bom anónimo das 15h04. Realmente já enjoa estes comentários mas são sempre bem-vindos porque as respostas da Ana são sempre deliciosas. =)

      Eliminar
    7. Tem graça que este comentário anónimo fez-me lembrar um certo post...escrito há dias por uma certa pessoa que se queixava de alguns comentários maldosos que recebia...e que depois de ver-me comentar afirmou com toda a sua certeza que a minha teoria não fazia sentido sentido...

      Pois não, não faz. Mas é claro que não faz! Que raio de ideia foste tu ter Francisco...

      Eu bem os vejo. :)

      Eliminar
    8. Francisco, a sua teoria continua a não fazer sentido. Era muito ao género "tu mereces comentários maldosos porque esfregas na cara das pessoas que tens uma vida privilegiada". Para mim isso continua só a ser parvo.

      Eliminar
    9. Pipoca, a ideia que partilhou tem bastante aspecto de ser parva de facto...mas acho bastante estranho porque sempre julguei que tivesse ficado bem patente que era sobretudo um "tu recebes comentários maldosos porque, embora tenhas uma vida feita de tristezas e alegrias como todas as outras pessoas, apenas esfregas na cara das pessoas que tens uma vida privilegiada e há demasiada gente "desprivilegiada" que não gosta disso". E todos estes comentários "anónimos" estão aqui para comprovar aquilo que digo. Se é parvo fazer isso? pergunte a quem o faz, não a mim. Não sei porque razão continua a insistir nesse "tu mereces" já que no post citado pareceu-me que condenava bastante a mania que TODOS temos de contar contos e acrescentar pontos (seria só a dos outros talvez..), mas se a sua subjectividade quiser levá-la para esse caminho...quem sou eu para contrariá-la...

      Descanse que não voltarei a tocar no assunto.

      Eliminar
    10. Oh Ana, faz muito bem aproveitar e viver a vida que é tão curta, isto passa tudo tão rápido, mas sabe o que invejo em si? É a sua capacidade de resposta àqueles comentários de gente ressabiada que só a sabem criticar, adoro as suas respostas. Farto-me de rir, e adorava ter essa capacidade, pois toda a vida também me cruzei com pessoas idiotas, e quase nunca consegui responder com o seu sarcasmo, que é o melhor para este tipo de gente. Parabéns por ser assim, boa pessoa mas esperta.

      Manuela

      Eliminar
    11. "apenas esfregas na cara das pessoas que tens uma vida privilegiada e há demasiada gente "desprivilegiada" que não gosta disso""?? Mas essa gente é que está mal! Não é a pipoca que tem que esconder a vida que tem... há cada um...

      Eliminar
    12. Anónimo (09:16), sem dúvida alguma que é uma ideia errada...mas uma das minhas maiores características foi sempre saber ser prático e directo, e não viver com a fantasia de que todo o ser humano é bom por natureza. Isso é o discurso da praxe, não a realidade do dia a dia. É bom quando pode ser bom e é mau quando sente vontade de ser mau. Ponto. É muito raro encontrar alguém que saiba viver bem com o bem dos outros, sobretudo se essa mesma pessoa levar uma vida má, excepto claro, se esses "outros" forem familiares, amigos ou pessoas muito próximas. Esta ideia é tão fácil de entender que parece quase absurdo eu ter de explicar tudo isso.

      Disse que ninguém tem que esconder a vida que tem, mas não se esqueça que aquilo que vê aqui é apenas a parte boa da vida pessoal e profissional da Pipoca. A projecção do seu blog assim o exige. Obviamente que a Ana não ia falar aqui dos seus problemas pessoais e das suas fragilidades, mas esta "projecção" acaba por transmitir a ideia falaciosa de que só acontecem coisas boas, alegrias e sorrisos, na vida dela ainda que a maior dos sorrisos possam ser apenas para a fotografia, o que acaba por provocar algum azedume em pessoas mais fracas de espírito que não são capazes de compreender isso.

      Eliminar
    13. Francisco, portanto, a Ana tem que se conter porque essas pessoas levam a mal? WTF? O espaço é dela, só o vê quem tem INICIATIVA de vir cá ver. Essas pessoas más que não ficam contentes com a felicidade da Ana vêm para aqui ver o que é que ela fez de novo para criticar a vida que tem. É ter pena dessas pessoas? Que desejam mal? É estar a pedir comentários negativos? Se é, qual é o limite? Passar em frente a um sem abrigo no inverno de casaco quentinho não é o mesmo que descreve? Deve a pessoa ser criticada por usar um casaco quentinho em frente a um sem abrigo?
      Pessoas assim estão de mal com a vida e com elas próprias. Eu não tenho grandes posses, não vou fazer 0,000001% daquilo que a AMG faz. Mas venho cá porque adoro ver. Fico feliz, pronto! Porque o que ela publica é bonito ou é interessante and so on and so on. E comento quando posso. Agora quem sou eu para comentar algo por maldade porque a AMG tem uma vida melhor que a minha? Fazê-lo só mostra o quão triste as pessoas conseguem ser...

      Eliminar
    14. Anónimo (12:56), concordo a 100% com o seu pensamento. Na altura eu só quis dissipar algumas dúvidas que pareciam afectar a Pipoca e explicar-lhe a razão de existir tantos comentários maldosos na sua caixa de correio seguindo uma perspectiva diferente do habitual, ou pelo menos uma delas. Jamais foi minha pretensão dizer-lhe como ela deveria viver a vida dela, nem poderia, ora essa. Cada qual sabe o que é melhor para a sua vida e a mim já me cansa bastante o ter que cuidar da minha para estar agora a preocupar-me com a dos outros. Se a Ana não compreendeu ou não gostou? são os riscos que corremos por estarmos a transmitir ideias através de um teclado.

      Eliminar
    15. Hmmm... 🤔 Não vejo aqui nenhum familiar a defendê.la....
      Deve ser bonito deve, a conversa sobre a prima, sobrinha.... ☺

      Eliminar
    16. Vinha comentar que as fotos estão lindas como sempre e .... Cá está o teu Number 1 fan, o Francisco como sempre a comentar coisas parvas só para ter a tua atenção... Pipoca tens uma paciência de santa!! :) Se fosse comigo já nem aprovava os comments dele e tão pouco lhe respondia porque no fundo é isso que ele quer, mal ou bem, que lhe respondam, pois isto vai fazer com o que o dia dele valha a pena ser vivido! #getalife

      Eliminar
    17. Anónimo(11:38), certamente não saberá a missa pela metade...mas também não precisa de saber. Isso é só para gente grande. Mas eu até acho que você tem razão. A Pipoca não devia permitir os meus comentários e devia apostar a energia toda nos seus, porque não há dúvida nenhuma de que eles são mais produtivos do que os meus.

      Não sei quem é o "Fan Number 1" da Pipoca mas desconfio que você deva ser o meu...

      Eliminar
  2. Ah ah ah, a inveja é uma coisa muitaaaaaaa (sim, com "a", para dar ênfase à coisa!) feia!

    ResponderEliminar
  3. experimente o Martinhal de Sagres

    ResponderEliminar
  4. Chaaaaaaaaaaaatas! Get a life..... Umas vêem e são mesmo invejosas e ressabiadas... Outras vêem a tentar picar a pipoca com semi provocacoes absurdas a q a pipoca já nem liga nada..... Chaaaaatas....
    Não gostam não venham..... Chaaaaatas

    Chaaaaaaaaaaaatas
    Chaaaaatas
    Chaaaaaaaaaaaatas

    ResponderEliminar
  5. Não tem nada a ver com o post, é só uma curiosidade. Retirou o símbolo do Benfica do header ( será assim que se diz??) porquê, se é que pode dizer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque embora os benfiquistas representam 60% da população, a Pipoca também tem que pensar nos outros 40...

      Eliminar
    2. Só ponho o símbolo quando o Benfica é campeão. Deixo estar um mês ou dois (conforme a preguiça) e depois retiro, não fica o ano inteiro. Espero voltar a pô-lo lá para Maio.

      Eliminar
    3. Obrigada :) . Também espero fervorosamente que em Maio o volte a ver por aqui.

      Eliminar
    4. E eu espero sempre ganhar o Euromilhões, mas depois acordo.

      Eliminar
    5. Tardou um bocadinho, mas deixe-me parabenizar a sua sensatez Ana... :)

      Eliminar
  6. O que me custa nestes comentários é que queremos ler as experiências das pessoas em relação aos assuntos e nada. É aprender um pouco ou ter um momento agradável e as pessoas não se conseguem centrar no assunto em questão, pois são pessoas desinteressantes, acéfalas, mazinhas, mesquinhas, moralistas e sem categoria. Eu pensaria fazer outro blog (ao mesmo tempo que este) em que estas pessoas não conseguissem ter acesso. Ana, o seu talento para escrever fica muito prejudicado com esta gente inferior. Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espelho meu...espelho meu...

      Eliminar
  7. Adoro pessoal que vem aqui ao blog, logo dá dinheiro a ganhar à Ana, para destilar veneno
    Opá é tão delicioso! :D
    Porque ela nem precisa de responder porque só virem aqui já lhes garante a "vida priveligiada" que ela esfrega não sei bem onde LOL

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis