Pub SAPO pushdown

Ora vamos lá ver uma coisa

quarta-feira, abril 05, 2017

Não sei se isto é assim com toda a gente, mas eu não tenho grandes certezas sobre nada. Fui deixando de ter. Tendo em conta as voltas que a minha vida deu nos últimos tempos, diria até que certezas é coisa que não me assiste e que a vida consegue ser de uma filha da putice inacreditável. Mas há algumas coisas que posso afirmar, convictamente, que jamais me acontecerão. A saber:

- Jamais deixarei de ser do Benfica. Podemos passar os próximos 50 anos sem ganhar nada, tipo o Sporting, que eu jamais voltarei as costas a esta paixão;
- Jamais morrerei num acidente de balão/avioneta/helicóptero porque, simplesmente, me recuso a andar nessas coisas (a menos que esteja desmaiada e me enfiem lá à força);
- Jamais me conseguirão convencer a comer língua de vaca e outras partes esquisitas dos bichos (a menos que me enganem e me digam que é outra coisa qualquer);
- Jamais gostarei de cebola. JA-MÉ!
- Jamais prestarei atenção a desconhecidos que metam conversa comigo na noite ou na net.

Depois há outras coisas, claro, ligadas ao meu filho, à minha família e aos meus amigos, mas isso é senso comum, é igual para toda a gente, mais coisa, menos coisa. Mas eu queria mesmo focar-me era neste último ponto: estranhos que metem conversa connosco na net. Ora bem, de quando em vez acontece alguém (homem) mandar-me uma mensagem via Instagram ou Facebook. Coisas muitíssimo originais, do género "és muito gira", ou "oi, linda/gatinha/gostosa/fofinha" ou "pareces uma pessoa incrível". Invariavelmente, a minha resposta a mesma: silêncio. 

Acredito que isto aconteça a quase todas as mulheres, as redes sociais são muito propícias a isto. É muito fácil atirar o barro à parede, mandar mensagens, deixar uns likes marotos e ver se a coisa se dá. Mas, meus amigos, comigo não se vai dar. Uma coisa é  ser alguém conhecido, um amigo de um amigo, alguém que já não vemos há milhares de anos, aí ainda vá. Os Facebooks desta vida facilitam essa aproximação e nem tudo o que daí advém é mau. Reencontramos pessoas, ficamos a conhecer outras por quem até tínhamos alguma curiosidade, às vezes nascem até algumas amizades improváveis. São os tempos que correm, não vale a pena contrariar a tendência. Agora, um total desconhecido meter conversa comigo e esperar feedback? Não vai acontecer. Da mesma forma que eu também seria incapaz de andar a espalhar "gostos" em perfis alheios ou a meter conversa com homens que nunca vi. É que nunca na vidinha.

Em primeiro lugar, acho que um gajo que anda a distribuir likes em fotos de miúdas no Instagram e a mandar mensagens a desconhecidas, não faz isso só com uma. Faz com duas, com dez, com 100. Não se enganem, vocês não são especiais, únicas, incríveis. Isto é um esquema que se aplica a uma data de gente, dificilmente um gajo (estranho) aposta todas as fichas em vocês. E, às vezes, resulta. Há sempre alguém mais permeável, alguém que até não se importa de conhecer desconhecidos, gente com quem não tem, à partida, nenhum ponto de contacto mas que acha graça à atenção, a levar uma cantada. Para mim, não dá. Para mim são tipos que andam à caça, à espera da primeira que caia, e eu  já não tenho idade, paciência nem vida para isso.

Ontem recebi uma mensagem de um tipo que dizia:


A sério, Nuno? É isto o melhor que consegues? Mandar uma mensagem completamente banal e que deve ser a mesmíssima que envias a 300 outras miúdas nas tuas horas vagas? A minha vontade foi responder "sim, conhecemo-nos nos teus sonhos, e é só mesmo aí que nos vamos dar". Se isto não é a puta da lata, não sei que vos diga. E não vos consigo explicar como isto me consome os nervos, este facilitismo, este engate dos tempos modernos. Como se não bastasse, não acentua bem as palavras nem sabe usar vírgulas, que é logo factor de eliminação. Blhéc!

Não sei o que o futuro me reserva, não sei o que me está destinado, mas sei, com toda a certezinha, que este tipo de cena não é para mim. Tenho 36 anos, um filho, sei muiiiiiiiiiiito bem o que quero, e não é, seguramente, um garanhão do Instagram. Posto isto, Nunos desta vida, desamparem-me a loja. Podem ser muito 
bons moços (duvido), podem ter as melhores intenções desta vida (duvido), mas... o problema não são vocês, sou eu. 

(dito isto, ainda não pus de parte a ideia de ir espreitar o Tinder, tenho a certeza de que daria posts incríveis. Me aguardem)


156 comentários:

  1. pipoca no tinder sim pff!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Instalei a app do Tinder por gozo, o primeiro ( e único ) que me calhou começou com a enrolação que todos dão, que era linda e inteligente e os olhos. A conversa era interessante, ele era uma pessoa aparentemente com conteúdo... No dia a seguir começou a insistir para nos encontrarmos, e que era a mulher da vida dele, que estava a sentir ' coisas '. No 3º dia começou com conversas unica e simplesmente com teor sexual e chegou-me a enviar uma fotografia a fazer sexo anal com uma rapariga ( que btw tinha uma cicatriz numa das bochechas do rabo ).

      Desinstalei a app e bloqueei-o do whatsapp. Estou como a Ana, não tenho paciência para conversas da (pa)xaxa, os cavalheiros começam muito bem mas cedo se desbroncam. Gosto de conquistas à moda antiga, sinceramente senhores que leem isto, não sejam anormais nas vossas conquistas, sejam honestos. Se querem só sexo digam, sejam explícitos: 'Olha, acho-te uma grande brasa e não me importava nada de ir para a cama contigo, não te vou prometer nada além de umas horas bem passadas.' Já nenhuma mulher tem saco para que vocês digam que somos as mulheres das vossas vidas, que deixam tudo por nós, que nos enganem só para nos levarem para a cama porque se tivermos a fim, vamos de qualquer maneira entendem ?

      Uma prima minha com 17 anos já foi enganada por 2 namoradinhos, mas o que raio se passa com os 'homens' hoje em dia ? Acham que com Badoos, Tinder e outras apps continuam a precisar de enganar para terem sexo ? Para mim o problema das apps é esse: atrás do teclado somos capazes de coisas incríveis, ao vivo é que a coisa é diferente. Tenho namorado neste momento e garanto-vos que se a coisa não der certo vou quase de certeza ficar sozinha. Não tenho paciência para o flirt tecnológico forçado, para criar relações ilusórias. Não me identifico minimamente com o estilo de relações hoje em dia, prefiro ficar sozinha. Por isso eu acho que uma separação deve ser muito bem ponderada porque pessoas boas e que valham a pena há cada vez menos.

      Eliminar
    2. Comentário/testemunho na mouche!

      Eliminar
    3. Estou conpletamente de acordo, sobretudo com a parte final. Tenho 37 anos e tenho namorado, tb tenho a noção que se uma dia a nossa relação acabar vou ficar sozinha. É mt difícil encontrar pessoas de jeito e, nunca será, com o engate dos tempos modernos. Aliás, costumo dizer, na brincadeira, que se um dia criar um Tinder é pq algo de muito grave está a acontecer comigo.

      Eliminar
    4. Tenho 33 anos, um filho e acho mesmo que vou ficar sozinha!

      Eliminar
    5. Mais uma acreditar exactamente no mesmo. Tenho 34 anos, e se a minha relação acabar, fico sozinha de certeza. Não tenho paciência para engates deste tipo, e hoje em dia, parece que só há disto. Seja na net ou mesmo na vida real. E não são só os homens, ainda há pouco tempo, num bar, uma tipa meteu conversa com uma amigo meu para pedir lume, e 10 minutos volvidos ela estava a convidá-lo a ir a casa dela... assim do nada! Há uns tempos conheci uma "amiga colorida" de um outro amigo meu, e a rapariga passou o jantar todo a puxar a conversa para o tema sexo! Na última vez que saí à noite, fui agarrada por um tipo que não conhecia de lado nenhum, quando ousei ir à casa de banho sozinha. É horrível! Ou então estou velha.

      T.A.

      Eliminar
    6. Penso exatamente o mesmo. Lamento que não seja só impressão minha e que seja a triste realidade.

      Eliminar
    7. Fui eu que escrevi o comentário e tenho 36 anos. Já fui casada e divorciei-me e as pessoas que conheci depois fizeram-me por muito em perspectiva a visão que tive em relação ao meu casamento. Embora tivesse deixado de gostar do meu ex marido pensava muitas vezes que ele afinal não era assim tão mau tal era o tipo de pessoas que me aparecia. Desculpem este desabafo mas vejo pessoas à minha volta que também passam por isto.

      Agora namoro e já tive situações muito complicadas de gerir com o meu namorado mas tento relativizar e ultrapassar. O meu conselho é pensarem sempre se vale a pena uma separação ou um divórcio porque vejo amigas minhas e família às vezes separarem-se com a ideia que ainda vão ser felizes e vão encontrar alguém melhor e o que acontece na realidade é bem diferente...

      Eliminar
    8. Cara anónima, uma pessoa nunca deve ficar com outra so porque não vai encontrar nada melhor. Devemos estar com alguém que nos faz feliz (e a quem nos fazemos feliz). Se não estava feliz com o seu homem, então fez bem em divorciarse. É a minha modesta opinião.

      Eliminar
    9. Leio estes testemunhos aqui em cima e fico triste pelas pessoas em causa. Quase a entrar nos 30 anos e com duvidas a respeito da minha relação assusta-me ler isto. Será que é mesmo verdade que há o risco de não se encontrar ninguém "suficientemente bom" para nós? Ou é uma questão de paciência e aprender a estar sozinha e desfrutar de estar solteira algum tempo (que podem ser alguns anos)? Com tantas pessoas no mundo não será um erro manter uma relação que não nos satisfaz por medo?

      Eliminar
    10. Eu cá estou sozinha há 3 anos. Já conheci muita porcaria e, ou é alguém me que acrescenta alguma coisa e me complementa, ou então pode dar meia volta e ir à sua vidinha. Quando comecei a questionar o sentido da vida e sem saber que raio era esta coisa das relações de hoje em dia, fui para a Psicoterapia. Não, não estava maluquinha nem deprimida, somente precisava de respostas que ninguém sabia dar. Descobri coisas fantásticas acerca de mim mesma e descobri essa coisa maravilhosa da felicidade que está dentro e não fora de mim. A felicidade não aparece quando aparece alguém que nos dá amor. Isso é somente um erro. Depositar todas as capacidades que temos para estar felizes noutro ser humano que é tão imperfeito quanto nós? Não resulta.
      Obviamente que gostaria de ter uma relação, mas teria que ser com alguém muito bem resolvido. Que entenda que não quero partilhar casa todos os dias. Que goste de mim pelo que sou e que tenha carácter para ser um homenzinho. Fora isso, não me importo nada de estar sozinha. Uma relação dá demasiado trabalho para estar só porque sim!

      Eliminar
    11. Olá Maria del Mar, pois eu sei disso mas o que queria dizer é que há muito aquela máxima do 'estás mal muda-te' e assusta mesmo a rapidez e a quantidade de divórcios que há. O que mais me surpreende são casais que namoram há anos, têm um filho e passados 1, 2 anos divorciam-se. É muito díficil a partir dos 30 anos arranjar um amor na plenitude que as pessoas querem. Nessa altura normalmente os homens estão na primeira crise da idade e querem é curtir e não levam nada a sério. Levei meses a falar com homens e todos eles queriam algo sem compromisso, especialmente no que toca a filhos fugiam disso como o diabo da cruz. Aos 30 eles querem festa e nós queremos um amor sólido, queremos o pai dos nossos filhos.

      Uma amiga minha divorciou-se aos 37 do pai dos filhos com quem estava desde os 14 anos. em 2 anos apareceu-lhe duas pessoas que a enganaram de uma forma que ela não sabia poder acontecer e que a marcaram profundamente. Outra minha amiga teve um amigo em comum que teve 3 anos de volta dela, saiam mas ela não avançava com nada, quando finalmente aceitou namorar com ele, ao fim de 2 meses ele deixou-a.O que é que uma mulher sente em relação a isto ? Que só nos querem levar para a cama e que têm esse objetivo tão vincado que mentem e enganam até o conseguir.

      O meu marido tem uma filha, sempre me disse que queria ter filhos comigo desde o inicio do nosso namoro e passados 3 anos comecei a falar disso a sério a coisa mudou. Ao inicio disse que sim mas eu via que fica aliviado quando me aparecia o periodo. Há 1 mÊs voltei a tomar a pílula e já tirei da cabeça ter filhos porque vejo que ele genuinamente não quer. Tenho andado muito triste porque sempre pensei em ter filhos e vejo que agora este desejo nunca se vai concretizar. O que raio se passa com os homens ? Têm o ego tão baixo que têm que mentir para arranjar alguém que fique com eles ? Vejo o tempo a passar e mais uma vez sinto que fui enganada. Começo a pensar que a minha vida vai ser afinal completamente diferente do que sempre imaginei e custa muito. DEsculpem mais uma vez..

      Eliminar
    12. Olá MJ,

      Eu tive 2 anos sozinha entre o meu divórcio e ter conhecido a pessoa com quem estou. Muitas vezes deixamos a pessoa com quem estamos porque já não sentimos paixão, desejo. Acaba por haver cumplicidade e amizade mas o desejo acaba. Não lhe digo ser impossível mas digo-lhe que é sim mais díficil. Pondere o que a faz dúvidar na sua relação se é grave ou forte o suficiente para terminar e se está preparada para as relações de hoje em dia. 'Encaixar' nas pessoas é díficil, ter os mesmos gostos e interesses, fazer ' fretes ' pelo outro, ter quimica... o amor só não basta e a paixão esgota-se ou vai-se esgotando.

      Eliminar
  2. como diz a anedota, "sim na clinica de doenças venéreas onde eu trabalho"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitoooo bom! Não conhecia esta. Vou registar!

      Eliminar
    2. ahahaha, essa é linda. Nunca tinha ouvido.
      Concordo em absoluto consigo: os contactos pelas redes sociais são "mais do mesmo"... e não, não somos especiais, somos apenas mais uma na tentativa de apanhar alguém.

      Eliminar
    3. O Tinder é todo um novo mundo: o mundo dos homens comprometidos ou até casados que andam com vontade de pular a cerca e dos homens que gostam de sair com várias ao mesmo tempo e não se comprometer com nenhuma. Claro está como tudo na vida há boas excepções, mas em geral e do que tenho visto resume-se basicamente a isso.

      Eliminar
    4. Nem tudo no Tinder é mau, como nem todos os homens que entramos fora do mundo virtual sao bons.

      Eliminar
    5. O Tinder. Já conheci 5 ou 6 pessoas maravilhosas através do Tinder, mas não vou lá à procura de sexo, tanto que nunca me envolvi sexualmente com nenhum dos homens que conheci. Mas conheci pessoas magníficas e que agradeço todos os dias e hei-de agradecer todos os dias da minha vida tê-los conhecido. Não sejam quadradas.

      Eliminar
  3. Cavalheiro do Aeroporto05 abril, 2017 18:15

    Estou a arriscar, ao responder em cenário de guerra, mas... é por esses que o cavalheirismo anda pelas ruas da amargura.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um cavalheiro totó anula logo a parte do cavalheiro.

      Eliminar
    2. Cavalheiro do Aeroporto05 abril, 2017 19:53

      Não há Cavalheiros totós! Há Cavalheiros e os outros.

      Eliminar
    3. Cavalheiro 1- anónimo das 19.13 0 :))

      Eliminar
    4. Cavalheiro do Aeroporto05 abril, 2017 21:40

      O verdadeiro Cavalheiro está de volta, para defender a sua honra.

      Eliminar
    5. Ó Cavaleiro o menino é distraído. Tem ali uma anónima toda animada consigo e insiste com o inatingível mesmo depois de ler este post?!
      No aeroporto tanto tempo e ainda não "embarcou"? Ou já o consideram um "overbooking"?

      Eliminar
    6. Cavalheiro do Aeroporto05 abril, 2017 23:52

      Cavaleiro é comigo? Sim, já montei várias vezes, mas me consideraria cavaleiro.
      E se bem lhe pergunto, insisto em...?

      PS: Parabéns pelos trocadilhos, mas vá indo, para não perder o check-in.

      Eliminar
    7. Logo vi que era socialista.
      Eu já embarquei e vou num aviao muito bom e confortável (não é da Tap, claro), tem Wi-Fi e tudo.
      Cavaleiro também era um trocadilho, não é nada distraído, não senhor. Então boa estadia aí no aeroporto em lista de espera, caso não consiga mudar de voo.

      Eliminar
    8. Provavelmente o cavalheiro do aeroporto não vai sequer embarcar! Deve estar impecavelmente no seu local de trabalho e por isso limita-se a ser educado e simpático com quem chega ou parte do país, para que fiquem com uma boa imagem de Portugal!

      Eliminar
    9. Cavalheiro a chamar a atenção de muita gente!
      Gosto...e aposto que a nossa Ana sorri, mesmo quando se irrita com abordagens destas. :)

      Eliminar
    10. Interpretação de textos é mesmo um problema neste país. É preciso explicar até trocadilhos e sarcasmo, caramba.

      Eliminar
    11. Cavalheiro do Aeroporto06 abril, 2017 17:34

      Nada disso, a Pipoca não se ri destas coisas. É garantido.

      Eliminar
    12. Disse "sorri" e não "ri".
      Sorrir não é pejorativo. Rir, é- o, quando se trata de gozar sem dó nem piedade ( quem não merece).
      Doce Cavalheiro, está a precisar de repousar. Mente e corpo estão num reboliço ;)

      Eliminar
    13. Cavalheiro do Aeroporto06 abril, 2017 20:59

      Tem razão. Reformulo: A Pipoca não sorri destas coisas.

      Eliminar
    14. Acho que já vi esse "filme"! O cavalheiro era o Tom Hanks, um cidadão apátrida que passou a residir temporariamente na zona internacional do aeroporto e também tinha dificuldades de interpretação...

      Eliminar
    15. Ai Pipoco... :)

      Eliminar
  4. ahahahahaha, muito bommmmm!
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Conheci o meu namorado no tinder. Estamos juntos há quase dois anos. Nem todas as histórias dessa app são pura comédia, há histórias de amor de verdade também.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. e vão 2... estamos juntos e felizes há 1ano e meio.
      mas antes dele conheci "muita merda" por essa aplicação.
      tenho noção que o teu e o meu exemplo são excepções à regra.

      Eliminar
    2. Vão 3.
      E eu que nunca na vida tinha pensado meter-me nessa App. Fui por brincadeira, por "loucura" de amigas depois de ter passado uma fase absolutamente lixada na minha vida, pensei: "why not? Deixa-me lá ver este fenómeno". Sempre muito crítica, sempre muito reticente.
      Conheci o amor da minha vida. Até agora, é o amor da minha vida.

      Eliminar
    3. Conheci o amor da minha vida no badoo. Nunca pensei que tal fosse acontecer, mas 5 anos e uma filha depois, não me arrependo de ter respondido áquele 'olá vizinha da freguesia do lado!' 😀

      Eliminar
    4. Lindas histórias! Viva o Tinder (em Angola) :))

      Eliminar
    5. Conheci o meu marido no Hi5.... já lá vão 12 anos muito felizes :).

      Eliminar
    6. só para acrescentar há um casal no youtube (travel and share) brasileiro que admitiu que se conheceram no tinder. e também estão juntos

      Eliminar
    7. Opá , ninguém diga desta água não beberei e por muitas vezes pseudo engates transformam- se em coisas sérias, seja na net ou na vida real. São todas pessoas. E a net convida aos desabafos, e baixa-se a guarda com mais facilidade. Se por um lado pode- se inventar o que não se tem ou não se é , por outro mostra-se a alma com menos pudores. Desculpe a ortografia Pipoca.

      Eliminar
    8. Casando em Setembro - com o meu 2o tinder date, melhor amigo e amor da minha vida 😊

      Eliminar
    9. Também faço parte dos casalinhos do tinder e só tenho a dizer, obrigada tinder!

      Eliminar
    10. Mais uma aqui, mudei-me para Inglaterra e, sem conhecer ninguem decidi arriscar e conhecer o mundo do tinder. Depois de dois encontros terriveis, eis que há terceira foi de vez. Vivemos juntos e ja nao sei o que faria se nao o tivesse aqui comigo 😃

      Eliminar
    11. Um único encontro no Tinder, que nem sabia o que era, dois meses só a falar por whatsshap, e hoje é o homem que amo, e que me ama tanto, tanto, já lá vão 7 meses.
      Nunca , mas nunca acreditei nessas aplicações, durante 4 anos após o meu divorcio, não namorei com ninguém , porque não quis, não estava interessada e achava todos com algum defeito.
      Não conheço a Ana, apenas profissionalmente, há muitos anos atrás fez uma entrevista na Time Out sobre a minha empresa online que tinha na altura, e ocasionalmente em eventos. Por isso as opiniões são sempre relativas, subjectivas, quando apenas estamos falar para alguém que não sabemos o que está a passar. Apenas posso relatar a minha realidade.Mas acredito que um coração tem de ter o seu tempo para se curar.
      Nunca digas nunca, foi o que aprendi na vida...

      Eliminar
    12. Mais uma aqui que namora há dois anos com alguém que conheceu via tinder. Conheci alguns bajolos mas também me trouxe um grande amor.
      Oh Ana, devias fazer um post para podermos contar as nossas aventuras.
      O tinder mesmo assim era fantástico. Olha por exemplo, eu jantava imensas vezes fora, em restaurantes fixes e nunca pagava a conta porque eles são cavalheiros. Eu teria muito mais a contar como daquela vez em que um veio de propósito de Santarém para beber um copo na praia de Carcavelos. Enfim, depois de muitos encontros numa altura em que não levava nada a sério, lá conheci mais um que se revelou especial.

      Eliminar
  6. Até que não foi assim tão atrevido, há piores:)

    ResponderEliminar
  7. Eu também pensava que era impensável apaixonar por alguém na noite ou através da internet. Porém, numa saída de amigas a uma discoteca, um rapaz achou-me piada mas não teve coragem de me abordar. Uns dias depois, a discoteca publicou as fotos dessa noite e, por coincidência, uma amiga minha identificou-me na foto. O rapaz ao ver a foto percebeu que era eu e mandou-me mensagem no Facebook. Eu nunca tinha respondido a qualquer mensagem de alguém que desconhecesse, mas a verdade é que a ele respondi (talvez por tê-lo achado bonito).
    Em Junho deste ano fazemos 5 anos de namoro e tudo começou pela "noite" e pela "net" ;) E sou muito feliz

    ResponderEliminar
  8. Se sabes o que queres entao procura...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas quem disse que a Ana está à procura de alguma coisa? Aliás, por aquilo que me parece, eu diria que nesta nova etapa da vida, a Ana está mais focada noutras coisas.

      Eliminar
    2. se me permite.
      sem dúvida uma boa resposta.

      Eliminar
    3. Saber o que quero não significa que tenha de andar numa busca incessante. Saber o que quero pode passar, precisamente, por querer estar como estou.

      Eliminar
    4. Grande Ana!

      Eliminar
    5. Quando estive sete anos sem ninguém chegaram-me a dizer "estás armada em esquisita, qualquer um serve". Eu respondi sempre que se há coisa em que se deve ser esquisito é na pessoa que se escolhe para partilhar a vida.
      Por isso a Ana agora até pode estar sem cabeça para pensar no assunto mas vai ter sempre alguém que pensa que anda desesperada à procura de homem e não tem porque é esquisita ou (outra versão que eu adorava) porque tem um feitio intragável e ninguém a quer.
      Certo é que querer estar sozinha nunca parece ser uma possibilidade os olhos das outras pessoas, sobretudo das mulheres, porque somos umas fofinhas umas para as outras.

      Eliminar
    6. Já não venho aqui tanto como costumava vir e parece que estou a perceber que a Ana já não está com o Arrumadinho? É assim Ana? :(

      Eliminar
  9. É que tão "aaaaaaaaaaaarrrrrrrrgggggggggghhhhhhggggggggrrrrrrrrruuuuuuuuuunnnnnnnnnnffffff", que nem precisas de conseguir explicar! É tão insultuoso que nem dá para articular nada coerente...

    ResponderEliminar
  10. Pipoca mesmo que o Tinder não lhe traga a alma gémea (!) O blogue fica a ganhar com novas aventuras! Por isso, parece-me aposta ganha 😉
    https://jusajublog.blogspot.pt/?m=1

    ResponderEliminar
  11. Um clássico dos tempos modernos :)
    Sobre o Tinder, querida pipoca, é sempre diferente para as mulheres e para si, que é conhecida, talvez seja ainda mais 'grave'. A probabilidade de se receber abordagens que não nos interessam é gigante, principalmente quando se tem dois dedos de testa. A questão é que o tinder é mesmo uma experiência social interessante - há de tudo! E é quase viciante ver carinhas e deslizar o dedo. Nem que seja sempre para colocar não sem sequer abrir para ler a descrição ou ver se tem mais fotos. Instalei o tinder numa passagem de ano em Lisboa com uma amiga, acredite ou não, sem qualquer segunda intenção. Não sou nada de casos de uma noite. Distribui uns likes, meteram conversa, e eu, que sou muito má a socializar neste âmbito e corto logo as bases, de dez correspondências apenas com dois consegui ultrapassar o "tudo bem/de onde és/que idade tens/o que fazes na vida". Um deles, perdeu-me logo quando disse "ah eu sou chapa ganha/chapa gasta" e quis combinar sair logo a seguir. O outro mudou a minha vida. Com muitos kms a separar-nos, andamos três meses apenas a conversar quase todos os dias, quais adolescentes, até eu voltar a lisboa e nos vermos. Essa primeira vez que estivemos juntos pareceu só mais uma vez, tivemos sorte e houve "clique". Podia não ter havido e presencialmente não ser nada do que eu estava à espera. Claro que o conheci numa APP como o podia ter conhecido noutro local qualquer... Tudo só para dizer que no tinder como num bar e como na vida: há de tudo :)

    ResponderEliminar
  12. Eu estou num processo de divorcio...por causa app tinder entre outras o meu "marido" ex em breve usas para pulse a cerca etc...enfim...mas não culpa "elas" Mas SIM "ele" pois foi ele que procurou e dizia que era solteiro,sem filhos e bem na vida a nivel financier...execelente trabalho...a unica verdade foi quanto a trabalho. Abandonou a sua familia para as suas aventuras...e espero que seja feliz Mas que nos deixe em paz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora em português

      Eliminar
    2. Também me foi difícil perceber.

      Eliminar
    3. Acho que foi a fur que levou a anónima a escrever assim!!

      Eliminar
    4. Espero que tenha o bom senso de não meter os filhos no assunto... Foi um traste? Claro que sim, mas isso não o impede de ser um bom pai.

      Eliminar
    5. É alguém que vive no estrangeiro, apostaria em França ou país de língua francesa pelo "financier"
      Não sejam tão mazinhas, olhem o karma....

      Eliminar
  13. Olá Pipoca,
    Isto é bla bla Whiskas saquetas para ti, mas eu e o J estamos juntos há 8 anos.
    Se não tivesse sido a internet, jamais estaríamos juntos.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Sabes o que te digo, Pipoca? Não digas "nunca". Vai por mim.
    Goza a vida, deixa lá os homens, ainda és nova. Lá para os 50 pensa nisso, num homem para o resto da vida. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca digas nunca nem nunca digas sempre... vivendo e aprendendo...

      Eliminar
    2. ora é esta a verdadeira essência da questão
      "nunca digas NUNCA"

      Eliminar
    3. mais uma boa resposta.

      volto a escrever: Nunca digas NUNCA
      =))

      Eliminar
    4. No caso da Ana, jamais digas jamais ;) Mas é que é mesmo...

      Eliminar
  15. Conheci o meu Amor no Meetic.
    Ambos com vidas passadas. Ambos com filhos. Ambos com formação académica.Ambos com idade para ter juízo.
    Porque já ultrapassamos os 40, sabemos o que é melhor para nós.
    A isto chama-se sonhar...e concretizar, no nosso caso através do enlace, com direito a festa e alianças...e um mundo de coisas giras. :)

    ResponderEliminar
  16. Ana, julgava que tinha conhecido o Ricardo aqui, no blog.
    Enganei-me?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre achei o mesmo e vinha comentar exatamente de conhecer nos blogs...

      Eliminar
    2. ups, alguém ofendido.
      foi nos Santos..no Santo "Antoninho"... !!!!

      Eliminar
    3. Nuno ? És tu?

      Eliminar
    4. Quem é o ofendido?
      Se for a primeira pessoa que comentou, não há sinais de ofensa, mas simples curiosidade de alguém que admira e lê a Ana há anos-muitos- e que encontrou a alma gémea na net.

      Esta mania de ver maldade em tudo!

      Eliminar
    5. Anónimo essa foi tiro ao lado. Todaa a gente que lê o blog conhece essa história.

      Eliminar
    6. ANÓNIMO das 15.46,eu não.
      Como disse, há anos que leio o blog...Bem antes da chegada do Ricardo, mas não o leio diariamente. Há vida cá fora.
      Se algum dia aqui li a informação, passou-me ao lado.
      Que mania de julgar os outros!
      Gente desimpedida dá nisto.
      Deve ser a mesma gente que bate forte e feio na Ana, quando o mote é vir descarregar frustrações.
      Não sendo o meu caso, abstenho-me a mais comentários deste foro.

      Eliminar
  17. Depois de ler os comentários quase que acredito nas histórias de amor via net. Mas alta o quase ..... e a realidade que já vivi que não foi assim tão bonita. Mas agora falando de coisas mesmo importantes: acho bem que não deixe de ser do Benfica e tem que dar uma oportunidade a comer língua de vaca. é mesmo bom :) Beijinho pipoca

    ResponderEliminar
  18. Mas que post tãooooo genuíno e verdadeiro! Sem medo da exposição, da crítica! Mulher resolvida você. Gosto!

    ResponderEliminar
  19. Pela minha experiência basta cheirarem que estamos livres e chovem mensagens desnecessárias e com 0 originalidade. O Tinder tem de tudo, vicia fazer swipes mas chega a uma altura que cansa. Já tive histórias de bradar aos céus, outras agradáveis. Embora não acredite que alguém vá para o Tinder SÓ pela experiência ou SÓ porque uma amiga disse, a realidade é que se torna uma experiência sociológica de contornos rocambolescos. Aposta nisso, mais não seja ris às gargalhadas com as figurinhas que lá se apanham!

    ResponderEliminar
  20. OkCupid
    Sempre é mais interessante

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estive inscrita 20 minutos no ok cupid. Enquanto respondia às 250 mil perguntas do site, recebi 3 mensagens de um fulano a insultar-me. Cancelei a conta e fugi para as montanhas. Algumas amigas, mais conhecedoras destas andanças, disseram-me que era uma abordagem parva, mas muito comum, e para não ligar. Pois que não, muito obrigada, o que tiver de ser, será a seu tempo, agora sujeitar-me a insultos gratuitos, no way!

      Eliminar
    2. Wow, nunca tive essa experiência. Só recebi mensagens a dizer olá, praticamente
      Ou a comentar algum aspeto do meu perfil - o que achaste da serie xpto?

      Eliminar
  21. No outro dia vi um gráfico com dados de sites de encontros que mostrava as idades que as pessoas desejam que o parceiro tenha.
    Basicamente as mulheres querem homems mais ou menos da mesma idade ou pouco mais velhos.
    Os homens querem mulheres a partir dos 20 anos... não importa a idade do homem, mesmo que eles próprios tenham uns 60 anos.
    Basicamente no gráfico a idade do homem sobe mas a idade da mulher desejada mantém-se igual.

    Há toda uma fauna nos sites de encontros. Faz uma pessoa perder a fé na Humanidade.

    Pipoca, mete-te já nos sites todos e relata as tuas experiências. Tenho a certeza que bastam 5 minutos para teres pano para mangas.

    ResponderEliminar
  22. um classico, se estas sozinha é pq precisas de alguem, se estas com alguem nao estas bem nao o mereces ou ele n te merece.

    dps temos as variacoes do tema, se estas sozinha é pq precisas de um homem a serio na tua vida, e é incrivel q sao mais q as maes lol e cada um mais idiota q o outro lol

    n me parece q a pipoca esteja em missao M[acho], parece-me mais q esta em missao "seize the day". mas é claro q se o seu caminho se cruzar com um homem q valha a pena ja amanha, meio mundo vai dizer "nao andava nao a procura de gajo.. ui ui pois pois!". se n for a amanha é pq afinal é lesbica, and so on..

    ResponderEliminar
  23. Galifões, ahahah!

    Um bocado desatualizado porque já uso o Tinder há mais de 2 anos:
    http://www.portabagagem.com/2015/03/its-a-match-o-tinder-e-eu.html

    Tantas histórias pra contar, oh oh!

    ResponderEliminar
  24. Ana desculpa que diga mas há relações que começaram na Net e aí estão de pedra e cal... O maior fdp que conheci por acaso era meu colega da faculdade, e esta hein?? Bjinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já o meu maior fdp, conheci-o 20 anos antes de namorarmos. Foram 11 anos de tortura, com direito a instituto de Medicina legal, hospital, tribunais...
      Há anos que o não vejo, mas ao que parece continua o mesmo traste.

      Eliminar
    2. O maior fdp que conheci foi meu chefe durante 2 anos.
      Soubesse eu o que sei hoje....

      Eliminar
  25. Não obstante seja muito crítica do Tinder, foi lá que conheci o meu homem e estou muitíssimo feliz. E no meu blog tenho uma espécie de rubrica - Crónicas da vida airada (ou não) - onde escrevo muitíssimas vezes sobre o Tinder. É que a matéria para rir não acaba! :)

    ResponderEliminar
  26. Haha daqui a nada tas no Tinder! (Sem ofender ate porque eu conheci la o meu senhor ha 3 anos atras)

    ResponderEliminar
  27. Oh pá a mim ninguém me tira a ideia que o TINDER é cena de encalhados... Agora, uma pessoa encalhada também tem direito a encontrar alguém portanto ainda bem que o TINDER existe. Mas a coisa muito sinteticamente é assim: se estás encalhado das três uma: ou és feio/mal jeitoso/desinteressante (tudo junto), ou és má pessoa (mentiroso, socipota...) ou saíste de uma longa relação e passou aquele prazo básico de andar no mercado. De um modo geral estes três estereótipos são os que existem no tinder... agora devia ser possível filtrar claro!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem só... não seremos tão exagerados!

      Eliminar
    2. É verdade que no Tinder encontramos um pouco de tudo mas não concordo que o Tinder seja uma cena de encalhados. Falo disso aqui :)

      http://merceariamagina.blogs.sapo.pt/tinder-vsmeetic-22925

      Eliminar
    3. Há pessoas que não são feias, más pessoas nem saíram de relações longas mas podem ser tímidas, não conhecer muitas pessoas, não simpatizar com os homens/mulheres com que se deparam no meio em que se movem, etc. Para todos esses o tinder pode ser muito bom.

      Eliminar
    4. Ou que, não sendo nada disso, estás preso ao trabalho e a casa porque " outros valores mais altos se alevantam ", até ao dia em que uma amiga te força à inscrição.. .e acontece.
      Tão simples julgar (mal) os outros!

      Eliminar
    5. é raro comentar, mas sinto que há que frisar: há bestas isecráveis comprometidas e muito muita boa pessoa lind@s pordentro e fora solteiros! Mania de qualificar alguém só porque estão num relacionamento ou têm filhos. Não pessoinha recalcada redundante preconceituosa a projectar, o estatuto ou status e aparências de alguém em nada atestam pelo percurso ou calor de quem seja!

      Eliminar
    6. "passou aquele prazo básico de andar no mercado"?? Alguém me explica o que é isso?

      Eliminar
    7. É quando o teu "rabo" deixa de parecer um queijo Limiano para se tornar num queijo da serra e quando as mamas começam a parecer lulas

      Eliminar
  28. Ahahah até no linkedin - uma rede profissional - isso acontece!

    Tenho 26 anos e sou muitas vezes criticada por estar solteira há 3 - depois de ter saído de uma relação de 7 que acabou mal - porque sou bonita, interessante, engraçada e bla bla bla, dizem. Sou demasiado exigente, dizem. Se me apresentam um rapaz e não me sinto atraída por ele fisicamente é porque sou fútil - "mas é tão boa pessoa..." ou "mas olha que é rico!", dizem.

    Se me reconheço algum valor, sinto que não tenho de me contentar com alguém que seja "meh", porque temos de escolher entre bonito ou inteligente, entre engraçado e interessante? Se não são que passem a ser! Que estudem, que leiam, que treinem, que se melhorem.

    Não acho que tenha de me contentar com menos do que aquilo que acho que mereço. A vida é demasiado curta para más relações e sexo medíocre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Linkedin sim !! ahahahaha já me aconteceu várias vezes e é um bocado deprimente :/

      Eliminar
    2. lolão :)MC

      Eliminar
  29. É de facto super irritante! e quando vem de ex namorados com namorada?! é super Blhéc, Blhéc!, Blhéc!! Ignora! ;) CP

    ResponderEliminar
  30. Penso muitas vezes (até porque a maior parte das relações à minha volta se estão a desmoronar), que se ficasse solteira agora, não saberia para onde me virar.
    Sempre saí, sempre conheci amigos de amigos e se quando estava solteira e no meu melhor já era tão difícil conseguir suportar alguém durante sequer um jantar; nem imagino agora, com os níveis de exigência bastante mais elevados e com muitas outras considerações de ordem prática (mais velha, com filhos, com uma logística de ferro no dia a dia)...
    A maior parte dos homens simpáticos que conheci não tinham qualquer química; a maior parte dos "químicos" eram literais, ou óbvios, ou fascistas (sim, aconteceu); portanto errados.
    Talvez me organizasse, talvez me Tinderizasse, talvez fechasse a loja e me tornasse um alter ego de viúva italiana; não faço ideia. Mas acho que deve ser angustiante lidar com o facilitismo deste tipo de abordagens, que não inspira a menor confiança.
    É ir esperando que a vida corra da melhor maneira e fazer escolhas sem nunca perder de vista as nossas prioridades, acho eu. E pensar sempre sempre pela nossa cabeça.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas porque é que não poderia ficar simplesmente solteira? Lol

      Eliminar
  31. Ai o Tinder, o tinder! Encontra-se de tudo é certo, mas às vezes pode sair-nos a sorte grande. A mim calhou-me o euromilhões e encontrei o homem da minha vida. Que virou noivo e em Setembro virará marido. Agradeço todos os dias ao Universo e ao criador do Tinder.

    ResponderEliminar
  32. A verdade é que há cada vez mais profissões que não tornam tão fácil os encontros à moda antiga por exemplo : Médicos, enfermeiros, advogados. Pelo que até pode ser uma alternativa interessante. Eu continuo a achar que 90% dos Tinder Friends querem sexo, falam contigo e com mais umas dezenas. Não tenho paciência para relações ocas...

    ResponderEliminar
  33. Olá o meu nome é Nuno Carloto e a Pipoca não me liga nenhuma! buááá :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah!
      Um An(a)ónimo anónimo.
      Cavalheiro, temos concorrência.

      Eliminar
  34. Acho que a natureza sabe o que faz e o destino dos homens e mulheres será sempre o de se encontrarem e amarem e reproduzirem -se, nem que seja em Marte! Quanto ao resto, não faço compras na net porque gosto de ver tudo ao natural e de sentir o material, com os homens é igual, antes de avançar, gosto de ouvir a voz, de cheirar, de observar, de ver se o meu corpo reage e se arrepia, caso contrário, por muito bem que escreva e por muitas selfies que publique, se não dá "pica" não há muito a fazer...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. já ganhou.

      Eliminar
    2. Há quem tenha " pica" através das palavras, que só se confirma ao vivo, naturalmente.

      Eliminar
  35. Concordo Pipoca, acho o engate cibernáutico um pouco vazio. Mas acho também, no entanto, que se for entre duas pessoas que já se conheçem, embora mal, possa ser um bom desbloqueador. Quiçá não poderá surgir uma nova história de amor. Quanto à mensagem no "Nuno", acho que, mesmo assim, a abordagem não é das piores que já se viu!

    ResponderEliminar
  36. Fui só eu que sorri a observação da Ana?
    Cito " A sério, Nuno, é isto o melhor que consegues? "
    Parece-me que o problema reside na abordagem pouco inteligente e não na via usada. ;)

    ResponderEliminar
  37. Oh diaxo! Será o meu marido?? Falo tanto na pipoca.. :)

    ResponderEliminar
  38. Olá Pipoca. Estás com sorte de serem só homens. A mim de quando em vez também calha mulheres a perguntar se por acaso não sou bi!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso tem que resolver nas opções da app !!

      Eliminar
  39. Pergunta parva do post:
    Como funciona o Tinder?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cavalheiro do Aeroporto06 abril, 2017 21:01

      Moeda de 1 euro e, com aqueles ganchinhos, tentar apanhar um desses peluches... É assim mesmo que chamo a esses homens que de Cavalheiro nada têm.

      Eliminar
    2. Espero ajudar: http://marta-fashionoir.blogspot.pt/2016/04/cronicas-da-vida-airada-ou-nao-1.html

      Eliminar
    3. Pergunta Parva porquê? Muito oportuna...para quem queira ser "utilizador" ou tenha mera curiosidade!Eu nem sabia da existência, e confesso que estou estupefacta por verificar que tantas comentadoras procuraram relacionamentos "sérios" por essas vias!Não é de modo algum critica, pois na vida nunca podemos afirmar que "desta água não beberei...",talvez para pessoas mais crédulas, permeáveis, facilmente manipuláveis...pessoalmente sou muito desconfiada😉
      "Olho vivo e pé ligeiro" e devagar com o andor...na net, muito mais que na vida em geral, "dificilmente o que parece é"!Concordo 100% com a Ana, todo o cuidado é pouco, depois, tem mais é que tirar proveito positivo da sua atual condição, divertir-se e desfrutar...tudo passa e melhora, há que ter paciência!
      Tolerância 0 com otários que a vêem como um pedaço de carne no mercado!😘

      Eliminar
  40. A única coisa que não percebo é como é que alguém se expõe nessas Apps.
    Não é o Tinder que me faz confusão, acho que as pessoas estão cada vez mais sozinhas e muitas procuram o mesmo sem saber nem ter coragem de demonstrar. Mas quem é que, com um trabalho e filhos, se atreve a mostrar a cara num site de encontros, expliquem-me??
    Acho que a Pipoca ao falar disto aqui e dizer que dava um post giro já ganha essa liberdade para se inscrever... força!

    ResponderEliminar
  41. Começo pedindo desculpas pelo meu português, ele é do Brasil, e o da maioria de vocês parece ser de Portugal, mas vou tentar.

    Isso vai ser longo, peço desculpas desde já por isso também.

    Primeiro gostaria de dizer, que belo experimento é a internet, é fascinante que um simples post nos proporcione toda essa comunicação e troca de experiências, ao mesmo tempo que medo sinto nesse momento, porque eu estou aqui única e exclusivamente pelo fato de que sou uma espécie de Nuno Tupiniquim haha, e o pior é o Google de alguma maneira sabe disso!

    Eu jamais ouvi falar de Pipoca, não sei quem é, nunca li nada desse blog (até poucas horas atrás), mas como estava ontem mandando uma série de mensagens copie paste para o maior número de mulheres possíveis ao maior Nuno freestyle rsrs, de alguma maneira esse post me foi sugerido pelos feeds do app da Google em meu smartphone, isso é realmente assustador, estou com medo da minha própria sombra nesse momento haha...

    Eu poderia só ler e continuar minha vida, mas resolvi expor minha experiência aqui porque achei de grande valia para mim ler todas as suas opiniões, talvez alguém aqui sinta algum benefício ao ler a minha também.

    Sou um tipo bem retraído, que é um pouco diferente de tímido, mas que acaba tendo o mesmo desempenho pífio quando o assunto é se relacionar com as pessoas, basicamente falta de habilidades sociais, fruto do medo desenvolvido em minha personalidade e da falta de prática resultante disso.

    Isso infelizmente me coloca muito atrás dos outros tipos brasileiros, muito expansivos e extrovertidos, eu diria que 80% dos homens que conheço, e eu os conheço porque eles me contam suas aventuras, suas opiniões, visões de mundo e vou fazendo o meu próprio estudo sociólogo com as informações que tenho acesso, entre mentiras claras e exageros recorrentes, vou tentando separar o joio do trigo, e pude concluir algumas coisas, mas o que interessa para o que estamos investigando aqui, é que boa parte deles são uns babacas e modéstia à parte eu que nem sou tão feio assim, tenho um bom trabalho para os padrões do capitalismo neoliberal que virou o mercado brasileiro, sou bem menos preconceituoso que eles, sempre fui feminista, estou preocupado se minha parceira sente prazer ao fazer sexo comigo, enfim, sou um homem como outro qualquer, não estou aqui advogando em causa própria (na verdade na causa do Nuno, eu ainda chego lá heh), nem querendo fazer propaganda, mas veja bem, eu sou um cara legal, bem longe de ser um babaca, porém sem nenhuma habilidade social, ora, dito isto, eu em minha vida, cansei de desperdiçar tempo pensando demais sobre o assunto, já tentei todo tipo de abordagem e pasmem, a estratégia que dá mais certo é a do Nuno, claro que faço isso com um pouco mais de inteligência, ele deve mesmo ter um parafuso meio frouxo na cabeça para achar que uma iniciação como essa possa surtir algum efeito positivo na outra pessoa, mas depois que comecei a fazer isso, no Tinder, no mercado, na academia, enfim em qualquer lugar, física ou virtualmente, com o maior número de mulheres, de todas as idades (tema para outro dia, porque já estava tentando concluir, mas ouvi alguém aqui dizer que nós homens, não importa a idade, queremos meninas de 20 anos, isso não é uma verdade em absoluto, embora uma boa parte de nós pense nesse sentido, admito, mas no meu caso pude perceber que as meninas de 20 só querem nos provar, que é o jeito certo de começar uma relação sadia, no presente, despreocupada, enquanto que as de 30+ parece que já querem pular essa parte, é como se elas vivessem no futuro e eu nunca chego lá justamente por isso, porque enquanto eu só quero sentir o cheiro dela, deixar que ela me toque um pouco, parece que ela já está pensando se eu vou ser um bom pai para os filhos dela, não me entendam mal, adoro crianças, mas é o primeiro encontro, vamos deixar o matrimônio para um pouco depois de nos conhecermos?).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não há nada de fútil nisso, porque de fato a menina com quem eu iniciei uma conversa agradável na academia não é nada especial para mim, assim como eu não sou para ela, ainda, ainda não, e é por esse ainda que no mesmo dia converso com mais meninas e mulheres, na própria academia, fazendo compras, no trabalho, no Tinder, e em todo lugar, até porque a princípio uma mulher não precisa sempre ser uma possível parceira sexual, pode ser um encontro legal, uma conversa agradável para os dois e nada mais, pode vir a ser apenas sexo, ruim, pode ser bom, pode ser temporário, muito provavelmente será, como todas as coisas, mas uma mulher pode vir à ser uma grande amiga também, porque não?

      Nem todos os homens saem por aí com a mão no meio das calças caçando um buraco. Nós podemos entender e até gostar da amizade de uma mulher sem nenhuma segunda intensão, sei que muitos vão duvidar, mas é no que acredito, e penso que o homem no século XXI deve compreender isso, se não ainda não é homem.

      Nada disso seria possível de estar acontecendo em minha vida se não tivesse saído da minha concha, por mais difícil de acreditar que possa parecer, minha vida mudou para muito melhor depois que virei o Nuno, porque simplesmente aumentei minhas chances que eram muito baixas, com abordagens raras e sempre de maneira totalmente forçada e falsa, tentando ser profundo em uma relação que ainda está rasa e superficial. O legal de levar a vida assim com mais leveza é que daquela pessoa que eu não esperava que saísse nada, às vezes sinto que alcanço aquela profundidade que eu tanto almejava.

      Hoje quebro muito mais a minha cara e sempre agradeço a Deus por isso, porque penso, e agora principalmente para quem não acredita em reencarnação, deveria estar tratando de viver tudo que puder agora, de bom e de ruim, agora enquanto tem tempo.

      Pode ser que Nuno não seja nada além de um Pênis Acéfalo, é verdade pode mesmo, as minhas estatísticas apontam para esse lado, mas sabe o que também é bem verdade, provavelmente nós nunca saberemos, porque ele foi sumariamente ignorado e descartado.

      Por fim, divergentes ou não, gostei muito de ler todas as opiniões expostas aqui, espero que a minha contribua de alguma forma para a discussão.

      Abraço de um irmão brasileiro!

      Eliminar
  42. Coisas que eu disse que nunca faria:
    - Trabalhar num "determinado sítio" (vamos chamar-lhe assim)... e cá estou eu.
    - Sair com homens casados... (eles também já não se davam muito bem, pronto)
    - Procurar pessoas na net... casei-me com um deles.
    - Arranjar um homem com a profissão do meu pai (o destino foi sempre muito irónico comigo).
    - Subir a Torre Eiffel, andar de montanha russa, fazer rappel... ui... Fiz tudo e mais um par de botas sempre a morder o lábio e de olhos fechados, mas fiz.
    - Dentro da comida há coisas que eu ia jurar que nunca entrariam nesta boquinha. Desde alforreca a órgãos genitais de bichos estranhos (não fazer piadas! já aconteceu a todas em algum momento da vida ;)) já experimentei umas coisas. E gostei.

    And so on... e estou em crer que até ir prós anjinhos ainda vou engolir muita cuspidela mandada para o ar :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sair com homens casados, clap clap clap, é tão digna quanto eles. Não há mais homens no mundo?

      Eliminar
    2. Não seja parva, "Anónimo das 12:36".
      Parva e moralista.

      Eliminar
    3. Ah peço desculpa então, vou cagar nos valores que tenho e vou já envolver-me com homens casados. Não seja uma meretriz anónima das 13:11.

      Eliminar
    4. «- Sair com homens casados... (eles também já não se davam muito bem, pronto)»

      Ahahahahahahahaha ! Dizem todos o mesmo mas comem-na a si e à mulher ;)

      Eliminar
    5. Sabe que mais? Estou perfeitamente bem resolvida em relação a esse assunto. Porque não é por isso que se mede, o carácter, a bondade e generosidade de uma pessoa. Olhe que não é mesmo. E como não me conhece é melhor ficar caladinha em relação a isso. Tal como eu ficarei em relação aos seus hipotéticos telhados de vidro.
      Para além disso eu disse "sair com homens casados" não disse andar na marmelada, nem pinar nem emprenhar de homens casados. São coisas ligeeeeeiramente diferentes. Mas mesmo que tivesse acontecido, havia de ser uma coisa bonita, porque dar amor, um aconchego ou só uma valente cambalhota, é sempre uma coisa bonita entre seres humanos. Dar tau-taus é que não. Quer dizer, depende...
      Quanto à pergunta que deixa no ar, "Não há mais homens no mundo?", há sim senhora. O seu. E outros biliões que é uma pena que eu já não venha a conhecer. Porque há que saber distinguir entre o que fiz quando era jovem e o que faço agora, que tenho marido e, obviamente, não ando a comer outros. Mas olho na mesma, peço desculpa. Porque estou viva, porque tenho olhos e porque, que saiba, ainda não é proibido.

      Eliminar
    6. Já agora, não fui eu que escrevi às 13:11 mas, obrigada por me chamar de p*t*.
      Vamos falar de valores?

      Eliminar
    7. Espero que o seu marido um dia também "saia" com uma jovem... mas só quando vocês já não se derem assim tão bem....

      Eliminar
    8. Um comentário que era suposto ser divertido só traz ao de cima o pior das pessoas.
      É triste ver estas respostas.

      Eliminar
    9. Tanto moralismo junto...

      Eliminar
    10. Por mais que uma mulhe dê a volta à coisa homem que é casado e anda com outra não gosta da mulher. Ponto , ou a p...ta é ele.

      Eliminar
    11. São ambos.

      Eliminar
  43. Conheci o meu marido no Hi5 já lá vão uns aninhos e hoje somos super felizes e temos uma filha linda de 4 anos! Eu também não acreditava em conhecer alguém pela net, mas aconteceu e ainda bem!
    Ana, nunca digas nunca, pois já o disseste algumas vezes e depois saiu-te o tiro pela culatra :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  44. Mariana que me deixou um comentário há pouco: como imagina, pela gravidade do conteúdo do mesmo, não vou poder publicá-lo, mas se me puder/quiser enviar um mail, gostaria de saber mais sobre esse assunto. Obrigada.

    ResponderEliminar
  45. Eu chego à conclusão que há gente com tempo livre em excesso...depois dá-lhes para essas paroladas. Enfim...vá se lá entender a cabeça desses "homens"!!

    ResponderEliminar
  46. que pena...nao termos a sabedoria dos 30, na energia e disposição dos 20.ahahah, certamente há coisas hoje em dia que nao tenho a mínima pachorra. uma delas é sem duvida este genero de paleio ;)MC

    ResponderEliminar
  47. Hahaha gostei muito do post! eu tenho 23 anos e já olho de soslaio quando recebo uma mensagem assim...

    ResponderEliminar
  48. Por favor Pipoca queremos a tua perspectiva sobre o Tinder! Há muito material por desbravar nessas geografias :)

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis