Pub SAPO pushdown

Mon Guerlain: era uma vez um perfume

quinta-feira, março 16, 2017


Há três anos tive a oportunidade de visitar a Casa Guerlain, em Paris, e fiquei absolutamente maravilhada com a história desta marca com quase, quase 190 anos e mais de 1100 perfumes desenvolvidos. É posto um cuidado extremo em tudo, tudo é pensado ao mais ínfimo pormenor e o resultado são produtos de alta qualidade que são muito mais do que isso. Um perfume ou um baton com o selo Guerlain não é só um perfume ou um baton, é um produto bonito, detalhado, com toda uma história a envolvê-lo, o que o torna altamente desejável. Esta dedicação faz com que a Guerlain seja uma das marcas mais consistentes na área da beleza e que esteja apostada em fazer sempre mais e melhor. 

Quase todos os perfumes da Guerlain se tornam icónicos. Assim de repente estou a lembrar-me do La Petite Robe Noire, do Insolance, do Shalimar, do Idylle, entre tantos outros. O mais recente a juntar-se à colecção é o Mon Guerlain, que eu já experimentei e que é absolutamente delicioso. Andava com vontade de mudar de perfume (vida nova, perfume novo) e este veio na hora certa.

Há um ou dois anos entrevistei um perfumista e, desde então, fiquei fascinada com todo o processo de criação de um perfume. Acho incrível que alguém tenha a capacidade de misturar aromas na cabeça e de fazer com que resultem. Lembro-me de o perfumista me perguntar se eu era capaz de imaginar dois cheiros distintos (por exemplo, laranja e chocolate) e conseguir logo "ver" o resultado mentalmente. Não, infelizmente não tenho essa capacidade, daí achar fascinante que alguém o consiga. Sobretudo quando há tantos, tantos, tantos aromas que podem ser combinados, dos mais clássicos aos mais improváveis. A verdade é que há sempre novos perfumes a serem lançados, quase todos com aromas inovadores, precisamente por haver tantas matérias que podem ser associadas.

O Thierry Wasser, perfumista master da Guerlain, diz estar "sempre cheio de uma sede imperiosa por terras distantes, pelo desejo de ir cada vez mais longe em busca de novos aromas". Esta é, aliás, uma das imagens de marca dos perfumes Guerlain, a busca incessante por matérias-primas raras e diferentes. Não é só o mero uso de uma fórmula química, é muito mais do que isso, é um trabalho de equilíbrio demorado para se chegar à fragrância perfeita. O Thierry Wasser é o quinto perfumista da Guerlain e diz que, à semelhança dos seus antecessores, o seu trabalho "é guiado pela paixão pelo artesanato, pela admiração, pelo saber fazer dos artesãos, pela autenticidade dos encontros e pela sinceridade das emoções".

Tudo isto está presente no Mon Guerlain, um perfume que mistura notas como o jasmim, o sândalo, a lavanda ou a baunilha. "Conhecemos bem as nossas matérias-primas, são compradas a pessoas que fomos conhecendo de perto ao longo do tempo. Atrás do nosso sândalo da Austrália, da nossa lavanda Carla que cresce a uma altitude de 1300 metros na região da Provença, do nosso jasmim Sambac do sul da Índia ou da nossa baunilha Tahitensis da Papua Nova Guiné, há um conjunto de pessoas maravilhosas que fazem crescer, que colhem, que extraem e que destilam", explica Thierry  Wasser. Estas relações vêm de há muito, desde o tempo em que Aimé Guerlain, no século XIX, viajava para a Rússia à procura de essência de bétula e couro. "As nossas redes foram construídas a longo prazo, numa base de confiança. É por isso que cada uma das nossas matérias-primas possui uma dimensão emocional que se expressa e que revela a sua verdadeira natureza quando é elaborada com os nossos valores em mente".



O Mon Guerlain é um perfume doce, delicado, mas com personalidade. Quando se presta mais atenção ao aroma, conseguimos distinguir as várias notas. Num primeiro contacto parece um clássico reiventado, mas depois percebe-se que é mais complexo e inovador do que isso . E, apesar de o estar a usar há pouco tempo, é raro o dia em que não me perguntam que perfume é. Só pode ser um bom sinal, quando é mau ninguém quer saber. =) O frasco foi idealizado por Gabriel Guerlain, trabalhado por Baccarat em 1908, serviu de "casa" para várias fragrâncias e já foi reinterpretado por inúmeros artistas. 

A Angelina Jolie, que tem uma relação emocional longa com a marca, foi a personalidade escolhida para representar o Mon Guerlain. Uma das suas memórias mais antigas é a de ver a mãe a maquilhar-se com os produtos Guerlain, sobretudo o pó perfumado com íris e violeta, por isso foi com naturalidade que aceitou este desafio de desenvolver um perfume (que começou quando estava no Cambodja a dirigir o seu quarto filme, "First They Killed My Father"). Sobre o Mon Guerlain, diz ser  a sua "tatuagem invisível", o que me parece uma descrição incrível para um perfume. Embaixadora da Boa Vontade da ONU e sempre envolvida em imensas iniciativas solidárias, a nova musa Guerlain doará todo o dinheiro desta parceria a obras de caridade.

No projecto Mon Guerlain, a actriz e a marca quiseram desenvolver um perfume que juntasse a qualidade e a experiência da Guerlain com os valores, ideais e aspirações da feminilidade moderna. A Angelina não só se envolveu na concepção do perfume, como na realização do anúncio, em colaboração com a Guerlain e o mega realizador Terrence Malick. Foi filmado na Provença, uma das zonas de eleição da actriz, onde sempre passou tempo com a família. Está muito bonito e intimista, a Jolie é uma musa completamente à altura da marca e nota-se a relação de cumplicidade e empatia que foi sendo criada.



Podem encontrar o Mon Guerlain nas perfumarias habituais.

Post em parceria com a Guerlain

11 comentários:

  1. Já estive em frente a casa e não entrei porque não tive tempo. Para a proxima tenho que la ir sem falta.
    Adoro os prefumes Guerlain!
    BJS

    anafernandes.ch

    ResponderEliminar
  2. http://www.dn.pt/pessoas/interior/depois-da-musica-maria-leal-lanca-primeiro-perfume-5729644.html

    ResponderEliminar
  3. A Jolie é linda, elegante e apaixonante, tal como toda a história e essência da Guerlain.
    Já li algumas reviews deste perfume e estou tentada a experimentá-lo.
    Beijinhos e um bom dia

    ResponderEliminar
  4. mariana simões17 março, 2017 09:38

    https://www.facebook.com/anitacatita.pt/photos/a.378461711007.165276.350773061007/10154157164126008/?type=3&theater
    hospital da estefania sem almofadas

    por favor
    obrigada

    ResponderEliminar
  5. mariana simões17 março, 2017 12:09

    Acabamos de conseguir as almofadas 👏👏 a empresa de Colchões Bom Repouso disponibilizou-se para as oferecer 💛

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que a solidariedade funciona! Colchões Bom Repouso merecem destaque!

      Eliminar
  6. A unica vez que experimentei um perfume da Guerlain, cheirava a pronto de limpar os moveis... Talvez seja tempo de lhe dar uma segunda oportunidade

    ResponderEliminar
  7. Hoje entrei numa loja da Baixa, e senti um cheiro muuuuito bom, pensei que era da loja para servir de "chamariz" e comentei, qual não é o meu espanto quando me dizem que é uma funcionária que tem um perfume novo da... Guerlain :) Adorei o cheiro!! lembrei-me logo do seu post:))

    ResponderEliminar
  8. Acho esse perfume MUITO semelhante a outro... mas não sei qual é! Odeio quando isto acontece!

    ResponderEliminar
  9. O meu de eleição, aquele que é o "meu" perfume de sempre e que me define, aquele que adoro borrifar quando quero ter uma noite tranquila e que cheira a talco de bebé...o "meu"perfume, era da Guerlain e foi descontinuado. Dizem os entendidos que quem usa esse perfume dificilmente encontrará algum que se equipare...L'instant Magic, é o nome. Disseram-me esta semana que o único sítio onde o poderei encontrar será na casa Guerlain. Mas posso sempre dar uma oportunidade a este novo.

    Fátima R.

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis