Pub SAPO pushdown

Venham daí, 35

quarta-feira, janeiro 06, 2016

Não foi assim há tanto tempo que ansiava pelo meu dia de anos. Começava um novo ano e eu quase que fazia tracinhos na parede, numa contagem decrescente nervosa até ao grande dia. Onde é que isso vai. Agora ligo menos aos anos do que ao Natal. Para começar, está sempre um dia de merda. Cinzento, chuvoso, não me lembro da última vez que fez sol nos meus anos. Até o funeral do Eusébio calhou no meu dia de anos, querem coisa mais triste? A memória que tenho desse dia é de estar a almoçar com os meus pais e a chorar baba e ranho enquanto assistia ao funeral pela televisão. Ninguém merece. Depois é esta coisa de ver os anos a passarem tão depressa, e isso sim, mexe comigo. Não o sinto tanto no corpo. Verdade que tenho mais rugas, verdade que o corpo vai mudando, verdade que se vai estando mais atenta às mudanças que o tempo impõe, mas nem é tanto isso que me chateia. É mais a velocidade a que isto passa, o sentir que ainda sou uma miúda e não reconhecer os 35 que o BI jura que eu tenho. Uns dizem que os 35 são os novos 25. Talvez. Eu vejo a coisa mais como "um passo mais próximo dos 40" e, meus amigos, essa ideia não me tranquiliza. Não pelo número, mais pelo que significa. Se tiver sorte, aos quarenta estarei a meio da vida. E se os primeiros 40 passaram a correr, os segundos vão passar a voar. Longe de mim querer deprimir-vos, mas no dia de anos dá-me sempre para isso, para lamentar a celeridade da vida. E é por isso que estou para aqui, feita anémona, em pijama, com vontade de passar o dia na cama a papar séries e de telemóvel desligado, para não ter de repetir 87 vezes a conversa do "sim... pois é... mais um ano... obrigadinha". Estou a ser melodramática, eu sei. Porque, feitas as contas, aos meus 35 anos soma-se um porradão de coisas boas. De coisas óptimas. De coisas pelas quais agradeço todos os dias. Posto isto, cara alegre e venham daí esses 35.

71 comentários:

  1. tb fico sempre com esse espírito no meu dia de anos...mas Parabéns!

    ResponderEliminar
  2. Muitos parabéns Pipoca, aproveita bem o teu dia! :p

    ResponderEliminar
  3. Matilde Salazar06 janeiro, 2016 11:48

    Aí rapariga eu bem sei que as noites tem sido difíceis o teu homem tem feito o relato mas salta lá da cama, deixa as séries para amanhã, veste um vestido bonito e vai pra rua festejar, passa na padaria portuguesa e vai morfar uma bola de Berlim(nem sei que não sabem como as do verão na praia), almoça no mercantina que tem aquelas bruchetas que tu adoras, passeia com o Mateus, a noite vai ao sushi com o marido que ele merece depois da declaração de amor que te fez no blog(mas ele é que paga) , esquece as rugas e as celulites elas não vão a lado nenhum :) amanhã não te arrependas de nada porque a vida é optima e tu mereces porque afinal faZes anos. Muitos parabéns, beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Será que é do ano de nascimento? Também não gosto nada de fazer anos e pelos mesmos motivos, acho que o tempo está a passar muito rápido e psicologicamente a minha idade não condiz com o que diz no CC. Mas isso não interessa nada.
    Parabéns Ana. Que continues a sorrir, a escrever a ser feliz por muitos e bons anos.

    ResponderEliminar
  5. Parabéns querida Pipoca! Estas optima!!

    ResponderEliminar
  6. Dias de anos são para animar e cheios de amigos, e jocas boas de bochecha dos pequenos e dos graúdos. E no ano passado estava um sol do camandro!!! PARABÉNS, energia boa!!!! Susana Gomes

    ResponderEliminar
  7. Parabéns Ana!!
    Se te serve de consolo (não serve, não me conheces, mas pronto!) também faço 35 este ano e, tal como tu, tenho tendência a deprimir por ter essa sensação do tempo passar tão rápido, e de ainda sermos umas miúdas e mi-mi-mi,... Mas Pipoca: aos 40 vais dizer "eh que parva que fui por deprimir aos 35! Era uma miúda!!" :) E és mesmo! Estás cada vez melhor, que é o que interessa!
    Beijinho sincero de Parabéns e aproveeeeeita!
    Luísa

    ResponderEliminar
  8. Faço 25 este ano e sinto tudo o que relatas no texto. Bem, mais vale não pensar no tempo e aproveitar a vida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Partilho o teu sentimento, quando me perguntam a idade continuo a dizer que tenho 23! E este ano vou recusar-me a fazer 25 anos!

      Eliminar
    2. Sinto-me nova. Mas depois penso e "quase 25, que velhaca..." e parece que (ainda) não fiz nada na vida. Enfim, sentimentos estranhos e contraditórios.

      Eliminar
  9. Parabéns Pipoca ;) Se queres passar o dia de pijama a ver séries e de telemóvel desligado, fá-lo sem grandes remorsos. O dia é teu! :-P Beijinhos*

    http://bettybeckels.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. Parabéns Pipoca! Fiz 25 há pouco tempo e também não gostei muito da ideia, acho que daqui para a frente só vai piorar...Damn! Um dia de Principessa para si!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem sempre piora :) no meu caso, foi precisamente o oposto: só a partir dos 25 é que comecei a sentir-me verdadeiramente feliz. Livre, sem regras impostas por ninguém, a não ser por mim mesma, senhora do meu dinheiro, apreciadora das pessoas e dos momentos que valem a pena. O que o tempo traz de menos bom (rugas, corpo mais perro, etc.) é compensado com serenidade e amor, por nós e pelos outros, se assim o permitirmos :) já agora, muitos parabéns à aniversariante enxutissima!

      Eliminar
  11. Parabéns Pipoca!!!

    ResponderEliminar
  12. Que seja um grande ano com muitos motivos para celebrar e festejar.

    Parabéns!

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  13. MAS O QUE É ISTO PIPOCA!!!! SALTA JÁ DA CAMA!! Já saíste da cama???!! ótimo!
    Então é assim: toca de ires tomar banho, tomar um bom pequeno almoço, por a tua fatiota mais linda, a maquilhagem e toca de sair de casa! Vai almoçar fora, vai almoçar fora, aproveita para fazeres ou visitares algo que nunca tenhas feito ou visitado! E olha eu já tenho mais 10 que tu, não penses assim, é verdade que passa a voar, esse sacana do tempo, mas a vida é assim, por isso temos de aproveitar cada dia que ela nos dá da melhor forma e agradecer o que conseguimos conquistar ao longo dela. E claro que até ao fim da nossa vida vamos fazendo sempre conquistas, mesmo com 70 ou 80 anos iremos ter sempre objectivos a alcançar, serão diferentes.

    E agora iria cantar os parabéns a você, mas o vidro do monitor ia partir-se.
    Passa um dia grandioso tu mereces!Bjs

    ResponderEliminar
  14. Parabéns Pipoca,
    Não desesperes, tenho 41 e foi com esta idade que me realizei profissionalmente. Deixei os medos para trás e abri uma loja. Tu com menos idade começaste a fazer o que verdadeiramente te dá prazer por isso quando chegares aos 40 ainda irás ter surpresas maiores. Beijinhos e tem um dia muito feliz :)
    Teresa
    http://www.tempero.com.pt/

    ResponderEliminar
  15. Parabéns, Ana! Eu também faço 35 para o mês que vem e estou com o mesmo espírito! Venham daí esses 35, com tudo de bom! Beijinho ;)

    ResponderEliminar
  16. Continue assim, com esse humor!
    O resto é um acumular de experiências!

    ResponderEliminar
  17. Parece o meu discruso, tal e qual.
    Acabei de fazer 36, com cara de 20 e tal (segundo dizem) mas a verdade é que quando fiz 30 deu-me um baque do caneco e agora outra vez aos 36, porque afinal agora é que estou em contagem decrescente (ou crescente?) para os 40...
    Não consigo perceber como é que já tenho 36 anos e uma filha de 13 anos!!!!
    Quando vou à escola dela parece que ainda há dias andava eu ali! Isto faz-me confusão, juro.
    Se não fosse o BI, eu diria que tenho no máximo 25 anos e já é muito, continuo com vontade, energia (e às vezes mentalidade :) ) de 18!
    Claro que o corpo muda, a cara, as rugas, mas nem é isso, é dizer que se tem 36 anos e exigirem-nos "respeito pela senhora" :) :)

    ResponderEliminar
  18. Espera até fazeres 40... aí, sim, é a doer, podes crer pipoca! palavra de quarenta e 7 meses!
    DFN

    ResponderEliminar
  19. Percebo muito bem esse temor (porque, sejamos honestas, é mesmo medo) que te está a acometer hoje, mas se te serve de algum conforto, olho para ti e penso que ter 35 anos é peanuts ;)

    Perdida em Combate

    ResponderEliminar
  20. MUITOS PARABÉNS, PIPOCA!!! Ok, Ok... fazer anos faz com que pensemos nestas coisas todas, mas apesar de tudo é tão boooom celebrar a vida! O estarmos aqui com a nossa família, amigos e (desde há 3 anos) com a minha filha (no caso da Pipoca, com o docinho do Mateus)... Por isso é um dia para celebrar, para aproveitar, para agradecer... :)
    Eu confesso, ADORO fazer anos! E olhe que já vou fazer 38! Talvez por a memória mais doce do meu aniversário ser a coroa de princesa que usava no infantário. :) neste dia somos sempre as princesas...
    E já agora, faz anos num dia fantástico (apesar da chuva). Se a minha Avó fosse viva, faria hoje 98 anos!
    Parabéns mais uma vez!

    ResponderEliminar
  21. Parabéns, Ana. Olha pelo menos viveste estes 35 com qualidade :-) Eu tenho 29, faço 30 em 2016, e acho que até há muito pouco tempo, a minha vida foi difícil… E só agora (depois de muita medicação antidepressiva, psicoterapia, “exposição ao risco”, etc., etc.,) é que me parece que estou a começar de facto a viver. E como me tento mentalizar que estamos sempre a tempo de (re)começar, no teu caso, é mesmo só desejar que venham daí os anos que estão por vir :-) Felicidades!

    ResponderEliminar
  22. A alma existe e é eterna já o corpo acaba mas enquanto o temos, temos de o viver nada de choradisses até porque daqui a 100 anos estamos todos mortos, ninguém cá fica porra! Lol

    ResponderEliminar
  23. "Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes, não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.

    E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.

    Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que não importa quao boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.


    ResponderEliminar
  24. Descobre que leva-se anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto da vida.

    Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem da vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.

    Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa - por isso, sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a ultima vez que as vejamos.

    Aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.

    Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve.

    Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.

    Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as consequências.

    Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute quando você cai, é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.

    Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas, do que com quantos aniversários você celebrou.

    Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.


    Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são parvoices, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

    Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.

    Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo.

    Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.

    Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte.

    Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás. Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.

    E você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!"
    ***********************
    Este texto, já é mais conhecido que os "pasteis de Belém", mas pronto, Pipoca, só para desejar um Feliz Aniversário!

    ResponderEliminar
  25. Também fico deprimida no dia de anos, mas olha já tenho 41 e sinto-me com 35!
    Mas 41 é bué...vou ali chorar...

    ResponderEliminar
  26. Descobre que leva-se anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto da vida.

    Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem da vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.

    Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa - por isso, sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a ultima vez que as vejamos.

    Aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.

    Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve.

    Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.

    Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as consequências.

    Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute quando você cai, é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.

    Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas, do que com quantos aniversários você celebrou.

    Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.


    Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são parvoices, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

    Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.

    Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo.

    Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.

    Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte.

    Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás. Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.

    E você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!"
    ***********************
    Este texto, já é mais conhecido que os "pasteis de Belém", mas pronto, Pipoca, só para desejar um Feliz Aniversário!

    ResponderEliminar
  27. Mais um ano que passou, mais uma primavera florida, mais uma folha arrancada do calendário da vida.
    Parabéns e um dia feliz :D

    www.pensamentoseepalavras.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  28. Fiz 30 há pouco tempo e também senti qualquer coisa estranha, porque não é o número em si, é mesmo pensar COMO É QUE ISTO PASSOU TÃO RÁPIDO?! Sinto-me uma criança, mas lá está, o raio do BI diz que não...

    ResponderEliminar
  29. Parabéns Pipoca!! Feliz Aniversário!

    ResponderEliminar
  30. Parabéns linda Pipoca!
    Gosto muito de ler o seu blog.
    Fatima

    ResponderEliminar
  31. Parabéns Pipoca!
    No máximo faz uma festa do pijama mas ficar a deprimir não, combinadas?

    Beijinhos,
    http://atualidadesbyclaudia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  32. Depois dos 30 na minha agenda passei a assinalar o meu aniversário com um 30+1;30+2... até o ano passado que pus 40-4 (porra pá)!
    Por vezes faço um esforço para assumir e aceitar a minha idade... tipo nas reuniões da escola dos putos. Sou a mãe do tal (ele anda no liceu!!!!!) e parece que a professora está ali a falar de mim e dos meus colegas :) Não posso ser mãe de um gajo maior que eu!!! Mas fico tão babada quando os colegas lhe dizem "está ali a tua irmã!"

    ResponderEliminar
  33. Aos 36 andei a viajar; aos 38 fui mãe; Aos 40 tive uma paixão breve e tórrida...Ana, afinal, ainda está tudo a começar!!! Feliz dia!

    ResponderEliminar
  34. Parabéns Miss Pipoca! :) Está lindaaaaa.

    ResponderEliminar
  35. Pipoca, eu fiz 50 no dia 31/12... Lindo!!!Nem a minha querida mãe se lembra que a sua 8ª filha (tem 9) nasceu neste dia. Mas no outro dia pus-me a pensar que a minha Mãe tem 90 e que está otima de cabeça e fisicamente e que, se tudo correr bem para mim (pois sou saudável, faço desporto sou positiva em relação à vida etc.), ainda me faltam mais uns 40... Que Bom!! Eles que venham tão bons como foram os primeiros. Beijinhos e prá frente é que é o caminho

    ResponderEliminar
  36. Faço 35 daqui a 15 dias.

    A única coisa que me consola nesta coisa do avançar da idade é lembrar-me como era a minha mãe com a minha idade.
    A minha mãe aos 35 anos parecia que tinha 55 (os anos 80 não ajudaram ninguém).
    Aquele cabelo curto mas com permanente, aqueles óculos (ela hoje nem usa óculos!), aquelas saias xadrez em fazenda com blazers XXL com chumaços, os sapatos sempre a parecer da minha avó, a mala a bater pelos joelhos e o batom a subir a linha dos lábios... Que dizer... Toda a gente sabe do que falo.
    Para além disso já tinha dois filhos, trabalhava há 20 anos e tinha a vida e as rotinas mais previsíveis que o Borda D'Água.
    Depois deste exercício, sinto sempre que fui abençoada e que estou óptima e tenho uma vida óptima para a idade que tenho.

    Fazer anos é, portanto, o meu exercício anual de relativização.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caramba, se fosse sua mãe, dizia-lhe umas quantas...,
      É que a "menina", já viveu o suficiente para saber que a moda de hoje parecerá ridícula daqui a 30 anos, será que irá gostar de ouvir a sua filha ou filho ou outro familiar dizer de si, o que disse da sua mãe vestida à Anos 80'?!
      Ele há modas que nos envelhecem, e outras que nos rejuvenescem depende!!!
      Quanto a rotinas mais certas que um relógio, há muita gente da sua idade e mais novas que prefere tê-las a viver desorganizadamente e em constante busca de "aventura".Todas as formas e modos de vida são legítimos desde que nos proporcionem bem estar e felicidade!

      Eliminar
    2. Por favor minha senhora!
      Haja sentido de humor.
      Ou enfiou assim tanto a carapuça?

      Primeiro, quis dizer à Ana que os 35 anos são relativos, precisamente, porque amanhã iremos olhar para trás e sentirmos-nos mais jovens com 50 anos do que com 30 porque as modas hão-de-nos fazer parecer diferentes, eventualmente, mais velhas.
      Tal como a minha mãe aos 35 parecia ter 55, hoje com quase 70 parece estar com 55. É tudo relativo, volto a dizer. Estava a querer ilustrar, caricaturizar, uma situação e felizmente tenho boa relação suficiente com a minha mãe para nos podermos rir juntas disto.

      Segundo, a senhora não conhece a minha vida, portanto, não alvitre.
      Tenho a vida mais estruturada e firmada do mundo. Muito mais que muitas pessoas de 50 anos. Só não preciso de estar casada e ter filhos para o conseguir. E não critico quem necessite disso, apenas referi que a minha mãe o tinha e, tantos anos depois, já não tem. Até isso mudou. Hoje até nisso parece mais nova.
      Era um comentário positivo, percebe?
      Com uma visão de futuro positiva, compreende?
      E nem era para si, era para a Ana.

      Terceiro: sou feliz! Espero ser sempre! E não precisar de me alimentar das amarguras dos outros!

      Eliminar
    3. Lá vem a história da amargura, das depressões, de mal com a vida etc...
      Na verdade tal como a Sra. estou super bem com a vida, fiz por isso.
      Com o meu comentário não pretendi "alvitrar"sobre a sua vida, a minha preenche-me! Simplesmente não gosto ouvir "filhas" a ridicularizar "CARICATURAR" ou satirizar as progenitores em coisas tão pouco importantes como a moda ou outras.
      Por outro lado, ainda que o seu comentário tivesse como destinatária a Pipoca, como quase todos..., o seu e todos os comentários deste blogue são passíveis de resposta/s, sempre assim foi...Não leve tão a peito a minha crítica..., relativize!
      A todos assiste o direito de comentar e responder a comentários...direito de opinar!(:
      Só mais uma coisinha,não sou casada nem tão pouco perspectivo ter filhos e não será decerto está a condição necessária para se ter uma vida estável, feliz e "firmada"...por isso parece-me destituído de sentido/nexo o seu argumento/afirmação " não preciso de estar casada nem de ter filhos" é uma ótima poção e válida, mas que temos nós a ver com isso ?!?
      Felicidades :-)

      Eliminar
    4. Desculpe dizer-lhe mas afinal se tanta conversa foi para isto, a senhora é só parva.

      Eliminar
  37. Só números capícuas!!! Ora vejamos:

    - Data do aniversário: 6-1-16
    - 35 anos: 3+5=8; 8+8=16
    - Para além disso: 16 1+6=7 (número da sorte)

    Com certeza que vai ser uma ano em cheio, aproveite e jogue com os números :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  38. Muitos parabéns! Acho-a mais bonita hoje do que há uns anos atrás. Sempre para mais e nunca para menos :)

    P.S- Hoje a sonsa da Irina Shayk também faz anos.. há pessoas que não podem ver nada :P

    ResponderEliminar
  39. Muitos parabéns, Ana! Estás ainda melhor aos 35 do que estavas aos 25 ☺

    http://avidaeueocloset.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  40. Parabéns Pipoca!
    Toda a gente me diz que "o importante é que não pareces ter a idade que tens, estás uma jovem" e eu fico com cara de pateta e com aquele sorriso forçado a pensar "pois, dizes isso porque tens 20/25 anos, vem falar comigo quando fizeres 28/29 e sentires que o tempo passa tão rápido que parece que fazes anos de 6 em 6 meses".
    Mas ontem lembrei-me que daqui a um mês e uns dias faço 31 anos e também deprimi um pooooouco (começo a pensar em 1000 projectos e coisas que ainda gostava de fazer e já me acho "velha demais"), hoje li o teu texto e deprimi mais um bocadinho. Obrigada Pipoca :D

    ResponderEliminar
  41. Muitos Parabéns Pipoca!!! Votos de um excelente dia!! Apesar do dia cinzento, tenho a certeza que até ao final do dia vai ficar cor- de-rosa :) Beijinhos e tudo de Bom

    ResponderEliminar
  42. Parabeeeeeeeens muitos parabéns. Que se mantenha sempre cheia de saúde, energia, é muita felicidade junto de todos os que mais ama... Filhote lindo e maridao que lhe escreveu uma autêntica declaro linda de Amor ( só por isso já valeu a pena fazer os tais 35). Como dizia o outro: 35? Pois olhe não parece é já estamos servidos. Vivaaaaa a PMD por muitos anos e nós aqui deste lado a ler. Ah já agora os 40 são ainda melhor que os 25, 30 ou 35, garanto-lhe:)

    ResponderEliminar
  43. Parabéns pipoca. Este ano viro quarentona... temos é que celebrar a vida é viver um dia de cada X. Tudo de bom.
    Beijocas
    C.

    ResponderEliminar
  44. Parabéns Pipoca. Claro que em dia de reis só podia ter nascido uma princesa. ☆
    Que venham + 35.
    Maria

    ResponderEliminar
  45. Pipoquita,isso é o teu saturno de capricórnio a falar.os capricórnios no fundo,por trás dos sorrisos são pessoas tristes e um bocado " velhas",demasiado de pés assentes na terra. Descomplica,estás óptima,vai beber uns copos e fazer o teu mapa astral.estás a meio da vida mas a partir de agora é que vais começar a viver a sério!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai a astro.com e insere os teus dados de nascimento e vai ao horóscopo diário pessoal.às 5ª feiras podes ver os teus trânsitos de longa duração gratuitamente.

      Eliminar
  46. Eu também ficava de telefone desligado no dia de anos a deprimir dos 30 aos 36... Sem vontadinha de atender chamadas a receber os parabéns e a ter de assumir que estava no sofá a deprimir...nunca ficava satisfeita com o presente que o meu homem me dava,ou era porque não me conhecia e não sabia os meus gostos ou era porque me dava o dinheiro para comprar ou era porque só me tinga dado os parabéns às 9 h 00 ...No ano passado não sei bem porquê deixei-me de desperdiçar assim o meu dia de anos. Marquei férias, fui ao cabeleireireiro, massagens, museu,(tudo sozinha) juntei amigos num jantar num indiano e percebi que tinha perdido tanto os anos que ficava assim. Não vale a pena e afinal juntar amigos a uma mesa não é assim tão complicado e sabe tão bem

    ResponderEliminar
  47. Muitos Parabéns e muitas muitas felicidade Pipoca!!!
    És e serás linda em qualquer idade :0) Aproveita bem o teu dia na presença dos que mais amas.
    Beijinhos,
    Fátima

    ResponderEliminar
  48. Tb já gostei mais de fazer anos. Mas olha, se não podes com eles, junta-te a eles! :) Muitos parabéns!

    ResponderEliminar
  49. Concordo absolutamente: a vida passa demasiado depressa... Mas temos de olhar em frente e tentar abraçar tudo, sorrir sempre, e aproveitar ao máximo!

    http://cucasandcookies.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  50. O dia do funeral do Eusébio coincidiu com o seu dia de aniversário e foi também o dia em que soube que a minha Mãe estava em estado terminal. Ao ver o funeral dele na TV chorei mais que no próprio funeral da minha Mãe. Porque tinha sabido há pouco que, em breve, Ela ir-lhe-ia fazer companhia.

    Desabafos pessoais à parte desejo-lhe muitas felicidades e saúde e faço votos que continue assim, linda por dentro e por fora e com um coração generoso.

    Uma leitora diária... :)

    ResponderEliminar
  51. Este post foi totalmente bipolar :) Começaste na fase descendente e terminaste na fase eufórica. Brincadeira à parte, compreendo o que dizes. Eu faço 33 daqui a uns meses e na minha cabeça tenho uns 21. Às vezes dou por mim a pensar como é que já tenho dois filhos e acho a mais velha, de 4 anos, enorme. lol. Acho que somos todos um pouco assim. Sempre me lembro da minha mãe também ter esta conversa.

    ResponderEliminar
  52. Parabéns Ana pelo 35°Aniversário!
    Ontem foi impossível voltar ao blogue, por isso só agora a pude felicitar, ainda é muito jovem, com a sua reação, quando lhes acrescentar mais uma década...é que vão ser elas...(estou a brincar).É um grande "dejá vu", mas, o espírito é que conta...e a Ana sabe que está ótima nos seus recentes 35 aninhos! Que assim se conserve por muitos e longooos Anoooos!
    Tal com já referiram, eu também detesto fazer anos, aliás, nunca gostei muito de comemorar o meu aniversário, nunca tive a "panca" de atingir a idade adulta, os 18 anos, talvez por estar bastante consciente das responsabilidades e dificuldades que nos vinculam.Perante reclamações sobre as dificuldades da vida de estudante...digo com frequência aos meus filhos para aproveitarem ao máximo essa boa vida onde os estudos, e os bons resultados escolares são as únicas exigências, tudo o resto aparece de bandeja!
    Sobre o processo de envelhecimento, sou muito "fundamentalista" e nada hipócrita: odeio rugas e afins, não gosto do envelhecimento e das perdas de capacidades e propriedades a ele inerentes, Como não me sinto com a idade que consta do CC, custa-me imenso aceitar que estou a caminhar para a idade... A Passos gigantes!
    Enfim, faz parte, é a vida, não há como fugir! Haja saúde e boa disposição !(:

    MDM

    ResponderEliminar
  53. Eu tive um piripaque quando fiz 30! Durou um ano, quase dois, o filho da mãe. Agora, a caminho dos 32, estou mais recomposta da avalanche de emoções que passou por cima de mim. A partir dos 30 tornamo-nos mais consciente da efemeridade das coisas, das relações, da vida. Quer queiramos, quer não, somos confrontados com a fragilidade que nos é própria. Fora isso, é continuar a viver de cabeça levantada. Parabéns Pipoca, que contes muito. Já imaginaste, o "hoje deu-me para isto" aos 80?! Eu pago para ver! Beijinhos

    ResponderEliminar
  54. Percebo-te bem, também faço anos amanhã e tenho os mesmos pensamentos que tu. É mais forte que eu e não consigo evitar aquele pensamento de "epa isto ta a passar mais rápido que um TGV". A minha idade "oficial" não é aquela que sinto na minha cabeça , mas tento sempre olhar em frente e não me deixar abater por esses pensamentos. Só no dia de anos é que eles me assaltam com mais facilidade mas com chocolate, séries, mais chocolates resolve-se a coisa, até porque é dia de anos e a pessoa podeeee ;) Beijinho grande pipoca e muitas felicidades neste novo ano com mais e mais conquistas :)

    ResponderEliminar
  55. Já vou um bocadinho tarde, mas gostaria de te dar os parabéns!! É uma idade gira, espero estar tão bem quando fizer os meus 35 anos!!
    Um bjinho, Tânia Sitoe
    www.bellucciconsulting.com

    ResponderEliminar
  56. Parabéns Pipoca!!! Atrasados, mas sinceros! :) Também faço 35 este ano, mas é mais lá para Setembro, ainda falta! :) Celebrar a vida, é o que importa!

    ResponderEliminar
  57. Parabéns Pipoca!
    Sorry, pelo atraso :(
    Revejo-me no texto da Pipoca, mas quero pensar que ainda temos uma vida inteira pela frente ;)

    blogdamariafrancisca.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  58. Eu adoro os 35... E espero adorar os 36, os 37, os 40.... Sinceramente, não me fazem confusão rugas ou cabelos brancos, desde que esteja feliz 😉 Parabéns e bem vinda aos 35 (eu estou em modo de despedida, em fevereiro faço 36!)

    Sofia
    cafecanelachocolate.sapo.pt

    ResponderEliminar
  59. E quando tiveres quase mais vinte em cima, como eu? Aí é que vai ser... (uma merda).

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis