Pub SAPO pushdown

Novamente órfã de série (e desta talvez para sempre)

segunda-feira, novembro 02, 2015

Há várias coisas boas em ver uma série antiga. Ninguém fala do assunto, o que evita spoilers a saltarem de todo o lado, não é preciso esperar que haja novos episódios disponíveis, é só ver, e ver, e ver. Para aí há um mês o homem apareceu-me com os DVDs do "Sete Palmos de Terra", lançada pela HBO em 2001, e disse-me que eu tinha mesmo de ver.  Tinha apanhado um episódio aqui ou ali, mas nunca dei atenção à série e pensei que nem sequer ia achar grande graça. Mas como gosto de pegar em séries grandes e com muitas "seasons", decidi dar o benefício da dúvida. Foi o melbor que fiz. O "Sete Palmos de Terra" teve entrada directa para o meu top de séries e para o meu coração. E, assim de repente, é bem capaz de ter conquistado o primeiro lugar. Que série brutal. A história é fantástica, as personagens são fantásticas, os actores são fantásticos, e está tão, tão, mas tão bem escrita. E é engraçado como se percebe que tantas outras séries foram ali buscar ideias. Despachei as cinco séries em pouco semanas. Só no sábado foram sete episódios de enfiada, até às cinco da manhã. E ontem chegou ao fim. Já me tinha custado o fim de algumas séries, mas não tanto como esta. Acabei o último episódio a chorar baba e ranho, mas já sabia que ia ser assim. Não só por ter sido maravilhoso, o melhor de sempre, mas também por saber que não vou voltar a "estar" com aquela família. Sentia-me a modos que adoptada por eles. Ou que eu os tinha adoptado a eles. Estava habituada a ir ter com eles todas as noites. Com o Nate, a Claire, o David, a Ruth, a Brenda, o Rico, o Keith. Parecia que estavam sempre à minha espera. E agora sinto-me assim a modos que abandonada. Sobretudo por saber que dificilmente haverá alguma série melhor do que esta. Por ter um fascínio um bocadinho obscuro/obsessivo com o tema da morte, o "Sete Palmos de Terra" ajudou-me a olhar para a coisa com uma certa leveza (a série passa-se numa casa mortuária). Talvez pela forma como é tratado, com tanta naturalidade, por fazer parte do dia-a-dia de uma família. Enfim, há decididamente uma vida antes e depois do "Sete Palmos de Terra". E agora estou ligeiramente arrependida de não ter sabido racionar os episódios de forma a durarem mais, mas era impossível. Não dava para ver só um de vez em quando. O homem já me começou a sugerir outras, mas ainda não estou preparada, parece que estou a trair a memória do "Sete Palmos". Tenho de fazer o meu luto. =(

116 comentários:

  1. Quando sigo uma série por muito tempo também fico com essa nostalgia. A última em que chorei mesmo baba e ranho foi nas donas de casa desesperadas (nem sequer estou a discutir qualidade de séries) precisamente porque as acompanhei durante anos da minha e também me senti meio abandonada, além da terrível ideia de que elas, tão amigas umas das outras - capazes de tudo-, acabaram por nunca mais se ver porque as circunstâncias da vida as levaram para caminhos diferentes. E isso, foi como uma bofetada em cheio!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando vi o último episódio de donas de casa também me senti assim! Mas se pensarmos faz sentido, por muito que tentemos alimentar uma amizade à distância nunca mais vai ser a mesma de quando estavam juntas todos os dias. Um final muito realista. Se gosta do género aconselho devious maids

      Eliminar
  2. Tb é a minha série preferida de todos os tempos!
    E todas as que vi a seguir nenhuma me pretendeu tanto...
    A Familia Fisher... O Nate, o David, a Claire, a Ruth...
    A Brenda, o Billy, o Rico, o Keith, o George, a Lilly...
    Vou rever... deu-me as saudades!

    ResponderEliminar
  3. Foi das melhores series que já vi! Está no top 3 das minhas preferências, juntamente com os Sopranos e o The Office (versão inglesa).

    Sem Jeito Nenhum Blog

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os Sopranos também me marcaram imenso....

      Eliminar
    2. Podes crer uma série muito boa

      Eliminar
  4. Sete Palmos de Terra é brutal! Uma das melhores séries de sempre, com uma óptima conjugação entre o escrito e o representado. Percebo-te perfeitamente :)

    ResponderEliminar
  5. Six Feet Under = Sete Palmos de Terra?? .. uau, há traduções magnificas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Expressões idiomáticas. Está bastante preciso.

      Eliminar
    2. Por acaso até está muito bem traduzido...

      Eliminar
    3. A tradução não se pode fazer "à letra". É preciso olhar ao contexto e adaptar. E por acaso esta é das que está mais bem traduzida, pois, em Portugal "sete palmos de terra" é a expressão utilizada e equivalente a "six feet under".

      Eliminar
    4. Há traduções magníficas. E há quem não as entenda.

      Eliminar
    5. A expressão portuguesa equivalente a "Six feet under" é "Sete palmos de terra", por isso está muito bem traduzido. "Seis pés abaixo" fazia algum sentido, quando nós nem sequer usamos essa medida?

      Eliminar
    6. Cá para mim a anónima não sabe que "feet" é uma medida. Pensa mesmo que o nome da série se refere a pés. 3 pessoas enterradas, ou seja, 6 pés enterrados. Eheh

      Eliminar
    7. Anónimo das 15:26 vai-se a ver e ainda sai uma série sobre o drama das calosidades e micoses ;)

      Eliminar
    8. Anónimo das 15:26, mais correcto ainda seria "6 pés debaixo" =))

      Eliminar
    9. Uau... Há pessoas que estavam tão bem quietas, sem comentar... Perdeu uma óptima oportunidade para estar "calada"!

      Eliminar
  6. Acho que foi a primeira série que assisti do princípio ao fim, quando dava há muitos anos, na rtp2. É daquelas que nos envolve.

    ResponderEliminar
  7. Compreendo perfeitamente esse sentimento! Essa série nunca vi, mas fiquei com muita vontade agora. :)

    http://entreosmeusdias.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  8. Narcos, pipoca Narcos! pode ser a próxima... e é muito boa! :)

    ResponderEliminar
  9. Aquela sequência final... uau.
    Aquela música final... uau.

    ResponderEliminar
  10. Pois, como já disse no instagram (chica filipa), eu sou hiper fã da série, para mim foi a melhor de todas desta nova fase de séries (porque ainda sou do tempo da balada de hill street, Modelo e detective, etc. etc.). Tenho-a tão presente, que nem me apercebi que já passou tanto tempo...
    A propósito de banda sonora, eu já gostava da Sia antes, da fase dos Zero7, e com o six feet under, que a tornou de repente mais conhecida (e agora muito mais). A música dela no último episódio "casa" mesmo bem com aquelas cenas finais.
    Vejam aqui a reportagem que o Público fez sobre 10 anos após a última temporada:
    http://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/uma-decada-apos-o-fim-dos-sete-palmos-de-terra-que-morte-e-esta-1697938
    Também adorei a Ally McBeal, que tinha uma banda sonora própria (cantada pela Vonda Shepard).

    ResponderEliminar
  11. Senti exactamente o mesmo. Creio que foi a série da minha vida. E sem dúvida que há uma vida antes e uma vida depois de Sete Palmos de Terra.

    ResponderEliminar
  12. Tenho lá para ver. Vi 5/6 eps da primeira temporada e ainda não me deu o clique. Tanta gente fala tão bem dela que tenho que voltar a pegar na dita.

    ResponderEliminar
  13. Vê a Shameless U.S.. A sete Palmos de terra também me fez sentir o mesmo. Amei! A melhor de sempre. Mas desde que comecei a ver Shameless (a versão Americana) esse sentimento foi um pouquinho apagado :) É demais!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. What?! Versão americana?! Eu, depois de ver a versão inglesa de shameless nem consigo olhar para a americana. Do pouco que vi, é muito soft.

      Eliminar
    2. Toda a gente diz isso e eu não consigo concordar, a Shameless inglesa é tão exagerada que chega a ser uma caricatura. A americana consegue ser mais real.
      O que é estranho, normalmente as series americanas adaptadas de originais europeias são tão más, mas neste caso conseguiram superar.

      Anac

      Eliminar
    3. Odeio Shameless us... Não acho piada nenhuma deve ser das únicas series que não consigo mesmo ver. Quando está a dar na TV mudo logo xD

      Eliminar
    4. Quem vive em Inglaterra sabe que a versão UK é muitíssimo melhor :)

      Eliminar
    5. Anac, a versão inglesa do Shamless não podia ser mais real. Se calhar acha exagerada porque não conhece a realidade em Inglaterra.

      Eliminar
    6. Provavelmente é isso, a Shameless us é mais parecida com a minha realidade.

      Anac

      Eliminar
    7. Não consigo ver Shameless, demasiado cru.

      Eliminar
  14. Talvez para sempre? Talvez? :O

    ResponderEliminar
  15. Amei a série. Adorava a o bipolar, o Billy.

    ResponderEliminar
  16. Confesso que vi apenas alguns episódios, há já bastante tempo... Acho que vou retomar.

    ResponderEliminar
  17. Foi uma das séries que mais me marcou, está no meu top 5. Nunca voltei a revê-la pois acompanho imensas séries e o tempo não dá para tudo mas muitas vezes lembro-me de certas situações e dos personagens que nunca mais esqueci...
    Anabela D.

    ResponderEliminar
  18. Depois desta série a minha irmã mais nova decidiu que, profissionalmente, queria ser maquilhadora de cadáveres... =S

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ri-me muito.

      Eliminar
    2. =D enveredou por esse ramo ou mudou de ideias mais tarde?

      Eliminar
    3. Enveredou sim e (in)felizmente tem sempre clientes.

      Eliminar
  19. Mr Robot - a série de 2015, sem dúvida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo! Completamente viciada!

      Eliminar
  20. para mim essa é realmente a melhor série de sempre. não só por todas as coisas que disseste, mas também porque é a única série que vi até hoje de cujo fim gostei. o fim dessa série é tão perfeito, tão bem pensado, tão especial!
    ando a fazer uma maratona de xfiles para me preparar para a 10.ª temporada que estreia em janeiro (ups, na verdade para mim esta é a melhor série de sempre, mas vá, six feet under pode vir ex-aequo :)), mas tenciono rever esta maravilhosa série um dia destes. obrigada por me lembrares!
    um beijinho,
    joana

    ResponderEliminar
  21. Também gosto mais de ver as séries quando elas já acabaram! Nunca tive interesse nesta, mas agora fiquei super curiosa!

    Lena's Petals xx

    ResponderEliminar
  22. É, de facto, das melhores séries de sempre. E com um dos finais melhores de sempre. HBO quase nunca desilude.

    Aconselho-te a série The Wire que ocupa, juntamente com os Fisher, o primeiro lugar da lista de melhores séries. É num registo muito diferente claro, mas é sem dúvida uma excelente série, pelo argumento, personagens, diálogos, tudo... Tens mesmo de ver!

    ResponderEliminar
  23. Sei do que precisas: BREAKING BAD!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Ana já viu Breaking Bad! E eu lembro-me perfeitamente quando nos contou que estava orfã dessa série... Eu nunca tinha visto séries, e a Ana convenceu-me a ver e eu fiquei APAIXONADÍSSIMA! Para mim a melhor série do mundooooo. (Vá, também só vi aquela :) ) Agora estou a ver LOST e parece-me muito boa também.

      Eliminar
    2. LOST sim, é a melhor do mundo!

      Eliminar
  24. Essa série também está no meu top; personagem/actriz favorita: Ruth Fisher, a matriarca.
    Já alguém aqui referiu outra série excelente, muito bem escrita, com óptimos actores: Shameless-USA (a versão original é inglesa, mas a americana é melhor na minha opinião). Presentemente passa na fox a temporada 5.
    Outra muito boa é The Americans (anos 80, guerra fria, conflitos entre USA e URSS); dentro em breve deve iniciar a 3ª temporada.
    Tremenda desilusão é Minority Report (no seguimento do filme de 2002)
    Antonio

    ResponderEliminar
  25. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comentários com spoilers são completamente desnecessários, ainda por cima sabendo que há quem vá começar a ver a série depois de ler este post.

      Eliminar
    2. Shameless/No limite é bruuuutaaaaaaal!!!

      Eliminar
  26. Se tivesse de escolher as melhores séries de sempre, o primeiro lugar iria indiscutivelmente para Brideshead Revisited, quase impossível de igualar em perfeição. Hesito sempre quanto ao segundo lugar: Thirtysomething (com a qual provavelmente se identificará muito, pela sua idade) ou Six Feet Under. E depois também há I Claudius, feita com um baixíssimo orçamento e absolutamente brilhante, além de uma adaptação primorosa dos livros de Robert Graves.

    Vale a pena espreitar as críticas. Uma delas refere que, sem esta série, outras como SFU talvez nunca tivessem existido. Foi pioneira, rompeu com os moldes habituais de fazer televisão.

    http://www.amazon.com/thirtysomething-Season-1-Timothy-Busfield/dp/B001U9BS2O/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1446472712&sr=8-1&keywords=thirtysomething+season+1

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, a thirty something! Fim dos anos 1980 ou início dos anos 1990 (em Portugal), eu adorava! Nem sei como não me lembrei...

      Eliminar
    2. I Claudius para mim é a melhor série de sempre.

      Eliminar
    3. E é uma pena que ninguém a conheça, porque é intemporal. Nem sequer é preciso gostar de História.

      Eliminar
    4. O mais engraçado é que depois de ver a série fiquei interessada por esse período da história e já me fartei de ler livros sobre cada uma das pessoas... Cláudio, Messalina, Tibério...

      Eliminar
    5. Aconteceu-me o mesmo. E as minhas gatas receberam nomes da família imperial: Messalina, Agripina, Drusilla...
      Lívia é provavelmente a mais extraordinária vilã da história da televisão. David Chase, o autor de The Sopranos (outra série notável!) admitiu abertamente ter ido buscar o nome da odiosa mãe de Tony Soprano à série, homenageando assim Robert Graves.

      Eliminar
  27. Senti precisamente o mesmo quando a vi de enfiada há uns anos atrás, e já a voltei a rever por inteiro depois disso. As personagens são credíveis e bem escritas e, o mais importante, crescem e evoluem ao longo do curso da série. O facto de ter apenas 5 temporadas, as necessárias para contar uma história com início, meio e fim sem se esticar infinitamente e perder qualidade pelo caminho também é um dos seus pontos mais fortes. É das minhas séries favoritas, sem dúvida. O período em que aparece a Lisa dá-me um bocadinho nos nervos porque não suporto aquela personagem (chata, chata, chaaaata), mas ainda hoje me lembro de ficar chocada e ao mesmo tempo fascinada com certos episódios, como aquele inesquecível em que o David foi raptado.

    Costumam recomendar-me os Sopranos quando sabem que gostei desta, mas ainda não lhe peguei.

    ResponderEliminar
  28. Ando há imenso tempo para ver essa série, mas depois acabo sempre por começar outra mais recente (há tantas, que não é fácil!!)... Acho que me deste o impulso para finalmente ver Sete Palmos de Terra! Ainda por cima a minha família tem uma agência funerária, portanto acho que me vou identificar muito! ;)

    ResponderEliminar
  29. Como te percebo pipoca... Despachei em duas semanas três temporadas de "the orange is the new black" e agora sinto que estou novamente em liberdade e as minhas "amigas reclusas" já não estão ali ao fim do dia à minha espera :( Six Feet Under também já vi e é brutal. E ver o Michael C. Hall a fazer o papel de responsável da família e do negócio é giro, para variar da colagem ao Dexter. Boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acabei de ver há duas semanas Orange is the New Black e senti a mesma coisa, nunca pensei que me cativasse tanto

      Eliminar
    2. Mesmo, tb acabei agora a 3ª temporada e consegues criar afinidade com as reclusas e até torces pelos seus namoros e tudo, estou a adorar, agora é esperar por Junho/16.

      Eliminar
    3. Bem, segui fielmente Six Feet Under na altura em que passou na RTP2 (2002, cof cof) e Dexter é que me ajudou a ter uma visão diferente do Michael C. Hall :)... algures no final da primeira temporada lá consegui deixar de o ver como David.

      Eliminar
  30. Lembro-me dessa série dar na RTP2 e não perder um episódio, depois deixei de ver devido ao horário que era transmitida, obrigada por me recordares já que é uma excelente opção para quando ficar órfã de séries.
    Sei que não gostas zombies mas dá uma oportunidade ao Walking Dead depois de passares a barreira dos zombies aquilo é do melhor que há. Era um gosto que davas ao teu marido.
    Se ainda não viste Game of Thrones não sabes o que andas a perder.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Segui esse mesmo conselho há uns tempos, ou seja, ultrapassei a parte dos zombies e até gosto da série. Mais uma prova de que os humanos são os piores inimigos de si mesmos.

      Eliminar
    2. Odeio zombies, mas cá em casa fizeram-me "voluntária à força" para ver essa série e... espanto dos espantos... fiquei viciada. A meu ver, zombies à parte, é uma série que, sobretudo, trata de relações humanas numa situação extrema.

      Eliminar
  31. Ana, coloque Netflix! Tem imensas séries e sempre a actualizar!

    ResponderEliminar
  32. Compreendo-te perfeitamente porque é essa a minha relação com as séries: vejo-as de enfiada (quando estão várias temporadas disponíveis, claro) e depois quando me apego muito, quando a série é realmente muito boa, fico arrependida de não ter feito aquilo durar mais tempo... Erro que repito na série seguinte, claro.

    Quanto a esta série nunca vi, acho que vou aceitar a sugestão.

    ResponderEliminar
  33. Curiosamente hoje faço review no blogue sobre mais uma série que acho que toda a gente deveria ver, Mad Men, considerada o melhor drama de todos os tempos e a 7ª melhor série de sempre.
    Acabei na sexta-feira e sinto que dificilmente tão cedo uma outra venha ocupar um lugar tão importante nas minhas preferências. Fica a sugestão, a ver se consegues "esquecer" os Sete Palmos de Terra, que curiosamente ainda não vi (impede-me o tema mortos, funerárias, etc :)).

    ResponderEliminar
  34. Eu ainda não vi, mas depois dsta descrição tão calorosa vou ver de certeza.
    Mas só depois do Orange Is The New Black, que iniciei este fim de semana... A melhor pérola do Netflix ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já viste House of Cards ou Narcos ?
      Pessoalmente acho que estas sim, são as pérolas do Netflix.

      Eliminar
    2. House of Cards é genial!!

      Eliminar
  35. Lê artigo e verás que não estás sozinha no teu luto, mesmo dez anos depois.
    http://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/uma-decada-apos-o-fim-dos-sete-palmos-de-terra-que-morte-e-esta-1697938

    ResponderEliminar
  36. Estou para rever a serie há anos. Gostava tanto. Do que mais me lembro é da personagem Lauren, a mana mais nova, isto porque era mais ou menos da minha idade e lembro-me de eu me debater com algumas questões que a personagem se debatia ao mesmo tempo na serie.

    ResponderEliminar
  37. Vê a velhinha Coupling (U.K.). É uma série cómica, boa para a fase de luto e de transição entre séries mais "dramáticas".

    ResponderEliminar
  38. Pipoca comecei este fim de semana a ver essa série e estou a adorar! Partilho o entusiasmo! Mas estou a raciinar bem, não por querer mas por falta de tempo!

    ResponderEliminar
  39. eu também ando a ver os sete palmos :D comecei em setembro e vou na quarta temporada, adoro

    ResponderEliminar
  40. Pipoca, recordo-me que uma vez disseste que vias "The Affair"! A 2ª temporada já estreou, sempre podes ver essa :D um beijinho*

    ResponderEliminar
  41. Vê "The Americans".

    ResponderEliminar
  42. Melhor série de sempre. Ainda bem que viste, e ainda bem que escolheste expô-la ao mundo. É maravilhosa, e os actores...algo de outro mundo. Tenho 19 anos e a questão da morte inquieta-me de uma forma quase doentia, é algo em que não consigo não pensar de forma recorrente. Six Feet Under ajudou-me, é um tema difícil, mas faz parte de nós e faz parte da vida, não vale a pena fugir - " You can't take a picture of this. It's already gone."

    ResponderEliminar
  43. Sem dúvida a melhor série de todos os tempos. Vi-a pela primeira vez há uns 5 ou 6 anos e desde então já a revi várias vezes. Foi a única série que teve um impacto verdadeiramente profundo na minha vida, fez-me (e continua a fazer) repensar em tantas, tantas coisas! E aquele final, oh, aquele final... mais perfeito não podia ser.

    ResponderEliminar
  44. Pipoca, fiquei curiosa para saber qual é, afinal, o teu top de séries. Podias fazer um post sobre isso. Aliás era giro uma série de posts com as tuas coisas favoritas (filmes, séries, bandas, etc), até davas alguma inspiração aqui ao pessoal que te acompanha ;)

    ResponderEliminar
  45. Ana,

    Não consigo encontrar o meu comentário de há uns anos atrás, que deixei num blog, sobre como me senti depois de ter devorado, tal como tu, os 7 palmos de terra.
    Ainda hoje, e provavelmente ja la vãos uns 4anos desde que a vi, sinto um friozinho no estómago ao recordar-me da série, das personagens, da banda sonora, de tudo... daquele final em que também chorei baba e ranho (literalmente).
    Nunca mais descobri uma série assim. Ficam as memórias e o impacto fantástico que ela teve na minha vida, e que fico feliz por também ter tido na tua.

    Um beijinho,
    Maria João

    ResponderEliminar
  46. Para a mim a melhor série é The Knick.. Simplesmente apaixonante.

    ResponderEliminar
  47. Pipoquinha... The Wire... Homeland... House of Cards... The Americans... True Detective... Narcos... Fargo... Game of Thrones... The Walking Dead... Empire... Downton Abbey... Mad Men... Ou então uma clássica como "A Ilustre Casa de Blackadder"... E muito mais. Existe uma lista infindável para adoção. =P

    ResponderEliminar
  48. A Teoria do Big Bang. É risota do início ao fim.

    ResponderEliminar
  49. Kepping up with the Kardashians... The Real Housewives of Beverly Hills (com a mãe da Bella e da Gigi Hadid)... =P um bocadinho de "TT" ( Trash TV) não faz mal a ninguém.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. TT é divertido mas só de pensar que os supostos "reality shows" são mais ensaiados do as séries... Perde a piada.

      Eliminar
    2. Ficou completamente agarrada a esse reality show. só descansei quando despachei as 5 temporadas. As de Nova Iorque também é muito boa. O que me rio com elas :)

      Eliminar
  50. Orfã de Sex and city há 1 dia :( :( Tão boa, tão divertida!

    ResponderEliminar
  51. HOW TO GET AWAY WITH MURDER!!! Ves?

    ResponderEliminar
  52. É a mãe de todas as séries! E que banda sonora! Último episódio, Breathe Me da Sia!!!!

    ResponderEliminar
  53. Alguem sabe dizer um site onde seja possivel assistir esta serie? super obrigado!!!

    ResponderEliminar
  54. Onde é que podemos ver essas séries online ?
    Visto que o wareztuga já era!

    ResponderEliminar
  55. Já viu ¨Boardwalk Empire¨, estou a ver e tenho adoro... é um opção!

    ResponderEliminar
  56. Existe muita coisa boa e tenho dicas para todos os estilos… Mas há uma série que realmente se destaca: Breaking Bad (Rutura Total)! É simplesmente sublime! O guião é maravilhosamente bem escrito, os atores têm um nível de representação de tirar o fôlego, a produção é fantástica e até a banda sonora foi cuidadosamente escolhida! E nem sequer sou só eu que penso isto tudo! Se tiveres curiosidade dá uma olhadela. A menos que já seja uma das séries do teu top… Nesse caso… Respect!

    http://www.imdb.com/title/tt0903747/

    ResponderEliminar
  57. Só a melhor série de sempre! E aquele Nate... ui, ainda hoje tenho uma paixão assolapada por ele! Depois dessa série, só mesmo Mad Men (ai o Jon Hamm!) e True Blood (Stephen Moyer!!) - estou atualmente orfã de boas séries, tenho de arranjar algo ASAP!

    ResponderEliminar
  58. Ando a ver Os mistérios de Laura.

    ResponderEliminar
  59. Downton Abbey... ultima temporada está aí. Para seguir semanalmente até ao Natal.

    ResponderEliminar
  60. Também está no topo das minhas séries preferidas, até porque de uma certa maneira revejo-me ali. A mim e à minha família ;) Trabalhamos todos no ramo.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  61. American Horror Story

    ResponderEliminar
  62. Sempre quis ver essa série mas nunca calhou, acho que vai ser desta :P

    Se quiser sair das séries mais mainstream há uma série inglesa muito boa (acho que não deu cá), chama-se Broadchurch. A história começa com um miúdo que é morto numa cidade pequena, mexe muito com os sentimentos, é daquelas séries em que me apeteceu genuinamente saltar para dentro do ecrã e bater nas pessoas. A série está farta de ganhar prémios e a primeira temporada é só assim de cortar a respiração. É pequenina, eu vi as duas temporadas em menos de duas semanas, a terceira sai em Fevereiro.

    Se quiser uma série completa também sem ser mainstream veja Borgen (deu na RTP 2), uma série dinamarquesa sobre política (estilo House of Cards, mas menos cínico), é muito boa e tornou-se das minhas preferidas.

    ResponderEliminar
  63. Ainda fico com aquela sensação de calafrios quando penso em band of brothers.. Simplesmente brutal e inesquecível...

    ResponderEliminar
  64. Adorei também esta série. Recomendo, se ainda não viu. a serie Anjos na América. Lindíssima.. é antiga, mas ainda deve encontrar

    ResponderEliminar
  65. Pipoca ando a ver Fringe e acho a protagonista super parecia consigo! Foi a primeira coisa que me veio à cabeça quando a vi. Não sei se gosta deste tipo de séries FBI, mistério e ficção cientifica, eu estou a adorar ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Pipoca é igulazinha à Poppy Montegomery, aliás, a Carrie Wells de "Unforgetable". Comparem a expressões no Instagram e digam lá se não há muitas parecenças.

      Eliminar
    2. Ahahahahahah há pessoas com muita miopia! Ou muita imaginação!

      Eliminar
  66. ... e depois há péssimos oftalmologistas e outras pessoas desagradáveis, só porque lhes apetece...

    ResponderEliminar
  67. Ola, hoje que estou no meu local de trabalho e isto tá calmérrimo.. aproveitei para ler com mais atenção alguns dos posts que nunca tinha lido. Também sou fã de series e em especial da anatomia de grey.
    Acompanhei todas as temporadas e chorei que me fartei, especialmente no dia em que o Derek morreu... não é justo.
    Agora, que tinha a ultima temporada gravada na box da meo para ver tudo seguido... tive que mudar de box e bye bye gravação....
    C.

    ResponderEliminar
  68. Comecei a ver a série pouco tempo depois de teres sugerido aqui no blogue! Tinha acompanhado alguns episódios mas nunca dei atenção! Partilho da mesma opinião, quando dizes que preferes ver séries que já terminaram! E esta mexeu completamente comigo! Vi ontem o último episódio e não consigo pensar noutra coisa! Parece que nos faz ficar com uma perspetiva da nossa vida completamente diferente! Faz nos pensar que a vida são mesmo 2 dias e que nem sempre dá-mos o verdadeiro valor aqueles que mais gostamos! Acho que nunca vi uma série com um final tão tocante, tão realista do que realmente é a vida e a morte! Não chorei, mas senti um grande aperto no peito ao longo dos 10 minutos finais. Muito muito bom!

    Alexandra.

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis