Pub SAPO pushdown

Diz que está na moda #28

segunda-feira, agosto 17, 2015
Ele há modas que uma pessoa não sabe muito bem porque é que são lançadas ou, pior, porque é que voltam. É o caso do patchwork, que se já é mau em colchas, imagine-se em roupa. Mas é, ele está aí, em vestidos, camisas, túnicas, saias, macacões e sabe-se lá mais o quê. Aproveitou a onda hippie-boho-qualquer-coisa que vamos ter aos montes na próxima estação e aí veio ele de fininho. Acho que escapa na versão ganga, com a sobreposição de vários tons diferentes. Quando passa disso já entramos um bocadinho ali no campo do rancho folclórico de Alhos Vedros e não sou grande apreciadora. Para quem for, ficam algumas sugestões.


56 comentários:

  1. Hmmmm... acho que se pode safar em certas peças. Mas nenhuma destas parece ser o caso. :P

    http://entreosmeusdias.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Não, não... isso não vai pegar por aqui. A minha mãe deve ter umas quantas blusas assim, que já nem ela usa.
    Não, não. Obrigada. =)

    ResponderEliminar
  3. Por acaso acho que na ganga fica péssimo... O vestido e a saia da H&M são os que resultaram melhor na minha opinião.

    ResponderEliminar
  4. Em quimonos nem fica mal :)

    ResponderEliminar
  5. Nem parece teu Pipoca, lanças e promoves tendências. Por acaso gosto muito desta moda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não estou a lançar nem a promover. Só estou a dizer que se vai usar.

      Eliminar
  6. Faz lembrar a Desigual e detesto!

    ResponderEliminar
  7. Não... Gosto de patch work em colchas e mantas mas em roupa...Nops.

    ResponderEliminar
  8. Não gosto particularmente desta "moda"... E penso exactamente como a Mulher XL, sempre detestei a Desigual porque me perdia entre tanta cor emaranhada uma na outra...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muita informação junta :P

      Eliminar
    2. Já para não falar na roupa estendida na corda à entrada da loja... também não sou fã da marca..

      Eliminar
    3. Oh, não estou sozinha! Também acho a roupa da Desigual muito má! Como é que aquilo tem tanto sucesso?!

      Eliminar
    4. Penso que o sucesso já se foi.... :)))))))

      Eliminar
    5. E eu que pensava que só eu é que detestava a D- sempreigual !?!, roupa que sempe alcunhei de traparia a retalhos ! Fico feliz por não ser a única mulher ! :)

      Paula

      Eliminar
  9. Também não acho grande piada.

    ResponderEliminar
  10. Não, mesmo com algum esforço, não consigo gostar!!!
    Nem mesmo em mantas!

    ResponderEliminar
  11. Acho que o que não se safa mesmo são as peças em ganga.

    ResponderEliminar
  12. Eu gosto do kimono da stradivarius e da saia da H&M. Este ano também entram em de volta as saias de ganga que eu me recuso a comprar - depois de anos fechadas no armario, há meio ano decidi dar duas que já não usava há séculos, e agora que as dei é que voltam em força?

    ResponderEliminar
  13. Eu cá aceito as peças da Stradivarius. A camisa de ganga e o kimono :D

    ResponderEliminar
  14. Eu por acaso gosto muito de colchas patchwork! Eehehehehe! Em relação à roupa... contrariamente à Pipoca, acho que o que menos se aproveita são mesmo as gangas! :/

    ResponderEliminar
  15. Só gosto do vestido da Zara em tons de verde e castanho... não gosto das restantes peças☺️. Bjs

    http://Meninaricameninapobre.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  16. O vestido do Roberto Cavalli parece saído do guarda roupa duma drag queen....
    O resto, kill it with fire!

    ResponderEliminar
  17. Mau Pipoca. Tudo mau. Aliás, PÉSSIMO. Nem te atrevas a vestir alguma dessas peças :p

    ResponderEliminar
  18. O kimono da Stradivarius já o vi na loja e está giro. De resto dispenso tudo, também é uma tendência que não me agrada muito. Um dia ainda voltam as calças fuseau...quando vejo fotos minhas com 11/12 anos só penso como foi possível a minha mãe ter deixado que eu saísse à rua assim!

    ResponderEliminar
  19. Ui, não sei bem se tem alguma coisa a ver, mas faz - me lembrar aquela serie uma casa na pradaria.

    ResponderEliminar
  20. Não gosto :c não faz meu estilo.. :c talvez um dia goste mas não com cores tão diferentes uma peça com uma cor mas com tons um bocadinho diferentes.. a camisa da stradi é a melhor peça dai mas a mesma não é asism tão bonita.. bem, minha opinião :) 50%Adolescente

    ResponderEliminar
  21. Para ser sincera eu até gosto do conceito... Só não gosto dos padrões. Existem tantos tecidos estampados bonitos para se misturar, para quê usar, exactamente, os mesmos do tempo das nossas mães?

    http://manual-da-moda.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  22. Em colchas sim, em vestuário NÃO!!!!! E mesmo sem ser o patchwork, este ano há estampados horríveis.

    Manuela

    ResponderEliminar
  23. Usando uma peça destas temos de ter muito cuidadinho com o resto!

    blogdamariafrancisca.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  24. Gosto do vestido da H&M. De resto, tudo pavoroso.

    ResponderEliminar
  25. Mais uma "refashion" que não me agrada, é muito padrão tipo "salada russa"! Na mesma linha de outros comentários,sempre abominei a "Desigual"(nunca comprei nada desta marca), bem como todas as cópias desta marca que inundaram o mercado. Da montra acima nem a ganga se salva.... faz-me lembrar a vestimenta do Zacarias(espantalho da horta pedagógica do colégio do meu filho) ! :)

    MDM

    ResponderEliminar
  26. Isto é padrão para causar displasia retiniana...

    ResponderEliminar
  27. Também não sou nada fã, mas pronto, têm de existir gostos para tudo! :)

    ResponderEliminar
  28. Também não sou grande fã desta tendência. Para mim safa-se a camisa de ganga da Stradivarius que me faz lembrar MarquesAlmeida :) De resto... passo!

    ResponderEliminar
  29. Não o usaria porque não é o meu género mas o único que acho interessante é o vestido Roberto Cavalli.Talvez porque não tem um ar de trapo.
    Em ganga ainda acho pior que em estampados.
    É mesmo um grande NÃO!

    ResponderEliminar
  30. Naaaaaaah nadica de nada. Não gosto!

    ResponderEliminar
  31. Eu faço parte de um Grupo Folclórico e, acredite, temos lá roupa um pouco bem mais engraçada... lol

    www.pensamentoseepalavras.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Consigo gostar mais das roupas dos ranchos :P

      Eliminar
  32. Se não for mais cedo.... de certeza que a partir de 2-1-2016, estarão em SALDOS e farão parte da montra de "tesourinhos deprimentes/monos das colecções Outono/Inverno 2015/16 !

    Raquel

    ResponderEliminar
  33. A tradição do rancho folclórico de Alhos Vedros não tem ponta de corno a ver com estes padrões, tendências e whatever. Just saying... O post estava ótimo até chegar à parte de desdenhar um costume que por acaso, perdendo tempo a conhecer a sua história, consegue compreender a sua beleza. Mas enfim... Cada um com as suas afirmações (e "ataques" de ignorância" aguda). Ah! E não, não sou de Alhos Vedros ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem toda a razão caro(a) anónimo(a), pensei exactamente o mesmo. Nada, rigorosamente nada a ver... os ranchos folclóricos fazem parte do nosso património cultural da sua riqueza e diversidade, a maioria dos nossos trajes regionais são magníficos. Há quem não ligue minimamente a esta área cultural, para muitos a cultura ocupa um campo muito restrito... passando por consumir alguma literatura... assistir a peças de teatro, cinema, concertos, desfiles de moda, participar nalgumas iniciativas/eventos promovidos por autarquias locais, associações e pouco mais. A AGM não gosta desse tipo de manifestação cultural, está no seu direito, no entanto, penso que redigiu sem pensar, simplesmente saíu-lhe por impulso, todos nós temos os nossos dias menos felizes ! Não acredito que a Ana não ache explêndidos alguns trajes regionais, nomeadamente, todos os minhotos (fonte de inspiração de tantos estilistas), os madeirenses....

      Paula

      Eliminar
    2. A sério que ao fim de quase 12 anos de blog ainda há alguém que ache que quando refiro uma qualquer localidade a ideia é ofender a mesma? Oh vida...

      Eliminar
    3. Por acaso ontem ia no carro a lembrar-me precisamente disto (sim uma pessoa pensa em merdas que não lembram ao diabo - pode-se dizer merda?) e pensei cá para comigo: "As pessoas estão mesmo a ficar mais controladas. Desta vez não apareceu ninguém a defender a moral e bons costumes de Alhos Vedros"... Hoje a caminho de casa, quando for no carro, vou tentar pensar noutra coisa...
      (Fico tão triste com o facto das pessoas serem tristes)

      Eliminar
    4. Eu não achei ofensivo, se formos pensar que ninguém sai para o trabalho ou para fazer compras com os trajes regionais...

      Eliminar
    5. Acho que a Ana escreveu Alhos Vedros como poderia ter escrito o nome de outra localidade qualquer, só porque o nome é engraçado! Gente ofendidinha!
      Estes comentários lembraram-me alguns programas do RAP, que está constantemente a utilizar nomes de localidades portuguesas que não lembram ao diabo (mas que existem!).

      Eliminar
  34. Tudo horribilis!
    Sim, Ana, sei que estás apenas "a avisar", mas que os deuses da moda nos livrem disto, todos os dias. Amén!

    ResponderEliminar
  35. Esta tudo tão na moda que depois só fazem figuras tristes.

    ResponderEliminar
  36. Patch Work nos tapetes, colchas sim agora na roupa...não.

    ResponderEliminar
  37. Esta na Moda ir as lojas comprar coisas para casa e dizer.. ah é para a casa de praia.. a é para a casa de campo... são tão ridículas as pessoas...tudo o que ta na moda marcha.. que coisa ...

    ResponderEliminar
  38. Snif, snif... Vou deixar de dizer que moro em Alhos Vedros (e não, não tem rancho folclórico).
    Quanto ao patchwork, é feio que dói.

    ResponderEliminar
  39. olá pipoca

    não sei onde foste buscar os preços que tens aqui na foto,mas a saia da H&M no site custa 39.99€ e não 29.99€ como tens aqui. obrigada

    ResponderEliminar
  40. Tambem nao sou nada apreciadora destes padroes.
    http://claudiapersi.blogspot.ca/

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis