Pub SAPO pushdown

Está a chover? Não faz mal, temos plasticina!

quarta-feira, fevereiro 04, 2015

 Uma das coisas que mais adorava em miúda era brincar com plasticinas. Lembro-me de as comprar na papelaria em frente a minha casa. Vinham em barras de várias cores, duras como tudo, era preciso estar ali meia hora a amolecê-las, mas garantiam horas de diversão (mesmo que, invariavelmente, acabassem todas misturadas numa bola esverdeada). Há anos e anos e anos que não lhes tocava. Mas este fim-de-semana, com o tempo chuvoso e o Mateus a precisar de ser entretido, fui buscar umas caixas da Play-Doh que lhe ofereceram. E foi uma alegria. Mais para mim do que para ele, confesso. Ele adorou brincar com as embalagens, empilhar os boiões de plasticina e atirar tudo pelo ar. E eu entusiasmei-me com o Bolo Gigante, um brinquedo em forma de bolo que dá para fazer cupcakes, bolos de anos, rebuçados e muito mais. Tudo em plasticina, claro. Acima de tudo, fiquei fascinada com as diferenças entre a plasticina do meu tempo e esta da Play-Doh. Montei o estaminé na mesa de centro da sala - à qual já não tenho grande amor porque o Mateus já fez o favor de a riscar toda com os brinquedos -, a achar que ia ficar com bocados de plasticina colados para todo o sempre, mas não. É molinha, super fácil de moldar e super fácil de limpar. Acabei por ficar umas duas horas a fazer bolos, enquanto o Mateus os tentava destruir, comigo sempre de olho nele, claro, que as plasticinas são recomendadas para crianças com mais de dois anos. Deixei-o brincar com os pedaços maiores e, felizmente, ele estava mais interessado em atirá-los ao ar do que em tentar comê-los. Esta plasticina não é tóxica, é feita com farinha de trigo, mas nunca fiando. E eu ali, a fazer coraçõezinhos e estrelas para os meus bolos impecáveis (o pai também se entusiasmou). Gostei mesmo de matar saudades do maravilhoso mundo das plasticinas e espero que o Mateus venha a gostar tanto como eu gostava (gosto!). Já temos programa para as próximas tarde chuvosas.









Post escrito em parceria com a Play-Doh

23 comentários:

  1. Também tenho boas recordações da plasticina. Eu e a minha irmã tínhamos uma caixa mas a nossa mãe só nos deixava brincar com ela no jardim, no verão, porque sujávamos tudo :)
    O pequeno Mateus vai achar-lhe ainda mais piada quando crescer mais um bocadito.
    Felicidades!
    Madalena Brás

    ResponderEliminar
  2. Também adorava plasticinas quando era mais nova. O teu miúdo está um amor. Adoro os caracóis dele.

    ResponderEliminar
  3. Também sempre adorei brincar com plasticina quando era pequena. A minha mãe é que nunca achou muita graça a vê-la por tudo o que era lado... mas pronto, não se pode ter tudo não é verdade? ahahah

    Vanessa S.
    De Saltos por Lisboa,
    desaltosporlisboa.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Chato, chato é quando a plasticina vai parar em sitio impróprios: nos buracos das fechaduras, nas paredes, no chão e nas solas dos sapatos...por aí...

    ResponderEliminar
  5. Também ha sem glúten?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bem provável. Desta marca em concreto não sei mas sei que já há no mercado sem gluten

      Eliminar
  6. O miúdo está lindo! Sempre a sorrir nas fotos e divertido, querido que só ele :)

    ResponderEliminar
  7. Essas caixas também rolam cá por casa! São uma praga porque é plasticina por todo o lado mas os miúdos adoram e fazem se coisas bem giras!

    ResponderEliminar
  8. De onde é essa sweat do Mickey? É perfeita! Tenho um sobrinho com 2 anos que ia ficar louco com a sweat! Obrigada :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já vi há venda em imensos sitios...claro q nao sao exactamente todas iguais. Mas na primark, c&a, h&m e lefties ja vi há venda ;)

      Eliminar
    2. Cuidado com o bom português... Querem mais um texto com os maiores homicídios à língua do Luís Vaz?

      Eliminar
  9. No meu tempo não havia cá acessórios de cupcakes : ) Muito giro! Saudades...

    http://mundodamafy.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. Brincar com plasticina é uma maneira muito interessante de passar tempo bem passado. Pena essa plasticina endurecer se não ficar sempre guardada dentro dos boiões, até se desfazer com o passar do tempo...

    ResponderEliminar
  11. Também adorava - e adoro! - plasticina.

    ResponderEliminar
  12. A minha Pipoca faz amanhã 18 meses.... Vai ser prenda! :-)
    Www.moncloset.com

    ResponderEliminar
  13. Eu adorava brincar com plasticina.

    ResponderEliminar
  14. O que eu ia gostar de brincar com essa plasticina! É tão bom voltar à infância com os brinquedos dos nossos filhos.

    blogdamariafrancisca.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  15. Esse miúdo é tão fofo!!
    Fofo, fofo, fofo..
    Só apetece estrafugar com beijinhos :)

    Sim e aqui por casa é igual, eu construo toda animada e ele destrói. :)

    http://ervilhinhailuminada.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  16. O Mateus é tão lindo !!!!!

    ResponderEliminar
  17. A felicidade do pequeno Mateus está-lhe estampada no rosto.
    É uma criança amorosa!
    Cris

    www.lima-limao.pt

    ResponderEliminar
  18. O teu Mateus tá mesmo um mimo... Lindo !!!
    As plasticinas não fazem parte da minha infância, penso que e lembro de brincar mais com uma almofadinha com folhas coloridas que depois se picava para fazer tipo decalque.. Acho que era isto

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis