Pub SAPO pushdown

O eterno tema das "dietas"

sexta-feira, janeiro 09, 2015


Comentava ontem uma leitora no post sobre o meu treino:

"Enerva-me que a pipoca só responda a alguns coments! Também gostava de saber que tipo de cuidados com a alimentação tem ! É que o desporto por si só não faz 'mossa' e a alimentação conta praticamente 90%. Tenho bué barriga e sou tudo menos tonificada. Vestida tenho corpo perfeito mas enfim, no Verão é o que é..."

Ora bem, eu posso perfeitamente dizer que cuidados tenho com a alimentação. Aliás, anunciei aqui quais são no início do ano. Mas o que funciona para mim pode não funcionar para o resto do mundo. Porque cada corpo é um corpo, cada metabolismo é um metabolismo, e cada opinião é isso mesmo, uma opinião. E eu já sei que se vier dizer que como um iogurte ao pequeno-almoço virão 358 nutricionistas de bancada dizer que isso é um crime, que eu devia era comer panquecas de tofu com bagas goji e pétalas de alecrim colhidas numa noite de luar na serra de Sintra, e que é uma irresponsabilidade eu estar para aqui a apregoar que como iogurtes e blá blá blá whiskas saquetas. O de sempre, tudo aquilo para que já me vai faltando paciência (cada vez me apetece menos ter opinião sobre o que quer que seja). 

Para começo de conversa, eu não sou fã de dietas. Ou melhor, até sou e admiro que tem a força de vontade necessária para as levar a cabo de forma disciplinada. Mas eu sou uma fraca de espírito. E sou feliz a comer, e gosto de comer, e gosto de comer porcarias, por isso é-me difícil ser assim tão metódica quanto isso. O que eu queria mesmo era comer melhor. Comer de forma equilibrada SEMPRE, com menos excessos. "Ah, e tal, só dizes isso porque és magra". Sim, é verdade que os meus desvarios gastronómicos não se manifestam em forma de peso (oscila sempre entre os 57,5 e os 58,5kg, por mais merda que coma), mas manifestam-se na saúde, na forma como me sinto, na agilidade, na firmeza do corpo. E tudo isso importa, sobretudo a saúde.

Não embarco em grandes dietas, menos ainda loucas ou que impliquem passar fome, mas comecei o ano com o firme propósito de comer melhor. Porque, tal como a leitora diz, só o desporto não chega. Bem que me posso matar a treinar, se não cuidar da alimentação vale de pouco. E também não quero andar a treinar e depois arruinar tudo com porcarias comestíveis. É raro almoçar em casa, e o jantar é muitas vezes fora ou qualquer coisa que se encomenda. Já se sabe que isto triplica a tendência para o disparate, perante uma carta cheia de coisas boas quem é que se limita à saladinha? Por isso, as resoluções são simples: deixar os hidratos de carbono para a parte da manhã (pão só ao pequeno-almoço, massa, arroz ou batatas só ao almoço), cortar nos doces (eu sou pessoa para mandar abaixo uma tablete de chocolate por dia, mas assim tranquilamente), cortar nas porcarias assim em geral (pizzas, McDonald's) e comer menos à noite. Como imenso ao jantar e como imenso depois, quando me dá a fúria do açúcar. 

O "regime" de um dia normal tem sido mais ou menos este: 

Pequeno-almoço: uma fatia de pão com queijo light/fiambre light/doce; um iogurte light ou leite; um iogurte com cereais; panquecas de aveia; fruta (não como isto tudo, vou variando);
Almoço: é a refeição mais livre, mas tem quase sempre incluído sopa, proteína (carne ou peixe), salada ou legumes, e um hidrato (batata, arroz, feijão, massa). Nunca tomo o pequeno-almoço muito cedo, por isso não sinto necessidade de comer mais nada até à hora de almoço;
Lanche: faço um ou dois. Ando sempre com coisas na mala, tipo iogurtes, mini-queijos light, um pacotinho de bolachas integrais, fruta;
Jantar: tem sido quase sempre sopa e fruta. Ou uma proteína acompanhada de legumes/salada. E depois fruta e/ou uma gelatina light. O meu guilty pleasure diário é um mini-mini-chocolate como sobremesa, que como em várias mini-mini dentadas, para durar mais (vida tão triste).
Pós-jantar: recuso-me a ir para a cama com o estômago a roncar. Se tiver fome ainda como mais qualquer coisinha antes de dormir. Um chá e duas ou três bolachas, uma maçã, um iogurte, uma gelatina.
Fim-de-semana: cá em casa decidimos que uma das refeições do fim-de-semana pode ser para comer o que quisermos, mas até agora ainda não prevaricámos; 

Como vêem, não é nada muito fundamentalista nem para perder peso, é só mesmo para comer melhor, de forma mais saudável. Deveria ser uma coisa para fazer sempre, mas para já o objectivo é Janeiro, numa espécie de desintoxicação dos excessos de Dezembro. Depois disso, se me apetecer comer uma outra porcaria de vez em quando, também o farei. Mas a ideia é que as pizzas, os hamburgers, as pratadas de massa ou as batatas fritas sejam a excepção e não a regra. Por exemplo, nos meus anos comi uma fatia de bolo e jantei mais do que o normal, mas pronto, foi uma excepção, no dia seguinte voltou tudo ao normal. 

Se isto se aplica a toda a gente? Se faz com que percam peso? Não sei, só um profissional vos poderá dizer. Isto são coisas básicas, de senso comum. É por isso que acho que é um bocado irrelevante dizer-vos qual é o meu plano. Se calhar, quem precisa mesmo de perder peso tem de cortar nos hidratos a 100% e não pode ter dias de excepção (isto das dietas varia sempre muito de nutricionista para nutricionista). E quem faz muito desporto precisa de comer mais do que aquilo que eu como (mas também é por isso que não elimino completamente os hidratos e reforço as doses de proteína, porque me mexo). Isto não é uma ciência exacta, o que resulta para uns não resulta necessariamente para outros. Ao fim de uma semana noto uma oscilação ligeira na balança mas, sobretudo, sinto-me melhor e menos balofa.

Algumas pessoas também me perguntaram sobre suplementação. Para já não estou a tomar nada. O ano passado, no auge dos meus treinos, tomava proteína (em pó ou em barra), mas tive um pequeno problema dermatológico e a médica achava que podia ser disso, por isso parei. Mas vou retomar aos poucos, para ver que tal. A proteína não tem nada a ver com perda de peso, não se confundam nem comecem a consumi-la como se não houvesse amanhã, é só mesmo para quem malha (tem a ver com a reconstrução do tecido muscular que se perde durante os treinos). 


E é isto. Não sei se ajudei grande coisa. Se tiverem dicas que queiram partilhar, força nisso.

102 comentários:

  1. Olá querida Pipoca!
    Nunca comentei, mas hoje vou chegar me a frente.
    Concordo com cada alínea que escreves, o meu plano alimentar coincide com o teu, embora o meu devaneio ocorra a sexta-feira (já que ai posso treinar antes ou depois da loucura) e o meu quadradinho de milka se derrete na minha boquinha como sobremesa ao almoço (iupi!). Os meus treinos são, no mínimo, 3x por semana. Para mim esta e a melhor opção para todos os meus objetivos!
    Obrigada por partilharem, e já agora a falta de acentuação deve-se ao meu desconhecimento de como o fazer no tablete...
    Beijinho, Sofia

    ResponderEliminar
  2. Ana é isso mesmo, cada caso é um caso. Os corpos são diferentes.Mas acima de tudo o que disseste está correcto é comer de uma forma mais saudável. Não comer porcarias todos os dias e se possível eliminar os hidratos de carbono principalmente à noite. Por exemplo para mim este último está fora de questão, pois sou muito magra e faço desporto e não posso depois de um treino não comer hidratos, pois perco massa muscular que já é pouca. Tenho que tomar proteína juntamente com hidratos de carbono. O melhor é consultar uma nutricionista, elas são a pessoa indicada para dar as dicas correctas. Eu como 4 a 5 vezes ao dia durante a semana pois acordo cedo.O meu pequeno-almoço por exemplo durante a semana é cereais, feitos por mim com leite; bebida de soja ou iogurte.Ao fim de semana faço sumo, pão com fiambre ou queijo fresco. Comer saudável é a chave para não termos aquela gordurinha a mais. Eu não sou pessoa de comer doces( não sinto necessidade), mas claro que ao fim de semana há sempre um dia em que eu os como.E durante o inverno dá-me para comer chocolate negro que é o que mais gosto.Mas só como 1 quadro se for grande, 2 se for pequeno. Temos de ter a noção do equilíbrio.Se hoje comi porcarias amanhã compenso. E quanto ao suplemento de proteína faz sentido se a pessoa praticar desporto, como tu referiste e bem, ela serve para a reconstrução do tecido muscular, que é afectado nos treinos. A dica que eu dou é: comam bem durante a semana toda e ao fim de semana tirem um dia para comer as tais porcarias, mas depois volta tudo ao saudável. Se não tivermos cuidado a saúde pode ser afectada.Não é preciso sermos extremistas, temos de ter unicamente bom senso.

    ResponderEliminar
  3. É uma pena que ainda hoje haja pessoas que não têm consciência que comer bem e de forma saudável não é a mesma coisa que fazer dieta. A maioria dos portugueses ainda não tem consciência da importância que tem comer bem e fazer exercício para a saúde. Não é por acaso que Portugal está na lista dos países europeus com maior taxa de excesso de peso tanto a nível infantil como em adultos.
    Obrigada Ana por partilhar o seu plano alimentar. Que este sirva de exemplo para quem quer cuidar melhor de si :)
    Beijinhos :)

    http://essencia-lidades.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Pipoca este blog brasileiro ajudou me imenso a entender muita coisa e a emagrecer mas claro que tambem ja tenho uma nutricionista funcional que parece que sao as melhores:
    http://www.blogdabel.com/2014/11/como-eu-emagreci.html
    beijinhos
    Rita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nutrionista funcional? Podia explicar-me o que 'e e como se chama a sua?
      Obrigada!
      Joana

      Eliminar
  5. E então, onde fica essa comida toda que mostras nas fotos? É só mesmo para dizeres que comes toda a sorte de porcaria e não engordas ou, pelo contrário, dizes que sim, que comes e depois não comes? Tretas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deve estar um bocado baralhado/a com o blog, não?
      Já vi aqui fotos de comida (lembro-me do sushi e de um prego) mas com a mesma frequência com que vemos o cometa halley, não sei se está a perceber?
      Olhe e que raio de português também, deixe-me que lhe dia.

      Eliminar
  6. Que fotos de comida é que me viu publicar desde o início do ano (tirando uma fatia do meu bolo de anos)?

    ResponderEliminar
  7. * Whiskas saquetas, Pipoca! :)

    ResponderEliminar
  8. Gostei muito do post, o que escreves sobre desporto/alimentação aquece me sempre o coração pois comecei a correr por influencia tua :) mas já que estas numa de responder, podes me dizer qual a tua % de massa gorda atual? E se fizeste mais alterações na alimentação para além dessas, naqueles 3meses (março-junho) em que tinhas como objectivo baixar a %. Tenho vindo a perguntar te isso e nunca tive resposta :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se calhar é porque a pipoca não quer responder qual é a sua % de massa gorda...
      Oh meu Deus, mas porque é que as pessoas querem saber estas coisas...

      Eliminar
    2. Na última medição, há uns meses, era 21%.

      Eliminar
    3. Porque tal como ela, quero perder a elevada massa gorda (ela já conseguiu) porém manter o peso que já é o ideal. E como vejo nela um enorme incentivo (até já me conseguiu pôr a correr e a sentir necessidade), gostava de saber se agora que conseguiu perder tem mantido.

      Agradeço desde já a resposta pipoca. Está óptima de corpo e alma.
      Boa sorte para a preparação da maratona.
      Um beijinho.

      Eliminar
  9. Olá! Acho que tem toda a razão, as dietas dependem do metabolismo de cada um e para isso é preciso um nutricionista. A Ana está óptima e nem por sombras precisa de emagrecer. Mas tenho curiosidade de saber uma coisa, qual é a sua altura?

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Desde que comecei a trabalhar, comecei também a conjugar o verbo "marmitar". E foi o melhor que eu fiz. E foi aí que eu decidi ser mais saudável e como bonus, ajudar a eliminar uma love handle aqui, uma celulitezinha ali. Sim, porque se me deixassem javardar e comer massa todos os dias, eu nem pensava duas vezes.
    Não fui a um nutricionista mas tenho conhecimento suficiente para saber minimamente o que faz bem e o que faz mal. Daí que, uma coisinha aqui ou ali, mas não varia muito disso. À excepção do pequeno-almoço que eu não vario e também não dispenso porque me sabe pela vida e faz muitíssimo bem, que é: flocos de aveia com "leite" de amêndoa, canela e banana. Lambo a colher e os beiços se ninguém estiver a ver.
    Como gelatina no fim do almoço para enganar a vontade dos doces (engano meninos, a fome de doces nem por isso). Fora isso, substituí o pão branco por pão de sementes, a massa branca por por massa integral, o arroz branco por arroz integral e basmati e a batata por batata doce.
    O resto, é correr na passadeira e suar. Suar muito.
    No Verão fico boa!

    xx, Sara

    ResponderEliminar
  11. A mim espanta-me é que ainda haja pessoas a perguntar este tipo de coisas. Existe tantas revistas, tantos programas e tanta mas tanta informação. Quem é que não está farto de saber que o pequeno-almoço é a refeição mais importante, que a fruta faz bem e que comer batatas fritas com bife de vaca está longe de ser a coisa mais saudável? Todos sabemos isto tudo, mas cada corpo é um corpo e os metabolismos são todos diferentes. O mais importante é sabermos o que nos faz bem e o que nos faz mal - foi assim que descobri que sou intolerante à lactose, por exemplo. No meu caso, eu sei que o meu corpo reage muito mais a uma alimentação equilibrada do que a muito exercício. Sei que o exercício não me vai fazer emagrecer muito (peso 50kg), mas vai ajudar a manter o meu corpo tonificado. No entanto, apesar de ser magra sei que os fritos se notam logo na minha pele (celulite), mas que não posso pôr-me nunca com dietas malucas que a minha anemia manda-me logo para o hospital. É muito importante conhecermos a fundo o nosso corpo e o nosso metabolismo e aí sim saber o que devemos fazer para perder, ganhar ou manter o nosso peso. Depois é só tentar manter uma vida (e dieta) equilibrada.

    http://entreosmeusdias.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Também tomei essa decisão no inicio do ano. Tenho para mim que se fiz três refeições seguidas em casa no mês de Dezembro foi muito.Uma pessoa vai aos Centros Comerciais e "ah, já que aqui estamos, não se vai agora a correr para casa cozinhar!" Até agora cometi um único devaneio. Dois, vá. Mas hoje também ainda é só dia 9. Quanto ao chocolatinho, ainda não caí na tentação, mas digo que amo aqueles do Minipreço de chocolate e cereais ou lá o que é. Comprava e vinha para o trabalho dizer para mim mesma (tentar mentalizar-me) de que iria comer um só quadrado por dia. Resultado? Ao fim de uma hora já só restava o aluminio. :-)

    ResponderEliminar
  13. Escrever um diário alimentar também ajuda.
    Quando fiz diário alimentar, e tinha de mostrar à nutricionista, foi quando emagreci mais porque tinha vergonha que ela visse que eu andava a comer coisas que não devia.
    Podia mentir, é um facto, mas não ia ganhar nada com isso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Toda a gente devia fazer isto, porque durante o processo ganhamos consciência de muitos erros ou excessos que cometemos!

      Eliminar
  14. Se se adequa a ti é porque está óptimo!! Penso que as pessoas tem de fazer algumas coisas antes de se por a fazer dietas malucas uma delas é pesquisar, perder muitas horas a pesquisar sobre isso, porque no fundo o perder peso é o básico "calories in and calories out" há várias formas de o fazer, assim como a alimentação de cada pessoa é diferente mediante as suas necessidades e objectivos, já fui a uma nutricionista mas descobri que o que ela me deu não se adequava a mim, eu ficava com fome, pesquisei durante muito tempo sobre alimentação e exercício físico e agora posso dizer que estou contente com o meu próprio plano, não sou nutricionista, mas descobri o que é melhor para mim, não passo fome, o meu colesterol baixou e já não tenho aquelas vontades que dá de vez em quando que só apetece comer porcaria, custou no inicio "desintoxicar"? Custou e muito! Mas sou mais saudável devido à mudança. Como disse acima não passa do que metemos a boca.
    Cada um sabe de si e a mais não é obrigado. :)

    ResponderEliminar
  15. Obrigada pela partilha.

    http://myviewpoint.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  16. Cada organismo reage de maneira diferente às dietas, mas o juntarmos alimentação saudável e exercício físico funciona com quase toda a gente. Pelo menos comigo funciona e o único exercício que faço (nem sempre com a mesma frequência) são as caminhadas que adoro fazer. Mas a idade também conta, pois quando se é mais novo é mais fácil, depois com a idade e após a menopausa o corpo modifica e é mais difícil perder peso. Mete raiva pois quando somos mais "velhotes" devíamos poder comer tudo ou quase tudo, mas não, é quando temos que ter mais cuidados.
    Beijinhos pipoca e continue assim que está muito bem.
    Manuela

    ResponderEliminar
  17. Boa tarde Pipoca,

    O meu nome é Catarina Pacheco, sou uma leitora do seu blog há bastante tempo, e é com muita curiosidade que leio os posts que focam temas de alimentação, dado ser nutricionista! Devo dizer-lhe que faz, a meu ver e de uma forma geral, uma alimentação saudável, com os pequenos miminhos a que todos temos direito em "dias de festa":) ainda assim, neste contexto, gostaria de disponibilizar o meu e-mail para todas as leitoras com dúvidas ou que gostassem de marcar um consulta (no Porto): catarinapacheco_nutricao@hotmail.com.
    Beijinho:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde, estou há algum tempo a pensar marcar uma consulta de nutrição ! Onde é que a doutora dá consultas cá no Porto ?

      Eliminar
    2. Bela maneira de obter publicidade grátis... é que é preciso ter lata!
      Já agora, sou PT, também posso ir ao post ali abaixo facultar os meus contactos...
      Que paciência...

      Eliminar
    3. Pois pode Anónimo. Não é preciso ficar mal disposto(a). Não o faz porque não quer. Você é livre de facultar o seus contactos e e nós somos livres de entrar em contacto ou não. Simples. :)

      Eliminar
    4. Doutora??? Doutores são os médicos, nutricionistas não curam pessoas, dão sugestões de bem-estar e de um estilo de vida mais saudável. Que mania dos portugueses chamarem doutor a tudo o que mexe.

      Eliminar
    5. Mesmo lol independentemente disso o anónimo das 15:31 deve ter algum problema... Publicidade gratis??? Eu so vi alguem a deixar um e mail para ajudar loool nao seja mesquinho...

      Eliminar
    6. Publicidade gratis?? Onde?! Paciencia mesmo, essa observacao foi ridicula...

      Eliminar
    7. Sim, doutora! É comum chamar-se "doutor" a uma pessoa licenciada, o que parece ser o caso. Nunca ouviu chamar doutor a alguém com um grau académico numa área que não a medicina? Que mania dos portugueses de estarem sempre a bajular os médicos, isso sim!

      Eliminar
    8. Para o anónimo das 16:52

      http://www.ciberduvidas.com/pergunta.php?id=123

      Eliminar
    9. Da minha parte agradeco a atenção! Pode contar com um mail aqui da je:-)
      Bjoka

      Eliminar
    10. Este ou esta PT precisa de ir treinar, esta um bocadinho alterado(a).. Mesquinhez é mesmo o termo! Mesquinhez e estupidez ja agora!

      Eliminar
    11. Doutores não são apenas os médicos. Doutor é qualquer pessoa que tenha um doutoramento :)

      Eliminar
    12. Ai agora os licenciados também são doutores? Isso deve ter sido excesso de praxes. Ou então eu sou doutora e nem sabia...

      Eliminar
    13. Chamar "doutor" a um licenciado é q está mal. Parece q só se sentem gente se lhes chamarem doutores. E sim, anónimo das 19:45, eu sei o significado de "doutor". E continuo a dizer q é usado em excesso. E mal.

      Eliminar
    14. Anónimo das 19.37 esta errado. Dr é a designação para todas as pessoas com licenciatura. Doutor designa as pessoas com doutoramento.

      Eliminar
    15. Anónimo das 16.52
      Quando uma pessoa termina uma licenciatura, diz-se "licenciado" e pode ser arquiteto, engenheiro, advogado...
      Qualquer pessoa depois de terminar a licenciatura pode fazer um mestrado e posteriormente um doutoramento. Quando termina o doutoramento tem o grau académico de doutor. E isto para qualquer curso. Não é exclusivo dos médicos, que quando acabam a licenciatura são isso mesmo: médicos.
      Os portugueses é que têm a triste mania de "endeusar" os médicos que são comuns mortais e erram mais do que deviam. Mas isto é para outra altura...

      Eliminar
    16. Para o anonimo que disse que os nutricionistas nao curam, informe se. Mas informe se bem, faça me esse favor. E Dra: obrigado por deixar o e-mail, agradeço a disponibilidade!

      Eliminar
    17. Em Inglaterra só se chama Dr. a um médico, aqui em PT tudo se chama Dr, somos um País de gente convencida e vaidosa, cheios de mania,enfim, PT no seu melhor!

      Eliminar
    18. Espero sinceramente que um dia ultrapassem esta questão.
      Porque razão um título merece tanta discussão?
      É por desdém?
      Excessivo é chamar doutor a quem não é sequer licenciado. E há imensa gente que estranha mas alegremente goza desse título nessas condições.
      Sou licenciada e é-me indiferente se me tratam pelo nome ou por doutora. Não é a licenciatura que me define mas sim um conjunto muito vasto de características. Apenas exijo respeito pois é com respeito que trato toda a gente.
      Infelizmente, respeito não é uma coisa que abunda neste país. Mas podia ser pior.

      Já vi, e procurei ver, esta e outras questões relacionadas noutra perspetiva mas esta, a mim, parece-me ser a mais equilibrada.

      De resto, só não muda de ideias quem não as tem.
      ...
      E há certamente assuntos mais negativos e mais relevantes para discutir e para resolver.



      Eliminar
    19. Curam imeeeeeenso! E se quiserem até matam uma pessoa ao fazer-lhe: "coma fritos de manhã à noite!" hoje todos querem ser doutores

      Eliminar
    20. Dr é a designação para todas as pessoas com licenciatura ?? Então vou ali ser Dra em Estudos Africanos, Relações Públicas ou quem sabe Educação Física. Até já

      Eliminar
    21. LOL adoro a contradição destas pessoas.. Chamam médicos comuns mortais ms queixam-se quando eles erram.. E eu a pensar que os humanos nunca se enganam.. Já agora medicina é um curso de 6 anos que dá o grau de mestrado. E depois vem a especialidade que sao 4-6 anos. E em qualque lado chamam os medicos de doutores.. Deixem é de ser invejosos contra os médicos.. Ha mtos que fazem merda ms ha outros muito bons e profissionais que têm de aguentar a fama que os que sao merda dão à profissão

      Eliminar
    22. Sou profissional de saúde, aliás médica, e sou isso mesmo, médica, e não me ofendo por isso, quando fizer o doutoramento serei doutora, na verdadeira ascenção da palavra. Talvez por uma questão de respeito no meu local de trabalho me tratem por doutora, mas também não me ofendo que me tratem pelo nome. Aliás, fora do hospital, não admito que ninguém me trate por "Dôtora", e já pedi para me retirarem o averbamento da categoria profissional do meu cartão bancário, o qual foi inscrito sem o meu consentimento, e ia-me zangando, à séria.
      Mas como tudo na vida são opinião e o estatuto, na minha opinião, não se adquire com títulos profissionais ou com a idade.
      Cumprimentos

      Eliminar
    23. Ahaha os nutricionistas não curam!! É como disse o anónimo acima, informe-se bem! E já agora, os nutricionistas muitas vezes ajudam a atenuar/prevenir o desenvolvimento de certas doenças, para que depois não haja nada para curar

      Eliminar
    24. Por sinal, só destacar ao Anónimo das 21:22 que não existem licenciaturas em Medicina. Todos os médicos são mestres (o curso designa-se Mestrado Integrado em Medicina e tem a duração de 6+1 ano) e não licenciados.

      Eliminar
    25. Oh senhora médica, na verdadeira "ascenção" da palavra?

      Eliminar
    26. Ahahahahahha, "ascenção". Por favor!!!!

      Eliminar
  18. Ola! Sempre fui uma maluquinha das dietas até que comecei a namorar com um nutricionista que não gosta de dietas! Isto irritou-me solenemente mas pronto sendo que o rapaz esta a fazer doutoramento na área decidi dar-lhe o beneficio da duvida. Sendo também cientista costumo pedir-lhe os estudos que ele lê só para ter a certeza que não me esta a enganar.
    Primeiro o que a leitora escreveu no comentário não esta correcto pois a regra diz a energia que é consumida e esta é posteriormente gasta e portanto exercício físico vs alimentação não e' 90% vs 10% e' mais 50% vs 50%! Para alem de que a vida não é só o peso há a parte cardiovascular e doenças associadas há falta de exercício físico que devem ser combatidas!
    Em relação ao exercício físico para o peso a regra é simples : se eu consumo 1000 calorias a mais do que o meu corpo precisa e gasto 500 em exercício físico fico com 500 a mais, se não gasto (não faço exercício físico) fico com 1000 a mais ... sendo que 6000 a mais correspondem a mais um quilinho no corpo. Claro que exercício físico não corresponde a meia hora uma vez por semana! Deve ser regular e com pelo menos 3 a 4 vezes por semana
    No que toca à alimentação :
    - os hidratos integrais são sempre melhores que os brancos devido à forma como são absorvidos . E cortar nos hidratos é mau porque vai haver um desiquilibrio nos níveis de insulina que o corpo vai sempre tentar mais tarde compensar.
    - a vida não se resume só a massa arroz e batata há a quinoa e cevada e as lentilhas para manter variedade...
    - a proteína não vem só da carne os grãos podem dar proteína suficiente.
    - beber sumos de fruta NÃO é comer fruta a não ser que se derreta mesmo a e não só espremer o sumo
    - é necessário comer as 5 porçoes de vegetais e 3 porçoes de fruta por dia... para nos manter saciados com a fibra necessária os açucares bons da fruta
    - um bolo não faz mal a ninguem mas é só um não é a caixa toda... há bolos mais saudáveis uns que outros com farinhas integrais com frutas com poucas proporções em açucar (www.cuisinicity.com este site é muito bom para saudaveis mas saborosas)
    - quanto a gordura não há problema em usar azeite ( muitos estudos apontam para os beneficio da dieta mediterrânea devido ao azeite e ao peixe e vegetais claro)
    - uma refeicao saudavel não tem de ser aborrecida e sem sabor acrescentar pimenta, limão salsa alho não faz mal!
    Pode ter-se um peso saudável sem passar fome... é importante fazer alterações para manter um estilo de vida saudavel e mais vale perde um quilo de forma consistente em 3 meses do que perder 3 em uma semana que quase sempre se transformam em quilos a mais. Para alem disso não temos todos de ter 50 quilos. Se mantiverem uma alimentação saudável e exercício físico um IMC entre 18 e 25 é perfeitamente normal e aceitável.
    E depois há a velha máxima quanto mais pensarmos que estamos em dieta mais queremos pecar, se aderirmos a um estilo de vida mais saudável um bocadinho de cada vez vai ser mais uma rotina na nossa vida não custa tanto e os beneficios são a longo prazo !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quinoa... :P
      Cevada, consumo... normalmente destilada.

      Lembrem-se, o que hoje é mau, amanhã é bom. A sardinha era persona non grata há uns anos, pois era um peixe demasiado gordo, hoje é indispensável por causa do Omega3

      Eliminar
    2. Não há nenhum peixe "demasiado gordo".

      Eliminar
    3. Anónimo das 18.53
      Não sou o anónimo das 15.57, mas o que ele/a escreveu, era o que se dizia há 20/30 anos. A cavala também não prestava, o peixe espada era peixe "azul" e também fazia mal. O que antigamente fazia mal, hoje é bom.
      Sabe que há 20/30 ser-se cozinheiro era profissão de pobre. Hoje é moda. Até já enjoa tanto chef!. Como vê, mudam-se os tempos, mudam-se as vontades.

      Eliminar
    4. É nutricionista?? Eu ia jurar que era o seu namorado! Presunção e água benta...

      Eliminar
    5. é tão ridículo aquele comentário ser um ato de presunção como o seu ser um ato de inveja! Não vejo mal em dar alguns conselhos e dicas pois muita gente não se informa minimamente sobre o assunto. Não se trata de presunção nenhuma aqui.

      Eliminar
  19. Capacitem-se de uma coisa: o ser humano é o único animal que não come apenas por necessidade, mas também por prazer. Tirem prazer das refeições, ao confecionar, ao esperar pelo empregado do restaurante, ao comer. Comer não deve ser uma obrigação, não deve ser um martírio.
    Cada corpo é um corpo, há pessoa com tendência para aumentar de peso (mesmo atletas profissionais, com dietas rigorosas), outras com tendência para engordar. Não há dietas milagrosas. Claro que se um indivíduo tiver por hábito empilhar comida, e por "ordem" do livrinho da dra nao sei quê começar a racionar as doses, é normal que perca peso.
    Há alguns pontos que podem ajudar, e que são comuns a uma alimentação equilibrada:
    - não passar mais de 3 horas sem comer
    - nunca chegar ao estado de "fome"
    - comer devagar, e mastigando bem
    - evitar comer à noite
    Há alimentos evitáveis (refrigerantes, snacks fritos), mas dão prazer, ora que se reduza, sem eliminar.
    Depois, as necessidades alimentares dependem da vida de cada um... quem faz desporto precisa de um tipo de alimentação diferente de quem é sedentário a 100%, do mesmo modo que quem correr uma maratona precisa de alimentos diferentes de quem faz halterofilismo.

    ResponderEliminar
  20. Para abater essa "bué barriga" é correr bué!| Dieta não chega para queimar gordura localizada!
    ww.moncloset.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. correr só, também não abate essa "bué barriga!...

      PS: pipoca estás cada vez mais linda e elegante! Parabéns e beijinhos (:

      Eliminar
    2. Depende daquilo que correr :-)

      Eliminar
  21. O termo dieta vem do grego "díaita" e significa maneira de viver. Como muito bem diz, cada um de nós ajusta indivdualmente a dieta ao seu corpo, ao seu estilo de vida, aos seus objetivos... à sua maneira de viver.

    ResponderEliminar
  22. A dieta vai ser sempre um graaaaaaaaaaande tema!!!
    Coragem, pipoca! Coragem! =)
    Eu por cà.... estou a adiar! *-*

    ResponderEliminar
  23. Pipoca não deixe de comentar e dar opiniões porque eu divirto-me imenso com as coisas que escreve, pela forma como o faz, sempre com tanto sentido de humor. Claro que todas as opiniões são subjectivas. Mas a minha, depois de ler a sua "dieta" foi: parece-me bem. Também tento fazer uma alimentação semelhante e o meu peso mantém-se, mesmo sem ser radical e comer "porcarias" sempre que não lhes consigo resistir... O equilibrio é o fundamental e acho que a Pipoca defende sempre isso muito bem.

    ResponderEliminar
  24. Eu faço dieta mas não passo fome e tenho imenso prazer na alimentação. A "bue barriga " sai principalmente com alimentação correcta. Não há necessidade de complicar o básico, todos sabemos o que fazer.
    Gostei do post, apesar de não concordar com o cortar nos hidratos. Mas é isso, o que funciona para uns não funciona para outros :)

    ResponderEliminar
  25. Tonificação conseguem com musculação e não corridas :S

    ResponderEliminar
  26. Pipoca qual a sua altura? E peso? E quanto mede a sua cintura? E qual o tamanho de soutien? Que número calça? Tem a barriga da perna gordita ou nem por isso? Ao pequeno almoço, quantas dentadas dá no pão, e com que frequência? Lava o cabelo em casa ou no salão? Quantas x por semana? E fica por quanto, se for no salão? E qual o seu rendimento mensal? A loja dá € ou nem por isso? Pode-me dar os contactos dos seus fornecedores? Quanto paga de renda do espaço? O seu marido ajuda nessas despesas? Fica ele ou você mais tempo com o puto em casa? (.....)

    É que esta gente faz com cada pergunta!!!!! Haja paciência... e a pipoca tem!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah adorei! Obrigada pela gargalhada. Realmente está gente não tem noção, em vez de cuidarem do seu próprio nariz andam obcecados com os outros e a querer comparar-se com uma pessoa que provavelmente nunca viram na vida. Não consigo perceber...

      Eliminar
  27. "eu sou pessoa para mandar abaixo uma tablete de chocolate por dia, mas assim tranquilamente" I hear you sister! Especialmente à noite, antes de ir dormir, para ir dormir mais feliz. E gorda.

    ResponderEliminar
  28. Deverias comer pétalas de alecrim colhidas numa noite de luar na serra de Sintra??!! Ahaha
    Que disparate!! Serra de Montejunto isso sim!

    MS Blog

    ResponderEliminar
  29. Daniela Figueiredo09 janeiro, 2015 19:21

    Alimentação saudavel não é dieta é saber comer.
    Concordo com tudo que escreveu eu aprendi a comer desde que perdi 20kg e sou feliz porque agora sei comer e fiquei a nao conseguir beber refrigerantes. O meu dia da asneira é ao Domingo

    ResponderEliminar
  30. Eu já pesei 90kg quando tinha 14/15 anos, dado que meço 1.62 óbvio que era muito peso a mais. A melhor solução foi mesmo um nutricionista e claro ginásio, todos os dias, aulas de dança e máquinas. Foi cansativo, principalmente na idade em que tinha, enquanto os meus amigos iam sair ou fazer os TPC lá ia eu para o ginásio. É chato, mas recompensa, atualmente tenho 20 anos estou 20 e tal kg mais leve, não tenho o corpo perfeito mas sinto-me bem comigo propria e hoje corro e caminho por prazer, porque gosto. Esforcem-se é vão ter a melhor recompensa do mundo :mais amor próprio.
    Ana Azevedo

    ResponderEliminar
  31. O que mais me impressionou no texto foi mesmo a breguice da menina que "vestida até tem o corpo perfeito", mas tem "bué de barriga".

    ResponderEliminar
  32. Adorei a parte que refere "pétalas de alecrim colhidas numa noite de luar na serra de Sintra" ! Muito bom , ri-me bem !
    Gostei das sugestões que referiu :)
    Boas dicas !

    ResponderEliminar
  33. Concordo com tudo pipoca. Acho que o problema de hoje em dia é que para se comer bem, tem que se gastar muito dinheiro infelizmente.

    ResponderEliminar
  34. Os vossos pais nao vos educaram a ter uma boa alimentacao?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os meus pais davam toda a comida q podiam e eu queria porque eles passaram fome e nao qeriam que os filhos tambem passassem. Resultou que cheguei aos 18 anos com 1.68 e 108 kilos. Mas eles nao tem culpa, eles seguiram o que o instinto lhes disse

      Eliminar
    2. Os "nossos" (de há uns bons pares de anos) talvez, muitos dos de hoje, duvido.

      Eliminar
  35. Sem dúvida mais do que viremos atormentadas com dietas é vivermos com consciência de possuir uma alimentação saudável e equilibrada, com um corpo que nos agrade mas também pela saúde que nos proporciona. De vez em quando pode-se pecar, afinal comer é um dos grandes prazeres da vida!
    PIPOCA ESTAMOS JUNTAS! ADEUS REFRIGERANTES EM 2015!!! ( o bumbum agradece ;) )

    ResponderEliminar
  36. Com exatamente essa alimentação sem prevaricar, perdi 10kg!! Sinto-me mto melhor agora :)

    ResponderEliminar
  37. As dietas não funcionam se é para obter um peso e mantê-lo. Para que isso aconteça é necessário alterar a mentalidade, o estilo de vida.
    É fácil? Não não é, eu própria ainda não consegui :(

    ResponderEliminar
  38. Sigo o mesmo tipo de regime (excepto ao fim-de-semana que também faço dieta porque quero perder peso). A nutrocionista Mariana Abecassis ainda me deu umas opções de lanche boas: bolachas marinheiras e chocolates biocentury.

    http://firstbabytrip.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  39. Só tenho uma coisa a dizer Pipoca, e não é bem sobre o tema em questão. Não gostei da seguinte frase " tudo aquilo para que já me vai faltando paciência (cada vez me apetece menos ter opinião sobre o que quer que seja)".
    Existe , por aquilo que tenho apreciado, dois tipos de leitores do seu blog. Aqueles que leêm aquilo que escreve, porque gosta, mesmo que por vezes possa não concordar com tudo o ques escreve, senão seriam todos Pipoca e essa só há mesmo a Senhora. Depois temos aqueles que comentam tudo pela negativa. Parece que até só estão neste mundo para criticar tudo e todos.
    Com isto não quero dizer que concordo com tudo o que diz, apenas quero dizer NÃO PERCA A PACIÊNCIA. Pode ser criticada por muitos, mas já viu que é a inspiração para muitos mais?

    Continue e com muita paciência, porque gosto muito de ler o que escreve, e principalmente como o escreve. É uma fonte de inspiração :)

    Beijos

    P.S. A Pipoca está numa reeducação alimentar, nós gordinhas é que fazemos Dieta ;P

    ResponderEliminar
  40. You have a nice blog. Keep up the good work.


    http://kissthestarsblog.blogspot.ro/

    ResponderEliminar
  41. Ola pipoca,venho representar as varias familias que gostariam de ver os comentarios ao peoples choice awards pleaseee

    ResponderEliminar
  42. Pipoca, ainda não escreveu um post sobre o atentado em frança e a sua opiniao, estou desejosa de a ouvir !

    ResponderEliminar
  43. Acredite que os/as verdadeiros/as nutricionistas não irão de todo perder o seu tempo e vir aqui comentar o que come ou deixa de comer e/ou se come tofu com bagas de goji. Pode é talvez dar para rir ler alguns comentários de conselhos alimentares de pessoas sem formação. Agora tirem as vossas conclusões.

    ResponderEliminar
  44. Olá Pipoca!
    Adorei o post e queria só perguntar uma coisa. Que marca de bolachas costumas comprar para teres na carteira para quando te dá a fome a meio do dia? Embora ande a tentar evitar comer bolachas devez em quando sabe bem, mas é super difícil encontrar uma marca que não use carradas de açucar!
    Tens alguma sugestão mais saudável?
    Beijinho

    ResponderEliminar
  45. Olá Pipoca! Desde que comecei a ler o teu blog, já lá vão uns aninhos, tornou se uma verdadeira Inspiração para mim. Até que começou com o tema das corridas lol, não foi fácil tomar o gosto mas até nisso me conseguiu mover :) ... No entanto, tenho um pequeno problema, não sou gordinha, muito pelo contrário, tenho 1,67m e peso 53kg, massssss tenho barriga :( e por mais que tente e me esforce não consigo perder aquele pneuzinho, o que me deita bastante abaixo! Acho sempre que por ser magra aquilo fica ali a sobressair !!! Na semana passada dirigi me a um centro de estética e estou mm tentada a aderir à cavitação. Que tens a dizer sobre este ou outro tipo de tratamentos? Ficava mesmo muito grata com uma resposta.

    Continua o bom trabalho. Tens sido um bom exemplo. Não olhes aos maus comentários.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  46. A sério!? Se a Ana está assim em tão boa forma para as pessoas questionarem qual a sua alimentação este mundo está mesmo perdido!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então, não está? Bem feita, magra e tudo o que veste assenta-lhe q nem uma luva; faz desporto e tenta comer de forma o mais saudável possível. Talvez esteja na hora de marcar a consulta anual no oftalmologista, meus caros

      Eliminar
  47. Concordo com tudo o que disseste Pipoca. Acho que já todos sabemos o que é saudável, o que engorda e que basicamente temos que comer menos e mais vezes.

    Sigo um regime alimentar muito semelhante ao teu. Acho que o segredo está mesmo em reduzir os hidratos de carbono, e reduzir não é abolir.

    Descobri um serviço de entrega de cabazes de fruta e legumes ao domicílio que me ajuda bastantes nesta dieta, porque consigo ter sempre vegetais frescos e fruta em casa e o preço é muito acessível, chama-se "A Tua Quinta"
    https://www.facebook.com/AtuaQuinta?fref=ts

    ResponderEliminar
  48. E pior... Com a idade o que funcionava já não funciona e perder peso começa a ser um pesadelo... Quem me dera ter 20 outra vez :(

    ResponderEliminar
  49. se querem ter uma barriga lisa façam pilates

    ResponderEliminar
  50. Pipoca, não desanimes. Por cada pessoa que não gosta do que tu escreves, há outra que adora! Portanto não deixes de dar as tuas opiniões, porque quem gosta ia ficar muito triste se o deixasses de fazer. Beijinhos

    ResponderEliminar
  51. Pipoca, por favor, tens de comentar o vestido da Keira nos Globos. Por favor!

    ResponderEliminar
  52. olá, pipoca! não sei se já alguma vez comentei, mas desta vez quis fazê-lo apenas para te dizer que admiro a tua paciência e educação, porque se deste lado me irrito imenso com muitos dos comentários que te são feitos e muitas das coisas que te são apontadas, não imagino como será do teu lado!
    espero que isso não te faça deixar de ter opiniões (sejam elas quais forem e concorde eu com elas ou não), pois uma grande parte do interesse que o teu blog tem (pelo menos para mim) são essas mesmas opiniões.
    beijinhos!

    ResponderEliminar
  53. Pipoca, podias falar sobre os teus treinos com o PT para fortalecer os músculos para melhor desempenho nas corridas :)

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis