Pub SAPO pushdown

Os quatro piscas não servem para a eternidade!

quarta-feira, outubro 29, 2014
Morando numa rua que tem comércio a dar com um pau, o pão nosso de cada dia aqui por estas bandas é chegar ao carro e ter algum a bloqueá-lo em segunda fila. Acontece-me para aí três vezes por semana. As pessoas abandonam os seus carros alegremente, em quatro piscas, e lá vão às suas comprinhas. Quando digo "compras" não é um salto à padaria ou uma entrada por saída na farmácia para comprar um medicamento. Não, as senhoras (são quase sempre senhoras) vão comprar malinhas e vestidos com toooooda a calma do mundo, indiferentes ao facto de estarem atravancadas no meio da estrada. E depois, claro, lá tenho eu de buzinar para o bairro inteiro ouvir. Ontem estive mais de dez minutos a buzinar, já consumida pelos nervos, a ver o tempo a passar. Às tantas lá apareceu a senhora, com o seu saco de compras, e perante o meu "não pode deixar o carro aqui e ir à sua vida, pelo menos esteja atenta para o caso de alguém buzinar", a única coisa que obtive foi silêncio do outro lado. Enfiou-se no carro e ala que se faz tarde, com um ar ligeiramente incomodado. Acho isto lindo. Desconfio que as pessoas acreditam que o simples facto de accionarem os quatro piscas é, por si só, suficiente, é o que legitima a acção. Se estão em quatro piscas então podem demorar o tempo que quiserem, não vale a pena porem-se com pressas nem buzinadelas que não é isso que vai fazer com que se despachem mais rápido. Depois, sabem que o máximo que vão encontrar quando regressarem é alguém furioso por ter estado à espera. Regra geral ninguém chama a polícia, porque se é um facto que as pessoas demoram a vir tirar os seus caros, também é verdade que a polícia consegue demorar ainda mais. Por isso deixam-se estar tranquilamente, se calhar até ouvem uma buzina ao longe, mas nem dão ao trabalho de ir ver se é o carro delas. E quando voltam, ao fim de uma vida, parece que ainda ficam à espera que sejam os outros, os lesados, a pedir desculpa por terem buzinado e incomodado. Só falta dizerem "não viu que eu tinha os quatro piscas ligados? Quando temos os quatro piscas ligados não há problema nenhum em atrasarmos a vidinha dos outros". Pessoas, tenham juízo. Ou um bocadinho de civismo, vá. Só um bocadinho.

102 comentários:

  1. É chamar um reboque. Ou fazer-lhes um risquinho dos grandes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. um" risquinho dos grandes" no carro! que ninguém se mete consigo
      até onde vai a maldade!!!

      Eliminar
    2. Fazer «um risquinho dos grandes» resolve alguma coisa? Faz com que o carro mal estacionado desapareça como que por magia? Ou torna o dono do carro "pisca pisca" numa pessoa subitamente civilizada? Give me a break!

      Eliminar
    3. estou consigo pipinha!! um riskinho dos grandes que vá até à chapa! Resolve sim de facto resolve o facto de nem a porcaria de um desculpe a maior parte das pessoas dar! Assim é sorrir e acenar e pensar toma lá que perdi 20 minutos da minha vida e de nervos mas tu vais para casa com um risco de porta a porta e com uma despesa para o consertar! Para a proxima se calhar pensam duas vezes antes de bloquear alguem! É tao consolador! Como dizia o outro perdoar é elegante mandar f**** é satisfatório!

      Eliminar
    4. Se estamos a falar de civismo, "um risquinho dos grandes" não é um acto muito civico. Sou contra qualquer tipo de "vingança" aplicada aos carros (riscos, toques, sprays). Como disse o anonimo das 21:09, o que é que isso resolve? Se calhar sou ingénua mas acho que as palavras fazem mossa mesmo que não se veja. Se vamos agir com riscos contra bloqueios, torna-se (no que já é) numa selva.

      Eliminar
    5. Risquinho dos grandes sim!!! Pode ser que na próxima vez se lembrem de estacionar bem o carro em vez de atrasarem a vida dos outros!!!

      Eliminar
  2. Andar na estrada é daquelas coisas que mais me tira a paciência. Anda por aí tanta gente com carta e sem saber conduzir que até dá medo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não saber conduzir é uma coisa. Deixar o carro em segunda mão é ser estúpido.

      Eliminar
    2. anonimo das 18:22 , eu sou super estupida então: eu deixo 90% das vezes o meu carro em 2ª mão, ou acha que vou pagar estacionamento pra ir buscar pão, ir ao sapateiro, tomar café rapidamente, ir à farmácia, a um quiosque, buscar roupa à lavandaria etc... só de pensar que vou dar voltas à cidade ate ficava sem vontade de fazer estas coisinhas. Quando vejo a policia municipal, vou junto deles, digo-lhes que vou demorar 5m e nunca ouvi um não.

      Eliminar
    3. Sim, dizer "deixar o carro em segunda mão" é estúpido, muito estúpido!

      Eliminar
    4. Deixar o carro em 2ª fila para beber café é falta de civismo. As outras coisas compreende-se, são necessidades. Agora para beber café, poupe-me!

      Eliminar
    5. Devia pagar cmo os outros. Os parquímetros aplicam-se, quer sejam 5 ou 50 minutos. Se todos se comportassem assim, nem valia a pena haver estacionamento. Ficávamos todos em segunda fila e estava resolvido.

      Eliminar
    6. Pois q estacione e demore 5 minutos em todos eles e ja da pra pagar 20-30 minutos de parque! Deixar em segunda fila n deve ser aceite nunca nem por nos nem pela policia!
      Ja me aconteceu o mm q a autora e chamei a policia q patrulha a rua de bancos perto de minha casa!
      Ha muita falta de civismo! Eu estaciono onde consigo unir tudo, cafe, farmacia, etc

      Eliminar
    7. Pois ainda bem que se qualifica a si própria. Como é possível perguntar se há de pagar estacionamento para fazer as suas coisinhas? E a pessoa que ficou com o carro bloqueado? Não pensa nela? E se ela tiver uma necessidade urgente do carro? E que tal ir beber a bica a pé? Ou só não mete o carro dentro das lojas porque não a deixam? Parece impossível!

      Eliminar
    8. Pipoca estou a ver que este post trouxe a superficie algumas das pessoas que tanto insulto por falta de civismo! Em vez de deixar o carro em segunda mãe experimente deixá-lo destravado numa descida e deitar-se na frente dele vamos ver o resultado sim??!!! Era o que toda a gente anormal que acha que "ah jasus! não vou pagar parque vou só ali lixar uma pessoa que está bem estacionada que se deu a esse trabalho e beber o meu cafezinho!" Pense no seguinte: Algures no mundo há uma arvore que lhe fornece oxigénio para que possa respirar e debitar tanta porcaria da sua boca... acho sinceramente que lhe deve um pedido de desculpas pelo trabalho em vão!"

      Eliminar
    9. O seu comentário só mostra a sua falta de civismo. Imagine que alguém tem que sair rapidamente devido a um acidente. Já pensou nisso. Deixar o carro em 2ª fila para beber café é no mínimo insultuoso para as outras pessoas.
      Pode ser que um dia tenha que sair em aflição e alguém como a senhora tenha deixado o carro em 2ª fila

      Eliminar
    10. Este anónimo das 20h40 é o típico tuga. Achar que há-de estacionar o carro correctamente para tratar dos SEUS assuntos? Nem pensar, é pô-lo em 2a fila, incomodando quem o tem correctamente estacionado e ficou bloqueado, bem como quem está a passar na rua e fica com uma fila, que era suposto ser de circulação, bloqueada também... tudo em nome das suas tarefas ficarem tratadas, andar a pé o mínimo possível e não pagar nada. Sim senhor, é de aplaudir tamanha esperteza.

      Por essas e por outras é que vivo no centro de Lisboa e não tenho carro, stresses no trânsito ou ligados com carros é do mais comum, irritante e frustrante que pode haver. E mesmo andando a pé e de transportes, tenho de levar com gente como a senhora, que bloqueia passeios porque faz questão de espetar com o carro a 1 metro do estabelecimento onde quer entrar para tratar dos seus assuntos tão importantes.

      Eliminar
    11. Não condenem a criatura que deixa o carro em 2ª fila para beber o seu cafézinho. Porque quem faz isto, e acha que não faz nada de mal, não tem remédio. É chamado o ter o rei na barriga e se achar mais que os outros. Não há paciência ou civismo que o valha.

      Eliminar
    12. Marta Carvalho! Adorei!
      "Algures no mundo há uma arvore que lhe fornece oxigénio para que possa respirar e debitar tanta porcaria da sua boca... acho sinceramente que lhe deve um pedido de desculpas pelo trabalho em vão!"
      Vou copiar!
      E eu, ca por mim, as vezes so tenho pena de ter vendido a minha strakar c a estrutura de ferro em frente! Era dar um toque nesse carro de 2a fila assim como quem nao quer a coisa, q a pessoa ia pensar duas vezes em deixar o carro em 2 fila! Uma coisa é ter o carro em 2a fila e estar de olho nele, e assim que alguem esteja a ser impedido de sair, é ir tirar logo o carro! Agr, fazer alguem esperar 5min, 10min o que seja quando esses 5 ou 10min podem fazer td a diferença no dia da pessoa, é falta de civismo, é egoismo. Era por essas pessoas num quarto escuro e abrir so qd nos apetece-se!

      Eliminar
    13. eu sou a anonima da 20.40, vocês realmente são uns anjinhos! eu Nunca deixei ninguém à minha espera. Sempre fui bem educada e a minha cidade é pequena, os carros estacionados pertencem a pessoas q estão normalmente no seu local de trabalho! eu não demoro mais de 5 m a tomar o meu café e NUNCA tive problemas! não confundam lisboa e porto com outras cidades pequenas. umas riscam os carros, eu demoro 5m a tomar um café , caiem-me todos em cima! Daqui a pouco, dizem-me que os meus pais não me deram educação! e é claro q estou de olho no meu carro, deixo-o a 5 a 10 metros do local onde estou! Tanto julgamento!

      Eliminar
    14. A anónima das 20h40 (agora das 15h52) bate na mesma tecla e ainda acha que tem razão. Não acha que existem locais destinados ao estacionamento e outros nos quais este é proibido por uma razão? Ah e tal é "pouquinho tempo" e "até estou de olho no carro"... mas fala disso como se fosse a norma da sua vida, sempre que tem de tratar de coisas é espetar o carro à frente do sítio onde quer ir e pronto (se ainda fosse tê-lo feito uma ou utra vez por qualquer coisa urgente, tipo esperar uma pessoa idosa ou de mobilidade reduzida, ainda era justificado). Ao estacionar o carro em 2a fila está a prejudicar quem estacionou correctamente, quem quer circular na via que está destinada ao trânsito e que foi ocupada por si, quem está a atravessar a rua, quem anda de bicicleta, etc. Por princípio não o devia fazer, para além de ser proibido por lei, é uma atitude pouco cívica e de quem só olha aos seus interesses, por muito bem educada e desculpas que peça a seguir. O tuga é assim, é tudo na lógica de dar um jeitinho, fazer um favorzinho, desenrascar um amiguinho e depois acontecem problemas e a culpa nunca é de ninguém, coitadinho, é tão boa pessoa, fazia sempre as coisas bem, etc. Não concordo em riscarem-se carros, mas também não concordo com a sua atitude, ambas estão erradas.

      Eliminar
    15. Só me apetece esbofetear esta anónima das 20h40. Por causa do seu facilitismo e da sua atitudezinha de olhar apenas para o seu umbigo é que, por exemplo, quando uma âmbulância tentou entrar na minha rua (em Coimbra, cidade bem mais pequena que Lisboa e o Porto), não conseguiu porque estava um carro mal estacionado e não a permitia fazer a curva, pelo que a pessoa que precisava de assistência, não a teve no tempo devido. E quem conta esta história, conta muitas mais. Se não consegue arranjar lugar para estacionar onde quer, arranja 100 ou 200 ou 300 metros à frente, paciência. A vida é assim. Mas não, esta sociedade devia era ser auto-regulada e depender destes génios da lâmpada que se regem por critérios de "é só um bocadinho", ou "eu até estava perto" ou "consigo ouvir se alguém buzinar". As leis deviam começar a ser feitas com recurso a estes termos, seriam tão mais justas! Olhe que não sei se foram os pais que não lhe deram educação, mas que não a tem (bem como o civismo), isso é um facto!

      Eliminar
    16. Anónima das 20:40 tenha lá calma sim? É que com essa conversa toda já me convenceu de que os seus paizinhos não lhe deram educação. Está muito aquém de quem se diz educada. E não, não tem razão nenhuma em estacionar em 2a fila apesar de a sua terra ser pequena. Até podia ser uma aldeia! Tem sorte é de nunca me ter apanhado pela frente se me bloqueasse o carro. É que pode ter a certeza que você chegava ao carro e ia encontrar os pneus vazios (rasgados). Eu perdia um dia de trabalho mas você ganhava 4 pneus vazios e a carteira mais leve.

      Eliminar
    17. 4 pneus vazios!? Se eu apanho um gajo qualquer a fazer isso bem pode fugir, caso contrário sujeita-se a ficar um pouco/bastante machucado. Vocês nem as pensam...
      A atitude correta é chamar a policia e rebocar o veiculo em questão.

      Eliminar
  3. Pipoca, tens que começar a ponderar ir de bicicleta ou ir de transportes públicos e evitas esses contratempos ;)
    viagemdoceviagem.blogspot.com | Facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que a Pipoca opte por andar a pé é uma coisa, agora que, ainda por cima, tenha de facilitar a vida a gente sem educação é que não. Livra!

      Eliminar
  4. Ahhhhhhhhhhhhhhh como te entendo, tenho exactamente o mesmo problema!
    Pior, já fui insultada por ter buzinado! Um tipo claramente sem bom senso, caso contrário não estava ali a estorvar e sem educação nenhuma!
    Foi mesmo mau, eu saí do carro tipo touro enraivecido e ia-lhe dando um soco, a sério que sim!
    Só de me lembrar dá-me um calor....pffffffffffffff

    ResponderEliminar
  5. Há realmente pessoas que pensam que a estrada é toda delas!

    ResponderEliminar
  6. Uma vez aconteceu-me isso. Apitei e o senhor mandou-me esperar. Voltei a apitar porque não tinha nada que esperar e depois ainda teve a lata de mandar vir!
    A sério, devia ser legal dar uns estalos na cara desta gente!

    ResponderEliminar
  7. riscos nos carros não..é isso que distingue um ser humano civilizado de um idiota..
    é mau...por acaso raramente me acontece e qdo acontece, as pessoas estão por perto e pedem desculpa com um ar tão atarefado que acabo por não resmungar..mas eu vivo em Aveiro né...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ó Marta, é óbvio que estava a brincar, era incapaz de fazer um risco no carro de alguém de propósito, mesmo porque já me fizeram um risco de uma porta a outra só porque sim, e bem sei o que custa. Normalmente limito-me a bufar claro. Mas custa-me a falta de respeito que as pessoas têm pelas outras. E custa-me ver gente a estacionar em dupla fila para ir tomar café ou às compras, quando por vezes basta andar uns metros a pé. É fazer das outras pessoas parvas. É como o estacionar nos lugar reservados aos deficientes. As pessoas vão passear horas para os shoppings, mas na hora de estacionar não podem andar um bocado a pé, o carro tem de ficar o mais possivel perto da entrada. Para mim são estas coisas que comodiz distinguem um ser civilizado de um idiota.

      Eliminar
    2. pipinha agora fiquei desiludida! :( faça como eu que já me dei ao trabalho de andar com umas folhas impressas com o seguinte "Melhor estacionamento do Mundo para o maior idiota deste bairro" Já que isto me acontece sinceramente quase todos os dias... eu já adoptei os riscos no carro já não me custa nada, já ia perdendo aviões, já cheguei atrasada ao trabalho porque num domingo alguem me bloqueeou o carro às 7 da matina e foi dormir para casa deixando o carro em 4 piscas! Isto e normal???

      Eliminar
  8. Infelizmente isso é o pão nosso de cada dia em frente ao Pingo Doce perto de minha casa

    ResponderEliminar
  9. Pois... Se lhe alegra saber não é só na sua rua!!
    Quando saio do escritório tenho muitas vezes carros a bloquearem-me para irem buscar os meninos à creche... chego a estar 15 minutos a buzinar e depois ainda reclamam porque não temos nada que buzinar... :| Enfim, não custa deixar o carro a 10/20m bem parado, é preciso estar a bloquear quem também tem afazeres!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria Carloto, é isto mesmo! As creches! Aqui ao pé da minha casa, há uma rua que fica sem circulação possível por causa de uma creche, porque os papás tem de por os carros dentro das salas, quase! Eu quando vou buscar a minha filha, estaciono mais longe e ando um bocadinho! Céus, será assim tão mau andar 3 minutos??

      Eliminar
  10. O quê?!?! A seguir estás a dizer que os vermelhos não são para passar, desde que ainda não tenham passado mais de 10 segundos....

    Maria das Palavras
    http://daspalavras.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  11. Uma vez, depois de um treino de ténis, suada, com fome e cansada, estive mais ou menos quinze minutos a buzinar, para chegar uma senhora com ar enfadado que me disse "Não vale a pena fazer esse barulho todo" seguido de um "Eu moro aqui, dei mais de duas voltas ao quarteirão e não arranjei lugar!". Juro que a minha vontade foi partir-lhe os vidros do carro com a raquete. Mas controlei-me, entrei no carro, esperei que ela saísse, segui o meu caminho e desejei com muita força que lhe acontecesse o mesmo, mas num dia em que estivesse com uma dor de barriga desgraçada e tivesse de pegar no carro e conduzir até à casa de banho mais próxima.
    No meu caso, eu tinha esquecido os 15 minutos a buzinar e tinha ficado satisfeita com um pedido de desculpas, mas o ar e discurso de quem tem direito a estar ali a estorvar tirou-me do sério.
    Há muita falta de bom senso na estrada, infelizmente ter carta não é sinónimo de ter civismo e boa educação.

    estenaoeumbloguedemoda.wordpress.com

    ResponderEliminar
  12. É por isso que eu gostava de ter um tanque e levar tudo à frente!

    ResponderEliminar
  13. Uma falta de respeito!

    http://myviewpoint.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  14. Pipoca conheces Caxinas em Vila do Conde? Não queiras. As pessoas de lá são capazes de ter estacionamento ao lado e estacionam em segunda fila. É mesmo um mundo a parte, e ai de quem buzinar, é mesmo corrido a pontapé

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdadinha. Estive 45 minutos há 12 anos atras... Chamei a policia e entretanto chegou a sra dona. Deixei-os a conversar pq se ficasse lá mais um minuto ainda era capaz e a agredir.

      Eliminar
    2. A Pipoca pode não conhecer, mas eu por acaso conheço. Nasci e vivi a maior parte da minha vida nesse "mundo à parte" e sinceramente essa generalização é um tanto ou quanto ofensiva.
      Há pessoas que estacionam em segunda fila e há, como em todo o lado, pessoas mal criadas, outras bem educadas. É uma questão de respeito pelo outro e de civismo. Acredito que esteja a exagerar na parte do corrido a pontapé, ou então teve uma má experiência com alguém menos bem educado que lhe deixou a péssima impressão que tem da cidade.

      Eliminar
    3. TANTOS COMENTARIOS MAS NENHUM DIZ NADA. O QUE DIZ O CODIGO DA ESTRADA SOBRE A FUNÇÁO DOS 4 PISCAS ACESOS? NÃO SABEM ? ENTÃO LEIAM O QUE DIZ O "DITO CUJO" SABEM, É QUE A POLICIA ESTÁ NA ESQUADRA A VER TELEVISÃO. MAS, LEIAM, LEIAM

      Eliminar
  15. É nessas alturas que eu adorava ter um daqueles jipes com rodas gigantes!

    ResponderEliminar
  16. É sempre uma situção deplorável, desrespeitadora e que verdadeiramente me tira do sério, "armo mesmo um Barraco", não o faço a ninguém, por isso não admito a prática de " entalarem o meu veículo ", quando acontece, seja homem ou mulher, ouve-as... alto e em bom som, garanto que não me importo com o escândalo...., não risco, não furo pneus porque não me equiparo a quem é desrespeitador. Mais grave, considero o facto de por vezes estacionarem à porta da minha garagem ( cujo portão tem o dístico de estacionamento proibido) e vão à vidinha sem pressas.... caso esteja por casa e constate a ousadia... telefono de imediato para a GNR, que na localidade onde resido, até intervem rápidamente, resultado : em média são rebocados sem dó nem piedade 2 carros por ano ! Por acaso no último Verão só chamei o reboque uma vez....

    Bjo.
    Maria do Mar

    ResponderEliminar
  17. Ai eu não tenho paciência nenhuma...muito menos para essas senhoras impertigadas! Eu chamava a polícia!
    bloguedajo.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  18. Sim, de facto em Lx (que é também por ando todos os dias) é demais a falta de civismo das pessoas. É uma falta de respeito, sem limites, e depois o que mais chateia é isso mesmo que a Pipoca referiu, o nem dar importância ao facto de se ter estorvado o outro, o não pedir desculpa e ainda acharem que têm razão. Ás vezes acho que as pessoas andam com uma pala nos olhos, tipo burros, que não as deixam ver mais do que o óbvio, e nestas circunstâncias do dia a dia isso é absolutamente irritante! Mas claro, uma pessoa tem de se controlar senão acontece como aqui há tempos com uma amiga minha que, por ter refilado com um senhor que lhe "gamou", sem mais nem menos, o lugar de estacionamento, o mesmo não foi de modas, saiu do carro e partiu-lhe um dos espelhos retrovisores...pronto e é esta a cidade em que vivemos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como é que se gama um lugar de estacionamento?

      Eliminar
    2. Cara anónima das 18:06, certamente percebeu o que quis dizer, e escreveu isto só para chatear. Adoro gente armada em sabichona...

      Eliminar
    3. Às vezes acontecer vermos alguém que se prepara para sair do lugar em que está e paramos o nosso carro a alguma distância (de forma a possibilitar a manobra do que vai sair) e com o pisca ligado para indicarmos que vamos para aquele lugar. Mas por vezes no meio disto tudo, chega um carro que vendo aquele lugar acabadinho de ficar livre, ignora o nosso pisca e o facto de nos estarmos a aproximar do lugar e ocupa-o.

      Eliminar
    4. Riscos! Só tenho a dizer isto! Riscos para eles todos! E se me sai o euromilhoes vou comprar um carro so para espatifar e andar com umas declarações ja preenchidas em que vai ser bater e atirar pela janela fora a declaração... desfazê-los!!! isto é um daqueles assuntos que me tira do sério ... juro que sou na verdade muito querida!

      Eliminar
  19. a mim já me aconteceram várias situações!a melhor (ou pior, depende da perspectiva) ... vou eu ao tribunal de gondomar e estaciono o carro (em ferias judiciais) bem estacionadinho!! há um ser inteligente e sobredotado que estaciona o seu carro ao ladinho do meu!! chego ao carro e começo a buzinar! nada ...! mais buzinadela .... nada!! e ainda pensei, n sera de alguem q foi ao tribunal pq ainda estamos distantes e ninguem deixaria o carro mal estacionado e ia pra tao longe! ah ah ah!! foi isso q fez uma sra dra advogada!! entre buzinadelas, vem uma senhora moradora do predio em frente à janela e diz (com sotaque nortenho): ó menina, pare de buzinar q me acorda o cachopo!!! WTF?! e n querendo enervar mais a senhora parei de buzinar!! 30 minutos volvidos e ninguem aparecia!! sim, 30 minutos! e la fui eu a esquadra da PSP q fica mais abaixo!! consigo convencer um senhor policia a acompanhar-me!! chegados ao local (mais 15 minutos) o carro ainda la estava!! o senhor agente olha pro carro e tal e diz, deve ser de alguem q foi ao tribunal!!! jura?!?!? e vai dai diz: isto costuma acontecer muito por aqui!! ... (folgo em saber, dah)! experiente, portanto, nestas coisas, o sr. agente olha pra dentro do carro da pessoinha e diz, ah, deve ser advogado pq tem processos e notificações no banco de tras!!! e vai daí, ele vai dentro do tribunal saber de qm era o carro (e ja vao 50 minutos)!! regressa e diz; ah, o carro é de um senhora advogada e ela ja vem!! (já vem, passados mais 10 minutos) e eu digo-lhe: n vai multar a senhora? e tive como resposta, atenção: ah e tal, é melhor n fazer isso pq os senhores advogados ficam muito chateados quando os multamos!!! WTF?!?!?!? ainda fiquei pior do q estava!!! nisto la vem a madame e nem se digna olhar para mim!!! n a insultei pq estava la o policia ( e diz q é crime) mas disse-lhe: ó madame, pelo menos pede-se desculpa, n?! Tiveste resposta? eu tb n!!! ... caricato da história é q à data eu tb era advogada!! e depois da senhora arrancar disse ao policia: olhe, sr agente eu tb sou advogada e folgo em saber q em gondomar n multam pessoas q tem o banco traseiro do carro cheio de processos e notificações!! vou começar a fazer igual a essa senhora e veja lá, n me multo q eu fico chateada!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como advogada, sabe que não pode estar ali a buzinar com o carro. Devia ter logo chamado a polícia.

      Eliminar
  20. Parece exatamente o meu discurso de sábado, após dar com o meu carro cheio de carros estacionados à volta e sem qualquer sinal dos donos :s Não cabe na cabeça de ninguém!

    ResponderEliminar
  21. Essa é uma das razões pela qual gos de morar na Suíça, pelo menos na cidade onde vivo aí de quem o faça, é logo corrido com uma multa. Mas o mais giro é que das raras vezes em vi fazerem isso, eram portugueses, porque será!?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, aqui na Suíça é tudo um pouco mais civilizado. Mas porque a policia aqui nao anda a dormir, o que acho muito bem. Nao ha abuso nenhum, tirando um caso ou outro...

      Eliminar
  22. "Não, as senhoras (são quase sempre senhoras) vão comprar malinhas e vestidos com toooooda a calma do mundo.."

    Esta é uma das coisas que nos distingue dos homens!! (sem querer dizer com isso que eles são melhores). Onde está o civismo das senhoras??
    ww.moncloset.com

    ResponderEliminar
  23. A mim já me aconteceu uma Sra. trancar-me o carro, pôr os 4 piscas e ir para casa dormir a sesta! :D Depois de 30min à espera e de 30min com a polícia à porta decidiu abrir a porta de casa com as calças ainda desabotoadas! E indignadíssima porque, frequentemente, lhe tracavam o carro para ir à farmácia e ela nunca disse nada (suponho que ninguém vá dormir pra farmácia durante horas... supooooonho!). Não se livrou de pagar o reboque!

    ResponderEliminar
  24. A minha rua não tem comércio e volta e meia acontece-me isso, por dois motivos
    1 - acham que têm de ir a casa da mãe, pai, amiga e acham que é mais fácil estacionar e empatar 2 carros do que andar 100m e estacionar noutro sítio.
    2 - Uma vizinha que é uma anta, em que há falta de lugar tb acha que é perfeitamente normal bloquear 2 carros enquanto está na paz e sossego do seu lar. Tb acha perfeitamente normal ter que se buzinar para ela sair de casa e ir tirar o carro.

    Aliás... a mim não me acontece nada disso, porque os "animais" (e peço desculpa aos animais de quatro patas e variantes, porque até gosto muito deles) nem sequer ligam a porcaria dos 4 piscas, deixam a porcaria do carro ali e pronto... quem quiser sair que se... lixe!

    ResponderEliminar
  25. Engraçado ler isto precisamente hoje. O meu marido chegou hj atrasadissimo ao almoço precisamente pq apanhou um idiota que fez a mesma coisa. Roubou-lhe a antena do carro para compensar.

    ResponderEliminar
  26. Os quatro piscas apenas servem para duas coisas: informar de perigo iminente e/ou avaria da viatura. Nao entendo onde as pessoas foram buscar a ideia de usarem os quatro piscas para tudo e mais alguma coisa. E, claro, buzinar tambem pode dar lugar a coima...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E para assinalar marcha de urgência.
      Nesta situação não me parece que desse lugar a coima, a menos que o Sr. agente fosse mesmo mauzinho.

      Eliminar
  27. Odeio! Tanto odeio quando me trancam o carro como, quando circulo, e uma rua de dois sentidos passa a ter espaço para passar um carro de cada vez... Lá se forma a fila para suas excelências irem às compras! Mas cúmulo mesmo são os vizinho que estacionam os carros fora de sítio e tapam-me o meu, sendo que uma vez nem estava ninguém em casa para mover o carro!

    ResponderEliminar
  28. Ai querida, como te compreendo...moro no centro de Ponta Delgada, e aqui é só ruas apertadinhas de um sentido que ainda têm direito a estacionamento.
    já é um filme eu ter de estacionar na minha querida garagem, então quando me estão estacionados em cima do risquinho amarelo que tem a proibir o estacionamento é demais... então quando apanho aquelas pessoas a dizer: 'AH, MAS FOI SÓ 5 MINUTOS!", então porque estou aqui há mais de meia hora a tentar sair de casa?? Porque para entrar ainda é o de menos, estaciona-se nem que seja a 1km de distância e chama-se a polícia, mas quando é para sair,já cheia de stress, mói-me os nervos. É deeemaaaais estúpidez desta gente arrogante, e mesmo fazendo asneiras acham-se os senhores da razão. Nossa!! Há gente sem educação por aí e os meus pais educaram-me mesmo bem, só pode.

    ResponderEliminar
  29. As senhoras professoras da Associação de Professores de Matemática, todos os dias trancam o carro a algúem porque custa imenso procurar lugar e dar dois passos a pé.
    Não ha quatro piscas, mas ha um papel no pára brisas que diz para tocar à campainha.
    Sempre soube que havia uma razão para eu não gostar de matemática.

    ResponderEliminar
  30. já fui multado em 60€ por estar a apitar quando estava bloqueado por um anormal... parece que não se pode apitar com o carro parado em via pública, está na lei... pelo menos o anormal tb foi multado, devia era ter sido rebocado tb.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só se pode buzinar em caso de perigo eminente.

      Eliminar
    2. Pipocante Azevedo Delirante30 outubro, 2014 12:23

      Eu diria perigo "Iminente". A não ser que buzinemos para avisar o Papa de que pode ser atropelado, aí o perigo será eminente.
      Já agora, pode e deve buzinar para avisar da presença, no caso das luzes não chegarm e a visibilidade ser reduzida ou nula.

      Eliminar
    3. O que esses anormais que estacionam o carro onde querem porque é o que melhor lhes convém provocam é isso. Uma sucessão de problemas para quem os rodeia. Tanto para quem ficou com o carro bloqueado e se põe a buzinar, como para a polícia que podia estar a dedicar-se a outras coisas e é paga por todos nós para vir passar uma coima aos anormais em causa, como para quem está em sua casa sossegado, ou até a passar na rua, e tem de ouvir a altos berros a buzina do carro bloqueado.

      Eliminar
  31. Eu ia jurar que quando tirei a carta me ensinaram que é PROIBIDO estacionar em segunda fila. Portanto, se tivessemos autoridades competentes, era tudo rebocado e/ou corrido à multa que era um mimo. Talvez assim as pessoas se tornassem civilizadas...

    ResponderEliminar
  32. Uma amiga minha, depois de muito buzinar, e necessitando do carro para se deslocar para uma cidade próxima por motivos profissionais, chamou a polícia. Quando o "atravacante" deu pela chegada dos agentes, veio a correr tirar o veículo, sem deixar de, com brusquidão, dizer à minha amiga se era preciso "fazer uma coisa daquelas".
    Moro perto duma escola e também é possível que os paizinhos que não querem que os petizes (grandes adolescentes) cansem os pezinhos, nos ocupem a rampa de acesso às garagens, impedindo os moradores de entrar ou sair.
    É que já não há paciência para gente que não respeita os outros!

    ResponderEliminar
  33. É roubar-lhes a antena..é o mínimo que merecem.

    ResponderEliminar
  34. Na minha rua a arrogância da fila dupla era igual. Havia até quem fizesse proveito da situação, como a filha de um vizinho, que passava a vida enfiada em casa dos pais a almoçar, jantar, o que quer que seja, e durante horas bloqueava também com muito à vontade o portão da minha garagem. Foram várias, muitas, demasiadas, as vezes que ali fiquei de castigo a buzinar, a buzinar, até que sua excelência lá aperecia muito calmamente a mastigar ou com cara de sono como se nada fosse. Avisei que era uma garagem e não podia estar sempre a fazer aquilo. Um dia buzinei uma vez, não apareceu, chamei a polícia. Quando o carro da polícia estacionou apareceu ela, o marido, o pai, a mãe, o cão e o piriquito para afirmarem a pés juntos que coitadinha foi só naquele dia e estava ali à uns escassos minutos. Mostrei aos agentes as inúmeras fotografias com data e hora dos estacionamentos "foi-só-desta-vez" da senhora, e mostrei as fotografias que durante 20 minutos tirei antes de os chamar. Foi multado e ainda hoje (passados anos) anda de tromba. MAS...agora estaciona em local apropriado, vai lá à vidinha dela e os outros podem ir à deles. O grande mal é que a polícia nem sempre actua da melhor forma, com a rapidez devida ou aplicando o castigo merecido...

    ResponderEliminar
  35. Bom dia, em países estrangeiros para além de levares logo uma multa por estares estacionado em segunda fila, leva outra por teres os 4 piscas ligados indevidamente!
    É obvio que o problema maior passa por falta de civismo das pessoas, mas também passa pela passividade das autoridades.
    4 piscas : sinal de acidente e ou avaria!

    ResponderEliminar
  36. A minha irmã costuma chamar ao botão dos quatro piscas o «botão da invisibilidade», porque as pessoas acham que quando ligam os quatro piscas o carro desaparece :-)

    ResponderEliminar
  37. Isto acontece-me tantas vezes, numa delas ainda tive que ver a senhora a dizer-me para ter calma enquanto vinha calmamente tirar o carro que estava a trancar o meu carro! Tanta falta de civismo!

    http://blogdababym.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  38. O que adoro nos portugueses? Tudo! A falta de civismo. Adorável. Mas a culpa não é deles, é do Estado. A falta de educação. Esplendida. Mas a culpa não é deles é do Estado. Lixo atirado para o chão. Maravilhoso. Mas a culpa não é deles é do Estado. E a polícia? Ora, bem, na ótica do português, é ele que lhe paga o ordenado (pelos vistos, temos uns patrões do tempo de Salazar: pagam pouco e pouco ou nada declaram ao Estado!), logo o xô guarda só tem que lhe obedecer. Se ao bom português lhe apetece, porque pode, estacionar numa curva tirando a visibilidade ao outro condutor, primeiro, deve este último ficar caladinho, porque é o bom português que lhe paga o ordenado. Se ao bom português lhe apetece estacionar em 2ª fila, e se dirige ao xô guarda e lhe diz “vou ali e já volto”, deve, este último fazer a continência e montar guarda ao veículo do bom português. Se o bom português, acha que o seu veículo, deve ficar a impedir a saída de outro carro, ele o pagador de impostos e de ordenados, merece ser agraciado com um “bem haja e que Deus lhe valha por muitos e bons anos”.
    Nada muda no espírito do bom português! Adora ser um wannabe, mas mantém o comportamento de um labrego. Respeito, civismo, altruísmo? Isso é para os parvos.
    E cada vez mais cresce a falta de respeito. Que começa em casa e é transportada para a rua.
    Mas o que adoro nos portugueses? Tudo.
    Mas a culpa da falta de respeito e de civismo é de terceiros.
    Esses. São culpados de tudo e mais alguma coisa.
    M.Lopes

    ResponderEliminar
  39. É o xico-espertismo português em toda a sua pujança! Portugal, conhecido como um país de brandos costumes, rebela-se (de rebelião e não de revelar-se..não me matem os gramáticos pipoquianos) ao volante de um carro. As pessoas transformam-se, ficam enervadinhas, aceleram bruscamente, não comunicam com a sinalização e limitam-se a buzinar loucamente!!Pior, pior...só conheço Roma, em que podemos ser literalmente colhidos a atravessar uma passadeira no verde! E não sei se é susceptibilidade minha, mas neste período de crise financeira, parece-me começaram a brotar (juro que não sei de onde, mas provavelmente de algum buraco enxofrento) pessoas que se acham acima do resto dos mortais e daí a arrogância e a incúria e a ausência de consciência do outro...hábitos que vão trazendo de outras paragens de maior abundância, mas, menos civilizadas...

    ResponderEliminar
  40. Ai as histórias com carros em segunda fila ou estacionados em frente à garagem do prédio no centro de Lisboa...
    Uma vez o meu pai ficou perto uma hora a buzinar (e a dar a volta ao quarteirão periodicamente para não entupir o trânsito) porque tinha DOIS carros a bloquear a garagem. Quando chegou o reboque apareceram logo as duas princesas, sendo que uma estava no prédio imediatamente ao lado e estava seguramente a ouvir bem a buzina. E ainda decidiram discutir com o polícia e dizer que o carro da outra pessoa é que estava a obstruir a passagem! Obviamente pagaram as duas.
    Pior ainda, deixam frequentemente o carro estacionado em frente à garagem durante a noite aos fins de semana. Ora, há pessoas que trabalham ao fim de semana ou que têm transportes para apanhar e depois lá vem a bela da buzina às 7 da manhã. Acordar a vizinhança toda e atrasar as pessoas no seu trabalho é óptimo, mas estacionar na rua ao lado (onde há invariavelmente lugares) é chato...

    ResponderEliminar
  41. Tudo o que é falta de civismo tira-me do sério! Quando isso me acontece só não faço nada se a pessoa me pedir desculpa. Mas se vierem com o nariz empinado, a pedir calma...aí temos pena, também perdi o civismo! Já saí do carro e risquei... Quando esperei mais de 30 minutos furei o pneu! OH! Que malvada!
    Outra situação que me tira do sério é ter que ir com o carrinho de bebé para o meio da estrada porque coitadinhos dos senhores condutores que têm que estacionar em cima dos passeios!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem toda a razão!! Não podemos percorrer Lisboa com um carrinho de bébé sem ir para a estrada, mas, não são só os automóveis, são os sinais de transito, os caixotes do lixo, os placards de publicidade, as redes e fitas a anunciar obras e o diabo a quatro...ninguém quer saber e as juntas de freguesia e a camara municipal, também não.

      Eliminar
  42. Pipocante Azevedo Delirante30 outubro, 2014 12:28

    Sério?
    Xiribibibibi

    Já fui trancado estando estacionado em espinha. Mais de uma hora. E sim, chamei a polícia. Que nunca apareceu.
    Estacionamento em segunda fila... e em cima do passeio? Ups... na rua ondde morava a bófia (termo depreciativo usado propositadamente) anda sempre em cima do acontecimento... numa semana em que havia festarola no bairro (daquelas com tasquinhas, mercaditos e vips), era tudo estacionado em cima do passeio, enquanto o Zé andava pela estrada, que por acaso era uma recta comprida e de duas faixas por sentido. O senhor polícia dizia que não podia fazer nada, que era para "a festa"...

    Já agora... e as bikes? É estrada, passeio, estrada, passadeira... só rir

    ResponderEliminar
  43. Como eu a compreendo! Hoje aconteceu-me algo semelhante, mas ainda mais escandaloso! O/A Exmo/a. Sr/a. Condutor (não vi quem era) deixou o seu carrinho com os quatro piscas ligados, em plena faixa de rodagem, num semáforo! Fiquei fula! Pois queria virar à direita, eu e outro condutor que estava à minha frente, tivemos que nos meter na outra via para seguirmos o caminho. Naquela hora só me apetecia estar a conduzir uma escavadora para fazer do carro picadinho! É isto e estacionar os carros a ocupar dois lugares! Não sou perfeita, também posso cometer os meus erros, mas quando estaciono o carro num parque/zona gratuita, onde não existem marcações, tento ocupar o menor espaço possível, às vezes mal consigo sair do carro, e sou magrinha! Se pensássemos todos um bocadinho mais nos outros, teríamos uma sociedade melhor e mais justa, mas cada vez mais as pessoas só olham para o seu umbigo. É triste!

    ResponderEliminar
  44. Já nem buzino. Se me está a bloquear a saída chamo logo a polícia, digo que já estou a buzinar há 1h, que ninguém aparece e que tenho o miúdo no colégio à minha espera. Resulta sempre :) é o engraçado é que o proprietário aparece logo que a polícia chega!

    ResponderEliminar
  45. Já me aconteceu pior...
    Parei no escritório a ir buscar umas pastas antes de seguir para uma reunião num cliente. Quando desco tenho o meu carro bloqueado por uma carrinha de transporte de crianças. As crianças já lá dentro, e o motorista a acertar pontos com uma funcionária da escola em questão. Fui por várias vezes avisar que estava cheia de pressa ao que me responderam como se fosse normal e quem estivesse a incomodar fosse eu "agora vai ter de esperar um pouquinho"... 15 minutos!!! Custava assim tanto ter chegado a carrinha 2 metros à frente??? Ainda tentei procurar pelas câmaras de uma qualquer estação de TV, pois só podia mesmo ser para os apanhados!

    ResponderEliminar
  46. Detesto quando fazem isso!

    Perto da minha casa há um Pingo Doce numa rua bem estreita. A rua é bem longa e tem lugares de estacionamento em todo o comprimento.
    Mas o que fazem as pessoas? Estacionam mesmo em frente ao supermercado, em segunda fila, e abrem os 4 piscas. Vejo SEMPRE pelo menos 4 carros parados assim... e cada um fica lá 1 hora ou mais. Como é suposto os carros passarem na estrada? Que raiva!

    Também já me aconteceu estar atrasada para o trabalho e quando vou para o carro... PIMBA. Um chico-esperto que decidiu bloquear-me a saída. E neste caso haviam DEZENAS de lugares livres mesmo ao lado. Buzinei uns 20 minutos e já estava quase em lágrimas. Depois apareceu o homem, na maior das calmas, como se não fosse nada.

    ResponderEliminar
  47. Tás espantada com que? Me, myself and I, é o lema eterno dos tugas.

    ResponderEliminar
  48. Eu tenho cá para mim que as pessoas devem achar que por ligarem os quatro piscas cai sobre o carro um manto de invisibilidade como o do Harry Potter...

    ResponderEliminar
  49. É pipoca... a vida é dura... e quantos de vocês já presenciou vários traços continuos passados por cima? E quantos carros estacionados no passeio que não deixa uma cadeira de bebe passar e ter de a mesma ir para a estrada dar a volta!
    Uma coisa é certa, se em vez de traços continuos, estivessem PINOS ou umas paredes de 15 cm , ninguém as passava por cima. Se no seu caso, você pudesse fotografar o carrinho e enviar para a PSP mais próxima e mesmo que a viatura já não estivesse lá, o mesmo receber a multinha em casa.... isso evitava os chicos espertos....!
    Sabe o que eu acho.... acabem com algumas disciplinas nas escolas, nas universidades etc e coloquem uma a dizer CIVISMO! Pode ser que daqui a 20 anos teremos uma sociedade portuguesa mais CIVICA!

    ResponderEliminar
  50. Por acaso vocês sabem que os piscas ligados é só para situações de emergência? para ir à padaria , ao café, etc...não é justificação não que eu também já não o tenha feito, não é só falta de civismo mas de conhecimento das regras do código da estrada!
    Informem-se vem no código da estrada...

    ResponderEliminar
  51. Onde se compram bloqueadores de rodas iguais aos da emel?

    ResponderEliminar
  52. A falta de civismo, infelizmente, é constante...

    ResponderEliminar
  53. Furar dois pneus acho que é suficiente

    ResponderEliminar
  54. Ui! Este assunto dá pano para mangas. Há poucas coisas que me irritem mais do que pessoas que se acham no direito de dispor do tempo dos outros e de achar que só elas é que têm pressa e coisas muito urgentes a fazer (leia-se - tomar café). Eu não risco os carros pois fico sempre naquela de pensar que o carro pode ser propriedade de outra pessoa que não tem culpa nenhuma dos abusos de quem o conduz na altura.
    Conheço alguém que anda sempre com uns bocadinhos de madeira com um prego espetado em cada um deles. Quando há crises dessas, a primeira coisa que ele faz, é "deixar caír" um desses pedacinhos de madeira para debaixo de uma das rodas do carrito prevaricador. Segundo ele, não vão muito longe sem ter de mudar a roda. É de mestre.
    O que eu faço, é dar 2 ou três toques de buzina. 1 minuto depois não vem ninguém, chamo a polícia. É raro virem e só vale a pena fazê-lo, e esperar, se não tivermos pressa. A rara recompensa é a cara de indignação e os olhares de raiva do condutor do carro que, invariávelmente, aparece segundos depois da polícia.

    Havia um agente ali para a zona do Saldanha que, se via alguém parar em 2ª fila, ficava de olho no carro, mas dava-lhe uns bons minutos de tolerância. Se, por acaso, o condutor/a tinha a veleidade de ligar os 4 piscas (sinalização para marcha de emergência), aplicava-lhe a "pastilha" ao cabo de poucos segundos de estacionamento.

    lado obscuro29 Outubro, 2014 22:21
    Deixar o carro em 2ª fila para beber café é falta de civismo. As outras coisas compreende-se, são necessidades. Agora para beber café, poupe-me!

    Este comentário do lado obscuro mostra bem o espírito de algumas pessoas. COMPREENDE-SE???? Ou seja, quem quer retirar o seu carro que estava correctamente estacionado, possivelmente nem muito perto do local onde tinha que se dirigir, tem que aguentar que alguém compre o pão, ou vá à farmácia (ou ambos) e que, para sua própria conveniência, parou à porta em 2ª fila. NÃO!!! Ninguém tem o direito de gastar, a seu belo prazer, um segundo que seja do meu tempo.
    O estacionamento em 2ª fila é uma praga e um indicador bem claro do nível de civismo do condutor nacional. Acabe-se com essa praga.

    ResponderEliminar
  55. Concordo a 100% com o texto escrito.
    Aqueles(as) que evitam causar o mal estar aos outros é que estão mal, pois os outros são os chicos espertos desta vida.
    Pela parte que me toca, são imediatamente mal tratados.

    ResponderEliminar
  56. Aplique-lhe o meu método. Pode crer que +e infalível e de certeza que na próxima a tal senhora não volta a estacionar:
    o método é: esvazia o pneu da frente do lado do condutor e o pneu de trás, do lado oposto.
    Vai ver que resulta

    ResponderEliminar
  57. Certamente situações destas toda a gente tem para contar e se queixar, apitar não resulta e riscar o carro também não. O que já fiz e resultou foi não me dirigir ao carro, ligar para a policia e dizer que tinha uma emergência e o meu carro estava bloqueado, foi remédio santo, os carros mal estacionados foram corridos a multa. A cereja no topo do bolo foi o condutor do carro que bloqueava o meu ter sido apanhado a entrar no veiculo... (Não tinha nenhuma emergência, apenas queria ir á minha vida, mas soube bem, confesso)

    ResponderEliminar
  58. Aqui em Inglaterra, por ter mentalidade tuga, das duas vezes que não quis pagar parque, porque era só uns minutos apanhei com multa. Por isso agora quer seja pouco ou muito tempo, pago o estacionamento.

    ResponderEliminar
  59. Ó tempo volta para trás dá-me tudo o que eu perdi 25 de Abril......................................................................................

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis