Pub SAPO pushdown

Comidas a evitar num primeiro encontro (a sério, isto vai dar jeito)

quarta-feira, agosto 20, 2014
Estão a ver o cenário: rapariga conhece rapaz, conversa para aqui, conversa para ali, nasce a vontade de querer saber mais e eis que chega o dia do primeiro encontro. Se não fugir muito à regra, o programa há-de meter um jantar. Nada contra, a mesa é um sítio óptimo para se conhecer outra pessoa. E se puder ser ele a escolher melhor ainda, que sempre nos poupa a trabalheira e a enervação de ter de estar a pensar em sítios para o impressionar. Assim a pressão fica do lado dele, que nós já temos todo um conjunto de coisas com que nos preocupar. Por exemplo, a roupa (descontraída ou mais safadona?), os sapatos (rasos ou saltos altos logo assim a matar?), a maquilhagem (de cara lavada, para ele saber logo com o que conta, ou super elaborada?), o cabelo (ao natural ou domesticado?), a lingerie (de avó, para garantir que não se vai passar nada, ou mais porquita, porque nunca se sabe como a noite pode acabar?), etc e tal. Poupem-nos de ainda termos de estar a pensar em sítios porreiros, com uma vista decente, com boa comida, com ambiente e, já agora, com estacionamento fácil, que se formos de saltos de 12 cm e vestidinho travado não queremos ficar a 4,5km e correr o risco de dar logo ali cabo do glamour todo.

Mas bom, diria que quase mais importante do que o sítio escolhido é aquilo que se vai comer. Porque, minhas amigas, há todo um conjunto de alimentos potencialmente arruinadores de uma noite. Lembrei-me disto ontem, quando estava a comer uma pizza com uma amiga. Estávamos a comer as fatias à mão, de forma descontraída, mas dei por mim a pensar que se estivesse a fazer o mesmo com um homem que eu quisesse impressionar, num primeiro encontro, ficava logo ali arrumada. É zero sexy dar uma dentada numa pizza e depois ter ali aqueles fios de queijo derretido a fazerem uma ponte interminável entre os nossos dentes e a pizza. E quanto mais puxamos pior, porque o resto da pizza vem todo atrás, e de repente, quais esquilos, já estamos a encher velozmente as bochechas de  azeitonas, rodelas de pepperoni e bocados de ananás, para que aquilo não se desintegre tudo. Tudo isto enquanto a outra pessoa vai olhando para todo o lado menos para nós, numa tentativa esforçada (e embaraçosa) de não reparar na porcaria que estamos para ali a fazer. Muito mau. Posto isto, se ele vos convidar para uma pizza (fraquinho para um primeiro encontro, mas tudo bem, cada um sabe de si), não se armem em espertalhonas descontraídas e de bem com a vida: USEM OS TALHERES!

Mas a PIZZA não é a nossa única inimiga. Há mais. Muito mais. Ora atentem:


SUSHI: até podem ser as maiores apreciadoras , mas se não se dão bem com os pauzinhos é melhor evitarem figuras infelizes. Estão a ver aquelas pessoas que deixam cair a peça de sushi na tacinha da soja, e depois aquilo fica tudo ali a boiar, arroz desintegrado para um lado, peixe para o outro, soja por todo o lado, e a pessoa a continuar a espetar lá os pauzinhos e a fazer ainda pior? Pois, não é bonito de se ver. E também não é atraente pedirem aqueles pauzinhos com elástico, porque isso é como andar de bicicleta com rodinhas. Imaginem-se a levar uma peça de sushi à boca e ela cair pelo caminho, devido à vossa falta de agilidade com os pauzinhos. É muito triste. Pelo meio sujam a roupa toda, levantam pequenos tsunamis de soja e correm o risco de acabarem a noite sozinhas. Deixem isso lá para o 5º encontro, quando ele já vai estar tão apaixonado que vai achar amoroso que sejam umas burrinhas a lidar com pauzinhos.

ESPARGUETE: eu adoro esparguete, podia alimentar-me dia e noite só com esparguete e acho que até o domino relativamente bem (vantagem de ter feito Erasmus em Itália e de ter partilhado casa com um italiano que se ia atirando para o chão a rir da primeira vez que me viu a comer esparguete de faca e garfo), mas há que reconhecer que é um alimento com um alto grau de embaraço envolvido. O esparguete é matreiro. Parece um alimento simpático e amigo, mas ganha vida, escapa-se por todo o lado, ora parece que o vamos enfiar todo na boca, sem dramas, ora está a fugir, a respingar e a querer saltar novamente para o prato, o cabrão. É difícil comer esparguete e manter um ar interessante e sensual. Desistam.

MARISCO: muito cuidadinho com o marisco, minhas amigas. Eu gosto de uns camarões, que gosto, mas não me pelo por marisco assim em geral, daí não ser visita assídua das marisqueiras da cidade. Mas quando vou e vejo aquela gente de martelo na mão, a lutar fervorosamente contra sapateiras e lagostas, de babete de plástico ao pescoço, confirmo que aquilo não é para mim. Nem para o vosso primeiro encontro. Nem se vão conseguir ouvir no meio de tanta martelada, com bocados de marisco a saltar em todas as direcções e vocês mais concentrados em acertar na pata da da sapateira do que a tentarem impressionar-se mutuamente. Uma visão romântica, não é?

COMIDAS ÉTNICAS: regra geral estão carregadas de picante e de especiarias, o que é meio caminho andando para vos dar para ali um qualquer desarranjo intestinal. Na loucura, fiquem-se por um carilzinho. Fora das comidas étnicas mas dentro das comidas potentes, uma feijoada também é capaz de não ser a melhor das ideias. 

ARROZ DE CHOCO/ESPINAFRES/PASTÉIS DE NATA e tudo o que tenha potencial para ficar preso nos dentes. Não consigo pensar em nada pior do que sorrir e ter um bocado de comida ali a dizer adeus. 

FRANGO ASSADO: se alguém vos convidar para comer frango assado num primeiro encontro, penso que podem pôr logo uma pedrinha em cima do assunto e partir para outra. Frango assado admite-se ao fim de três anos de namoro, quando as coisas já estão (beeeeeeem) mais mornas, não num primeiro encontro. Mas vá, façamos um esforço e imaginemos esse cenário. Por mais que a tradição o possa defender, o frango não é para comer à mão. "Ah, mas há poucos prazeres tão bons nesta vida como atacar uma perna de frango com as mãos". Pois, é capaz, mas vamos lá ter modos. Não só vão ficar todas lambuzadas com aquela molhanga gordurosa como vão parecer umas trogloditas. Se for ele a fazê-lo....bem, depois não venham cá pedir conselhos amorosos que eu não estou para vos aturar. "Então e sardinhas?", poderão estar vocês a pensar, depois de eu ter abordado o tema frango assado. Curiosamente, acho que com as sardinhas a conversa já é outra. Se o primeiro encontro for nos Santos a coisa até pode ter graça e até se admite uma sardinha no pão, enquanto vão levando uns encontrões que vos obrigam a estar a uma distância de uns 3,2 centímetros. Mas pronto, isto digo eu que não como sardinhas e que só o cheiro me dá a volta ao estômago).

ALHO/CEBOLA em excesso. Se acham que a noite promete e que não vão voltar para casa sem um primeiro beijo, então esqueçam lá aquele bifinho de cebolada que vos estava mesmo a apetecer. A menos que no final do jantar vão para a casa-de-banho esfregar a língua durante meia-hora com pedra pomes. 

Posto isto, devem estar para aí a pensar que não sobra nada e que todos os alimentos podem arruinar um primeiro encontro, mas não é verdade. Há coisas inofensivas. Um bife com batatas fritas nunca fez mal a ninguém. Ou um simpático risotto. Ou um bacalhau com natas. Para além de que é tudo uma questão de tempo. Os alimentos acima citados não estão proibidos para a eternidade, apenas num primeiro encontro. Depois, à medida que a relação for descambando desenvolvendo, podem voltar a comer de tudo, pôr os pés em cima da mesa, até dar puns. Who cares?

151 comentários:

  1. Grande post! Como sempre... ai o que me ri!!

    ResponderEliminar
  2. Não concordo. Acho que não devemos comer que nem umas princesas do século XVIII que comiam como uns passarinhos para impressionar. Não estou a dizer para comerem feitas bardajonas e para se lambuzarem todas.
    Afinal, se estamos num primeiro encontro, no segundo ou no terceiro, em princípio é para levar as coisas para a frente (não estou a dizer em casar e ter bebés, mas pelo menos ter mais algum tipo de intimidade).
    Claro que todos queremos encantar o homem que temos à nossa frente, mas demasiados encantos podem vir-se a tornar em desilusões no futuro. Porque nos esforçamos tanto para dar uma impressão que somos perfeitas, e depois quando mostramos o nosso verdadeiro lado (que gostamos de comer esparguete com muito tomate e que não nos importamos de sujar a camisola) muitos ficam assustados e fogem, porque contavam com uma coisa diferente.
    Se é para esta num encontro é para me sentir à vontade com a pessoa, e se isso envolver uma pizza com muito queijo que seja. É um motivo para ele ir buscar um guardanapo e nos limpar o canto da boca.
    As pessoas dão demasiada importância às aparências que querem transmitir aos outros, se esse não gostar, outro há-de vir.
    But that's my opinion

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. clap clap! Ia falar mas assim.... reduzo me :P

      Eliminar
    2. São apenas visões diferentes. Cada um tem a sua perspectiva das coisas ^^

      Eliminar
    3. Concordo 300% ! Não diria melhor ;)
      Mas o texto está muito bom Pipoca, em dois pontos ou três soltei umas gargalhadas :)

      Eliminar
    4. Adorei o seu comentário, Indigo. Que visão tão madura! ;)

      Eliminar
    5. Sarcasmo, ironia conhecem? É a pipoca, a mulher da ironia em pessoa! Claro que não é para levar à letra...

      Eliminar
    6. Mesmo que o texto tenha sarcasmo e ironia (que tem), isso não impede de ela defender o que escreveu, talvez não tão à letra como escreveu, mas a base é o que ela defende...

      Eliminar
    7. Também estou totalmente de acordo! As pessoas têm que ser elas próprias, seja no 1º ou do 50.º encontro! E se é para gostar, que seja do original, e não de uma fachada qualquer!

      Eliminar
    8. Sai um sentido de humor com uma pitada de sarcasmo para a mesa 4!! No texto da pipoca não há referencia a nenhum princesa nem em impressionar o amado. Não é feita referencia à importância da imagem. é simples e genuinamente um texto com humor, onde faz alusão a situações que todas pensamos nem que seja por curiosidade social (ou amorosa).

      Eliminar
    9. Esta gente não tem sentido de humor? ? Levam tudo à letra, tim tim por tim tim ! Menos! E além do mais é tudo muito giro, as pessoas têm que ser elas próprias e bla bla bla e bla bla bla, mas que tudo o que a pipoca disse, (apesar de ironizar) é verdade, lá isso é! Ou vão-me dizer que não se importariam que ficasse um bocado de molho no canto da boca, espinafre nos dentes, salta-se um camarão para o colo do "dito" ou uma pata de sapateira para a mesa do lado!! Ia ser realmente amoroso:))

      Eliminar
    10. Não acho que isso sejam coisas embaraçosas. Acho que são histórias engraçadas para se contar no futuro. Sinceramente, se eu estiver a sair com um homem que fica enojado e que fuja a sete pés porque fiquei com um bocado de espinafre nos dentes, então lamento, mas também não quero ficar com um gajo enjoadinho. Porque se eu fiquei, ele também pode ter ficado.
      Eu sou super desajeitada e num dos primeiros jantares com o meu namorado (que na altura ainda não o era) parti um copo dele. Ainda hoje é motivo de risota. Por vezes salta-me comida do prato quando faço muita força a cortar a carne. Mas nada disso o afugentou. Porque coisas assim acontecem com toda a gente. Tanto pode saltar a nossa pata de sapateira como a dele. Só não acho que nos devemos privar de fazer as coisas que gostamos e de comer as coisas que gostamos porque podemos fazer figuras tristes. Se for para isso também não devemos andar na rua porque podemos tropeçar, ou não podemos usar vestidos porque o vento pode levantá-lo e ficar-se a ver o rabiosque. Sendo assim não faríamos nada na vida com medo de tudo o que pode correr mal.

      Eliminar
    11. Aos três Anónimos 09h15m; 11h34m; 17h37m: o texto do post não é sarcástico, topa-se a milhas. A Indigo não discorda do texto, não porque não tenha sentido de humor ou porque não veja sarcasmo (onde este não existe! ). Pelo que escreveu, a Indigo discorda, porque sim, porque tem opinião diferente. Acontece, por vezes.

      Eliminar
    12. Ninguém disse que não se pode ter opinião diferente! Ou disse?? Por vezes também se concorda, acontece!! Continuo a achar que o texto é um pouco sarcástico mas concordo com tudo o que foi dito!! Se vocês não se sentiriam embaraçadas com qualquer hipótese que foi dita, eu sim! Temos pena! Da mesma forma que se o meu vestido se levantasse e ficasse com o rabo à mostra, tambem ficaria! Agora, caso acontecesse não seria o fim do mundo, mas nem todas somos assim tão descontraídas para ignorar este tipo de situações! São opiniões;)

      Eliminar
  3. Adorei Pipoca! Só não concordo com a Pizza tadinha... do queixo a escorrer e a fazer pontes, homem que é homem aguenta isso! E sim pode ser muito sexy esse pequeno destrambelhamento ;)

    Mas excelente post!

    ResponderEliminar
  4. Lol o que eu me ri! Realmente quando a ralação, perdão, a relação está no início há uma panóplia de coisas que nos atormentam e podem arruinar aquilo que poderia ser um amor para a vida... Até o simples comer um gelado pode ser constrangedor, entre chupar e lamber, muita coisa pode vir à baila!

    ResponderEliminar
  5. AHAHAHAHAHAH! Lembras-te de cada uma xD

    Inês M.

    ResponderEliminar
  6. Estas leis dos 1º encontros são tão clichés... não se pode fazer isto, não se pode arrotar aquilo. Ó pessoas um jantar na Brandoa pode ser fantástico e um outro ali na Penha Longa uma valente seca! ó ó !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando se quer dar uma má imagem de um local vao logo buscar a Brandoa... e nao haverá pior??
      c.

      Eliminar
    2. Tá giro mas posso garantir que adoro ver uma mulher à luta com marisco...

      Eliminar
  7. Pipoca, adorei estes 5 minutos de leitura :) mais posts assim ;)!

    Joana

    ResponderEliminar
  8. Adorei! Algo a ter em consideração pipoca!!!
    Maria M.

    ResponderEliminar
  9. Muito bom!!! É bom ver alguem que pensa como eu...se bem que se o primeiro encontro levar a um cineminha, não consigo fingir que não sou lambona com pipocas!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nao consigo imaginar nada mais deprimente do que jantar e cinema a seguir, os aficionados que me desculpem!
      Estela

      Eliminar
    2. Mais uma a adicionar à lista !..... Episódio nº1: Jantar a dois no MAC seguido de cinema no COLOMBO/ Fórum Almada/ ALEGRO/ VASCO DA GAMA//DOLCE VITA/... YUUUPiiiiiii!!!!

      Marta

      Eliminar
  10. Pipoca se bem me lembro disseste que conheceste o teu marido nos Santos , devias de estar de saltos a comer filé mignon...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahhahahahah, só de imaginar!!!! :D
      IF

      Eliminar
    2. Ahahahahah :-) pipoca diz lá o que estavam a comer .....

      Eliminar
    3. Se foi quando o conheceu então não conta como primeiro encontro :)

      Eliminar
  11. O que me ri com o post, o que me ri!!

    ResponderEliminar
  12. Este post vai dar "molho" .

    ResponderEliminar
  13. O nosso primeiro encontro foi num mcdonalds, dá para acreditar? "Insisto em te pagar o jantar! Mas ou vamos para a semana, ou vamos amanha ao mac porque o ordenado ainda não caiu..". Eu nem sou de deixar o homem pagar tudo, mas já que o rapaz insistiu, lembro-me que pedi um happy meal naquela de não lhe raspar o resto do orçamento! Lolol e sabem que mais? Foi o melhor 1o encontro de sempre, rimos durante horas e nos últimos 4 anos, a 20 de Dezembro vamos àquele mac "renovar os votos"! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois bem, o meu primeiro jantar de casada foi num Mc donald's e foi............. espetacular! de recordar para o resto das nossas vidas! Coisas simples nos fazem felizes! Abraço.

      Eliminar
    2. :D
      Fizeste-me sorrir.... felicidades Raquel! :)
      IF

      Eliminar
  14. E as Francesinhas? Em que categoria ficam as francesinhas? xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. molho, uii tanto molho!!!
      quente, a escaldar, línguas cuidem-se!!!
      queijo, lots of queijo, aii a ponte!!
      picante, [às vezes demasiado] revolução intestinal
      palhaçada, brincadeira, risinhos de nervoso e embaraço, o melhor do mundo! :)

      Eliminar
    2. Pelos vistos mais vale esquecer :-) eheheheh xD

      Eliminar
  15. Adorei, o que me ri com isto :)
    Rita

    ResponderEliminar
  16. Já tinha saudades de um post à séria! :)

    ResponderEliminar
  17. Marisco é do pior quando se quer impressionar alguém , sou uma autêntica labrega , não é bonito de se ver não. ! Lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lol XD já somos duas :-) :-). :-).

      Eliminar
  18. Ai o que eu me ri, principalmente com o sushi. Eu sou a rapariga que pede pauzinhos com elasticos e que mesmo assim consegue deixar peças de sushi a boiar na soja!!! O que vale é que já conheço o meu namorado há mais de 10 anos e ele limita se a tirar o sushi do meio daquela soja toda e a dizer "amor, és péssima, aposto que tiravas negativas a EVT"

    ResponderEliminar
  19. Muito bom Pipoca! O que me ri com isto! :')

    ResponderEliminar
  20. Adorei! Ri à brava!

    ResponderEliminar
  21. bom post e ja agora o que recomenda comer em um 1º jantar?
    LV

    ResponderEliminar
  22. O que eu me ri na parte do marisco, ai meu deus lol

    ResponderEliminar
  23. Jantar romântico? Só se for empadão..
    Susana

    ResponderEliminar
  24. Achei piada ao texto, mas eu devo ser das poucas que não concordo...apenas com a da comida étnica, nada confortável passar a refeição agarrada ao copo de agua, ou ir a casa de banho de 5 em 5 minutos "retocar a maquiagem"

    Tanta piada tem comer pizza, ou esparguete...e se algum acidente acontecer? Motivo para risada e da valente...mas claro, existem pessoas que são mais formais...mas nem essas em casa deixam de comer quem nem umas "bardajonas" :D

    E vamos la ver, o nosso pensamento e o mesmo que o deles..."o que eu daria para estar numa bela pizzaria ou ate um hamburger ia mesmo a calhar"

    Mas entendesse o propósito pipoca ;) e teve graca...mas eu fugia de homens assim tao preocupados com a aparência!

    ResponderEliminar
  25. Como já não sei o que é um primeiro encontro há muuuuuuiiiito tempo, pelo menos ri-me a perder com o teu post :D É uma boa perspectiva da coisa, de facto e principalmente no primeiro encontro temos tendência a ser tão picuínhas que se houver um extra a estragar a coisa, somos um caso perdido.

    Já agora também aproveito porque eu sei que tu Pipoca, como eu, sonhas com sapatos de noite (aposto!) e fiz um último post sobre uma marca PORTUGUESA de sapatos que eu não conhecia e por sinal, beeem giros. Convido-te a espreitar: www.thecitified.com

    ResponderEliminar
  26. Post interessante sim senhora. Eu pessoalmente acho que todos nós devemos mostrar quem somos desde logo, assim se o outro não gostar ninguém perde mais tempo.
    Outra coisa é em relação ao frango, é "primitivo" e fica feio comer frango com as mãos? Sim é verdade, mas segundo os livros de boas maneiras, todas as aves, desde que a parte que estejamos a comer tenha osso, podem ser comidas a mão.

    ResponderEliminar
  27. Não gostei do post, porque gosto de pessoas descontraídas e sem preconceitos, acho o post muito complicadinho e complexado, tipo miudinha super complexada, pãozinho sem sal enfim um tédio. Tudo o k não se quer numa mulher....

    ResponderEliminar
  28. Pipoca preciso posts de teu vestuario por favor !!

    ResponderEliminar
  29. Também não achei piada ao Post. Detesto pessoas fúteis e miúdas não me toques. Aí que horror! Será que na intimidade também são assim?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E também detesta miúdas com sentido de humor, certo? Coisa que também parece faltar-lhe.

      Eliminar
    2. ahahaaha anónimo das 11:12!! Em também detesto pessoas sem sentido de humor, será que também são assim na intimidade, frígidas?

      Eliminar
    3. Sentido de humor??? Acha que uma miúda super preocupada com tudo, complexada e complicadinha tem sentido de humor?

      Eliminar
    4. Complexada? Será que lemos o mesmo texto?

      Eliminar
    5. Nada como experimentar !!!!(anónimo(a) das 9.48h) lololol....

      Eliminar
  30. O meu primeiro encontro com o atual namorado foi no dia seguinte a ter colocado aparelho, nem comi, ou melhor comi um folhado a muito custo, e não, não é bonito ter massa folhada no aparelho. Depois de 3 anos ainda goza comigo :)

    ResponderEliminar
  31. Nunca gostei de quem vive de e para as aparências, para mim ou se é ou não se é, e não adianta fingir, que quando menos se espera o pano caí...

    ResponderEliminar
  32. Muito bom : ) Post bastante útil : ) E divertido!

    http://mundodamafy.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  33. adorei este post e fez-me rir imenso! Você é o máximo Pipoca!

    ResponderEliminar
  34. Ai o que eu me ri :D A malta cá do escritório deve pensar que eu sou maluquinha :D

    Adorei o post, pipoca!

    Patricia

    ResponderEliminar
  35. Olá Ana,

    Mais um post com piada, por retratar episódios que ocorrem na realidade...não obstante um certo exagero, quem não vivênciou algum deles, que atire a 1ª pedra !
    Tal como já foi comentado, também eu entendo que não devemos usar máscaras num primeiro encontro, mas estaria a mentir... se dissesse que não tive maior cuidado do que o habitual... com certos DETALHES !, sendo certo que com os anos e a rotina.... a "coisa" aligeira-se muitíssimo. Para um primeiro encontro, sou adepta(e calhou-me há alguns anos em sorte) de um peixinho (de posta) grelhado acompanhado de legumes ou um arrozinho de tamboril, regados com um vinho branco de boa qualidade.... estes menus não deixam ninguém ficar mal visto.Pizzas, Macs," sandochas" & afins, estão cortados do Mapa, é preferível ficar pela garrafinha de água natural...

    Bjo
    Maria do Mar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Peixe de posta grelhado com legumes..... Atenção tem de ser de posta..... Ele há com cada uma lol que visão está mulher é cá uma brasa! Só mais um esclarecimento a posta de peixe é grelhada na brasa ou no grelhados eléctrico?

      Eliminar
    2. Uma posta de faneca grelhada com grelos é interessante.... Obrigada hoje sou uma mulher mais feliz

      Eliminar
    3. Ah ah ah o que eu me ri...

      Eliminar
    4. Irmãos escutai fugeis das tentações do demo... Fiqueis bem longe dos Macs, sandes e tudo o que se assemelhe ouvistes irmãos ?

      Eliminar
    5. Ao/à anónimo(a) das 11.53 : Habitualmente em restaurantes, o peixe seja inteiro ou às postas é grelhado no carvão ! O contexto é um "jantar fora" e não " à la maison", aqui sim pode-se utilizar o grelhadorzinho eléctrico....
      Se para si esse tipo de menu é apenas uma "Visão/Miragem" só posso lamentar....... Quanto a ser/não ser uma "Brasa", nada tem com isso ! Seguramente existiram bem piores.... quem sabe não é uma delas!
      Maria do Mar

      Eliminar
    6. Claro que sim uma posteca de peixe grelhado para mim é uma miragem isso é coisa de gente chique o lá ré!

      Eliminar
    7. Não consebe consumir algo por inteiro? Olhe que não sabe o que perde ;)

      Eliminar
    8. Caramba ! Tanto barulho por causa de uma posta de peixe na brasa. Por acaso foi publicada alguma lei que obriga os cidadãos a gostar, amar, adorar.... e consumir : pizzas, hamburgers, snaks....???? (devo andar distraída...)
      Já agora, será que só eu e a anónima "criticada" achamos NADA mas NADINHA romântico e incentivador... que um 1º jantar a dois (onde se pretende aprofundar a relação) se faça na confusão de um qualquer MACDONALD'S( acompanhado de colas e JOLINHAS); numa petisqueira à pinha( onde voam pratos pelas nossas cabeças); ou numa XURREX....( onde o cheiro e o fumo nos invade o nariz impedem a visão) ????
      Já sei que, para os anónimos acima, me estou a "armar".... ou que pertenço também à RALé como a Anónima... , porque como ela, prefiro um jantar num local mais recatado... onde se beba um bom vinho e se coma peixe grelhado inteiro ou à posta (e porque não cherne? imperador? espadarte ?ou outro dos bem nobres... ???( também gosto e muito de sardinhas, carapaus, peixe espada..) com legumes, batata cozida e uma bela salada ou um belo fondue à luz de velas... (que adoro, e sempre que posso não dispenso).
      Sinceramente... que mentalidades tão redutoras.... só sabem criticar... Inveja a montes, paletes, resmas....

      Filipa

      Eliminar
    9. Uh que inveja a. Montes, paletas das suas postas de peixe, eu se você ia já tomar um banho de água e sal, e atava 3 alhos ao pescoço!

      Eliminar
    10. Mas inveja de que? Que mania da preseguiçao. Ridículo

      Eliminar
    11. Aos/às anónimos(as) provocadores/as( embora esteja convicta que se trata de um/uma single...) : Para remate de conversa, convido-vos a irem "catar" e " pentear" os amiguinhos lá para as bandas de Sete Rios..., saberão certamente onde e a quem me refiro!
      ( a Ana que me desculpe)

      Maria do Mar

      Eliminar
    12. Qualquer coisinha um simples belisque ao seu ego, uma opinião contrária, uma ironia é logo tido como uma inveja imensa, é tudo inveja, tropeça numa pedra ah rogaram uma praga o marido deixou-a ah fizeram um bruxedo, aceitem que existem outras opiniões, respeitem e deixem de ser obtusas.

      Eliminar
    13. Isto das postas de peixe esta ser divertido. Até aposto que a pipoca já se fartou de rir!

      Eliminar
    14. Imperador (peixe vermelho) espadarte, cherne são peixes nobres ? Não sabe do que fala. Nem vou perder tempo a dizer lhe quais os peixes nobres.

      Eliminar
    15. Por falar em peixes, isto já deu raia, mas é! ( aceita-se gargalhadas de piedade, nem que seja, que também são boas ).

      Eliminar
  36. Ahaha Obrigado por me fazeres rir logo pela manhã! :)

    ResponderEliminar
  37. Ahahah muito engraçado... A pipoca lembra-se de cada coisa :D

    ResponderEliminar
  38. Pipoca gostei muito de ler o teu post! Está muitooo bom!
    Sabes eu aprendi a comer esparguete num restaurante italiano em Paris. Estava eu a comer uma bolonhesa divinal ( mesmo) de garfo e faca. A empregada muito simpática disse-me para experimentar comer com colher e garfo. E não é que resulta? Colher na mão esquerda apoiada no prato e o garfo enrola o esparguete contra a colher. Todos comiam assim. Nós portugueses é que aprendemos de garfo e faca. :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A colher é, aqui, um facilitador, só come com ela quem não sabe comer esparguete. A etiqueta diz que se come com o garfo. Uma ajudinha: http://www.faleitaliano.com/news/spaghetti-com-ou-sem-a-colher-/

      Eliminar
    2. Eu quero que a etiqueta vá dar uma volta ao bilhar grande, senhor(a) Anónimo das 11:58.

      Eliminar
    3. VIVA a bronquice e a falta de " modos", enfim.... cada um sabe de si...

      Eliminar
    4. Continuo sem perceber o que o Anónimo das 12:14 terá dito de mal ou ofensivo. Como já foi dito " enfim... cada um sabe de si..."

      Eliminar
    5. Há uns anos passei umas semanas em Itália na casa de uma família "veramente" italiana, e ensinaram-me a comer o esparguete com colher e garfo. E é assim que faço desde então em todo o lado! Já vi empregados de mesa bastante intrigados quando, sendo o prato esparguete, peço uma colher!

      Eliminar
  39. Lol Lol Lol Lol, o que eu me ri a ler o post, até os abdominais doeram pa caraças( sim que eles levaram uma tareia na 3ª). Muito bom!! Obrigado por este momento de riso intenso!

    ResponderEliminar
  40. lol O importante é que antes de se sair do restaurante se faça uma viagemzinha ao wc para verificar se há comida nos dentes a dizer adeus, antes de sair do wc verificar SEMPRE se temos papel higiénico preso aos saltos.

    ResponderEliminar
  41. Oh Pipoca que saudades!
    E sim, confirmo que as sardinhos num primeiro encontro funcionam bem e não têm o mesmo problem do frango assado.

    ResponderEliminar
  42. Muito cómico! O que não é cómico é a tristeza que sinto depois de ler os comentários e perceber que há pessoas que levam tudo tão a sério, e interpretam de forma fundamentalista os textos que aqui leem.
    E também gosto quando se percebe que não leem os textos até ao fim. Há quem tenha perguntado o que recomenda comer num primeiro jantar quando no último parágrafo estão pelo menos 3 sugestões.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por favor elucide então qual a forma que Voçe acha que Eu deva interpretar os textos por favor, é que estou desorientada...

      Eliminar
    2. cara Solange cada um interpreta como quer ok? Como a senhora vulgo Solange também fez a sua interpretação não fez? Agora deixe os outros manifestarem a sua. Ainda bem que não somos todos iguais...

      Eliminar
    3. Anónimo das 12h48, nota-se a sua desorientação, pois até já escreve "você" com cedilha.

      Eliminar
  43. Maravilhoso post como sempre lol
    Ri imenso...tu és única.
    Bjoka

    ResponderEliminar
  44. Oh pá, eu como pizza de faca e garfo, algo que até me "foi transmitido" pelo meu marido. Logo, no problem!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Precisou que o seu marido lhe transmitisse esse ensinamento ?(sem ofensa)Devo estar a ficar velha.... pudera sou da geração de 90 !, Fui ensinada em tenra idade a comer pizza de faca e garfo, e os meus anjinhos comem-na da mesma forma, não dou lhe dou outra hipótese!

      Eliminar
  45. Jantar?! Talheres?! Usar talheres?! Mas está tudo louco?! Já agora mastigar de boquinha fechada, querem ver!
    Olha o desespero da pessoa que não sabe se segura o garfo como se estivesse a cavar, se fica com a faca na mesa ou a usa para enfiar a levar à boca. E os cotovelos? Caramba, querem ver que vão ter de os tirar de cima da mesa?! Não se pode deixar cair a cara no prato e fazer de conta que se está à procura do santo graal?
    E para quem aprecia passar a comida do centro do prato para todas as bordas do mesmo, tornando impossível que o empregado o levante?
    Nope!
    Ide sair, tudo bem, convite aceite, mas vamos ali ao petisco, sujar as mãos, pois assim como assim, ninguém repara que nenhum sabe estar à mesa. E depois logo se vê como termina a noite.
    MLopes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tipo " labreguisse " não é MLopes ?
      Deve haver por aí quem goste... Comigo Nope!..., nem tanto ao Mar nem tanto à Terra...mas boas maneiras ficam sempre bem....

      Inácia

      Eliminar
  46. Pizza tem que ser a mão como os italianos, que se lixem os talheres :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os Sicilianos comem pizza com faca e garfo, facto que dececionou o Anthony Bourdain...

      Eliminar
  47. Num primeiro encontro, ele disse vamos beber um Planalto e eu percebi penalty...:)
    Não tem nada a ver. Mas foi o que percebi. O jantar ia ser dourada escalada...e eu a pensar..."olha o que me saiu na rifa..."...ainda hoje esta história é motivo de sonoras gargalhadas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Planalto ! excelente branco/seco do DOURO.
      Que belos jantares no "Ribamar" em Sesimbra (anos 90)regados com esse néctar !

      Eliminar
  48. Que comédia!!
    Hamburgers de 3 andares, 17 ingredientes e 5 molhos também dão boas risadas em primeiros encontros. Ou segundos. Ou décimos encontros! E o estupor do ovo estrelado la no meio pode ir sempre acabar espalhado no vestido mega giro e sexy e tal...
    Maria

    ResponderEliminar
  49. Ahah excelente post. A pipoca é realmente fantástica! M.

    ResponderEliminar
  50. No sushi o top dos tops é comer um temaki :) é muito sexy a maneira como se abre a boca para se abocanhar o temaki, pode sugerir coisas interessantes.
    Mas na verdade acho que num primeiro encontro se deve ir onde apetecer, se evitarmos ou formos artificiais não seremos as pessoas certas um para o outro. Se é frango à mão que seja, se for pizza com muitoooooooo queijo que seja, nada contra. Devemos ser quem somos :) mas achei piada ao texto.

    ResponderEliminar
  51. Dar puns cá nojo, nem passados 10 de casados. Please on WC. A sério que a pipoca dá puns ao pé do marido...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei, eu diria que uma relação não é só para ver as coisas bonitas. E dado que todo o ser humano tem gases às vezes não dá para disfarçar. Ou nunca teve uma diarreia ou uma indigestão? Há limites, mas também acho triste ter tanta vergonha ao ponto de não ter uma relação íntima que mostre (por vezes) coisas naturais do corpo humano.

      Eliminar
    2. Pois... acho horrendo. Cada um faz o quer. E não vergonha, é mesmo nojo. Peço desculpa. Tanta merda num primeiro encontro com comidas desastrosas e merdas nos dentes, mas depois de estar conquistado, é puns, arrotos, macacos do nariz e por ai fora, tudo coisas bonitas :D

      Eliminar
    3. Pois caro anónimo (ou anónima), eu nunca dei puns em frente a ninguém, simplesmente porque quase nunca os tinha (felizmente) e quando os tinha eram pequenitos e eu conseguia aguentar até chegar ao wc. Mas entretanto casei e não, não foi depois de casar que comecei a dar puns, embora o meu marido os desse à minha frente, mas depois engravidei, eu ou o anónimo é um homem, ou uma mulher que ainda não esteve grávida (ou teve uma gravidez santa, abençoada!) e depois de engravida... Nem é bom, tudo se mudou cá dentro e toda a minha vazilha deixou de vedar devidamente... é a vidinha!! Ele (o sr. meu marido) se levou com o bom, teve que aguentar com o mau, que até foi provocado por ele (devido à gravidez) e ele ficou entusiasmadissimo com o 1º pum... Ao que aprece mostrei-lhe mais à vontade, confiança e cumplicidade! Vá-se lá entender, não podemos ser todos iguais!

      Eliminar
    4. Temos que os dar não é? Ninguém os vai comprar!

      Eliminar
    5. Sílvia, já fui mãe 2 vezes à 2 e 5 anos e não foram gravidezes maravilhosas, mas não me deram para peidar. Devo ter dito muita sorte. Ainda bem que a Sílvia encontrou nos peidos confiança e cumplicidade :D haja alguma coisa de positiva na merda para si.

      Eliminar
    6. ahahahahah que riso!

      Eliminar
  52. Agora tenho fome.

    ResponderEliminar
  53. Cláudia Duarte21 agosto, 2014 12:42

    O pior é quando temos vontade de vomitar enquanto estamos à mesa, como me aconteceu no primeiro encontro ahaha
    Ele escolheu um asiático e eu fui naquela de provar, porque não é muito a minha onda. Certa altura provei sushi e odiei tanto que tive de disfarçar, respirar devagar e abanar-me a fingir que estava com calor. Ele na altura até pensou que já eram efeitos do álcool. Mas apesar disso correu tudo muito bem e rimos desse jantar até hoje :)

    ResponderEliminar
  54. Muito bom!! Obrigado pelas gargalhadas que já me fizeste dar! ;-)

    ResponderEliminar
  55. Para caçarem o homem fazem de tudo... Passado uns anos.... Não fazem nada.... Deixam-se engordar, peidam-se, cuecas até ao pescoço, mamas até aos joelhos, amigos quando a esmola é muita desconfiem ..... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahahah cruel mas verdadeiro!!! Devia ser ao contrário, eu tento que seja... :)

      Patrícia

      Eliminar
    2. Cruzes!!!!!!! "Cuecas até ao pescoço, mamas até ao joelho..." Ja sus

      Eliminar
    3. Ahahahahahah Nunca me ri tanto com um comentário. Muito bom! :D

      Eliminar
  56. Então comem o quê? LOLOL. Boas observações, por sinal. No entanto, aparentemente tudo é um acidente presto a acontecer :P. Sugestão: Mulheres, sejam mais descontraidas. Tentem não pensar de mais e gozar o momento. A simplicidade é a maior aliada neste tipo de situações

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem verdade. Demasiadas regras tornam uma pessoa num robô... Se estamos num encontro para conhecer a pessoa mais vale conhecer a verdadeira pessoa!

      Eliminar
  57. Muito bem analisado ahaha
    Ainda assim, voto num sushi :)

    http://trendylisbon.com/

    ResponderEliminar
  58. É por isso mesmo que o meu primeiro encontro envolveu só uma sangria num bar da praia :)

    ResponderEliminar
  59. Eu arranjo sempre maneira de fazer asneira na hora da comida. Nasci com as mãos entarameladas, só pode. Sou o tipo de pessoa que adora sushi, mas que não consegue pegar nos pauzinhos de maneira nenhuma, mas como a boa portuguesa que sou, desenrasco-me. Deixo sempre cair algum talher; ao fazer algum gesto mais entusiasta durante a conversa derrubo algum copo. E o pior? É que não há dia em que não derrame qualquer coisa em cima de mim.
    Não consigo fazer boa impressão durante a hora da comida e, se fosse baseado nisso, seria solteirona para o resto da minha vida. Vá lá que o meu homem achou algum tipo de charme neste desastre que sou.

    ResponderEliminar
  60. É isso e fingirmos que comemos pouco nos primeiros encontros. :) Lembro-me que, sei lá, passados uns encontros (já namoravamos) estávamos a comer uma picanha super mal servida no restaurante e no final me virei para ele (ainda estávamos a fazer cerimónia a deixar uma fatia) e eu disse "bem, vamos deixar-nos de fitas. Estou cheia de fome e tu também, vamos jantar de novo a outro lado!"

    A partir daí comemos sempre como duas pequenas lontras. :)

    ResponderEliminar
  61. Marisco e frango assado são mesmo duas coisas que evito comer em qualquer restaurante... infelizmente Deus não me deu o dom do meu marido que consegue comer qualquer coisa de faca e garfo, portanto está fora de questão ir para restaurantes fazer figuras tristes!!!

    ResponderEliminar
  62. Muita coisa se disse ao longo deste rol de mais de cem comentários. Ri-me a bandeiras despregadas. A partir do post, muito bom, da Pipoca, "descambam" tais "teorias espetaculares", que parar de rir/sorrir é quase impossível. Em suma, na minha modesta opinião e brincadeiras à parte, o que a Pipoca, aqui, traz é isto: um primeiro jantar diz tanto das pessoas envolvidas...! É só estar atento/a :)

    ResponderEliminar
  63. Adorei este post! Num final de dia super cansativo, só mesmo tu e um texto destes para me fazer rir... =D

    ResponderEliminar
  64. Um post super divertido! É impossível não rir com certas imagens! :p
    E ainda em relação ao sushi: mesmo que corra tudo maravilhosamente bem com os pauzinhos, ainda há situação de ficar com a boca cheia, tipo esquilo! Haha Sim, porque tentar partir uma peça ao meio também não funciona muito melhor!

    ResponderEliminar
  65. Pipoca, mais um texto fantástico!!! O que eu me ri, na descrição da pizza até me caíram lágrimas.Há textos teus que deviam ter um aviso luminoso junto ao titulo a avisar que devem ser lidos em casa, porque toda a gente à minha volta deve ter achado que eu era maluquinha... ;)
    Felizmente eu não sofro de nenhum desses males uma vez que sou uma enojadinha e não consigo tocar em comida (confeccionada) com as mãos, até camarão ou pizza tenho de comer de faca e garfo. E não, não sou afectada nem tenho a mania, só não gosto mesmo de comer com as mãos :)

    ResponderEliminar
  66. Hum..para mim peixe com muita espinha é o pior, sempre a irmos com a mão à boca tirar a espinha...horrivel!!

    ResponderEliminar
  67. Ahahahahaha.....muito bom pipoca como sempre!!!!

    ResponderEliminar
  68. Muito bom. Mas só para fugir à regra o primeiro jantar com o meu atual namorado foi na copa do call center onde trabalhávamos na altura. Coisa mais romântica não há. Mas já lá vão 7 anos :)

    ResponderEliminar
  69. Ai pipoca eu nunca me ri tanto com um post teu!!! ahahahah muito bom mesmo!!

    ResponderEliminar
  70. Ora vamos lá ver, e se for comer uma pizza e depois aproveitar já que se está no Colombo e ir ao cinema ver um filme em 3D? Há lá coisa mais embaraçosa do que colocar aqueles óculos no primeiro encontro?! é que nem dá para disfarçar do género: ah não deixa estar, eu não preciso!E depois se a pessoa que está connosco já usa óculos e tem de meter aqueles por cima? Como manter a chama depois do filme acabar? Muito cuidado com os 3D!

    ResponderEliminar
  71. Epá Pipoca, desculpa lá,mas este post fez-me lembrar as dicas da Ragazza!!!!O que interessa não é a comida, mas uma boa conversa,envolvida num bom jogo de sedução!Para deixar água na boca para a parte mais atrativa: a sobremesa!;))

    ResponderEliminar
  72. Bommmm, pelo sim pelo não , melhor mesmo é não comer a avaliar pelo artigo , é passar logo á acção !!!!

    JA

    ResponderEliminar
  73. Bem... os "puns" foram assim a "cereja em cima do bolo" (forma de falar, claro!!!) :D :D :D !!!!!
    Concordo com tudo mas, para mim, a canela é assim uma coisa terrível. Ficamos com um sorriso de quem nunca viu dentista nem dentífrico! :/

    ResponderEliminar
  74. Pipoca, que falha!! Então e os cachorros??

    ResponderEliminar
  75. Discordo totalmente quanto à pizza, se for num italiano de topo qual é o problema de escolher uma pizza com pouco queijo e que, obviamente, será comida com talheres???

    ResponderEliminar
  76. Falta um prato que adoro: FEIJOADA!!! :D

    ResponderEliminar
  77. Se calhar é por viver numa terra de peixe, mas penso sempre num prato específico que deve ser desastroso: chocos com tinta!! :)

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis