Pub SAPO pushdown

Interruptor anti-tralha

terça-feira, julho 15, 2014
Em todas as casas devia existir um interruptor que nos livrasse de tralha. Fazíamos a devida programação, definindo o que poderia ser enquadrado na categoria tralha, e depois era só carregar e tudo o que estivesse a mais lá em casa desaparecia-nos da vista, ia para o ciber-espaço, sumia-se para todo o sempre. Isto aplicava-se a tudo. Tupperwares sem tampa (para onde raio é que elas vão, senhores???), meias sem par, vestidos que não se usam, livros que não voltarão a ser lidos, revistas que só acumulam pó, papeladas várias e tudo aquilo que se tem em excesso. Queria dar uma grande, grande volta à minha casa e livrar-me de tudo o que está a mais, mas calculo que teria de tirar umas três semanas de férias e não tenho vida para isso. Depois, não sei o que fazer às coisas. Presumo que poderia dar muita coisa (coisas boas, não tralha), mas também não sei muito bem para onde as encaminhar, por isso vou só distribuindo algumas coisinhas pela família/amigos. Também podia vender, mas acho que tenho uma fraca veia mercantilista, por isso vou continuando a minha saga de acumuladora infeliz. Até que um dia me vou passar, enfio tudo em caixotes e atiro-os ao mar assim a meio da noite, como quem não quer a coisa, qual assassino a querer desfazer-se de um corpo. Se olhassem para o meu escritório perceberiam melhor do que falo. Não mostro fotos por vergonha do caos em que está. Um interruptor. Eu preciso é de um interruptor que faça a tralha eclipsar-se. Não havendo (ainda) espero que tenham para aí alguma sugestão útil. Queria fazer um reset e começar do zero. Quero um espaço clean, minimalista, não quero olhar e ver coisas a saltar de cada canto, e eu sem saber o que lhes fazer. Isto é uma coisa que me mexe com os nervos, juro. 

65 comentários:

  1. Se por acaso encontrares diz : ) Aqui preciso exactamente de algo assim, que arrume ou deite fora tudo o que não interessa. E não é pouca coisa... Um ano numa casa nova dá para "coleccionar" muita coisa que não interessa!

    http://mundodamafy.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Olá Pipoca :)

    Se tivesses muita roupa que te quisesses livrar, fazias um leilão aqui no blog e era um sucesso, fica a dica :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. concordo! a preços acessiveis, era ouro sobre azul

      Eliminar
  3. Quanto à tralha não posso fazer nada, quanto aos Tupperwares sem tampa ou estragados, sei que podes encomendar tampas separadas (e outros acessórios que te possam faltar) :)

    ResponderEliminar
  4. Não sei se ajuda mas a emaús portugal normalmente recebe a "tralha" toda e usa-a para venda em segunda mão etc de modo a angariar fundos para os seus projectos de caráter social. há uma perto de Lisboa, talvez seja uma ideia para algumas dessas coisas que já não pode ver pela frente e que até contibuem de modo solidário, como a pipoca tanto aprecia.
    Também odeio quando isso me acontece e conheci a emaús na Holanda, onde é mais comum as lojas deste tipo.
    Não sei como funciona aqui em Portugal, mascom sorte até aceitam tudo o que a pipoca jánão pode ver pela frente :p

    ResponderEliminar
  5. Só há mesmo uma solução, arregaçar mangas e ir ao trabalho. Também fiz uma limpeza dessas há bem pouco tempo em minha casa. Meti tudo em sacos e caixas e estão fora de vista. Sim, confesso que estão armazenados numa garagem à espera de destino, porque ainda não sei se dou ou vendo. Mas a minha casa, essa ficou um brinco. Clean e arejada, bem como eu gosto :)

    ResponderEliminar
  6. Pipoca, fazemos o seguinte...eu vou aí para casa as três semanas e limpo a tralha. O que for possível vender-se, vendo!
    Contratada??? :)

    ResponderEliminar
  7. The busy woman and the stripy cat. Uma inspiração.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também sigo o blog dela e já li os livros. Tem soluções interesantes mas algumas acho demasiado extremistas: "fazer scanner de todas as fotos revistas e alguns livros e deitar os originais fora" ???? Acho demasiado. Concordo que devemos ser cada vez mais minimalistas e organizados, mas algumas coisas acho exagerado.
      Maria Rocha

      Eliminar
    2. fazer scanner de todas as fotos e deitar fora???? essa senhora deve estar doida, apesar de dar imenso trabalho é ridículo deitar fotografias fora e guardar apenas a digitalização

      Eliminar
  8. Ana, vivo de uma forma minimalista desde que saí da casa dos meus pais e vivo na minha própria casa, deito tudo fora (calma, tudo o que é supérfluo). Forço-me a arrumar tudo na hora (ex: correspondência, revistas que vêem pelo correio, compras de supermercado, e neste caso tiro logo tudo das caixas para ter mais espaço e os produtos “respirarem” nas gavetas e prateleiras). Se pego numa peça de roupa que não usei na estação passada, vai para um saco, esse saco vai para a arrecadação por mais uma estação, e se não senti falta nem saudades do que lá estava dentro, vai directamente e SEM abrir (importante não abrir senão pode voltar tudo para o roupeiro de novo apenas por nostalgia) para a igreja. A roupa, tenho-a sempre arrumada, e sei exactamente o que tenho e onde (tenho um pequeno armário onde ponho lá as coisas que não me apetece arrumar na hora para arrumar mais tarde, nunca deixo nada espalhado) tenho um alguidar grandinho que uso para percorrer a casa toda, tudo o que não esta no sítio vai lá para dentro e depois de uma só vez pego nessas coisas e arrumo-as. Normalmente faço isto na vespa de limpar a casa, porque para mim, arrumar e limpar no mesmo dia é muito desgastante, e assim o dia de limpar acaba por ser mais rentável. O meu lema é viver numa casa apenas com o que preciso e a nível de objectos de decoração tenho apenas o que me diz mesmo muito. Se não precisei de determinada “coisa” durante um ano, vai para o lixo, e se algum dia precisar, compro. A casa tem um aspecto sempre arrumado e sem tralha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. quem me dera ser assim...

      Eliminar
  9. Também eu sofro do mesmo mal. O meu problema é que acho sempre que a tralha me vai fazer falta um dia. Não consigo desfazer-me dela ...

    ResponderEliminar
  10. Tenho com toda a certeza bem menos coisas, tralha, roupas... Mas - e aqui falando mais sobre roupas, sapatos, malas e outros têxteis - pelo menos duas vezes por ano dou uma volta gigante ao meu roupeiro, gavetas e cómoda e meto várias coisas de lado para dar. E a quem as dar? Eu normalmente dou a familiares e amigos, porque não é assim taaaaanta roupa e existem várias pessoas próximas que precisam e sei que usam tudo o que dou. Mas existem imensas associações que precisam de roupas, calçados e até livros. Há uns tempos pus todos os meus livros que sei que não vou precisar mais nem voltar a ler (escolares, ajuda ao estudo, literatura, etc) de parte e enviei por correio para várias associações. Para quem não sabe este envio é GRATUITO, basta dirigirem-se aos CTT e pedir as caixas para enviar para associações, na caixa estarão vários nomes de associações para onde enviar, não tendo assim que se preocuparem com moradas e outras chatices.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. por acaso não sabia mas é uma óptima ideia :)

      Eliminar
  11. Eu sou perita em "despachar" tralha! Detesto ver coisas por todo o lado nunca conseguiria ser acumuladora :)
    Bj S

    ResponderEliminar
  12. Eu cá acho que se publicasses no blog aquilo que não queres e vendesses a preços simbólicos não iam faltar pessoas a querer comprar. É uma forma de reutilizar o que para ti não serve mas talvez dê jeito a outros. Eu não sou muito de comprar coisas usadas, mas já o fiz (poucas vezes é certo) mas quando o produto está a um preço mesmo baixo até compensa.

    ResponderEliminar
  13. querida pipoca,o melhor mesmo e tirar uma semanita de ferias e tirar tudo do sitio e so guardar o necessario pq acredite que vai sentir-se mt mais leve ahah
    roupas pdem ir p instituiçoes ,ou entao lojas de roupa em 2' mao,livros pdem ir pa bibliotecas,e axim...se for um seu,eu fico com ele ahah
    revistas ou guarda p consulta ,ou entao ecoponto...

    espero ter ajudado...beijoca ,C .

    ResponderEliminar
  14. Olá Ana!
    Já anteriormente lhe tinha mandado um mail com dicas sobre como organizar o armário da roupa, em que lhe sugeri cruzetas, ou cabides (como dizem no Sul :-) ) para as mais variadas peças de roupa e creio que aqui posso dar mais uma sugestão. Também eu tenho a mania da organização e ajudou o facto de ter estado desempregada algum tempo para organizar a minha casa como eu gosto. Tudo agora têm o seu devido lugar e é só enfiar nas caixas para o efeito. É óbvio que também há empresas que o fazem por si (comentário à parte, o meu sonho era ter uma empresa destas!!!) , mas se tiver oportunidade poderá fazer as coisas mais ao seu jeito.
    Soluções: comprar caixas de cartão castanhas do IKEA http://www.ikea.com/pt/pt/catalog/products/00100467/.
    Enfiar lá dentro o que é para dar (mais tarde selecciona em função do que tem, a quem dar). Pode optar por dar roupa e meias sem par, como referiu, a projectos que façam restyling de roupa, vão ficar imensamente agradecidas, acredite. Ou, em alternativa, dar às comissões vicentinas da paróquia. Eles organizam vendas do Natal para angariar fundos para as pessoas carenciadas da freguesia, e as peças que não tem par eles optam por fazer coisas de costura (durante o ano juntam-se para fazer coisinhas com as pessoas dos lares de terceira idade). Todos os anos dou imensos bibelots que me oferecem e que eu não gosto e eles adoram receber coisas novas para angariar dinheiro.
    Quanto à papelada, se tiver espaço, compre caixas, também do IKEA http://www.ikea.com/pt/pt/catalog/products/10224325/
    e coloque lá aquilo que não é para deitar fora no imediato mas que fica arrumado e etiquetado. A lógica é: "para já está arrumado, se não precisar disto no espaço de meio ano, lixo!!!". Eu optei por colocar lá revistas, catálogos e coisas do género; “para ver mais tarde”, “papelada para organizar” “tralha do marido para ele ver”. Fica por cima das prateleiras de livros do escritório, são bonitas, têm etiquetas com tudo o que lá tem dentro e as coisas ficam arrumadas e quando não soubermos onde enfiar um papel, vai para lá. Se em meio ano não mexer naquilo, lixo. Também pode, como lhe disse, contratar uma empresa para o fazer por si: http://www.organizamosasuavida.com/index.php
    Espero ter ajudado,
    Beijinhos,
    Maria Rocha

    ResponderEliminar
  15. Contrata a Mónica http://www.organizaracasa.com/

    ResponderEliminar
  16. O CASA (centro de apoio ao sem abrigo), além de apoiar pessoas que vivem na rua, trabalha com famílias carenciadas, e certamente aceitará de bom grado o que puder dar. Quanto ao minimalismo, recomendo um blogue, be more with less :)

    ResponderEliminar
  17. http://girlswithorwithoutbangs.blogspot.pt/2014/07/limpeza-da-alma.html
    Já não me sinto tão perdida...não há meio de terminar as minhas "limpezas"

    ResponderEliminar
  18. Quando faço o inventário cá em casa e me desfaço de roupa, sapatos e malas de todos lá em casa, coloco em sacos por género (Homem/mulher/criança/sapatos/malas) e quando saio passo por zonas onde haja contentores de lixo e deixo-os fechados ao lado ou atrás. Há sempre quem passe e leve porque precisa. Já me tem acontecido no final da volta passar pelos locais e os sacos já lá não estarem e de ver pessoas que sei que são necessitadas com as roupas vestidas. Revistas ficam bem no ecoponto. Livros não se deita fora!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já há locais onde os contentores são mesmo para doar. Algumas juntas de freguesia têm, é só uma questão de perguntar onde

      Eliminar
    2. Em Lisboa há vários contentores da Humana:
      http://www.humana-portugal.org/index.php?id=1

      Eliminar
    3. Atenção que a Humana revende a roupa, não a entrega a ninguém nem a nenhuma instituição.

      Eliminar
    4. Sim, revende a roupa, mas o dinheiro feito com essa revenda vai para projectos de desenvolvimento em África :)

      Eliminar
  19. Pipoca, tal como o blog "the busy woman and the stripy cat", este que te deixo de seguida também dá umas boas dicas para nos livrarmos da tralha! :) http://vidaorganizada.com/produtividade/a-tralha-nossa-de-cada-dia/

    ResponderEliminar
  20. Sou ótima a destralhar. Adora a sensação de "menos tralha". Depois é só voltar às lojas e começar a comprar, outra vez.

    ResponderEliminar
  21. Andei nos últimos 6 meses a limpar tralha da minha casa!!! Aos poucos e poucos... um dia aqui, outro ali... e ainda falta o sótão... resumindo, é trabalho que nunca acaba!!!
    Guardamos tralha que nem sabemos para que serve...

    ResponderEliminar
  22. Olá
    este busywomanstripycat.blogspot.pt também me parece bem
    e este (não sei se estará actualizado):
    http://www.ondelisboa.com/onde-doar-roupa-brinquedos-bens-lisboa/

    o melhor mesmo é ir doando, livros, roupa e outros objectos, podem ajudar e servir outras pessoas, entidades, animais (é uma boa sensação e assim não haverá pena/nostalgia em relação a objectos que se está na dúvida e se guarda para nada!), menos coisas, menos pó, menos tempo que se perde com tralha:)

    ResponderEliminar
  23. A propósito deste tema, alguém sabe onde posso doar CDs e DVDs?
    Obg

    ResponderEliminar
  24. Faz assim, mete tudo que não te interessa ao monte ou numa divisão, calcula um preço que queiras pelas coisas, depois envia-nos uma foto geral e o preço, que nos vamos ai buscar se acharmos que nos compensa, não tens que fazer nenhum esforço e ainda recebes qualquer coisa!
    obazaar.tomar@gmail.com
    https://pt-br.facebook.com/OBazaarTomar?fref=ts

    ResponderEliminar
  25. faz um outlet aqui pipoca nós iamos adorar, livros, roupa tudo :)

    ResponderEliminar
  26. Isso é que era!

    http://soentrenos.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  27. Todas as casas deviam vir equipadas com um sistema tipo "buraco negro" para onde toda a tralha fosse automaticamente sugada. Isto sim, era resolver o assunto de forma eficaz!

    ResponderEliminar
  28. Porque é que não faz um leilão online!!! Era uma óptima ideia!!

    ResponderEliminar
  29. Pipoca, tens de ter um homem como o meu :-p
    Beijoca ;-)

    ResponderEliminar
  30. Oprah's way: http://www.oprah.com/home/Declutter-Tips-Organizing-Strategies?FB=fb_omag_13_declutter_strategies
    boa sorte! :)

    ResponderEliminar
  31. Cara Ana,
    Tenho uma sugestão para si: é certo que podia vender muita coisa que estivesse em bom estado e tivesse utilidade, ganhando com isso algum (mesmo que pouco) dinheiro... no entanto, e perante a crescente pobreza que assola o país e quando todos os dias lemos notícias do aumento de carências entre os mais desprotegidos do sistema, sugiro que doe o máximo que puder. A cáritas tem uns contentores à porta de várias igrejas que recebe roupa, sapatos, pequenos electrodomésticos, etc. Doar é um gesto fácil e que pode contribuir muito para ajudar alguém - por exemplo, com tanta coisa gira que tem e que lhe dão em virtude do seu trabalho, quem sabe se as roupas, sapatos e bugigangas que doe não vão ajudar a melhorar a imagem de alguém que causará muito melhor impressão numa entrevista de emprego? É só uma pequena sugestão, que lhe dou a si e aos seus leitores... afinal, se cada um de nós fizer um bocadinho que seja, todos juntos já fazemos diferença!

    ResponderEliminar
  32. Engraçado, toda a gente a querer livrar-se da tralha e eu com a casa nova quase vazia :P Mas lá dizia Mies van der Rohe "Less is More" :D
    Boa sorte nas arrumações :D

    ResponderEliminar
  33. Contrata alguém que te ajude a organizar as coisas, a decidir o que vender/dar/deitar fora.

    ResponderEliminar
  34. podias vender algumas das tuas roupas no blog

    ResponderEliminar
  35. se quiseres uma estante rotativa mesmo modernaça da Area, um móvel d'apoio tv ou uma mesa jantar, tudo em wengue e maravilhoso, com preço MT em conta, avisa!!.. ou se puderes divulgar diz que te envio anúncios.. tenho mesmo de vender..

    ResponderEliminar
  36. Pipoca, eu volta e meia....vai tudo na frente! Separo o bom para dar para caridade, separo o que nem sei porque tinha guardado para o lixo e pumba!Lá vai tudo, perco o amor a não sei quantas coisas e coisinhas. E nunca fiquei com pena!

    ResponderEliminar
  37. Eu cá mudo de casa de 2 em 2 anos, no máximo 3. Levo tudo o que preciso para a casa nova e o que fica na casa que deixo, DOU!
    É muito mais fácil retirar o que precisamos do que selecionar o que não queremos. Só assim dá resultado. A família tem aumentado, daí a necessidade de mais espaço e por outro lado livro-me do que já não nos serve.
    Fica sempre tudo clean, organizado e impec!
    Alicinha

    ResponderEliminar
  38. Olá Ana,
    Com relação às roupas e os potes de Tupperwares sem tampas não sei qual o melhor destino. Porém quanto aos livros, posso sugerir que você "esqueça-os" por aí. Não digo que tenha, repentinamente, uma crise do Mal de Alzheimer. Eu explico: participo desde o ano passado de uma campanha mundial chamada BookCrossing Blogueiro em que livros são "libertados" por aí (num banco de praça, zona de restauração de Centro Comercial, sala de espera de dentista/medico, etc) com a finalidade de difundir o hábito da leitura. E para que ninguém venha a correr atrás de nós a devolver-nos o livro "alforriado", colocamos um bilhete informando que ele não é um livro perdido, mas sim, um livro liberto para que mais pessoas tenham a possibilidade de leva-lo, lê-lo e liberta-lo novamente.
    Há também o BookCrossing Blogueiro Kids que liberta livros e bandas desenhadas infantis.
    É uma ideia a ser pensada até o próximo evento deste ano que ocorrerá de 08 a 16 novembro.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  39. Venho por este meio oferecer os meus serviços para a arrumação do seu espaço por preço a negociar.Sou jovem,tenho 33 anos,sou de extrema confiança porque nem um clip é mandado fora sem conhecimento e no último elogio que me foi dado relativo à minha própria casa foi utilizada a palavra "imaculada". Adoro organizar,acho que o faço muito bem e sou perita a livrar-me do que não presta,ou que já não tem vida própria.A minha disponibilidade é total e vivo a meia hora da cidade de Lisboa.Como não custa tentar,estou receptiva a todas as propostas nesta área,e se necessário for,adiciono a limpeza do espaço e a manutenção da organização.Forneço o meu contacto a todas as interessadas. Grata pela atenção.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou interessada.O meu mail é maia.maia1955@gmail.com.
      Que preços pratica? Moro no Campo Grande.
      Maia

      Eliminar
  40. Pipoca, não tem nada a ver com este teu post, mas o que se passa com o "fundo" do teu blog?! Em cor digamos, areia ... Leitura fica pouco agradável. Questão técnica?! Não sei

    ResponderEliminar
  41. ahahaha, foi das poucas vezes que a pipoca me fez rir, então diga lá: como é que uma pessoa com 300 pares de sapatos (tiro à sorte), 100 vestidos e sei lá quantos pares de calças pode querer ser minimalista e ter uma casa sem tralha!?

    ResponderEliminar
  42. como te compreendo... ainda agora, antes de vir para o pc, ia pegar ali num cantinho da sala, mas não estou nada motivada... parece que o truque é pensarmos em uma coisa de cada vez, mas depois olho para o resto e tudo o que está por fazer e sinto-me mesmo desanimada... Ah, e eu tenho 3 crianças, imagina...

    ResponderEliminar
  43. Muda de casa!!! vais ver que és obrigada a livrar-te das coisas!!!

    ResponderEliminar
  44. Até escrevi sobre isso há pouco tempo, mudei de casa e fui obrigada a fazer um Home Detox...(http://daspalavras.blogs.sapo.pt/home-detox-ou-isso-nao-por-favor-4066)

    "Parece que durante dez anos ali, andei a juntar coisas – o termo técnico que a minha mãe usou foi lixo – que me pareciam muito úteis, pertinentes e permanentes, mas afinal nem por isso.
    De cada vez que eles tentavam deitar algo fora e eu gritava “isso não por favor!” sentia que era candidata àquele programa do TLC em que mostram a casa de pessoas que acumulam tudo e mais alguma coisa, de tal forma que é preciso escavar túneis para se passar de uma divisão a outra."

    ResponderEliminar
  45. Tenho uma solução contratar um profissional da área que é excelente a Paula Margarido http://alinktobalance.com/

    ResponderEliminar
  46. e entao hoje aproveito e deixo aqui os anúncios..garanto que nada disto é tralha!!!.so que tenho mesmo de vender.. :( http://lisboacity.olx.pt/estante-rotativa-iid-442289779 http://lisboacity.olx.pt/mesa-jantar-redonda-com-centro-elevatorio-nova-iid-442255897 http://lisboacity.olx.pt/movel-tv-wengue-iid-456399559

    ResponderEliminar
  47. A minha garagem acumulou tanta tralha, que já nem consigo lá estacionar os dois carros! Já pensei chamar uma empresa para vir buscar tudo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, estamos a fazer um projeto na igreja em que congrego para ajudar pessoas mas necessitadas, estive a ler os comentários e peço-vos que não deite nada fora...o que muitos aqui não precisam, há vários que precisam...sempre faço doações para pessoas que conheço e que precisam...vou deixar meu email e se alguém, tiver interesse em doar, deixe-me um email que combinamos para ir pegar...o que me dizem? sheila10portugal@hotmail.com ficarei agradecida.

      Eliminar
  48. Mudei algumas vezes de casa e cada vez que mudava era limpeza total! Ou melhor pensava eu. As roupas que não queria usar mais dava para igrejas, tenho uma amiga que recolhia, confesso. Mobiliário sempre fui minilalista, porque não gosto de perder o tempo todo a limpar. Agora que viajo e nem vivo em Portugal, percebi que não preciso de quase nada! A minha proxima visita a Portugal será para limpar o que ainda anda pela casa dos meus pais, o que não é justo! Mas claro não gosto de deitar nada no lixo, acho que é um desperdício, quando há pessoas que podem precisar. Por isso procuro formas de dar ou algumas coisas ainda novas vender, mas sem todo o processo de venda online, porque isso dá muito trabalho. Se a pipoca ou alguém que leia o site souber como fazer, dê a dica. Se eu souber informo também.

    ResponderEliminar
  49. This post makes me believe that there are indeed exceptional bloggers. Reading such content motivates the readers and other visitors. This forum is extremely informative. Good work! Personal Statement Essay Writing Website


    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis