Pub SAPO pushdown

Cenas da praia #1

domingo, julho 27, 2014
- Duas irmãs a discutirem sobre quem é que vai espremer os pontos negros das costas da mãe (eu estava lá e vi);
- Grupos de adolescentes com o rádio ligado aos altos berros, como se alguém quisesse ouvir a música manhosa que ouvem;
- A senhora que conta que vieram para o Algarve "sempre a 220, 240". Aparentemente, o problema é em nome de quem é que fica a multa caso o marido (reincidente) seja apanhado. Nada de novo, também já foi apanhado com excesso de álcool. Um orgulho.
- O amigo da senhora acima, que diz cumprir todos os limites "para só apanhar multas graves... Muito graves é que não" (juro que tenho medo de viver neste país);
- A velhota que se massaja com algas "porque têm muito iodo";
- O pai que, de forma muito discreta, grita ao filho que atire um balde de água às duas miúdas que passam em biquini. "VAI, GUGAS, ATIRA AGORA A ESSAS". É uma técnica de engate infalível e mundialmente reconhecida;
- O grupo de homens que se vai sentar à beira da água para ver as duas espanholas em topless. Uma é feia, a outra é gorda. Têm as mamas de fora, é  tudo o que lhes interessa;
- A avó que corre atrás do neto e lhe grita "se te perdes dou cabo de ti!";

Adoro observar pessoas.

73 comentários:

  1. Esta é uma das minhas actividades favoritas na praia, quase como estar a ver uma sitcom, mas ao vivo. Há coisas muito...peculiares ;).
    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Realmente há com cada uma !

    ResponderEliminar
  3. Ahahah Eça és tu??

    Só não gostei da parte da gorda e feia eu nao sou um modelo e olha que ...

    bjinhos

    ResponderEliminar
  4. O que será que as pessoas dizem de ti se fores tu o objeto de observação? Curiosidade... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Possivelmente, que tenho celulite e biquínis espalhafatosos. De resto acho que até me porto com juízo.

      Eliminar
    2. Aposto que é mais tipo "olha ali a pipoca, dizia ela que só pra 2015 é que ficava boazona. Bora la dar forte nas corridas pois a ela resultou" :)

      Eliminar
    3. Uma celulite do Caraças aposto :P ao menos o resto esta tudo impecavelmente no sítio :)

      Eliminar
    4. Mas possivelmente tu tambem ja fizeste asneiras pipoca.

      Eliminar
  5. Que espécie de anormais são esses que acham o máximo andar com excesso de velocidade (ainda por cima, não são apenas mais 10 ou 20 km a mais - são mais 100!). O que é que esta gente tem na cabeça?! Se não têm amor às suas vidas, que tenham ao menos respeito pelas dos outros. Cambada de anormais.

    ResponderEliminar
  6. Eu também já ouvi: dizer mal das vizinhas e das amigas e miúdos aos berros, sem os pais ligarem nada. Se pensa que vai descansar para a praia, mais vale ficar em casa.

    ResponderEliminar
  7. Olá Pipoca, eu percebo-te porque tb ouço e vejo esse tipo de coisas, mas para mim em vez de entediada rio-me porque (tirando os excessos de velocidades que n tem piada) essas coisas como espalhar as algas na pele e assim sao para mim maravilhosamente engraçadas PORTUGUESAS. Sinceramente nos queixamo-nos mas no fundo qd estamos perante uma cambada de enjoados no estrangeiro temos saudades e disso, qd estamos na adolescência ate temos vergonha mas qd passamos os 25 e nos começa a entrar a verdadeira maturidade e vivemos sem os nossos pais vem saudades de ver esses episódios e ate gostamos e rimo-nos de.coisas impensáveis na altura. É tão bom saber que ainda não somos uma cambada de pessoas com a mania e com vergonha para tudo e que ainda há pessoas que nos recordam os tempos antigos! Gosto dessa simplicidade de ser português. Bjs pipoca

    ResponderEliminar
  8. A praia tem destas coisas, muita gente diferente, o engraçado é que os anos vão passando mas as cenas são quase sempre as mesmas mas com personagens diferentes !!!
    Bilocas :)

    ResponderEliminar
  9. tb adoro estar na praia a observar ... e há situações que se repetem em todo o lado.
    Mas a velhinha tem razão, as algas são ricas em iodo e uma das melhores formas de absorção e o contacto com a pele.

    ResponderEliminar
  10. Ahahah bom demais!

    P.s- desde sempre que vou para a manta rota e nao trocava por nada. O ritual "casa-praia-praia-cada" é insubstituivel!

    ResponderEliminar
  11. Pipoca, não encontrou por aí os famosos emigrantes portugueses que berram em francês para toda a praia ouvir? Para qualquer praia que vá, há sempre algum exemplar destes! ahahah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estava exactamente a pensar no mesmo... mas eu gosto ainda mais quando falam as duas línguas. Do estilo, asneiras em bom português e berram-nas bem alto, porque de resto dá jeito mostrar que são franceses, tem classe. Atenção que não tenho nada conta emigrantes.

      Eliminar
    2. Deixe estar, os emigrantes também não têm nada contra quem não sabe o que é passar anos a viver no estrangeiro, a falar outra língua, e em idas esporádicas a Portugal lembrar-se dificilmente de todas as palavras em português, ou largar o hábito de falar já outra língua. Mesmo eu, emigrada há um ano, com idas a Portugal de três em três meses, a ler livros em português, já dou por mim em situações em que puxo pela cabeça e a única palavra ou expressão que me ocorre é em francês. Mas se acha que só por isto tenho classe, olhe, óptimo para mim.

      Eliminar
    3. Vivo há 6 anos na Suíça e continuo a falar português sem problema algum.
      As minhas filhas falam igualmente português e alemão.
      Mas há pouco tempo conheci uma senhora há 3 anos a viver na Alemanha que só falava alemão, simplesmente porque já se esqueceu a língua portuguesa. Os avós não entendem o neto porque a criança nem 1 palavra sabe em português... Rir para não chorar!

      Eliminar
    4. Apoiado Vânia, a lingua materna chama-se assim por isso mesmo, foi a que foi incutida e não aprendida.
      E uma estupidez as pessoas aprenderem a falar outra lingua( ao qual sou completamente a favor) mas "esquecerem" a sua materna, para além de ser um orgulho falarmos uma das linguas mais dificeis do mundo ( não é para qualquer um). Temos emigrantes cá dentro do país a viver e não falam português correcto estando cá há anos. Outra coisa, nós somos dos poucos povos que imitamos os sotaque dos outros países na perfeição, de forma a nos confundirmos entre eles (ora vejam um espanhol, françes, russo, arabe, indiano a falar inglês).
      Desde sempre houve e haverá em Portugal emigração, está no nosso sangue há seculos e não se esqueçam saudade é única e exclusiva da lingua portuguesa.

      Eliminar
  12. É o melhor passatempo na praia! Isso e ler revistas de coscuvilhices. Quando estou na praia não me importo de sentir o meu QI a descer com essas coisas!

    Blog | Facebook |

    ResponderEliminar
  13. Ai no Algarve também é assim? Pensei que era só no Porto. :p

    ResponderEliminar
  14. ahahh, deves ter estado na mesma praia que eu, surreal as cenas que se passavam á minha volta!!!, ou apenas domingo ;)

    ResponderEliminar
  15. Continua a "observar", Pipoca :) Adoro ler as tuas observações !

    ResponderEliminar
  16. viens ici carlinhos qdo te apanhar vais levar uma alembradura nesse focinho ( gritos histéricos de uma emigras obviamente )

    ResponderEliminar
  17. Comenta os modelitos da festa da Sic no Seven!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  18. Nada melhor do que ver a vida a acontecer ;-)

    ResponderEliminar
  19. Eu hoje vi o grupo de putos que bebe vodka pura pela garrafa, fuma charros e canta "Tudo o que eu te dou" nas alturas (se o Pedro Abrunhosa ouvisse...ficava doente), enquanto outro puto mostra técnicas de sedução a um miúdo de 5 anos...técnica maravilhosa...atira-se ao chão num barulho estrondoso, como se estivesse a desmaiar, mesmo ao pé das moçoilas que vão a passar...fiquei triste com tanto degredo.

    http://thelusofrenchie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  20. Ok, depois desse relato só se confirma que prefiro MIL VEZES a Praia Verde :)
    Boas férias ;)

    ResponderEliminar
  21. Ahahah a pipoca é deveras fantástica! M.

    ResponderEliminar
  22. Um dos meus passatempos preferidos na praia, observar a vida alheia. Não tenho culpa que as pessoas falem alto... x)

    ResponderEliminar
  23. Eu achava que já tinhas visto isto há muito tempo em algum lado e lá encontrei
    http://diascaes.blogspot.pt/2011/08/praia-dos-cliches.html

    ResponderEliminar
  24. Demais!! LOLOL adorei a ultima da avó! É típico! Semelhante à outra do "se cais ainda levas por cima!" :)

    ResponderEliminar
  25. Adoro:)))) faço exactamente o mesmo! E a pipoca não tem celulite...a serio! Ja a vi de calções curtos e se houve coisa em que reparei foi nisso!!!

    ResponderEliminar
  26. Já me fartei de rir!! A Ana é um máximo!!

    ResponderEliminar
  27. E quando pensamos em aproveitar uma esplanada e... chegam aos nossos ouvidos as conversas dos nossos emigrantes, em que idioma? Acho mesmo que so lhes falta falar chines!!!! Avon!!! Ah vão!!! Ahh bão!!!

    ResponderEliminar
  28. Então e uma criança com uns 9 ou 10 anos a espetar uma carocha com um pau enquanto grita inúmeras vezes "morre! morre! morre!"? Medo!

    ResponderEliminar
  29. Uma pessoa vê com cada coisa...
    ahahahah

    Vanessa S.
    De Saltos por Lisboa,
    desaltosporlisboa.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  30. Essa de atirar água às miúdas é do melhor! Lá se vai um Verão de conquistas!!!

    ResponderEliminar
  31. o quanto me ri com a parte do grupo de adolescentes e o rádio, esta semana na piscina de um aldeamento tive um problema do genero, mas não eram jovens era mesmo o adulto com um tablet que deixava a musica da perry a tocar, não que tenha algo contra ela, mas juntando a musica ambiente da piscina tornava-se muita coisa para os meus timpanos.
    Solução: o meu mais que tudo qual génio do mal, desligou o wifi da piscina, momentaneamente e o sr foi embora. Dia seguinte começou por ligar o tablet na mesma playlist estridente, solução: bloqueou-se o youtube na rede wifi, toda a gente disfrutava da internet e ele não chateava ninguem.
    Porque é que temos que chegar a este ponto? Será que não é perceptível que DJ só na discoteca e que ouvir música sem phones não é um serviço público?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Coitado, esqueceu-se que, para juntar piscina ou mar, durante o dia, a "Punchcapunpumpum", deve ir para Ibiza. Só numa ilha é que aturam disso :)

      Eliminar
  32. tudo isso é tão típico sim :) ahah

    ResponderEliminar
  33. É por essas e por outras que fujo das praias portuguesas no verão!

    ResponderEliminar
  34. Tens que vir então à praia da Nazaré, é do melhor!! :D

    ResponderEliminar
  35. obrigada! é só isto! rir é bom!

    ResponderEliminar
  36. também sou bastante gordinha!! obrigada por me lembrares que nenhum homem poderá olhar para mim :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aparentemente se puseres mamas ao léu olham...

      Eliminar
    2. mas alguém disse que nenhum homem poderá olhar para si por ser gorda? Aproveite então que a Pipoca a lembrou que é gorda e faça alguma coisa por si, já que lamentos ainda não combatem gordura.

      Eliminar
    3. Anónimo das 01:58... que comentário tão parvinho, mal-educado e desagradável.

      Eliminar
    4. Lá vem outra vez a crítica aos gordos e aos magros!! Se fossemos todos iguais só havia roupas M's...

      Eliminar
    5. Anónimo da 1:58, tanta estupidez junta faz mal... ai queria dizer delicadeza, enganei-me. Está a precisar de beber umas chávenas de chá. E olhe que não faço parte de nenhum grupo de "apoio às mais cheinhas" nem sou gordinha.

      Eliminar
    6. Anónimo das 17:41: E em algumas roupas só deviam mesmo haver tamanhos até ao M!

      Eliminar
    7. Parti-me toda aqui com o/a anónimo/a das 20:36! Concordo plenamente! Além de que algumas nem deviam ver a luz do dia!

      Eliminar
  37. Gostei particularmente da penúltima :)

    Sónia
    Taras e Manias

    ResponderEliminar
  38. Detesto férias em agosto por causa disso... nunca tiro férias nesta altura, só se não tiver mesmo outra alternativa..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. não estamos em Agosto!!!

      Eliminar
    2. Alguém tem um problema para resolver com o calendário :))))

      Eliminar
  39. Ahahah, o que me ri a ler este post!!!
    Como se diz cá na Covilhã «da-lhe velhote!», és incrivel, adoro o teu blog e a forma como escreves, continua a observar as pessoas na praia e partilha connosco.
    Obrigado por estes minutos de puro riso :)

    ResponderEliminar
  40. Carolina Perdigão28 julho, 2014 22:05

    A avó a dizer para a neta: "não vás já para a água porque acabaste de almoçar e dp morres e dp sentes-te mal!". Ora pois, primeiro morre e dp é q se sente mal :P

    ResponderEliminar
  41. Também adoro observar pessoas e comentar. Um bom sítio para o fazer é na baixa :) há de tudo um pouco ;)

    ResponderEliminar
  42. Ahahah... Lindo!!!! E para quem vive no Algarve e que ousa ir à praia nos meses de verão é apenas.. just another day in Paradise!!! Bjs

    ResponderEliminar
  43. Estive na Manta Rota nos ultimos dias mas confesso que estava tão empenhada nos meus livros que acabei por me alhear do que me rodeava...mas tal cm tu também me perco a ouvir comentários alheios :) Uma vez ouvi uma conversa (eu e a praia toda) de um senhor ja velhote q tinha ido ao lado da praia de "roupa opcional" (praia do barril) e estava pasmado com o que tinha visto...tanto que descreveu tudo tim-tim por tim-tim

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nesse caso, "tim-tim por tim-tim", LITERALMENTE! Blhac! ;)

      Eliminar
  44. E esta: O avô que diz ao neto quando ele sobe para as pedras do paredão: Se cais ainda levas nas trombas!!

    ResponderEliminar
  45. E quando queremos dormir um pouquinho e lá está aquela a gritar com os miúdos! Chiça!!

    ResponderEliminar
  46. Wow... Acho que em vez de haver documentários sobre a vida selvagem deveria haver sobre as pessoas!

    ResponderEliminar
  47. Tesourinhos.. no entanto cara Pipoca, as algas são altamente ricas em iodo e muito benéficas para a saúde

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis