Pub SAPO pushdown

Os abdominais ao fundo do túnel

quarta-feira, junho 11, 2014

Comecei a treinar com o Pedro, da Treino em Casa, há três meses, muito por causa da Sónia e da Catarina. Ambas treinavam com ele e ambas estavam altamente motivadas. A Sónia ia relatando no blog os seus treinos demoníacos e com o livro da Catarina - em que conta como perdeu 15 quilos e mudou radicalmente o estilo de vida - percebi que o treino acompanhado e personalizado tinha realmente efeitos. Estava numa fase um bocadinho desmotivante no que tocava ao exercício. Ia à minha zumbinha e pouco mais, não estava muito feliz com o resultado pós-gravidez, por isso percebi que estava na hora de fazer mais alguma coisa. Pedi à Catarina que me desse o número do Pedro e liguei logo naquele dia. Se estava a resultar com elas também tinha de resultar comigo.

Marcámos o primeiro treino na rua e nesse dia chovia a potes. Lembro-me perfeitamente do que o Pedro me disse: "se superares este teino estás pronta para tudo". Disse muita asneira em silêncio. Estava completamente fora de forma, tinha frio, estava ensopada, e estava ali, no meio da rua, a saltar e a fazer agachamentos. Não dei parte de fraca. Caraças, era o primeiro treino, tinha de parecer uma pessoa altamente empenhada. Bullshiiiiiiiiiiit! 

Depois deste seguiram-se muitos outros. Dois ou três por semana. Todos eles duríssimos. Estão a ver aquele slogan do "todos diferentes, todos iguais"? Pois, neste caso é mais "todos diferentes, todos infernais". Nunca tive dois treinos iguais, já fiz uma data de exercícios diferentes, já usei uma data de aparelhos diferentes (TRX, bosu, ...). Isso é bom, porque nunca sei ao que vou, mas sei que não há treinos fofos e calminhos. E quando penso que já não pode haver pior... surprise, surprise, há pior! Na segunda, por exemplo, fiz treino só de braços (para dar descanso às pernas depois da corrida de sábado) e houve ali momentos em que tive vontade de chorar. 

De quando em vez já me sai uma asneira em voz alta. E uns gritos de dor. E umas fitas ("não quero maaaaaais, chegaaaaa, isto é horríveeeeeel!"). E o Pedro, coitado, lá me vai aturando e puxando por mim, que se há homem que tem fé nas pessoas é este, que acha que somos sempre capazes de dar mais e não aceita um "não consigo". Resulta. Às vezes sei que consigo fazer os exercícios só por causa da raiva acumulada. Se não há mesmo volta a dar, mais vale fazer. E fazer bem, que acho um desperdício de tempo (e de dinheiro) estar  ali a engonhar e a fingir que se faz.

No final da semana passada fizemos a primeira avaliação. Já era para ter sido feita há mais tempo, mas foi sendo adiada por um motivo ou por outro. Sobretudo pelo meu medo de que o treino (e os cortes na alimentação) não tivesse dado resultados nenhuns. Avisei o Pedro que se nada tivesse melhorado acabavam-se logo os treinos, que isto de andar a malhar só para aquecer não dá para mim. Mas houve resultados. E fiquei contentinha. Perdi 4% de massa gorda (de 25% passou para 21%), o que para mim foi assim uma coisa épica. O peso não alterou grande coisa (de 58,7 para 58), mas também não contava muito com isso. Vai-se a massa gorda, vem o músculo, que pesa mais.

Quando definimos os objectivos iniciais disse ao Pedro que queria uns abdmonimais-estilo-Carolina-Patrocínio, por isso o treino foi sempre um bocadinho mais focado nessa zona. Que, assim como assim, é a que sofre mais depois da gravidez. Estão os meus abdominais perto dos da Carolina Patrocínio? Ui, não, nem pensar. Mas, mas, mas… perdi cinco centímetros de perímetro abdominal e um centímetro de gordura. Um centímetro!! O que significa que, estando a zona a ficar mais limpa, os pequenos abdominais já  começam a dar um ar da sua graça. Espectacular.

O dinheiro que pago todos os meses ao Pedro é o mais mal gasto e o mais bem gasto da minha vida. Mal porque pago para sofrer, e isso é um bocado… estúpido. Não me lixem, treinar é horrível, não tiro dali prazer nenhum. Excepto quando acaba. Dá-nos dores em todas as partes do corpo (durante e depois), obriga a um espírito de sacrifício incrível e é uma obrigação que tenho de levar a cabo, porque se não me obrigar não há volta a dar, fico na cama e acabou-se. Quando não se gosta é assim. Por outro lado… bem, por outro lado temos os resultados, e isso é o grande factor de motivação. Não gosto de treinar, mas gosto dos resultados. E gosto de me ir superando. E gosto de ir vendo o corpo a mudar aos bocadinhos. E de ver que vou conseguindo fazer mais flexões, e mais abdominais, e mais agachamentos. Mesmo que me queixe até ao infinito. Por tudo isto, este dinheiro é bem empregue.

Não sai baratinho ter um PT à nossa disposição (sai bem mais em conta ir para um ginásio), mas o processo não tem nada a ver. Em primeiro lugar, porque temos ali uma pessoa que está a investir tempo em nós  e que não queremos desiludir. Depois, porque todo o treino é desenvolvido a pensar em nós. Nos nossos objectivos, nas nossas limitações, no que somos capazes de fazer e naquilo que nem fazemos ideia que conseguimos. E à medida que nos vamos superando pensamos "eh lá, se calhar ainda há esperança para este pudim flan em que me transformei".

Ainda tenho muito caminho pela frente e muito para sofrer mas… no pain, no gain, não é verdade?
Fica o relatório oficial do Pedro sobre a minha avaliação física:

"Na primeira avaliação, no dia 5 de Março de 2014, a Ana apresentava uma condição física baixa e uma motivação para o exercício físico reduzida. Os objectivos passavam por melhorar a condição física, reduzir a massa gorda e definir a musculatura, em especial na zona abdominal. Definimos, por isso, um programa de treino regular, acompanhado por um regime alimentar adaptado. Em termos clínicos não apresentava nenhum factor de risco, tendo sido mãe há 7 meses.
Na avaliação de 6 de Junho de 2014 a Ana apresentou uma melhoria significativa da condição física, duplicou todos os valores de força e agilidade. O desempenho positivo no treino aeróbio é comprovado pela melhoria dos seus tempos em corrida. Relativamente à composição corporal verificou-se uma diminuição 4,19 % na massa gorda, estando esta abaixo do normal para a idade. O treino, a alimentação e o cumprimento com os procedimentos diários de cuidado com o corpo resultaram numa redução significativa da prega abdominal (- 9 mm), factor condizente com um dos seus grandes objetivos.
O desempenho e motivação da Ana nos treinos tem vindo a melhorar muito. Os resultados são extremamente positivos, dando indicações que, mantendo a disciplina e regularidade, conseguirá atingir os seus objetivos.


Recomendo que a Ana festeje esta vitória, pois foi resultado do seu esforço e dedicação. Parabéns!"

42 comentários:

  1. Parabéns Pipoca :) you go girl!

    ResponderEliminar
  2. Apesar de a Ana não ter horários, o que possibilita estes treinos (que para a maioria dos mortais trabalhadores seria impossível) admiro o seu esforço. Está muito bem fisicamente, agora é só continuar =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está a ver o disparate que está a dizer?! Então um PT dá os treino, no dia e na hora que o aluno marcar!!

      Eliminar
  3. Parabéns Ana que estás lindissíma, elegante e cada vez mais gira:)
    Eu que já frequentei ginásio 6 anos, sou a prova provada que custa como a merda mas compensa. Perdi 16 quilos, voltei a vestir um 36 (tinha 43) e e bem agora passados 4 anos, ganhei mais que os 16, voltei ao 44 e sofro de lombalgias - por ter praticado exercício físico durante muito tempo e pelo meu maior esforço diário ser abrir pacotes de batatas fritas e devorar quadradinhos de chocolate. Mas eu saio desta, só preciso que as lombalgias se vão embora de vez. Para quem não sabe o que é uma lombalgia é o mesmo que ter os músculos atrofiados. Quem manda parar :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carla, a lumbalgia (nao é atrofia muscular, mas sim dor na zona lombar) e o desporto nao vivem um sem o outro. Por um lado, o desporto, a curto prazo, parece piorar a dor. No entanto, é essencial fazer desporto para reforçar e musculatura e, assim, diminuir a lumbalgia a longo prazo.

      Eliminar
    2. ... muitas lombalgias são efeito de exercícios mal efectuados....

      Eliminar
    3. Se sabe que se escreve zona lombar, porquê/como é que escreve lumbalgia duas vezes? Até eu, agora quando escrevi, primeiro foi automaticamente corrigido e depois quando forcei o erro ficou sublinhado a vermelho.

      Eliminar
  4. Parabéns pipoca! Isso é que é força de vontade!

    ResponderEliminar
  5. Parabéns Pipoca!!! É assim mesmo!!! Cuidado com os festejos xD

    http://ocadernodeardnas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Olá Ana e parabéns pelo esforço (obvio que a tua motivação por teres tantas pessoas a seguir-te é maior, mas estás realmente de parabéns). Eu sinceramente acho que já estás otima :) ). Sou a suposta "preguiçosa" (sensu anónima visionária) do post de abdominizar. Estou super motivada (farta que me perguntem se estou outra vez grávida, tenho 53 kg mas fiquei com a zona da barriga miseravel após as gravidezes), e tenho feito o possível em casa, mas confesso que não aguento as costas e acredito que não estou a conseguir efetuar os abdominais de forma correta e pergunto.me quantas pessoas terão esta situação como eu e estejam a forçar erroneamente as costas. Só este detalhe acredito que seja dinheiro bem investido em alguém ali ao lado a corrigir-nos. Também tenho investido em hipopressivos (também de forma autónoma, mas acho que esses faço correto). Alimentação saudável mas creio que a gordura que lá existir tem de sair com outro tipo de treino (correr?? pessoas que percebem disto que respondam por favor). Quero agradecer-te porque realmente foste o empurrão que faltava.

    ResponderEliminar
  7. Parabéns Ana, fico contente por conseguires e teres motivação para o exercício físico. Eu gosto muito de ir ao ginásio, não preciso de motivação, mas compreendo quem não tenha essa motivação. E para essas pessoas é realmente necessário terem um PT pois ajuda muito.É excelente teres perdido massa gorda, não precisamos de tanta, e ainda por cima na zona abdominal, PARABÉNSSSSSSS!!

    ResponderEliminar
  8. Go Girl!! Muito bem Pipoca!
    E sou como a Ana, odeio todo e qualquer tipo de treino, sofro do inicio até ao fim... bem as vezes começo a sofrer quando penso que vou ter sair de casa para ir treinar. Mas também sei o quanto compensa. Muito bem, tem todos os motivos para estar orgulhosa de si :)

    ResponderEliminar
  9. Percebo o que sentes porque estou a passar por um processo semelhante. Mas, ao contrário do que dizes, sinto prazer nos treinos e naquela "dor". Isto pode parecer parvo mas é a realidade. É uma dor positiva. De evolução do corpo.

    Tal como tu, o crossfit (no meu caso) permite-me ter treinos diversificados que não são rotineiros. Desafio-te a experimentares. Vais sofrer muito mas apenas durante (em média) vinte minutos.

    Continua!

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  10. Parabéns Pipoquinha. Continua a dar-lhe forte nos abdominais que chegas ao Verão e já tens uns "abdominais-estilo-Carolina-Patrocinio"!
    Por aqui, tenho feito um esforço mas ainda não vejo a "luz" ao fundo do túnel, mas também não desisto! :)

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. Parabéns Pipoca :P e, já agora, obrigadinha pela motivação extra que tem dado com isto do exercício!

    Beijinhos,
    diasdechocolate.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  12. Parabéns Pipoca! Não tarda muito teremos um "Hoje deu-me para isto: especial bikini" lol...

    ResponderEliminar
  13. Oh pah, obrigada, Ana! A minha massa gorda está para lá de péssima ( assim tipo...32% :( ) , mas isto vai mudar, e começa já hoje! Isto de se ver resultados nos outros faz nos pensar " se ela consegue, eu também consigo!" Força que ainda vais ter uns abdominais-estilo-Carolina-Patrocínio =)

    ResponderEliminar
  14. E para festejar: uma coca-cola zero!

    ResponderEliminar
  15. Antes demais parabéns pelos resultados e pelo teu empenho! É bom ver as pessoas preocuparem-se cada vez mais com a condição física e a forma como tens divulgado esse teu empenho nas redes sociais (nomeadamente Instagram).
    Contudo, permite-me a frontalidade mas acho que há aí qualquer coisa que devia ser diferente. Refiro-me à parte em que dizes que "treinar é horrível, não tiro dali prazer nenhum. Excepto quando acaba." Na minha modesta opinião, deverias tirar algum prazer do próprio treino em si, senão o que eventualmente acabará por acontecer é no futuro fartares-te e deixares de treinar... Espero estar errado e que mantenhas sempre a motivação em alta e não desistas! ;)

    ResponderEliminar
  16. Também treino com o Pedro, é de facto do demo mas depois sinto-me lindamente :)

    ResponderEliminar
  17. Mas queres mesmo ter aqueles abdominais à lá Patrocínio??

    ResponderEliminar
  18. Parabéns, mesmo! Como futura mamã, espero vir a ter essa determinação e motivação quando estiver pronta a voltar à forma!
    Continue assim :)

    ResponderEliminar
  19. Olá Pipoca, de facto, tens sido o empurrão que precisava, e acredito que também o sejas para muita gente que aqui vem. Revejo-me nas tuas palavras e identifico-me com a questão da motivação e pela questão das preocupações corporais, que são idênticas e comuns a tantas mulheres. És uma de nós e é isso que o torna mais especial. Confesso que sou uma autêntica lontra, que adora sofá e que por mim comeria porcarias de manhã à noite, mas quando ando desmotivada, penso "se a Pipoca consegue, eu também!". E lá vou eu. É tonto, mas é verdade! Um grande obrigada Pipoca pela inspiração!
    Um beijinho, Maria.

    ResponderEliminar
  20. Quanto medes Ana?

    ResponderEliminar
  21. Parabéns Pipoca! =) Continua com o bom trabalho! Nota-se bastante que já conseguiste obter resultados . Tás cada vez mais boazona. =)

    Agora que estou de férias da faculdade também me vou empenhar mais no exercício físico. Para também ficar ainda mais boazona! =P

    Beijinhos*

    http://umaestrelanosapato.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  22. Muitos parabéns pipoca, eu própria também queria uns abdominais estilo Patríciazinha mas pronto, não se pode ter tudo. Eu também estou a precisar de investir um pouco mais no exercício, agora para andar de bikini :)
    Beijinho, justprettygirls.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  23. Cheguei agora a casa a cair de cansaço e sono...
    Mas depois de ler o teu post...vou fazer o meu plano de treino!Aproveitar que o maridão não vem jantar=)

    ResponderEliminar
  24. Muitos parabéns! Os resultados notam-se imenso! Acho que estás muito mais elegante:)

    http://fromportugaltonyc.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  25. mostra aí esses abdominais pipoca!!

    ResponderEliminar
  26. Muitos parabéns Pipoca, o esforço de facto compensa! Fui mãe ha 6 meses e apesar de ter voltado ao peso inicial rapidamente, tenho a barriga feita num pudim... por acaso ate sou casada com um futuro PT, o marido está a tirar Desporto, por isso até posso usar a prata da casa. Mas lá está, a falta de tempo é tramada! Força com a motivação!

    ResponderEliminar
  27. Parabéns Pipoca... Revejo-me um bocadinho neste diário! Treinar para mim é mesmo duro e mau... :(

    ResponderEliminar
  28. Parabéns Ana!
    Olha e podias partilhar alguns exercícios de mobilização articular para fazer antes dos abdominais? Obrigada =)

    Inês Morais

    ResponderEliminar
  29. Força nisso. :) Estou contigo. Exercício físico é um absurdo de sofrimento mas, se não queremos ter uns balões murchos em vez de barriga depois da gravidez, há que fazê-lo. Ando a correr 3 vezes por semana, há 3 semanas e ainda só perdi meio quilo mas estou cheia de força e motivação. Há e sigo o teu plano de abdominais. Digamos que faço um terço dos exercícios. :P Temos que ir lá devagarinho.

    ResponderEliminar
  30. Alguém sabe se no Porto existem PT outdoors?!! Deve ser tão mais motivante!! Não consigo encontrar nada!!! E tu Pipoca, inveja, inveja muita, da forma física mas principalmente da motivação!!!

    ResponderEliminar
  31. Olá! Parabéns pelos excelentes resultados!
    P.S. Desculpem a minha ignorância, mas qual o nome do acessório azul (a "bola achatada"), para que serve e onde posso adquiri-la ?

    Obrigada

    Sónia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O acessório a que se refere é uma Bosu Ball. Se quiser mais informação, deverá encontrá-la no website da marca: bosu.com.

      Eliminar
  32. Bem que já reduzia a minha "prega abdominal", mas um PT na austrália é coisa proibitiva... Ando a pensar nos boot camps que fazem aqui nos jardins, paga-se para se sofrer, mas dividido por muitos.

    http://the-new-life-of-jo.blogspot.com.au/

    ResponderEliminar
  33. Muitos Parabéns Pipoca!! Vê-se que estas mesmo em forma, e um dia queria ter a tua motivação!
    Alguém sabe de algum PT na ilha da Madeira?
    Bjs

    ResponderEliminar
  34. Agora entendo o #treinoemcasa ;) no princípio admito que fiquei um pouco confusa porque não estava a treinar em casa lol. Bom esforço Ana. Parabéns ***

    ResponderEliminar
  35. Lá está, já diz a hashtag: até ao verão ficas boazona :p
    beijinho *

    ResponderEliminar
  36. Quem é esse Pedro? :) ando à procura de um PT mas não tenho referencias em Lisboa.

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis