Pub SAPO pushdown

Sou do Benfica e isso me envaidece

domingo, abril 20, 2014

37 comentários:

  1. Por favor não escrevas em português do Brasil. Tem brio no teu pais. "Sou do Benfica e isso envaidece-me"!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh santa ignorância! Não acha que se calhar a música é que é assim? Se calhar é por causa do ritmo? Ou nem sabia que a frase vem de uma música?
      Antes de comentar POR FAVOR, informe-se.

      Inês M.

      Eliminar
    2. Não tem nada a ver com brio ou falta de brio:

      "Sou do Benfica
      E isso me envaidece
      Tenho a genica
      Que a qualquer engrandece
      Sou de um clube lutador
      Que na luta com fervor
      Nunca encontrou rival
      Neste nosso Portugal.

      Ser Benfiquista
      É ter na alma a chama imensa
      Que nos conquista
      E leva à palma a luz intensa
      Do sol que lá no céu
      Risonho vem beijar
      Com orgulho muito seu
      As camisolas berrantes
      Que nos campos a vibrar
      São papoilas saltitantes."

      Eliminar
    3. Ahahah! A chamar a atenção porque a autora escreveu de uma determinada forma (é assim que é a música) e depois não sabe que "país" e "pais" não são a mesma coisa.

      Eliminar
    4. Mais uma vez as pessoas não admitem uma crítica. Levam logo tudo a peito. Talvez a ignorância venha da sua parte. A Pipoca pode escrever como quiser, mas quem que lhe diz que o português da música está correto? Cá em casa somos todos do Benfica e nem por isso achamos muita graça à música, principalmente à parte das "papoilas saltitantes". Mas enfim são opiniões. Aprenda a respeitar se quer ser respeitado/a

      Eliminar
    5. ah ok! então é a música que está mal escrita! normal...

      Eliminar
    6. Se for consultar uma gramática da língua portuguesa, verá que nas frases compostas (ou relativas) é habitual que o "me" (reflexivo) venha antes do verbo.

      Ex: Quando eu ME levanto, ..........
      Ex: Sempre que TE vejo, .........

      E não : Quando eu levanto-me, ...... / Sempre que eu vejo-te, ........

      E o "e" (assim como o "mas") é uma das preposições utilizadas para formar frases compostas.

      Por isso, a frase "Sou do Benfica e isso me envaidece" está correcta e plenamente de acordo com as regras do Português.

      Se fosse uma frase simples dir-se-ia então: "Ser do Benfica envaidece-me".

      Eliminar
  2. BENFICAAAAAAAA ♡♡♡♡♡♡♡♡

    ResponderEliminar
  3. Campeõooes!!!

    www.prontaevestida.com

    ResponderEliminar
  4. Também eu já, mais em miuda, liguei ao futebol. Pouco, sempre achei que era algo no qual todas as pessoas eram demasiado passivas para ter importância. Hoje a minha opinião, sobretudo se parar e racionalizar a coisa durante uma mão de minutos, leva o clubismo para um patamar ridículo. Dizer-mos que gostamos de amarelo, ou preferimos arroz de pato, tudo bem. Daí a entrarmos numa obsessão sobre as cores ou a gastronomia, que é o que se passa no futebol...da-mos por nós a parabenizar-nos por algo no qual não temos qualquer papel, a dizer "até morrer" por algo que não deveria ocupar um lugar para além do entretenimento, algo tão efémero, algo tão "não nosso", e depois a ideia que mais uma grande fatia da população de todo o tipo de gente, sem qualquer lógica, repete o mesmo que nós sem qualquer motivo que realmente o justifique..enfim, não consigo bem escrever sobre isto, apenas que lá no fundo se pensarmos bem o que passa do mero entretenimento roça o ridículo e portanto quando vejo pessoas inteligentes (Ana) no caudal faz-me mais confusão. E sim, já conheço todos os testemunhos e argumentos opostos, mas continuo a não conseguir entender se realmente for pensar no cerne da questão..uma empresa, contrata trabalhadores, que entretém, que amanhã já nem são os que escolhemos ontem, que amanhã já nem produzem o mesmo produto, mas nós ali continuamos fiéis, mais fiéis que a uma mão de coisas que essas sim têm raiz para justificar tal afeição.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claramente sportinguista ou portista. Mais uma que acha que o futebol é só desporto...há pessoas que ainda têm que aprender que futebol é paixão. Tadinhos...

      BENFICA ATÉ MORRER!

      Eliminar
    2. "Até morrer" é exatamente o tipo de frases ridículas associadas a clubes de futebol (parem, pensem na frase, pensem novamente...é completamente parvo). "Claramente sportinguista ou portista" é mais uma das frases feitas ridículas, dado que a população é grande, se divide maioritariamente entre três clubes e que todos abarcam todo o tipo de gente, que todos dizem isso de quaisquer outros dois, logo é muito estúpida essa ideia, como se não fosse tudo farinha do mesmo saco, só muda a embalagem. Realmente (coi)tadinhos, mas em sentido contrário.

      Eliminar
    3. Parabéns pela opinião anônimo das 21:08. Faço minhas as suas palavras!!!

      Eliminar
    4. Anónimo da 01:28, espero que não faça do "dizer-mos" e do "da-mos" as suas palavras também.

      Eliminar
    5. sim, isso é muito importante, aliás eu acho que quem dá erros ortográficos, sobretudo num comentário de um blog, devia ser apedrejado (se ainda for num artigo para publicação, que relemos e não escrevemos espontaneamente, tudo bem, agora num comentário num blog, escrito em suportes como ipad e iphone, não é tolerável). Aliás, eu voto num Hitler que defenda que devemos acabar com os cidadãos que erram, qualquer tipo de erro, inclusive ortográfico num comentário a um blog e criar uma sociedade de gente perfeita e sobretudo de heróis gramaticais. A Helena Dias foi pertinente, correções de forma educada agradecem-se, ainda que nestes contextos muitas vezes os erros sejam mais de escrever espontâneo e em pressa, o segundo já foi parvoíce (que até pode ser o autor da primeira correção a insistir).

      Eliminar
    6. Por comentários descabidos e disparatados como o das 19:44 é que se perpetua a ignorância, achando normal e aceitável cometer erros de português, inventando que os mesmos se devem ao iPad, iPhone e afins. Não, não se devem! Nem sequer ao facto de escrever espontaneamente e à pressa, como alega. Quem escreve "dizer-mos" e "da-mos" fá-lo por desconhecimento. Para a próxima já sabe que o "mos" nunca leva hífen, apenas o "nos".

      Eliminar
    7. Eu concordo no correto português, mas o erro já tinha sido corrigido e isso é que torna a insistência de correção parva. Isto são uma espécie de erros bordão, que cometemos por insistência mas que se estivermos a escrever com atenção não. É o caso do "come-se" e "comesse", muitas vezes, mesmo sabendo as regras, na pressa podemos escrever a forma errada, mas se revermos com atenção damos conta do erro. Ou nunca lhe aconteceu, por pressa, dar um erro daqueles que odeia e passa a vida a corrigir? Se não ótimo, espero um dia ser assim, mas para já não sou, sobretudo se estou focada noutra temática e a escrever espontaneamente à vontade. O -mos/nos é outro exemplo, não foi desconhecimento como com tanta certeza o afirma nem "inventar desculpas". E agradeço a correção, a cada correção numa próxima vez estou mais atenta. À segunda (correção) já é apenas parvo. E numa situação de discussão de outra coisa tornar isto o centro é parvo. Se o texto for revisto a pessoa dá conta deste tipo de erros que sabe mas que na pressa comete, porque somos falíveis. E sim, escrever num ipad/iphone nao é o mesmo à vontade (como computador e à mão também não é e à mão damos muito menos erros) e portanto potencia a ocorrência destes erros, que são de distração e não de desconhecimento. Concordo completamente consigo no "perpetuar de ignorância", acho é que já tendo sido corrigido e no contexto que é, começa a fazer lembrar as moscas que continuam a voar contra o vidro.

      Eliminar
  5. Parabéns foram justos vencedores. Haja fair-play acima de tudo...

    ResponderEliminar
  6. CAMPEÕÕÕÕÕÕES!!!!!!!!!!!yaaaaaaahhhhhhhh=D
    Estou rodeada de aziados aqui na zona do grande Porto, até o meu marido está amuado ali na sala LOL
    Grande melão!

    ResponderEliminar
  7. Não dá para dizer muito, é um orgulho imenso!!!!

    ResponderEliminar
  8. Já somos duas :)

    ResponderEliminar
  9. Glorioso sempre. Ana, és cá um naco de mulher, txiiiiiiiiiiiiiiii OMG

    ResponderEliminar
  10. Podia dar-lhe para pior.
    Seria dificil, mas podia.
    vidademulheraos40.blogspot.com.

    ResponderEliminar
  11. E, pronto, de 4 em 4 anos é isto... falamos depois, nos próximos 4 anos seguidos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Delicioso este comentário. Queres falar agora?

      Eliminar
  12. Parabéns ao Benfica e a todos os adeptos.

    ResponderEliminar
  13. Só agora é que reparei no símbolo do SLB ali em cima no nome do blog. A Pipoca está loucaaaaaaaaaa por o Benfica ser campeão! =P

    Beijinhos e felicidades! =)

    ResponderEliminar
  14. Orgulho imensooooooo! BENFICA!!!

    ResponderEliminar
  15. Alguém me sabe dizer onde é que eu posso comprar um cachecol igual a este!?

    ResponderEliminar
  16. Devias sorrir "de boca aberta" mais vezes, ficas tão mais bonita, Ana...

    ResponderEliminar
  17. Provavelmente na MegaStore ou mesmo nas bancas ao pé do estádio, em dias de jogo... ;)

    ResponderEliminar
  18. Sou do Sporting desde que me lembro de olhar para jogos de futebol. Adoro o meu clube. E, colocando isso à parte, achei tudo muito excessivo num país que continua na m*rd* e onde adoramos continuar a tapar o sol com a peneira. Naquele domingo desapareceram factores como desemprego, falta de dinheiro, recessão, crise, para muita gentinha... 63000 e tal adeptos num Estádio, fazendo a média a 15€ bilhete....Num país que se chora por falta de dinheiro, e que os portugueses estão mais pobres, e que o poder de compra baixou, e que blá blá blá... É isso que critico. Fosse do Sporting, do Porto, do Leixões, do Rio Ave ou do Benfica. O Benfica é enorme! E mereceu sem sobra de dúvidas ganhar o título... Mas continuo a achar os festejos "too much" para a nossa realidade. Só isso!
    Saudações futebolísticas Ana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Subscrevo o que diz! Independentemente do clube a que se pertence, é um facto que grande parte das pessoas passam a vida a dizer que não têm dinheiro para isto nem para aquilo, mas depois não faltam aos jogos de futebol.
      Conheço quem tenha vindo do Algarve ver o Benfica - Porto e, dias mais tarde, tenha vindo novamente ver o Benfica - Olhanense.
      Compreendo a felicidade de ver o clube sagrar-se campeão, mas não compreendo como há gente a fazer viagens Algarve - Lisboa, duas vezes numa semana, para assistir a jogos de futebol.
      Como também não compreendo outras pessoas que não pagam as contas de casa (ao ponto de quase lhe cortarem o serviço), mas têm a quota do Benfica por débito bancário, e essa nunca falha! Para o Benfica há sempre dinheiro. Eu conheço um assim. E, como é sócio, todas as semanas vai ver os jogos. É que não escapa um!
      Com exemplos destes, não me venham cá depois falar na crise! É uma questão de mentalidades e de prioridades! Que, a meu ver, estão invertidas.

      Eliminar
  19. Mas se as pessoas preferem gastar em bilhetes de futebol do que em artigos de primeira necessidade, estão no seu direito. Eu não gosto de futebol, não tenho clube e compreendo mal esta alucinação pelo mesmo, mas tenho que respeitar. Cada um gasta onde quer e pode. Há quem prefira fumar em vez de comer, so what, são opções :)

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis