Pub SAPO pushdown

Tens uma carteira em pele? Má pessoa é o que tu és!

quarta-feira, novembro 13, 2013
Em Dezembro vou apadrinhar uma acção de solidariedade e ficou a meu cargo escolher a instituição que irá beneficiar da ajuda. Minha e da de muitas outras pessoas. Depois de já ter feito uma acção com uma instituição voltada para as mães e bebés (Ajuda de Mãe), e uma outra com a Liga Portuguesa Contra o Cancro, desta vez escolhi uma instituição de apoio aos animais, porque me parece uma causa que tende a ser esquecida. Feito o contacto, para saber se estavam interessados e quais as necessidades mais prementes, eis que veio a resposta: não querem estar associados a uma pessoa (EU!) que tem carteiras e sapatos em pele. Juro que fiquei boquiaberta, do género "oi?? Perdão? Repita lá isso que eu não devo ter percebido". Tentei ver a coisa pelo lado da coerência, mas depois percebi que não, não era isso. Era só fundamentalismo. Coisa que eu abomino, seja em que forma for. Em primeiro lugar, se tenho meia dúzia de sapatos/carteiras em pele é muito (mas se calhar basta uma para ser automaticamente eliminada).
Em segundo, não sou propriamente conhecida por pontapear cães na rua ou por enfiar gatinhos bebés em sacos de plástico e atirá-los ou Tejo. Tenho um cão que é tratado com o maior amor e respeito, não ando aqui a incitar ao abandono ou ao mau trato dos animais, muito pelo contrário. E também não ando por aqui a fazer a apologia dos produtos em pele. Ainda recentemente, como sabem, publiquei um post com sugestões de casacos de pêlo e escolhi opções sintéticas (penso que apenas um era em pêlo de coelho, mas a etiqueta assegurava que os bichos não tinham sido mortos especificamente para esse efeito). Se gosto de ter uma carteira ou outra de qualidade? Gosto, sim senhora! E sim, também como bitoques e jamais os trocarei por tofu, lamento. Isto faz de mim má pessoa? Isto faz de mim alguém indigno para ajudar uma instituição de animais abandonados? Fiquei a saber que sim. Mas com tantos animais que precisam de ajuda esta atitude não será, apenas, ridícula e prepotente? Eu acho que é. E tenho pena que os bichos estejam sob a responsabilidade destas pessoas (ou de apenas uma, não sei) que, movidas por um fundamentalismo bacoco, se esquecem do que é verdadeiramente importante: ajudar. Faz-me lembrar quando o meu homem foi entregar sacos e mais sacos de roupa à igreja. Foi a pé, carregado que nem um burro, e quando lá chegou mandaram-no dar meia volta com os sacos, porque não estava lá "a pessoa responsável". Porque é precisa tooooooda uma responsabilidade para dizer "obrigadinha, deixe os sacos aí num canto". Merdinha para isto, é o que vos tenho a dizer. Vai-se a ver e há instituições que, afinal, parecem não estar assim tão necessitadas para se poderem dar ao luxo de recusar a ajuda de alguém que, imagine-se, tem uns sapatos em pele. Grande heresia! Não é por nada, mas se vão declinar  a ajuda de todas as pessoas que tenham uns sapatos, uma carteira ou um cinto em pele (de maior ou menor qualidade, não interessa), cheira-me que bem podem ir já fechando as portinhas. Enfim, vivendo e aprendendo. Infelizmente, o que não faltam por aí são instituições que precisam e querem ser ajudadas. Por isso... passa a outra e não à mesma.

269 comentários:

  1. Que tal ajudares o Matthew a ouvir?
    https://www.facebook.com/silentesculpture?fref=ts

    um beijinho

    ResponderEliminar
  2. Realmente não se percebe :-(

    ResponderEliminar
  3. Escolha outra instituição de animais Pipoca! Se eles não querem, problema o deles, mas pelo menos sempre há-de ajudar outra instituição, mais precisamente, os seus animais.
    Eu ficaria mesmo muito contente se o fizesse pois, pessoalmente, concordo consigo: os animais são sempre esquecidos.

    ResponderEliminar
  4. Com um bocado de jeito ainda vai essa mesma instituição andar a espalhar pela zona que ninguém a ajuda! Há pessoas pobres e mal agradecidas! Podemos estar em crise, mas a maior, sem dúvida alguma, é a crise de valores!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora é que foi tudo dito.

      Eliminar
  5. Pipoca, tenta outra associação de animais. Como disseste no texto, os animais tendem a ser esquecidos e há tantos a precisar de ajuda... Não desistas da causa só porque alguém que não joga com o baralho todo.

    ResponderEliminar
  6. Esta história é surreal, tive de partilhá-la... Mas pelo caminho posso dizer que me ofereço para ficar com todas as malas e sapatos que estão a impedir a PIpoca de ir para o céu. :) há que ver o lado positivo das coisas, eu até calço 38.
    http://misspipetaseviagens.blogspot.pt/2013/11/eu-tambem-calco-38-ofereco-me-para.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não calço o 38 por isso a Miss Pipeta pode ficar com os sapatos e eu com as malas =)

      Eliminar
  7. Que estupidez! Mas Pipoca não deixes de escolher uma instituição de apoio aos animais, se essa não aceitou escolhe outra, os bichinhos infelizmente não têm culpa. :(

    ps: Parabéns pela participação que vais ter no Passadeira Vermelha

    beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Fundamentalismo barato!! E mal agradecidos, mas é sinal que não precisam ou não respeitam os animais que precisam, porque muitos podiam ter sido ajudados. Qual foi a associação? Se recusaram também deve ser assumido qual foi.

    ResponderEliminar
  9. Fiquei boquiaberta com o que li...é de facto surreal! Negar ajuda porque se tem objectos feitos em pele.
    Olha, ajuda instituições que dêem apoio a crianças com deficiência!!

    bejinhos Eva

    ResponderEliminar
  10. Oi? Mas que gente pobre e mal agradecida! Que estupidez.. A pipoca deveria divulgar que Associação foi essa, a ver se agradeciam quem os quer ajudar!

    ResponderEliminar
  11. Surreal no mínimo.

    Olhe tenho uma sugestão, A AniSãoJoão (https://www.facebook.com/AniSaoJoao?fref=ts&ref=br_tf) com certeza que aceitaria alguns sacos de comida, cobertores e afins com muito gosto.
    Além de precisarem de instalações que infelizmente a Camara Municipal não é capaz de ceder, e ainda sugerir que ter animais durante mais de 10 dias é impraticável, a comida e mantinhas para os dias de frio que aí vêm já ajudavam muito!!

    Vários amigos da associação lá vão ajudando mas claro que com tantos animais a precisar nunca é demais! :)

    ResponderEliminar
  12. estou parva da minha vida! inacreditável mesmo, indigno é quem estabelece esse tipo de "requisito", ignorantes. tenho a certeza que encontrará alguém, que precise mesmo!

    ResponderEliminar
  13. Realmente. Uma coisa é a associação ser contra o uso de pele. Ok, entendo e estão no direito deles. Outra é darem-se ao luxo de rejeitarem uma ajuda que seria preciosa.


    Ao estarem a negar a ajuda da Pipoca não estão também a prejudicar os animais? O que é mais grave? A Pipoca ter uns sapatos feitos de pele de um animal que efetivamente morreu? Ou correr o risco que os animais que cuidam passem fome e sofram lentamente só porque são exageradamente fundamentalistas?

    Vou presumir que têm ajudas de supermercado, porque de resto não se justifica a recusa de ajuda, nem que a pipoca tivesse 20 Hermés em pele de crocodilo.

    ResponderEliminar
  14. Sim Pipoca, como já disseram aqui algumas pessoas, e foi logo o que pensei ao ler isto, oferece ajuda a outra instituição de animais! Tenho a certeza que há muitas por aí que ficariam bastante gratas com a tua ajuda e com a visibilidade que possas dar e assim sensibilizar mais pessoas a ajudar :)
    Eu sou muito apologista no que toca a ajudar os animais e admiro quem o faça porque muitas pessoas não os valorizam... e o facto que te apontam é ridículo :S
    O importante é nao desistires perante uma instituição que não sabe dar valor a esta boa vontade!

    ResponderEliminar
  15. Li o texto e só tenho a dizer, se responderam isso é porque não precisam (apesar de precisarem os animais...). Neste país dá-se ao luxo de dizer não a quem quer ajudar. Malas e sapatos em pele (pele de vaca) quase todos têm e sinceramente ainda não vi nenhuma instituição animal a dar abrigo a uma vaca abandonada. Quando há animais ao cargo de pessoas dessas, nem eles estão realmente a salvo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que eu saiba os abrigos na cidade servem para dar, lá está, abrigo a animais abandonados. Vê por aí muitas vacas abandonadas?

      Eliminar
    2. Mas também não se vêem muitos sapatos e malas de pele de gato e de cão, que são os animais a quem estes abrigos dão guarida, pois não?
      A maior parte do que se vê por aí (e que os comuns mortais podem comprar) é pele de coelho e de vaca, e não queremos acreditar que as peles dos milhares de animais que se abatem para comermos vão para o lixo sem préstimo, pois não?
      Até os pré-históricos usavam as peles do animais que matavam para comer.
      Por favor Pipoca, oferece ajuda a outro abrigo de animais.
      Maga

      Eliminar
  16. Ana, não confunda fundamentalismo com coerência. É um erro demasiado frequente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É coerente uma pessoa (supostamente) viver em prol do bem estar dos animais, adoptando todos os comportamentos que acha mais correctos de acordo com a sua consciência (não comer carne/peixe/derivados, não usar peles, etc.), e depois recusar ajuda que beneficiaria os animais de quem é responsável?

      Sofia, ser vegetariano e não usar peles é muito bonito, sim senhora, mas não ajuda em nada os cães específicos que estão ao cargo da instituição de que falamos neste post. Sabe o que os ajudava? Comida, e dinheiro para tratamentos médicos, e esterilizações, e por aí fora. Não é nada coerente pormos os nossos princípios abstratos à frente das necessidades concretas de quem dizemos defender.

      Eliminar
    2. Cara Ana, permita-me não concordar com o seu comentário. ( desde já desculpe se a estou a interpretar mal) Mas, parece-me que, nos dias de hoje utilizar acessórios de pele é uma situação tão banal que é de uma hipocrisia a reacção desta instituição. E não creio, não creio mesmo, que a ou os responsáveis desta instituição não usem acessórios em pele! Senão usam o quê? Melissas? Duvido. Portanto, neste caso há, sim, fundamentalismo. E uma total incoerência. Se não se identificam com a "pipoca mais doce" mais valia que tivessem dito isso mesmo.

      Eliminar
    3. Coerência!!!!!!! E então uma associação de apoio a animais recusar uma ajuda é coerente??!!!!! Isto para mim mais do que fundamentalismo é absurdo! Fiquei chocada!!

      R de Rita
      .

      Eliminar
    4. Não posso concordar que seja coerência. As pessoas que neste momento rejeitam ajuda da Pipoca estão simplesmente a negligenciar as suas responsabilidade dentro de uma associação e apoio a animais. Se estão à frente de uma associação de animais que precisa de ajuda, seja ela em que formato for, não há motivo para recusar a ajuda de uma pessoa como a Ana. Se ela fosse conhecida por organizar lutas de cães, por ter uma linha de casacos de chinchilas, era uma coisa, agora por ter meia dúzia de malas de pele?? Quantas pessoas não terão malas de pele? Será que eles fazem essa pergunta a cada pessoa que lá vai? Para mim não é coerência.... é incompetência no exercício das suas funções.

      Sem Jeito Nenhum Blog

      Eliminar
    5. Quer (in)coerência? Uma associação serve para ajudar animais necessitados. Mas recusa ajuda. E não foi uma ajuda qualquer.

      Afinal em que ficamos?.

      Eliminar
    6. Então essa(s) pessoa(s) da instituição no inverno calça(m) o quê? Sapatos/botas de pano? Ou de plástico, daquelas que começam logo a cheirar mal? Poupem-me. Acredito mesmo que não tenham nada em pele.

      Eliminar
    7. Eh pá, será que tá tudo doido nestes comentários?! Não vou comentar o post nem dissuadir ninguém a usar sapatos ou malas de pele, mas por favor minhas senhoras...que preconceito! Até parece que não há excelentes alternativas! E não, não ficam a cheirar mal nem são melissas de plástico. Há para todos os gostos e bolsas. Para quem tem dinheiro, basta ver o exemplo da vegetariana Stella McCartney, cujos acessórios são totalmente sintéticos. Para quem tem dúvidas quanto à qualidade e design dos mesmos basta ir ao site: http://www.stellamccartney.com/us/stella-mccartney/women/bags#macro=1793&gender=D&season=A,P,E&brand=1501&sortRule=PriorityDescending&agerange=Adult&page=3&productsPerPage=30

      Eliminar
  17. Eu sou contra qualquer mau trato a animais, sou vegetariana, não uso coisas de pele, etc etc, mas não obrigo ninguém a seguir aquilo que faço, e até eu acho absurdo essa reacção deles!! Recusar ajuda? Não faz o menos sentido! E o pior é que os bichos é que pagam, que podiam se calhar ter melhores condições e não têm, porque tal como rejeitaram a ajuda da Ana, sabe-se lá quantas outras pessoas já rejeitaram :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei muito do seu comentário, pela parte em que afirma que não obriga ninguém a seguir aquilo que faz. Não sou vegetariana (embora não use produtos em pele), mas cada vez que vejo o vegetarianismo a ser discutido, quem não é vegetariano é literalmente crucificado.

      Parabéns pela sua mentalidade aberta.

      Eliminar
    2. Só por curiosidade, que tipo de calçado é que a Rita usa? Plástico?
      Não bebe leite e não come manteiga? E ovos?
      Cada um vive a vida como quer, mas que há coisas que me fazem confusão, lá isso fazem.
      Bom dia para todas

      Eliminar
    3. nao me digas que so ha dois tipo de materiais para calcado: pele e plastico? Poupa-me
      Leite de soja, ja ouviste falar? Leite de arroz? Leite de amendoa? Leite de avela? Ha tantas opções por este mundo fora..

      Eliminar
  18. Isto já parece quando no SS fizeram um leilão para ajudar uma instituição e essa instituição não aceitou porque não se identificava com o programa. O problema é que as pessoas/animais que precisam de ajuda não têm voto na matéria (não me parece que uma pessoa/animal que esteja a necessitar de ajuda se preocupe com esse tipo de coisas). Mas enfim, há demasiada gente ignorante neste país em cargos importantes. E choca-me respostas deste tipo, quando ainda hoje ouvi que no canil da minha zona os cães vão para uma câmara de gás quando já lá estão há algum tempo. Enfim, uma tristeza, e é como a pipoca diz, o que não faltam aí é instituições a precisar de ajuda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lembrei-me exactamente do mesmo caso! Fiquei chocada quando a instituição não aceitou a doação por parte do secret story por não se identificarem com o programa.

      Eliminar
  19. Pipoca há taaaantas associações de animais por aí que precisam tanto, tenho a certeza que não vais ter dificuldade nenhuma com isso! Deixo-te o nome de duas que conheço muito bem a Bianca em Sesimbra e O Cantinho da Milú em Palmela mas há muitas outras com certeza! Parabéns pela tua iniciativa os animais tendem mesmo a ser esquecidos :)
    Bj S

    ResponderEliminar
  20. Pelo que diz, a referida instituição não se recusou a receber donativos seus ou de quaisquer pessoas que tenham carteiras em pele, apenas se recusou a estar ligada publicamente à sua imagem, sendo a Pipoca conhecida por ter um blog de moda em que fala ocasionalmente de acessórios feitos em pele. Se foi a decisão mais inteligente, não sei, os responsáveis pela instituição é que têm de ponderar se valeu a pena sacrificar toda a ajuda que poderiam ter recebido por esta via em prol dos princípios das pessoas que a dirigem.

    Espero que não tenha desistido de apoiar esta causa, existem muitos animais de rua à espera da nossa ajuda. Às vezes damos tanto de nós àquilo em que acreditamos que nos deixamos levar pelo pragmatismo e nos esquecemos de nos pôr na pele daqueles que defendemos - os cães e gatos abandonados querem é comida, abrigo e atenção, e não querem saber minimamente se isso vem de alguém que tenha ou não carteiras em pele.

    ResponderEliminar
  21. Olá Pipoca! Deixe-me só fazer uma ressalva porque fez uma comparação que muita gente faz (apoiantes das touradas e afins) que me irrita particularmente. Comparar uma coisa fútil e dispensável como vestuário feito com o sacríficio de animais a comida (quando se referiu aos bitoques) também produzida à custa do sacrifício de animais mas por uma causa nobre e essencial que é a almentação humana, necessária ao nosso desenvolvmento enquanto crianças e, em menor escala, quando adultos.

    Nao entenda que estou a discriminá-la por ter vestuário de pele porque não estou aqui para julgar ninguém, só queria fazer este reparo a essa comparação que usou que é muito popular e, para mim, completamente descabida.

    Peço-lhe que não desista de ajudar os animais e que procure outra instituição, talvez mais pequena e menos conhecida porque são essas as que precisam de mais ajudas. Deixo-lhe como sugestão o chão dos bichos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Coitadinhas das plantas, como o linho e o algodão, que acabam em camisolas e calças fúteis para vestir...

      Eliminar
    2. Não seja ignorante anónimo das 06:24, é por mentalidades como a sua que a nossa sociedade está como está...

      Eliminar
    3. não sou o anónimo de cima, mas então e os peixes? Nâo sofrem quando são pescados? E não vi ninguém criticar a mala da Louis Vuitton de 8000 euros. É que a dita é de pele. Bando de cínicas!
      Está na moda dizer-se que se é contra as peles e pronto, lá anda tudo em fila a protestar. Desde os primórdios que o homem usa peles. Sou contra o sofrimento dos animais, mas há limites.
      Gostava de ver os pezinhos das senhoras/meninas que são contra as peles. Devem andar descalças, ou de sapatos de lona ou ainda de plástico. Pleeeeeeeeeeeeeeeease!

      Eliminar
    4. Huh? O quê?! Tanta tontice num post só.
      Sabias anónimo/a, que essa soja plantada na floresta amazónica (e em muitos outros sitios) é para consumo de GADO?
      E que um hectare cultivado para consumo humano alimenta muito mais gente do que se fosse cultivado para alimentar vaquinhas, e as pessoas depois comessem essas vaquinhas? Em palavras simples: que os campos que agora produzem comida para alimentar gado são mais que suficientes para a humanidade toda se produzirem só vegetais para humanos?
      E que os ambientalistas nunca iriam largar manadas de vacas e porcos na natureza? Pela simples razão de que não são especies selvagens, não existem na natureza. Foram manipuladas pelas pessoas durante séculos. Foram seleccionados com as caracteristicas que nos convinham a NÓS, não à sobrevivência da especie, e se desaparecerem não irão ter grande impacto nos ecossistemas: não são nem presa nem predador de nenhum outro animal, nem desempenham algum papel essencial como polinizar flores ou espalhar sementes.
      Também adorei a parte de ser dificil manter o mundo limpo com as vacas todas à solta. Porque quando as vaquinhas estão em cativeiro não cagam, aparentemente. Mas agora já sei porque há tanto cócó na rua neste país. Deve ser das vacas de duas pernas!

      Antes de acusar os vegetarianos de não pensar e sugerir que façam pesquisa, tenta usar a mioleira para fazer o mesmo.

      Quanto à recusa da tal associação: já houve casos de grupos ligados à tauromaquia angariarem fundos e alimentos para darem a associações de animais abandonados, para poderem continuar com a hipocrisia de que são muito amigos dos animais. Foram devolvidos, obviamente. Não me choca muito que estas organizações tenham bastante cuidado com quem se associam (não desfazendo a Pipoca, que me parece ser boa pessoa e cujo blog gosto muito de ler). Mas não lhe chamem fundamentalistas....fundamentalistas são os da PETA nos EUA, que acham que nenhum animal deve servir ou ser útil às pessoas de forma alguma, incluindo animais de estimação. Ou seja, animais só selvagens e na natureza, em casa só pessoas veganas.
      Os da PETA matam milhares de cães e gatos adoptáveis por ano, as associações de animais por cá esforçam-se ao máximo para manter os bichos vivos e encontrar-lhes dono.

      Infelizmente estamos num país onde ter príncipios é uma coisa muito mal vista....houvesse só gente com príncipios, e não haviam bichos abandonados.

      Assinado: uma anónima não vegetariana que adora uma bela entremeada mas odeia estupidez, tem uma gata adoptada numa associação que é um amorzinho que só visto, e uns sapatos em pele calçados neste preciso momento.

      Eliminar
    5. Anónima das 18: 51

      Respondi-lhe mais abaixo, pois vi que se enganou no reply. Acrescento apenas (porque o outro comentário estava a ficar muito confuso por estar a responder a três pessoas ao mesmo tempo) que o das "vacas de duas pernas" era escusado. Podia ter toda a razão do mundo, mas com insultos baratos como esse está a entrar no caminho da estupidez que diz odiar.

      Apesar disso, gostei do aparte que fez sobre a PETA, que é uma organização que é sempre atirada como bom exemplo, mas que também comete as suas barbaridades.

      Eliminar
  22. Ajude outra associação de animais, pf, Ana :( não desista deles!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era precisamente o que ia dizer...

      Pipoca, há tantas mas tantas instituições de animais em situações tão complicadas, por favor não desista dessa ideia...por favor...:(

      Eliminar
  23. Olhe Sofia, sabe o que não é coerente? É deixar animais passar fome e frio (as vítimas de sempre) porque a pessoa que se ofereceu para ajudar tem uns sapatos em pele... Coerência é saber separar as águas!

    Pipoca, não desista de ajudar os animais, porque infelizmente eles não se conseguem fazer ouvir no nosso país!

    ResponderEliminar
  24. Essa senhora esteve a ver o filme os 101 Dálmatas e pensou que fosse a Cruella de Vil ao telefone!!! Lol

    ResponderEliminar
  25. De salientar que os "maus tratos aos animais" que diz que não defende, são sustentados por todos os que os comem e vestem. Os animais não são só cães e gatos: todos os dias, milhares de animais sofrem ainda mais que os cães e gatos abandonados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim sendo anda meio mundo a "maltratar" os animais. Oh pelo amor da Santa, eu não sou vegetariana, ADORO um bom hamburger, ou um belo bife e não sinto que esteja de forma alguma a maltratar os animais, ou a ser desumana por isso. Quanto ao vestir, não ganho o suficiente para ter uma bolsa de pele, senão já tinha uma e sem grande remorsos. Não sejamos tão radicais...

      Eliminar
    2. Eu acho que às vezes os vegetarianos não pensam. Se vocês se sentem mal a comer animais, tudo bem, respeito isso, mas não respeito imporem os vossos princípios alimentares aos outros.

      Se todos fossemos vegetarianos como você deve ser (se não for, não faz sentido nenhum o seu discurso), muitas coisas aconteceriam:
      - Existiria um problema de stocks a nível global pois se toda a gente comesse apenas vegetais, cereais e frutas não haveria sustentabilidade agrícola.
      - Seriam necessários mais campos. Provavelmente os campos seriam construídos em florestas, o que levaria à destruição do habitat de centenas de animais e à morte destes para nem falar das consequências ambientais gravíssimas que afetariam quer animais racionais quer irracionais.
      - Haveriam literalmente, animais a mais. O sonho de muitos vegetarianos é verem os animais ao ar livre, sem restrições impostas pelos humanos. Pequena curiosidade: o estrume tem uma coisa muito gira chamada gás metano, que é das substâncias mais danosas em termos ambientais. Se os animais se reproduzissem aos montes seria bastante complicado manter o mundo limpo a não ser que se prendesse os ditos animais e se esterilizasse uma boa parte destes. Conclusão: os animais seriam "infelizes" na mesma, apenas não iam parar a um talho.

      Se calhar vai me pedir provas destas minhas teorias, mas não é muito difícil fazer a sua pesquisa. Só lhe dou uma dica: procure os efeitos do cultivo da soja na floresta amazónica, o pulmão verde do mundo.

      Mais uma vez digo, respeito a sua opção de não querer comer animais, mas o importante neste momento para o bem estar de todos os seres vivos é o equilíbrio.
      Apesar disto, sou contra as más condições em que muitos animais são criados. Não preciso ser vegetariana para saber que fechar montes de galinhas num pequeno armazém em que elas não se conseguem mexer é crueldade.

      Eliminar
    3. Sim, anda meio mundo a maltratar os animais, há duvidas disso? Informem-se das condições de vida dos animais que vos servem de alimento e vestuário. Eu também gosto do sabor de um hamburguer,. Felizmente, isso não se sobrepõe ao sentido ético.

      Eliminar
    4. Anónimo das 13:28:

      Então pesquise também já agora estes factos:

      - a poluição causada pela indústria agro pecuária é superior a todos os transportes do mundo

      - os cereais usados para alimentar os animais que nós (eu não mas enfim) comemos serviriam para MATAR a fome no mundo (sabe, aquelas crianças de África e outras semelhantes? exacto, essas mesmo)

      - o consumo de água pelos animais que nós comemos está a fazer com que caminhemos cada vez mais rápido para um planeta sem água

      são só uns exemplos, e essa da desflorestação é uma balela!

      Inês N

      Eliminar
    5. Só para acrescentar. O que comem os animais domésticos (cães e gatos) dos vegetarianos e de todos os fundamentalistas??? Também será vegetarianos??? Não. As rações deles são todas de origem animal ; Concordo com esta resposta ;)

      Eliminar
    6. Anónimo das 13:28: Se calhar devia pesquisar melhor o que diz.
      Até a ONU já veio dizer que as pessoas têm que mudar para uma alimentação vegetariana (pelo menos com muito menos quantidade de carne), caso contrário e até 2050, os recursos do planeta acabam. É para a criação desses mesmos animais que se destroem milhões de hectares de floresta. Não sabia que a maior parte da soja que se cultiva é para consumo animal? Pois. Os vegetarianos não precisam de comer soja. E não há assim tantos vegetarianos para haver necessidade de se produzir tanta soja, ainda mais sendo ela desnecessária.
      Ainda bem que falou nos animais que haveriam a mais. Mesmo??? Sabe que o principal problema do aquecimento global é esse mesmo metano produzido pelos animais que existem NESTE momento a mais? As vacas e outras espécies são obrigadas a emprenhar sucessivamente para que haja carne suficiente para tanta gente e consumos cada vez maiores.
      Se toda a gente fosse vegetariana, não haveria fome no mundo. Mas há a indústria, o lobby da carne, porque vende, porque gera lucros inimagináveis e não interessa falar muito.
      Eu compreendo porque é que as pessoas comem carne, é cultural, é social, é difícil não o fazer. Para um hindu, por exemplo, é fácil e óbvio ser vegetariano, porque nascem num ambiente propício a que tal aconteça. Difícil é libertarmo-nos dos paradigmas e pensarmos pela própria cabeça. Quem quer comer carne, come. Não é crime nem devem ser insultados nem ofendidos por isso. Mas é irrefutável que o sofrimento desses animais é sustentado por quem os come, veste etc. Não mata, mas paga ao carrasco. Lamento. Antes de dizer que os vegetarianos não pensam, pense você antes de falar e pesquise antes de atirar argumentos sem validade alguma para o ar.

      Anabela

      Eliminar
    7. Inês N:
      1 - Sim, eu sei perfeitamente que a poluição da industria agro-pecuária é grande, daí referir-me ao gás metano do estrume dos animais. Quer se comam ou não os animais estes defecam e poluem na mesma.
      2 - Você acabou de dizer que os cereais que damos aos animais que comemos davam para matar a fome do mundo. Se não comessemos os animais eles deixavam magicamente de comer cereais? Essa também vai para a da água. Se eu deixar de comer animais, eles vão deixar magicamente de beber água? Argumento muito fraco.
      E a desflorestação não é balela nenhuma.
      Anabela: de facto a indústria da carne é um lobby muito poderoso e como disse no meu comentário original sou contra a criação cruel dos animais (e acho que se produz carne para consumo a mais e que um pouco mais de vegetais não faziam mal a ninguém), como o constante emprenhar que referiu. Pessoalmente procuro saber as condições de vida dos animais que como. Se sempre é possível? Não, mas tento. Quanto o que disse em relação à soja, de facto ela é produzida para muitos meios, mas digo o mesmo que disse à Inês N: os animais, quer sejam comidos ou não, precisam de ser alimentados.
      Um anónimo respondeu-me acima (enganou-se no comentário) com a mesma lógica do ser plantado para gado e que os vegetais que damos aos animais que comemos darem para todos os humanos. Respondam-me só isto: se pegássemos nesses vegetais todos que damos ao gado e o comêssemos nós, o que é que o dito gado iria comer?
      Esse anónimo disse também que os ambientalistas não largariam os animais na natureza por não serem animais selvagens mas já condicionados pelos humanos. O que fariam então com esses animais? Continuariam presos?
      Quanto ao cócó dos animais (ainda para o anónimo que se enganou no reply): acha mais fácil limpar numa área em cativeiro ou livre?
      Eu no fundo, acho que um mundo completamente vegetariano seria uma utopia, mas respeito quem ache o contrário. Não tenho problemas nenhuns em admitir que admiro os vegetarianos, embora não seja uma. Apenas não gosto dos extremismos que alguns membros da comunidade vegetariana assumem. Confesso que fiz estes comentários com algum exagero propositado, porque enerva-me profundamente que os não vegetarianos sejam vistos como “vilões”. Respondi ao ataque com outro ataque, o que é algo feio de se fazer, até porque todos os modos de vida têm os seus prós e contras e acho que ninguém deve crucificar ninguém (e peço desculpa se ofendi ninguém quando disse que alguns vegetarianos não pensavam).

      Eliminar
  26. Tenta a APA de Torres Vedras!!! Fazem um trabalho extraordinário...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era mesmo isso que ia sugerir! Eles fazem um trabalho lindíssimo, nunca vi voluntários tratar animais com tanto amor e carinho como vi lá. Pode lá passar e ver pelos seus próprios olhos e, para além disso, precisam de muita ajuda! Deixo o link do blog: http://apa-tvedras.blogspot.com/

      Eliminar
  27. Vai na volta e é a mesma instituição que há uns tempos atrás recusou uma tonelada de ração oferecida por uma associação pró tauromaquia...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai na volta e se não for a mesma instituição? Que tal falar de factos e não fazer intrigas com meras suposições? Por acaso leu a explicação que a dita associação deu sobre o caso? Ou acha mesmo que uma associação pró tauromaquia é muito amiga dos animais?

      Eliminar
    2. Não não é amiga dos animais e eu sou contra as touradas, mas não concordei com a decisão de recusarem toneladas de comida dessa associação, quando andaram a pedir porque estavam a ficar sem comida para alimentar os animais que abrigam. Para mim, se calhar estou errada, aceitavam e depois faziam os comentários que entendessem... ao recusarem, ficaram sem alimento mas também não salvaram nenhum touro...

      Eliminar
    3. Curiosamente, o Anónimo das 11:31 respondeu por mim (Anónimo das 00:51) e muito bem. Provavelmente também conhece o caso.
      Se a suposição foi provocatória, é porque a situação é, de facto, ridícula. E digo-lhe já, Anónimo das 11:21, que se não for a mesma instituição, então já são 2 as instituições com pessoas fundamentalistas à frente. Que bom para a Humanidade, não é? :)

      Eliminar
    4. Razões para recusar:
      1) é comida comprada com dinheiro proveniente dos lucros gerados pela tortura de animais para divertimento.
      2) é incoerente aceitar a tortura de bois numa tourada mas rejeitar lutas de cães, por exemplo. Pelo menos nas lutas de cães nenhum dos adversários tem uma vantagem clara.
      3) aceitar ajuda de gente envolvida na tauromaquia só iria dar-lhes razões para continuarem com a conversa hipócrita de que na realidade são muito amigos dos animas e adoram touros.
      4) qual é o limite? quão mau é que um grupo tem que ser para ser rejeitado? achava bem que aceitassem um donativo de um partido neo-nazi, por exemplo?

      Eliminar
    5. Salvar cães à custa da tortura de touros? Presente envenenado e com segundas intenções óbvias.

      Eliminar
    6. Uma coisa que esta gente não sabe ser é pragmática, tudo bem defenderem os seus ideais mas se estão necessitados porque não aceitar ajuda? Aceitavam a ração e resalvavam que só o faziam porque assim iam conseguir alimentar os animais durante algum tempo. Em tempo de guerra não se limpa armas.

      Tânia

      Eliminar
  28. Acho lamentável que tenham recusado ajuda numa altura tão crítica para quem acolhe animais abandonados que infelizmente aumentam de dia para dia. Pelos animais, valia a pena pôr os fundamentalismos de parte. Mas tal como já aqui disseram não desista desta causa, haverão muitas outras instituições que agradecerão a sua ajuda.

    ResponderEliminar
  29. Estou incredula... a conclusão a q chego é q anda MTA gente doidinha por aí....

    ResponderEliminar
  30. Será que eles também são todos vegetarianos??!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas qual o vosso problema em reconhecer o número crescente de vegetarianos? Meus senhores, ser vegetariano não é nenhum sacrifício.

      Eliminar
    2. O "problema" é que a pele é APROVEITADA como subproduto duma produção primária que é a carne. Logo, para ter moral para ser contra o uso de peles, é preciso que a pessoa em questão não coma carne, caso contrário é estupidamente incoerente.

      Eliminar
  31. Pipoca, não deixe de ajudar outra instuituição de animais só porque aconteceu essa situação com essa.. lembre-se que os animais são o mais importante e não têm culpa da atitude de algumas pessoas. Há muitas instituições a precisarem de ajuda!

    ResponderEliminar
  32. Não como carne, não uso peles, sou voluntária numa associação de animais abandonados mas acho que a decisão dessa associação não cabe na cabeça de ninguém.
    Se fosse toureira, ou dona de uma fábrica de peles, ou de um matadouro, umas dessas indústrias que provocam os maus tratos e a morte de animais inocentes entendia perfeitamente.
    Antes de deixar de comer carne e usar peles já ajudava associações e nunca recusaram ajuda nem perguntaram se eu usava peles.

    De certeza que foi caso único Pipoca, uma associação 'normal' não recusaria a ajuda que todas precisam tanto, não desista desta causa pff

    Inês

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo totalmente com a Inês. A população em geral, assim como a Pipoca, come animais e usa roupas e acessórios com derivados dos mesmos, mas não estão a publicitar nenhuma indústria ou acto de violência gratuita contra eles. Mas há muita gente que confunde defender e ajudar os animais com o defender e amar cães e gatos. Acho que as Associações que defendem o bem-estar animal devem sensibilizar a comunidade para o sofrimento animal (seja cão, gato, porco ou galinha), mas não rejeitando qualquer ajuda da parte delas, antes informando e ajudando aqueles que queiram evoluir.

      Anabela

      Eliminar
  33. Já que tem a oportunidade, não deixe de ajudar esta associação:

    -Ani São-João: https://www.facebook.com/AniSaoJoao?fref=ts

    ResponderEliminar
  34. Há uma linha muito fina entre convicção e palermice, facilmente atravessada por quem adopta ideologias sem reflectir nelas...

    Hoje jantei no Wok to Walk e o funcionário enganou-se no pedido da pessoa à minha frente, juntou frango à tigela quando o pedido era vegetariano. Vai ele para corrigir e o cliente diz "ah, não, faça-me outra tigela que eu não posso comer vegetais que tenham tocado em carne". E vai a primeira tigela toda para o lixo. Tive vontade de lhe atirar com pedaços de bacon.

    Eu aliás nunca me senti plenamente convencida com essas histórias do "couro ecológico", nome que agora dão ao produto sintético com que se fazem carteiras e sapatos. Aquilo é plástico, senhores, plástico. O plástico é feito a partir do petróleo em fábricas que queimam mais petróleo ainda para obter energia, e com montes de processos químicos pelo meio. Recuso-me a acreditar que isso seja saudável para o meio ambiente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Patuxxa,
      Desculpe, mas discordo de uma coisa que você escreveu. Eu não como carne e sinto nojo de comer alimentos que encostaram nela. Não é frescura, o que ocorre é que a carne tem um gosto muito acentuado e acaba passando para os outros alimentos. E eu (não sei se com todos os vegetarianos é assim) simplesmente não consigo comer coisas com gosto de carne. Meu estômago se revolta. É mais ou menos como a Pipoca com cebola. E se a pessoa estava em um restaurante e seu pedido veio errado, não vejo mal em pedir o que ela pediu. Eu faria a mesma coisa.

      Eliminar
    2. Subscrevo na íntegra o comentário da Lúcia. E não, não é capricho. Eu faria o mesmo que uma pessoa que come carne faria se, por engano, o seu prato viesse com bocadinhos de carne humana (ou sequer carne de cão, por exemplo): certamente não conseguiria tolerar a ideia de que a sua comida já tinha estado em contacto com aquilo.

      Eliminar
    3. Eu vou a um restaurante e não vem para a mesa o que pedi...eu mando para trás, ponto final.Não entendo onde está o espanto, sinceramente.O senhor não comia carne, logo não gosta do saber da carne, logo não tem que comer...ponto final.

      Eliminar
    4. Meu Deus. Gostava de vos ver com fome. Comiam tudo o que vos pusessem à frente. Manias e mais nada. Comparar carne de animais a carne humana! Francamente.
      E quanto ao cão é uma questão de cultura. Sabe que comer cão nas Filipinas é tão natural como um hamburguer?
      Realmente esta geração tem cá uma mentalidadezinha, que até enerva. Vivessem vocês na altura em que uma sardinha dava para 3 e logo viam se não comiam tudo e mais alguma coisa.

      Eliminar
    5. Acho que quem respondeu à Patuxxa não percebeu bem a questão: os fundamentalistas da causa animal - e eu adoro animais e tenho um cão - humanizam os animais e esquecem-se, muitas vezes, do resto, incluindo humanos - quando exigem uma troca integral de um prato, cujos ingredientes irão, muito provavelmente, todos para o lixo, quando há tanta a gente a passar forme (se querem fundamentalismo...) ou quando usam tudo sintéctico, que polui bem mais o ambiente do que a indústria peleira - fazendo-nos mal a nós, humanos!
      Comparar carne comestível com carne humana ou de cão (se bem que os asiáticos a comem) não faz sentido. Parece o argumento - infantil - da Pipoca para o marido sobre a cebola e o cocó. É infantil, ponto. (Além de que a Pipoca não disse que não comia o que tinha tocado em cebola, só não comia a dita. O que acontece é que dá muito trabalho separá-la - se não for mesmo impossível, por estar picada e misturada com tudo).
      Resumindo, penso que terá sido isso que a Patuxxa terá querido dizer é que os fundamentalistas da causa animal são tão naturistas numas coisas e tão pouco noutras!

      Eliminar
    6. Se calhar tu é que precisas de menos palermice, patuxxa!
      Conheço uma pessoa vegetariana que já não come carne há imenso tempo e tem uma reacção intestinal bastante violenta se ingerir carne. E é perfeitamente saudável, já agora. Desculpa lá patuxxa se alguém não quis passar um dia na sanita para não ferir as tuas sensibilidades...

      Eliminar
    7. Nem mais patuxxa.
      Hoje passei por uma situação parecida, fui almoçar fora e pedi como sobremesa uma fatia de bolo de bolacha. O bolo de bolacha tinha demasiada manteiga para mim e eu feita parva impliquei de tal maneira com o sabor do bolo que estava pronta para chamar o empregado para deitar aquilo fora. Nisto passa no telejornal crianças das Filipinas com uma placa nas mãos "We need food" ... Não fui capaz, aliás, caiu-me muito mal eu saber que estava a reclamar estupidamente por uma fatia de bolo enquanto aquelas crianças estavam desesperadas por comida. Não mandei o bolo para trás e também não o deixei no prato.
      Foi um abre olhos.

      Eliminar
  35. Pipoca ajude outra instituição de animais! De certeza que existem muitas outras que adorariam receber a sua ajuda!

    http://portuguesespelocanada.blogspot.ca

    ResponderEliminar
  36. https://secure.avaaz.org/po/petition/LIBERDADE_AOS_ANIMAIS_DE_ZOOLOGICO/?sPbwPeb

    ResponderEliminar
  37. A Guadi de Vila Real de St. António precisa muito de ajuda. Tem muitos cães e gatos para cuidar e nem sempre é fácil

    ResponderEliminar
  38. Tristeza, é preciso restaurar a fé na humanidade. Continua à procura, outra instituição de abrigo animal/ajuda animal irá agradecer a ajuda.

    ResponderEliminar
  39. Pipoca, falou com a União Zoófila?? Eles às vezes têm ajudas da Ana. Galvão e do Nuno. Markl, e estou em crer que o. Markl é pessoa para usar um cintozito de pele LOL digo isto porque sou voluntária lá e quase me parece impossivel recusarem a pipoca, só se não tiverem noção nenhuma de quem é. Mas olhe... há a associação sobreviver de Setúbal que precisa muito; o refúgio Angels; o Cantinho da. Milú que é uma pessoa de grande generosidade; a casa Amarela... Se precisar de ajudar fale comigo :)

    ResponderEliminar
  40. Na verdade isso foi apenas uma desculpa para não se associarem a si e ao seu blog.
    Não percebeu porque razão essa Associação teve tal reacção ?
    Eu dou uma pista :
    Sabe porque a doacção de sangue e/ou orgãos não pode ser remunerada ?

    Pense e logo percebe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seria possível dar mais algumas pistas sobre o seu ponto de vista?

      Rute

      Eliminar
    2. Porque há determinadas coisas que não podem entrar no comércio! Assim como há determinados valores que não devem que não devem estar associados ao lucro ou à publicidade. Excelente ponto de vista! É evidente que é isso que está em causa.

      Eliminar
    3. Lucro? Publicidade? A sério, tenha juízo, por favor. O único lucro seria para a instituição envolvida, que receberia o apoio de CENTENAS de pessoas. CENTENAS, repito. E a publicidade seria também para a mesma instituição, que poderia expor a sua causa e dar a conhecer o seu trabalho. Eu não ia lucrar rigorosamente nada com isto, fui convidada para apadrinhar uma acção e aceitei, só isso. Não há pachorra para esta conversa.

      Eliminar
    4. Certissima Pipocas. Gostam tt de animais mas preferem q morram a fome. Triste hipocrisia.

      Eliminar
  41. Na minha modesta opinião, a atitude dessa pessoa ( que com toda a certeza estava com uns sapatos de pele calçados e com um bocadinho de sorte tinha no pulso um relogio com bracelete em pele, sem falar na mala e porta moedas, e carteira e porta chaves, and so on....,) é mais um ataque pessoal à Ana e não propriamente o fundamentalismo de que tanto falam! deve ser um desses muitos anónimos que vêm aqui destilar o seu veneno volta e meia e que agora encontrou uma boa forma de descarregar as suas frustrações dizendo Não à ajuda dada! Enfim....

    ResponderEliminar
  42. Tive que comentar! Subscrevo na integra o seu post. Infelizmente tendo um blog de culinária também já passou pessoal deste "fundamentalistas" a mandarem-me mails a maltratar em causa ter receitas com carne. Sobre as malas e sapatos de pele, sou a favor, e não consigo chegar perto do que não é pelica genuína, pois fui "quase" criada dentro das fabricas de calçado, e adorava aquele cheiro a pele. Tive uma sapataria em Campo de Ourique nos anos 74/75/76/77, que só utilizava material do bom (pelica) naquele tempo, não havia este pessoal que se arma em santos só gostava de saber o que fazem aos animais ditos "racionais" (pessoas). Pois....Não gosto de apontar o dedo, mas, fico nauseada com atitudes radicalistas, e para mais quando não aceitam a ajuda e quem vai sofrer com essa atitude, são os animais que esse pessoal diz adorar... Santa ingnorância, e fico-me por aqui...muito mais havia a dizer.

    NOTAS: Para os radicalistas: tenho vestuário, sapatos, malas, cintos, etc em pelica, prefiro pouco mas bom! Podem mandar vir, e ofender, que não vou responder,ok?

    "Os cães ladram e a caravana passa!"

    Ana, o que há é instituições que vão aceitar a sua ajuda, siga em frente, se precisar de alguns nomes, é só dizer que eu passo, no privado.

    Um excelente dia a todo o pessoal...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até que enfim vejo alguém com juízo na cabeça. Subscrevo tudo o que escreveu. Também prefiro pouco mas muito bom. E só não tenho mais porque a vida está má. Devemos ter mais ou menos a mesma idade. Já passamos os 40?
      Acho que estas fundamentalistas de fraldas engraçadas, mas a partir de uma certa altura começam a enjoar. Só gostava de ser mosca e espreitar o "closet" (mais uma palavra que está na moda) de algumas destas fundamentalistas.

      Eliminar
  43. Os animais não vão passar fome e frio só porque a Pipoca não vai poder apoiar, caneco, que histeria. A Ana tem toda a razão em estar indignada porque tem boas intenções e a sua ajuda foi rejeitada; mas a instituição tem todo o direito em recusar a associação a figuras (ou programas de televisão) que considere que não são adequadas. É fundamentalismo, claro, mas se precisassem MESMO não recusavam. Eu bem sei que a Ana não mencionou a associação mas para rejeitarem e para terem esta postura cheira-me que sei qual é, e essa não tem falta. Ajuda um canil municipal, Ana, um dos que não abate cães e tem imensa dificuldade em sobreviver.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um canil (que não seja de abate) também é boa ideia sim senhora...precisam mesmo de ajuda..

      Eliminar
  44. Agora fiquei tão surpreendida como tu. Como é possível alguém recusar ajuda assim? Juro-te!! Essa história da roupa não me surpreende, há uns anos a minha escola também andou angariar roupas e coisas essenciais para dar e quando chegamos a uma instituição tocando à campainha e explicamos o que trazíamos a resposta foi: não precisamos! Enfim.. A ideia com que se fica é que afinal as instituições não precisam assim de tanta ajuda. Sinceramente essa atitude da instituição merecia que revelasses o nome! Tristeza.

    ResponderEliminar
  45. Hoje em dia, são poucas (ou melhor, quase nenhumas) as pessoas que não contribuem para o mau trato dos animais. Basta fazerem uma pequena pesquisa, e verão que muitos dos produtos que usamos no dia-a-dia são feitos à base de alguma parte de um animal, ou simplesmente usam-nos para os testar (produtos de cosmética e de higiene, alimentação, material escolar, medicamentos ...).

    Infelizmente, é invitável. E por mais que se tenha cuidado, nunca se tem a certeza a 100% que nenhum animal foi prejudicado por usarmos este ou aquele produto. Por isso parece -me ridículo terem recusado a sua ajuda. A minha questão é... os ratinhos de laboratório não interessam? Têm menos direitos do que os outros?

    Dps claro, há causas mais 'importantes' do que outras. E sejamos sinceras, fazer sofrer um animal SÓ por um casaco ou uma carteira, poderia ser evitado... Nos tempos que correm, comer carne tbm poderia ser evitado, visto que encontramos alternativas tão (ou mais) saudáveis. Mas lá está... seja por que motivo for, recusar a ajuda de uma pessoa é uma atitude triste e egoísta (um cão abandonado não recusaria a sua ajuda, com certeza). As pessoas muito gostam de julgar os outros. Dá-lhes mais prazer ainda do que defenderem uma causa de valor.

    ResponderEliminar
  46. Vê aquela institiuição de fátima, onde o dono do terreno onde estava uma instituição de animais (penso que caes) resolveu solta-los a todos para ter o terreno de volta!
    Anda tudo louco à procura dos animais, uns ja morreram atropelados, etc!

    Essa instituição de certeza que não se ia importar!!!

    ResponderEliminar
  47. Ana, Por favor não desistas! Tenho a certeza que há-de haver uma instituição de apoio aos animais que ficaria muito grata pela tua ajuda. Normalmente eles precisam de ração, para gatos e cães, trelas, caminhas, cobertores, medicamentos, mas sobretudo acções como a tua, que certamente terão muita visibilidade e conseguiram arrecadar alimento para os animais nesses centros. Já agora, desafio-te a visitar um canil Pode ser o de Lisboa. Terias tanto para dizer aqui no blogue, pode ser que alguém importante leia, e resolva esta situação urgente e triste.

    ResponderEliminar
  48. Como em tudo que é levado ao extremo, torna-se exagero, são ideias...

    Sónia
    Taras e Manias

    ResponderEliminar
  49. Oh pá, pardon my french, mas na sua maioria as pessoas que se dizem mto defensoras dos animais e o raio a 4 são do mais bronco, mal educado e fundamentalista que conheço. Com raras e honrosas excepções, pois claro e ainda bem! Então quando eu, bambi confesso, cometi o erro de dizer em frente a uma menina voluntária em associações de animais de lés a lés desta galáxia, que não gostava de cães ela ia-me matando. Não estou a brincar. Eu tentei explicar-lhe que não tenho empatia com cães, não vale a pena. Tenho medo, não me sinto confortável sequer tenho uma casa com condições para eles andarem a desbravar por lá fora. Essa pessoa pura e simplesmente não percebeu, tentou fazer-me sentir uma mer"#, que eu era indigna do ar que respirava com os "patudinhos deste mundo".

    Eh pá, só a dos "patudinhos" acabou com a minha raça!!! Fiquei com a pior impressão dessa pessoa. O pior, é que vejo que é um padrão normal nas pessoas que ajudam nestas associações. Repito que há excepções e ainda bem.

    Eu sou bombeira voluntária na minha terra e os meus colegas contaram-me que numa ocorrência, ainda eu não estava em serviço, alguém mandou uma boca do género: "Pois é, quando são os gatos presos nas árvores não vêm tão depressa, exibicionistas" E a ocorrência era um despiste de um ligeiro de passageiros com 2 encarcerados e um projectado pelo vidro da frente do carro em paragem. Há pessoas que nem têm qualificação.

    ResponderEliminar
  50. Que falta de bom senso... Mas Ana, por favor não desista de ajudar só porque um atrasado mental acha que é a Cruella deVille. Um beijinho!

    ResponderEliminar
  51. Sinto vergonha alheia. E na minha opinião, fez muito bem em expor a situação, como dizia o outro: é um abrólhos.

    ResponderEliminar
  52. Falta de coerência...e logo a ti, que gostas e tratas bem os animais! Enfim.. Se ainda não escolheste ajuda a Asaast de Santo Tirso. Eles precisam tanto de ajuda! Foi lá que eu adotei a doce Diana, uma cadelinha linda :)

    Pensa com carinho! Beijinhos

    ResponderEliminar
  53. Será que essa pessoa também não come bitoques só porque gosta de animais?
    Continua a ajudar Ana!
    Felizmente nem toda a gente é movida por esse fundamentalismo!
    vidademulheraos40.blogspot.com.

    ResponderEliminar
  54. É assim mesmo, estamos em Portugal, enfim!!!
    Mas, tenta outra instituição e nunca desistas, pois os únicos que não têm culpa desta situação são mesmo os animais e não quem "supostamente" está numa instituição para os ajudar.
    Sê tu mesma e vence tudo e todos!
    Bjs

    ResponderEliminar
  55. Realmente é de bradar aos céus...
    Não sei de que instituição se trata mas há muitas instituições e se calhar até esta que contactaste, muitas vezes se serve da publicidade feita por figuras públicas das revistas cor de rosa por exemplo para arranjar dinheiro para ajudar os animais coisa q eu acho lindamente.
    Se calhar no caso dessas figuras públicas já n importa o conteúdo dos seus armários e a natureza dos acessórios q usam.
    E a maquilhagem q usam? Foi testada em animais? e o gel de banho, e o perfume? Ou isso já não faz mal? lol...
    Hipócritas...

    ResponderEliminar
  56. Depende, Pipoca. Uma coisa é abater o animal para o comer e, ao mesmo tempo, aproveitar a pele para fazer roupa. Isso é normal. As botas costumam ter pele, couro, camurça, essas coisas. No entanto, matar um animal pura e simplesmente por vaidade, sem um segundo sentido, é desumano. Ainda por cima, caso a Pipoca não saiba, as chinchilas, as raposas e muitos outros bichos costumam ser esfolados vivos, torturados, para que andemos vaidosas com casacos e golas feitos com o seu pêlo. Infelizmente é só procurar no youtube para conhecer uma realidade tão feia e malvada. Depois de ver os vídeos, talvez repense a sua forma de agir.

    Não diria que as pessoas que usam pele não gostam dos bichos... apenas nitidamente desconhecem o que eles sofrem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Envie aqui para o blogue o vídeo de uma raposa a ser esfolada viva, por favor.
      Mas alguém acredita que os bichos se deixem esfolar estando vivos?!

      Eliminar
    2. Vejam um documentário chamado Earthlings (está disponível integralmente no Youtube) e depois falem.

      Eliminar
  57. Siga para bingo, pessoas desse tipo nem merecem ser comentadas, porque o k querem é media e fazerem-se de coitadinhas, "eu falo, eu aconteço", é mentira, não fazem nd! Lá em casa aposto que os maplezinhos são tdos em pele e por aí fora. Puritismo puramente falso.

    ResponderEliminar
  58. Sem querer defender a instituição, parece-me que faz algum sentido que uma instituição que ajude e apoie os animais não queira estar publicamente associado a alguém que usa peles. Os animais não são só cães e gatos e provavelmente a associação perderia muitas ajudas e associados (esses sim fundamentalistas) por não perceberem esta parceria. Isto do ponto de vista de uma ajuda pública, como imagino ser, provavelmente associada a uma marca e com alguma exposição. Agora, dúvido muito que se a Pipoca, ou mesmo alguém vestido de peles dos pés à cabeça, aparecer com um grande saco de ração, sem exposição mediática nem publicidade a associação o rejeite. É uma situação delicada, mas é preciso ver todos os pontos de vista...

    estenaoeumbloguedemoda.wordpress.com

    ResponderEliminar
  59. Pois é, mas se for preciso, daqui por uns tempinhos (não muitos, que o Natal está já aí) aparecem na TV a pedir ajuda e a apelar ao carinho e dedicação de quem os puder ou quiser ajudar. vidas! tugalinhos e tugalitas no seu melhor pipoca.
    o que havemos de fazer? nunca vamos sair da cepa torta! atenta no que te digo. keep on living your life, follow your so positive instintc and be happy!

    you rock pipoca girl!!! :)

    ResponderEliminar
  60. E tem que ser em Lisboa? ajude o CANTINHO DOS ANIMAIS em Beja. estão tão necessitados... os animais são imensos.
    pense nisso. era bom.

    ResponderEliminar
  61. Há coisas inacreditáveis! Com tantas instituições a precisarem de ajuda há aquelas que se dão ao luxo de "escolherem" quem ajuda! E por um motivo assim... Enfim, não entendo! Com certeza encontrarás outra instituição que dará graças por ter uma ajuda tua!

    ResponderEliminar
  62. Sim, outra instituição mas nunca virar as costas, de certeza que por um que "cospe" no prato há dezenas que agradeceriam o teu apoio. Tens milhões de visualizações e o que apoiasses aqui de certeza que chegaria a muitas mais pessoas do que as que poderia chegar se uma associação fizesse o pedido por ela mesma, sozinha. Acho óptimo que apoies boas causas, podias ser uma Oprah portuguesa (à devida escala) ;) Mas nunca vires as costas porque encontras alguém sem sentido comum à frente.

    ResponderEliminar
  63. "E sim, também como bitoques e jamais os trocarei por tofu, lamento." Uma coisa é matar animais para alimentação (algo fundamental), outra coisa é matar animais para vaidade. E aí não há desculpa. Para mim quem tem produtos de pele... Não, não é lá muito boa pessoa. Percebe-se perfeitamente porque é que a recusaram.
    "Não é por nada, mas se vão declinar a ajuda de todas as pessoas que tenham uns sapatos, uma carteira ou um cinto em pele (de maior ou menor qualidade, não interessa), cheira-me que bem podem ir já fechando as portinhas." Não sei em que mundo é que vive (porque menos os produtos de pele de menor qualidade são caros) mas não há assim tanta gente a viver em Portugal que tenha produtos de pele.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Matar animais para alimentação não é essencial para viver. Nem é sequer essencial para uma vida saudável.

      Eliminar
    2. É sim. O ser humano (e antepassados) come carne há milhões de anos. Uma alimentação equilibrada e saudável sem carne é impossivel, para já não dizer carissima e pouco prática

      Eliminar
    3. Ah é? Em cada esquina encontro dezenas de vegetarianos mortos ou anémicos! Informem-se! Se querem continuar a comer animais admitam que é por egoísmo, não por o vegetarianismo não ser saudável.

      Eliminar
    4. 'Uma alimentação equilibrada e saudável sem carne é impossivel, para já não dizer carissima e pouco prática'


      (Além das outras barbaridades), Caríssima??? Vê-se mesmo que não faz ideia do que está a falar, informe-se Anónimo !

      Inês

      Eliminar
    5. ai pa ja nao ha cu para vegetarianos e pessoas que batem no peito a dizer que nao usam pele e nho nhho nho, deixem de ser meninos mimados sim e get a life.

      Eliminar
    6. 'Uma alimentação equilibrada e saudável sem carne é impossivel'

      Sou nutricionista e vegetariana... O que disse está completamente errado.

      Eliminar
  64. Pipoca..e que tal ajudar os velhinhos mais carenciados, que muitas vezes são, também eles, esquecidos (pela população em geral, e mesmo pela própria família)? As Irmãzinhas dos Pobres, em Campolide, fazem um trabalho maravilhoso..com muito (!!!!!) pouco.
    http://www.irmazinhasdospobres.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. exacto! em vez de andarem aqui a discutir pentelhos, que tal ajudar as pessoas?? e a desculpa de que ja se ajudou o ano passado nao conta. ou nao veem noticias?

      Eliminar
  65. Pipoca, por favor não deixe de ajudar os animais, que como bem disse são tantas vezes esquecidos e não têm a culpa.

    ResponderEliminar
  66. Pipoca, podes sempre ajudar a ABRA, que bem precisa!

    ResponderEliminar
  67. Ana, até compreendo a sua indignação. Mas por favor deixe-me fazer um reparo ao seu texto: tem noção de quão distante da verdade está a sua frase "Em primeiro lugar, se tenho meia dúzia de sapatos/carteiras em pele é muito"?
    Eu acompanho (de perto) o seu blogue há sete anos e SEI (porque vejo) que tem muuuitas dezenas (para não dizer centenas) de sapatos/carteiras em pele. Para que não se pense que estou a inventar, ou sequer a exagerar, tive o cuidado de ir passar os olhos pela sua última dúzia de "Hoje deu-me para isto" e contei, salvo erro, dezoito (!) sapatos/carteiras em pele. E não incluí as carteiras da Bazaar Chiado, por não ter a certeza. Fora isso, só se salvam a carteira Furla Candy e os botins da Primark. Sabe que a carteira Louis Vuitton é de pele, não sabe? E os ténis da Nike. E as sandálias e as botas da Zara. E os sapatos Louboutin. E as carteiras Prada e Givenchy. E os sapatoz Zillian. E a carteira Stella Rittwagen. And so on.
    Por isso (e não lhe tirando alguma razão, repito), peço-lhe que seja honesta quando justifica a sua indignação.
    Filipa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bom comentário Filipa. Não percebo a indignação da Pipoca por esta entidade não querer o seu nome associado a este blog.

      Eliminar
    2. Anónimo das 11:19,
      Nem era bem essa a ideia do meu comentário. Aliás, sinceramente, estou mais inclinada para não achar bem que a associação tenha recusado a ajuda da Pipoca. Eu, se tivesse uma associação (e olhe que eu não como carne), não a recusaria. Mas, enfim, admito que é uma questão sensível, porque a verdade é que uma vaca ou uma ovelha ou um porco obviamente NÃO vale mais do que um cão ou um gato.
      A ideia do meu comentário foi chamar a atenção da Ana para o facto de não estar a ser honesta nem justa neste concreto argumento que usou. A Ana não tem "meia dúzia" de sapatos/carteiras em pele, como afirmou. Só em doze dias, usou dezoito diferentes... Portanto, dá para ter uma ideia das centenas de artigos de pele que tem acumulados em casa.
      Filipa

      Eliminar
    3. Eu sou honesta na minha indignação. Sou uma pessoa que gosta de animais e que viu a sua ajuda recusada. Chateia-me exclusivamente por saber que os animais precisam mesmo de ajuda e que têm necessidades efectivas. Mas já que fez o trabalho de casa tão bem feito, pergunte-se quantos dos ditos defensores animais não terão em suas casas produtos que levam na sua composição algo animal. Porque, como diz, estão presente em quase tudo, mesmo em coisas que parecem não ter. Continuo a achar que é fundamentalismo, mas é a minha opinião.

      Eliminar
    4. Filipa, contou bem? Se calhar não são CENTENAS, são mesmo MILHARES! Provavelmente, os mesmos MILHARES que a Filipa também terá aí por casa.

      Eliminar
    5. Você é contra o aborto (não sei se é ou não, não interessa), mas se for só um não faz mal... afinal se for contra completamente é fundamentalismo!!

      Tanta celeuma, mas as pessoas são obrigadas a aceitar algo que não querem?? Eles acham que o blog vai contra os princípios deles, é um argumento, se é válido ou não depende da perspectiva, a meu ver é, e como tal recusaram estar associados a esta ideia. Mas se gosta assim tanto dos animais dessa instituição, faça uma doação anónima!

      Eliminar
    6. (Naturalmente, o que eu queria dizer era "porque a verdade é que uma vaca ou uma ovelha ou um porco obviamente NÃO vale MENOS do que um cão ou um gato.".)

      Ana, sim, já lhe disse que compreendo perfeitamente a sua indignação. E que, à partida, até lhe dou razão. E dou-lha justamente por saber que não deixa de ser verdade a observação que fez quando disse que a maioria dos defensores dos animais (onde me incluo) têm nas suas casas produtos de origem animal (infelizmente, também me incluo aqui).
      Adiante, junto-me ao coro desta caixa de comentátrios: POR FAVOR, não tome a árvore pela floresta e escolha outra associação de animais. Eles precisam MUITO de todas as ajudas. Obrigada.
      Filipa

      Eliminar
    7. Pipoca, está-se a perder nos comentários... a mulher (Filipa) até pode ter biliões (!), não foi ela que fez o post, não pode (ou não deve) justificar as suas atitudes pelas dos outros.

      Eliminar
    8. Pipoca, nunca pensei vê-la a cometer um erro tão crasso na argumentação. Na sua resposta à Filipa parecia uma criança. 'Ai, não interessa se eu tenho objectos em pele porque tu tens mais!!'. Tenho-a em melhor consideração.

      Eliminar
  68. Que atitude nojenta. E os animais é que perdem... Não haverá outra associação do mesmo género sem pessoas tacanhas por trás? Acredito que sim.

    ResponderEliminar
  69. Uma vez levei roupa a uma instituição. Fiz cerca de 30km, ir e vir 60km, a gasolina não está barata! Levei montes de roupa! Quando lá cheguei e disse que era para entregar todos aqueles sacos de roupa a resposta foi: "Não aceitamos roupa como donativo!" Oi? Então aceitam o quê? "Neste momento estamos a precisar de dinheiro!" Pois é minha senhora, de dinheiro também eu preciso e por isso é que vou levar a roupa para trás e vendê-la! E por isto, de certo que se a Ana perguntasse "De quanto precisam?" Até podia levar o chequizito numa carteira de pele! Ah! Não vendi a roupa! Juntei mais uns cobertores que ajudei a distribuir por sem abrigo no Porto e tenho a certeza que ficou muito bem empregue! E já agora ajudem que as noites já são frias e não sabemos o nosso dia de amanhã! ***

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente quem está á frente das associações está-se a marimbar para a causa q deveria defender. São diretores da instituição X ou Y pra chupar o dinheirinho todo e fingem que ajudam muito...

      Eliminar
  70. Olá Pipoca! Concordo com os restantes comentários. Se puderes ajuda uma instituição de animais. Pois são os mais esquecidos em termos de donativos. É tão, tão triste que haja pessoas (os dessa instituição nomeadamente) que em prol dos seus princípios, metem a arrogância à frente da ajuda aos animais. Um cão ou um gato quer lá saber se quem o ajudou veste peles ou não!!! Como é que essa gente não pensa na fome ou desconforto dos pequenos... Isso sim é crueldade animal!!! OMG

    ResponderEliminar
  71. Pipoquinha, nem sempre tens razão apesar de perceber a tua indignação e francamente acho que desta vez não tens efectivamente.

    ResponderEliminar
  72. Sua assassina, criminosa da pior espécie. Então com sapatinhos e malunfas de pele, querias ajudar uma Associação de animais?!? Claro que não, nem animais, nem plantas, sim muito algodão e linho andam nessas gavetas!!

    O post está excelente, a atitude é completamente despropositada e fanática, o que me deixa preocupada, como pode estar alguém à frente de algo ser ou incompetente para não receber uns sacos de roupa ou dar-te uma resposta dessas! Haja Paciência!


    nadinhadeimportante.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  73. Isto não me espanta nada. Infelizmente.
    No ano passado quis dar uma impressora que já não usava a uma instituição que acolhe crianças em risco uma vez que muitas é ali que fazem os seus trabalhos para a escola.
    Liguei para saber quando podia ir lá deixar a impressora e achei logo estranho fazerem-me tantas perguntas e dizerem-me que primeiro tinham de falar com a directora da instituição. Mas tudo bem.
    Liguei, novamente, no dia seguinte e já tinham uma resposta para me dar: "...Só se a impressora vier com caixa, CD de instalação e garantia".
    Obrigadinha minhas amigas! Isso também eu queria!
    Excusado será dizer que quem ficou a perder foram as crianças.

    ResponderEliminar
  74. Ora bem, eu acho que a tua razão foi outra... viste a barraca que deu o post das peles e tau..ala ajudar uma instituição de proteção aos animais que eles já esquecem a cena... Ganda Instituição!! Estão de Parabéns!! Vai mas é apoiar a Zara e afins rapariga!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querido anónimo, já que falamos de animais, por favor não seja burro/a. O contacto com esta instituição já foi feito há mais de um mês, não me lembrei agora disto. E o post, como já disse, era com casacos de pêlo sintéctico.

      Eliminar
  75. Sem dúvida que é puro fundamentalismo. Nem consigo acreditar que recusaram ajuda quando, por norma, essas instituições têm dificuldades!! Isto sim, não é nada coerente. Até porque "ah e tal não queremos a tua ajuda porque calças sapatos em pele, tens casacos de pêlo, ou malas em pele também" mas de certeza que não andam a alfaces e couves!! De certeza que gostam de comer um bom bife, um bom naco de carne...mas depois saem-se com estas teorias. Enfim... Gosto muito de animais, dói-me no coração quando os vejo abandonados e custa-me acreditar que uma instituição negou a ajuda de alguém. Não há palavras. Pipoca, fica a tua sincera intenção.

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  76. Pipoca, cada um dá o que pode e ajuda da forma que quer/consegue. Eu sou à uns anitos voluntária numa associação (já agora: APCA em S.Pedro de Sintra - www.apca.org.pt) e confesso que, tal como tu e muitos, não troco o bitoque pelo tofu. Garanto-te/vos que nem todas as associações se podem dar a esse luxo, de recusar uma ajuda (seja ela qual for, comida, detergentes, um par de mãos a mais para ajudar mesmo que num pequeno passeio com um cão que precise de sair do canil).
    Parabéns pela tua iniciativa, seja qual for a associação que pretendas auxiliar, é sempre tão bom dar algo de nós assim...só porque sim :)

    ResponderEliminar
  77. O que me incomoda nestas pessoas que estão à frente destas instituições é que a maior parte não faz a mais pequena ideia do que é um animal e do que um animal precisa realmente.

    ResponderEliminar
  78. É procurar outra instituição que queira ser ajudada e siga pra bingo.

    http://oblogdapaula.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  79. Nunca comentei Pipoca, mas comento agora.
    Percebo que a tua intenção foi boa, mas tens de te por no lado dos defensores dos animais. É como se apunhalassem a causa pelas costas.
    Se realmente queres ajudar, podes ajudar que as instituições não se fazem rogadas a comida e medicamentos.

    ResponderEliminar
  80. Oh, fiquei furiosa ao ler este post! Que gente tão ESTÚPIDA! O fundamentalismo é o pior inimigo de qualquer causa e infelizmente a dos animais, que nada podem dizer para se defender, está cheia disso...só teriam a ganhar com a tua ajuda. Escolhe outra instituição, que de certeza que isso é uma coisa particular e não se estende a todas. E os bichitos merecem.

    ResponderEliminar
  81. Ola pipoca.
    Ha umas semanas o meu ginasio organizou uma aula em que contribuimos com 5euros para ajudar uma instituição de animais chama-se Patinhas sem Lar. É muitissimo recente. Aqui vão os links caso achares interessante. beijocas
    http://patinhassemlar.blogspot.pt/2013/09/seja-socio-da-associacao-patinhas-sem.html

    https://www.facebook.com/patinhassemlar

    ResponderEliminar
  82. Realmente gente parva!

    A ASSOCIAÇÃO SOBREVIVER em SETÚBAL dá apoio a muitos (demasiados infelizmente) animais e tem grandes dificuldades financeiras. Os voluntários são 5 estrelas!
    Era fantástico poderem ser ajudados!

    Pipoca pense nisso. Vá ao sitio deles no facebook ou na net e veja como os animais são acarinhados!

    beijocas

    ResponderEliminar
  83. Realmente não faz sentido algum... Pipoca é possível colocar aqui uma lista de associações que precisam de voluntários, em Lisboa? obrigada

    ResponderEliminar
  84. olá...sou defensora da causa animal...acho que devia escolher outra associação de animais ... nem todas são tão radicais...por favor Pipoca...tente outra ...os animais vão ficar eternamente agradecidos....pense...que todos deviam ser tão bem tratados como o seu...e esta nas suas mãos minimizar o frio e a fome de alguns.... :-)

    ResponderEliminar
  85. olá...sou defensora da causa animal...acho que devia escolher outra associação de animais ... nem todas são tão radicais...por favor Pipoca...tente outra ...os animais vão ficar eternamente agradecidos....pense...que todos deviam ser tão bem tratados como o seu...e esta nas suas mãos minimizar o frio e a fome de alguns.... :-)

    ResponderEliminar
  86. Pipoca...ajude outra associação...os animais vão ficar eternamente agradecidos ...pense que todos gostariam de ter o conforto...amor...comidinha que o seu tem :-( vá lá...

    ResponderEliminar
  87. Mas a instituição era obrigada a aceitar a proposta e estar associada ao seu blog? Se eles acham que têm argumentos válidos para não estarem associados ao blog, se até têm ajudas de outros sítios (sabe lá se o CR7 os ajuda anonimamente), porque haveriam de ser obrigados a aceitar.
    Sabe que nem todos estão assim tão desesperados que sejam obrigados a ir contra os seus princípios, neste caso eles acharam que estariam a ir contra a consciência deles, são opiniões, tão válidas, como a sua, ou a minha.
    Não entendo o porquê deste post, nem o porquê de julgar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou bsolutamente de acordo consigo!

      Eliminar
    2. Por amor da Santa!!!
      O mundo está mesmo perdido!!!

      Eliminar
  88. Aconteceu-me EXACTAMENTE isso numa igreja perto de minha casa. Carreguei EU um monte de roupa que separei especificamente para aquele efeito e depois oiço "ah vai-me desculpar mas não tá cá a pessoa responsável por isso, se quiser volte no dia X"...opahhhhh fiqeu tão desmotivada que dei tudo à minha empregada e disse para fazer o que quisesse. Incrédula com este seu post...

    http://osmeusosteusosnossos.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  89. Preferem q os bichos morram a fome e n tenham condições é gente mto burra e arrogante. Juro q n entendo nesta altura de crise, n aceitar uma ajuda simplesmente com a justificação q a Pipoca referiu. So sad.
    País de hipocritas e burros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso já é uma suposição - e leviana - da sua parte. Quem lhe disse a si que os animais daquela instituição passam fome?

      Eliminar
    2. Concordo plenamenteeeeeeeeee!

      Eliminar
    3. E quem me diz q n passam? Get a life

      Eliminar
  90. Pois, infelizmente é um caso comum... Tenho 2 cães, bem tratados, defendo q os animais devem ter direitos e respeitados na sociedade. Sou a favor de penas mais pesadas para quem os maltrata. Qd me perguntam, assim pr alto, qto gasto com os meus cães pr ano e rsp uma média de 500 €/ ano, com alimentaçao, vet e outras despesas q possam surgir, é um escândalo!!! Pq tu sabes qta gente precisava desse dinheiro s n tem? Há crianças a morrer de fome em África (adoro este "argumento") e tu gastas isso em 2 cães?! Antes, ainda perguntava qto tinha essa pessoa contribuído para África, dps percebi q não vale o tempo... Adiante, o meu sogro, sapateiro de profissão, oferece sempre uns sapatinhos e carteirinhas (ñ malas, porta moedas) em pele... Já ouvi o msm: não sabem cm uso artigos de pele sendo tão amiga dos animais e blá, blá, blá. .. Sabes à conclusão q chego: não sabem o q querem. Não ajudam animais, nem o vizinho do lado e mto menos as crianças africanas. Claro, q no teu caso é n vezes pior, pr ser uma associação. A propósito, pobre Uniâo Zoofila q se associa várias vezes ao Goucha em campanhas, ou será q o Sr não possui artigos em pele?! Não desistas dos animais pipoca, cm disseste às vezes são esquecidos. ;-)

    ResponderEliminar
  91. Olá Pipoca. Adoptei um patudinho através da Associação Gaticão e posso garantir que eles fazem um trabalho maravilhoso e que são 2 pessoas mais maravilhosas ainda! Se os quiseres ajudar, deixo endereço do facebook: https://www.facebook.com/Gaticao?fref=ts

    Obrigado :)

    ResponderEliminar
  92. Pipoca, a minha relação com as peles é exactamente igual à sua, a qual referiu no post.
    Mas consigo perceber a resposta da Instituição. Porque diz que não vê coerência e só fundamentalismo?
    Maria Inês

    ResponderEliminar
  93. Ah, o que eu gosto e broncos!

    Não gosto de animais de estimação em minha casa. Se puder optar, não quero ter, acho que devem ser família de quem tem todo o amor do mundo e paciência para lhes dar.

    Sendo assim, quando no supermercado fazem aquela espécie de banco alimentar de comida para bichos devo responder: "em minha casa prefiro não ter animais. Para ser coerente, não vou doar comida. Além disso, tenho malas, cintos e sapatos em pele. E uma raposa para o pescoço. O melhor mesmo é fugirem de mim que eu sou representante do Demo".

    ResponderEliminar
  94. concordo! adoro a sua maneira de escrever!

    ResponderEliminar
  95. "Por amor à santa"!!!! É a única coisa que me ocorre! Que indivíduos pouco merecedores do lugar que ocupam!! Nota-se que estão cheiiiiiinhos de vontade de ajudar os pobres animais que albergam! Que vergonha! :(

    ResponderEliminar
  96. Ana ajude outra instituição, sem dúvida que os animais são esquecidos. E com essa atitude essas pessoas só revelam que não se importam de ver os animais a sofrer, sem comida e medicamentos, enfim.

    Só tenho a dizer que está tudo louco, está tudo louco.

    Há quantos anos o homem come animais??!! A diferença é que não havia os matadouros, como hoje em dia, isso sim é degradante. Agora matar um animal para comer a sua carne isso faz parte da cadeia alimentar!! Equilíbrio da natureza. Na natureza os próprios animais matam outros animais, o leão come por exemplo a gazela e assim sucessivamente. Acho que os animais devem ser tratados com alguma dignidade, isso sim, o que não me parece acontecer nessas grandes industrias. Adoro animais, sempre tive gatos e cães, vivi numa quinta e lá existia todos os animais, porco, cabra, ovelha, galinha...... nunca consegui presenciar a sua morte, mas reconheço que a natureza sabe muito bem o que faz, se ela fez o homem a comer carne foi por algum motivo, não será?

    Quem sofreu com isso foram os pobres animais. Sempre que à porta dos supermercados estão instituições dessas a pedir comida eu compro sempre pelo menos um saco.Os bichinhos não têm culpa da estupidez do ser humano.

    Como disse o anónimo das 13:27, País de hipócritas e burros!

    ResponderEliminar
  97. Continuando o que eu disse anteriormente (Anónimo14 Novembro, 2013 06:16) : a tal Associação não vai certamente "ficar pobre" por perder esta contribuição.
    Uma coisa é uma personalidade publica cuja fama foi alcançada por um merito/trabalho concreto (um grande cantor, escritor, futebolista com creditos firmados etc) ajudar uma Associaçao com a sua imagem, outra coisa bem diferente são pessoas que são conhecidas "porque aparecem".
    E vamos deixar-nos de tretas, é exactamente disso que se trata.
    Não digo que os autores dos blogs não queiram honestamente ajudar, mas na practica estão também a servir os seus propositos pessoais.
    Da mesma maneira que não se deve pagar pela doação de sangue/orgãos.
    Nao se deve tornar isto num negocio, porque senão a medio prazo dá asneira.

    Anónimo14 Novembro, 2013 06:16

    ResponderEliminar
  98. Ana, existem centenas de associações que adorariam ter ajuda, mas existem muitos mais particulares e grupos de pessoas, que sózinhos ajudam mais animais em perigo, do que muitas associações. Porque é que ainda não se constituíram em associações? Porque é um processo lento, burocrático e que custa dinheiro, que normalmente é um bem muito escasso! Posso deixar um exemplo, de um casal, que sózinho cuida de mais de 50 patudos. Não tem tempo livre, não tem dinheiro, tem muitas dívidas, mas tem o amor de muitos patudos recolhidos de situações de risco! Se quiser ajudar alguém que realmente precisa, pense na Estrelinha e nos seus patudinhos!
    https://www.facebook.com/estrelinha.iran

    ResponderEliminar
  99. Adoro os teus textos, por norma, não costumo comentar, mas este post em particular deixou-me chocada. Eu, que até nem sou uma pessoa que preste grande atenção e seja apreciadora de animais, fico chocada por ver que existe tamanha hipocrisia e fundamentalismo da parte de uma suposta instituição que necessita de ajuda. R-I-D-I-C-U-L-O!!!!

    ResponderEliminar
  100. Ana,
    O que não faltam são instituições a quererem ajuda, e a precisarem bastante.
    Infelizmente Portugal está cheio €€, por isso recusam ajudas desta forma! é lamentável que pessoas como a que recusou a sua ajuda, estejam a dirigir ou a tomar decisões numa instituição!!
    Também já tive uma situação mais ou menos parecida num canil... fui entregar N sacos de ração e medicamentos, pedi para ver os animais, poder brincar um bocadinho com eles, e simplesmente foi me negado porque andavam a lavar as boxes.. tá certo!! além de que a moça que me atendeu foi desalmadamente desagradável.. ainda assim deixei tudo o que tinha para deixar, mas com um único pensamento.. aqui nunca mais!! Não vou divulgar o nome para não ferir eventuais susceptibilidades.

    Joana - Extensões de Cabelo
    http://joana-extensoescabelo.blogspot.com.es/

    ResponderEliminar
  101. Não sei se se lembram, mas há uns anos uma associação de caçadores foi entregar, à porta de uma associação de protecção de animais, carrinhas (não era uma...eram várias) carregadas de ração para cães e gatos. Como a dita associação não se revia nas actividades levadas a cabo pelos benfeitores/malfeitores, bateram-lhes com a porta no nariz. Os tipos estavam parvos de todo.
    Infelizmente, acho que qualquer que seja a instituição que a Ana procure, a resposta vai ser sempre a mesma. De qualquer das formas a Ana vá dando novidades sobre este assunto, se tentou mais alguma destas instituições e qual foi a resposta.

    ResponderEliminar
  102. Ola Pipoca. Desde já acho de louvar que apoies causas tão nobres.
    Mas já se sabe quando uns não querem estão outros desertos.

    Aproveito para lhe dar a conhecer a APAAF https://www.facebook.com/apaaf1
    A APAAF ( Associação Protetora de Animais Abandonados de Fátima ) tal como tantas outras associações de animais tem muitas carencias, no entanto esta está a passar por um problema muito recente e muito complicado. A pessoa que tinha a seu cuidado os animais (quase 60 caes) que não era da APAAF mas que era remonerada para ter o "trabalho" de alimentar os animais com a raçao da apaaf, chateou-se com aquilo, agarrou nos animais e abandonou-os!!!!
    Andamos feitos loucos à procura dos animais, até ao momento apenas foram encontrado 22, e já se passou mais de uma semana.
    além disso a APAAF precisa de muito apoio para a construção de um novo canil devidamente legalizado para poder albergar os caes que se encontraram e que estão em casas provisorias e para se poder dar continuidade a este projecto. Aliás, a noticia vem esta semana no Jornal Região de Leiria https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10151788057154436&set=a.252086124435.142036.192025704435&type=1&theater

    Peço que olhe para esta situação, e se achar por bem apoiar esta causa, de qualquer forma, nem que seja por mera divulgação fico desde já muito agradecida, visto que conheço o caso pessoalmente e ja falei dele inclusive no meu blog.

    Obrigado

    ResponderEliminar
  103. Ana, ofereça ajuda a outra associação de animais, por favor :(

    ResponderEliminar
  104. acho engraçado continuar-se a meter lado a lado ajudar pessoas ou animais, como se fosse o mesmo e nao é!

    ResponderEliminar
  105. Se usar edredon de penas tb conta?! ;D

    ResponderEliminar
  106. Já vi que entre os comentadores existem muitos juízes, pois fartam-se de julgar... mas mesmo assim não resisto a contar uma história:
    Uma senhora ligou para uma estação de rádio a pedir, por amor de Deus, que alguém a ajudasse pois não tinha que dar de comer ao seu filho pequeno.
    Um senhor, ateu, por acaso, achou que poderia testar a senhora, num caso parecido com este. Instruiu uma sua funcionária a que lhe levasse um cabaz com mais do a senhora pedia, mas disse-lhe que, quando a senhora perguntasse quem lhe enviava tanta coisa, lhe dissesse que tinha sido o Diabo (não estou a comparar ninguém, é só uma história...). Mas a ideia seria observar qual a reacção da senhora, que precisava dos géneros, mas que poderia, dado que tinha feito várias referências a Deus no programa de rádio, eventualmente recusar por vir do Diabo. E assim foi. O cabaz foi entregue, a senhora ficou comovida, etc... mas nunca perguntou quem enviava. Até que a funcionária, dado que a pergunta nunca mais vinha, lhe disse: "Mas a senhora não quer saber quem enviou tudo isto?". Sabem o que ela respondeu? Disse: "Não interessa, minha amiga. Quando Deus manda até o Diabo obedece"...
    Ora bem, mesmo que os elementos da Associação fossem as melhores pessoas do mundo e a pipocamaisdoce a personificação do Diabo, qualquer ajuda é sempre preciosa.
    Para esclarecer, eu sou vegetariano, evito o uso de peles e integro uma Associação de protecção animal. Por exemplo, somos contra a venda de animais (não compre, adopte...), mas temos protocolos de colaboração com lojas que vendem produtos para animais e que também vendem animais. Não concordamos, mas temos de concordar com tudo...? Eles ajudam-nos e nós colaboramos com eles. É assim a vida, ninguém é perfeito, nós também não...
    Não desista, há imensas Associações que receberiam de bom grado qualquer ajuda, nem que viesse do Diabo, o que nem é o caso, pois quem gosta de animais, mesmo que os coma, não pode ser sequer má pessoa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo, uma mão lava a outra e assim se vai levando a vida.

      Eliminar
  107. Se calhar porque acompanham o seu blog à uns bons anos e sabem que a sua paixão por cães é uma coisa recente... é que antes até o pêlo dos bichos a incomodava... remember?

    ResponderEliminar
  108. estou pasma com tanta parvoíce! o importante é dar condições aos animais que essas instituições acolhem, ao mesmo tempo que se promove a adopção dos mesmos (e ir arranjando espaço para os muitos que são abandonados todos os meses).

    eu tenho um canito que tem uma vida de lorde e só não tenho mais pq os veterinários são (estão?) caros p'ra chuchu! mas sempre que posso ajudo doando quando há recolha de alimentos e produtos para animais; é o que se arranja.

    acho inconcebível a falta de chá desta gente e sim, fundamentalismo só gera mais ignorância e carneiros que debitam o discurso alheio, nunca um argumento ponderado e válido para a situação em causa.

    http://a-minha-estante.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  109. Há coisas que estão acima do dinheiro, mesmo que faça muita falta. Obviamente se a associação é contra o uso de pele de animais NUNCA poderia aceitar associar-se a uma pessoa que não partilha da mesma opinião.
    É triste hoje em dia haver quem fique indignado por uma entidade não se VENDER e ter dignidade/moral.

    ResponderEliminar
  110. Realmente há coisas que nao se compreendem. Depois reclamam da vida.
    Eu por exemplo, a anta aqui bípede ou se calhar quadrúpede, foi a igreja tb doar roupas, e sabe o q responderam?
    - Desculpe lá minha senhôooura, mas não aceitamos este tipo de doações, poderá deixa-los perto do ecoponto ou em algum ponto especial para isso na cidade. Pode ser que alguem passe e leve.
    E eu: - Oi?
    Não aceitam?
    Mas as roupas são semi novas só estou a doa-las pq emagreci muito e já não dão para serem usadas.
    Ouço então aquele maravilhoso: "Não interessa". (Ai adoro qdo ouço alguém dizer isso). Cá não aceitamos doações de roupas.
    Aí falei com minha sogra que mora perto de Ferreira do Zêzere se podia levar as roupas para ela doar lá, e ela prontamente respondeu-me: NÃO.
    A igreja não aceita.
    Olha...............então que se lixem, coloquei num saco bem fechadinho no ecoponto, depois de 30 min. já lá não estava, espero que sejam de bom proveito a quem realmente precisa e está a passar necessidades, e não a um bando de filósofos baratos.

    ResponderEliminar
  111. Quem fica a perder não é a tal pessoa que rejeitou a sua ajuda mas sim os pobres animais, que se pudessem falar seriam mais bem agradecidos e humildes que muita gentinha. Pipoca não desistas por uma porta se ter fechado. Bem haja por te lembrares de ajudar os animais

    ResponderEliminar
  112. E ajudar associação que ajude pessoas? Eu percebo o amor aos animais...mas há pessoas a passar fome em piores condições que muitos animais..

    ResponderEliminar
  113. Tanta gente com fome...
    E deixem de ter animais só porque está na moda ter cães a pilhas, quando nem sequer ganham para comer...
    E depois abandonam os pobres dos animais e lá têm os palermas do costume que contribuir para que estes não morram de fome

    ResponderEliminar
  114. O melhor é continuar a colaborar com a Liga Portuguesa contra o Cancro, que não querem saber dessas parvoíces! O valor da vida humana não tem preço! E sempre salva a vida de pessoas que fazem falta às suas famílias!

    ResponderEliminar
  115. Já não há paciência para os salvadores fundamentalistas dos animais! O melhor é ajudar pessoas que há muita fome e necessidade pelo país fora e não se põem com moralismos básicos!

    ResponderEliminar
  116. Resta-nos confiar na palavra da Autora deste Blog que esta situação é de facto verdadeira. Afinal de que Instituição se trata?? Custa-me muito acreditar que uma instituição de apoio a animais recusasse Ajuda pelo motivo apresentado. Se a instituição é de apoio a animais abandonados, então aí é que não acredito mesmo, lamento. Se a instituição dedica-se a apoiar o fim da tortura de animais mortos para diversos fins (roupas, malas, etc) então entendo um pouco a opção da dita instituição. Pode ser que prefiram outra figura pública a ajudá-los do que a "Pipoca", não há nada que criticar. Eu não sou vegetariana e uso sim senhora sapatos e carteiras de pele, mas entendo que cada instituição seja livre de escolher a ajuda de figuras públicas que mais se identifiquem com a intenção principal da instituição. Gostava era de saber qual a Instituição aqui referida assim como ouvir o outro lado da versão da história.

    ResponderEliminar
  117. Apesar de tudo, tente outra associação que ajuda animais Ana =) Eu luto contra os maus tratos de animais todos os dias, eles precisam de ajuda e principalmente, precisam de ser ouvidos!

    ResponderEliminar
  118. Tente ajudar outra associação a mesma Ana =) eu luto contra os maus tratos de animais constantemente e eles precisam de ajuda e principalmente, de ser ouvidos!

    ResponderEliminar
  119. Por acaso ate acho bastante irónico uma pessoa que quer ajudar animais e depois contribui para que os mesmo sejam mortos pela sua pele.
    Se quer ajudar, deve começar por tirar da cabeça que o que tem qualidade e' o que 'e feito de pele animal. Ha tantas opções hoje em dia que nao se justifica que se mate um animal para se andar 'bem vestido'.
    Acho muito bem quereres ajudar uma instituição de animais mas também achava muito bem deixares de comprar qualquer acessório ou roupa de origem animal.

    ResponderEliminar
  120. :O surreal, isto não é normal... Não devem mesmo estar realmente a precisar, tenta procurar outra instituição de animais, eles realmente tendem a ser esquecidos...
    Beijinhoo
    blognita.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  121. Margarida Ferrador14 novembro, 2013 23:05

    Pipoca tenho conhecimento de uma associação que está a passar bastantes necessidades e ficaria muito grata por qualquer ajuda, venha de onde vier. Por favor visita o site no facebook e fica a conhecer um pouco. A associação chama-se Refúgio Animal Angels. Obrigada pela preocupação com esta causa!

    https://www.facebook.com/pages/REF%C3%9AGIO-ANIMAL-ANGELS/140977212647561

    ResponderEliminar
  122. Pipoca, instituições há muitas! Procura outra cuja prioridade seja mesmo ajudar.

    R.

    http://quemrapaotacho.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis