Pub SAPO pushdown

Uma questão de peso

quinta-feira, julho 25, 2013
Quando engravidei decidi que não ia entrar em histeria com o peso. Não estava para passar nove meses a ver a barriga crescer e a controlar cada caloria ingerida. Não queria, obviamente, engordar 30 quilos, e sabia que se a coisa se começasse a descontrolar muito teria de tomar algumas medidas, mas basicamente comi o que quis ao longo de oito meses. Sem pesos na consciência. E se eu tinha fome, senhores! No primeiro e no último trimestre tinha vontade de comer um boi. Não comi. Mas comi chocolates, gelados, hamburgers, cozido à portuguesa e tudo o que me apeteceu. Na última pesagem que fiz tinha 71 quilos , mais 12 ou 13 do que pesava antes de engravidar. A médica disse-me para tentar ganhar só mais um quilo até ao final, para depois não custar muito a recuperar o peso, mas tenho a certeza que se o Mateus não tivesse vindo ao mundo cinco semanas antes do previsto eu ainda iria alombar com mais 3 ou 4 quilos em cima. Nada de dramático, não estava nada ralada com o assunto. Fiquei-me pelos 71 e só ontem me voltei a pesar. A balança marcava 64, o que significa que sete quilos já foram à vida e que tenho cinco para aniquilar. Sem pressas. Perguntei à médica quando poderia voltar a fazer desporto e ela disse-me para esperar, no mínimo, seis semanas. Tinha esperança que ela me dissesse para esperar um ano. Ou mesmo dois. Sei que tenho de voltar à actividade física, sei que estou mais mole do que um pudim, mas a vontade é zero! A gravidez foi a desculpa perfeita para não mexer o rabo durante meses. Ainda tentei fazer ginásio e umas caminhadas, mas fui proibida pela médica por ter o útero muito reduzido. O miúdo ainda me nascia às 25 semanas. Por isso, quando me perguntam o que fiz para manter a forma durante a gravidez, a minha resposta é... nada. Juro que não é para meter nojo, tipo top model com metabolismo supeeeer rápido e que se alimenta a folhas de alface e depois diz que come de tudo e não engorda. Não fiz exercício, comi que nem uma lontra, por isso não se pode dizer que tenha sido assim um grande plano. Não estou a dizer que este é o procedimento a seguir. Foi o que eu fiz, mas cada grávida saberá o que é melhor para si. E também não estou impecável. Estou flácida, com uma barriga de quatro meses (e meio), mas também me estou nas tintas para isso. Aos poucos a coisa irá ao lugar, ou então não. Assim de repente, também não tenho de estar a posar em biquíni para uma revista daqui a dois dias, por isso não há stresses. Chateia-me um bocadinho essa pressão que se põe em cima das recém-mamãs, como se ao fim de duas semanas já tivessem de estar qual Miss Mundo. Ok, claro que também convém não abusar e justificar o excesso de peso com um "tive um filho", quando a criança já tem 17 anos. Mas também não é preciso entrar em paranóia numa luta desenfreada pelo peso de outrora, porque o corpo mudou e até é possível que nunca mais volte a ser o mesmo. É só diferente. By the way, adorei ver a Kate Middleton a sair da maternidade. Não só pelo vestido às bolinhas (fofinhaaaa) e pelo cabelo maravilhoso, mas por assumir a barriga pós-gravidez. Não veio de lá toda enfaixada, a fingir que já estava fresca e fofa e pronta para outra! Acho que, naquele momento, muitas mulheres pelo mundo fora suspiraram de alívio. Eu, pelo menos, adorei o momento de normalidade que aquela imagem me proporcionou. Um grande clap, clap, clap para a Kate!


55 comentários:

  1. Aqui está a inveja da Ana a falar! Ahahah, há gente que não entende mesmo piadas! :)
    Estás uma 'recém-mamã' linda de morrer e os quilos fazem parte da gravidez, tens desculpa para andares em forma de pudim! A Kate estava mesmoooo fofinha fofinha, e aposto que também saíste do hospital assim fofinha!!

    ResponderEliminar
  2. Antes de mais parabéns pelo pequenote. Da 1ª vez fiquei assim, pançuda, mas passado 1 mes já vestia a minha roupita "normal"; desta vez fique praticamente sem barriga, mesmo ainda no hospital. O que significa que comecei a vestir as minhas calcitas logo depois de tirar os agrafos (fiz cesariana das 2 vezes). Acho que depende do metabolism e desde que haja algum cuidado na alimentação recuperamos muito rapidamente (vesti biquini 2 meses após o parto e não me envergonhei nada da minha figurinha). Felicidades.

    ResponderEliminar
  3. Um grande clap, clap, clap para a Kate e para si também.
    É esse o espírito :)
    Parabéns

    ResponderEliminar
  4. Adorei este post.. Ameia a tua opinião.. É mesmo assim que as recém mamas e gravidas tem que pensar :)

    ResponderEliminar
  5. Olá Ana, obrigada mais uma vez por dismistificar esta questão do peso e por assumir e ser sincera, tenho a dizer lhe que nunca lhe daria 59 kg, parece muito mais magra. Em relação ao peso que ganhou, esteve muito bem, nao foi exagerado, nem foi insuficiente. Tal como referiu no post, a sociedade tem de dar tempo para que as mulheres retomem o peso( ou pelo menos percam a maior parte do peso adquirido) e se este processo dura nove meses, nao devemos exigir que em um mês ou dois , estejam impec. É claro que existem mulheres bafejadas pela sorte, genética ou sei lá o que :-) que no mês a seguir ao parto estão óptimas, outras nem tanto . No meu caso recuperei quase ao fim de 9 meses. Por fim, queria dizer lhe que a sensação de ter uma barriga de pudim ou de gelatina vai atenuar e dentro de algumas semanas ja se sentira mais " normal" e quando retomar a actividade física , tudo voltara a ser mais normal.

    Felicidades aos tres

    ResponderEliminar
  6. Pipoca, confesso que só recentemente ouvi falar deste Blog (sim...estive fechada num Baú nos entretantos) e por curiosidade vim espreitar!! simplesmente ADORO...és assim como que super cómica!! :)

    ResponderEliminar
  7. É por textos como estes que adoro seguir o teu blog!
    Simples, direto, real, divertido... ;)

    R de Rita

    ResponderEliminar
  8. Xinapá, falaste da Kate? Agora que és mãe? Não tens vergonha? Vão-te cair em cima todas as Kátias Galhardo deste país!!

    Parabéns pelo Mateus!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sra Galhardo deve ter emigrado! Thank God!!

      Eliminar
  9. Estás linda e certamente feliz. O resto? É erva pra vacas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre com classe, esta menina...

      Eliminar
  10. Pois, eu confesso que o peso me tem assustado um pouco. Tive uma fome desenfreada no primeiro trimestre, sumiu-se aquando da vaga de calor, que só queria beber água fresca e comer calipo de morango (!!!). Em 22 semanas engordei 5 quilos, mas sei que é na parte final que a coisa se torna grave, por isso, aguardo.
    Nunca me vi com 60Kg, e claro que como foi assim de repente a coisa assusta, mas como quando me apetece e sem peso na consciência. Só aparece quando vou à médica pesar-me!
    Espero recuperar bem. Senão lá tentarei fazer pela primeira vez na vida uma dietazinha.
    Tu estás óptima.
    Vais ficar óptima e parabéns para vocês.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  11. Tal como tu, e qualquer grávida que queira ser uma mulher além de mamã, também tinha alguma preocupação com o peso. Andei na "vigilância teórica" a gravidez toda (teórica pois na realidade também não tive muitos cuidados) e engordei 14 Kg. Depois não fiz o exercício que deveria fazer, e que para um segundo não pode falhar, pois parece-me que o corpo fica ainda mais "apudinado", e uns 5 a 6 meses depois já pesava menos do que antes de engravidar. O ritmo de um bebé, incluindo a amamentação, faz maravilhas ao corpo (ao rosto talvez não seja bem assim... as olheiras, o ar alucinado o choro porque o bebé arrotou duas vezes e talvez não seja normal).
    Tudo de bom aos três.
    Lili

    ResponderEliminar
  12. Boa, Pipoca! De facto não te preocupes com esses kilinhos a mais. O meu bebé tem 6 meses e eu já estou com o peso que tinha antes. Flácida como um molotoff, é certo, mas sobre isso, cabe-me a mim mexer este rabo, que, pelas minhas contas, é coisa para me apetecer fazer lá para o Verão de 2023...

    ResponderEliminar
  13. Olá.
    Só para partilhar. Fui uma das desgraçadas que aumentou 30kg. E juro que não era do que comia porque tive cuidado. Tudo correr bem até às 30 semanas que começei a inchar que nem uma bola de berlim. A realidade clinica é que começei a reter liquidos que nem uma maluca. Raio da Genética a falar mais alto. Para o final da gravidez, um CTG de manhã dava direito a uma bola marcada na barriga o resto do dia. Pelo menos sei que com 95kg não sou nada gira e que viver com tanto peso em cima é mesmo muito complicado. Três semanas depois da M nascer, já tinham ido à vida 18kg. O resto levou mais algum tempinho. Mas ficou a experiência.
    Parabéns pelo Mateus e muito obrigada por nos dar o privilégio de acompanhar estes pensamentos diários. Revejo-me imenso.
    Beijos
    XXX

    ResponderEliminar
  14. Eu engordei 20, e perdi muito rapidamente algum peso, como a Pipoca, os outros quilos fui perdendo, tal como a pipoca refere, sem histerias, vai-se perdendo... ah, e não amamentei.
    Adorei ver a kate também, fantástica, e igual a TODAS nós que já passaram pelo mesmo.
    Deixe-me que lhe diga, que está fantástica pelo que vi.

    ResponderEliminar
  15. Olá,
    Antes de mais parabéns pelo bebé.
    Sou mãe de dois, duas cesarianas, duas gravidezes com mais de 20kg em cima. Em ambas, saí da maternidade, tal qual a Kate com ar de quem pariu à poucas horas e barriga proeminente, mas sem menos 10kg... o resto perdi nos primeiros meses, com a amamentação e o esforço que cuidar deles implica.
    beijinhos e os kilitos vão desaparecer.

    ResponderEliminar
  16. Eu ganhei 20 e perdi 25 num ano. Eram os 5 que tinham ficado do primeiro filho. Como a dieta que fiz foi nula, acho que e de ainda estar a amamentar.... porque como sempre comi, ou seja tudo! Tenho 53 kg... ah, mas a minha barriga parece uma gelatina. Não me importo, os meus meninos sao lindos! Ihihih

    MP

    ResponderEliminar
  17. Ola..engordei um pco pk n me privei de nada, sob protestos do meu obstetra..no entanto inscrevi-me num curso de recuperação pos parto, que evitou que ficasse com incontinencia e me deixou com a barriga com mais musculo que antes.. o melhor?a minha bebé ainda tinha direito a massagem..

    ResponderEliminar
  18. Pela foto que já revelaste, estás linda. Mas admiro essa postura relaxada!

    ResponderEliminar
  19. Eu engordei 8 kg na gravidez.
    A minha médica dizia que tinha sido a grávida mais elegante que tinha conhecido

    ResponderEliminar
  20. Bom, eu engordei 8 quilos e uma semana depois da minha filha nascer tinha só 3 a mais, ou seja, 53. Mas a barriga... pufff, senhoras... essa sacana perseguiu-me uns valentes, mas mesmo valentes meses! Acho que o facto de eu fazer zero de exercício físico não ajudou, mas acabou por desaparecer. É dar tempo ao tempo sem sentir pressões.

    Sofia T

    ResponderEliminar
  21. Ana, tu estás tão querida...mesmo... na foto com o pequenino (a do ovo que não deve ir ao chão e que tem a fralda...lolololol) estás de uma ternura. elegante...charmosa...

    Continua a ser assim feliz... e mostra isso ao mundo :)

    Beijinho para todos.

    c.

    ResponderEliminar
  22. Olá Ana, primeiro que tudo muitos parabéns pelo Mateus!
    Gostei bastante do seu comentário...confesso que pensei que fosse mais do género de fazer dieta na gravidez...mas pelos vistos tem a sorte de ser como eu...que engordei 13 kg nas minhas 3 gravidezes e nunca ninguém o diria...estava super elegante (acho que nas pernas ainda mais que eu...). Também eu perdi cerca de 10 kg logo depois do parto, nunca me preocupei com dieta, apenas tentei andar um bocadinho durante a gravidez. Vai ver que com a amamentação o resto vai-se embora num instante...
    Como algumas mães já referiram a flacidez é que não é tão rápido, esta sim exige um bocadinho de ginástica...mas nada de preocupante pois é por uma causa maravilhosa!
    Vai ver que é uma paixão crescente e quando nós pensamos que não é possível amar mais...no outro dia ainda estamos mais apaixonadas...tudo de bom para os dois.
    Para acabar, também gostei muito da atitude da Kate...clap, clap!

    ResponderEliminar
  23. Creio que as avós dizem "9 meses a fazer, 9 meses a desfazer". Dá tempo. Quanto à Katezita, quando vi as fotos, pensei que a rapariga se tinha esquecido de trocar a bata do hospital.

    ResponderEliminar
  24. Parabéns pelo nascimento do Mateus!
    Concordo plenamente, até porque a maioria do peso ganho se perde ao amamentar. Neste momento o bebé é o mais importante.
    Mais uma vez, parabéns e felicidades!

    ResponderEliminar
  25. sem stress... eu levei a gravidez até ao fim (menos 1 dia), engordei 19 kg, em menos d 2 meses já tinha perdido 18 kg, em 3 meses já tinha perdido 20 kg (ou seja tinha menos 1 do q qd engravidei)...
    entretanto fiquei sem leite e deixei d amamentar e ganhei 2 kg :/
    mas ainda assim, sem stress, n fiz nada p emagrecer, e td volta ao sitio c o tempo.
    Ah, e parabéns mamã!!!

    ResponderEliminar
  26. É assim mesmo... e tudo irá ao sítio quando tiver de ir ;)

    www.semjeitonenhum.com

    ResponderEliminar
  27. Olá Pipoca! Antes de partilhar a minha experiência quero dar-te os Parabéns e desejar muitas Felicidades aos 4.
    Sou mãe de um menino que vai fazer 2 anos agora em agosto e durante a minha gravidez engordei 14 Kg. Ainda antes de saber que estava grávida já sentia azia e que me acompanhou até aos 6 meses de gravidez :( Por um lado ainda bem porque a partir daí foi o descalabro... Depois do Rafael nascer (também cesariana) metade do volume foi para as pernas e a outra metade ficou na barriga... com um bebé cá fora parecia que ainda tinha outro lá dentro portanto só tenho a aplaudir o facto de quer tu quer a Kate assumirem que também têm "desses" problemas no pós-parto! Obrigada!

    ResponderEliminar
  28. Muitos parabéns pelo seu bébé, é a maior alegria do mundo ser mãe. Eu que já sou avó ( a caminho do 5º)olho com alguma estupefacção esta ânsia e ser e parecer jovem sempre, custe o que custar. É com grande alegria que assumo a minha idade, os meus cabelos brancos, os meus quilos a mais. São a prova de que vivi e vivo, o meu certificado de presença. Como posso querer apagar os meus anos, os meus filhos, os meus gostos e desgostos? Como posso querer apagar a minha vida? ( e não, não sou gorda. Tenho 57 anos, meço 1,68m e peso 70kg, acho que até estou muito bem). Pois é esta a mensagem Pipoca,nada de stress, não tarda nada está aí em forma com o seu peso normal. Quanto à Kate também bato as palmas, lindo o vestido a lembrar o de Diana, linda a barriguinha de ter parido há menos de 48 horas, lindo o xaile do bébé( parece o mesmo do William), saúdinha e felicidades.

    ResponderEliminar
  29. Olá Pipoca! Antes de partilhar a minha experiência quero dar-te os Parabéns e desejar muitas Felicidades aos 4.
    Sou mãe de um menino que vai fazer 2 anos agora em agosto e durante a minha gravidez engordei 14 Kg. Ainda antes de saber que estava grávida já sentia azia e que me acompanhou até aos 6 meses de gravidez :( Por um lado ainda bem porque a partir daí foi o descalabro... Depois do Rafael nascer (também cesariana) metade do volume foi para as pernas e a outra metade ficou na barriga... com um bebé cá fora parecia que ainda tinha outro lá dentro portanto só tenho a aplaudir o facto de quer tu quer a Kate assumirem que também têm "desses" problemas no pós-parto! Obrigada!

    ResponderEliminar
  30. Olá Ana!!
    Em primeiro lugar muitos Parabéns pelo nascimento do Mateus!!
    No meu caso, engordei uns quilinhos valentes e que nas primeiras semanas desapareceram, no entanto fiquei com uns 5 kg a mais que teimam em não desaparecer e que mesmo passados 15 meses ainda por aqui andam (mas também confesso que ainda não fiz por emagrecer). Quanto á flacidez e celulite, sim essas vieram com a gravidez e tem de se fazer alguma coisa senão nunca mais vão embora. Mas vai ver que vai recuperar rápido!!
    Quanto á atitude da Kate, também adorei, pois é exactamente assim que eu estava no dia em que saí da maternidade.
    Beijinhos!!

    ResponderEliminar
  31. Pensei o mesmo quando vi a Kate ("olha, ela também tem barriga").
    Durante a gravidez ganhei assim um apetite voraz (tinha vontade de comer dois pratos de feijoada à transmonstana, certos dias) e agora, dez meses depois, ainda há uns resquícios desse apetite. Quanto ao peso, ganhei 13 quilos em 9 meses, sendo que até aos 5 meses ainda fui ao ginásio, mas 2 meses depois vestia toda a roupa da fase "antes da gravidez". Agora estou como tu, a ganhar coragem para voltar ao exercício físico e quase tenho vergonha de admitir que 10 meses depois ainda não me apetece.

    ResponderEliminar
  32. Olá Pipoca! Quando vi a sua última foto não me pareceu ter 64kg, ou então é da altura, não sei...mas achei que para quem foi mãe à 1 semana está muito bem. Se tem o metabolismo que tem, sortuda;), certamente vai perder o que lhe falta com facilidade. Fiquei intrigada com o tempo que lhe disseram para esperar até fazer exercício fisico. A mim "obrigaram-me" a esperar 6 meses...
    Quanto à Kate,adorei a simplicidade e a serenidade.
    Ana C.

    ResponderEliminar
  33. Adorei mais uma vez o texto... eu das duas gravidezes foram 11/12 kilos que rapidamente se foram o meu calcanhar de Aquiles ao contrario da maioria é a anca e não a barriga que ficou normal e lisa... mas com o segundo filho optei por fazer uma dieta com peso e medida e passados 4 anos estou bem e não voltei a engordar...
    quanto a kate deveras surpreendeu-me a barriginha dela pois o rapagão era bem grande... mas estão lindas ambas...
    jinhos e felicidades pro ano já anda o mateus e os papas na praia pelo algarve todo espevitado

    ResponderEliminar
  34. Ola Pipoca
    Antes de mais parabéns pelo piqueno!
    Eu sou uma das ranhosas abençoadas pela genética, com 31 semanas de gravidez aumentei 2.5kg, sim 2.5kg, e não me privo de comer nada, como normalmente, eu nem gosto de falar deste assunto porque as outras prenhas e não só, porque lançam-me o olhar da serpente, pois devem achar lá no seu intimo que eu como uma folha de alface por dia e salto muito á corda e depois gabo-me que é culpa da genética, mas isto tudo só para dizer que esta questão de peso é mesmo isto, genético!!! Por isso acho estúpido quando oiço falar que médico tal ralhou muito por causa do peso...
    Na minha 1ª gravidez aumentei 5kg e saí do hospital com a minha roupa normal, praticamente sem barriga e quando cheguei a casa fui-me pesar e os 5 kg tinham ido embora, depois a amamentar ainda perdi mais 3 ou 4 kg mas devo admitir que fiquei muito feia e escanzelada... quando parei de dar mama voltei ao peso normal. Sim as pessoas diziam-me mesmo na cara que eu estava anorética e feia. Desta vez e por este andar (devo engordar menos do que da 1ª vez) tenho a noção que vou ficar escanzelada ao quadrado, e a juntar à festa as olheiras de não dormir e do cansaço, confesso que não é uma imagem muito bonita lool portanto não é só o excesso de peso que nos atrapalha a vida, o oposto também é um bocado chato!
    A Kate estava maravilhosa, mas deixa-me só dizer um aparte, em UK não há o hábito de se usar cintas ou faixas como nós aqui, é mesmo tudo ao natural :) E já agora Pipoca, que é isso de teres tempo de ir á net e comentares coisas sobre a Kate?? Vai mas é olhar para o teu filho mesmo que ele esteja a dormir, porque a vida de uma mulher acaba no segundo que nos nasce um filho!!! :P
    beijinho e tudo de bom

    ResponderEliminar
  35. Olá mamã. Sou mãe de um menino de 10 meses que se chama Vicente, de parto natural, e devo dizer que amamentar, custa imenso no primeiro mês porque estamos sensiveis, mas foi uma grande ajuda para recuperar a silhueta. Tambem engordei 12 kgs, e ao fim de 2 meses estava a vestir a roupa antes de engravidar. AMEI estar gravida, e espero vir a ter outro bebé. Tens razao na pressao que se coloca sobre as mulheres no pos-parto, e cada uma sabe de si, mas temos de deixar aqui os alertas para os riscos de depressao por-parto que acontece, nao só pela nova e às vezes passageira imagem do corpo, como por todas as outras razoes porque as hormonas ora ocupadas durante 9 meses de gestação, de repente ficam loucas :) e nós acabamos por sofrer com isso.
    Assim, é aproveitar esta fase que passa a correr.
    Beijinhos e felicidades para ambos.

    ResponderEliminar
  36. Parabéns pelo Mateus, Pipoca!

    Queria apenas aproveitar para falar na possibilidade de fazer umas sessões de fisioterapia do períneo, o músculo que sustenta o útero durante toda a gravidez. É prática corrente e comparticipada em muitos países nordicos, pois previne a incontinência e melhora a vida sexual pós-guerra (oops, pós-parto!).

    A minha medica disse-me para só fazer abdominais qd acabasse as sessões, para não forçar o períneo.

    O meu filho acabou por não nascer em Portugal (tb nasceu antes do tempo!) por isso não sei se é habitual fazer-se aí ou não...

    ResponderEliminar
  37. Escrevi precisamente sobre isso na quarta-feira - http://quemquercasarcoacarochinha.blogspot.pt/2013/07/da-magia.html

    Grande Kate! E grande William já agora; parecia o nosso vizinho do lado de tão natural e descontraído que estava!

    Isso com o tempo vai tudo ao sítio mas já estás/ pareces óptima e feliz que é o mais importante!

    ResponderEliminar
  38. Eu confesso que tenho brincado e elogiado e não esperava um texto sobre o assunto em nada diferente. Já desconfiava...as pessoas de bom humor são presenteadas com um metabolismo bem comportado e merecido, está visto :P

    Eu sou uma "piquena" de medidas e tamanhos muito diferentes, e de facto a experiência peso-pós-bebé é de enlouquecer qualquer um com essa pressão de estar perfeito e de volta ao normal de um dia para o outro.

    Na gravidez emagreci 6kg durante os primeiros 4 meses (uma anormalidade, eu sei...mas como já sou pesadinha, aconteceu naturalmente e foi bom segundo a médica. No restante tempo ganhei 7kg para contrabalançar a coisa, eheh! e entretanto (passado 6 meses) já se foram 15kg à vidinha deles. Só me chateia precisamente a barriga que não foi ainda ao sitio - e que bem que soube ver a Kate tão natualmente a assumir as formas que todas trazemos para casa :)



    ResponderEliminar
  39. Apesar de ainda não ser mãe compartilho da mesma opinião. É curiosa a pressão que constantemente colocam nas mulheres para estarem constantemente perfeitas, quando simplesmente não o são! Porque ninguém o é! Aproveita, esta que dizem ser a melhor fase da nossa vida! Tudo a correr bem com o pequeno princípe! :)
    Cris

    ResponderEliminar
  40. Como é que o Manolo reagiu à presença do Mati? :))

    ResponderEliminar
  41. Parabéns pelo Mateus!
    Este tema do peso é-me muito querido pois o meu peso antes e depois de estar grávida - 3 vezes - foi de loucos. Engordei 8kg na 1.ª, 16kg na 2.ª e... 40kg na 3.ª. Sim, 40 (muito stress, muito medo, perdi 1 dos gémeos aos 3 meses de gestação mas depois correu bem, tive o meu 3.º filho!). Apesar da loucura do que comi e engordei perdi 45 kg depois e fiquei mais magra do que antes de ter tido qualquer filho.
    Fiz uma pequena dieta, basicamente comi bem, sem excessos e, parecendo que não, é o que se faz para emagrecer. Bebi, e bebo, muito chá verde com cavalinha e menta que, se quiserem um conselho, é do melhor para quem tem um metabolismo preguiçoso.
    Só para concluir custa-me ver as mulheres desleixarem-se depois de ter filhos, com a desculpa de terem tido filhos. Perguntam-me muito o que fiz para estar assim tendo 3 filhos e dado que engordei muitissimo. Eu dou as minhas dicas e sublinho que, tendo 3 rapazes + um homem que não casou com um armário, quero que tenham orgulho em mim, como mulher. Isto motivou-me sempre muito!
    Beijinhos e felicidades, os rapazes são o máximo!
    Vera

    ResponderEliminar
  42. Na minha gravidez engordei 20 kg mas para o médico que me acompanhava e as enfermeiras que me pesavam parecia que tinha engordado 50kg tal era o choque em relação ao meu aumento de peso. Mal nasceu o filhote perdi 10 kg, em poucas semanas e sem fazer dietas perdi mais 5 kg. Portanto, fiquei com 5 kg a mais do meu peso ideal, nada do outro mundo.Fiquei foi com a barriga flácida mas isso é normal. Fazes tu muito bem em não estressares com o peso, adorei a tua sinceridade e a Kate.
    O que não suporto é certo tipo de mulheres que acham inteligente dizerem que ficaram sem barriga ou iguais ao que eram antes pouco depois de terem os filhos. Devem ser milagres da natureza e ainda ninguém as descobriram. Tá bem abelha!

    ResponderEliminar
  43. Ola Pipoca, adoro o teu blog. Mais uma vez parabens pelo bebe. A minha filhota fez a semana passada 2 aninhos. Olha adorei este post. :) Eu tambem foi como tu comi que imenso durante a gravidez e so engordei 10 kilos que os perdi logo em pouco tempo sem dietas, so o facto de ter dado de mamar ajudou imenso a perder peso, mas fiquei tambem tipo pudim. Enfim... No meu blog a foto que tenho no prefill na primeira pagina foi tirada 3 semaninhas depois de ter tido a minha bebe. Beijinhos de Toronto
    www.petitjoujou.ca
    http://claudiapersi.blogspot.ca/

    ResponderEliminar
  44. um enorme clap clap clap para a bela da Kate, MESMO! Super sorridente! Transbordava alegria.

    ResponderEliminar
  45. Que bom que é ter um blogue para vir aqui despejar os nossos stresses! :) Também tenho um e estou viciada! "cabelos ao vento, fui!" Parabens pela boa forma

    ResponderEliminar
  46. Sem ter nada a ver com este post Pipoca, mas como em tempos pediste para te avisarmos, tenho um Blog o Poupadinhos e com vales e acabei de fazer este post, fraldas Dodot a 50% de desconto em cartão Continente, só hoje e amanhã

    http://www.poupadinhosecomvales.com/news/fraldas-dodot-50%25-cart%C3%A3o-continente/

    ResponderEliminar
  47. ai que sorte, tb quero um dia! Mas fizeste muito bem, a aparência não é tudo....e o importante é sentirmo-nos bem! :)

    ResponderEliminar
  48. Muitos Parabéns Pipoca e muitas felicidades para a família!
    Como sempre muito bom gosto de tua parte. O nome Mateus é muito bonito!

    ResponderEliminar
  49. só para dizer que este blog é um lixo!!!!
    a falar mal das touradas na televisão...
    também acho estranho o seu blog aparecer na sic....
    blog para gravidas e pouco mais...
    porque não faz criticas construtivas como por exemplo a tvi COPIAR um programa da sic????
    salve-se quem puder é o novo ok ko a unica diferença é que em vez de uma parede é uma luva de boxe!!!
    criatividade tvi está cara?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ela não tem que agradar a gregos e a troianos. Gostas, óptimo, continuas a ler, não gostas, olha... paciência. Vai ler outros blogs.
      E adoro este blog, sim! Venho aqui todos os dias ler, e o do bebê e adoro. E adorei vê-la na CMTV e na reportagem da TVI que estava linda e maravilhosa.

      Cláudia.

      Eliminar
  50. repararei agora no após aprovação é certo que não vai publicar o meu comentario...
    mas é apenas a minha opinião...
    não vejo nada de interessante neste blog...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. então porque o lê????

      Eliminar
  51. Pipoca, não costumo comentar mas hoje calha :) pensei, tal como tu, que a Kate tinha dado um grande exemplo às mulheres deste mundo ao assumir a sua barriga pós parto. Pensei ; ok, ali está a futura rainha de um dos países mais poderosos a assumir sem complexos a sua condição fisica pós parto. Tão diferente das pseudo estrelas cá do burgo, todas enfaixadas e com massagistas em casa à espera, mal saem da maternidade, conheço tantas!!!!!!!!!!
    Eu também sou mãe , duas vezes :) ainda não recuperei e provavelmente nunca voltarei à forma dos 25. E não faço a apologia do " who cares?", porque acho super importante para a auto estima das mulheres sentirem-se bem com elas, lá está a palavra chave para este processo, auto-estima. E isso é uma coisa que tem de estar em alta, independentemente dos 4, 5, ou 6 kgs a mais. E aposto que continuas bonita :) felicidades para os pais e bébé.

    ResponderEliminar

Teorias absolutamente espectaculares

AddThis